SlideShare uma empresa Scribd logo
PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO
CONTATO ANTECIPADO NO ÂMBITO ESCOLAR
Jaciele Cruz Silva
Universidade Estadual da Paraíba
Jaciellycruz25@gmail.com
RESUMO
O presente trabalho vem mostrar como o PIBID (Programa Institucional de
Bolsa de Iniciação à Docência) tem sido desenvolvido no Colégio Estadual de Ensino
Fundamental e Médio José Soares de Carvalho e vem a ajudar os licenciandos a
melhorar e inserir as metodologias e práticas de ensino no seu cotidiano, pois a vivência
junto com a execução dos trabalhos faz com que os futuros profissionais vejam onde
devem melhorar e/ou prosseguir. Com o contato antecipado no âmbito escolar, já
propõe ao futuro docente um conhecimento de como interagir na vida educacional. A
pesquisa do trabalho desenvolveu-se a partir de observações, experiências em sala de
aula e acompanhamento de atividades no referente colégio. Sabemos que ainda existe
uma porfia entre os modos conservadores e os contemporâneos, o que dificulta muitas
vezes a realização de um melhor desempenho nas atividades que pretendem ser
produzidas. Observa-se até o momento que a junção do Ensino Superior aliado ao
Ensino Básico vem promovendo uma articulação benéfica quanto ao quadro de
formação de novos professores, pois, com a inserção “precoce” na academia, têm-se
mais oportunidades de se tentar e testar novos meios para um melhor desempenho na
escola. O PIBID faz com que haja movimentação na escola, fazendo com que a
instituição incentive novas práticas pedagógicas e as execuções se tornam mais
dinâmicas, principalmente no que diz respeito à criação de procedimentos e recursos
utilizados.
Palavras-chave: Pibid. Metodologias. Âmbito escolar.
INTRODUÇÃO
A inserção precoce do futuro docente na escola e o contato com a sala de aula
faz com que teoria e prática se una e possuam uma tarefa eficaz no que diz respeito à
área de conteúdo, metodologia e técnica do ensino-aprendizagem. Quando um professor
amplia sua consciência para uma linha de raciocínio mais voltada a perspectivas de
prática e execução de métodos que produzam o efeito desejado, fica melhor de trabalhar
o conteúdo programado, pois, “para ensinar, o professor necessita de conhecimentos e
práticas que ultrapassem o campo de sua especialidade” (LIBÂNEO, 2009, p.18)
O tirocínio possibilita uma melhor observação dos espaços, tanto da
universidade quanto da escola, fazendo com que os licenciandos aprendam com aqueles
professores que já possuem experiência em sala. O PIBID é um instrumento que
entremeia a preparação do discente para a prática de atividades no âmbito escolar, e não
só isso, é também uma forma de aprimorar e desenvolver os métodos a serem utilizados
nas aulas, os pontos que devemos contornar e os que temos que dar continuidade.
Temos por objetivo mostrar como o PIBID vem ajudar o discente no campo de
sua formação e desenvolvimento das metodologias, práticas e aprendizado. Mostrando
como os processos didáticos podem ser aprimorados e trabalhados de forma mais ampla
e diversificada, mas sem perder o foco principal: educar, formar e tornar um aluno mais
atento e envolvido com a matéria dada.
INTEGRAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA
Aprende-se no PIBID que observar certas particularidades do docente em ação
ajuda na construção do perfil do licenciando, pois, “a identidade do professor é
construída ao longo de sua trajetória como profissional do magistério. No entanto, é no
processo de sua formação que são consolidadas as opções e intenções da profissão que o
curso se propõe legitimar” (PIMENTA,2011, p.62).
A educação brasileira está se voltando mais para as necessidades e exigências
que o sistema educacional problematiza, já que “novos tempos requerem nova qualidade
educativa, implicando mudanças nos currículos, na gestão educacional, a avaliação dos
sistemas e na profissionalização dos professores (LIBÂNEO, 2009, p.35).
“As relações dos professores com os saberes nunca são relações estritamente
cognitivas: são relações mediadas pelo trabalho que lhes fornece princípios para
enfrentar e solucionar situações cotidianas” (TARDIF, 2010, p.17). E é justamente essa
oportunidade que o Programa oferece aos universitários, através da vivencia do dia a dia
