SlideShare uma empresa Scribd logo
Blog:desafiosmate.blogspot.com
Apostila 3º ano
100 Questões de Compreensão
Leia a tirinha abaixo e, a seguir, responda às
questões 1 e 2.
Copryht©1999. Maurício de Sousa produções Ltda. Todos direitos
reservados.
1. A língua para fora e o suor respingando no
rosto das personagens demonstram que eles
(A) estão cansados.
(B) estão famintos.
(C) estão com sono.
(D) estão com sede.
2. O ponto de interrogação presente na fala de
um dos porquinhos sugere
(A) certeza
(B) dúvida
(C) admiração
(D) ordem
Leia o poema abaixo e, a seguir, responda ás
questões 3 e 4.
As Borboletas
Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas
Borboletas brancas
São alegres e francas.
Borboletas azuis
Gostam muito de luz.
As amarelinhas
São tão bonitinhas!
E as pretas, então...
Oh, que escuridão!
MORAES, Vinícios. As borbolelas. In: A arca de Noé. Livraria
Olympio Editora: 1984: Rio de janeiro, p. 58 e 9. 14ª edição.
3. No texto, as borboletas brancas
(A) são tão bonitinhas
(B) são alegres e francas
(C) gostam da escuridão
(D) gostam muito de luz.
4. O texto fala sobre
(A) borboletas.
(B) alegria.
(C) brincadeiras.
(D) escuridão.
Leia a tirinha abaixo e, a seguir, responda às
questões 5, 6 e 7.
Texto I
Aves em perigo
Ainda que sejam inúmeras, as aves da
mata Atlântica também correm perigo. Sem as
árvores, elas não podem sobreviver. Há mais de
oitenta espécies de aves nativas dessa floresta
em risco de extinção. Entre elas, estão o tucano-
de-bico-vermelho, o beija-flor-de-orelha-azul e a
jacutinga.
Revista Recreio. São Paulo, Abril
Texto II
Aves sem abrigo
“Muitas vidas correm perigo,
Aves sem abrigo
Tentam sobreviver na destruição,
Ameaçadas de extinção.”
Revista Recreio, São Paulo, Abri, 2000.
5. Sobre os dois textos acima, podemos afirmar
que
(A) somente o texto I fala sobre a extinção das
aves.
(B) somente o texto II fala sobre a extinção das
aves.
(C) os dois textos falam sobre a extinção das
aves.
(D) os dois textos falam sobre a vida das aves.
6. Na expressão “elas não podem sobreviver”
(Texto 1), a palavra elas substitui
(A) aves
(B) árvores
(C) florestas
(D) matas
7. Os dois textos servem para
1
Blog:desafiosmate.blogspot.com
(A) dar informações sobre a vida das aves.
(B) chamar a atenção para a extinção das aves.
(C) provocar risos.
(D) anunciar um produto.
Leia o texto abaixo e, a seguir, para responder
às questões 8, 9 e 10.
Disponível em: http//fundacaofia.com.br
8. A forma de falar de Chico Bento é a mesma de
(A) apresentadores de Jornal de televisão.
(B) professores, na sala de aula.
(C) falantes da zona rural
(D) padres e pastores, em missas e cultos.
9. Chico Bento fez outra prova porque
(A) tirou nota menor que Zé Lelé.
(B) tirou nota igual a Zé Lelé.
(C) tirou nota muito baixa.
(D) colou de Zé Lelé.
10. Em qual das falas abaixo se percebe humor?
(A) “Ara! Vô te de fazê outra prova...”
(B) “Ara! Eu colei dele! Devia recebe a mesma
nota!”
(C) “Mas por que é absurdo?”
(D) “Tirei nota menor que o Zé Lelé!”
11. Marque a alternativa em que aparece a letra
que inicia o nome do desenho.
(A) M, T, G
(B) G, R, D
(C) U, S, Q
(D) P, F, X
Leia o texto abaixo e responda aos itens 12,
13, 14.
O pato
Vinicius de Moraes / Toquinho / Paulo Soledade
Lá vem o pato Pata aqui,
pata acolá Lá vem o pato
Para ver o que é que há
O pato pateta
Pintou o caneco
Surrou a galinha
Bateu no marreco
Pulou do poleiro
No pé do cavalo
Levou um coice
Criou um galo
Comeu um pedaço
De jenipapo
Ficou engasgado
Com dor no papo
Caiu no poço
Quebrou a tigela
Tantas fez o moço
Que foi pra panela
MORAES, Vinicius de. A arca de Noé: Poemas infantis. São
Paulo: Companhia das Letrinhas, 1991.
12. A palavra que tem a mesma sílaba final que
marreco é
(A) PAPO.
(B) CAVALO.
(C) PEDAÇO.
(D) CANECO.
13. Quem foi pra panela?
(A) O PATO.
(B) O CAVALO.
(C) O GALO.
(D) O MARRECO.
14. O texto fala sobre
(A) Um cavalo muito bravo.
(B) Uma galinha chorona.
(C) Um pato pateta.
(D) Uma tigela quebrada.
2
Blog:desafiosmate.blogspot.com
Leia o texto e responda aos itens 15 e 16.
15.Quem bate no touro?
(A) O buraco.
(B) O cachimbo
(C) O mundo.
(D) A gente.
16. Organizando as palavras (buraco, o, fundo, é)
você terá como resultado a frase
(A) Fundo buraco é o.
(B) Buraco é o fundo.
(C) O buraco é fundo.
(D) É buraco fundo o.
17. Marque a alternativa onde está escrito o
nome do desenho
(A) Cachorro.
(B) Macaco.
(C) Cachecol.
(D) Menino.
18. Este texto serve para
(A) Pedir um brinquedo.
(B) Fazer um convite.
(C) Vender uma roupa.
(D) Ensinar a brincar.
A RAPOSA E AS UVAS
Uma raposa passou por baixo de uma
parreira carregada de lindas uvas. Ficou logo
com muita vontade de apanhar as uvas para
comer. Deu muitos saltos, tentou subir na
parreira, mas não conseguiu. Depois de
muito tentar foi-se embora, dizendo:
- Eu nem estou ligando para as uvas.
Elas estão verdes mesmo.
Disponível:Ruth Rocha. Fábulas de Esopo. São Paulo: FTD,
1992.
19. Leia novamente: “- Eu nem estou ligando
para as uvas. Elas estão verdes mesmo.”.
Nesse trecho que você acabou de ler, a palavra
“elas” se refere
(A) Raposa.
(B) Parreira.
(C) Lindas.
(D) Uvas.
3
Blog:desafiosmate.blogspot.com
20. Lerei agora uma palavra, quero que marquem
a alternativa onde ela aparece corretamente
escrita (jacaré).
(A) Janela.
(B) Jarra.
(C) Jacaré.
(D) Jambo.
21. Faça um “X” no quadradinho em que
aparece o nome da figura que você está
vendo.
.
22. Marque um X no quadrinho onde está
escrito o nome do animal abaixo:
23. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
Que bicho será?
Na floresta, uma grande festa vai
começar...Quer saber como será? A história
vai lhe contar...
[...]
O tico-tico vai espalhar os convites ,
mas...
atenção!
É um baile de fantasias.
Não entra quem não se fantasiar.
Veio o sapo fantasiado de gato;
O gato de pato; o pato de sapo.
Tudo enfeitado! Tudo arrumado!
Só falta a festa começar.
Todos podem começar a dançar.
Mais convidados acabam de chegar.
Veio o bode de coelho;
O coelho de jabuti; o jabuti de borboleta.
[...]
FRANÇA, Mary e FRANÇA Eliardo. Que Bicho será? São Paulo:
Ática, 1991.
O pato foi à festa na floresta fantasiado de
24. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
4
Blog:desafiosmate.blogspot.com
25. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
26. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
Copyright © 2004 Mauricio de Sousa Produções Ltda. Todos os
direitos reservados.
O pedaço de pizza desapareceu porque
27. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
Aves em perigo
Ainda que sejam inúmeras, as aves da
mata Atlântica também correm perigo. Sem
as árvores, elas não podem sobreviver. Há
mais de oitenta espécies de aves nativas
dessa floresta em risco de extinção. Entre
elas, estão o tucano-de-bico-vermelho, a
arara-azul-pequena, o beija-flor-de-orelha-
azul e a jacutinga.
Revista Recreio, São Paulo, Abril, 2000
Sem as árvores da Mata Atlântica as aves
não podem sobreviver porque
28. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
A Ratinha
Eu era uma ratinha que morava junto
com minha família, numa casa de ratos
construída no meio de um campo de trigo.
Eu tinha o sonho de percorrer o mundo
e a mania de meter o focinho pontudo em
todo o lugar. Um dia, eu achei uma avelã!
Era uma avelã enorme e bonita! Eu quis
pegá-la, mas...
A avelã foi rolando campo abaixo,
passou por cima das folhas secas e sumiu ao
pé de uma árvore enorme.
Eu saí correndo atrás e enfiei o focinho
num buraco entre as raízes da árvore.
As aventuras da Ratinha. Conto Popular recontado por Claude
Morand, traduzido e adaptado por Monica Stahel. São Paulo:
Spicione, 1994, p.5-6
5
Blog:desafiosmate.blogspot.com
No trecho “...e a mania de meter o focinho
pontudo em todo o lugar.”, a expressão
sublinhada significa que a ratinha era
29. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
No Reino Perdido do Beleléu
Dizem que todas as coisas perdidas vão
para o Beleléu. Não sei onde fica esse lugar,
mas que ele existe, existe. Já ouvi muita
gente grande dizer sempre que perde alguma
coisa e não acha mais:
“Foi para o Beleléu”.
Eu conheci um menino que foi para lá.
Chamava-se Zé Léo e um dia sumiu de
casa. Só o irmão dele, o Valdomiro, não
estranhou o sumiço, pois tudo o que era do
Zé Léo não sumia...Sumiam o lápis, os livros,
os brinquedos. Ia tudo para o Beleléu.
Só faltava mesmo o Zé Léo ir para lá.
PENTEADO, M. H. No reino perdido do Beleléu. S. Paulo: Ática,
1983, p.4.
No trecho “Ia tudo para o Beleléu. Só
faltava mesmo o Zé Léo ir para lá.” a
palavra lá está no lugar de
30. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda:
Disponível em
HTTP://www.grupoa.com.br/blogA/Post/2012/04/23/O-que-
aleitura-significa-para-você.aspx
A imagem do coração, no centro do
cartaz, está no lugar da palavra
31. (D11) Leia o texto abaixo e responda.
A Ratinha
Eu era uma ratinha que morava junto com minha
família, numa casa de ratos construída no meio de um
campo de trigo.
Eu tinha o sonho de percorrer o mundo e a
mania de meter o focinho pontudo em todo o lugar.
Um dia, eu achei uma avelã! Era uma avelã enorme e
bonita! Eu quis pegá-la, mas...
A avelã foi rolando campo abaixo, passou por
cima das folhas secas e sumiu ao pé de uma árvore
enorme.
Eu saí correndo atrás e enfiei o focinho num
buraco entre as raízes da árvore.
As aventuras da Ratinha. Conto Popular recontado por Claude Morand,
traduzido e adaptado por
Monica Stahel. São Paulo: Spicione, 1994, p.5-6
A frase do texto que apresenta a opinião da Ratinha
sobre a avelã é:
(A)“Um dia, eu achei uma avelã!”
(B)“Era uma avelã enorme e bonita.”
(C)“A avelã foi rolando campo abaixo...”
(D)“A avelã... sumiu ao pé de uma árvore...”
32. (D12) Leia o texto abaixo e responda.
Sapo-cururu
Sapo-cururu
6
Blog:desafiosmate.blogspot.com
Da beira do rio,
Quando o sapo canta, ó maninha
Diz que está com frio.
A mulher do sapo
Deve estar lá dentro,
Fazendo rendinha, ó maninha
Pro seu casamento.
Cantiga do folclore brasileiro. Disponível em:
www.qdivertido.com.br/vercantiga.php?codigo. Acesso em 30/04/12
O verso da cantiga que dá ideia de lugar é
(A) “Quando o sapo canta,...”
(B) “Diz que está com frio.”
(C) “Deve estar lá dentro,...”
(D) “Pro seu casamento.”
Leia o texto abaixo e responda as questões 3 e 4.
Copyright©1999. Mauricio de Sousa Produções: Ltda. Todos os
direitos reservados.
33. (D10) O jeito de falar dos personagens é
própria de quem vive
(A) na capital.
(B) no interior.
(C) na roça.
(D) no exterior.
34. (D13) Essa historinha é engraçada porque
(A) o menino gosta de ouvir histórias para dormir.
