SlideShare uma empresa Scribd logo
O que é estresse ?
Pode-se definir estresse como um conjunto de reações
fisiológicas e psicológicas necessárias para a adaptação a
novas situações, Contudo essas reações orgânicas e psíquicas
podem provocar desequilíbrio no organismo se forem
exageradas em intensidade ou duração. O estresse pode ser
desencadeado por estados emocionais negativos e positivos,
sendo a adaptação ao meio o objetivo final do processo.
 Hans Selye, foi um pesquisador canadense que realizou um
dos primeiros estudos sobre o estresse, em 1936.
Tipos de estresse...
 Eustress: que é o estresse positivo que estimula a lidar com a
situação...
 Distress: o estresse negativo. As consequências deste tipo são
mais prejudiciais à saúde.
Sintomas do estresse
 Físicos:
Dores de cabeça, indigestão, dores musculares,
insônia, taquicardia, alergias, queda de cabelo, mudança de
apetite, gastrite, dermatoses, esgotamento físico.
 Psicológicos:
Apatia, memória fraca, tiques nervosos, isolamento,
introspecção, sentimentos de perseguição, desmotivação,
autoritarismo, irritabilidade, emotividade acentuada e Ansiedade.
Estresse ocupacional...
Você conhece???
 Surgiu como um risco importante no local de trabalho
contemporâneo. Tendo sido associado a uma série
de doenças físicas e emocionais, um dos fatores de maior
contribuição são as condições de trabalho, que na maioria
das vezes são inapropriadas.
Estresse ocupacional...
Você conhece???
 Principais causas de estresse no trabalho:
Autoritarismo do chefe;
Desconfiança;
Pressões e cobranças;
Cumprimento do horário de trabalho;
Monotonia e rotina;
Falta de perspectiva e de progresso profissional;
Insatisfação pessoal como um todo.
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
Sofrimento psíquico
 Esta associado a satisfação do profissional com o seu
emprego, levando em conta os fatores e condições que o
caracterizam. De modo mais generalizado, refere-se a ideia e
entendimento do ambiente laboral de forma negativa que
ocasionaram em reações adversas.
Tendo com dois fatores principais de causa, a não
valorização profissional e a execução de atividades de alto
risco.
Doenças Ocupacionais
 É designação de várias doenças que causam alterações
na saúde do trabalhador, provocadas por fatores relacionados
com o ambiente de trabalho.
Entre as doenças profissionais mais registradas no Brasil
incluem-se as lesões por esforços repetitivos (as LER/DORT), a
surdez profissional (PAIR), as doenças pulmonares
ocupacionais e as doenças de pele (dermatoses ocupacionais).
Doenças Ocupacionais
 LER/DORT:
Tendinite, Tenossinovite, Síndrome do Túnel do Carpo;
 PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído)
É uma doença que acarreta a diminuição na capacidade
auditiva, decorrente exposição regular a níveis elevados de
barulho.
 Asma ocupacional:
causa mal estar, obstruindo as vias respiratórias, porém,
com caráter reversível, causada pela inalação acidental de
substâncias alérgicas.
Síndrome de Burnout
 É um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido
de esgotamento físico e mental intenso, também pode ser
chamada de síndrome do esgotamento profissional.
 Herbert J. Freudenberger, psicanalista que atribuiu esta
denominação após, constatar a síndrome em se mesmo, no
inicio dos anos 1970.
 A dedicação exagerada à atividade profissional é uma
característica marcante de Burnout, mas não a única. A
síndrome possui 12 estágios, sendo que nos últimos estágios
a ajuda médica e psicológica se faz emergencial e urgente.
Qualidade de Vida no Trabalho
 Qualidade de vida no trabalho refere-se ao nível de
felicidade ou insatisfação com a própria carreira. Diz-se que,
aqueles que gostam das suas carreiras, têm uma alta
qualidade de vida no trabalho, enquanto aqueles que são
infelizes ou cujas necessidades não são preenchidas, de
alguma forma, são considerados com uma baixa qualidade de
vida no trabalho.
...ou seja...
A qualidade de vida no ambiente de trabalho visa facilitar
e satisfazer as necessidades do trabalhador ao desenvolver
suas atividades na organização, através de ações para o
desenvolvimento pessoal e profissional.
OBRIGADO !!!!
BOA NOITE !!!
E NÃO ESQUEÇA....
Bateu o
...