poder observar e ter como base onde aperfeiçoar e como desempenhar o papel de
docente.
TARDIF (2010) propõe que devemos ter noções tão vastas quanto às de
pedagogia, didática, aprendizagem, etc., mas, não somente isto, pois não ira ter uma
representatividade significativa se não for feito um esforço para situar e desenvolver
essas técnicas e ordenar as teorias para por elas em ação.
METODOS E METODOLOGIAS QUE AJUDAM NO DESENVOLVIMENTO DA
AULA
O colégio que tomaremos por base do desenvolvimento para o referido trabalho
é o Colégio estadual de Ensino Fundamental e Médio José Soares de Carvalho,
localizado no município de Guarabira, cidade distante 75,28 km da capital João Pessoa,
possui um numero de alunos que gira em torno dos 1680, e onde funcionam: ensino
fundamental II, ensino médio e a educação de jovens e adultos.
A pesquisa do trabalho desenvolveu-se a partir de observações, experiências em
sala de aula e acompanhamento de atividades no referente colégio. Também se foi
agregado outros recursos, tais como: maquetes, data show, dinâmicas que abordavam o
tema a ser discutido, além de se trabalhar projeto de nível estadual que a escola
desenvolveu.
A junção da categoria foi de extrema importância. Colaborar para projetos na
escola, introduzir recursos às aulas e a tentativa de busca do “novo” tem sido questões
levantadas, pautadas e debatidas, sendo as que se consolidam, tendo aprovação do
grupo, são postas em prática.
PRIMEIRAS CONCLUSÕES
Sabemos que ainda existe uma porfia entre os modos conservadores e os
contemporâneos, o que dificulta muitas vezes a realização de um melhor desempenho
nas atividades que pretendem ser produzidas.
Buscar as possibilidades de conexão entre as esferas sociais deve ser algo
almejado por todos, em especial, um olhar mais voltado a classes menos desfavorecidas.
A profissão docente não é somente repassar um conteúdo que esta em um livro didático,
mais que isso, é primordial que se forme cidadãos críticos e conhecedores de seus
potenciais.
A escola deve ser um “espaço aberto” para as iniciativas dos educandos, que,
quando interagem entre si e com seus respectivos professores, acabam por realizar a
própria aprendizagem e assim construindo um conhecimento. Nesse sentido, o docente
deve acompanhar os alunos em seu processo de aprendizagem.
CONSIDERAÇOES FINAIS
Esse contato com o âmbito escolar trás ao discente um crescimento não só
profissional, mas também pessoal, intelectual e ate espiritual, pois, há uma troca de
energia e a recíproca acaba se tornando verdadeiramente boa.
É preciso se investir na capacitação dos profissionais da área de ensino, e o
incentivo e a chance que o PIBID oferece é de extrema valia e relevância, já que,
através do Programa obtém-se a oportunidade de colocar toda a teoria exposta na
universidade em pleno funcionamento na sala de aula, o que faz com que o futuro
professor tenha uma visão mais aberta e ampla para seu modo de como fazer, repassar e
ensinar o seu aluno de forma concisa e coerente.
As condições, possibilidades e perspectivas que se obtêm em sala, nos propõe
um conhecimento e uma “bagagem” que é impar. São espaços que possibilitam ao
discente experiências e aprendizados que, com certeza, ajudara na sua formação e na
amplitude de sua percepção .
REFERENCIAS
Disponível em: <http://br.distanciacidades.com/distancia-de-joao-pessoa-a-
guarabira>Acesso em: 12de outubro de 2014.
FETZNER, Andréa Rosana; SOUZA, Maria Elena Viana. Concepções de
conhecimento escolar: potencialidades do Programa Institucional de Bolsa de
Iniciação à Docência. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Educação e
Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 03, jul./set. 2012.
LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra.
Educação escolar: políticas, estrutura e organização. 8 ed, São Paulo, Cortez, 2009.
PIMENTEL, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. 6 ed.
São Paulo, Cortez, 2011.
TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 11 ed. Petrópolis, Rio
de Janeiro, Vozes, 2010.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Marcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipperMarcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipper
equipetics
 