(B) o menino dorme antes do fim das histórias.
(C) o pai conta histórias para o filho dormir.
(D) o pai deixou de contar histórias para o filho.
35. (D3) Leia o texto abaixo e responda.
Bichos
Conheci uma minhoca
nascida em Piracicaba,
que tem um sonho dourado:
subir na vida e, um dia,
ser um bicho de goiaba.
CIÇA. Bichos. São Paulo: FTD, 1994. Fragmento
Nesse texto, a expressão “subir na vida” significa
(A) ficar mais alta.
(B) mudar de forma.
(C) melhorar de situação.
(D) ter um sonho feliz.
36. (D7) Leia o texto abaixo e responda.
Retetéu – o primo do sapo que foi à festa no céu
Já estou cansado de ouvir a história do meu
primo Julião e seu amigo Carlão que foram à festa no
céu escondidos dentro do violão de um urubu, mas na
volta, Julião caiu e se esborrachou em cima de uma
pedra. Mesmo pedindo:
- Arreda pedra, senão te racho, coopere. Mas
pudera! Pedra não sai do lugar sozinha!
Ah, esqueci de me apresentar: sou Retetéu. Eu
também vou à festa esse ano, mas tive uma ideia: vou
levar um paraquedas.
BRUM, Else Sant’Anna. Retetéu, o primo do sapo que foi à festa no céu.
Blumenau: EKO, 1997, p.3. (Adaptação)
O narrador desse texto é
(A) o primo.
(B) Carlão.
(C) Retetéu.
(D) o urubu.
37. (D2) Leia o texto abaixo e responda.
(...)
Quando eu tiver um filho
Não vou por nome nenhum.
Quando ele for bem grande,
Ele que procure um!
Pedro Bandeira, Cavalgando o arco-íris. Editora Moderna,2002.
No verso “ele que procure um”, a palavra
destacada se refere a
(A) filho.
(B) nome.
(C) número.
(D) pai.
7
Blog:desafiosmate.blogspot.com
38. (D5) Leia o texto abaixo e responda.
Copyright©1999. Mauricio de Sousa Produções: Ltda. Todos os
direitos reservados.
No último quadrinho, o fato de a cobra sair do
cesto significa que
(A) ela gostou da música.
(B) a mágica funcionou.
(C) a música é ruim.
(D) ela quis ser livre.
39. (D15) Leia os textos abaixo e responda.
Texto 1
Disponível em http://www.google.com.br/imgres?q=extin%
C3%A7%C3%A3o+da+arara+azul acesso
Texto 2
Arara Azul
A Arara azul está em extinção porque ela
está sendo perseguida pelos caçadores que as
vendem e são empalhadas por colecionadores. O
Brasil abriga 1/5 de todas as espécies de
papagaios, periquitos, araras, maritacas, jandaias
e outros. A arara azul
(Anodorhynchushyacinthinus) se destaca nesse
cenário por ser o maior deles. Mas a espécie está
ameaçada de extinção. A destruição do habitat
onde ela se reproduz e a sua captura pelo
comércio ilegal são os dois fatores que,
combinados, a levaram ao risco de extinção.
Disponível em http://www.nte-jgs.rct-sc.br/~rodolpho/201/azul.html
Os dois textos falam da
A) captura da arara azul.
B) preservação da arara azul.
C) beleza da arara azul.
D) extinção da arara azul.
40. (D4) Leia o texto abaixo e responda.
O pato perto da porta
O pato perto da pia
O pato longe da pata
O pato pia que pia.
O pato longe da porta
O pato longe da pia
O pato perto da pata
É um pato que nem pia.
In: Eloí Elisabet Bocheco. Poesia Infantil – O abraço mágico.
Chapecó: Argos, 2002. P. 106.
O pato perto da pata fica
(A) calado.
(B) cansado.
(C) faminto.
(D) sorridente.
41. Marque um X no quadrinho onde está
escrito o nome de cada figura:
8
Blog:desafiosmate.blogspot.com
42. Leia a parlenda.
O galo cantou
O grilo grilou
Cachorro latiu
O gato miou
O pato grasnou
A ovelha baliu
E o leão...
O leão rugiuO pinto piou
A vaca mugiu
O peru grugulhou
O porco grunhiu
O passarinho cantou
A cigarra zuniu
Papagaio falou
E a girafa...
A girafa não fala
(MPB4)
De acordo com o texto, a expressão “A girafa
não fala” significa que:
43. Observe a imagem:
O texto é uma propaganda de:
Leia o texto abaixo e responda as questões
de 04 a 06 em seguida.
44. Esse texto serve para:
9
Blog:desafiosmate.blogspot.com
45. A judoca de Goiás Fernanda Araújo,
conquistou a medalha de bronze no
Campeonato Brasileiro de Judô sub-23 em
que cidade?
46. O que significa a expressão
sublinhada contida no texto “Campeonato
Brasileiro de Judô Sub-23”?
47. Junte os quadrados de sílabas e descubra o
nome de cada figura. Depois, escreva as palavras
que você descobriu.
48. Reescreva as frases, substituindo as
gravuras pelos respectivos nomes.
49. Ordene os quadrinhos abaixo e conte
uma história bem legal.
50. Observe a tirinha e responda.
O texto fala sobre:
51. Escreva no quadro os nomes que
começam com P e com B.
10
Blog:desafiosmate.blogspot.com
52. Leia o texto abaixo e responda
Esse texto é sobre:
53. Observe a imagem:
A expressão “Tem garoto novo no pedaço”
significa:
54. Observe a imagem:
Agora, marque a alternativa que relaciona as
palavras que você circulou:
55. Leia o poema “História pra boi casar” e
assinale a alternativa correta:
Boi, boi, boi, boi da cara amarela
que fugiu pra casar com a vaca,
aquela que pulou a janela.
E o casamento
foi um acontecimento,
com foto no jornal
pra coluna social.
Alessandra Roscoe. História pra boi casar. São Paulo:
Petrópolis, 2010.
No trecho:
“Boi, boi, boi, boi da cara amarela que fugiu
pra casar com a vaca, aquela que pulou a
janela.”
A palavra destacada refere-se
11
Blog:desafiosmate.blogspot.com
56. Leia o poema “História pra boi casar” e
assinale a alternativa correta:
57. Leia o poema “História pra boi casar” e
assinale a alternativa correta:
Agora, marque a alternativa que corresponde
aos nomes dos desenhos:
58. Leia o texto abaixo e, em seguida,
responda à questão.
Querido diário,
Hoje eu acordei cedo e pulei correndo da
cama, porque eu e meus colegas vamos ter
muitas atividades na escola.
Na semana passada chegou um circo aqui
na minha cidade. É um circo maravilhoso:
têm animais, artistas muitos bons. Fiquei com
vontade de assistir o espetáculo!
Ontem os artistas passaram na minha escola
e distribuíram ingressos. Foi aquela festa!
Todo mundo quer conhecer as fantásticas
atrações do circo Novo Mundo.
Por isso, não tenho muito tempo para
escrever. Vou correndo encontrar a turma.
Beijos !!!
Isabela.
Isabela teve pressa de escrever em seu
diário porque
12
Blog:desafiosmate.blogspot.com
59. Observe o cartaz:
O assunto da cartaz é:
60. Sobre qual assunto trata o texto
abaixo?
61. Leia o texto e marque a opção correta:
Uma pessoa sem asseio e que não adota
hábitos de higiene acaba sendo ignorada, evitada
e, por vezes, até perseguida por outros de seu
grupo social. Quem não conhece o Cascão,
personagem das estórias em quadrinhos criadas
por Maurício de Sousa? Cascão é um menino
muito sujo, que não gosta nem um pouco de
água, não toma banho e nem lava suas mãos.
Esse texto é um:
a) Bilhete
b) Carta
c) Poesia
d) Artigo
62. Ainda sobre o texto, podemos afirmar que ele
nos transmite a seguinte ideia:
(A) Uma pessoa asseada é sempre ignorada
por seu grupo social.
(B) O indivíduo com asseio fica mais vulnerável
a contaminação de doenças.
(C) Uma pessoa que não preza por sua higiene
pode ser ignorada pela sociedade.
(D) Cascão é um personagem fictício, cuja
principal característica é seu gosto por
banhos.
Leia o texto abaixo e responda as questões 63 e
64:
63. O proprietário do negócio sabe que os clientes
gostam de ser bem tratados e de pessoas que
prezam por uma boa imagem pessoal.
No texto, a palavra PREZAM, significa:
a) Amistoso
b) Cuidadoso
c) Curioso
d) Carinhoso
64. Marque a opção que contenha as
preferências dos clientes citados no texto:
a) Gostam de ser bem tratados e por pessoas
que se cuidam.
b) Preferem ser bem tratados por pessoas sem
asseio.
c) Prezam pelo bom atendimento e pelo menor
preço.
d) Gostam de preço, independente do
atendimento e da imagem do atendende.
13
Blog:desafiosmate.blogspot.com
65. Leia o fragmento abaixo e responda a
pergunta:
Em suas estórias, Cascão está
constantemente evitando a proximidade com a
água e acaba sendo vítima de perseguições e
armadilhas arquitetadas por seus colegas, os
quais procuram, incansavelmente, dar-lhe um
banho.
A expressão OS QUAIS é utilizada no texto para
retomar qual termo?
a) Estórias
b) Cascão
c) Armadilhas
d) Colegas
Vamos ler o texto para responder às
perguntas 66, 67 e 68:
Cascão é um menino muito sujo, que não
gosta nem um pouco de água, não toma banho e
nem lava suas mãos. Ele, inclusive, se quer é
tratado por seu nome pelos seus colegas nas
estórias em quadrinhos, é sempre chamado por
seu apelido, devido à sua falta de higiene e
asseio pessoal.
66. Como Cascão é tratado por seus colegas nas
estórias em quadrinhos?
a) Pelo seu nome
b) Com respeito
c) Pelo seu apelido
d) Com cordialidade
67. Qual palavra foi substituída no texto pela
palavra ELE?
a) Menino
b) Mãos
c) Colegas
d) Cascão
68. Cascão é sempre chamado em suas estórias
por seu apelido porque:
a) Não gosta de usar desodorante.
b) Não lava suas mãos.
c) Não tem higiene pessoal.
d) Tem cascas em todo o seu corpo.
Lavar as mãos com sabão, secá-las com
papel descartável, cobrir a boca e o nariz com
papel descartável são medidas simples de
higienização, que cada pessoa pode fazer para
evitar ou minimizar o contágio pelo vírus da gripe
e contribuir com a saúde individual e coletiva.
69. Leia o texto acima e marque a opção correta.
O texto fala sobre:
a) A relação que há entre a gripe suína e a
higiene.
b) A redução dos casos de gripe suína no
mundo.
c) A importância da higiene coletiva.
d) As formas de se prevenir da gripe.
70. O texto abaixo trata sobre:
Atualmente vivemos em um contexto de
pandemia do vírus Influenza A H1N1 (gripe
suína), cuja proliferação está relacionada
diretamente aos hábitos de higiene, ou à falta
deles.
a) A relação que há entre a gripe suína e a
higiene.
b) O aumento dos casos de gripe suína no
mundo.
c) A importância da higiene coletiva.
d) As formas de se prevenir da gripe.
71. Leia o texto abaixo.
A CUTIA
A cutia é um bicho pequeno. Ela recolhe
mais alimento do que consegue comer. O
restante das castanhas ela enterra para comer
mais tarde e acaba se esquecendo de onde as
enterrou. Por causa disso as sementes acabam
brotando e se tornam outras árvores.
QUEIROZ, Luis Roberto. Animais brasileiros. São Paulo.
A cutia enterra as castanhas para
A) comê-las mais tarde.
B) esquecer sua comida.
C) plantar novas árvores.
D) recolher mais alimento.
72. Leia o texto abaixo.
14
Blog:desafiosmate.blogspot.com
http://.monica.com.br/comics/tirinhas/5362 . Acesso em 08 jun. 2002
A menina fechou a boca do menino para ele não
A) brincar.
B) comer.
C) gritar.
D) sorrir.
73. Leia o texto abaixo.
SOUZA, Maurício de. Bidu. Rio de Janeiro: Globo, nº 23,1999. p.162
O menino ficou chateado porque o cachorrinho
A) estragou o jornal.
B) não lhe deu o jornal.
C) quis rasgar o jornal.
D) amassou o jornal.
74. Leia o texto abaixo.
