SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Ética, Moral e Direito

Fábio Nogueira, MSc.
http://twitter.com/fabionp
http://wikiteacher.wordpress.com
Lembra dos animais?

                              1.Instinto
                        2.Consciência
                          3.Raciocínio
                            4.Emoção
                      5.Espiritualidade
  Somos um animal
  BIO-PSICO-SOCIAL
Qual é a finalidade do
comportamento humano?
Em que consiste a felicidade?
• Auto-desenvolvimento humano
• Aperfeiçoamento contínuo
• Serenidade interior
• Saciando
 1.   Fisiologia
 2.   Psicológico
 3.   Social
 4.   Espiritualidade
Comportamento social não é natural

▫ Não nascemos com ele como se fosse um instinto

▫ É adquirido ou conquistado por hábito

▫ É uma realidade humana que é construída
 histórica e socialmente a partir das relações
 coletivas dos seres humanos nas sociedades onde
 nascem e vivem
Pra que estudar Ética???
                “Qual é o bem supremo que
                podemos conseguir em todos os
                atos de nossa vida?”
                          (Aristóteles em Ética a
                                      Nicômaco)
“A palavra que designa o bem supremo, aceita por
todos, é felicidade e, segundo a opinião comum, viver
bem, agir bem, é sinônimo de ser feliz.”
Etimologia da palavra: ÉTICA x MORAL
• GREGO> éthos (modo de ser, caráter)
• LATIM> mos (ou no plural mores)
(costumes)
• Ética é a ciência da conduta humana
• Moral    é     um      conjunto    de
normas, princípios, preceitos, costumes,
valores que norteiam o comportamento
do indivíduo no seu grupo social
Perspectiva filosófica

•Éthos: hábito, propriedade do
caráter.
•Ethiké (Aristóteles): reflexão
sobre      as   propriedades   de
caráter.
Ubis homo ibi societas, ubi
societas ibi jus




Somos um animal bio-psico-social
Consciência Coletiva
• Conjunto das crenças e dos sentimentos comuns
  à média dos membros de uma mesma sociedade
  que forma um sistema determinado com vida
  própria.

• A participação ativa na História somente é
  possível enquanto consciência de grupo.

• As mudanças nas normas, valores e regras
  acontecem lentamente e a partir da realidade
  presente do grupo social.
Da moral à ética
• O homem é o único animal com consciência moral.
• Agir de forma contrária àquilo que os valores morais
 nos indicam nos dá a sensação de ação indevida.
 Logo, a consciência moral é a porta de acesso ao
 mundo da ética.
• A Ética envolve a tomada de decisão por aquilo que
 não é necessariamente obrigatório.
Como devo agir
  perante os outros?
Trata-se de uma pergunta fácil de ser
formulada, mas difícil de ser respondida.
Somos um animal moral: constante dilema de
agir bem e ficar com a consciência tranquila ou
praticar o mal e sentir remorsos (ou não).
A sensibilidade moral nos leva a avaliar
nossas                                           ações:
boas, más, justas, injustas, corretas, incorretas.
Ser-no-mundo: desenvolvendo a moral
Quando nascemos, já encontramos normas e
regras de conduta moral pré-estabelecidas e
somos doutrinados pela educação a nos
adequar a elas.
Na infância, não temos capacidade
cognitiva para operacionalizar análises sobre os
valores        morais.        Então,         nos
resta, simplesmente, aceitarmos ou recusarmos o
que nos é apresentado.
Individual X Social

Moral social: conjunto de atitudes ou maneiras de
agir que se impõe aos membros de uma sociedade
como um todo.
Moral individual: forma de agir de um indivíduo
como pessoa frente ao mundo, às outras pessoas e à
sociedade em geral. Na sua individualidade, a pessoa
pode ir contra os valores pregados socialmente e a
moral social podem ser contestados.
Quando se pensa nas relações do
homem com o meio em que vive, de
imediato vem à mente a dicotomia
entre fazer o que bem se pensa ou
ficar condicionado pelas regras que
ordenam a vida sociocultural.
                Severo Hryniewicz
Ideal ≠ Normal ≠ Patológico
• Normalidade
 ▫ Comportamento      dentro       dos   limites   da
   coercitividade
 ▫ Pode ser indesejado e condenável pelo grupo social
    Homicídio
    Suicídio
• Patológico
 ▫ Podem destruir o grupo social
 ▫ Estão além da generalidade observada
Sociedade, Educação e Ordem Social
 AUTORIDADE EXERCE CONTROLE SOCIAL
3 considerações importantes
1. Coercitividade     é   fundante      da    sociedade    e     do
   comportamento social. Ela possibilidade a humanização e
   a sobrevivência da humanidade.

