SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
SUPERINTENDÊNCIA DE                 BIODIVERSIDADE,         FLORESTAS         E   UNIDADES      DE
CONSERVAÇÃO – SFC




PRONAF FLORESTAL:

Reuniões de planejamento das atividades para o ano de 2007 com o Banco do Brasil, Ceplac, prefeitura
municipal de Ubaíra e associações de produtores rurais;
No município de Ubaíra foram identificados 35 novos produtores que participarão do programa. Foi
levantada documentação dos referidos produtores para a elaboração dos projetos de credito;
No primeiro trimestre de 2007 foram atendidos 35 produtores rurais, e no ano de 2006 o beneficio foi
concedido a 45 produtores rurais;
Contato com os secretários de agricultura de Wenceslau Guimarães e Jequié para planejamento de
atividade para 2007;
Vistoria e acompanhamento em 19 projetos contratados no ano de 2006 em Ubaíra.

ENTRAVES:

Equipe técnica reduzida para atender a demanda;
Carência de veículo 4x4 para o desenvolvimento das atividades de extensão florestal.




REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO CONDURU

No primeiro trimestre de 2007 foi investido o total de R$ 134.812,00 em uma área de 33 hectares
beneficiando 9 famílias, vale salientar que durante o ano de 2006 foram gastos R$ 606.850 tendo
impacto em apenas 6 famílias.

   ENTRAVES:

Falta de pessoal técnico qualificado;
Logística inadequada




Realização de vistoria em 100 processos agroflorestais:

Plano de manejo
Reserva Legal
Implantação de floresta de produção
Supressão de vegetação
Reconhecimento de crédito de reposição




Aprovação de localização de Reserva Legal em mais de 50 processos, sendo 20 em área de reforma
agrária.

   ENTRAVES:

Pessoal reduzido para o volume de processos, 2500 processos para 20 técnicos;
Frota deficiente tanto quantitativamente quanto qualitativamente;
Inexistência de programa de gestão de processo.

SUPERINDETÊNCIA DE POLÍTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL –
SDS

META: Regulamentação das legislações ambiental, florestas, biodiversidade e de recursos
hídricos

Fator Restritivo - Dificuldade para a liberação dos recursos financeiros para realizar a campanha
publicitária de divulgação do processo de discussão das leis.

Revisão da Lei de Política de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade do Estado da Bahia (Lei
nº 10.431, de 20/12/2006) - Em andamento.
Realização de reuniões semanais iniciadas em 25/01/2007 para discussão da metodologia de trabalho
para ampliar as discussões sobre o conteúdo das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de 20/12/2006 – Em
andamento.
Lançamento de edital convocando a população para contribuir com a revisão das Leis nº 10.431 e nº
10.432, de 20/12/2006, com prazo de encerramento em 15/05/2007 – Em andamento.
Revisão da Lei de Política Estadual de Recursos Hídricos e que cria o Sistema Estadual de
Gerenciamento de Recursos Hídricos (Lei nº 10.432, de 20/12/2007 – Em andamento.
Elaborada Portaria conjunta entre a SEMARH e a PGE designando servidores para compor o Grupo de
Trabalho – GT que irá sistematizar as propostas de revisão e aperfeiçoamento das Leis nº 10.431 e nº
10.432, de 20/12/2006, encaminhadas pela população – Em andamento.
Elaboração de Decreto Regulamentador da Lei nº 10.431, de 20/12/2006, definindo a composição do
CEPRAM, tendo em vista a entrada em vigor da referida Lei em 20/03/2007 e as suas conseqüências –
Em andamento.
Programada a realização de audiências públicas para discussão das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de
20/12/2006, nos municípios de Salvador, Seabra, Juazeiro, Barreiras, Itabuna, Eunápolis e Vitória da
Conquista – Em andamento.
Articulação da SEMARH com a SEPLAN e a SEDIR para apresentar a situação atual dos estudos de
ZEE e redefinição do modelo institucional no qual tem funcionado a partir da edição do Decreto nº
9.091, de 04 de maio de 2004 – Em andamento.

   META: Zoneamento Ecológico-Econômico.

   Fator Restritivo: Dificuldade de agenda de todas as autoridades envolvidas para implementação
   das ações do ZEE.

Elaboração de Decreto para publicação que redefine as secretarias que participarão do processo de
construção do ZEE no estado, constituindo-se, assim, em um foro do Poder Executivo para a integração
de políticas públicas que tenham rebatimento na área ambiental – Em andamento.
Articulação com as secretarias que irão compor o “Comitê Especial para a definição de estratégias e
implementação do Zoneamento Ecológico -Econômico do Estado da Bahia”, para que sejam definidas
as ações de integração das secretarias para o Oeste, Litoral Norte e Extremo Sul do Estado (áreas que
contam com estudos detalhados que possibilitam a tomada de decisão), bem como estabelecimento das
áreas prioritárias do novo governo – Em andamento.