O escorpião possui até doze olhos, mas
isso não o impede de ter uma péssima visão!
Ainda bem que não precisa muito dela por ser um
animal noturno, que caça durante a noite e
consegue sentir suas presas (aranhas, insetos),
graças a pêlos muito sensíveis às vibrações.
(Texto retirado da Enciclopédia Planeta Animal. Girassol Brasil
edições ltda.)
O assunto do texto é
A) a extinção do escorpião.
B) a visão do escorpião.
C) o ferrão da aranha.
D) o habitat dos insetos.
75. Leia o texto abaixo.
CAPUTO, Ruth Rozendo. Ciranda Cultural. p. 122. Adaptado.
Nesse texto, o ponto de exclamação foi usado
para indicar
A) alegria.
B) dúvida.
C) surpresa.
D) susto.
76. Leia o texto abaixo.
Esse texto é uma
A) carta.
B) história.
C) notícia.
D) piada.
77. Leia o texto abaixo.
MORAES, Vinícius de. A Arca de Noé: poemas infantis. São Paulo:
Cia das Letras, p.36.
O elefante estava correndo porque
A) espetou o pé no espinho e sentia dor.
B) estava com medo de um passarinho.
15
Blog:desafiosmate.blogspot.com
C) estava procurando um bichinho perdido.
D) ficou perdido e desconsolado.
78. Leia o texto abaixo.
PAES, José Paulo. Olha o bicho. São Paulo: Ática, 1989.
No verso “A cigarra é só cantiga”, cantiga é o
mesmo que
A) alegria.
B) comida.
C) fadiga.
D) música.
79. Leia o texto abaixo.
CAMARGO, Milton. A zebra, a girafa e outros bichos. São Paulo:
Ática, 1982.
O Canguru comprou um carrinho porque queria
A) carregar os brinquedos do filho.
B) dar de presente de aniversário ao seu filho.
C) fazer uma longa viagem com seu filho.
D) carregar seu filho sem se cansar.
80. Lendo texto abaixo, podemos concluir que:
... quem adota hábitos de higiene está
trabalhando pela saúde individual e coletiva,
evitando assim, transtornos e gastos com
consultas a especialistas da área de Saúde e
medicamentos.
a) Quem cuida da higiene é menos saudável.
b) Quem se previne e zela pela higiene evita
gastos com médicos e remédios.
c) Quem investe na higiene pessoal jamais terá
que ir ao médico.
d) A higiene não é tão importante para a
manutenção da saúde das pessoas.
81. Leia o texto
Potyra (As lágrimas eternas)
A linda e meiga Potyra amava o jovem e
valente chefe da tribo, o guerreiro Itajibá, o
braço de pedra. Ambos encontravam-se,
frequentemente, nas areias brancas do rio,
onde permaneciam durante horas admirando
a natureza e trocando juras de amor,
enquanto aguardavam o casamento.
Certo dia, veio a guerra. A tribo foi
atacada por inimigos, partindo Itajibá para a
luta. Ansiosa, Potyra esperava sua volta
caminhando às margens do rio.
Muito tempo depois, os guerreiros
regressaram informando à jovem que o chefe
guerreiro havia morrido. Inconsolável, Potyra
voltava todos os dias à praia a chorar sua
grande perda. Sensibilizado com sua dor,
Tupã, o Deus do Bem, transformou suas
lágrimas em diamantes. Desta maneira, as
águas levavam as preciosas pedrinhas até a
sepultura do guerreiro como prova do seu
eterno amor.
ANDRADE E SILVA, Walde-Mar de. Lendas e Mitos dos Índios
Brasileiros. São Paulo: FTD, 1999
Potyra esperava a volta do guerreiro Itajibá
(A) procurando diamantes.
(B) admirando a natureza.
(C) trocando juras de amor.
(D) caminhando às margens do rio.
82. No trecho: “Inconsolável, Potyra voltava
todos os dias à praia a chorar sua grande
perda.”, a expressão em destaque significa
chorar
(A) o desencontro dos guerreiros.
(B) as dificuldades da vida.
(C) a morte de seu amor.
(D) as tristezas da guerra.
83. Leia o texto
A galinha dos ovos de ouro
Um homem tinha uma galinha que
punha ovos de ouro. Achando que por dentro
ela era só ouro, matou-a, mas não encontrou
nada de diferente das outras galinhas. Assim,
em vez de descobrir o enorme tesouro que
esperava, perdeu até o pequeno lucro que
ela lhe dava.
ESOPO, 550ª.C. Fábulas de Esopo.porto Alegre: L&PM,2009.
16
Blog:desafiosmate.blogspot.com
A fábula “A galinha dos ovos de ouro” ensina
ao leitor que
(A) não se deve ser curioso.
(B) não se deve acreditar nas pessoas.
(C) não se deve ferir os animais.
(D) não se deve ser ambicioso.
84. Leia o texto
http://peregrinacultural.files.wordpress.com/2009/05/desenhando-
emilia-a-noite.jpg
Na cena acima, a famosa personagem Emília
está de bruços e desenhando. A expressão
de seu rosto revela que ela
(A) levou um susto.
(B) reconheceu um amigo.
(C) ficou cansada.
(D) quis se levantar.
85. Leia o texto
“Por que economizar água?”
Hoje, todos lá em casa tentam
economizar água.
Antes, a gente desperdiçava esse
líquido precioso – até que veio o
racionamento.
Costumávamos tomar banho demorado
todos os dias, as torneiras ficavam sempre
abertas enquanto a gente lavava a louça, ou
quando escovava os dentes.
Um dia, eu lavava a bicicleta no quintal,
quando minha vizinha Clara se aproximou...
Clara lembrou que não tinha chovido
muito ultimamente.
Agora, todo mundo deveria economizar
água.
Clara disse que, se continuasse o
desperdício, a água acabaria...
Trecho retirado do livro: GREEN, Jen. “Por que economizar água?”
São Paulo,Editora Sipione, 2004
O texto que você leu fala sobre a
necessidade de
(A) economizar água todos os dias.
(B) manter a bicicleta no quintal.
(C) evitar banhos demorados.
(D) lavar louças diariamente.
86. Leia o texto
Para divulgar um “Programa de alegria e
saúde” o cartaz apresenta que, para manter a
saúde é preciso
(A) usar enfeites em toda a casa.
(B) cozinhar com água filtrada.
(C) manter tudo sempre muito limpo e
lavado.
(D) consumir verduras frescas na refeição.
87. Leia o texto
17
Blog:desafiosmate.blogspot.com
Na cena acima, quando a personagem diz:
“Hoje enfiei o pé na jaca!”, ela quer dizer que
(A) comeu muita jaca.
(B) adorou comer frutas
(C) adorou comer escondido.
(D) comeu muito.
88. Leia o texto
Larga a tia, lagartixa!
Lagartixa, larga a tia!
Só no dia que sua tia
Chamar lagartixa
De lagartinha!
(Cultura popular)
A lagartixa só vai largar sua tia quando ela for
chamada de
(A) lagartinha.
(B) lagartixa.
(C) sua tia.
(D) lavadeira.
89. Observe o texto abaixo
O texto acima se refere a uma
(A) receita de salada.
(B) nota de compras.
(C) lista de compras.
(D) propaganda de supermercado.
90. Marque a alternativa em que os produtos
listados no cupom aparecem em ordem
alfabética.
(A) cenoura, laranja, chuchu, quiabo, cebola
(B) chuchu, cenoura, quiabo, laranja, cebola
(C) chuchu, cenoura, laranja, quiabo, cebola
(D) cebola, cenoura, chuchu, laranja,
quiabo
91. Texto I
Pão de mel
Ingredientes:
3 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de mel
1 xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de margarina ou manteiga
1 colher (sobremesa) de bicarbonato
1 colher (sobremesa) de canela em pó
1 colher (sobremesa) de cravo–da–índia
torrado
Caldo de 1 limão grande
Glacê:
1 xícara (chá) de açúcar
3 colheres de sopa de chocolate em pó
4 colheres de sopa de leite
Modo de fazer:
Peça ajuda a um adulto para
1 – acender o forno.
2 – bater todos os ingredientes até formar
uma massa como a de bolo.
3 – untar e polvilhar uma forma ou assadeira.
4 – despejar a massa na forma e levar ao
forno por aproximadamente 25 minutos.
5 – depois de assado, passar os pedaços no
chocolate derretido.
Fonte: Gouveia, Isabel et alii. Caderno de Reforço Escolar, 3
ano.SP: Escala Educacional, 2009.
Esta receita serve para preparar um
(A) pão de mel.
(B) doce de chocolate.
(C) mingau de aveia.
(D) suco de limão.
82. A ordem alfabética correta para a lista de
ingredientes da receita é:
(A) leite, mel, açúcar, bicarbonato, farinha de
trigo, cravo-da-índia, canela.
(B) açúcar, bicarbonato, canela, cravo-da-índia,
farinha de trigo, leite, mel.
(C) açúcar, leite, bicarbonato, cravo-da-índia,
canela, mel.
18
Blog:desafiosmate.blogspot.com
(D) bicarbonato, leite, mel, açúcar, cravo-da-
índia, canela, farinha de trigo.
83. A parte da receita que indica se tratar de uma
“tarefa” que a criança não deve realizar sozinha é
(A) a lista de ingredientes.
(B) o título do poema.
(C) o modo de fazer.
(D) os ingredientes do glacê.
84. TEXTO II
(http://www.meninomaluquinho.com.br)
A atitude do personagem Menino Maluquinho, no
terceiro quadrinho, demonstra que ele:
(A) prepara com carinho o quarto do primo.
(B) cumpre o conselho da mãe.
(C) vai receber o primo de braços abertos.
(D) vai dar um susto no primo.
85. Texto III
Racionamento de Energia
Verifique o consumo de energia elétrica de alguns
aparelhos elétricos, para economizar em sua
casa.
Revista, Ciência Hoje das Crianças.Setembro 2001. p.
23.(adaptado)
Os aparelhos que têm o mesmo consumo de
energia são
(A) aspirador de pó e ventilador.
(B) ar-condicionado e TV 20 polegadas.
(C) computador e lava-louça.
(D) ferro de passar e geladeira.
86. Texto IV
Como nasceu o Rio Amazonas
A Lua apaixonou-se pelo Sol. E, apaixonada
como estava, queria se casar com ele. Mas, se o
casamento acontecesse, o Sol aqueceria tanto,
tanto, que queimaria todas as coisas existentes, o
mundo seria destruído e as lágrimas da Lua
inundariam a Terra.
Assim, eles não puderam se casar, e cada
um foi para um lado.
A Lua, muito triste, chorou um dia inteiro, e
suas lágrimas correram pela terra, buscando o
mar. Só que o mar não recebeu as lágrimas da
Lua, e elas tiveram de voltar. Mas não
conseguiram voltar para as montanhas donde
tinham descido.
Então elas desceram mais uma vez e foram
se unindo numa imensa correnteza d’água,
formando assim o caudaloso Rio Amazonas, todo
enfeitado de vitórias-régias.
PIAI, A & Paccini, M J.Viajando pelo folclore de Norte a Sul. São
Paulo: Editora Cortez, 2004.
O título do texto – Como nasceu o Rio Amazonas
– revela ao leitor que se trata de um texto que
aborda
(A) o amor entre a Lua e o Sol.
(B) a destruição do mundo pelo calor do Sol.
(C) as lágrimas e o choro da Lua.
(D) o surgimento do Rio Amazonas.
19
Blog:desafiosmate.blogspot.com
87. No trecho: “Mas não conseguiram voltar para
as montanhas “donde tinham descido.”, a
expressão em destaque significa
(A) do lugar de que tinham saído.
(B) da forma que decidiram correr.
(C) da tristeza que caracteriza a Lua.
(D) do tempo em que queriam voltar.
88. Texto V
Angélica, ao sair de uma loja, recebeu o seguinte
comprovante:
Este comprovante nos indica que Angélica saiu
da
(A) padaria.
(B) livraria.
(C) lavanderia.
(D) farmácia.
89. O comprovante nos indica que a loja trabalha
com os seguintes produtos:
(A) pães.
(B) livros.
(C) tecidos.
(D) remédios.
100. Texto VI
http://decoracao-festa.com/wp-
content/uploads/2009/12/invitacionminnimouse.jpg
Este texto é
(A) um classificado de venda de bonecas.
(B) uma receita de bolo de aniversário.
(C) uma carta para a amiga.
(D) um convite de aniversário.
20