2. O grupo social estipula o quanto podemos nos desviar
   do     comportamento          médio        esperado.        Todo
   comportamento     dentro    deste    limite   é   “normal”;    o
   comportamento que extrapola o limite é “patológico”.

3. Mesmo       quando         estamos        sozinhos,    nossos
   comportamentos são subordinados à consciência
   coletiva e são fatos sociais plenos. Exemplo: vestir-
   se, tomar banho, hábitos de higiene, hábitos alimentares.
Ética ≠ Moral ≠ Lei
1. O    Direito regula     condutas    externas
  (comportamentos visíveis) e a Moral regula as
  condutas internas e a intencionalidade
  (comportamentos encobertos)
2. A Moral impõe deveres, o Direito impõe
 deveres e garante direitos
3. A Moral é autônoma e só vale se você aceita
 uma cultura, já o Direito é heterônomo e
 imposto independente da aceitação
Ética ≠ Moral ≠ Lei
4. A Moral é imposta pela coerção social, o
 Direito pela coerção jurídica e coerção física
5. A Moral é subjetiva e unilateral, o Direito é
 subjetivo, tenta ser objetivo, e bilateral
6. O Direito tem por objetivo organizar a
 sociedade para o bom desenvolvimento da vida
 social, a Moral busca a plenitude existencial
É bem mais fácil
         pregar uma moral do
          que fundamentá-la.
                      Arthur
               Schopenhauer
                 (1788-1860)

Como devemos agir para
    realizar o bem?
Exercícios
1. O que é moral? Qual a diferença entre a
   perspectiva individual e coletiva?

2. O que é ética?

3. Quais as diferenças entre moral e Direito no
   controle do comportamento social?

4. Diferencie comportamento ideal, normal e
   patológico.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Moral e ética
Moral e éticaMoral e ética
Moral e ética
 
Ética moral e valores
Ética moral e valoresÉtica moral e valores
Ética moral e valores
 
Ética e moral
Ética e moralÉtica e moral
Ética e moral
 
Aula 1 Ética
Aula 1 ÉticaAula 1 Ética
Aula 1 Ética
 
Etica
EticaEtica
Etica
 
ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2ÉTica e cidadania 2
ÉTica e cidadania 2
 
Diferença entre moral e ética
Diferença entre moral e éticaDiferença entre moral e ética
Diferença entre moral e ética
 
BIOÉTICA E SEUS PRINCÍPIOS
BIOÉTICA E SEUS PRINCÍPIOSBIOÉTICA E SEUS PRINCÍPIOS
BIOÉTICA E SEUS PRINCÍPIOS
 
Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
 
Ética, moral e direito
Ética, moral e direitoÉtica, moral e direito
Ética, moral e direito
 
01. ética, moral e valores
01. ética, moral e valores01. ética, moral e valores
01. ética, moral e valores
 
Aula 3
Aula 3Aula 3
Aula 3
 
O porquê da ética
O porquê da éticaO porquê da ética
O porquê da ética
 
Elementos de teoria geral do estado - resumo
Elementos de teoria geral do estado - resumoElementos de teoria geral do estado - resumo
Elementos de teoria geral do estado - resumo
 
Etica moral e_valores
Etica moral e_valoresEtica moral e_valores
Etica moral e_valores
 
ética e deontologia profissional (apresentação)
ética e deontologia profissional  (apresentação)ética e deontologia profissional  (apresentação)
ética e deontologia profissional (apresentação)
 
Etica
EticaEtica
Etica
 
Filosofia do direito(alysson leandro mascaro)
Filosofia do direito(alysson leandro mascaro)Filosofia do direito(alysson leandro mascaro)
Filosofia do direito(alysson leandro mascaro)
 
Ética e Cidadania
Ética e Cidadania Ética e Cidadania
Ética e Cidadania
 

Destaque

Ética, moral e direito
Ética, moral e direitoÉtica, moral e direito
Ética, moral e direitoMarcel Gois
 
Ética profissional
Ética profissional Ética profissional
Ética profissional JUCILANA
 
Aula 3 noções de ética profissional
Aula 3   noções de ética profissionalAula 3   noções de ética profissional
Aula 3 noções de ética profissionalLuiz Siles
 
