SlideShare uma empresa Scribd logo
Leitura

Cursista: Marileia Boito
INTRODUÇÃO


   A prática da leitura se faz presente em nossas
    vidas desde o momento que começamos a
    compreender o mundo a nossa volta, de
    perceber o mundo sobre novas perspectivas.

   A leitura não pode se tornar uma obrigação, mas
    sim um prazer.

   Ler é acreditar na nossa capacidade de fazer as
    coisas acontecerem, de dar certo e de
    transforma as crianças.
Tema: leitura

Problema:
  De que modo podemos desenvolver nos educando o gosto e o interesse
  pela leitura?

Justificativa:
   Esse projeto foi elaborado como uma forma de construir melhorias na
   vida dos alunos, mas também a família dos mesmos poderá infiltrar no
   mundo da leitura, descobrindo o prazer de ler, reler, escrever e contar o
   que leu.
   É papel da escola, fazer a diferença ter a ligação com o meio, ter
   compromisso, influenciar e deixar ser influenciada pela realidade onde está
   inserida e da qual ela faz parte.
   Pode se dizer é através da leitura que a criança sente o prazer de
   ler,querendo que todos lêem o que escrevem.Pois o mundo é bom, mas
   com a leitura e a escrita se torna ainda melhor.Assim devemos desperta
   no aluno o gosto de desenvolver a leitura e a escrita como fonte do
   prazer e sabedoria.
   Vale lembrar que o desenvolvimento da capacidade de ler e escrever não
   é um processo que se encerra quando o aluno domina o sistema de
   escrita, mas se prolonga por toda a vida,com a crescendo a possibilidade
   de participação nas práticas que envolvem a língua escrita e que se produz
   na sua competência de ler e produzir textos dos mais variados gêneros.
Objetivo Geral: Incentivar o aluno a leitura e a
 escrita em todos os seus aspectos e criar
 condições para que aprendizagem se torne mais
 eficaz e agradável.

Objetivo Específicos:
 Incentivar o hábito da leitura
 Estimular a leitura por prazer, por meio de
  lúdicas.
 Oferecer tempos e espaços de leituras diferentes
  na escola.
 Propiciar a formação de educadores, e alunos
  leitores.
 Estimular o gosto pela leitura vivenciando
  emoções, fantasias e imaginações.
 Incentivar a formação de leitores.
Fundamentação Teórica:
  A leitura é fundamental importância na vida das
 pessoas, pois através dela é que se adquiri novos
 conhecimentos, idéias e se obtem informações
 necessárias. A leitura também contribuiu para o
 prazer das pessoas ao se aproximar do livro e
 amplia os interesses das pessoas,
 A leitura ajuda no desenvolvimento e na
 personalidade da pessoa, e é um dos aspectos dos
 mais importantes para o aluno como ponto de
 partida para aquisição de conhecimentos, meios de
 comunicação e socialização.
 Portanto, a leitura é um ato que também depende
 de estímulos e motivação. A prática da leitura é
 uma tarefa essencial para a construção do
 conhecimento.
Metodologia

A natureza da presente pesquisa foi baseada na
dedutiva a partir das referencias bibliográficas de
vários autores.
AVALIAÇÃO

      Acredito numa avaliação mais dinâmica, contraditória e
    criativa. O aluno é visto como um sujeito do processo
    ativo, que não só memoriza também os constrói.

         Após essa breve afirmação, a avaliação ocorrera
    através da efetuação do processo gradativo e continuou
    assim o aluno é participante ativo do processo de
    avaliação, em todos os seus momentos também se auto-
    avaliando.
Conclusão

   A leitura na escola, muitas vezes tem sido um objeto de
    aprendizagem de ensino para que possa constitui também
    objeto de aprendizagem é necessário que faça sentido
    para o aluno.
   Portanto o professor não pode e não deve confiar em
    uma metodologia especial, milagrosa, mas em uma pratica,
    fundamentada por sua competência pedagógica. E ele
    quem, observando seus alunos, refletindo sobre sua
    pratica e aprofundando seus conhecimentos sobre leitura
    e aprendizagem, pode compreender e entender as
    necessidades, as dificuldades e ao interesses de cada
    criança num dado momento.
Referências Bibliográficas




 Bamberger, Richard. Como Incentivar o Hábito da Leitura. 2 Ed SÃO
                   PAULO Editora Ática,1986.
   GUEDES, Paulo Coimbra Souza, Jane Mari de ler e escrever
    compromisso de todas as áreas 8 ed Porto Alegre ; Editora da
                          UFRGS,2007.

