SlideShare uma empresa Scribd logo
Apresentação : Vera Laguna;Turma 789
    O trabalho,como definido em
    sua etimologia já designa o
    sofrimento por um
    determinado preço.

   E desde seu nascimento até os
    dias de hoje, devido a
    necessidade do ser humano de
    vender sua mão de obra estão
    inseridos no contexto de
    “trabalho” o psicoterror,coação
    moral,negação de direitos,
    entre outras inúmeras formas
    de assédio moral.
    O Brasil em sua Constituição Federal, designa
    que ninguém poderá sofrer tortura, abusos,
    tratamento desumano ou degradante.
   Desta forma para proteger o cidadão,foram
    criados dispositivos para garantir sua
    integridade e o cumprimento das leis.Mas por
    mais que as Leis e contratos de trabalho
    garantam este direito,muitas vezes por falta de
    conhecimento do trabalhador ou de
    fiscalização, este por sua vez ,se torna falho.
   O imperalismo do empregador em relação ao
    empregado ainda demonstra a distância na
    conquista de seus direitos por completo.
    Pesquisas apontam que o ambiente de
    trabalho é o lugar onde mais se sofre com o
    assédio moral.
   A vítima, de início, não percebe o que
    está acontecendo, pois surgem como
    brincadeiras, mas logo depois quando o
    grupo todo se envolve, a tendência é de a
    vítima acreditar até que merece o que
    está acontecendo. Convivendo assim com
    o medo neste ambiente nocivo.
   Estes estudos comprovam que as
    doenças psicossomáticas tendem a
    aparecer ou a piorarem, agravando até
    para quadros como a morte.
      Algumas leis municipais foram criadas
    para coibir o psicoterror e já estão em
    atuação, bem como projetos de lei
    tramitam em câmaras para a mudança no
    código penal.
     Assim como o trabalho, o assédio moral é tão antigo
    quanto a luta pela dignidade. O cumprimento de leis e
    deveres também tem destaque nas buscas para os mais
    diversos problemas da humanidade, mas o respeito
    mútuo deve ser priori na sociedade bem como no
    ambiente de trabalho, somente assim,conquistaremos o
    tão sonhado direito de igualdade.
Referência bibliográfica:

Boletim Científico Escola Superior do Ministério Público da
   União.Brasília,jan/mar 2003.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

HA018
HA018HA018
HERM004
HERM004HERM004
HERM013
HERM013HERM013
Texto 1 -_o_que_é_ética
Texto 1 -_o_que_é_éticaTexto 1 -_o_que_é_ética
Texto 1 -_o_que_é_ética
vanessaemarcelo
 
Inércia legislativa unisc
Inércia legislativa   uniscInércia legislativa   unisc
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
Prof. Noe Assunção
 
Maioridade penal e direitos humanos
Maioridade penal e direitos humanosMaioridade penal e direitos humanos
Maioridade penal e direitos humanos
aa. Rubens Lima
 
IED013
IED013IED013
A Discriminação de Género
A Discriminação de GéneroA Discriminação de Género
A Discriminação de Género
ESAG
 
Igualdade de género
Igualdade de géneroIgualdade de género
Igualdade de género
200166754
 
Aula 3 conceito sociológico do direito
Aula 3  conceito sociológico do direitoAula 3  conceito sociológico do direito
Aula 3 conceito sociológico do direito
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocaciaDiscurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
Ophir Cavalcante
 
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da FamíliaDeputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
Helena Simões
 
Ética, moral e direito
Ética, moral e direitoÉtica, moral e direito
Ética, moral e direito
Daniel Barral
 
Aula 2 direito e sociedade a força do direito.
Aula 2  direito e sociedade a força do direito.Aula 2  direito e sociedade a força do direito.
Aula 2 direito e sociedade a força do direito.
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos HomossexuaisZé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira
 
Preconceito sexual
Preconceito sexualPreconceito sexual
Preconceito sexual
ios_flamengo
 
Lei de introdução ao código civil
Lei de introdução ao código civilLei de introdução ao código civil
Lei de introdução ao código civil
ProfessorRogerioSant
 
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
Governo ES
 
Cessar-fogo_parte 3
Cessar-fogo_parte 3Cessar-fogo_parte 3
Cessar-fogo_parte 3
Rebeka Figueiredo
 

Mais procurados (20)

HA018
HA018HA018
HA018
 
HERM004
HERM004HERM004
HERM004
 
HERM013
HERM013HERM013
HERM013
 
Texto 1 -_o_que_é_ética
Texto 1 -_o_que_é_éticaTexto 1 -_o_que_é_ética
Texto 1 -_o_que_é_ética
 
Inércia legislativa unisc
Inércia legislativa   uniscInércia legislativa   unisc
Inércia legislativa unisc
 
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNEROCIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
CIDADANIA E DESIGUALDADE DE GÊNERO
 