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educaçãoPré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
Cristiane Coimbra
 
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
Luciano Sathler
 
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsiMaria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Neiva Deon
 
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
cefaprodematupa
 
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof ednaProjeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
Hideane Santana
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
Lidia Carvalho
 
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológicoO Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
Bárbara Delpretto
 
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe AssunçãoPROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
Projeto sala do educador
Projeto  sala do educadorProjeto  sala do educador
Projeto sala do educador
kauezinhoproducao
 
Artigo certo como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
Artigo certo   como é o contato com a tecnologia dos professores na escolaArtigo certo   como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
Artigo certo como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
Lizandra Servino Barroso
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
Mayke Machado
 
Banner da monografia - marconildo
Banner da   monografia - marconildoBanner da   monografia - marconildo
Banner da monografia - marconildo
Marconildo Viegas
 
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolarProjeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
stones De moura
 
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASILA EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
ProfessorPrincipiante
 
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaenseCaderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
carmezini
 
Facebook para Educadores
Facebook para EducadoresFacebook para Educadores
Facebook para Educadores
Richard Reinaldo
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Osvander Kiony
 
10º encontro
10º encontro10º encontro

Mais procurados (19)

Marcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipperMarcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipper
 
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educaçãoPré-Projeto Mídias Sociais na educação
Pré-Projeto Mídias Sociais na educação
 
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
 
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsiMaria goretti   ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
Maria goretti ivete, neiva, andreia, edriane, juca, nelsi
 
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
A IMPORTANCIA DA APRENDIZAGEM E A UTILIZAÇÃO DOS MEIOS TECNOLOGICOS NA FORMAÇ...
 
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof ednaProjeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
Projeto de pesquisa. mestrado. corrigido prof edna
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICAPROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
PROJETO INTERDISCIPLINAR SOBRE GESTÃO DEMOCRÁTICA
 
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológicoO Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
O Ensino em 2030 e o aprendizado pronto para a vida: o Imperativo tecnológico
 
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe AssunçãoPROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
PROJETO PESQUISA DO CEFET UFF - Prof. Noe Assunção
 
Projeto sala do educador
Projeto  sala do educadorProjeto  sala do educador
Projeto sala do educador
 
Artigo certo como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
Artigo certo   como é o contato com a tecnologia dos professores na escolaArtigo certo   como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
Artigo certo como é o contato com a tecnologia dos professores na escola
 
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...As tecnologias no cotidiano   escolar possibilidades de __articular o trabalh...
As tecnologias no cotidiano escolar possibilidades de __articular o trabalh...
 
Banner da monografia - marconildo
Banner da   monografia - marconildoBanner da   monografia - marconildo
Banner da monografia - marconildo
 
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolarProjeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
Projeto de pesquisa, para comclusão do curso de pós graduação em gestão escolar
 
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASILA EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
A EXPERIÊNCIA DE UM PROGRAMA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA NO BRASIL
 
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaenseCaderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
Caderno Temático: As multimídias como ferramentas didáticas na escola paranaense
 
Facebook para Educadores
Facebook para EducadoresFacebook para Educadores
Facebook para Educadores
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
 
10º encontro
10º encontro10º encontro
10º encontro
 

Semelhante a PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO NO ÂMBITO ESCOLAR

Tcc ana cristina versão final
Tcc ana cristina versão finalTcc ana cristina versão final
Tcc ana cristina versão final
Edneusa Souza
 
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
ProfessorPrincipiante
 
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
ProfessorPrincipiante
 
Cecília machado henriques
Cecília machado henriquesCecília machado henriques
Cecília machado henriques
equipetics
 
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
Fernanda Ledesma
 
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
LindsaiSantosAmaralB
 
Tese
TeseTese
formação de professor
formação de professorformação de professor
formação de professor
edilsonalvesdesouza
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
heder oliveira silva
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
heder oliveira silva
 
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
ProfessorPrincipiante
 
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar HistóriaO PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
PIBID HISTÓRIA
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
Angela Silva
 
Fundamentos historiocos e epistemologicos
Fundamentos historiocos e epistemologicosFundamentos historiocos e epistemologicos
Fundamentos historiocos e epistemologicos
Carmen Campos
 