CENTRO DE RECURSOS AMBIENTAIS - CRA

ATIVIDADES – 2007

• Continuidade do processo de elaboração de proposta para Projeto de Lei de ICMS-Ecológico;

• Concluídos 215 processos de licenciamento ambiental;

• 5 Normas Técnicas em elaboração (Avaliação de Impacto Ambiental, Licenciamento Ambiental de
Empreendimentos Rodoviários e Vias de Acesso, Licenciamento Ambiental de Atividades de extração,
pesquisa com guia de utilização, beneficiamento de minerais com potencial de impacto no meio
ambiente, Licenciamento Ambiental de Hospitais e Clínicas, Controle Ambiental de sistemas de
abastecimento de Água) ;
• Concluídos 108 processos de atendimento a denúncias de irregularidades ambientais e aplicadas 148
penalidades,

• Realizadas 695 análises laboratoriais para avaliação da balneabilidade das praias da RMS;

• Realizados 2 cursos de extensão e treinamentos (Gestão Ambiental Social e Manuseio de Processos);

• Continuidade de 2 mestrados iniciados em 2006 (Mestrado de Produção Mais Limpa e Mestrado em
Desenvolvimento Sustentável);

• Realizada a 1ª palestra do Programa Quintas-Feiras Ambientais (Tema: Agenda Desenvolvimentista
em Meio Ambiente; Palestrante: Eduardo Athayde – Diretor do World Wacht Institute - WWI no
Brasil;

• Continuidade de execução do Projeto Nascentes do Paraguaçu;

• Início do Projeto Fortalecimento de Feiras Agroecológicas no Estado da Bahia;

• Continuidade de pesquisas sobre bioma Cerrado, em parceria com a UNEB (Base Cerrado);

• Participação do CRA como membro de 21 colegiados (Conselhos Gestores de Unidades de
Conservação, Comitês de Reserva de Biosfera, Comissão Tripartite);

• Lançamento da versão 2 do Sistema de Gestão Ambiental com base em Informações
Georreferenciadas – GeoBahia, em parceria com o Ministério Público da Bahia;

• A partir de 8 de março vem sendo realizada operação de emergência para apuração das causas do
desastre ecológico que causou a mortandade de peixes na Baía de Todos os Santos (BTS);

• Criação do GT especial para o licenciamento do Parque Tecnológico (TECNOVIA), objetivando
assegurar o uso de recursos disponíveis no Ministério de Ciência e Tecnologia;

• Coordenação do GT Especial sobre Resíduos Sólidos, na perspectiva da elaboração de uma Política
Estadual de Resíduos Sólidos;

• Participação no processo de discussão entre instituições envolvidas no gerenciamento costeiro, na
perspectiva de implantação do Projeto Orla nos Municípios Litorâneos do Estado da Bahia;

• Planejamento de mutirões para licenciamento itinerante de empreendimentos no interior do Estado da
Bahia;

• Planejamento dos cursos no âmbito do PNC (Programa Nacional de Capacitação de Gestores
Ambientais, com foco nos Municípios).

ENTRAVES

• Carência de pessoal;
• Atraso no repasse das cotas previstas no orçamento.

• Quanto ao questionado sobre o IDH Ambiental, informamos que foi iniciada discussão técnica sobre
sua adoção na avaliação do desenvolvimento do Estado da Bahia e seus principais entraves se referem a
identificação dos indicadores, o que requer recursos para realizar estudos especializados.

COMPANHIA DE ENGENHARIA RURAL DA BAHIA – CERB

Informamos que só foi possível, praticamente, dar seqüência às ações que já estavam em andamento ao
final de 2006, devido a ausência de repasses orçamentários e financeiros que nos possibilitassem dar
início a novas ações.

Serviços                                                                        Total
                                                                                Total

                                                                   Concluídos       Andamento

Ampliação de Sistema Abastecimento de Água                               4                4

Amp/Recuperação de Sistema Abastecimento de Água                          -               3

Construção de Sistema Convencional de Abast. de Água                      -               57

Construção de Sistema Simplificado de Abast. de Água                     27               70

Construção de Sistema de Esgotamento Sanitário                            -               7

Implantação de Chafariz eletrônico                                       8                4

Implantação de Dessalinizadores                                          8                4

Instalação de equipamentos de bombeio                                    10                -

Instalação de equipamentos fotovoltáicos                                 3                 -

Manutenção de Sistema de Abastecimento de Água                           16                -

Construção de melhorias Sanitárias Domiciliáres                           -               7

Perfuração de poços Tubulares                                            4                 -

Projetos de Sistema Convencional de Abast. de Água                        -               7