Maioridade penal e direitos humanos
Maioridade penal e direitos humanosMaioridade penal e direitos humanos
Maioridade penal e direitos humanos
 
IED013
IED013IED013
IED013
 
A Discriminação de Género
A Discriminação de GéneroA Discriminação de Género
A Discriminação de Género
 
Igualdade de género
Igualdade de géneroIgualdade de género
Igualdade de género
 
Aula 3 conceito sociológico do direito
Aula 3  conceito sociológico do direitoAula 3  conceito sociológico do direito
Aula 3 conceito sociológico do direito
 
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocaciaDiscurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
Discurso de Ophir Cavalcante - Ética e justiça na advocacia
 
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da FamíliaDeputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
Deputada Federal Erika Kokay e o debate do Estatuto da Família
 
Ética, moral e direito
Ética, moral e direitoÉtica, moral e direito
Ética, moral e direito
 
Aula 2 direito e sociedade a força do direito.
Aula 2  direito e sociedade a força do direito.Aula 2  direito e sociedade a força do direito.
Aula 2 direito e sociedade a força do direito.
 
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos HomossexuaisZé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
Zé Ricardo Oliveira Direitos Civis dos Homossexuais
 
Preconceito sexual
Preconceito sexualPreconceito sexual
Preconceito sexual
 
Lei de introdução ao código civil
Lei de introdução ao código civilLei de introdução ao código civil
Lei de introdução ao código civil
 
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
ES Informa Mídia - 29 de novembro de 2013
 
Cessar-fogo_parte 3
Cessar-fogo_parte 3Cessar-fogo_parte 3
Cessar-fogo_parte 3
 

Destaque

Módulos 45 e 46 Expansão e colonização francesa e holandesa
Módulos 45 e 46  Expansão e colonização francesa e holandesaMódulos 45 e 46  Expansão e colonização francesa e holandesa
Módulos 45 e 46 Expansão e colonização francesa e holandesa
Lú Carvalho
 
Asiafinalg6
Asiafinalg6Asiafinalg6
Asiafinalg6
carolineborba
 
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 201502 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
Rafael Noronha
 
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismoSistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
Andressa Rita
 
Imperialismo Aulas 31 E 32
Imperialismo   Aulas 31 E 32Imperialismo   Aulas 31 E 32
Imperialismo Aulas 31 E 32
secretaria estadual de educação
 
Capitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismoCapitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismo
pedrohd8
 
Segunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrialSegunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrial
monica10
 
Segunda Revolução Industrial - 9o ano
Segunda Revolução Industrial - 9o anoSegunda Revolução Industrial - 9o ano
Segunda Revolução Industrial - 9o ano
Lucas Degiovani
 

Destaque (8)

Módulos 45 e 46 Expansão e colonização francesa e holandesa
Módulos 45 e 46  Expansão e colonização francesa e holandesaMódulos 45 e 46  Expansão e colonização francesa e holandesa
Módulos 45 e 46 Expansão e colonização francesa e holandesa
 
Asiafinalg6
Asiafinalg6Asiafinalg6
Asiafinalg6
 
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 201502 8º ano  história   rafael  - expansão colonial e mineração 2015
02 8º ano história rafael - expansão colonial e mineração 2015
 
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismoSistemas economicos capitalismo e socialismo
Sistemas economicos capitalismo e socialismo
 
Imperialismo Aulas 31 E 32
Imperialismo   Aulas 31 E 32Imperialismo   Aulas 31 E 32
Imperialismo Aulas 31 E 32
 
Capitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismoCapitalismo x socialismo
Capitalismo x socialismo
 
Segunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrialSegunda revolucao industrial
Segunda revolucao industrial
 
Segunda Revolução Industrial - 9o ano
Segunda Revolução Industrial - 9o anoSegunda Revolução Industrial - 9o ano
Segunda Revolução Industrial - 9o ano
 

Semelhante a Assédio moral nas relações de trabalho

SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTALSINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
CLEIDIANE ALVES DE MATOS ARAUJO
 
Psicologia e justiça
Psicologia e justiçaPsicologia e justiça
Psicologia e justiça
Rafael Luz
 
Psicologia e justiça
Psicologia e justiçaPsicologia e justiça
Psicologia e justiça
Rafael Luz
 
NOÇÃO DE DIREITO
NOÇÃO DE DIREITONOÇÃO DE DIREITO
NOÇÃO DE DIREITO
URCAMP
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalho
Ingrid Meireles
 
Resumo.doc introdução ao direito
Resumo.doc introdução ao direitoResumo.doc introdução ao direito
Resumo.doc introdução ao direito
nissinho
 
Direito da personalidade a intimidade
Direito da personalidade a intimidadeDireito da personalidade a intimidade
Direito da personalidade a intimidade
Nájila Bezerra
 
