SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Artefacto 2
Aprendizagem Coopertiva e Colaborativa
Leonor Alves – Julho de 2017
Indice
 a) conceito/noções;
 b) objetivos;
 c) desenvolvimento do processo
 d) ferramentas tecnológicas
mobilizadas;
 e) 3 argumentos justificativos de que
a atividade relatada implica
aprendizagem colaborativa
a) conceito/noções;
 A aprendizagem cooperativa é aquela em que se coloca
a tónica na forma como os elementos do grupo
partilham os objectivos definidos para o seu trabalho. *
 A aprendizagem colaborativa é uma estratégia segundo
a qual um pequeno grupo de estudantes trabalha para
atingir um determinado fim. *
b) objetivos;
 A interação proporcionada pela aprendizagem colaborativa
obriga os alunos a ir clarificando cada vez mais o que pensam
sobre algo e a alargar o seu ponto de vista pessoal, levando-os
a uma apropriação individual do saber ou, pelo menos, ao
reconhecimento do que ainda é preciso para que essa
apropriação fique completa (Santos et al. 2010) .*
 Pretende-se que os alunos fiquem a saber o que lhes é pedido ,
de uma forma completa e clarificada pelos próprios. È sabido
que quando se pesquisa no sentido de construir algo ou de
acrescentar, a noção do que é aprendido fica bem cristalizada
na nossa memória.
c) desenvolvimento do processo
 A turma criou um grupo no Facebook para trocarem
informações entre si sobre os trabalhos a fazer nas várias
disciplinas.
c) desenvolvimento do processo
Em setembro vou utilizar esse grupo-turma para lançar o teste de
diagnostico da seguinte forma:
1- Farei a 1ª pergunta no grupo , como por exemplo : “ O que é o
serviço pós venda”?
O 1º a responder terá a cotação toda, se a resposta estiver
correta, o 2º terá penalização e assim por diante. Todos terão
que responder. Será lançado seguidamente o desafio de que
todos poderão ainda aumentar a sua cotação se conseguirem
acrescentar mais informação pertinente á resposta e ir
completando todas as variantes do serviço pós venda.
O grupo será também informado de que ao completarem a tarefa
de grupo, cada um , terá mais um valor.
d) ferramentas tecnológicas
mobilizadas;
 Facebook
e) 3 argumentos justificativos de que a
atividade relatada implica aprendizagem
colaborativa
 1 – Todos os alunos da turma estarão a trabalhar para
apresentarem as várias facetas de uma única questão.
 2 – Há motivação, interação e comunicação *
 3 – Aprendizagem entre iguais

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Artefacto 2 aprendizagem cooperativa e colaborativa

Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...
Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...
Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...Teresa Pombo
 
Apresentação do proinfo
Apresentação do proinfoApresentação do proinfo
Apresentação do proinfo30062013
 
Design instrucional em educação infantil inovação ou necessidade
Design instrucional em educação infantil   inovação ou necessidadeDesign instrucional em educação infantil   inovação ou necessidade
Design instrucional em educação infantil inovação ou necessidadeAngela Santos
 
Relatório p pe l e ava ameliamungoi- 1400534
Relatório p pe l e ava  ameliamungoi- 1400534Relatório p pe l e ava  ameliamungoi- 1400534
Relatório p pe l e ava ameliamungoi- 1400534muhane
 
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência IntelectualPROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência IntelectualEduardo Lopes
 
Esboco aprendizagem online
Esboco aprendizagem onlineEsboco aprendizagem online
Esboco aprendizagem onlinemilite correia
 
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escola
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escolaEvolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escola
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escolaSor Sergio Flores
 
Agudo - Charlene Oliveira Trindade
Agudo - Charlene Oliveira TrindadeAgudo - Charlene Oliveira Trindade
Agudo - Charlene Oliveira TrindadeCursoTICs
 