Situações de apreendizagem
Situações de apreendizagemSituações de apreendizagem
Situações de apreendizagem
tecampinasoeste
 
15 fernanda may
15 fernanda may15 fernanda may
15 fernanda may
Joviana Vedana da Rosa
 
Competencias e habilidades_doprofesso
Competencias e habilidades_doprofessoCompetencias e habilidades_doprofesso
Competencias e habilidades_doprofesso
angelafreire
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Islane Uefs
 
Avaliação a distância 1 ead
Avaliação a distância 1 eadAvaliação a distância 1 ead
Avaliação a distância 1 ead
caroma2
 
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
Telma Maria Rodrigues
 

Semelhante a PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO NO ÂMBITO ESCOLAR (20)

Tcc ana cristina versão final
Tcc ana cristina versão finalTcc ana cristina versão final
Tcc ana cristina versão final
 
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
DIMENSÕES DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA: PIBID E COMUNIDADES DE PR...
 
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA EM SUBPROJETOS DO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE I...
 
Cecília machado henriques
Cecília machado henriquesCecília machado henriques
Cecília machado henriques
 
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.20 Anos de Formação Contínua de Professores.
20 Anos de Formação Contínua de Professores.
 
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
Metodologias Ativas como proposta estratégica para a o desenvolvimento de apr...
 
Tese
TeseTese
Tese
 
formação de professor
formação de professorformação de professor
formação de professor
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
 
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
Atividades relativas aos livros 01, 02, 03 e 04 etapa 01
 
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
PROFESSORES INICIANTES E EXPERIENTES E APRENDIZAGENS DA DOCÊNCIA NUM GRUPO CO...
 
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar HistóriaO PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
O PIBID e seus percursos: “Uma nova maneira de ensinar História
 
Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012Angela proposta coordenação 2012
Angela proposta coordenação 2012
 
Fundamentos historiocos e epistemologicos
Fundamentos historiocos e epistemologicosFundamentos historiocos e epistemologicos
Fundamentos historiocos e epistemologicos
 
Situações de apreendizagem
Situações de apreendizagemSituações de apreendizagem
Situações de apreendizagem
 
15 fernanda may
15 fernanda may15 fernanda may
15 fernanda may
 
Competencias e habilidades_doprofesso
Competencias e habilidades_doprofessoCompetencias e habilidades_doprofesso
Competencias e habilidades_doprofesso
 
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogicaTrabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
Trabalho de conclusão de curso pós coordenação pedagogica
 
Avaliação a distância 1 ead
Avaliação a distância 1 eadAvaliação a distância 1 ead
Avaliação a distância 1 ead
 
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
Slides o projeto de extensão-Fortalecendo laços e rompendo barreiras através ...
 

Mais de pibidgeo

FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBIDFORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
pibidgeo
 
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
pibidgeo
 
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
pibidgeo
 
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIAINSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
pibidgeo
 
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
pibidgeo
 
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIAREFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
pibidgeo
 
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBIDO ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
pibidgeo
 
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
pibidgeo
 
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficoProjeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
pibidgeo
 

Mais de pibidgeo (9)

FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBIDFORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
FORMAÇÃO DOCENTE: A INSERÇÃO DO LÚDICO NO ENSINO DE GEOGRAFIA ATRAVÉS DO PIBID
 
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
PIBID GEOGRAFIA: PROJETO DIDÁTICO – CULTURA NA ESCOLA –CONTRIBUIÇÕES PARA O P...
 
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
A IMPORTÂNCIA DA AULA DE CAMPO COMO METODOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ENS...
 
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIAINSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
INSERÇÃO LÚDICA: O TEATRO COMO FERRAMENTA DE ENSINO NA GEOGRAFIA
 
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
A IMPORTÂNCIA DOS PROJETOS DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA: O PIBID E SUAS CONTRIBUIÇ...
 
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIAREFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
REFLEXÕES SOBRE A PARTICIPAÇÃO DO PIBID NO ENSINO DA GEOGRAFIA
 
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBIDO ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
O ENSINO DA ESCOLA PÚBLICA: UMA VISÃO ANALÍTICA ATRAVÉS DO PIBID
 
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
NOVAS PRÁTICAS DE ENSINO: A INSERÇÃO DE DINÂMICAS DE APRENDIZAGEM NO ENSINO D...
 
