SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
O que é webquest?
As WebQuests são uma estratégia pedagógica que promove a
investigação e a pesquisa na Internet, por parte dos
alunos, de uma forma orientada mas autónoma. Trata-se de
uma metodologia centrada numa aprendizagem cooperativa e
colaborativa que pretende que os alunos se responsabilizem
tanto pelo seu próprio processo de aprendizagem como pelo
dos seus pares, desenvolvendo as capacidades de
seleção, análise e síntese da informação e promovendo, desta
forma, a construção partilhada do conhecimento.
Desenvolveu-se um estudo de caso numa turma da
investigadora, que teve como objetivo perceber de que forma
a WebQuest pode contribuir para a melhoria da capacidade de
pesquisa de informação, se a resolução da mesma desenvolve
estratégias de colaboração e cooperação no trabalho de
grupo bem como competências tecnológicas de produção e
disseminação de informação. A recolha dos dados foi feita
através de um conjunto diversificado de instrumentos
(questionário, grelha de observação e grelha de análise dos
produtos resultantes da WebQuest). As conclusões
demonstram que esta WebQuest desenvolveu nos alunos da
turma competências de caráter cooperativo e
colaborativo, promovendo uma aprendizagem construtivista.
Mostra ainda que as WebQuests promovem uma familiarização
dos alunos com as tecnologias e com a pesquisa de
informação em locais diferentes dos usais na sala de
aula, capacitando-os com novas literacias essenciais para o
sucesso na sociedade de informação em que estamos
inseridos.
ANTIGA FORMA DE APRENDIZAGEM
NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM COM AS
TECNOLOGIAS
NOVOS E ANTIGOS MEIOS DE APRENDIZAGEM
ANTIGOS
Ensinar é procurar descobrir interesses,
gostos, necessidades e problemas do aluno;
escolher conteúdo, técnicas e estratégias;
prover materiais adequados e criar
ambiente favorável para o estudo.
Defendendo a definição deste conceito,
este autor diz que ensinar é:
• Criar condições favoráveis para a
aprendizagem do aluno (psicológicas,
didáticas e materiais);
• Selecionar experiências, propor atividades,
mostrar as pistas, o caminho e os meios
que o aluno poderá usar para alcançar os
objetivos preestabelecidos;
• Facilitar e não forçar a aprendizagem;
• Estimular e orientar a aprendizagem;
• Orientar o aluno para observar as
semelhanças entre um facto e outro, entre
uma ideia e outra, para que ele próprio
estabeleça relações, organize sua estrutura
mental e resolva problemas, ou seja
orientar o pensamento do aluno.
NOVOS
A incorporação à prática pedagógica de
diferentes áreas de conhecimento,
favorecendo a aprendizagem do aluno
com ênfase em projetos de trabalho.
Para atingir o aluno, e assim atua na
formação professores em um processo
que integra domínio da tecnologia,
teorias educacionais e prática
pedagógica com o uso dessa
tecnologia. O advento das tecnologias
de informação e comunicação
resultante da junção entre informática
e telecomunicações, gerou novos
desafios e oportunidades para a
incorporação das escolas em relação à
representação e comunicação de
ideias. O uso de ambientes virtuais de
aprendizagem numa perspectiva de
interação e construção e colaborativa
de conhecimento evidenciaram a
potencialidade de promover o
desenvolvimento de habilidades de
escrever, ler e interpretar textos.
RESENHA CRÍTICA
A WebQuest como ferramenta de aprendizagem de
Língua portuguesa em ambiente virtual
Livro: Ensino de Português e Novas Tecnologias. Coletânea
de textos apresentados no I SIMELP. Liliane Santos &
Darcilia Simões (orgs.) – Rio de Janeiro: Dialogarts,
2009. 160 p.
Bibliografia
ISBN 978-85-86837-67-8
1. Ensino do Português. 2. Linguística aplicada. 3.
Tecnologias.
I. Santos, Liliane. II. Simões, Darcilia. Universidade do
Estado do Rio de Janeiro (Brasil) /Universidade de
Lille (França). III. Departamento de Extensão. IV. Título.
OS REFLEXOS DAS WEBQUESTS
Rayane Batista da Silva.
Num texto de quatorze páginas, são relatados a importância da ferramenta WebQuest e
sua utilização pelos docentes de língua portuguesa, com a proliferação da internet no
cotidiano da sociedade, tentando propiciar a realização de tarefas e falando sobre os
atributos, desde a apresentação de seu criador Bernard Doge.
Articula e propõe a substituição dos meios de comunicação em sala e fora dela, por
ferramentas altamente tecnológicas, mas não usando o sentido pejorativo, em relação às
tradicionalidades das formas de ensinar, e sim tentando realçar a importância da
introdução da informática, com o objetivo de facilitar a realização de tarefas.
Quando é dito em Ensino de Português e Novas Tecnologias. Coletânea de textos
apresentados no I SIMELP. Liliane Santos & Darcilia Simões (orgs.) – Rio de Janeiro:
Dialogarts, 2009. 160 p; que “Os usuários passam a poder escolher a informação e tornam-
se criadores de seu conhecimento [...]”, é ressaltado a importância de um foco para a
obtenção do conhecimento. E logo mais adiante, a citação feita sobre Dias e Guimarães, é
bastante relevante, por que é onde foi questionada a difusão entre o mundo virtual e o
real, deixando transparecer um ar de preocupação, ou seja, se os professores estão
preparados para tantos avanços tecnológicos, e como deve ser feita esta introdução no
ambiente de aprendizagem.
Segundo o texto “A proposta das WebQuests é ensinar o aluno a trabalhar de forma
cooperativa”, não é de se negar que isso seja importante, porém, chega a remitir sobre a
importância do coletivo. E o individual? Certamente seja de se esperar que um aluno bem
informado e criativo, é capaz de formar sua própria ideia sobre determinado assunto,
contudo é enfatizada a relação de crítica coletiva.
Entretanto a WebQuest, por ser online, deixa os indivíduos mais confortáveis em expor
suas ideias, mas não contradizendo o que foi dito anteriormente, o aluno na maioria das
vezes, não consegue manter seu posicionamento, diante das críticas. Contudo, é
perceptível na analise feita no texto, que as WebQuests tem um grande suporte digital, por
em sua maioria possuírem abordagens multidisciplinares, mas nada que não possa ser
aprimorado, para maior e melhor aprendizagem, fato que deve ser observado, por
professores, que pensam em utilizar esta ferramenta no ambiente escolar.
Rayane batista da silva
departamento de letras/ português
Disciplina: introdução de educação a
distância
Professor: alan jardel