Relatório PPeL e ava ameliamungoi- 1400534
Relatório PPeL e ava  ameliamungoi- 1400534Relatório PPeL e ava  ameliamungoi- 1400534
Relatório PPeL e ava ameliamungoi- 1400534rositajunior
 
Relatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixoRelatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixoanaaleixoc
 
QUESTÕES DE TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)
QUESTÕES DE  TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)QUESTÕES DE  TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)
QUESTÕES DE TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)Suellen Melo
 

Semelhante a Artefacto 2 aprendizagem cooperativa e colaborativa (20)

WebQuest
WebQuestWebQuest
WebQuest
 
Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...
Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...
Poster Jornadas LCD - Avaliação Formativa em contextos digitais no ensino não...
 
WebQuest
WebQuestWebQuest
WebQuest
 
Apresentação do proinfo
Apresentação do proinfoApresentação do proinfo
Apresentação do proinfo
 
Design instrucional em educação infantil inovação ou necessidade
Design instrucional em educação infantil   inovação ou necessidadeDesign instrucional em educação infantil   inovação ou necessidade
Design instrucional em educação infantil inovação ou necessidade
 
Relatório p pe l e ava ameliamungoi- 1400534
Relatório p pe l e ava  ameliamungoi- 1400534Relatório p pe l e ava  ameliamungoi- 1400534
Relatório p pe l e ava ameliamungoi- 1400534
 
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência IntelectualPROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA  II-  Educação Especial /Deficiência Intelectual
PROVA OBJETIVA EDUCAÇÃO BÁSICA II- Educação Especial /Deficiência Intelectual
 
Esboco aprendizagem online
Esboco aprendizagem onlineEsboco aprendizagem online
Esboco aprendizagem online
 
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escola
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escolaEvolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escola
Evolução tecnológica e educação: a invasão das tecnologias na escola
 
TCC
TCCTCC
TCC
 
Integração das midias
Integração das midiasIntegração das midias
Integração das midias
 
Integração de mídias
Integração de mídiasIntegração de mídias
Integração de mídias
 
Agudo - Charlene Oliveira Trindade
Agudo - Charlene Oliveira TrindadeAgudo - Charlene Oliveira Trindade
Agudo - Charlene Oliveira Trindade
 
Relatório PPeL e ava ameliamungoi- 1400534
Relatório PPeL e ava  ameliamungoi- 1400534Relatório PPeL e ava  ameliamungoi- 1400534
Relatório PPeL e ava ameliamungoi- 1400534
 
Relatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixoRelatór reflexcrític.ana aleixo
Relatór reflexcrític.ana aleixo
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5
 
Plano de aula 5
Plano de aula 5Plano de aula 5
Plano de aula 5
 
QUESTÕES DE TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)
QUESTÕES DE  TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)QUESTÕES DE  TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)
QUESTÕES DE TEORIAS DE APRENDIZAGEM - PEDAGOGOS E PROFESSORES (DIVERSAS BANCAS)
 

Mais de Leonor Alves

Ficha de trabalho cpv- m7
Ficha de trabalho   cpv- m7Ficha de trabalho   cpv- m7
Ficha de trabalho cpv- m7Leonor Alves
 
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principal
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principalAulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principal
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principalLeonor Alves
 
Ficha de trabalho m8- cv - atendimento
Ficha de trabalho m8- cv  -  atendimentoFicha de trabalho m8- cv  -  atendimento
Ficha de trabalho m8- cv - atendimentoLeonor Alves
 
As 7 etapas do processo de vendas
As 7 etapas do processo de vendasAs 7 etapas do processo de vendas
As 7 etapas do processo de vendasLeonor Alves
 
Comida tipica portuguesa
Comida tipica portuguesaComida tipica portuguesa
Comida tipica portuguesaLeonor Alves
 
Dia da europa 2018
Dia da europa 2018Dia da europa 2018
Dia da europa 2018Leonor Alves
 