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográficoProjeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
Projeto BraGeo: O Brasil sob um olhar geográfico
 

Último

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO NO ÂMBITO ESCOLAR

  • 1. PIBID: IMPACTOS POSITIVOS NA FORMAÇÃO DOCENTE ATRAVÉS DO CONTATO ANTECIPADO NO ÂMBITO ESCOLAR Jaciele Cruz Silva Universidade Estadual da Paraíba Jaciellycruz25@gmail.com RESUMO O presente trabalho vem mostrar como o PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência) tem sido desenvolvido no Colégio Estadual de Ensino Fundamental e Médio José Soares de Carvalho e vem a ajudar os licenciandos a melhorar e inserir as metodologias e práticas de ensino no seu cotidiano, pois a vivência junto com a execução dos trabalhos faz com que os futuros profissionais vejam onde devem melhorar e/ou prosseguir. Com o contato antecipado no âmbito escolar, já propõe ao futuro docente um conhecimento de como interagir na vida educacional. A pesquisa do trabalho desenvolveu-se a partir de observações, experiências em sala de aula e acompanhamento de atividades no referente colégio. Sabemos que ainda existe uma porfia entre os modos conservadores e os contemporâneos, o que dificulta muitas vezes a realização de um melhor desempenho nas atividades que pretendem ser produzidas. Observa-se até o momento que a junção do Ensino Superior aliado ao Ensino Básico vem promovendo uma articulação benéfica quanto ao quadro de formação de novos professores, pois, com a inserção “precoce” na academia, têm-se mais oportunidades de se tentar e testar novos meios para um melhor desempenho na escola. O PIBID faz com que haja movimentação na escola, fazendo com que a instituição incentive novas práticas pedagógicas e as execuções se tornam mais dinâmicas, principalmente no que diz respeito à criação de procedimentos e recursos utilizados. Palavras-chave: Pibid. Metodologias. Âmbito escolar.
  • 2. INTRODUÇÃO A inserção precoce do futuro docente na escola e o contato com a sala de aula faz com que teoria e prática se una e possuam uma tarefa eficaz no que diz respeito à área de conteúdo, metodologia e técnica do ensino-aprendizagem. Quando um professor amplia sua consciência para uma linha de raciocínio mais voltada a perspectivas de prática e execução de métodos que produzam o efeito desejado, fica melhor de trabalhar o conteúdo programado, pois, “para ensinar, o professor necessita de conhecimentos e práticas que ultrapassem o campo de sua especialidade” (LIBÂNEO, 2009, p.18) O tirocínio possibilita uma melhor observação dos espaços, tanto da universidade quanto da escola, fazendo com que os licenciandos aprendam com aqueles professores que já possuem experiência em sala. O PIBID é um instrumento que entremeia a preparação do discente para a prática de atividades no âmbito escolar, e não só isso, é também uma forma de aprimorar e desenvolver os métodos a serem utilizados nas aulas, os pontos que devemos contornar e os que temos que dar continuidade. Temos por objetivo mostrar como o PIBID vem ajudar o discente no campo de sua formação e desenvolvimento das metodologias, práticas e aprendizado. Mostrando como os processos didáticos podem ser aprimorados e trabalhados de forma mais ampla e diversificada, mas sem perder o foco principal: educar, formar e tornar um aluno mais atento e envolvido com a matéria dada. INTEGRAÇÃO ENTRE TEORIA E PRÁTICA Aprende-se no PIBID que observar certas particularidades do docente em ação ajuda na construção do perfil do licenciando, pois, “a identidade do professor é construída ao longo de sua trajetória como profissional do magistério. No entanto, é no processo de sua formação que são consolidadas as opções e intenções da profissão que o curso se propõe legitimar” (PIMENTA,2011, p.62). A educação brasileira está se voltando mais para as necessidades e exigências que o sistema educacional problematiza, já que “novos tempos requerem nova qualidade educativa, implicando mudanças nos currículos, na gestão educacional, a avaliação dos sistemas e na profissionalização dos professores (LIBÂNEO, 2009, p.35).
