SlideShare uma empresa Scribd logo
O que é um documento???
1.Um documento é qualquer registro
de informações, independentemente do formato ou
suporte utilizado para registrá-las.
2.Escrito ou objeto que serve de
testemunho, constituindo um elemento de
informação.
3.Aquilo que ensina ou serve de
exemplo ou prova.
 Correspondência é a forma de
comunicação escrita que é estabelecida entre
pessoas físicas ou jurídicas, para tratar de
assuntos de mútuo interesse.
 Pode ser classificada de três
maneiras:
1. Correspondência particular
2. Correspondência oficial
3. Correspondência empresarial
 CONCEITO:
Consiste basicamente como uma
correspondência oficial utilizada na unidade
organizacional ou entre unidades
organizacionais para transmitir informações,
solicitar esclarecimentos ou providências de
ordem geral.
Suas partes componentes são:
 1. Título (abreviado - CI - com a sigla do órgão emitente e
o número do documento), em letras
 maiúsculas
 2. Data, por extenso, à direita da página
 3. Destinatário, precedido da preposição Para
 4. Remetente, precedido da preposição De
 5. Assunto, expresso sinteticamente
 6. Texto, paragrafado, explanando o assunto da CI. Deve
ser iniciado a 1,5 cm verticais, abaixo do item assunto.
Todos os parágrafos devem ser numerados na margem
esquerda do corpo do texto, excetuado o fecho.
 7. Fecho de cortesia, com o advérbio Atenciosamente
 8. Assinatura, nome e cargo da autoridade ou chefia
subscreve a CI
 Geralmente aparece
em forma de
memorando, o mesmo
é usado para breves
comunicados entre
funcionários de uma
mesma empresa.
Conceito:
 Consiste em um ato administrativo expresso
por ordem escrita expedida pelo chefe de
serviço ou ministro de estado a seus
subordinados, dispondo normas disciplinares
que deverão ser adotadas no funcionamento
de serviço público reformulado ou
recém formulado.
ESTRUTURA:
 1. Título (a expressão INSTRUÇÃO NORMATIVA), sigla do órgão
expedidor, seguidos de número e data, em letras maiúsculas.
 2. Ementa da matéria da Instrução Normativa, em letras maiúsculas e à
direita da página.
 3. Autoria, em letras maiúsculas e negritas, fundamento legal, seguida
de vírgula e do conectivo e.
 4. A palavra CONSIDERANDO, em letras maiúsculas, seguida de dois
pontos, à esquerda e abaixo da Autoria.
 5. A palavra RESOLVE, em letras maiúsculas, alinhada à esquerda e
seguida de dois pontos.
 6. Texto: exposição do conteúdo da Instrução Normativa, constituído de
tantos artigos quantos forem necessários, todos numerados. Os artigos
podem conter parágrafos, itens e alíneas. A expressão parágrafo único
deve ser grafado por extenso.
 7. Local e data, por extenso.
 8. Assinatura, nome e cargo da autoridade ou chefia que expede a
Instrução.
Conceito:
 Procuração é o instrumento por
meio do qual a pessoa física ou jurídica
outorga poderes a outra, ou seja, é um
documento formal assinado pelo outorgante
com o objetivo de habilitar o outorgado a
procurar em juízo.
ESTRUTURA:
 1. denominação do ato - PROCURAÇÃO;
 2. texto:
 2.1. qualificação do outorgante e do outorgado;
 2.2. objeto da procuração e substabelecimento
quando for o caso;
 3. local e data;
 4. assinatura;
 5. nome.
PROCURAÇÃO
Poresteinstrumentoparticular deprocuração, eu,.....................................................,portadordaCarteirade
Identidadeno................................,CPFno.........................................,residente
.............................................................,nacidade.......................................,nomeioeconstituomeu
bastante procurador oSr.......................................................................,portadordaCarteirade
Identidadeno..................................,CPFno.......................................eresidente
.....................................................,na....................................................paraofimespecíficode
................................................................,estando,paratalfim,autorizadoaassinar recibose
documentose apraticar todososatos necessáriosaofieldesempenhodestemandato.
SãoJosé doRioPreto,........de ......................de .......... 3
Assinatura
Nome porextenso
Conceito:
 Esclarecimento fundamentado sobre
determinados assuntos, prestados por
funcionário, em documentos. Deve ser concisa,
atendendo-se ao imprescindível, à solução do
que consta do processo, e apesar do caráter
informativo, não tem força de decisão, uma vez
que será submetida a autoridade superior que
poderá, se assim julgar necessário, solicitar
parecer, este sim decisivo, de especialista da
área.
Estrutura:
 1. Vocativo: a palavra Senhor seguida de vírgula, e o cargo
da autoridade a quem se dirige a informação.
 2. Texto (introdução fazendo referência ao assunto
tratado; apreciação em que se desenvolve ao assunto, com
os esclarecimentos e informações que o ilustrem e,
conclusão, clara e precisa).Qualquer referência a
elementos constantes no processo deve ser feita com
indicação do número da folha respectiva.
 3. Fecho (denominação do órgão em que tenha exercício o
servidor, data, assinatura, nome e cargo ou função do
servidor).
EXEMPLO:
SenhorDiretordo DGA,
Oservidoraquemse refereopresenteprocesso,solicitaavantagemde quetrata aLei n.º530 de
março de1982.
De acordo comas informaçõesconstantes doprocesso,orequerenteapresentava,até 20/2/86, 10
(dez)anos ininterruptosdepermanênciaemfunçõesdeconfiança, na formadas disposiçõesdo
referidodiplomalegal,fazendojus,destarte, desde20 defevereirode1986, comfundamentonos
artigos 10 e 13 da lein.º530/82, atítulodedireitopessoalde 70 % (setentaporcento)do valordo
DAS-7docargo emcomissãodeDireçãoe AssessoramentoSuperiordeSecretárioGeraldo
ConselhoEstadual deCultura, daSecretariade Estadode Cultura, calculadonaformados itens5 e 7
doAnexoI, doDecreto-Lein.º408/79.
Em, 10 de outubrode 1986
JOSÉDA SILVA
Coordenadorde Pessoal
 SITES:
WWW.ROCHAMARQUES.COM.BR/ARTIGOS/LEI-E-INSTURÇÃO
WWW.DIREITONET
WWW.NOTARIOS.PT/ORDENATARIOS
WWW.MODELODEPROCURAÇÃO
WWW.DICIO.COM.BR
(DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS)
WWW.DIREITOUNEB2009.BLOGSPOT.COM.BR
WWW.ESURP.EDU.BR/VERGETTI_TCD3_CORRESPONDENCIAS
WWW.PORTALPBH.PBH.GOV.BR
WWW.BIBLIOTECA.PLANEJAMENTO.GOV.COM
APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx

Mais conteúdo relacionado

Mais de EversonLima23

TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptxTREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
EversonLima23
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
EversonLima23
 
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptxAPRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
EversonLima23
 
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao TrabalhoLesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
EversonLima23
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
EversonLima23
 
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacionalApresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
EversonLima23
 
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptxImplantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
EversonLima23
 
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptxDilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
EversonLima23
 

Mais de EversonLima23 (8)

TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptxTREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
TREINAMENTO_ESMERILHADEIRA E LIXADEIRA.pptx
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
 
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptxAPRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
APRESENTAÇÃO_RESUMOS DAS NR_18_33_34_35.pptx
 
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao TrabalhoLesão por Esforço RepetitivoDistúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
Lesão por Esforço Repetitivo Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho
 
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame CerebralAVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
AVC_O Acidente Vascular Cerebral_Derrame Cerebral
 
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacionalApresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
Apresentação_ de_ psicologia_ Estresse ocupacional
 
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptxImplantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
Implantação e treinamento de plano de gestão ambiental.pptx
 
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptxDilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
Dilemas_e_desafios_para_consolidao_da_educao_bsica_Slides.pptx
 

Último

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
YeniferGarcia36
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 

Último (20)

Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
000. Para rezar o terço - Junho - mês do Sagrado Coração de Jesús.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 