Lei de Diretrizes e bases da educação nacional- LDB. Lei n 9.394 de
                       dezembro de 1996.MEC

   PCNS; Terceiros e quartos ciclos do ensino fundamental; língua
              portuguesa.Brasília MEC / SEF,2001.
Descrição das atividades.

    Atividades diversas como:

   Cartazes;
   Desenhos;
   Músicas;
   Brincadeiras;
   Leituras de contos;
   Jornais;
   Revistas e figuras;
   Visitas na biblioteca publica;
   Salas de computadores;
MATERIAIS UTILIZADOS
   livros (literatura)
   papel pardo
   cola
   cadernos
   lápis
   borracha
   fita adesiva
   lápis de cor
   tinta
   pincéis atômicos
   revistas
   cartolina
   jornais
DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES

    Intuito de fornecer subsídios para que o seu
    trabalho ajude os alunos a alcançar as metas
    previstas para aprendizagem da prática das
    leituras, da escrita e da comunicação oral.

   Visitas na biblioteca;
   Salas de computação;
   Contação de histórias (livros, revistas, jornais)
   Músicas dias das mães;
   Painéis;
ATIVIDADE I
Música: Querida Mamãe (Bananas de Pijamas)

1. UM BONITO DESENHO SOBRE A MÃE
2. SOBRE QUEM A MÚSICA ESTA FALANDO
3. A PALAVRA MAMÃE APARECE QUANTAS VEZES NA
   MÚSICA?
4. QUAL É O NOME DA SUA MÃE?
5. NOME DELA COMEÇA COM A LETRA:
6. QUANTAS LETRAS O NOME DA SUA MAE POSSUI?
7. QUANTAS VOGAIS?
8. QUANTAS CONSOANTES?
9. COMPLETE O QUE SE PEDE.
10. DESENHE O QUE SUA MÃE GOSTA DE USAR PARA
   FICAR BONITA.
ATIVIDADE II - Conversa com os alunos


   Sobre as comunicações presentes na
    escola.

   Observações sobre as placas.

   Comentar os objetivos destas placas para
    as pessoas.
ATIVIDADE III

1. Onde fica a biblioteca publica?
2. O que há na biblioteca?
3. Para que serve?
4. Como se chama o profissional encarregado da biblioteca ?
5. Quantas letras há na palavra biblioteca?
6. Qual a primeira letra ?
7. Qual e a ultima letra?
8. A palavra biblioteca tem quantas vogais ?
9.Quantas consoantes ?
10. Que outras palavras podem ser formadas? (BIBLIOTECA)
Fotos
Leitura na
Biblioteca
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação
Apresentação

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto de pesquisa ufc
Projeto de pesquisa ufcProjeto de pesquisa ufc
Projeto de pesquisa ufc
Marta Dantas Marta
 
Estágio em séries iniciais
Estágio em séries iniciaisEstágio em séries iniciais
Estágio em séries iniciais
Rosinara Azeredo
 
Projeto monografia 2
Projeto monografia 2Projeto monografia 2
Projeto monografia 2
Leonor
 
Portfolio disciplina planejamento e avaliação
Portfolio disciplina planejamento e avaliaçãoPortfolio disciplina planejamento e avaliação
Portfolio disciplina planejamento e avaliação
JOAO AURELIANO
 
Estratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógicaEstratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógica
CNA
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
Carol Costa
 
Pre projeto
Pre projetoPre projeto
Pre projeto
Maiara Cristiele
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
José Antonio Ferreira da Silva
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
familiaestagio
 