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]Magda El Hosn
 
Não existe ética coletiva, bem como moral individual
Não existe ética coletiva, bem como moral individualNão existe ética coletiva, bem como moral individual
Não existe ética coletiva, bem como moral individualCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Questões curso fraga - fgv - oab - com gabarito
Questões  curso fraga - fgv - oab - com gabaritoQuestões  curso fraga - fgv - oab - com gabarito
Questões curso fraga - fgv - oab - com gabaritoRBXJURIDICO
 
Ética da educação slides
Ética da educação slidesÉtica da educação slides
Ética da educação slidesunieubra
 
Ética, direito e política - trabalho de grupo
Ética, direito e política - trabalho de grupoÉtica, direito e política - trabalho de grupo
Ética, direito e política - trabalho de grupomluisavalente
 
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013Juluso
 

Destaque (19)

Ética, moral e direito
Ética, moral e direitoÉtica, moral e direito
Ética, moral e direito
 
direito e moral
direito e moraldireito e moral
direito e moral
 
Moral e direito
Moral e direitoMoral e direito
Moral e direito
 
Direito e moral
Direito e moralDireito e moral
Direito e moral
 
Ética profissional
Ética profissional Ética profissional
Ética profissional
 
Aula 3 noções de ética profissional
Aula 3   noções de ética profissionalAula 3   noções de ética profissional
Aula 3 noções de ética profissional
 
A relaçao complementar entre direito e etica
A relaçao complementar entre direito e eticaA relaçao complementar entre direito e etica
A relaçao complementar entre direito e etica
 
Ètica x Moral
Ètica x MoralÈtica x Moral
Ètica x Moral
 
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]
Oab palestra-ética e os novos rumos do jovem advogado [salvo automaticamente]
 
CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB
CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OABCÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB
CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB
 
Não existe ética coletiva, bem como moral individual
Não existe ética coletiva, bem como moral individualNão existe ética coletiva, bem como moral individual
Não existe ética coletiva, bem como moral individual
 
Questões curso fraga - fgv - oab - com gabarito
Questões  curso fraga - fgv - oab - com gabaritoQuestões  curso fraga - fgv - oab - com gabarito
Questões curso fraga - fgv - oab - com gabarito
 
Teoria geral do direito
Teoria geral do direitoTeoria geral do direito
Teoria geral do direito
 
Moral individual
Moral individualMoral individual
Moral individual
 
Teoria Geral do Direito
Teoria Geral do DireitoTeoria Geral do Direito
Teoria Geral do Direito
 
Ética da educação slides
Ética da educação slidesÉtica da educação slides
Ética da educação slides
 
Ética, direito e política - trabalho de grupo
Ética, direito e política - trabalho de grupoÉtica, direito e política - trabalho de grupo
Ética, direito e política - trabalho de grupo
 
éTica e moral
éTica e moral éTica e moral
éTica e moral
 
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013
Etica na Gestao Pública - Prof. Romilson - Dez/2013
 

Semelhante a Ética, Moral e Direito: Comportamento Humano

ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ
 
Ética e Cidadania: Compromisso Social
Ética e Cidadania: Compromisso SocialÉtica e Cidadania: Compromisso Social
Ética e Cidadania: Compromisso SocialMaria Deuza dos Santos
 
Etica no-trabalho
Etica no-trabalhoEtica no-trabalho
Etica no-trabalhoElenirsilva
 
Reflexões sobre ética e moral Janaira Franca
Reflexões sobre ética e moral Janaira FrancaReflexões sobre ética e moral Janaira Franca
Reflexões sobre ética e moral Janaira FrancaProfa. Janaíra França
 
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docx
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docxRESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docx
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docxandresilvahis
 
Construção do ser Ético.pptx
Construção do ser Ético.pptxConstrução do ser Ético.pptx
Construção do ser Ético.pptxMiriane Moraes
 
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada, Roberta Vicari, Jonatan Piazzetta...
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada,  Roberta Vicari,  Jonatan Piazzetta...Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada,  Roberta Vicari,  Jonatan Piazzetta...
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada, Roberta Vicari, Jonatan Piazzetta...Trezetepe
 
Relações humanas e ética (dia 1)
Relações humanas e ética (dia 1)Relações humanas e ética (dia 1)
Relações humanas e ética (dia 1)Fábio Nogueira, PhD
 
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEtica
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEticaprojeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEtica
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEticaalessandraoliveira324
 
Texto ética e moral - leitura básica
Texto    ética e moral - leitura básicaTexto    ética e moral - leitura básica
Texto ética e moral - leitura básicaNilia Lacerda
 
Ética e moral desafios contemporâneos
Ética e moral   desafios contemporâneosÉtica e moral   desafios contemporâneos
Ética e moral desafios contemporâneosDaniela Barroso
 

Semelhante a Ética, Moral e Direito: Comportamento Humano (20)

Ética e Moral
Ética e Moral   Ética e Moral
Ética e Moral
 
Aula 3 normas e regras
Aula 3   normas e regrasAula 3   normas e regras
Aula 3 normas e regras
 
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
ANTONIO INACIO FERRAZ-ESTUDANTE DE FARMÁCIA EM CAMPINAS SP.
 
