SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
AÇÕES DE SEGURANÇA E
SAÚDE NO TRABALHO EM
EMPRESAS DE
TRANSPORTE COLETIVO
Érika Da Rós Cardoso Ortega
Evaldo Moura Júnior
Marcia Cristina Lopes
Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no
Espírito Santo
ATUAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO
• Verificação de Regularidade dos Atributos
Trabalhistas
• Atendimento ao Trabalhador
• Prevenção de Doenças Ocupacionais e
Acidentes de Trabalho
• Análise de Acidentes de Trabalho Graves
ou Fatais
Condições de trabalho dos motoristas e
cobradores que laboram no transporte
coletivo urbano
•Ruído
•Vibração
•Calor
•Gases oriundos da combustão dos motores
dos veículos
•Risco Ergonômico
•Estresse
Condições das garagens de empresas de
transporte coletivo
•Iluminação deficiente
•Ausência de regras de circulação de veículos e
pedestres
•Insuficiência de sinalização de trânsito
•Layout inadequado
•Piso Irregular
•Ausência de orientação em Saúde e Segurança
do Trabalho
•Excesso de Jornada / Ausência de Descanso
Acidentes de Trabalho na
Região Metropolitana
•Acidente 1 – iluminação insuficiente;
ausência de regras de circulação; layout
inadequado.
•Acidente 2 - iluminação insuficiente;
ausência de regras de circulação.
•Acidente 3 - iluminação insuficiente;
ausência de regras de circulação; layout
inadequado.
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
•Estabelecer regras de trânsito e rotas
sinalizadas para pedestres e para veículos
•Criar normas para funcionários, visitantes e
prestadores de serviços que ingressarem
na garagem da empresa
•Implementar sinalização horizontal e
vertical
= PLANO DE TRÂNSITO
Vide Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito (vol. I a IV) - CONTRAN
Ações Preventivas de SST em Garagens de
Empresas de Transporte Coletivo
• Eliminar depressões e saliências no piso
Ações Preventivas de SST em Garagens de
Empresas de Transporte Coletivo
• Isolar e sinalizar adequadamente aberturas no
piso
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
• Condução de veículos no pátio da
garagem por funcionários habilitados e
autorizados
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
• Iluminação adequada
Vide:
NBR 5101 – Iluminação pública
NBR 15129 – Luminárias para iluminação
pública
Manual de Iluminação Pública – COPEL
Projeto – Iluminação Pública - CPFL
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
• Vestimenta adequada
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
•Delimitar locais adequados para
estacionamento, manobras, manutenção,
lavagem e limpeza de veículos.
•Evitar deslocamentos constantes dos
funcionários pelo pátio.
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
•Não permitir o uso de telefones celulares e
fones de ouvido quando o funcionário
estiver em deslocamento pelo pátio.
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
•Promover a capacitação de todos os
funcionários, após a implementação do
Plano de Trânsito, efetuando reciclagens a
fim de alcançar a adesão de todos em prol
da segurança.
Ações Preventivas de SST em Garagens
de Empresas de Transporte Coletivo
•Manter SESMT ( Técnico de Segurança do
Trabalho, Engenheiro de Segurança do
Trabalho, Médico do Trabalho, Enfermeiro
do Trabalho, Auxiliar de Enfermagem do
Trabalho) adequadamente dimensionado.
•Proporcionar condições para que o
SESMT cumpra seu papel prevencionista.
marcia.lopes@mte.gov.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurançaTreinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurança
conbetcursos
 

Mais procurados (20)

Ordem de-servico
Ordem de-servicoOrdem de-servico
Ordem de-servico
 
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de TrabalhoPalestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
Palestra: Prevenção de Acidentes de Trabalho
 
treinamento nr 18
treinamento nr 18treinamento nr 18
treinamento nr 18
 
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVOIntegração de Segurança do Trabalho NOVO
Integração de Segurança do Trabalho NOVO
 
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.pptNR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
NR10 - TREINAMENTO NR 10 ATUALIZADO.ppt
 
Máquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentosMáquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentos
 
Treinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratóriaTreinamento PPR - Proteção respiratória
Treinamento PPR - Proteção respiratória
 
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-alturaProcedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
Procedimentos de-seguranca-para-trabalhos-em-altura
 
Modelo 2 - Ordem de serviço
Modelo 2 - Ordem de serviçoModelo 2 - Ordem de serviço
Modelo 2 - Ordem de serviço
 
Treinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurançaTreinamento básico de segurança
Treinamento básico de segurança
 
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
Acidente de trabalho - Causas, Consequências e Prevenção.
 