Slides mostra anos iniciais
Slides mostra anos iniciaisSlides mostra anos iniciais
Slides mostra anos iniciais
IPA Metodista
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
viviprof
 
Portfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmaraPortfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmara
Kézia Silmara
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Solange Coutinho
 
1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
Cristiane Marinho de Andrade
 
Portfólio vânia est.sup.ii
Portfólio vânia est.sup.iiPortfólio vânia est.sup.ii
Portfólio vânia est.sup.ii
familiaestagio
 
Relatorio de estagio iii
Relatorio de estagio iiiRelatorio de estagio iii
Relatorio de estagio iii
Leilany Campos
 
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinares
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinaresGuia pnld 2019_obras-interdisciplinares
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinares
Evany Araujo
 
Portifólio milena
 Portifólio   milena Portifólio   milena
Portifólio milena
familiaestagio
 
Portfólio cris
Portfólio   crisPortfólio   cris
Portfólio cris
familiaestagio
 
Pnaic caderno 1_inclusão
Pnaic caderno 1_inclusãoPnaic caderno 1_inclusão
Pnaic caderno 1_inclusão
Claudio Pessoa
 

Mais procurados (20)

Projeto de pesquisa ufc
Projeto de pesquisa ufcProjeto de pesquisa ufc
Projeto de pesquisa ufc
 
Estágio em séries iniciais
Estágio em séries iniciaisEstágio em séries iniciais
Estágio em séries iniciais
 
Projeto monografia 2
Projeto monografia 2Projeto monografia 2
Projeto monografia 2
 
Portfolio disciplina planejamento e avaliação
Portfolio disciplina planejamento e avaliaçãoPortfolio disciplina planejamento e avaliação
Portfolio disciplina planejamento e avaliação
 
Estratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógicaEstratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógica
 
Portfolio simone
Portfolio simonePortfolio simone
Portfolio simone
 
Pre projeto
Pre projetoPre projeto
Pre projeto
 
Modelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de PesquisaModelo de Projeto de Pesquisa
Modelo de Projeto de Pesquisa
 
Portfólio pronto
Portfólio prontoPortfólio pronto
Portfólio pronto
 
Slides mostra anos iniciais
Slides mostra anos iniciaisSlides mostra anos iniciais
Slides mostra anos iniciais
 
Portfólio
PortfólioPortfólio
Portfólio
 
Portfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmaraPortfólio digital kézia silmara
Portfólio digital kézia silmara
 
Projeto estágio séries iniciais set-2014
Projeto estágio séries iniciais  set-2014Projeto estágio séries iniciais  set-2014
Projeto estágio séries iniciais set-2014
 
1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
 
Portfólio vânia est.sup.ii
Portfólio vânia est.sup.iiPortfólio vânia est.sup.ii
Portfólio vânia est.sup.ii
 
Relatorio de estagio iii
Relatorio de estagio iiiRelatorio de estagio iii
Relatorio de estagio iii
 
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinares
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinaresGuia pnld 2019_obras-interdisciplinares
Guia pnld 2019_obras-interdisciplinares
 
Portifólio milena
 Portifólio   milena Portifólio   milena
Portifólio milena
 
Portfólio cris
Portfólio   crisPortfólio   cris
Portfólio cris
 
Pnaic caderno 1_inclusão
Pnaic caderno 1_inclusãoPnaic caderno 1_inclusão
Pnaic caderno 1_inclusão
 

Semelhante a Apresentação

PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
EscolaMunicipalMaria16
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
EscolaMunicipalMaria16
 
Projeto leitura
Projeto leituraProjeto leitura
Projeto leitura
FLÁVIA DUARTE
 
Todas as letras
Todas as letrasTodas as letras
Todas as letras
Ana Amélia Pinheiro
 
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITAA IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
cefaprodematupa
 
Aimport 111221044504-phpapp02
Aimport 111221044504-phpapp02Aimport 111221044504-phpapp02
Aimport 111221044504-phpapp02
Janailson Sousa
 