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
Tonia Souza
 
Simulado 1 (3º ano l.p) - blog do prof. warles
Simulado 1 (3º ano    l.p)  - blog do prof. warlesSimulado 1 (3º ano    l.p)  - blog do prof. warles
Simulado 1 (3º ano l.p) - blog do prof. warles
Helena Lima
 
D13 (5º ano l.p.)
D13 (5º ano   l.p.)D13 (5º ano   l.p.)
D13 (5º ano l.p.)
Cidinha Paulo
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
D11 (5º ano l.p.)
D11 (5º ano   l.p.)D11 (5º ano   l.p.)
D11 (5º ano l.p.)
Cidinha Paulo
 
Simulado 10 (port. 5º ano)
Simulado 10 (port. 5º ano)Simulado 10 (port. 5º ano)
Simulado 10 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Mary Alvarenga
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANOAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOPDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
DANIELDESOUZA67
 
Língua portuguesa 5 ano
Língua portuguesa  5 anoLíngua portuguesa  5 ano
Língua portuguesa 5 ano
Silvânia Silveira
 
Saresp o pastor e o lobo
Saresp o pastor e o loboSaresp o pastor e o lobo
Saresp o pastor e o lobo
Roseli Aparecida Tavares
 
Simulado 9 (port. 5º ano)
Simulado 9 (port. 5º ano)Simulado 9 (port. 5º ano)
Simulado 9 (port. 5º ano)
Cidinha Paulo
 
D3 (5º ano l.p.)
D3 (5º ano   l.p.)D3 (5º ano   l.p.)
D3 (5º ano l.p.)
Cidinha Paulo
 
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
Simulado portugues   3º ano)-4 unidadeSimulado portugues   3º ano)-4 unidade
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
julliana brito
 
Simulado 24 (l. p 3º ano) - blog do prof. warles
Simulado 24 (l. p   3º ano) - blog do prof. warlesSimulado 24 (l. p   3º ano) - blog do prof. warles
Simulado 24 (l. p 3º ano) - blog do prof. warles
Roseli Aparecida Tavares
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Silvânia Silveira
 
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Prova do 2 ano
Prova do 2 anoProva do 2 ano

Mais procurados (20)

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANOAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE PORTUGUÊS SEGUNDO ANO
 
Simulado 1 (3º ano l.p) - blog do prof. warles
Simulado 1 (3º ano    l.p)  - blog do prof. warlesSimulado 1 (3º ano    l.p)  - blog do prof. warles
Simulado 1 (3º ano l.p) - blog do prof. warles
 
D13 (5º ano l.p.)
D13 (5º ano   l.p.)D13 (5º ano   l.p.)
D13 (5º ano l.p.)
 
Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)Simulado 7 (port. 5º ano)
Simulado 7 (port. 5º ano)
 
D11 (5º ano l.p.)
D11 (5º ano   l.p.)D11 (5º ano   l.p.)
D11 (5º ano l.p.)
 
Simulado 10 (port. 5º ano)
Simulado 10 (port. 5º ano)Simulado 10 (port. 5º ano)
Simulado 10 (port. 5º ano)
 
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º anoAtividade de  Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
Atividade de Língua Portuguesa - Revisão Prova Brasil - 5º ano
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - II CICLO - 4...
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANOAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 1º BIMESTRE - 5º ANO
 
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOPDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
PDF: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
 
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)Simulado 1 (port. 5º ano   blog do prof. warles)
Simulado 1 (port. 5º ano blog do prof. warles)
 
Língua portuguesa 5 ano
Língua portuguesa  5 anoLíngua portuguesa  5 ano
Língua portuguesa 5 ano
 
Saresp o pastor e o lobo
Saresp o pastor e o loboSaresp o pastor e o lobo
Saresp o pastor e o lobo
 
Simulado 9 (port. 5º ano)
Simulado 9 (port. 5º ano)Simulado 9 (port. 5º ano)
Simulado 9 (port. 5º ano)
 
D3 (5º ano l.p.)
D3 (5º ano   l.p.)D3 (5º ano   l.p.)
D3 (5º ano l.p.)
 
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
Simulado portugues   3º ano)-4 unidadeSimulado portugues   3º ano)-4 unidade
Simulado portugues 3º ano)-4 unidade
 
Simulado 24 (l. p 3º ano) - blog do prof. warles
Simulado 24 (l. p   3º ano) - blog do prof. warlesSimulado 24 (l. p   3º ano) - blog do prof. warles
Simulado 24 (l. p 3º ano) - blog do prof. warles
 
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º anoAtividades com descritores matematica PROEB 5º ano
Atividades com descritores matematica PROEB 5º ano
 
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO: II SIMULADO DE LÍNGUA PORTUGUESA 2015 - ...
 