Treinamento de segurança do trabalho ok
Treinamento de segurança do trabalho okTreinamento de segurança do trabalho ok
Treinamento de segurança do trabalho ok
 
-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho-Integraçãode segurança doTrabalho
-Integraçãode segurança doTrabalho
 
Treinamento NR 18 .pptx
Treinamento NR 18  .pptxTreinamento NR 18  .pptx
Treinamento NR 18 .pptx
 
Planejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de smsPlanejamento das atividades de sms
Planejamento das atividades de sms
 
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novoTreinamento nr34 trabalho a quente novo
Treinamento nr34 trabalho a quente novo
 
risco mecânico - cor azul
risco mecânico - cor azul risco mecânico - cor azul
risco mecânico - cor azul
 
Treinamento NR-12
Treinamento NR-12Treinamento NR-12
Treinamento NR-12
 
NR-1
NR-1NR-1
NR-1
 
Aula 001 Risco Químico
Aula 001 Risco QuímicoAula 001 Risco Químico
Aula 001 Risco Químico
 

Destaque

Sst no transporte rodoviario
Sst no transporte rodoviarioSst no transporte rodoviario
Sst no transporte rodoviario
Jupira Silva
 
Condições de trabalho no transporte coletivo
Condições de trabalho no transporte coletivoCondições de trabalho no transporte coletivo
Condições de trabalho no transporte coletivo
Jupira Silva
 
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos PesadosPlano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
Jonas Abilio Sestrem Jr
 
Exemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De RiscosExemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De Riscos
Santos de Castro
 
Meios de transportes urbanos
Meios de transportes urbanosMeios de transportes urbanos
Meios de transportes urbanos
zmatheeus
 

Destaque (20)

O PAPEL DA CETURB NA GESTÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DA ...
O PAPEL DA CETURB NA GESTÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DA ...O PAPEL DA CETURB NA GESTÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DA ...
O PAPEL DA CETURB NA GESTÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO NA REGIÃO METROPOLITANA DA ...
 
Transporte Publico
Transporte PublicoTransporte Publico
Transporte Publico
 
TRÂNSITO INTERNO: Pessoas e Veículos
TRÂNSITO INTERNO: Pessoas e VeículosTRÂNSITO INTERNO: Pessoas e Veículos
TRÂNSITO INTERNO: Pessoas e Veículos
 
Trabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomiaTrabalho de ergonomia
Trabalho de ergonomia
 
Sst no transporte rodoviario
Sst no transporte rodoviarioSst no transporte rodoviario
Sst no transporte rodoviario
 
Condições de trabalho no transporte coletivo
Condições de trabalho no transporte coletivoCondições de trabalho no transporte coletivo
Condições de trabalho no transporte coletivo
 
Transporte coletivo x transporte individual
Transporte coletivo x transporte individualTransporte coletivo x transporte individual
Transporte coletivo x transporte individual
 
Trabalho de gestão de qualidade no transporte de passageiro
Trabalho de gestão de qualidade no transporte de passageiroTrabalho de gestão de qualidade no transporte de passageiro
Trabalho de gestão de qualidade no transporte de passageiro
 
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos PesadosPlano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
Plano de Segurança do Trabalho em Oficinas Mecânicas de Veículos Pesados
 
Modal rodoviário Brasil
Modal rodoviário  BrasilModal rodoviário  Brasil
Modal rodoviário Brasil
 
Transporte Rodoviário
Transporte RodoviárioTransporte Rodoviário
Transporte Rodoviário
 
Treinamento sobre epi
Treinamento sobre epiTreinamento sobre epi
Treinamento sobre epi
 
Exemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De RiscosExemplos De Mapas De Riscos
Exemplos De Mapas De Riscos
 
Boas práticas para aumentar a segurança no trabalho
Boas práticas para aumentar a segurança no trabalhoBoas práticas para aumentar a segurança no trabalho
Boas práticas para aumentar a segurança no trabalho
 
Borracharia
BorrachariaBorracharia
Borracharia
 
Revista Retrato do Brasil ed. Novembro
Revista Retrato do Brasil ed. NovembroRevista Retrato do Brasil ed. Novembro
Revista Retrato do Brasil ed. Novembro
 