Projeto leitura- conto de fadas
Projeto leitura- conto de fadasProjeto leitura- conto de fadas
Projeto leitura- conto de fadas
Maria Pacheco Pacheco
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
Maria Pacheco Pacheco
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
Maria Pacheco Pacheco
 
Projeto Leitura- conto de fadas
Projeto Leitura- conto de fadasProjeto Leitura- conto de fadas
Projeto Leitura- conto de fadas
Maria Pacheco Pacheco
 
Projeto Leitura-conto de fadas
Projeto Leitura-conto de fadasProjeto Leitura-conto de fadas
Projeto Leitura-conto de fadas
Maria Pacheco Pacheco
 
Projeto leitura - conto de fadas
Projeto leitura - conto de fadasProjeto leitura - conto de fadas
Projeto leitura - conto de fadas
Maria Pacheco Pacheco
 
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
Ðouglas Rocha
 
Tcc cleide
Tcc cleideTcc cleide
Tcc cleide
Cleide Araujo
 
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
EscolaMunicipalMaria16
 
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
EscolaMunicipalMaria16
 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptxTRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
GihOliveira4
 
Projeto de leitur1
Projeto de leitur1Projeto de leitur1
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdfprojeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
KelianeCastro3
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
cefaprodematupa
 

Semelhante a Apresentação (20)

PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund I 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
Projeto leitura
Projeto leituraProjeto leitura
Projeto leitura
 
Todas as letras
Todas as letrasTodas as letras
Todas as letras
 
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITAA IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
A IMPORTÂNCIA DA LEITURA PARA O DESENVOLVIMENTO DA ESCRITA
 
Aimport 111221044504-phpapp02
Aimport 111221044504-phpapp02Aimport 111221044504-phpapp02
Aimport 111221044504-phpapp02
 
Projeto leitura- conto de fadas
Projeto leitura- conto de fadasProjeto leitura- conto de fadas
Projeto leitura- conto de fadas
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
 
Slide projeto
Slide projetoSlide projeto
Slide projeto
 
Projeto Leitura- conto de fadas
Projeto Leitura- conto de fadasProjeto Leitura- conto de fadas
Projeto Leitura- conto de fadas
 
Projeto Leitura-conto de fadas
Projeto Leitura-conto de fadasProjeto Leitura-conto de fadas
Projeto Leitura-conto de fadas
 
Projeto leitura - conto de fadas
Projeto leitura - conto de fadasProjeto leitura - conto de fadas
Projeto leitura - conto de fadas
 
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
PROJETO LEITURA E ESCRITA 2012
 
Tcc cleide
Tcc cleideTcc cleide
Tcc cleide
 
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docxPROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
PROJETO Ens Fund II 2023 Ler é Bom Experimente.docx
 
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptxTRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO PEDAGOGIA GILMARA OLIVEIRA FAEPI-04.pptx
 
Projeto de leitur1
Projeto de leitur1Projeto de leitur1
Projeto de leitur1
 
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdfprojeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
projeto_ler_e_uma_aventura1.pdf
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
 

Mais de Leonice Mezomo Gotardo

Slides da auto estima
Slides da auto estimaSlides da auto estima
Slides da auto estima
Leonice Mezomo Gotardo
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
MaternalMaternal
Apresentação de slides
Apresentação de slidesApresentação de slides
Apresentação de slides
Leonice Mezomo Gotardo
 
Dizes que sou_o_futuro,
Dizes que sou_o_futuro,Dizes que sou_o_futuro,
Dizes que sou_o_futuro,
Leonice Mezomo Gotardo
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Criança
CriançaCriança
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Alfabeto do estudante
Alfabeto do estudanteAlfabeto do estudante
Alfabeto do estudante
Leonice Mezomo Gotardo
 
A escola nao_ensina
A escola nao_ensinaA escola nao_ensina
A escola nao_ensina
Leonice Mezomo Gotardo
 