Projeto de Sistema de Esgotamento Sanitário                               -               2

Recuperação poços Tubulares                                              1                 -

Recuperação de Sistema Abastecimento de Água                             4                13

Recuperação de Dessalinizador                                            2                 -
Recuperação de Sistema de Esgotamento Sanitário                           3                 2
SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HÍDRICOS -SRH

• Ampliação da gestão participativa com o lançamento de edital para criação de mais 09 (nove) comitês
de bacia, que somados aos 06 (seis) já existentes, completam o panorama estadual;

• Ampliação dos instrumentos de gestão com aprimoramento da outorga, instituição do poder de
polícia, regulamentação do Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CONERH, tendo a SRH como
Secretaria Executiva, regulamentação do Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FERHBA, inicio
efetivo da cobrança pelo uso da água em bacias piloto;

• Adoção das Regiões de Planejamento e Gestão das Águas – RPGAs conforme concebido no Plano
Estadual de Recursos Hídricos – PERH;

• Revisão do regimento do SRH, ampliando, entre outras ações, a atuação das casas de Recursos
Naturais (representações regionais da SRH);

• Negociações para inclusão da construção da sede da SRH/SEMARH no PGRH II;

• Início dos estudos para diagnóstico e determinação de formas sustentáveis de exploração dos
aqüíferos, com desenvolvimento de alternativas de engenharia.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A origem das aguas
A origem das aguasA origem das aguas
A origem das aguas
Pessoal
 
Plano de monitoramento da qualidade da água satélite íris i
Plano de monitoramento da qualidade da água   satélite íris iPlano de monitoramento da qualidade da água   satélite íris i
Plano de monitoramento da qualidade da água satélite íris i
Laura Magalhães
 
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia reunião 19-11-2015
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia   reunião 19-11-2015Apresentação dr. rodrigo sanches garcia   reunião 19-11-2015
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia reunião 19-11-2015
Resgate Cambuí
 

Mais procurados (20)

Uberaba em Dados - 2/7 - Infraestrutura
Uberaba em Dados - 2/7 - InfraestruturaUberaba em Dados - 2/7 - Infraestrutura
Uberaba em Dados - 2/7 - Infraestrutura
 
AGB Peixe Vivo contratos demanda espontanea
AGB Peixe Vivo contratos demanda espontaneaAGB Peixe Vivo contratos demanda espontanea
AGB Peixe Vivo contratos demanda espontanea
 
Apresentacao IGAM
Apresentacao IGAMApresentacao IGAM
Apresentacao IGAM
 
A origem das aguas
A origem das aguasA origem das aguas
A origem das aguas
 
Ppa momentos
Ppa momentosPpa momentos
Ppa momentos
 
Sisema cobranca pelo uso dos recursos hidricos
Sisema  cobranca pelo uso dos recursos hidricosSisema  cobranca pelo uso dos recursos hidricos
Sisema cobranca pelo uso dos recursos hidricos
 
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
 
Apresentacao 99 plenaria - ctpc
Apresentacao   99 plenaria - ctpcApresentacao   99 plenaria - ctpc
Apresentacao 99 plenaria - ctpc
 
Apresentacao 99 plenaria - projetos ctpc
Apresentacao  99 plenaria - projetos ctpcApresentacao  99 plenaria - projetos ctpc
Apresentacao 99 plenaria - projetos ctpc
 
Plano de monitoramento da qualidade da água satélite íris i
Plano de monitoramento da qualidade da água   satélite íris iPlano de monitoramento da qualidade da água   satélite íris i
Plano de monitoramento da qualidade da água satélite íris i
 
Oficio Arrudas e Onça
Oficio Arrudas e OnçaOficio Arrudas e Onça
Oficio Arrudas e Onça
 
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientaisDiretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
 
Ppa conceitos
Ppa conceitosPpa conceitos
Ppa conceitos
 
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia reunião 19-11-2015
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia   reunião 19-11-2015Apresentação dr. rodrigo sanches garcia   reunião 19-11-2015
Apresentação dr. rodrigo sanches garcia reunião 19-11-2015
 
Apresentação do Programa Nascentes do Governo do Estado de SP - Palestra no C...
Apresentação do Programa Nascentes do Governo do Estado de SP - Palestra no C...Apresentação do Programa Nascentes do Governo do Estado de SP - Palestra no C...
Apresentação do Programa Nascentes do Governo do Estado de SP - Palestra no C...
 