Prova do 2 ano
Prova do 2 anoProva do 2 ano
Prova do 2 ano
 

Semelhante a Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo

atividade para casa 5 ano.pdf
atividade para casa 5 ano.pdfatividade para casa 5 ano.pdf
atividade para casa 5 ano.pdf
SirleneMazotti2
 
Provalp1bi5ano
Provalp1bi5anoProvalp1bi5ano
Provalp1bi5ano
Roseli Aparecida Tavares
 
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Simulado de língua portuguesa
Simulado de língua portuguesaSimulado de língua portuguesa
Simulado de língua portuguesa
Mara Sueli
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Prova brasil lp 5º ano
Prova brasil lp   5º anoProva brasil lp   5º ano
Prova brasil lp 5º ano
Atividades Diversas Cláudia
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Roseli Aparecida Tavares
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESAAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Simulados força tarefa
Simulados força tarefa Simulados força tarefa
Simulados força tarefa
Silvânia Silveira
 
4º ano aval. diag. port.
4º ano   aval. diag. port.4º ano   aval. diag. port.
4º ano aval. diag. port.
Cida Carvalho
 
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: 5º ano
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º anoINTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º ano
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016
CASA-FACEBOOK-INSTAGRAM
 
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdfAPOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
Nonata CEJA nonata
 
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃOAVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
Roseli Aparecida Tavares
 
Banco de questões do saresp 6 e 7 ano
Banco de questões do saresp   6 e 7 anoBanco de questões do saresp   6 e 7 ano
Banco de questões do saresp 6 e 7 ano
Elenir Duarte Dias
 
Questões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadasQuestões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadas
Atividades Diversas Cláudia
 
Questões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadasQuestões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadas
Atividades Diversas Cláudia
 
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
E. E. Luisa Vidal Borges Daniel
 

Semelhante a Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo (20)

atividade para casa 5 ano.pdf
atividade para casa 5 ano.pdfatividade para casa 5 ano.pdf
atividade para casa 5 ano.pdf
 
Provalp1bi5ano
Provalp1bi5anoProvalp1bi5ano
Provalp1bi5ano
 
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLOWORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
WORD: AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL 1 - I CICLO
 
Simulado de língua portuguesa
Simulado de língua portuguesaSimulado de língua portuguesa
Simulado de língua portuguesa
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA: 3º ANO DO I CICLO - ENSINO FUNDAMENTAL 1
 
Prova brasil lp 5º ano
Prova brasil lp   5º anoProva brasil lp   5º ano
Prova brasil lp 5º ano
 
Simulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabaritoSimulado Saresp com descritores e gabarito
Simulado Saresp com descritores e gabarito
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESAAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE LÍNGUA PORUGUESA
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
 
Simulados força tarefa
Simulados força tarefa Simulados força tarefa
Simulados força tarefa
 
4º ano aval. diag. port.
4º ano   aval. diag. port.4º ano   aval. diag. port.
4º ano aval. diag. port.
 
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: 5º ano
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º anoINTERPRETAÇÃO TEXTUAL:    5º ano
INTERPRETAÇÃO TEXTUAL: 5º ano
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA  PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 1º BIMESTRE
 
Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016Simulado de português 5ºano 2016
Simulado de português 5ºano 2016
 
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdfAPOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
APOSTILA DE TEXTOS E INTERPRETAÇÃO 4 E 5 ANOS CC (1).pdf
 
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃOAVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
AVALIAÇÃO 3º ANO - ALFABETIZAÇÃO
 
Banco de questões do saresp 6 e 7 ano
Banco de questões do saresp   6 e 7 anoBanco de questões do saresp   6 e 7 ano
Banco de questões do saresp 6 e 7 ano
 
Questões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadasQuestões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadas
 
Questões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadasQuestões portugues arrumadas
Questões portugues arrumadas
 
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
CONECTA LINGUA PORTUGUESA 12 - 9
 

Mais de Roseli Aparecida Tavares

Ortografia e aglutinação a cigarra e a formiga
Ortografia e aglutinação a cigarra e a formigaOrtografia e aglutinação a cigarra e a formiga
Ortografia e aglutinação a cigarra e a formiga
Roseli Aparecida Tavares
 
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICAOperações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
Roseli Aparecida Tavares
 
Sondagem diagnóstica Operações e problemas
Sondagem diagnóstica Operações  e problemasSondagem diagnóstica Operações  e problemas
Sondagem diagnóstica Operações e problemas
Roseli Aparecida Tavares
 
Molde quadro-para-scrapbook
Molde quadro-para-scrapbookMolde quadro-para-scrapbook
Molde quadro-para-scrapbook
Roseli Aparecida Tavares
 
Riscos de pinturas
Riscos de pinturasRiscos de pinturas
Riscos de pinturas
Roseli Aparecida Tavares
 
Moldes de navios
Moldes de naviosMoldes de navios
Moldes de navios
Roseli Aparecida Tavares
 
Podia ser pior
Podia ser piorPodia ser pior
Podia ser pior
Roseli Aparecida Tavares
 
As grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
As grandes navegações marítimas séculos xv e xviAs grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
As grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
Roseli Aparecida Tavares
 
Lembrancinha para os pais
Lembrancinha para os paisLembrancinha para os pais
Lembrancinha para os pais
Roseli Aparecida Tavares
 
Capa de avaliações
Capa de avaliaçõesCapa de avaliações
Capa de avaliações
Roseli Aparecida Tavares
 
Capa de avaliações
Capa de avaliaçõesCapa de avaliações
Capa de avaliações
Roseli Aparecida Tavares
 
Saresp e Prova Brasil
Saresp e Prova BrasilSaresp e Prova Brasil
Saresp e Prova Brasil
Roseli Aparecida Tavares
 
Cartaz de números
Cartaz de númerosCartaz de números
Cartaz de números
Roseli Aparecida Tavares
 
O vestido azul
O vestido azulO vestido azul
O vestido azul
Roseli Aparecida Tavares
 
78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias
Roseli Aparecida Tavares
 
Tirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQTirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQ
Roseli Aparecida Tavares
 
Lição de casa / operações
Lição de casa / operaçõesLição de casa / operações
Lição de casa / operações
Roseli Aparecida Tavares
 
Texto lacunado
Texto lacunadoTexto lacunado
Texto lacunado
Roseli Aparecida Tavares
 
Calculo mental
Calculo mentalCalculo mental
Calculo mental
Roseli Aparecida Tavares
 
Interpretação de tabela de preços/ cardápio
Interpretação de tabela de preços/ cardápioInterpretação de tabela de preços/ cardápio
Interpretação de tabela de preços/ cardápio
Roseli Aparecida Tavares
 

Mais de Roseli Aparecida Tavares (20)

Ortografia e aglutinação a cigarra e a formiga
Ortografia e aglutinação a cigarra e a formigaOrtografia e aglutinação a cigarra e a formiga
Ortografia e aglutinação a cigarra e a formiga
 
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICAOperações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
Operações _ SONDAGEM DIAGNÓSTICA
 
Sondagem diagnóstica Operações e problemas
Sondagem diagnóstica Operações  e problemasSondagem diagnóstica Operações  e problemas
Sondagem diagnóstica Operações e problemas
 
Molde quadro-para-scrapbook
Molde quadro-para-scrapbookMolde quadro-para-scrapbook
Molde quadro-para-scrapbook
 
Riscos de pinturas
Riscos de pinturasRiscos de pinturas
Riscos de pinturas
 
Moldes de navios
Moldes de naviosMoldes de navios
Moldes de navios
 
Podia ser pior
Podia ser piorPodia ser pior
Podia ser pior
 
As grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
As grandes navegações marítimas séculos xv e xviAs grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
As grandes navegações marítimas séculos xv e xvi
 
Lembrancinha para os pais
Lembrancinha para os paisLembrancinha para os pais
Lembrancinha para os pais
 
Capa de avaliações
Capa de avaliaçõesCapa de avaliações
Capa de avaliações
 
Capa de avaliações
Capa de avaliaçõesCapa de avaliações
Capa de avaliações
 
Saresp e Prova Brasil
Saresp e Prova BrasilSaresp e Prova Brasil
Saresp e Prova Brasil
 
Cartaz de números
Cartaz de númerosCartaz de números
Cartaz de números
 
O vestido azul
O vestido azulO vestido azul
O vestido azul
 
78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias78070553 avaliacao-de-ciencias
78070553 avaliacao-de-ciencias
 
Tirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQTirinhas - Interpretação de HQ
Tirinhas - Interpretação de HQ
 
Lição de casa / operações
Lição de casa / operaçõesLição de casa / operações
Lição de casa / operações
 
Texto lacunado
Texto lacunadoTexto lacunado
Texto lacunado
 
Calculo mental
Calculo mentalCalculo mental
Calculo mental
 
Interpretação de tabela de preços/ cardápio
Interpretação de tabela de preços/ cardápioInterpretação de tabela de preços/ cardápio
Interpretação de tabela de preços/ cardápio
 

Último

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 

Último (20)

Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 

Apostila 3 ano 100 questýýes de compreensýýo

  • 1. Blog:desafiosmate.blogspot.com Apostila 3º ano 100 Questões de Compreensão Leia a tirinha abaixo e, a seguir, responda às questões 1 e 2. Copryht©1999. Maurício de Sousa produções Ltda. Todos direitos reservados. 1. A língua para fora e o suor respingando no rosto das personagens demonstram que eles (A) estão cansados. (B) estão famintos. (C) estão com sono. (D) estão com sede. 2. O ponto de interrogação presente na fala de um dos porquinhos sugere (A) certeza (B) dúvida (C) admiração (D) ordem Leia o poema abaixo e, a seguir, responda ás questões 3 e 4. As Borboletas Brancas Azuis Amarelas E pretas Brincam Na luz As belas Borboletas Borboletas brancas São alegres e francas. Borboletas azuis Gostam muito de luz. As amarelinhas São tão bonitinhas! E as pretas, então... Oh, que escuridão! MORAES, Vinícios. As borbolelas. In: A arca de Noé. Livraria Olympio Editora: 1984: Rio de janeiro, p. 58 e 9. 14ª edição. 3. No texto, as borboletas brancas (A) são tão bonitinhas (B) são alegres e francas (C) gostam da escuridão (D) gostam muito de luz. 4. O texto fala sobre (A) borboletas. (B) alegria. (C) brincadeiras. (D) escuridão. Leia a tirinha abaixo e, a seguir, responda às questões 5, 6 e 7. Texto I Aves em perigo Ainda que sejam inúmeras, as aves da mata Atlântica também correm perigo. Sem as árvores, elas não podem sobreviver. Há mais de oitenta espécies de aves nativas dessa floresta em risco de extinção. Entre elas, estão o tucano- de-bico-vermelho, o beija-flor-de-orelha-azul e a jacutinga. Revista Recreio. São Paulo, Abril Texto II Aves sem abrigo “Muitas vidas correm perigo, Aves sem abrigo Tentam sobreviver na destruição, Ameaçadas de extinção.” Revista Recreio, São Paulo, Abri, 2000. 5. Sobre os dois textos acima, podemos afirmar que (A) somente o texto I fala sobre a extinção das aves. (B) somente o texto II fala sobre a extinção das aves. (C) os dois textos falam sobre a extinção das aves. (D) os dois textos falam sobre a vida das aves. 6. Na expressão “elas não podem sobreviver” (Texto 1), a palavra elas substitui (A) aves (B) árvores (C) florestas (D) matas 7. Os dois textos servem para 1
  • 2. Blog:desafiosmate.blogspot.com (A) dar informações sobre a vida das aves. (B) chamar a atenção para a extinção das aves. (C) provocar risos. (D) anunciar um produto. Leia o texto abaixo e, a seguir, para responder às questões 8, 9 e 10. Disponível em: http//fundacaofia.com.br 8. A forma de falar de Chico Bento é a mesma de (A) apresentadores de Jornal de televisão. (B) professores, na sala de aula. (C) falantes da zona rural (D) padres e pastores, em missas e cultos. 9. Chico Bento fez outra prova porque (A) tirou nota menor que Zé Lelé. (B) tirou nota igual a Zé Lelé. (C) tirou nota muito baixa. (D) colou de Zé Lelé. 10. Em qual das falas abaixo se percebe humor? (A) “Ara! Vô te de fazê outra prova...” (B) “Ara! Eu colei dele! Devia recebe a mesma nota!” (C) “Mas por que é absurdo?” (D) “Tirei nota menor que o Zé Lelé!” 11. Marque a alternativa em que aparece a letra que inicia o nome do desenho. (A) M, T, G (B) G, R, D (C) U, S, Q (D) P, F, X Leia o texto abaixo e responda aos itens 12, 13, 14. O pato Vinicius de Moraes / Toquinho / Paulo Soledade Lá vem o pato Pata aqui, pata acolá Lá vem o pato Para ver o que é que há O pato pateta Pintou o caneco Surrou a galinha Bateu no marreco Pulou do poleiro No pé do cavalo Levou um coice Criou um galo Comeu um pedaço De jenipapo Ficou engasgado Com dor no papo Caiu no poço Quebrou a tigela Tantas fez o moço Que foi pra panela MORAES, Vinicius de. A arca de Noé: Poemas infantis. São Paulo: Companhia das Letrinhas, 1991. 12. A palavra que tem a mesma sílaba final que marreco é (A) PAPO. (B) CAVALO. (C) PEDAÇO. (D) CANECO. 13. Quem foi pra panela? (A) O PATO. (B) O CAVALO. (C) O GALO. (D) O MARRECO. 14. O texto fala sobre (A) Um cavalo muito bravo. (B) Uma galinha chorona. (C) Um pato pateta. (D) Uma tigela quebrada. 2
  • 3. Blog:desafiosmate.blogspot.com Leia o texto e responda aos itens 15 e 16. 15.Quem bate no touro? (A) O buraco. (B) O cachimbo (C) O mundo. (D) A gente. 16. Organizando as palavras (buraco, o, fundo, é) você terá como resultado a frase (A) Fundo buraco é o. (B) Buraco é o fundo. (C) O buraco é fundo. (D) É buraco fundo o. 17. Marque a alternativa onde está escrito o nome do desenho (A) Cachorro. (B) Macaco. (C) Cachecol. (D) Menino. 18. Este texto serve para (A) Pedir um brinquedo. (B) Fazer um convite. (C) Vender uma roupa. (D) Ensinar a brincar. A RAPOSA E AS UVAS Uma raposa passou por baixo de uma parreira carregada de lindas uvas. Ficou logo com muita vontade de apanhar as uvas para comer. Deu muitos saltos, tentou subir na parreira, mas não conseguiu. Depois de muito tentar foi-se embora, dizendo: - Eu nem estou ligando para as uvas. Elas estão verdes mesmo. Disponível:Ruth Rocha. Fábulas de Esopo. São Paulo: FTD, 1992. 19. Leia novamente: “- Eu nem estou ligando para as uvas. Elas estão verdes mesmo.”. Nesse trecho que você acabou de ler, a palavra “elas” se refere (A) Raposa. (B) Parreira. (C) Lindas. (D) Uvas. 3
  • 4. Blog:desafiosmate.blogspot.com 20. Lerei agora uma palavra, quero que marquem a alternativa onde ela aparece corretamente escrita (jacaré). (A) Janela. (B) Jarra. (C) Jacaré. (D) Jambo. 21. Faça um “X” no quadradinho em que aparece o nome da figura que você está vendo. . 22. Marque um X no quadrinho onde está escrito o nome do animal abaixo: 23. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: Que bicho será? Na floresta, uma grande festa vai começar...Quer saber como será? A história vai lhe contar... [...] O tico-tico vai espalhar os convites , mas... atenção! É um baile de fantasias. Não entra quem não se fantasiar. Veio o sapo fantasiado de gato; O gato de pato; o pato de sapo. Tudo enfeitado! Tudo arrumado! Só falta a festa começar. Todos podem começar a dançar. Mais convidados acabam de chegar. Veio o bode de coelho; O coelho de jabuti; o jabuti de borboleta. [...] FRANÇA, Mary e FRANÇA Eliardo. Que Bicho será? São Paulo: Ática, 1991. O pato foi à festa na floresta fantasiado de 24. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: 4
  • 5. Blog:desafiosmate.blogspot.com 25. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: 26. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: Copyright © 2004 Mauricio de Sousa Produções Ltda. Todos os direitos reservados. O pedaço de pizza desapareceu porque 27. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: Aves em perigo Ainda que sejam inúmeras, as aves da mata Atlântica também correm perigo. Sem as árvores, elas não podem sobreviver. Há mais de oitenta espécies de aves nativas dessa floresta em risco de extinção. Entre elas, estão o tucano-de-bico-vermelho, a arara-azul-pequena, o beija-flor-de-orelha- azul e a jacutinga. Revista Recreio, São Paulo, Abril, 2000 Sem as árvores da Mata Atlântica as aves não podem sobreviver porque 28. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: A Ratinha Eu era uma ratinha que morava junto com minha família, numa casa de ratos construída no meio de um campo de trigo. Eu tinha o sonho de percorrer o mundo e a mania de meter o focinho pontudo em todo o lugar. Um dia, eu achei uma avelã! Era uma avelã enorme e bonita! Eu quis pegá-la, mas... A avelã foi rolando campo abaixo, passou por cima das folhas secas e sumiu ao pé de uma árvore enorme. Eu saí correndo atrás e enfiei o focinho num buraco entre as raízes da árvore. As aventuras da Ratinha. Conto Popular recontado por Claude Morand, traduzido e adaptado por Monica Stahel. São Paulo: Spicione, 1994, p.5-6 5
  • 6. Blog:desafiosmate.blogspot.com No trecho “...e a mania de meter o focinho pontudo em todo o lugar.”, a expressão sublinhada significa que a ratinha era 29. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: No Reino Perdido do Beleléu Dizem que todas as coisas perdidas vão para o Beleléu. Não sei onde fica esse lugar, mas que ele existe, existe. Já ouvi muita gente grande dizer sempre que perde alguma coisa e não acha mais: “Foi para o Beleléu”. Eu conheci um menino que foi para lá. Chamava-se Zé Léo e um dia sumiu de casa. Só o irmão dele, o Valdomiro, não estranhou o sumiço, pois tudo o que era do Zé Léo não sumia...Sumiam o lápis, os livros, os brinquedos. Ia tudo para o Beleléu. Só faltava mesmo o Zé Léo ir para lá. PENTEADO, M. H. No reino perdido do Beleléu. S. Paulo: Ática, 1983, p.4. No trecho “Ia tudo para o Beleléu. Só faltava mesmo o Zé Léo ir para lá.” a palavra lá está no lugar de 30. Leia o texto abaixo e, a seguir, responda: Disponível em HTTP://www.grupoa.com.br/blogA/Post/2012/04/23/O-que- aleitura-significa-para-você.aspx A imagem do coração, no centro do cartaz, está no lugar da palavra 31. (D11) Leia o texto abaixo e responda. A Ratinha Eu era uma ratinha que morava junto com minha família, numa casa de ratos construída no meio de um campo de trigo. Eu tinha o sonho de percorrer o mundo e a mania de meter o focinho pontudo em todo o lugar. Um dia, eu achei uma avelã! Era uma avelã enorme e bonita! Eu quis pegá-la, mas... A avelã foi rolando campo abaixo, passou por cima das folhas secas e sumiu ao pé de uma árvore enorme. Eu saí correndo atrás e enfiei o focinho num buraco entre as raízes da árvore. As aventuras da Ratinha. Conto Popular recontado por Claude Morand, traduzido e adaptado por Monica Stahel. São Paulo: Spicione, 1994, p.5-6 A frase do texto que apresenta a opinião da Ratinha sobre a avelã é: (A)“Um dia, eu achei uma avelã!” (B)“Era uma avelã enorme e bonita.” (C)“A avelã foi rolando campo abaixo...” (D)“A avelã... sumiu ao pé de uma árvore...” 32. (D12) Leia o texto abaixo e responda. Sapo-cururu Sapo-cururu 6