Ética e Cidadania: Compromisso Social
Ética e Cidadania: Compromisso SocialÉtica e Cidadania: Compromisso Social
Ética e Cidadania: Compromisso Social
 
Ativ2 sandra
Ativ2 sandraAtiv2 sandra
Ativ2 sandra
 
Ativ2 sandra
Ativ2 sandraAtiv2 sandra
Ativ2 sandra
 
Etica no-trabalho
Etica no-trabalhoEtica no-trabalho
Etica no-trabalho
 
ÉTica e moral
ÉTica e moralÉTica e moral
ÉTica e moral
 
Reflexões sobre ética e moral Janaira Franca
Reflexões sobre ética e moral Janaira FrancaReflexões sobre ética e moral Janaira Franca
Reflexões sobre ética e moral Janaira Franca
 
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docx
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docxRESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docx
RESUMO SOBRE A TEMATICA QUEM É O HOMEM.docx
 
Construção do ser Ético.pptx
Construção do ser Ético.pptxConstrução do ser Ético.pptx
Construção do ser Ético.pptx
 
Slide Ética e Moral
Slide Ética e MoralSlide Ética e Moral
Slide Ética e Moral
 
etica_educ.pptx
etica_educ.pptxetica_educ.pptx
etica_educ.pptx
 
éTica 15 mateus
éTica 15 mateuséTica 15 mateus
éTica 15 mateus
 
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada, Roberta Vicari, Jonatan Piazzetta...
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada,  Roberta Vicari,  Jonatan Piazzetta...Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada,  Roberta Vicari,  Jonatan Piazzetta...
Ética e Moral - Grupo 03 (Saianne Strada, Roberta Vicari, Jonatan Piazzetta...
 
Relações humanas e ética (dia 1)
Relações humanas e ética (dia 1)Relações humanas e ética (dia 1)
Relações humanas e ética (dia 1)
 
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEtica
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEticaprojeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEtica
projeto de vida aula 02.pptxEticaEticaEtica
 
Texto ética e moral - leitura básica
Texto    ética e moral - leitura básicaTexto    ética e moral - leitura básica
Texto ética e moral - leitura básica
 
Ética e moral desafios contemporâneos
Ética e moral   desafios contemporâneosÉtica e moral   desafios contemporâneos
Ética e moral desafios contemporâneos
 
fundamentos da ética.pptx
fundamentos da ética.pptxfundamentos da ética.pptx
fundamentos da ética.pptx
 

Mais de Fábio Nogueira, PhD

Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidade
Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidadeUbuntu - Nós fazem(os) nossa comunidade
Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidadeFábio Nogueira, PhD
 
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04Fábio Nogueira, PhD
 
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.065 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06Fábio Nogueira, PhD
 
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04Fábio Nogueira, PhD
 
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.065 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06Fábio Nogueira, PhD
 
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-Terapia
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-TerapiaAspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-Terapia
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-TerapiaFábio Nogueira, PhD
 
Small Talk - My mormon host family and I
Small Talk - My mormon host family and ISmall Talk - My mormon host family and I
Small Talk - My mormon host family and IFábio Nogueira, PhD
 
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)Fábio Nogueira, PhD
 
New perspectrives for your career - the world is liquid
New perspectrives for your career - the world is liquidNew perspectrives for your career - the world is liquid
New perspectrives for your career - the world is liquidFábio Nogueira, PhD
 
Empreendedorismo 11 - Plano Operacional
Empreendedorismo 11 - Plano OperacionalEmpreendedorismo 11 - Plano Operacional
Empreendedorismo 11 - Plano OperacionalFábio Nogueira, PhD
 
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitch
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitchEmpreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitch
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitchFábio Nogueira, PhD
 
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócio
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócioEmpreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócio
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócioFábio Nogueira, PhD
 
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias Fenomenológicas
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias FenomenológicasPSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias Fenomenológicas
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias FenomenológicasFábio Nogueira, PhD
 