Leia o relatório do TCU sobre as obras da Transposição do São Francisco
Leia o relatório do TCU sobre as obras da Transposição do São FranciscoLeia o relatório do TCU sobre as obras da Transposição do São Francisco
Leia o relatório do TCU sobre as obras da Transposição do São Francisco
 
Oficio - Programa Nacional Conversao de Multas - Ibama
Oficio - Programa Nacional Conversao de Multas - IbamaOficio - Programa Nacional Conversao de Multas - Ibama
Oficio - Programa Nacional Conversao de Multas - Ibama
 
Palestra Prof. Everardo Mantovani
Palestra Prof. Everardo MantovaniPalestra Prof. Everardo Mantovani
Palestra Prof. Everardo Mantovani
 
Subcomite ribeirão onça
Subcomite ribeirão onça Subcomite ribeirão onça
Subcomite ribeirão onça
 
Palestra Sr. Eduardo Topazio - INEMA
Palestra Sr. Eduardo Topazio - INEMAPalestra Sr. Eduardo Topazio - INEMA
Palestra Sr. Eduardo Topazio - INEMA
 

Destaque

Ativ 4 joanadarc
Ativ 4 joanadarcAtiv 4 joanadarc
Ativ 4 joanadarc
jodarc
 
Write in english
Write in englishWrite in english
Write in english
yuvymaga
 
El pla d'escoles bressol municipals
El pla d'escoles bressol municipalsEl pla d'escoles bressol municipals
El pla d'escoles bressol municipals
afernandezmari
 
Sistemas de Recomendação e Evolução de Software
Sistemas de Recomendação e Evolução de SoftwareSistemas de Recomendação e Evolução de Software
Sistemas de Recomendação e Evolução de Software
Leandro Ferreira
 
Photo Album
Photo  AlbumPhoto  Album
Photo Album
hanusi
 
Oihanaren liburua
Oihanaren liburuaOihanaren liburua
Oihanaren liburua
i_etxenike
 
Mercat de la boqueria
Mercat de la boqueriaMercat de la boqueria
Mercat de la boqueria
julian_17j
 
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
pere_vic
 
Haur hezkuntzako programa ezberdinak
Haur hezkuntzako programa ezberdinakHaur hezkuntzako programa ezberdinak
Haur hezkuntzako programa ezberdinak
ainarababarro
 
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia DiazPolo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
Sharlene
 
Ituren eta zubietako
Ituren eta zubietakoIturen eta zubietako
Ituren eta zubietako
oihanzabal1
 

Destaque (20)

Régimen de PI en Costa Rica -El balance necesario-
Régimen de PI en Costa Rica -El balance necesario-Régimen de PI en Costa Rica -El balance necesario-
Régimen de PI en Costa Rica -El balance necesario-
 
Ryan hreljac - O Menino que saciou a sede de 500.000 africanos
Ryan hreljac - O Menino que saciou a sede de 500.000 africanosRyan hreljac - O Menino que saciou a sede de 500.000 africanos
Ryan hreljac - O Menino que saciou a sede de 500.000 africanos
 
Adelgazar para siempre
Adelgazar para siempreAdelgazar para siempre
Adelgazar para siempre
 
Midia kit final
Midia kit finalMidia kit final
Midia kit final
 
Ativ 4 joanadarc
Ativ 4 joanadarcAtiv 4 joanadarc
Ativ 4 joanadarc
 
Trabajo de mkt
Trabajo de mktTrabajo de mkt
Trabajo de mkt
 
Write in english
Write in englishWrite in english
Write in english
 
El pla d'escoles bressol municipals
El pla d'escoles bressol municipalsEl pla d'escoles bressol municipals
El pla d'escoles bressol municipals
 
Sistemas de Recomendação e Evolução de Software
Sistemas de Recomendação e Evolução de SoftwareSistemas de Recomendação e Evolução de Software
Sistemas de Recomendação e Evolução de Software
 
Photo Album
Photo  AlbumPhoto  Album
Photo Album
 
Oihanaren liburua
Oihanaren liburuaOihanaren liburua
Oihanaren liburua
 
Mercat de la boqueria
Mercat de la boqueriaMercat de la boqueria
Mercat de la boqueria
 
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
Exercicis writer 1r d'eso (2010 2011)
 
Excursió al safari
Excursió al safariExcursió al safari
Excursió al safari
 
Haur hezkuntzako programa ezberdinak
Haur hezkuntzako programa ezberdinakHaur hezkuntzako programa ezberdinak
Haur hezkuntzako programa ezberdinak
 
Antònia font
Antònia fontAntònia font
Antònia font
 
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia DiazPolo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
Polo Turistico BANI, Ileana Polanco y Amalia Diaz
 
Notas 1002
Notas 1002Notas 1002
Notas 1002
 
[C1] 利用iSchoolBag作戶外流動無縫學習
[C1] 利用iSchoolBag作戶外流動無縫學習 [C1] 利用iSchoolBag作戶外流動無縫學習
[C1] 利用iSchoolBag作戶外流動無縫學習
 
Ituren eta zubietako
Ituren eta zubietakoIturen eta zubietako
Ituren eta zubietako
 