  • 7. Blog:desafiosmate.blogspot.com Da beira do rio, Quando o sapo canta, ó maninha Diz que está com frio. A mulher do sapo Deve estar lá dentro, Fazendo rendinha, ó maninha Pro seu casamento. Cantiga do folclore brasileiro. Disponível em: www.qdivertido.com.br/vercantiga.php?codigo. Acesso em 30/04/12 O verso da cantiga que dá ideia de lugar é (A) “Quando o sapo canta,...” (B) “Diz que está com frio.” (C) “Deve estar lá dentro,...” (D) “Pro seu casamento.” Leia o texto abaixo e responda as questões 3 e 4. Copyright©1999. Mauricio de Sousa Produções: Ltda. Todos os direitos reservados. 33. (D10) O jeito de falar dos personagens é própria de quem vive (A) na capital. (B) no interior. (C) na roça. (D) no exterior. 34. (D13) Essa historinha é engraçada porque (A) o menino gosta de ouvir histórias para dormir. (B) o menino dorme antes do fim das histórias. (C) o pai conta histórias para o filho dormir. (D) o pai deixou de contar histórias para o filho. 35. (D3) Leia o texto abaixo e responda. Bichos Conheci uma minhoca nascida em Piracicaba, que tem um sonho dourado: subir na vida e, um dia, ser um bicho de goiaba. CIÇA. Bichos. São Paulo: FTD, 1994. Fragmento Nesse texto, a expressão “subir na vida” significa (A) ficar mais alta. (B) mudar de forma. (C) melhorar de situação. (D) ter um sonho feliz. 36. (D7) Leia o texto abaixo e responda. Retetéu – o primo do sapo que foi à festa no céu Já estou cansado de ouvir a história do meu primo Julião e seu amigo Carlão que foram à festa no céu escondidos dentro do violão de um urubu, mas na volta, Julião caiu e se esborrachou em cima de uma pedra. Mesmo pedindo: - Arreda pedra, senão te racho, coopere. Mas pudera! Pedra não sai do lugar sozinha! Ah, esqueci de me apresentar: sou Retetéu. Eu também vou à festa esse ano, mas tive uma ideia: vou levar um paraquedas. BRUM, Else Sant’Anna. Retetéu, o primo do sapo que foi à festa no céu. Blumenau: EKO, 1997, p.3. (Adaptação) O narrador desse texto é (A) o primo. (B) Carlão. (C) Retetéu. (D) o urubu. 37. (D2) Leia o texto abaixo e responda. (...) Quando eu tiver um filho Não vou por nome nenhum. Quando ele for bem grande, Ele que procure um! Pedro Bandeira, Cavalgando o arco-íris. Editora Moderna,2002. No verso “ele que procure um”, a palavra destacada se refere a (A) filho. (B) nome. (C) número. (D) pai. 7
  • 8. Blog:desafiosmate.blogspot.com 38. (D5) Leia o texto abaixo e responda. Copyright©1999. Mauricio de Sousa Produções: Ltda. Todos os direitos reservados. No último quadrinho, o fato de a cobra sair do cesto significa que (A) ela gostou da música. (B) a mágica funcionou. (C) a música é ruim. (D) ela quis ser livre. 39. (D15) Leia os textos abaixo e responda. Texto 1 Disponível em http://www.google.com.br/imgres?q=extin% C3%A7%C3%A3o+da+arara+azul acesso Texto 2 Arara Azul A Arara azul está em extinção porque ela está sendo perseguida pelos caçadores que as vendem e são empalhadas por colecionadores. O Brasil abriga 1/5 de todas as espécies de papagaios, periquitos, araras, maritacas, jandaias e outros. A arara azul (Anodorhynchushyacinthinus) se destaca nesse cenário por ser o maior deles. Mas a espécie está ameaçada de extinção. A destruição do habitat onde ela se reproduz e a sua captura pelo comércio ilegal são os dois fatores que, combinados, a levaram ao risco de extinção. Disponível em http://www.nte-jgs.rct-sc.br/~rodolpho/201/azul.html Os dois textos falam da A) captura da arara azul. B) preservação da arara azul. C) beleza da arara azul. D) extinção da arara azul. 40. (D4) Leia o texto abaixo e responda. O pato perto da porta O pato perto da pia O pato longe da pata O pato pia que pia. O pato longe da porta O pato longe da pia O pato perto da pata É um pato que nem pia. In: Eloí Elisabet Bocheco. Poesia Infantil – O abraço mágico. Chapecó: Argos, 2002. P. 106. O pato perto da pata fica (A) calado. (B) cansado. (C) faminto. (D) sorridente. 41. Marque um X no quadrinho onde está escrito o nome de cada figura: 8
  • 9. Blog:desafiosmate.blogspot.com 42. Leia a parlenda. O galo cantou O grilo grilou Cachorro latiu O gato miou O pato grasnou A ovelha baliu E o leão... O leão rugiuO pinto piou A vaca mugiu O peru grugulhou O porco grunhiu O passarinho cantou A cigarra zuniu Papagaio falou E a girafa... A girafa não fala (MPB4) De acordo com o texto, a expressão “A girafa não fala” significa que: 43. Observe a imagem: O texto é uma propaganda de: Leia o texto abaixo e responda as questões de 04 a 06 em seguida. 44. Esse texto serve para: 9
  • 10. Blog:desafiosmate.blogspot.com 45. A judoca de Goiás Fernanda Araújo, conquistou a medalha de bronze no Campeonato Brasileiro de Judô sub-23 em que cidade? 46. O que significa a expressão sublinhada contida no texto “Campeonato Brasileiro de Judô Sub-23”? 47. Junte os quadrados de sílabas e descubra o nome de cada figura. Depois, escreva as palavras que você descobriu. 48. Reescreva as frases, substituindo as gravuras pelos respectivos nomes. 49. Ordene os quadrinhos abaixo e conte uma história bem legal. 50. Observe a tirinha e responda. O texto fala sobre: 51. Escreva no quadro os nomes que começam com P e com B. 10
  • 11. Blog:desafiosmate.blogspot.com 52. Leia o texto abaixo e responda Esse texto é sobre: 53. Observe a imagem: A expressão “Tem garoto novo no pedaço” significa: 54. Observe a imagem: Agora, marque a alternativa que relaciona as palavras que você circulou: 55. Leia o poema “História pra boi casar” e assinale a alternativa correta: Boi, boi, boi, boi da cara amarela que fugiu pra casar com a vaca, aquela que pulou a janela. E o casamento foi um acontecimento, com foto no jornal pra coluna social. Alessandra Roscoe. História pra boi casar. São Paulo: Petrópolis, 2010. No trecho: “Boi, boi, boi, boi da cara amarela que fugiu pra casar com a vaca, aquela que pulou a janela.” A palavra destacada refere-se 11
  • 12. Blog:desafiosmate.blogspot.com 56. Leia o poema “História pra boi casar” e assinale a alternativa correta: 57. Leia o poema “História pra boi casar” e assinale a alternativa correta: Agora, marque a alternativa que corresponde aos nomes dos desenhos: 58. Leia o texto abaixo e, em seguida, responda à questão. Querido diário, Hoje eu acordei cedo e pulei correndo da cama, porque eu e meus colegas vamos ter muitas atividades na escola. Na semana passada chegou um circo aqui na minha cidade. É um circo maravilhoso: têm animais, artistas muitos bons. Fiquei com vontade de assistir o espetáculo! Ontem os artistas passaram na minha escola e distribuíram ingressos. Foi aquela festa! Todo mundo quer conhecer as fantásticas atrações do circo Novo Mundo. Por isso, não tenho muito tempo para escrever. Vou correndo encontrar a turma. Beijos !!! Isabela. Isabela teve pressa de escrever em seu diário porque 12
  • 13. Blog:desafiosmate.blogspot.com 59. Observe o cartaz: O assunto da cartaz é: 60. Sobre qual assunto trata o texto abaixo? 61. Leia o texto e marque a opção correta: Uma pessoa sem asseio e que não adota hábitos de higiene acaba sendo ignorada, evitada e, por vezes, até perseguida por outros de seu grupo social. Quem não conhece o Cascão, personagem das estórias em quadrinhos criadas por Maurício de Sousa? Cascão é um menino muito sujo, que não gosta nem um pouco de água, não toma banho e nem lava suas mãos. Esse texto é um: a) Bilhete b) Carta c) Poesia d) Artigo 62. Ainda sobre o texto, podemos afirmar que ele nos transmite a seguinte ideia: (A) Uma pessoa asseada é sempre ignorada por seu grupo social. (B) O indivíduo com asseio fica mais vulnerável a contaminação de doenças. (C) Uma pessoa que não preza por sua higiene pode ser ignorada pela sociedade. (D) Cascão é um personagem fictício, cuja principal característica é seu gosto por banhos. Leia o texto abaixo e responda as questões 63 e 64: 63. O proprietário do negócio sabe que os clientes gostam de ser bem tratados e de pessoas que prezam por uma boa imagem pessoal. No texto, a palavra PREZAM, significa: a) Amistoso b) Cuidadoso c) Curioso d) Carinhoso 64. Marque a opção que contenha as preferências dos clientes citados no texto: a) Gostam de ser bem tratados e por pessoas que se cuidam. b) Preferem ser bem tratados por pessoas sem asseio. c) Prezam pelo bom atendimento e pelo menor preço. d) Gostam de preço, independente do atendimento e da imagem do atendende. 13
  • 14. Blog:desafiosmate.blogspot.com 65. Leia o fragmento abaixo e responda a pergunta: Em suas estórias, Cascão está constantemente evitando a proximidade com a água e acaba sendo vítima de perseguições e armadilhas arquitetadas por seus colegas, os quais procuram, incansavelmente, dar-lhe um banho. A expressão OS QUAIS é utilizada no texto para retomar qual termo? a) Estórias b) Cascão c) Armadilhas d) Colegas Vamos ler o texto para responder às perguntas 66, 67 e 68: Cascão é um menino muito sujo, que não gosta nem um pouco de água, não toma banho e nem lava suas mãos. Ele, inclusive, se quer é tratado por seu nome pelos seus colegas nas estórias em quadrinhos, é sempre chamado por seu apelido, devido à sua falta de higiene e asseio pessoal. 66. Como Cascão é tratado por seus colegas nas estórias em quadrinhos? a) Pelo seu nome b) Com respeito c) Pelo seu apelido d) Com cordialidade 67. Qual palavra foi substituída no texto pela palavra ELE? a) Menino b) Mãos c) Colegas d) Cascão 68. Cascão é sempre chamado em suas estórias por seu apelido porque: a) Não gosta de usar desodorante. b) Não lava suas mãos. c) Não tem higiene pessoal. d) Tem cascas em todo o seu corpo. Lavar as mãos com sabão, secá-las com papel descartável, cobrir a boca e o nariz com papel descartável são medidas simples de higienização, que cada pessoa pode fazer para evitar ou minimizar o contágio pelo vírus da gripe e contribuir com a saúde individual e coletiva. 69. Leia o texto acima e marque a opção correta. O texto fala sobre: a) A relação que há entre a gripe suína e a higiene. b) A redução dos casos de gripe suína no mundo. c) A importância da higiene coletiva. d) As formas de se prevenir da gripe. 70. O texto abaixo trata sobre: Atualmente vivemos em um contexto de pandemia do vírus Influenza A H1N1 (gripe suína), cuja proliferação está relacionada diretamente aos hábitos de higiene, ou à falta deles. a) A relação que há entre a gripe suína e a higiene. b) O aumento dos casos de gripe suína no mundo. c) A importância da higiene coletiva. d) As formas de se prevenir da gripe. 71. Leia o texto abaixo. A CUTIA A cutia é um bicho pequeno. Ela recolhe mais alimento do que consegue comer. O restante das castanhas ela enterra para comer mais tarde e acaba se esquecendo de onde as enterrou. Por causa disso as sementes acabam brotando e se tornam outras árvores. QUEIROZ, Luis Roberto. Animais brasileiros. São Paulo. A cutia enterra as castanhas para A) comê-las mais tarde. B) esquecer sua comida. C) plantar novas árvores. D) recolher mais alimento. 72. Leia o texto abaixo. 14