Resenha trabalho final Psicologia Jurídica
Resenha trabalho final Psicologia JurídicaResenha trabalho final Psicologia Jurídica
Resenha trabalho final Psicologia Jurídica
Átila Lutz
 
Direitos humanos prova
Direitos humanos provaDireitos humanos prova
Direitos humanos prova
Gleybson Severic
 
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito SantoO Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
Luci Bonini
 
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
Iolar Demartini Junior
 
Aula 01 e 02 apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
Aula 01 e 02    apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...Aula 01 e 02    apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
Aula 01 e 02 apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
Esdras Arthur Lopes Pessoa
 
Ética & Temas Transdisciplinares
Ética & Temas Transdisciplinares Ética & Temas Transdisciplinares
Ética & Temas Transdisciplinares
Carmem Rocha
 

Semelhante a Assédio moral nas relações de trabalho (13)

SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTALSINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
SINDROME DA ALINEAÇÃO PARENTAL
 
Psicologia e justiça
Psicologia e justiçaPsicologia e justiça
Psicologia e justiça
 
Psicologia e justiça
Psicologia e justiçaPsicologia e justiça
Psicologia e justiça
 
NOÇÃO DE DIREITO
NOÇÃO DE DIREITONOÇÃO DE DIREITO
NOÇÃO DE DIREITO
 
O assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalhoO assédio moral nas relações de trabalho
O assédio moral nas relações de trabalho
 
Resumo.doc introdução ao direito
Resumo.doc introdução ao direitoResumo.doc introdução ao direito
Resumo.doc introdução ao direito
 
Direito da personalidade a intimidade
Direito da personalidade a intimidadeDireito da personalidade a intimidade
Direito da personalidade a intimidade
 
Resenha trabalho final Psicologia Jurídica
Resenha trabalho final Psicologia JurídicaResenha trabalho final Psicologia Jurídica
Resenha trabalho final Psicologia Jurídica
 
Direitos humanos prova
Direitos humanos provaDireitos humanos prova
Direitos humanos prova
 
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito SantoO Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
O Papel do Advogado na sociedade: interface com os dons do Divino Espírito Santo
 
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
Aulas de Direito Civil Concurso MPU 2010
 
Aula 01 e 02 apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
Aula 01 e 02    apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...Aula 01 e 02    apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
Aula 01 e 02 apresentação da disciplina sociologia jurídica e judiciária. ...
 
Ética & Temas Transdisciplinares
Ética & Temas Transdisciplinares Ética & Temas Transdisciplinares
Ética & Temas Transdisciplinares
 

Último

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Mary Alvarenga
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e ZCaça-palavras - ortografia  S, SS, X, C e Z
Caça-palavras - ortografia S, SS, X, C e Z
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

Assédio moral nas relações de trabalho

  • 1. Apresentação : Vera Laguna;Turma 789
  • 2. O trabalho,como definido em sua etimologia já designa o sofrimento por um determinado preço.  E desde seu nascimento até os dias de hoje, devido a necessidade do ser humano de vender sua mão de obra estão inseridos no contexto de “trabalho” o psicoterror,coação moral,negação de direitos, entre outras inúmeras formas de assédio moral.
  • 3. O Brasil em sua Constituição Federal, designa que ninguém poderá sofrer tortura, abusos, tratamento desumano ou degradante.  Desta forma para proteger o cidadão,foram criados dispositivos para garantir sua integridade e o cumprimento das leis.Mas por mais que as Leis e contratos de trabalho garantam este direito,muitas vezes por falta de conhecimento do trabalhador ou de fiscalização, este por sua vez ,se torna falho.  O imperalismo do empregador em relação ao empregado ainda demonstra a distância na conquista de seus direitos por completo.  Pesquisas apontam que o ambiente de trabalho é o lugar onde mais se sofre com o assédio moral.
  • 4. A vítima, de início, não percebe o que está acontecendo, pois surgem como brincadeiras, mas logo depois quando o grupo todo se envolve, a tendência é de a vítima acreditar até que merece o que está acontecendo. Convivendo assim com o medo neste ambiente nocivo.  Estes estudos comprovam que as doenças psicossomáticas tendem a aparecer ou a piorarem, agravando até para quadros como a morte.  Algumas leis municipais foram criadas para coibir o psicoterror e já estão em atuação, bem como projetos de lei tramitam em câmaras para a mudança no código penal.
  • 5. Assim como o trabalho, o assédio moral é tão antigo quanto a luta pela dignidade. O cumprimento de leis e deveres também tem destaque nas buscas para os mais diversos problemas da humanidade, mas o respeito mútuo deve ser priori na sociedade bem como no ambiente de trabalho, somente assim,conquistaremos o tão sonhado direito de igualdade.
  • 6. Referência bibliográfica: Boletim Científico Escola Superior do Ministério Público da União.Brasília,jan/mar 2003.