Semelhante a açoes prioritarias - seplan 30.03

Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e PacuíApresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
cbhjequitaiepacui
 
Apresentacao modulo 5
Apresentacao   modulo 5Apresentacao   modulo 5
Apresentacao modulo 5
Neil Azevedo
 
Amparo memorial descritivo e justificativo
Amparo memorial descritivo e justificativoAmparo memorial descritivo e justificativo
Amparo memorial descritivo e justificativo
Rogerio Catanese
 

Semelhante a açoes prioritarias - seplan 30.03 (16)

Inventario ambiental do acude curral velho
Inventario ambiental do acude curral velhoInventario ambiental do acude curral velho
Inventario ambiental do acude curral velho
 
Ppt peixe vivo
Ppt peixe vivoPpt peixe vivo
Ppt peixe vivo
 
Seminário Saneamento Básico, Saúde e Meio Ambiente - Plano Municipal de Sanea...
Seminário Saneamento Básico, Saúde e Meio Ambiente - Plano Municipal de Sanea...Seminário Saneamento Básico, Saúde e Meio Ambiente - Plano Municipal de Sanea...
Seminário Saneamento Básico, Saúde e Meio Ambiente - Plano Municipal de Sanea...
 
Processo de Gestão Recursos Hídricos CBH-Doce
Processo de Gestão Recursos Hídricos CBH-DoceProcesso de Gestão Recursos Hídricos CBH-Doce
Processo de Gestão Recursos Hídricos CBH-Doce
 
Programa Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - CopasaPrograma Pró-Mananciais - Copasa
Programa Pró-Mananciais - Copasa
 
Conjuntura das bacias hidrográficas do Paranaíba, Paraíba do Sul e Grande - M...
Conjuntura das bacias hidrográficas do Paranaíba, Paraíba do Sul e Grande - M...Conjuntura das bacias hidrográficas do Paranaíba, Paraíba do Sul e Grande - M...
Conjuntura das bacias hidrográficas do Paranaíba, Paraíba do Sul e Grande - M...
 
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e PacuíApresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
Apresentação - CBH Jequitaí e Pacuí
 
Plenaria cbh velhas - 26 de abril de 2016
Plenaria cbh velhas - 26 de abril de 2016Plenaria cbh velhas - 26 de abril de 2016
Plenaria cbh velhas - 26 de abril de 2016
 
Módulo 3_Gerenciamento Integrado.pdf
Módulo 3_Gerenciamento Integrado.pdfMódulo 3_Gerenciamento Integrado.pdf
Módulo 3_Gerenciamento Integrado.pdf
 
Apresentacao modulo 5
Apresentacao   modulo 5Apresentacao   modulo 5
Apresentacao modulo 5
 
Aula 5 - Márcia Nascimento
Aula 5 - Márcia NascimentoAula 5 - Márcia Nascimento
Aula 5 - Márcia Nascimento
 
Saneamento Integrado
Saneamento IntegradoSaneamento Integrado
Saneamento Integrado
 
Apresentacao forum 2018
Apresentacao forum 2018Apresentacao forum 2018
Apresentacao forum 2018
 
Parque linear Vilas de Taubaté - Cohab Campinas
Parque linear Vilas de Taubaté - Cohab CampinasParque linear Vilas de Taubaté - Cohab Campinas
Parque linear Vilas de Taubaté - Cohab Campinas
 
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
PES COURSE - RECIFE (Implementing PES programs – Case Study PES Water, Brazil...
 
Amparo memorial descritivo e justificativo
Amparo memorial descritivo e justificativoAmparo memorial descritivo e justificativo
Amparo memorial descritivo e justificativo
 

Mais de Romeu Temporal

ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da BahiaZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
Romeu Temporal
 
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJOPonte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
Romeu Temporal
 

Mais de Romeu Temporal (20)

BAHIA INFRAESTRUTURAS PAC II
BAHIA INFRAESTRUTURAS PAC II BAHIA INFRAESTRUTURAS PAC II
BAHIA INFRAESTRUTURAS PAC II
 
Bahia Investments Opportunities 2017 japan 24102016 light
Bahia Investments Opportunities 2017 japan 24102016 lightBahia Investments Opportunities 2017 japan 24102016 light
Bahia Investments Opportunities 2017 japan 24102016 light
 
Panorama economico nacional gabgov (2)
Panorama economico nacional gabgov (2)Panorama economico nacional gabgov (2)
Panorama economico nacional gabgov (2)
 
Perspectivas dos Investimentos Públicos na Bahia 2015
Perspectivas dos Investimentos Públicos na Bahia 2015Perspectivas dos Investimentos Públicos na Bahia 2015
Perspectivas dos Investimentos Públicos na Bahia 2015
 