  • 15. Blog:desafiosmate.blogspot.com http://.monica.com.br/comics/tirinhas/5362 . Acesso em 08 jun. 2002 A menina fechou a boca do menino para ele não A) brincar. B) comer. C) gritar. D) sorrir. 73. Leia o texto abaixo. SOUZA, Maurício de. Bidu. Rio de Janeiro: Globo, nº 23,1999. p.162 O menino ficou chateado porque o cachorrinho A) estragou o jornal. B) não lhe deu o jornal. C) quis rasgar o jornal. D) amassou o jornal. 74. Leia o texto abaixo. O escorpião possui até doze olhos, mas isso não o impede de ter uma péssima visão! Ainda bem que não precisa muito dela por ser um animal noturno, que caça durante a noite e consegue sentir suas presas (aranhas, insetos), graças a pêlos muito sensíveis às vibrações. (Texto retirado da Enciclopédia Planeta Animal. Girassol Brasil edições ltda.) O assunto do texto é A) a extinção do escorpião. B) a visão do escorpião. C) o ferrão da aranha. D) o habitat dos insetos. 75. Leia o texto abaixo. CAPUTO, Ruth Rozendo. Ciranda Cultural. p. 122. Adaptado. Nesse texto, o ponto de exclamação foi usado para indicar A) alegria. B) dúvida. C) surpresa. D) susto. 76. Leia o texto abaixo. Esse texto é uma A) carta. B) história. C) notícia. D) piada. 77. Leia o texto abaixo. MORAES, Vinícius de. A Arca de Noé: poemas infantis. São Paulo: Cia das Letras, p.36. O elefante estava correndo porque A) espetou o pé no espinho e sentia dor. B) estava com medo de um passarinho. 15
  • 16. Blog:desafiosmate.blogspot.com C) estava procurando um bichinho perdido. D) ficou perdido e desconsolado. 78. Leia o texto abaixo. PAES, José Paulo. Olha o bicho. São Paulo: Ática, 1989. No verso “A cigarra é só cantiga”, cantiga é o mesmo que A) alegria. B) comida. C) fadiga. D) música. 79. Leia o texto abaixo. CAMARGO, Milton. A zebra, a girafa e outros bichos. São Paulo: Ática, 1982. O Canguru comprou um carrinho porque queria A) carregar os brinquedos do filho. B) dar de presente de aniversário ao seu filho. C) fazer uma longa viagem com seu filho. D) carregar seu filho sem se cansar. 80. Lendo texto abaixo, podemos concluir que: ... quem adota hábitos de higiene está trabalhando pela saúde individual e coletiva, evitando assim, transtornos e gastos com consultas a especialistas da área de Saúde e medicamentos. a) Quem cuida da higiene é menos saudável. b) Quem se previne e zela pela higiene evita gastos com médicos e remédios. c) Quem investe na higiene pessoal jamais terá que ir ao médico. d) A higiene não é tão importante para a manutenção da saúde das pessoas. 81. Leia o texto Potyra (As lágrimas eternas) A linda e meiga Potyra amava o jovem e valente chefe da tribo, o guerreiro Itajibá, o braço de pedra. Ambos encontravam-se, frequentemente, nas areias brancas do rio, onde permaneciam durante horas admirando a natureza e trocando juras de amor, enquanto aguardavam o casamento. Certo dia, veio a guerra. A tribo foi atacada por inimigos, partindo Itajibá para a luta. Ansiosa, Potyra esperava sua volta caminhando às margens do rio. Muito tempo depois, os guerreiros regressaram informando à jovem que o chefe guerreiro havia morrido. Inconsolável, Potyra voltava todos os dias à praia a chorar sua grande perda. Sensibilizado com sua dor, Tupã, o Deus do Bem, transformou suas lágrimas em diamantes. Desta maneira, as águas levavam as preciosas pedrinhas até a sepultura do guerreiro como prova do seu eterno amor. ANDRADE E SILVA, Walde-Mar de. Lendas e Mitos dos Índios Brasileiros. São Paulo: FTD, 1999 Potyra esperava a volta do guerreiro Itajibá (A) procurando diamantes. (B) admirando a natureza. (C) trocando juras de amor. (D) caminhando às margens do rio. 82. No trecho: “Inconsolável, Potyra voltava todos os dias à praia a chorar sua grande perda.”, a expressão em destaque significa chorar (A) o desencontro dos guerreiros. (B) as dificuldades da vida. (C) a morte de seu amor. (D) as tristezas da guerra. 83. Leia o texto A galinha dos ovos de ouro Um homem tinha uma galinha que punha ovos de ouro. Achando que por dentro ela era só ouro, matou-a, mas não encontrou nada de diferente das outras galinhas. Assim, em vez de descobrir o enorme tesouro que esperava, perdeu até o pequeno lucro que ela lhe dava. ESOPO, 550ª.C. Fábulas de Esopo.porto Alegre: L&PM,2009. 16
  • 17. Blog:desafiosmate.blogspot.com A fábula “A galinha dos ovos de ouro” ensina ao leitor que (A) não se deve ser curioso. (B) não se deve acreditar nas pessoas. (C) não se deve ferir os animais. (D) não se deve ser ambicioso. 84. Leia o texto http://peregrinacultural.files.wordpress.com/2009/05/desenhando- emilia-a-noite.jpg Na cena acima, a famosa personagem Emília está de bruços e desenhando. A expressão de seu rosto revela que ela (A) levou um susto. (B) reconheceu um amigo. (C) ficou cansada. (D) quis se levantar. 85. Leia o texto “Por que economizar água?” Hoje, todos lá em casa tentam economizar água. Antes, a gente desperdiçava esse líquido precioso – até que veio o racionamento. Costumávamos tomar banho demorado todos os dias, as torneiras ficavam sempre abertas enquanto a gente lavava a louça, ou quando escovava os dentes. Um dia, eu lavava a bicicleta no quintal, quando minha vizinha Clara se aproximou... Clara lembrou que não tinha chovido muito ultimamente. Agora, todo mundo deveria economizar água. Clara disse que, se continuasse o desperdício, a água acabaria... Trecho retirado do livro: GREEN, Jen. “Por que economizar água?” São Paulo,Editora Sipione, 2004 O texto que você leu fala sobre a necessidade de (A) economizar água todos os dias. (B) manter a bicicleta no quintal. (C) evitar banhos demorados. (D) lavar louças diariamente. 86. Leia o texto Para divulgar um “Programa de alegria e saúde” o cartaz apresenta que, para manter a saúde é preciso (A) usar enfeites em toda a casa. (B) cozinhar com água filtrada. (C) manter tudo sempre muito limpo e lavado. (D) consumir verduras frescas na refeição. 87. Leia o texto 17
  • 18. Blog:desafiosmate.blogspot.com Na cena acima, quando a personagem diz: “Hoje enfiei o pé na jaca!”, ela quer dizer que (A) comeu muita jaca. (B) adorou comer frutas (C) adorou comer escondido. (D) comeu muito. 88. Leia o texto Larga a tia, lagartixa! Lagartixa, larga a tia! Só no dia que sua tia Chamar lagartixa De lagartinha! (Cultura popular) A lagartixa só vai largar sua tia quando ela for chamada de (A) lagartinha. (B) lagartixa. (C) sua tia. (D) lavadeira. 89. Observe o texto abaixo O texto acima se refere a uma (A) receita de salada. (B) nota de compras. (C) lista de compras. (D) propaganda de supermercado. 90. Marque a alternativa em que os produtos listados no cupom aparecem em ordem alfabética. (A) cenoura, laranja, chuchu, quiabo, cebola (B) chuchu, cenoura, quiabo, laranja, cebola (C) chuchu, cenoura, laranja, quiabo, cebola (D) cebola, cenoura, chuchu, laranja, quiabo 91. Texto I Pão de mel Ingredientes: 3 xícaras (chá) de farinha de trigo 1 xícara (chá) de açúcar 1 xícara (chá) de mel 1 xícara (chá) de leite 1 colher (sopa) de margarina ou manteiga 1 colher (sobremesa) de bicarbonato 1 colher (sobremesa) de canela em pó 1 colher (sobremesa) de cravo–da–índia torrado Caldo de 1 limão grande Glacê: 1 xícara (chá) de açúcar 3 colheres de sopa de chocolate em pó 4 colheres de sopa de leite Modo de fazer: Peça ajuda a um adulto para 1 – acender o forno. 2 – bater todos os ingredientes até formar uma massa como a de bolo. 3 – untar e polvilhar uma forma ou assadeira. 4 – despejar a massa na forma e levar ao forno por aproximadamente 25 minutos. 5 – depois de assado, passar os pedaços no chocolate derretido. Fonte: Gouveia, Isabel et alii. Caderno de Reforço Escolar, 3 ano.SP: Escala Educacional, 2009. Esta receita serve para preparar um (A) pão de mel. (B) doce de chocolate. (C) mingau de aveia. (D) suco de limão. 82. A ordem alfabética correta para a lista de ingredientes da receita é: (A) leite, mel, açúcar, bicarbonato, farinha de trigo, cravo-da-índia, canela. (B) açúcar, bicarbonato, canela, cravo-da-índia, farinha de trigo, leite, mel. (C) açúcar, leite, bicarbonato, cravo-da-índia, canela, mel. 18
  • 19. Blog:desafiosmate.blogspot.com (D) bicarbonato, leite, mel, açúcar, cravo-da- índia, canela, farinha de trigo. 83. A parte da receita que indica se tratar de uma “tarefa” que a criança não deve realizar sozinha é (A) a lista de ingredientes. (B) o título do poema. (C) o modo de fazer. (D) os ingredientes do glacê. 84. TEXTO II (http://www.meninomaluquinho.com.br) A atitude do personagem Menino Maluquinho, no terceiro quadrinho, demonstra que ele: (A) prepara com carinho o quarto do primo. (B) cumpre o conselho da mãe. (C) vai receber o primo de braços abertos. (D) vai dar um susto no primo. 85. Texto III Racionamento de Energia Verifique o consumo de energia elétrica de alguns aparelhos elétricos, para economizar em sua casa. Revista, Ciência Hoje das Crianças.Setembro 2001. p. 23.(adaptado) Os aparelhos que têm o mesmo consumo de energia são (A) aspirador de pó e ventilador. (B) ar-condicionado e TV 20 polegadas. (C) computador e lava-louça. (D) ferro de passar e geladeira. 86. Texto IV Como nasceu o Rio Amazonas A Lua apaixonou-se pelo Sol. E, apaixonada como estava, queria se casar com ele. Mas, se o casamento acontecesse, o Sol aqueceria tanto, tanto, que queimaria todas as coisas existentes, o mundo seria destruído e as lágrimas da Lua inundariam a Terra. Assim, eles não puderam se casar, e cada um foi para um lado. A Lua, muito triste, chorou um dia inteiro, e suas lágrimas correram pela terra, buscando o mar. Só que o mar não recebeu as lágrimas da Lua, e elas tiveram de voltar. Mas não conseguiram voltar para as montanhas donde tinham descido. Então elas desceram mais uma vez e foram se unindo numa imensa correnteza d’água, formando assim o caudaloso Rio Amazonas, todo enfeitado de vitórias-régias. PIAI, A & Paccini, M J.Viajando pelo folclore de Norte a Sul. São Paulo: Editora Cortez, 2004. O título do texto – Como nasceu o Rio Amazonas – revela ao leitor que se trata de um texto que aborda (A) o amor entre a Lua e o Sol. (B) a destruição do mundo pelo calor do Sol. (C) as lágrimas e o choro da Lua. (D) o surgimento do Rio Amazonas. 19
  • 20. Blog:desafiosmate.blogspot.com 87. No trecho: “Mas não conseguiram voltar para as montanhas “donde tinham descido.”, a expressão em destaque significa (A) do lugar de que tinham saído. (B) da forma que decidiram correr. (C) da tristeza que caracteriza a Lua. (D) do tempo em que queriam voltar. 88. Texto V Angélica, ao sair de uma loja, recebeu o seguinte comprovante: Este comprovante nos indica que Angélica saiu da (A) padaria. (B) livraria. (C) lavanderia. (D) farmácia. 89. O comprovante nos indica que a loja trabalha com os seguintes produtos: (A) pães. (B) livros. (C) tecidos. (D) remédios. 100. Texto VI http://decoracao-festa.com/wp- content/uploads/2009/12/invitacionminnimouse.jpg Este texto é (A) um classificado de venda de bonecas. (B) uma receita de bolo de aniversário. (C) uma carta para a amiga. (D) um convite de aniversário. 20