  • 3. “As relações dos professores com os saberes nunca são relações estritamente cognitivas: são relações mediadas pelo trabalho que lhes fornece princípios para enfrentar e solucionar situações cotidianas” (TARDIF, 2010, p.17). E é justamente essa oportunidade que o Programa oferece aos universitários, através da vivencia do dia a dia poder observar e ter como base onde aperfeiçoar e como desempenhar o papel de docente. TARDIF (2010) propõe que devemos ter noções tão vastas quanto às de pedagogia, didática, aprendizagem, etc., mas, não somente isto, pois não ira ter uma representatividade significativa se não for feito um esforço para situar e desenvolver essas técnicas e ordenar as teorias para por elas em ação. METODOS E METODOLOGIAS QUE AJUDAM NO DESENVOLVIMENTO DA AULA O colégio que tomaremos por base do desenvolvimento para o referido trabalho é o Colégio estadual de Ensino Fundamental e Médio José Soares de Carvalho, localizado no município de Guarabira, cidade distante 75,28 km da capital João Pessoa, possui um numero de alunos que gira em torno dos 1680, e onde funcionam: ensino fundamental II, ensino médio e a educação de jovens e adultos. A pesquisa do trabalho desenvolveu-se a partir de observações, experiências em sala de aula e acompanhamento de atividades no referente colégio. Também se foi agregado outros recursos, tais como: maquetes, data show, dinâmicas que abordavam o tema a ser discutido, além de se trabalhar projeto de nível estadual que a escola desenvolveu. A junção da categoria foi de extrema importância. Colaborar para projetos na escola, introduzir recursos às aulas e a tentativa de busca do “novo” tem sido questões levantadas, pautadas e debatidas, sendo as que se consolidam, tendo aprovação do grupo, são postas em prática. PRIMEIRAS CONCLUSÕES Sabemos que ainda existe uma porfia entre os modos conservadores e os contemporâneos, o que dificulta muitas vezes a realização de um melhor desempenho nas atividades que pretendem ser produzidas.
  • 4. Buscar as possibilidades de conexão entre as esferas sociais deve ser algo almejado por todos, em especial, um olhar mais voltado a classes menos desfavorecidas. A profissão docente não é somente repassar um conteúdo que esta em um livro didático, mais que isso, é primordial que se forme cidadãos críticos e conhecedores de seus potenciais. A escola deve ser um “espaço aberto” para as iniciativas dos educandos, que, quando interagem entre si e com seus respectivos professores, acabam por realizar a própria aprendizagem e assim construindo um conhecimento. Nesse sentido, o docente deve acompanhar os alunos em seu processo de aprendizagem. CONSIDERAÇOES FINAIS Esse contato com o âmbito escolar trás ao discente um crescimento não só profissional, mas também pessoal, intelectual e ate espiritual, pois, há uma troca de energia e a recíproca acaba se tornando verdadeiramente boa. É preciso se investir na capacitação dos profissionais da área de ensino, e o incentivo e a chance que o PIBID oferece é de extrema valia e relevância, já que, através do Programa obtém-se a oportunidade de colocar toda a teoria exposta na universidade em pleno funcionamento na sala de aula, o que faz com que o futuro professor tenha uma visão mais aberta e ampla para seu modo de como fazer, repassar e ensinar o seu aluno de forma concisa e coerente. As condições, possibilidades e perspectivas que se obtêm em sala, nos propõe um conhecimento e uma “bagagem” que é impar. São espaços que possibilitam ao discente experiências e aprendizados que, com certeza, ajudara na sua formação e na amplitude de sua percepção . REFERENCIAS Disponível em: <http://br.distanciacidades.com/distancia-de-joao-pessoa-a- guarabira>Acesso em: 12de outubro de 2014.
  • 5. FETZNER, Andréa Rosana; SOUZA, Maria Elena Viana. Concepções de conhecimento escolar: potencialidades do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 03, jul./set. 2012. LIBÂNEO, José Carlos; OLIVEIRA, João Ferreira de; TOSCHI, Mirza Seabra. Educação escolar: políticas, estrutura e organização. 8 ed, São Paulo, Cortez, 2009. PIMENTEL, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. 6 ed. São Paulo, Cortez, 2011. TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 11 ed. Petrópolis, Rio de Janeiro, Vozes, 2010.