MUSEU URBANO DE SALVADOR
MUSEU URBANO DE SALVADORMUSEU URBANO DE SALVADOR
MUSEU URBANO DE SALVADOR
 
Romeu Temporal, Bahia State Govern, Special Advisor at SEPLAN, Resume
Romeu Temporal, Bahia State Govern, Special Advisor at SEPLAN, ResumeRomeu Temporal, Bahia State Govern, Special Advisor at SEPLAN, Resume
Romeu Temporal, Bahia State Govern, Special Advisor at SEPLAN, Resume
 
Bahia: como pode a infraestrutura aumentar a competitividade industrial?
Bahia: como pode a infraestrutura aumentar a competitividade industrial? Bahia: como pode a infraestrutura aumentar a competitividade industrial?
Bahia: como pode a infraestrutura aumentar a competitividade industrial?
 
Questões estratégicas para a Bahia
Questões estratégicas para a BahiaQuestões estratégicas para a Bahia
Questões estratégicas para a Bahia
 
CENTRO ANTIGO SALVADOR - Políticas Públicas
CENTRO ANTIGO SALVADOR - Políticas PúblicasCENTRO ANTIGO SALVADOR - Políticas Públicas
CENTRO ANTIGO SALVADOR - Políticas Públicas
 
Bahia Infraestrutura Existente e Projetada
Bahia Infraestrutura Existente e ProjetadaBahia Infraestrutura Existente e Projetada
Bahia Infraestrutura Existente e Projetada
 
Refinaria Pasadena - Gabrielli desmascara o factóide da Veja
Refinaria Pasadena - Gabrielli desmascara o factóide da VejaRefinaria Pasadena - Gabrielli desmascara o factóide da Veja
Refinaria Pasadena - Gabrielli desmascara o factóide da Veja
 
Novo traçado fiol
Novo traçado fiolNovo traçado fiol
Novo traçado fiol
 
Ponte Itaparica e o Sistema Viário
Ponte Itaparica e o Sistema ViárioPonte Itaparica e o Sistema Viário
Ponte Itaparica e o Sistema Viário
 
Piemonte da Diamantina - Diálogos Territoriais
Piemonte da Diamantina - Diálogos TerritoriaisPiemonte da Diamantina - Diálogos Territoriais
Piemonte da Diamantina - Diálogos Territoriais
 
Petrobras - De Lobato ao Presal
Petrobras - De Lobato ao PresalPetrobras - De Lobato ao Presal
Petrobras - De Lobato ao Presal
 
ZEEC Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro da Bahia
ZEEC Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro da BahiaZEEC Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro da Bahia
ZEEC Zoneamento Ecológico Econômico Costeiro da Bahia
 
Diretrizes para o desenvolvimento da Bahia
Diretrizes para o desenvolvimento da BahiaDiretrizes para o desenvolvimento da Bahia
Diretrizes para o desenvolvimento da Bahia
 
ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da BahiaZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
ZEE Zoneamento Ecológico Econômico da Bahia
 
Planejamento territorial do estado da bahia 0205
Planejamento territorial do estado da bahia  0205Planejamento territorial do estado da bahia  0205
Planejamento territorial do estado da bahia 0205
 
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJOPonte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
Ponte Itaparica EIA-RIMA_MANEJO
 

Último

ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
azulassessoria9
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
andreaLisboa7
 

Último (20)

662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHASMARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
MARCHA HUMANA. UM ESTUDO SOBRE AS MARCHAS
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persaConteúdo sobre a formação e expansão persa
Conteúdo sobre a formação e expansão persa
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
08-05 - Atividade de língua Portuguesa.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
ATIVIDADE 2 - GQ - COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL E NEGOCIAÇÃO - 52_2024
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdfHistoria-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
Historia-em-cartaz-Lucas-o-menino-que-aprendeu-a-comer-saudavel- (1).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 