Maternal
MaternalMaternal
Deussabe
DeussabeDeussabe
O poder do silencio
O poder do silencioO poder do silencio
O poder do silencio
Leonice Mezomo Gotardo
 

Mais de Leonice Mezomo Gotardo (14)

Slides da auto estima
Slides da auto estimaSlides da auto estima
Slides da auto estima
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
 
Apresentação de slides
Apresentação de slidesApresentação de slides
Apresentação de slides
 
Dizes que sou_o_futuro,
Dizes que sou_o_futuro,Dizes que sou_o_futuro,
Dizes que sou_o_futuro,
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
Criança
CriançaCriança
Criança
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
Alfabeto do estudante
Alfabeto do estudanteAlfabeto do estudante
Alfabeto do estudante
 
A escola nao_ensina
A escola nao_ensinaA escola nao_ensina
A escola nao_ensina
 
Maternal
MaternalMaternal
Maternal
 
Deussabe
DeussabeDeussabe
Deussabe
 
O poder do silencio
O poder do silencioO poder do silencio
O poder do silencio
 

Último

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
edivirgesribeiro1
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
soaresdesouzaamanda8
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 

Último (20)

Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptxAula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
Aula história , caracteristicas e esteriótipos em relação a DANÇA DE SALAO.pptx
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdfCRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
CRONOGRAMA - PSC 2° ETAPA 2024.pptx (1).pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 