20 perguntas de sociologia
20 perguntas de sociologia20 perguntas de sociologia
20 perguntas de sociologiaLeonor Alves
 
Manual de primeiros socorros
Manual de primeiros socorrosManual de primeiros socorros
Manual de primeiros socorrosLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurançaFicha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurançaLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentos
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentosFicha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentos
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentosLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentar
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentarFicha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentar
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentarLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist. porta-paletes
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist.  porta-paletesFicha de trabalho nº 3 tec.dist.  porta-paletes
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist. porta-paletesLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 2 tec.dist. - empilhadores
Ficha de trabalho nº 2   tec.dist. - empilhadoresFicha de trabalho nº 2   tec.dist. - empilhadores
Ficha de trabalho nº 2 tec.dist. - empilhadoresLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -EquipamentosFicha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -EquipamentosLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsu
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsuFicha de trabalho nº46 spv-destino dos rsu
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsuLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambiente
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambienteFicha de trabalho nº46 spv-agencia do ambiente
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambienteLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuos
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuosFicha de trabalho nº44 spv-gestão de residuos
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuosLeonor Alves
 
Como elaborar um trabalho escrito
Como elaborar um trabalho escritoComo elaborar um trabalho escrito
Como elaborar um trabalho escritoLeonor Alves
 
Como colocar postagens no blog
Como colocar postagens no blogComo colocar postagens no blog
Como colocar postagens no blogLeonor Alves
 

Mais de Leonor Alves (20)

Ficha de trabalho cpv- m7
Ficha de trabalho   cpv- m7Ficha de trabalho   cpv- m7
Ficha de trabalho cpv- m7
 
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principal
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principalAulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principal
Aulas previstas totais ano letivo 18 19 (2) - principal
 
Ficha de trabalho m8- cv - atendimento
Ficha de trabalho m8- cv  -  atendimentoFicha de trabalho m8- cv  -  atendimento
Ficha de trabalho m8- cv - atendimento
 
As 7 etapas do processo de vendas
As 7 etapas do processo de vendasAs 7 etapas do processo de vendas
As 7 etapas do processo de vendas
 
Soc
SocSoc
Soc
 
Comida tipica portuguesa
Comida tipica portuguesaComida tipica portuguesa
Comida tipica portuguesa
 
Dia da europa 2018
Dia da europa 2018Dia da europa 2018
Dia da europa 2018
 
20 perguntas de sociologia
20 perguntas de sociologia20 perguntas de sociologia
20 perguntas de sociologia
 
Manual de primeiros socorros
Manual de primeiros socorrosManual de primeiros socorros
Manual de primeiros socorros
 
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurançaFicha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
Ficha de trabalho nº 6(17 18)-segurança
 
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentos
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentosFicha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentos
Ficha de trabalho nº 5(17 18)- contaminação dos alimentos
 
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentar
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentarFicha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentar
Ficha de trabalho nº 4(17 18)- higiene alimentar
 
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist. porta-paletes
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist.  porta-paletesFicha de trabalho nº 3 tec.dist.  porta-paletes
Ficha de trabalho nº 3 tec.dist. porta-paletes
 
Ficha de trabalho nº 2 tec.dist. - empilhadores
Ficha de trabalho nº 2   tec.dist. - empilhadoresFicha de trabalho nº 2   tec.dist. - empilhadores
Ficha de trabalho nº 2 tec.dist. - empilhadores
 
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -EquipamentosFicha de trabalho nº 1   técnicas de distribuição -Equipamentos
Ficha de trabalho nº 1 técnicas de distribuição -Equipamentos
 
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsu
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsuFicha de trabalho nº46 spv-destino dos rsu
Ficha de trabalho nº46 spv-destino dos rsu
 
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambiente
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambienteFicha de trabalho nº46 spv-agencia do ambiente
Ficha de trabalho nº46 spv-agencia do ambiente
 