APRESENTAÇÃO_REDAÇÃO TÉCNICA_SEMINÁRIO.pptx

  • 1. O que é um documento??? 1.Um documento é qualquer registro de informações, independentemente do formato ou suporte utilizado para registrá-las. 2.Escrito ou objeto que serve de testemunho, constituindo um elemento de informação. 3.Aquilo que ensina ou serve de exemplo ou prova.
  • 2.  Correspondência é a forma de comunicação escrita que é estabelecida entre pessoas físicas ou jurídicas, para tratar de assuntos de mútuo interesse.  Pode ser classificada de três maneiras: 1. Correspondência particular 2. Correspondência oficial 3. Correspondência empresarial
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.  CONCEITO: Consiste basicamente como uma correspondência oficial utilizada na unidade organizacional ou entre unidades organizacionais para transmitir informações, solicitar esclarecimentos ou providências de ordem geral.
  • 7. Suas partes componentes são:  1. Título (abreviado - CI - com a sigla do órgão emitente e o número do documento), em letras  maiúsculas  2. Data, por extenso, à direita da página  3. Destinatário, precedido da preposição Para  4. Remetente, precedido da preposição De  5. Assunto, expresso sinteticamente  6. Texto, paragrafado, explanando o assunto da CI. Deve ser iniciado a 1,5 cm verticais, abaixo do item assunto. Todos os parágrafos devem ser numerados na margem esquerda do corpo do texto, excetuado o fecho.  7. Fecho de cortesia, com o advérbio Atenciosamente  8. Assinatura, nome e cargo da autoridade ou chefia subscreve a CI
  • 8.
  • 9.  Geralmente aparece em forma de memorando, o mesmo é usado para breves comunicados entre funcionários de uma mesma empresa.
  • 10. Conceito:  Consiste em um ato administrativo expresso por ordem escrita expedida pelo chefe de serviço ou ministro de estado a seus subordinados, dispondo normas disciplinares que deverão ser adotadas no funcionamento de serviço público reformulado ou recém formulado.
  • 11.
  • 12. ESTRUTURA:  1. Título (a expressão INSTRUÇÃO NORMATIVA), sigla do órgão expedidor, seguidos de número e data, em letras maiúsculas.  2. Ementa da matéria da Instrução Normativa, em letras maiúsculas e à direita da página.  3. Autoria, em letras maiúsculas e negritas, fundamento legal, seguida de vírgula e do conectivo e.  4. A palavra CONSIDERANDO, em letras maiúsculas, seguida de dois pontos, à esquerda e abaixo da Autoria.  5. A palavra RESOLVE, em letras maiúsculas, alinhada à esquerda e seguida de dois pontos.  6. Texto: exposição do conteúdo da Instrução Normativa, constituído de tantos artigos quantos forem necessários, todos numerados. Os artigos podem conter parágrafos, itens e alíneas. A expressão parágrafo único deve ser grafado por extenso.  7. Local e data, por extenso.  8. Assinatura, nome e cargo da autoridade ou chefia que expede a Instrução.
  • 13.
  • 14. Conceito:  Procuração é o instrumento por meio do qual a pessoa física ou jurídica outorga poderes a outra, ou seja, é um documento formal assinado pelo outorgante com o objetivo de habilitar o outorgado a procurar em juízo.
  • 15. ESTRUTURA:  1. denominação do ato - PROCURAÇÃO;  2. texto:  2.1. qualificação do outorgante e do outorgado;  2.2. objeto da procuração e substabelecimento quando for o caso;  3. local e data;  4. assinatura;  5. nome.
  • 16. PROCURAÇÃO Poresteinstrumentoparticular deprocuração, eu,.....................................................,portadordaCarteirade Identidadeno................................,CPFno.........................................,residente .............................................................,nacidade.......................................,nomeioeconstituomeu bastante procurador oSr.......................................................................,portadordaCarteirade Identidadeno..................................,CPFno.......................................eresidente .....................................................,na....................................................paraofimespecíficode ................................................................,estando,paratalfim,autorizadoaassinar recibose documentose apraticar todososatos necessáriosaofieldesempenhodestemandato. SãoJosé doRioPreto,........de ......................de .......... 3 Assinatura Nome porextenso
  • 17.
  • 18.
  • 19.
  • 20. Conceito:  Esclarecimento fundamentado sobre determinados assuntos, prestados por funcionário, em documentos. Deve ser concisa, atendendo-se ao imprescindível, à solução do que consta do processo, e apesar do caráter informativo, não tem força de decisão, uma vez que será submetida a autoridade superior que poderá, se assim julgar necessário, solicitar parecer, este sim decisivo, de especialista da área.
  • 21. Estrutura:  1. Vocativo: a palavra Senhor seguida de vírgula, e o cargo da autoridade a quem se dirige a informação.  2. Texto (introdução fazendo referência ao assunto tratado; apreciação em que se desenvolve ao assunto, com os esclarecimentos e informações que o ilustrem e, conclusão, clara e precisa).Qualquer referência a elementos constantes no processo deve ser feita com indicação do número da folha respectiva.  3. Fecho (denominação do órgão em que tenha exercício o servidor, data, assinatura, nome e cargo ou função do servidor).
  • 22. EXEMPLO: SenhorDiretordo DGA, Oservidoraquemse refereopresenteprocesso,solicitaavantagemde quetrata aLei n.º530 de março de1982. De acordo comas informaçõesconstantes doprocesso,orequerenteapresentava,até 20/2/86, 10 (dez)anos ininterruptosdepermanênciaemfunçõesdeconfiança, na formadas disposiçõesdo referidodiplomalegal,fazendojus,destarte, desde20 defevereirode1986, comfundamentonos artigos 10 e 13 da lein.º530/82, atítulodedireitopessoalde 70 % (setentaporcento)do valordo DAS-7docargo emcomissãodeDireçãoe AssessoramentoSuperiordeSecretárioGeraldo ConselhoEstadual deCultura, daSecretariade Estadode Cultura, calculadonaformados itens5 e 7 doAnexoI, doDecreto-Lein.º408/79. Em, 10 de outubrode 1986 JOSÉDA SILVA Coordenadorde Pessoal
  • 23.  SITES: WWW.ROCHAMARQUES.COM.BR/ARTIGOS/LEI-E-INSTURÇÃO WWW.DIREITONET WWW.NOTARIOS.PT/ORDENATARIOS WWW.MODELODEPROCURAÇÃO WWW.DICIO.COM.BR (DICIONÁRIO ONLINE DE PORTUGUÊS) WWW.DIREITOUNEB2009.BLOGSPOT.COM.BR WWW.ESURP.EDU.BR/VERGETTI_TCD3_CORRESPONDENCIAS WWW.PORTALPBH.PBH.GOV.BR WWW.BIBLIOTECA.PLANEJAMENTO.GOV.COM