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Resumo uso pedagogico de wiki
Resumo uso pedagogico de wikiResumo uso pedagogico de wiki
Resumo uso pedagogico de wikiadoryeva sylva
 
Anderson Duarte - REDU
Anderson Duarte - REDUAnderson Duarte - REDU
Anderson Duarte - REDUREA Brasil
 
Educomunicação e Educação Ambiental
Educomunicação e Educação AmbientalEducomunicação e Educação Ambiental
Educomunicação e Educação AmbientalGrácia Lopes Lima
 
Interacao pea katia_danielle
Interacao pea katia_danielleInteracao pea katia_danielle
Interacao pea katia_daniellePatricia Torres
 
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online Steven Ross
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Leonardo Severo
 
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?ProjectoFenix
 
Minicurso 4 interligando mundos webquest
Minicurso 4 interligando mundos webquestMinicurso 4 interligando mundos webquest
Minicurso 4 interligando mundos webquestSoniaPetitto
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetosanilzabrasil
 
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional Ingrid Mathias
 
Aprendizagem Colaborativa
Aprendizagem ColaborativaAprendizagem Colaborativa
Aprendizagem ColaborativaSofia Cavaco
 

Mais procurados (18)

Pesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REAPesquisa sobre REA
Pesquisa sobre REA
 
Resumo uso pedagogico de wiki
Resumo uso pedagogico de wikiResumo uso pedagogico de wiki
Resumo uso pedagogico de wiki
 
Anderson Duarte - REDU
Anderson Duarte - REDUAnderson Duarte - REDU
Anderson Duarte - REDU
 
Educomunicação e Educação Ambiental
Educomunicação e Educação AmbientalEducomunicação e Educação Ambiental
Educomunicação e Educação Ambiental
 
Interacao pea katia_danielle
Interacao pea katia_danielleInteracao pea katia_danielle
Interacao pea katia_danielle
 
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
DMQ Talks Profa. Letícia Raposo Atividades e Ferramentas para o Ensino Online
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Flexibilização e rea
Flexibilização e reaFlexibilização e rea
Flexibilização e rea
 
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?
Porquê blogar - Um Blogue no 1º ciclo, porquê e para quê?
 
Minicurso 4 interligando mundos webquest
Minicurso 4 interligando mundos webquestMinicurso 4 interligando mundos webquest
Minicurso 4 interligando mundos webquest
 
Curso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de ProjetosCurso Elaboração de Projetos
Curso Elaboração de Projetos
 
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional
O paradigma unidirecional presente nos meios de massa e na EAD tradicional
 
Apresentacao Doutorado Tecn. Ed.
Apresentacao Doutorado Tecn. Ed.Apresentacao Doutorado Tecn. Ed.
Apresentacao Doutorado Tecn. Ed.
 