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuos
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuosFicha de trabalho nº44 spv-gestão de residuos
Ficha de trabalho nº44 spv-gestão de residuos
 
Como elaborar um trabalho escrito
Como elaborar um trabalho escritoComo elaborar um trabalho escrito
Como elaborar um trabalho escrito
 
Como colocar postagens no blog
Como colocar postagens no blogComo colocar postagens no blog
Como colocar postagens no blog
 

Último

Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaREGIANELAURALOUREIRO1
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Pauloririg29454
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 

Último (20)

Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 

Artefacto 2 aprendizagem cooperativa e colaborativa

  • 1. Artefacto 2 Aprendizagem Coopertiva e Colaborativa Leonor Alves – Julho de 2017
  • 2. Indice  a) conceito/noções;  b) objetivos;  c) desenvolvimento do processo  d) ferramentas tecnológicas mobilizadas;  e) 3 argumentos justificativos de que a atividade relatada implica aprendizagem colaborativa
  • 3. a) conceito/noções;  A aprendizagem cooperativa é aquela em que se coloca a tónica na forma como os elementos do grupo partilham os objectivos definidos para o seu trabalho. *  A aprendizagem colaborativa é uma estratégia segundo a qual um pequeno grupo de estudantes trabalha para atingir um determinado fim. *
  • 4. b) objetivos;  A interação proporcionada pela aprendizagem colaborativa obriga os alunos a ir clarificando cada vez mais o que pensam sobre algo e a alargar o seu ponto de vista pessoal, levando-os a uma apropriação individual do saber ou, pelo menos, ao reconhecimento do que ainda é preciso para que essa apropriação fique completa (Santos et al. 2010) .*  Pretende-se que os alunos fiquem a saber o que lhes é pedido , de uma forma completa e clarificada pelos próprios. È sabido que quando se pesquisa no sentido de construir algo ou de acrescentar, a noção do que é aprendido fica bem cristalizada na nossa memória.
  • 5. c) desenvolvimento do processo  A turma criou um grupo no Facebook para trocarem informações entre si sobre os trabalhos a fazer nas várias disciplinas.
  • 6. c) desenvolvimento do processo Em setembro vou utilizar esse grupo-turma para lançar o teste de diagnostico da seguinte forma: 1- Farei a 1ª pergunta no grupo , como por exemplo : “ O que é o serviço pós venda”? O 1º a responder terá a cotação toda, se a resposta estiver correta, o 2º terá penalização e assim por diante. Todos terão que responder. Será lançado seguidamente o desafio de que todos poderão ainda aumentar a sua cotação se conseguirem acrescentar mais informação pertinente á resposta e ir completando todas as variantes do serviço pós venda. O grupo será também informado de que ao completarem a tarefa de grupo, cada um , terá mais um valor.
  • 8. e) 3 argumentos justificativos de que a atividade relatada implica aprendizagem colaborativa  1 – Todos os alunos da turma estarão a trabalhar para apresentarem as várias facetas de uma única questão.  2 – Há motivação, interação e comunicação *  3 – Aprendizagem entre iguais

Notas do Editor

  1. Imagem : https://suifaijohnmak.wordpress.com/2010/05/23/cooperative-online-education/
  2. *Texto 1 – Sofia Malheiro Imagem : https://s00157715.wordpress.com/
  3. *Texto 2 – Paulo Lourenço e Isolina Oliveira Imagem : https://www.pinterest.pt/pin/522347256766014873/
  4. Imagem: Grupo da minha turma no Facebook
  5. Imagem :https://eduruminate.wordpress.com/2010/02/21/collaboration-group-work-cooperative-learning/
  6. Imagem : http://www.teacherswithapps.com/the-differences-in-cooperative-learning-collaborative-learning/
  7. *Texto2- sofia malheiro Imagem :https://www.linkedin.com/pulse/collaborative-learning-customer-advisory-boards-natalie-yeadon