açoes prioritarias - seplan 30.03

  • 1. SUPERINTENDÊNCIA DE BIODIVERSIDADE, FLORESTAS E UNIDADES DE CONSERVAÇÃO – SFC PRONAF FLORESTAL: Reuniões de planejamento das atividades para o ano de 2007 com o Banco do Brasil, Ceplac, prefeitura municipal de Ubaíra e associações de produtores rurais; No município de Ubaíra foram identificados 35 novos produtores que participarão do programa. Foi levantada documentação dos referidos produtores para a elaboração dos projetos de credito; No primeiro trimestre de 2007 foram atendidos 35 produtores rurais, e no ano de 2006 o beneficio foi concedido a 45 produtores rurais; Contato com os secretários de agricultura de Wenceslau Guimarães e Jequié para planejamento de atividade para 2007; Vistoria e acompanhamento em 19 projetos contratados no ano de 2006 em Ubaíra. ENTRAVES: Equipe técnica reduzida para atender a demanda; Carência de veículo 4x4 para o desenvolvimento das atividades de extensão florestal. REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA NO PARQUE ESTADUAL DA SERRA DO CONDURU No primeiro trimestre de 2007 foi investido o total de R$ 134.812,00 em uma área de 33 hectares beneficiando 9 famílias, vale salientar que durante o ano de 2006 foram gastos R$ 606.850 tendo impacto em apenas 6 famílias. ENTRAVES: Falta de pessoal técnico qualificado; Logística inadequada Realização de vistoria em 100 processos agroflorestais: Plano de manejo
  • 2. Reserva Legal Implantação de floresta de produção Supressão de vegetação Reconhecimento de crédito de reposição Aprovação de localização de Reserva Legal em mais de 50 processos, sendo 20 em área de reforma agrária. ENTRAVES: Pessoal reduzido para o volume de processos, 2500 processos para 20 técnicos; Frota deficiente tanto quantitativamente quanto qualitativamente; Inexistência de programa de gestão de processo. SUPERINDETÊNCIA DE POLÍTICAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – SDS META: Regulamentação das legislações ambiental, florestas, biodiversidade e de recursos hídricos Fator Restritivo - Dificuldade para a liberação dos recursos financeiros para realizar a campanha publicitária de divulgação do processo de discussão das leis. Revisão da Lei de Política de Meio Ambiente e de Proteção à Biodiversidade do Estado da Bahia (Lei nº 10.431, de 20/12/2006) - Em andamento.
  • 3. Realização de reuniões semanais iniciadas em 25/01/2007 para discussão da metodologia de trabalho para ampliar as discussões sobre o conteúdo das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de 20/12/2006 – Em andamento. Lançamento de edital convocando a população para contribuir com a revisão das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de 20/12/2006, com prazo de encerramento em 15/05/2007 – Em andamento. Revisão da Lei de Política Estadual de Recursos Hídricos e que cria o Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Lei nº 10.432, de 20/12/2007 – Em andamento. Elaborada Portaria conjunta entre a SEMARH e a PGE designando servidores para compor o Grupo de Trabalho – GT que irá sistematizar as propostas de revisão e aperfeiçoamento das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de 20/12/2006, encaminhadas pela população – Em andamento. Elaboração de Decreto Regulamentador da Lei nº 10.431, de 20/12/2006, definindo a composição do CEPRAM, tendo em vista a entrada em vigor da referida Lei em 20/03/2007 e as suas conseqüências – Em andamento. Programada a realização de audiências públicas para discussão das Leis nº 10.431 e nº 10.432, de 20/12/2006, nos municípios de Salvador, Seabra, Juazeiro, Barreiras, Itabuna, Eunápolis e Vitória da Conquista – Em andamento. Articulação da SEMARH com a SEPLAN e a SEDIR para apresentar a situação atual dos estudos de ZEE e redefinição do modelo institucional no qual tem funcionado a partir da edição do Decreto nº 9.091, de 04 de maio de 2004 – Em andamento. META: Zoneamento Ecológico-Econômico. Fator Restritivo: Dificuldade de agenda de todas as autoridades envolvidas para implementação das ações do ZEE. Elaboração de Decreto para publicação que redefine as secretarias que participarão do processo de construção do ZEE no estado, constituindo-se, assim, em um foro do Poder Executivo para a integração de políticas públicas que tenham rebatimento na área ambiental – Em andamento. Articulação com as secretarias que irão compor o “Comitê Especial para a definição de estratégias e implementação do Zoneamento Ecológico -Econômico do Estado da Bahia”, para que sejam definidas as ações de integração das secretarias para o Oeste, Litoral Norte e Extremo Sul do Estado (áreas que contam com estudos detalhados que possibilitam a tomada de decisão), bem como estabelecimento das áreas prioritárias do novo governo – Em andamento. CENTRO DE RECURSOS AMBIENTAIS - CRA ATIVIDADES – 2007 • Continuidade do processo de elaboração de proposta para Projeto de Lei de ICMS-Ecológico; • Concluídos 215 processos de licenciamento ambiental; • 5 Normas Técnicas em elaboração (Avaliação de Impacto Ambiental, Licenciamento Ambiental de Empreendimentos Rodoviários e Vias de Acesso, Licenciamento Ambiental de Atividades de extração, pesquisa com guia de utilização, beneficiamento de minerais com potencial de impacto no meio ambiente, Licenciamento Ambiental de Hospitais e Clínicas, Controle Ambiental de sistemas de abastecimento de Água) ;