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional

Stress
StressStress
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnoutEnfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Álvarez Dantas
 
Slide riscos psicológicos (1)
Slide riscos psicológicos (1)Slide riscos psicológicos (1)
Slide riscos psicológicos (1)
Sharlenne Turitcheva Oliveira Da Silva
 
Stress
StressStress
Stress
Nando Bastos
 
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
João Siqueira da Mata
 
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoronc6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
Rodolfo Schleier
 
Stress
StressStress
Stress
Lala_f
 
Ansiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sonoAnsiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sono
Sara Baptista
 
Viver bem, viver zen com yoga laboral
Viver  bem, viver zen com yoga laboralViver  bem, viver zen com yoga laboral
Viver bem, viver zen com yoga laboral
Fabiana Budy Winiawer
 
Estresse policial militar efeitos psicossociais
Estresse policial militar efeitos psicossociaisEstresse policial militar efeitos psicossociais
Estresse policial militar efeitos psicossociais
Ademir Amaral
 
A saúde do professor
A saúde do professorA saúde do professor
A saúde do professor
Alessandra Honorato
 
O stress
O stressO stress
O stress
Diogo Reis
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
PatriciaAiresCosta1
 
1185405855 250.stresse
1185405855 250.stresse1185405855 250.stresse
1185405855 250.stresse
Pelo Siro
 
Aspectos psicobiologicos
Aspectos psicobiologicosAspectos psicobiologicos
Aspectos psicobiologicos
Rodrigo Monteiro
 
ANSIEDADE.ppt
ANSIEDADE.pptANSIEDADE.ppt
ANSIEDADE.ppt
Telma Lima
 
Stress, emoções e cancro
Stress, emoções e cancroStress, emoções e cancro
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
Tássia Oliveira
 
UFCD - 6581- Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581-   Stress em Profissionais de SaúdeUFCD - 6581-   Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581- Stress em Profissionais de Saúde
Nome Sobrenome
 
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de SaúdeUFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
Nome Sobrenome
 

Semelhante a Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional (20)

Stress
StressStress
Stress
 
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnoutEnfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
Enfrentamento do estresse e da síndrome de burnout
 
Slide riscos psicológicos (1)
Slide riscos psicológicos (1)Slide riscos psicológicos (1)
Slide riscos psicológicos (1)
 
Stress
StressStress
Stress
 
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
Meditação e gerenciamento do stress no trabalho 1
 
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoronc6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
c6147110b08899dcb4d79acfa6d0e919b9a48f90-30-3-stressdoron
 
Stress
StressStress
Stress
 
Ansiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sonoAnsiedade e perturbações do sono
Ansiedade e perturbações do sono
 
Viver bem, viver zen com yoga laboral
Viver  bem, viver zen com yoga laboralViver  bem, viver zen com yoga laboral
Viver bem, viver zen com yoga laboral
 
Estresse policial militar efeitos psicossociais
Estresse policial militar efeitos psicossociaisEstresse policial militar efeitos psicossociais
Estresse policial militar efeitos psicossociais
 
A saúde do professor
A saúde do professorA saúde do professor
A saúde do professor
 
O stress
O stressO stress
O stress
 
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docxPsicopatologia do Envelhecimento.docx
Psicopatologia do Envelhecimento.docx
 
1185405855 250.stresse
1185405855 250.stresse1185405855 250.stresse
1185405855 250.stresse
 
Aspectos psicobiologicos
Aspectos psicobiologicosAspectos psicobiologicos
Aspectos psicobiologicos
 
ANSIEDADE.ppt
ANSIEDADE.pptANSIEDADE.ppt
ANSIEDADE.ppt
 
Stress, emoções e cancro
Stress, emoções e cancroStress, emoções e cancro
Stress, emoções e cancro
 
Síndrome de burnout
Síndrome de burnoutSíndrome de burnout
Síndrome de burnout
 
UFCD - 6581- Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581-   Stress em Profissionais de SaúdeUFCD - 6581-   Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581- Stress em Profissionais de Saúde
 
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de SaúdeUFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
UFCD - 6581 - Stress em Profissionais de Saúde
 

Mais de EversonLima23

TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptxTREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
EversonLima23
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
EversonLima23
 
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptxAPRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
EversonLima23
 
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao TrabalhoLesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
EversonLima23
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
EversonLima23
 
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptxAPRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
EversonLima23
 
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptxImplantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
EversonLima23
 
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptxDilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
EversonLima23
 

Mais de EversonLima23 (8)

TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptxTREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
 
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptxAPRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
 
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao TrabalhoLesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
 
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptxAPRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx
 
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptxImplantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
 
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptxDilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
 

Último

Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
VictorEmanoel37
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
Geagra UFG
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
mozalgebrista
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
FLAVIOROBERTOGOUVEA
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da químicaTEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
TEORIAS UECE.pdf química geral nome de cientistas famosos da química
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
Resolução do Exame de Biologia UEM - 2008.
 