Meios de transportes urbanos
Meios de transportes urbanosMeios de transportes urbanos
Meios de transportes urbanos
 
Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) no transporte público urbano
Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) no transporte público urbanoSistemas Inteligentes de Transporte (ITS) no transporte público urbano
Sistemas Inteligentes de Transporte (ITS) no transporte público urbano
 
Guia do passageiro
Guia do passageiroGuia do passageiro
Guia do passageiro
 
2012.06.26 aula legislação para eventos cemec final @@@@@
2012.06.26 aula legislação para eventos cemec final @@@@@2012.06.26 aula legislação para eventos cemec final @@@@@
2012.06.26 aula legislação para eventos cemec final @@@@@
 

Semelhante a Açoes preventivas de sst em empresas de transporte coletivo

TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptxTREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
Talmom Taciano
 
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
RAONNEBRAZ1
 
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivasAst s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
Borsalin
 
Seguranca trabalho
Seguranca trabalhoSeguranca trabalho
Seguranca trabalho
emersonx2
 
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].docPGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
Edson Tomás de Lima
 

Semelhante a Açoes preventivas de sst em empresas de transporte coletivo (13)

Integração NR-18 WALTER LOPES.ppt
Integração NR-18 WALTER LOPES.pptIntegração NR-18 WALTER LOPES.ppt
Integração NR-18 WALTER LOPES.ppt
 
TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptxTREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
TREINAMENTO - SINALEIROS A GASPAR 03.08.22.pptx
 
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
 
apostila_operadortalhaeponterolante (1).pdf
apostila_operadortalhaeponterolante (1).pdfapostila_operadortalhaeponterolante (1).pdf
apostila_operadortalhaeponterolante (1).pdf
 
Apresentação Earth Consulters, Lda
Apresentação Earth Consulters, LdaApresentação Earth Consulters, Lda
Apresentação Earth Consulters, Lda
 
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivasAst s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
Ast s-it0051 circulação de pessoas e veiculos modivas
 
Direção defenciva na empresa
Direção defenciva na empresaDireção defenciva na empresa
Direção defenciva na empresa
 
MANUAL RTG
MANUAL RTG MANUAL RTG
MANUAL RTG
 
IACO - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL COMPLETA COM CERTIFICAÇÃO QUE FAZ A DIFERENÇ...
IACO - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL COMPLETA COM CERTIFICAÇÃO QUE FAZ A DIFERENÇ...IACO - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL COMPLETA COM CERTIFICAÇÃO QUE FAZ A DIFERENÇ...
IACO - QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL COMPLETA COM CERTIFICAÇÃO QUE FAZ A DIFERENÇ...
 
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptxManual de Boas Práticas Para operadores .pptx
Manual de Boas Práticas Para operadores .pptx
 
Seguranca trabalho
Seguranca trabalhoSeguranca trabalho
Seguranca trabalho
 
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].docPGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
PGR - Programa de gerenciamento de risco - 00318 [ E 2 ].doc
 
Nr 32 – segurança e saúde no trabalho
Nr 32 – segurança e saúde no trabalhoNr 32 – segurança e saúde no trabalho
Nr 32 – segurança e saúde no trabalho
 

Mais de Ministério Público do Trabalho no Estado do Espírito Santo

Mais de Ministério Público do Trabalho no Estado do Espírito Santo (7)

Manual de Atuação do Conselho Tutelar
Manual de Atuação do Conselho TutelarManual de Atuação do Conselho Tutelar
Manual de Atuação do Conselho Tutelar
 
Trabalho Escravo Contemporâneo no Brasil
Trabalho Escravo Contemporâneo no BrasilTrabalho Escravo Contemporâneo no Brasil
Trabalho Escravo Contemporâneo no Brasil
 
BPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação ContinuadaBPC - Benefício de Prestação Continuada
BPC - Benefício de Prestação Continuada
 
MPT em Quadrinhos - Edição Número 1 - O Trabalhador e Seus Direitos
MPT em Quadrinhos - Edição Número 1 - O Trabalhador e Seus DireitosMPT em Quadrinhos - Edição Número 1 - O Trabalhador e Seus Direitos
MPT em Quadrinhos - Edição Número 1 - O Trabalhador e Seus Direitos
 