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e AtitudePSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e AtitudeFábio Nogueira, PhD
 
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14Fábio Nogueira, PhD
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing EventoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing EventoFábio Nogueira, PhD
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a ComunicaçãoFábio Nogueira, PhD
 

Mais de Fábio Nogueira, PhD (20)

Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidade
Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidadeUbuntu - Nós fazem(os) nossa comunidade
Ubuntu - Nós fazem(os) nossa comunidade
 
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
Aprenda a ser menos ansioso seguindo sete dicas inusitadas - A Gazeta 01.04
 
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.065 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
 
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
Perder peso e amizades virtuais - A Gazeta 26.04
 
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.065 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
5 dicas para educar os filhos respeitando a privacidade - A Gazeta 21.06
 
Estudo de Caso - AB Inbev 2014
Estudo de Caso - AB Inbev 2014Estudo de Caso - AB Inbev 2014
Estudo de Caso - AB Inbev 2014
 
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-Terapia
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-TerapiaAspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-Terapia
Aspectos históricos, teóricos e terapêuticos da Gestalt-Terapia
 
Small Talk - My mormon host family and I
Small Talk - My mormon host family and ISmall Talk - My mormon host family and I
Small Talk - My mormon host family and I
 
Palestra UP (versão video)
Palestra UP (versão video)Palestra UP (versão video)
Palestra UP (versão video)
 
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)
Novas perspectivas para sua carreira (WS - UVV)
 
New perspectrives for your career - the world is liquid
New perspectrives for your career - the world is liquidNew perspectrives for your career - the world is liquid
New perspectrives for your career - the world is liquid
 
Empreendedorismo 11 - Plano Operacional
Empreendedorismo 11 - Plano OperacionalEmpreendedorismo 11 - Plano Operacional
Empreendedorismo 11 - Plano Operacional
 
Empreendedorismo 8 - Marketing
Empreendedorismo 8 - MarketingEmpreendedorismo 8 - Marketing
Empreendedorismo 8 - Marketing
 
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitch
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitchEmpreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitch
Empreendedorismo 15 - Montando minha apresentação de pitch
 
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócio
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócioEmpreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócio
Empreendedorismo 4 - Montando o primeiro negócio
 
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias Fenomenológicas
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias FenomenológicasPSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias Fenomenológicas
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 6 - Teorias Fenomenológicas
 
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e AtitudePSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
PSICOLOGIA ORGANIZACIONAL _ Aula 9 - Percepção e Atitude
 
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14
Reportagem sobre Mentira - A Tribuna 27.07.14
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing EventoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula TE - Briefing Evento
 
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a ComunicaçãoCOMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a Comunicação
COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL _ Aula 5 - TICs e a Comunicação
 