Apresentação

  • 2. INTRODUÇÃO  A prática da leitura se faz presente em nossas vidas desde o momento que começamos a compreender o mundo a nossa volta, de perceber o mundo sobre novas perspectivas.  A leitura não pode se tornar uma obrigação, mas sim um prazer.  Ler é acreditar na nossa capacidade de fazer as coisas acontecerem, de dar certo e de transforma as crianças.
  • 3. Tema: leitura Problema: De que modo podemos desenvolver nos educando o gosto e o interesse pela leitura? Justificativa: Esse projeto foi elaborado como uma forma de construir melhorias na vida dos alunos, mas também a família dos mesmos poderá infiltrar no mundo da leitura, descobrindo o prazer de ler, reler, escrever e contar o que leu. É papel da escola, fazer a diferença ter a ligação com o meio, ter compromisso, influenciar e deixar ser influenciada pela realidade onde está inserida e da qual ela faz parte. Pode se dizer é através da leitura que a criança sente o prazer de ler,querendo que todos lêem o que escrevem.Pois o mundo é bom, mas com a leitura e a escrita se torna ainda melhor.Assim devemos desperta no aluno o gosto de desenvolver a leitura e a escrita como fonte do prazer e sabedoria. Vale lembrar que o desenvolvimento da capacidade de ler e escrever não é um processo que se encerra quando o aluno domina o sistema de escrita, mas se prolonga por toda a vida,com a crescendo a possibilidade de participação nas práticas que envolvem a língua escrita e que se produz na sua competência de ler e produzir textos dos mais variados gêneros.
  • 4. Objetivo Geral: Incentivar o aluno a leitura e a escrita em todos os seus aspectos e criar condições para que aprendizagem se torne mais eficaz e agradável. Objetivo Específicos:  Incentivar o hábito da leitura  Estimular a leitura por prazer, por meio de lúdicas.  Oferecer tempos e espaços de leituras diferentes na escola.  Propiciar a formação de educadores, e alunos leitores.  Estimular o gosto pela leitura vivenciando emoções, fantasias e imaginações.  Incentivar a formação de leitores.
  • 5. Fundamentação Teórica: A leitura é fundamental importância na vida das pessoas, pois através dela é que se adquiri novos conhecimentos, idéias e se obtem informações necessárias. A leitura também contribuiu para o prazer das pessoas ao se aproximar do livro e amplia os interesses das pessoas, A leitura ajuda no desenvolvimento e na personalidade da pessoa, e é um dos aspectos dos mais importantes para o aluno como ponto de partida para aquisição de conhecimentos, meios de comunicação e socialização. Portanto, a leitura é um ato que também depende de estímulos e motivação. A prática da leitura é uma tarefa essencial para a construção do conhecimento.
  • 6. Metodologia A natureza da presente pesquisa foi baseada na dedutiva a partir das referencias bibliográficas de vários autores.
  • 7. AVALIAÇÃO  Acredito numa avaliação mais dinâmica, contraditória e criativa. O aluno é visto como um sujeito do processo ativo, que não só memoriza também os constrói.  Após essa breve afirmação, a avaliação ocorrera através da efetuação do processo gradativo e continuou assim o aluno é participante ativo do processo de avaliação, em todos os seus momentos também se auto- avaliando.
  • 8. Conclusão  A leitura na escola, muitas vezes tem sido um objeto de aprendizagem de ensino para que possa constitui também objeto de aprendizagem é necessário que faça sentido para o aluno.  Portanto o professor não pode e não deve confiar em uma metodologia especial, milagrosa, mas em uma pratica, fundamentada por sua competência pedagógica. E ele quem, observando seus alunos, refletindo sobre sua pratica e aprofundando seus conhecimentos sobre leitura e aprendizagem, pode compreender e entender as necessidades, as dificuldades e ao interesses de cada criança num dado momento.
  • 9. Referências Bibliográficas Bamberger, Richard. Como Incentivar o Hábito da Leitura. 2 Ed SÃO PAULO Editora Ática,1986. GUEDES, Paulo Coimbra Souza, Jane Mari de ler e escrever compromisso de todas as áreas 8 ed Porto Alegre ; Editora da UFRGS,2007. Lei de Diretrizes e bases da educação nacional- LDB. Lei n 9.394 de dezembro de 1996.MEC PCNS; Terceiros e quartos ciclos do ensino fundamental; língua portuguesa.Brasília MEC / SEF,2001.
  • 10. Descrição das atividades. Atividades diversas como:  Cartazes;  Desenhos;  Músicas;  Brincadeiras;  Leituras de contos;  Jornais;  Revistas e figuras;  Visitas na biblioteca publica;  Salas de computadores;
  • 11. MATERIAIS UTILIZADOS  livros (literatura)  papel pardo  cola  cadernos  lápis  borracha  fita adesiva  lápis de cor  tinta  pincéis atômicos  revistas  cartolina  jornais
  • 12. DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES Intuito de fornecer subsídios para que o seu trabalho ajude os alunos a alcançar as metas previstas para aprendizagem da prática das leituras, da escrita e da comunicação oral.  Visitas na biblioteca;  Salas de computação;  Contação de histórias (livros, revistas, jornais)  Músicas dias das mães;  Painéis;
  • 13. ATIVIDADE I Música: Querida Mamãe (Bananas de Pijamas) 1. UM BONITO DESENHO SOBRE A MÃE 2. SOBRE QUEM A MÚSICA ESTA FALANDO 3. A PALAVRA MAMÃE APARECE QUANTAS VEZES NA MÚSICA? 4. QUAL É O NOME DA SUA MÃE? 5. NOME DELA COMEÇA COM A LETRA: 6. QUANTAS LETRAS O NOME DA SUA MAE POSSUI? 7. QUANTAS VOGAIS? 8. QUANTAS CONSOANTES? 9. COMPLETE O QUE SE PEDE. 10. DESENHE O QUE SUA MÃE GOSTA DE USAR PARA FICAR BONITA.
  • 14. ATIVIDADE II - Conversa com os alunos  Sobre as comunicações presentes na escola.  Observações sobre as placas.  Comentar os objetivos destas placas para as pessoas.
  • 15. ATIVIDADE III 1. Onde fica a biblioteca publica? 2. O que há na biblioteca? 3. Para que serve? 4. Como se chama o profissional encarregado da biblioteca ? 5. Quantas letras há na palavra biblioteca? 6. Qual a primeira letra ? 7. Qual e a ultima letra? 8. A palavra biblioteca tem quantas vogais ? 9.Quantas consoantes ? 10. Que outras palavras podem ser formadas? (BIBLIOTECA)