  • 4. • Concluídos 108 processos de atendimento a denúncias de irregularidades ambientais e aplicadas 148 penalidades, • Realizadas 695 análises laboratoriais para avaliação da balneabilidade das praias da RMS; • Realizados 2 cursos de extensão e treinamentos (Gestão Ambiental Social e Manuseio de Processos); • Continuidade de 2 mestrados iniciados em 2006 (Mestrado de Produção Mais Limpa e Mestrado em Desenvolvimento Sustentável); • Realizada a 1ª palestra do Programa Quintas-Feiras Ambientais (Tema: Agenda Desenvolvimentista em Meio Ambiente; Palestrante: Eduardo Athayde – Diretor do World Wacht Institute - WWI no Brasil; • Continuidade de execução do Projeto Nascentes do Paraguaçu; • Início do Projeto Fortalecimento de Feiras Agroecológicas no Estado da Bahia; • Continuidade de pesquisas sobre bioma Cerrado, em parceria com a UNEB (Base Cerrado); • Participação do CRA como membro de 21 colegiados (Conselhos Gestores de Unidades de Conservação, Comitês de Reserva de Biosfera, Comissão Tripartite); • Lançamento da versão 2 do Sistema de Gestão Ambiental com base em Informações Georreferenciadas – GeoBahia, em parceria com o Ministério Público da Bahia; • A partir de 8 de março vem sendo realizada operação de emergência para apuração das causas do desastre ecológico que causou a mortandade de peixes na Baía de Todos os Santos (BTS); • Criação do GT especial para o licenciamento do Parque Tecnológico (TECNOVIA), objetivando assegurar o uso de recursos disponíveis no Ministério de Ciência e Tecnologia; • Coordenação do GT Especial sobre Resíduos Sólidos, na perspectiva da elaboração de uma Política Estadual de Resíduos Sólidos; • Participação no processo de discussão entre instituições envolvidas no gerenciamento costeiro, na perspectiva de implantação do Projeto Orla nos Municípios Litorâneos do Estado da Bahia; • Planejamento de mutirões para licenciamento itinerante de empreendimentos no interior do Estado da Bahia; • Planejamento dos cursos no âmbito do PNC (Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais, com foco nos Municípios). ENTRAVES • Carência de pessoal;
  • 5. • Atraso no repasse das cotas previstas no orçamento. • Quanto ao questionado sobre o IDH Ambiental, informamos que foi iniciada discussão técnica sobre sua adoção na avaliação do desenvolvimento do Estado da Bahia e seus principais entraves se referem a identificação dos indicadores, o que requer recursos para realizar estudos especializados. COMPANHIA DE ENGENHARIA RURAL DA BAHIA – CERB Informamos que só foi possível, praticamente, dar seqüência às ações que já estavam em andamento ao final de 2006, devido a ausência de repasses orçamentários e financeiros que nos possibilitassem dar início a novas ações. Serviços Total Total Concluídos Andamento Ampliação de Sistema Abastecimento de Água 4 4 Amp/Recuperação de Sistema Abastecimento de Água - 3 Construção de Sistema Convencional de Abast. de Água - 57 Construção de Sistema Simplificado de Abast. de Água 27 70 Construção de Sistema de Esgotamento Sanitário - 7 Implantação de Chafariz eletrônico 8 4 Implantação de Dessalinizadores 8 4 Instalação de equipamentos de bombeio 10 - Instalação de equipamentos fotovoltáicos 3 - Manutenção de Sistema de Abastecimento de Água 16 - Construção de melhorias Sanitárias Domiciliáres - 7 Perfuração de poços Tubulares 4 - Projetos de Sistema Convencional de Abast. de Água - 7 Projeto de Sistema de Esgotamento Sanitário - 2 Recuperação poços Tubulares 1 - Recuperação de Sistema Abastecimento de Água 4 13 Recuperação de Dessalinizador 2 -
  • 6. Recuperação de Sistema de Esgotamento Sanitário 3 2 SUPERINTENDÊNCIA DE RECURSOS HÍDRICOS -SRH • Ampliação da gestão participativa com o lançamento de edital para criação de mais 09 (nove) comitês de bacia, que somados aos 06 (seis) já existentes, completam o panorama estadual; • Ampliação dos instrumentos de gestão com aprimoramento da outorga, instituição do poder de polícia, regulamentação do Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CONERH, tendo a SRH como Secretaria Executiva, regulamentação do Fundo Estadual de Recursos Hídricos – FERHBA, inicio efetivo da cobrança pelo uso da água em bacias piloto; • Adoção das Regiões de Planejamento e Gestão das Águas – RPGAs conforme concebido no Plano Estadual de Recursos Hídricos – PERH; • Revisão do regimento do SRH, ampliando, entre outras ações, a atuação das casas de Recursos Naturais (representações regionais da SRH); • Negociações para inclusão da construção da sede da SRH/SEMARH no PGRH II; • Início dos estudos para diagnóstico e determinação de formas sustentáveis de exploração dos aqüíferos, com desenvolvimento de alternativas de engenharia.