Último

DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 

Ética, Moral e Direito: Comportamento Humano

  • 1. Ética, Moral e Direito Fábio Nogueira, MSc. http://twitter.com/fabionp http://wikiteacher.wordpress.com
  • 2. Lembra dos animais? 1.Instinto 2.Consciência 3.Raciocínio 4.Emoção 5.Espiritualidade Somos um animal BIO-PSICO-SOCIAL
  • 3. Qual é a finalidade do comportamento humano? Em que consiste a felicidade? • Auto-desenvolvimento humano • Aperfeiçoamento contínuo • Serenidade interior • Saciando 1. Fisiologia 2. Psicológico 3. Social 4. Espiritualidade
  • 4. Comportamento social não é natural ▫ Não nascemos com ele como se fosse um instinto ▫ É adquirido ou conquistado por hábito ▫ É uma realidade humana que é construída histórica e socialmente a partir das relações coletivas dos seres humanos nas sociedades onde nascem e vivem
  • 5. Pra que estudar Ética??? “Qual é o bem supremo que podemos conseguir em todos os atos de nossa vida?” (Aristóteles em Ética a Nicômaco) “A palavra que designa o bem supremo, aceita por todos, é felicidade e, segundo a opinião comum, viver bem, agir bem, é sinônimo de ser feliz.”
  • 6. Etimologia da palavra: ÉTICA x MORAL • GREGO> éthos (modo de ser, caráter) • LATIM> mos (ou no plural mores) (costumes) • Ética é a ciência da conduta humana • Moral é um conjunto de normas, princípios, preceitos, costumes, valores que norteiam o comportamento do indivíduo no seu grupo social
  • 7. Perspectiva filosófica •Éthos: hábito, propriedade do caráter. •Ethiké (Aristóteles): reflexão sobre as propriedades de caráter.
  • 8. Ubis homo ibi societas, ubi societas ibi jus Somos um animal bio-psico-social
  • 9. Consciência Coletiva • Conjunto das crenças e dos sentimentos comuns à média dos membros de uma mesma sociedade que forma um sistema determinado com vida própria. • A participação ativa na História somente é possível enquanto consciência de grupo. • As mudanças nas normas, valores e regras acontecem lentamente e a partir da realidade presente do grupo social.
  • 10. Da moral à ética • O homem é o único animal com consciência moral. • Agir de forma contrária àquilo que os valores morais nos indicam nos dá a sensação de ação indevida. Logo, a consciência moral é a porta de acesso ao mundo da ética. • A Ética envolve a tomada de decisão por aquilo que não é necessariamente obrigatório.
  • 11. Como devo agir perante os outros? Trata-se de uma pergunta fácil de ser formulada, mas difícil de ser respondida. Somos um animal moral: constante dilema de agir bem e ficar com a consciência tranquila ou praticar o mal e sentir remorsos (ou não). A sensibilidade moral nos leva a avaliar nossas ações: boas, más, justas, injustas, corretas, incorretas.
  • 12. Ser-no-mundo: desenvolvendo a moral Quando nascemos, já encontramos normas e regras de conduta moral pré-estabelecidas e somos doutrinados pela educação a nos adequar a elas. Na infância, não temos capacidade cognitiva para operacionalizar análises sobre os valores morais. Então, nos resta, simplesmente, aceitarmos ou recusarmos o que nos é apresentado.
  • 13. Individual X Social Moral social: conjunto de atitudes ou maneiras de agir que se impõe aos membros de uma sociedade como um todo. Moral individual: forma de agir de um indivíduo como pessoa frente ao mundo, às outras pessoas e à sociedade em geral. Na sua individualidade, a pessoa pode ir contra os valores pregados socialmente e a moral social podem ser contestados.
  • 14. Quando se pensa nas relações do homem com o meio em que vive, de imediato vem à mente a dicotomia entre fazer o que bem se pensa ou ficar condicionado pelas regras que ordenam a vida sociocultural. Severo Hryniewicz
  • 15. Ideal ≠ Normal ≠ Patológico • Normalidade ▫ Comportamento dentro dos limites da coercitividade ▫ Pode ser indesejado e condenável pelo grupo social  Homicídio  Suicídio • Patológico ▫ Podem destruir o grupo social ▫ Estão além da generalidade observada
  • 16. Sociedade, Educação e Ordem Social AUTORIDADE EXERCE CONTROLE SOCIAL
  • 17. 3 considerações importantes 1. Coercitividade é fundante da sociedade e do comportamento social. Ela possibilidade a humanização e a sobrevivência da humanidade. 2. O grupo social estipula o quanto podemos nos desviar do comportamento médio esperado. Todo comportamento dentro deste limite é “normal”; o comportamento que extrapola o limite é “patológico”. 3. Mesmo quando estamos sozinhos, nossos comportamentos são subordinados à consciência coletiva e são fatos sociais plenos. Exemplo: vestir- se, tomar banho, hábitos de higiene, hábitos alimentares.
  • 18. Ética ≠ Moral ≠ Lei 1. O Direito regula condutas externas (comportamentos visíveis) e a Moral regula as condutas internas e a intencionalidade (comportamentos encobertos) 2. A Moral impõe deveres, o Direito impõe deveres e garante direitos 3. A Moral é autônoma e só vale se você aceita uma cultura, já o Direito é heterônomo e imposto independente da aceitação
  • 19. Ética ≠ Moral ≠ Lei 4. A Moral é imposta pela coerção social, o Direito pela coerção jurídica e coerção física 5. A Moral é subjetiva e unilateral, o Direito é subjetivo, tenta ser objetivo, e bilateral 6. O Direito tem por objetivo organizar a sociedade para o bom desenvolvimento da vida social, a Moral busca a plenitude existencial
  • 20. É bem mais fácil pregar uma moral do que fundamentá-la. Arthur Schopenhauer (1788-1860) Como devemos agir para realizar o bem?
  • 21. Exercícios 1. O que é moral? Qual a diferença entre a perspectiva individual e coletiva? 2. O que é ética? 3. Quais as diferenças entre moral e Direito no controle do comportamento social? 4. Diferencie comportamento ideal, normal e patológico.

Notas do Editor

  1. Iniciar próxima aula neste slide!