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdfGuia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
Guia referencial de Apoio - Planejamento Escolar 2024.pdf
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional

  • 1. O que é estresse ? Pode-se definir estresse como um conjunto de reações fisiológicas e psicológicas necessárias para a adaptação a novas situações, Contudo essas reações orgânicas e psíquicas podem provocar desequilíbrio no organismo se forem exageradas em intensidade ou duração. O estresse pode ser desencadeado por estados emocionais negativos e positivos, sendo a adaptação ao meio o objetivo final do processo.  Hans Selye, foi um pesquisador canadense que realizou um dos primeiros estudos sobre o estresse, em 1936.
  • 2. Tipos de estresse...  Eustress: que é o estresse positivo que estimula a lidar com a situação...  Distress: o estresse negativo. As consequências deste tipo são mais prejudiciais à saúde.
  • 3. Sintomas do estresse  Físicos: Dores de cabeça, indigestão, dores musculares, insônia, taquicardia, alergias, queda de cabelo, mudança de apetite, gastrite, dermatoses, esgotamento físico.  Psicológicos: Apatia, memória fraca, tiques nervosos, isolamento, introspecção, sentimentos de perseguição, desmotivação, autoritarismo, irritabilidade, emotividade acentuada e Ansiedade.
  • 4. Estresse ocupacional... Você conhece???  Surgiu como um risco importante no local de trabalho contemporâneo. Tendo sido associado a uma série de doenças físicas e emocionais, um dos fatores de maior contribuição são as condições de trabalho, que na maioria das vezes são inapropriadas.
  • 5. Estresse ocupacional... Você conhece???  Principais causas de estresse no trabalho: Autoritarismo do chefe; Desconfiança; Pressões e cobranças; Cumprimento do horário de trabalho; Monotonia e rotina; Falta de perspectiva e de progresso profissional; Insatisfação pessoal como um todo.
  • 7. Sofrimento psíquico  Esta associado a satisfação do profissional com o seu emprego, levando em conta os fatores e condições que o caracterizam. De modo mais generalizado, refere-se a ideia e entendimento do ambiente laboral de forma negativa que ocasionaram em reações adversas. Tendo com dois fatores principais de causa, a não valorização profissional e a execução de atividades de alto risco.
  • 8. Doenças Ocupacionais  É designação de várias doenças que causam alterações na saúde do trabalhador, provocadas por fatores relacionados com o ambiente de trabalho. Entre as doenças profissionais mais registradas no Brasil incluem-se as lesões por esforços repetitivos (as LER/DORT), a surdez profissional (PAIR), as doenças pulmonares ocupacionais e as doenças de pele (dermatoses ocupacionais).
  • 9. Doenças Ocupacionais  LER/DORT: Tendinite, Tenossinovite, Síndrome do Túnel do Carpo;  PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído) É uma doença que acarreta a diminuição na capacidade auditiva, decorrente exposição regular a níveis elevados de barulho.  Asma ocupacional: causa mal estar, obstruindo as vias respiratórias, porém, com caráter reversível, causada pela inalação acidental de substâncias alérgicas.
  • 10. Síndrome de Burnout  É um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, também pode ser chamada de síndrome do esgotamento profissional.  Herbert J. Freudenberger, psicanalista que atribuiu esta denominação após, constatar a síndrome em se mesmo, no inicio dos anos 1970.  A dedicação exagerada à atividade profissional é uma característica marcante de Burnout, mas não a única. A síndrome possui 12 estágios, sendo que nos últimos estágios a ajuda médica e psicológica se faz emergencial e urgente.
  • 11. Qualidade de Vida no Trabalho  Qualidade de vida no trabalho refere-se ao nível de felicidade ou insatisfação com a própria carreira. Diz-se que, aqueles que gostam das suas carreiras, têm uma alta qualidade de vida no trabalho, enquanto aqueles que são infelizes ou cujas necessidades não são preenchidas, de alguma forma, são considerados com uma baixa qualidade de vida no trabalho. ...ou seja... A qualidade de vida no ambiente de trabalho visa facilitar e satisfazer as necessidades do trabalhador ao desenvolver suas atividades na organização, através de ações para o desenvolvimento pessoal e profissional.
  • 12. OBRIGADO !!!! BOA NOITE !!! E NÃO ESQUEÇA.... Bateu o ...