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SPApresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
Apresentacao Mestrado Tecn Ed PUC-SP
 
Cartas de apoio ao MEC - PNLD 2019
Cartas de apoio ao MEC - PNLD 2019Cartas de apoio ao MEC - PNLD 2019
Cartas de apoio ao MEC - PNLD 2019
 
Aprendizagem Colaborativa
Aprendizagem ColaborativaAprendizagem Colaborativa
Aprendizagem Colaborativa
 
WEB 2.0
WEB 2.0WEB 2.0
WEB 2.0
 

Semelhante a WebQuest

Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico finalLuisa1959
 
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptx
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptxApresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptx
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptxlaraamaral26
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.sil2007
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.sil2007
 
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parceriasDesign didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parceriasjuroanny
 
Mini curso webquest - humanas
Mini curso webquest  - humanasMini curso webquest  - humanas
Mini curso webquest - humanasWelton Fontes
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloCursoTICs
 
Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1isamorais54
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESjosemilia17
 
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESOFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESjosemilia17
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESjosemilia17
 
Design didático
Design didáticoDesign didático
Design didáticoCarina
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaDaniel Caixeta
 
Novos espaços de aprendizagem
Novos espaços de aprendizagemNovos espaços de aprendizagem
Novos espaços de aprendizagemjcantunes
 
Novos espacos de_aprendizagem_v2
Novos espacos de_aprendizagem_v2Novos espacos de_aprendizagem_v2
Novos espacos de_aprendizagem_v2jcantunes
 

Semelhante a WebQuest (20)

Quadrado Magico
Quadrado MagicoQuadrado Magico
Quadrado Magico
 
Relatório crítico final
Relatório crítico finalRelatório crítico final
Relatório crítico final
 
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptx
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptxApresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptx
Apresentacao UNIFESP Alexandre Assis_Matricula 108464.pptx
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.
 
Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.Leitura e tecnologia na sala de aula.
Leitura e tecnologia na sala de aula.
 
Unidade 3
Unidade 3Unidade 3
Unidade 3
 
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parceriasDesign didático construindo um caminhar desvelando parcerias
Design didático construindo um caminhar desvelando parcerias
 
Mini curso webquest - humanas
Mini curso webquest  - humanasMini curso webquest  - humanas
Mini curso webquest - humanas
 
8º encontro
8º encontro 8º encontro
8º encontro
 
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin CieloSão João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
São João do Polêsine - Andreia Vedoin Cielo
 
Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1Relatório final isabel morais.doc 1
Relatório final isabel morais.doc 1
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
 
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVESOFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
OFICINA - NTE E ESCOLA JACY ALVES
 
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVESOFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
OFICINA: NTE E ESC. JACY ALVES
 
Design didático
Design didáticoDesign didático
Design didático
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 
Projeto blog
Projeto blogProjeto blog
Projeto blog
 
Cursos rea internacionais
Cursos rea internacionaisCursos rea internacionais
Cursos rea internacionais
 
Novos espaços de aprendizagem
Novos espaços de aprendizagemNovos espaços de aprendizagem
Novos espaços de aprendizagem
 
Novos espacos de_aprendizagem_v2
Novos espacos de_aprendizagem_v2Novos espacos de_aprendizagem_v2
Novos espacos de_aprendizagem_v2
 