Cartilha Assédio Moral
Cartilha Assédio MoralCartilha Assédio Moral
Cartilha Assédio Moral
 
Transporte público metropolitano na Grande Vitória - GV BUS
Transporte público metropolitano na Grande Vitória - GV BUSTransporte público metropolitano na Grande Vitória - GV BUS
Transporte público metropolitano na Grande Vitória - GV BUS
 
Programa de erradicação do trabalho infantil 02
Programa de erradicação do trabalho infantil 02Programa de erradicação do trabalho infantil 02
Programa de erradicação do trabalho infantil 02
 

Último

Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
DanieldaSade
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
HELLEN CRISTINA
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
HELLEN CRISTINA
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
DanieldaSade
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
paulo222341
 

Último (11)

Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 

Açoes preventivas de sst em empresas de transporte coletivo

  • 1. AÇÕES DE SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM EMPRESAS DE TRANSPORTE COLETIVO Érika Da Rós Cardoso Ortega Evaldo Moura Júnior Marcia Cristina Lopes Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Espírito Santo
  • 2. ATUAÇÃO DA FISCALIZAÇÃO DO TRABALHO • Verificação de Regularidade dos Atributos Trabalhistas • Atendimento ao Trabalhador • Prevenção de Doenças Ocupacionais e Acidentes de Trabalho • Análise de Acidentes de Trabalho Graves ou Fatais
  • 3. Condições de trabalho dos motoristas e cobradores que laboram no transporte coletivo urbano •Ruído •Vibração •Calor •Gases oriundos da combustão dos motores dos veículos •Risco Ergonômico •Estresse
  • 4. Condições das garagens de empresas de transporte coletivo •Iluminação deficiente •Ausência de regras de circulação de veículos e pedestres •Insuficiência de sinalização de trânsito •Layout inadequado •Piso Irregular •Ausência de orientação em Saúde e Segurança do Trabalho •Excesso de Jornada / Ausência de Descanso
  • 5. Acidentes de Trabalho na Região Metropolitana •Acidente 1 – iluminação insuficiente; ausência de regras de circulação; layout inadequado. •Acidente 2 - iluminação insuficiente; ausência de regras de circulação. •Acidente 3 - iluminação insuficiente; ausência de regras de circulação; layout inadequado.
  • 6. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo •Estabelecer regras de trânsito e rotas sinalizadas para pedestres e para veículos •Criar normas para funcionários, visitantes e prestadores de serviços que ingressarem na garagem da empresa •Implementar sinalização horizontal e vertical = PLANO DE TRÂNSITO Vide Manual Brasileiro de Sinalização de Trânsito (vol. I a IV) - CONTRAN
  • 7.
  • 8.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo • Eliminar depressões e saliências no piso
  • 12. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo • Isolar e sinalizar adequadamente aberturas no piso
  • 13. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo • Condução de veículos no pátio da garagem por funcionários habilitados e autorizados
  • 14. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo • Iluminação adequada Vide: NBR 5101 – Iluminação pública NBR 15129 – Luminárias para iluminação pública Manual de Iluminação Pública – COPEL Projeto – Iluminação Pública - CPFL
  • 15. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo • Vestimenta adequada
  • 16.
  • 17.
  • 18. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo •Delimitar locais adequados para estacionamento, manobras, manutenção, lavagem e limpeza de veículos. •Evitar deslocamentos constantes dos funcionários pelo pátio.
  • 19.
  • 20. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo •Não permitir o uso de telefones celulares e fones de ouvido quando o funcionário estiver em deslocamento pelo pátio.
  • 21. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo •Promover a capacitação de todos os funcionários, após a implementação do Plano de Trânsito, efetuando reciclagens a fim de alcançar a adesão de todos em prol da segurança.
  • 22. Ações Preventivas de SST em Garagens de Empresas de Transporte Coletivo •Manter SESMT ( Técnico de Segurança do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Médico do Trabalho, Enfermeiro do Trabalho, Auxiliar de Enfermagem do Trabalho) adequadamente dimensionado. •Proporcionar condições para que o SESMT cumpra seu papel prevencionista.

Notas do Editor

  1. O
  2. O
  3. O
  4. O
  5. O
  6. O
  7. O
  8. O
  9. O
  10. O
  11. O
  12. O
  13. O
  14. O
  15. O
  16. O
  17. O
  18. O
  19. O
  20. O
  21. O
  22. O
  23. O