WebQuest

  • 1.
  • 2.
  • 3. O que é webquest? As WebQuests são uma estratégia pedagógica que promove a investigação e a pesquisa na Internet, por parte dos alunos, de uma forma orientada mas autónoma. Trata-se de uma metodologia centrada numa aprendizagem cooperativa e colaborativa que pretende que os alunos se responsabilizem tanto pelo seu próprio processo de aprendizagem como pelo dos seus pares, desenvolvendo as capacidades de seleção, análise e síntese da informação e promovendo, desta forma, a construção partilhada do conhecimento. Desenvolveu-se um estudo de caso numa turma da investigadora, que teve como objetivo perceber de que forma a WebQuest pode contribuir para a melhoria da capacidade de pesquisa de informação, se a resolução da mesma desenvolve estratégias de colaboração e cooperação no trabalho de grupo bem como competências tecnológicas de produção e disseminação de informação. A recolha dos dados foi feita através de um conjunto diversificado de instrumentos (questionário, grelha de observação e grelha de análise dos produtos resultantes da WebQuest). As conclusões demonstram que esta WebQuest desenvolveu nos alunos da turma competências de caráter cooperativo e colaborativo, promovendo uma aprendizagem construtivista. Mostra ainda que as WebQuests promovem uma familiarização dos alunos com as tecnologias e com a pesquisa de informação em locais diferentes dos usais na sala de aula, capacitando-os com novas literacias essenciais para o sucesso na sociedade de informação em que estamos inseridos.
  • 4. ANTIGA FORMA DE APRENDIZAGEM
  • 5. NOVAS FORMAS DE APRENDIZAGEM COM AS TECNOLOGIAS
  • 6. NOVOS E ANTIGOS MEIOS DE APRENDIZAGEM ANTIGOS Ensinar é procurar descobrir interesses, gostos, necessidades e problemas do aluno; escolher conteúdo, técnicas e estratégias; prover materiais adequados e criar ambiente favorável para o estudo. Defendendo a definição deste conceito, este autor diz que ensinar é: • Criar condições favoráveis para a aprendizagem do aluno (psicológicas, didáticas e materiais); • Selecionar experiências, propor atividades, mostrar as pistas, o caminho e os meios que o aluno poderá usar para alcançar os objetivos preestabelecidos; • Facilitar e não forçar a aprendizagem; • Estimular e orientar a aprendizagem; • Orientar o aluno para observar as semelhanças entre um facto e outro, entre uma ideia e outra, para que ele próprio estabeleça relações, organize sua estrutura mental e resolva problemas, ou seja orientar o pensamento do aluno. NOVOS A incorporação à prática pedagógica de diferentes áreas de conhecimento, favorecendo a aprendizagem do aluno com ênfase em projetos de trabalho. Para atingir o aluno, e assim atua na formação professores em um processo que integra domínio da tecnologia, teorias educacionais e prática pedagógica com o uso dessa tecnologia. O advento das tecnologias de informação e comunicação resultante da junção entre informática e telecomunicações, gerou novos desafios e oportunidades para a incorporação das escolas em relação à representação e comunicação de ideias. O uso de ambientes virtuais de aprendizagem numa perspectiva de interação e construção e colaborativa de conhecimento evidenciaram a potencialidade de promover o desenvolvimento de habilidades de escrever, ler e interpretar textos.
  • 7.
  • 8.
  • 9. RESENHA CRÍTICA A WebQuest como ferramenta de aprendizagem de Língua portuguesa em ambiente virtual Livro: Ensino de Português e Novas Tecnologias. Coletânea de textos apresentados no I SIMELP. Liliane Santos & Darcilia Simões (orgs.) – Rio de Janeiro: Dialogarts, 2009. 160 p. Bibliografia ISBN 978-85-86837-67-8 1. Ensino do Português. 2. Linguística aplicada. 3. Tecnologias. I. Santos, Liliane. II. Simões, Darcilia. Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Brasil) /Universidade de Lille (França). III. Departamento de Extensão. IV. Título.
  • 10. OS REFLEXOS DAS WEBQUESTS Rayane Batista da Silva. Num texto de quatorze páginas, são relatados a importância da ferramenta WebQuest e sua utilização pelos docentes de língua portuguesa, com a proliferação da internet no cotidiano da sociedade, tentando propiciar a realização de tarefas e falando sobre os atributos, desde a apresentação de seu criador Bernard Doge. Articula e propõe a substituição dos meios de comunicação em sala e fora dela, por ferramentas altamente tecnológicas, mas não usando o sentido pejorativo, em relação às tradicionalidades das formas de ensinar, e sim tentando realçar a importância da introdução da informática, com o objetivo de facilitar a realização de tarefas. Quando é dito em Ensino de Português e Novas Tecnologias. Coletânea de textos apresentados no I SIMELP. Liliane Santos & Darcilia Simões (orgs.) – Rio de Janeiro: Dialogarts, 2009. 160 p; que “Os usuários passam a poder escolher a informação e tornam- se criadores de seu conhecimento [...]”, é ressaltado a importância de um foco para a obtenção do conhecimento. E logo mais adiante, a citação feita sobre Dias e Guimarães, é bastante relevante, por que é onde foi questionada a difusão entre o mundo virtual e o real, deixando transparecer um ar de preocupação, ou seja, se os professores estão preparados para tantos avanços tecnológicos, e como deve ser feita esta introdução no ambiente de aprendizagem. Segundo o texto “A proposta das WebQuests é ensinar o aluno a trabalhar de forma cooperativa”, não é de se negar que isso seja importante, porém, chega a remitir sobre a importância do coletivo. E o individual? Certamente seja de se esperar que um aluno bem informado e criativo, é capaz de formar sua própria ideia sobre determinado assunto, contudo é enfatizada a relação de crítica coletiva. Entretanto a WebQuest, por ser online, deixa os indivíduos mais confortáveis em expor suas ideias, mas não contradizendo o que foi dito anteriormente, o aluno na maioria das vezes, não consegue manter seu posicionamento, diante das críticas. Contudo, é perceptível na analise feita no texto, que as WebQuests tem um grande suporte digital, por em sua maioria possuírem abordagens multidisciplinares, mas nada que não possa ser aprimorado, para maior e melhor aprendizagem, fato que deve ser observado, por professores, que pensam em utilizar esta ferramenta no ambiente escolar.
  • 11. Rayane batista da silva departamento de letras/ português Disciplina: introdução de educação a distância Professor: alan jardel