SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
Tabelas de ingredientes diversos para
compostos de borracha
V. J. Garbim
www.cenne.com.br Página 1
TABELAS ORIENTATIVAS DE INGREDIENTES DIVERSOS
As tabelas seqüentes apresentam informações técnicas de diversos ingredientes normalmente indicados em compostos de borracha.
Sabemos que são quase infinitas as quantidades e tipos de ingredientes possíveis de serem usados em compostos de borracha, porém,
ao projetarmos uma nova composição para artefatos técnicos é de suma importância que se conheça o maior número possível de
informações, sobre cada elemento, da nova formulação, o que, além da respeitável prática e conhecimentos dos tecnologistas
formuladores, ainda torna-se imprescindível a consulta aos técnicos dos fabricantes fornecedores, bem como, obter literaturas técnicas
dos produtos.
Como já informamos, as tabelas são orientativas, informações mais específicas poderão ser obtidas nas literaturas de cada produto.
Agradecemos aos produtores e distribuidores citados nas paginas seguintes que outrora verbalmente nos permitiu o conhecimento
através de seus papers técnicos de onde coletamos as informações que aqui colocamos de maneira bastante sintetizada, porém, de
suma importância. Agradecemos ainda a tantos outros amigos fornecedores de produtos e informações cujos seus nomes são
largamente conhecidos no ramo, e veiculados em espetaculares propagandas comerciais nos diversos meios de divulgação direcionados
a esses fins, achamos redundante reafirma-los nestas poucas páginas, cujas quais não tem nenhum cunho comercial, prestam-se
somente a suporte técnico. Amigos fornecedores estes cujos seus nomes e portfólio de produtos podem ser encontrados em revistas
específicas.
www.cenne.com.br Página 2
TABELA 01
ANTIOXIDANTES E ANTIOZONANTES PARA BORRACHA
NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS
VULKANOX 4010 NA/LG
ANTIOZONANTE
LANXESS N-ISOPROPIL—N’-FENIL – P - FENILENO DAMINA (IPPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERECE BOA PROTEÇÃO AO OZÔNIO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO
DINÂMICA. NORMALMENTE USADO EM COMBINAÇÃO COM ANTIOXIDANTE TMQ.
VULKANOX 4020 LG
VULKANOX 4020 liquido
ANTIOZONANTE
LANXESS N-(1,3 - DIMETIL - BUTIL) - N’-FENIL - P-FENILENO DIAMINA (6PPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERCE BOA PROTEÇÃO AO OZÔNIO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO
DINÂMICA, ÓTIMA RESISTÊNCIA AO ENVELHECIMENTO.
VULKANOX 4030
ANTIOZONANTE
LANXESS N-N’- BIS -(1,4DIMETILFENTIL) – P.FENILENO DIAMINA (77PD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERCE ÓTIMA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OZÔNIO E
RESISTÊNCIA AO ENVELHECIMENTO, MENOS EFETIVO QUE OS VULKANOX 4010 OU O
VULKANOX 4020.
VULKANOX 3100
ANTIOZONANTE
LANXESS MISTURA DE DIARIL-P-FENILENO DIAMINA (DTPD)
EXCELENTE ANTIOZONANTE PARA POLICLOROPRENO É MANCHANTE, TAMBÉM OFERECE BOA
RESISTÊNCIA A FLEXÃO DINÂMICA.
VULKANOX DPPD
ANTIOZONANTE
LANXESS N-N’- DIFENIL – P - FENILENODIAMINA (DPPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO ANTI-OZÔNIO E RESISTÊNCIA À
FLEXÃO DINÂMICA. COM TENDENCIA A DAR BLOOMING
VULKANOX DDA
ANTIOXIDANTE
LANXESS DERIVADOS DE DIFENILAMINAS (SDPA)
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OXIGÊNIO
INCLUSIVE PARA POLICLOROPRENO, RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA.
www.cenne.com.br Página 3
NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS
VULKANOX OCD/SG
ANTIOXIDANTE
LANXESS DIFENILAMINA ACTILADA (ODPA)
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OXIGÊNIO
INCLUSIVE PARA POLICLOROPRENO, RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA. INDICADA PARA NBR E
OUTRAS BORRACHAS POLARES
FLEXONE 3-C
(ANTIOZONANTE)
CHEMTURA
N-ISOPROPIL-N’FENIL P’FENILENO DIAMINA
(IPPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA DO COMPOSTO, OFERECE AO
ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO,
PONTO DE FUSÃO APROX. 70° C, USO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS COMO; PNEUS,
CABOS, CORREIAS E ARTIGOS EM GERAL.
FLEXONE 7-F
(ANTIOZONANTE)
CHEMTURA
N – 1,3 – DIMETILBUTIL – FENIL – PARAFENILENODIAMINA
(6 PPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE, NÃO PROVOCA NENHUMA ATIVAÇÃO NA CURA, OFERECE AO
ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO,
PONTO DE FUSÃO APROX. 50° C USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICA APLICAÇÃO EM
PNEUS, FIOS E CABOS, CORREIAS E ARTIGOS EM GERAL.
AMINOX
(ANTIOXIDANTE)
CHEMTURA REAÇÃO DE DIFENILAMINA COM ACETONA A BAIXAS TEMPERATURAS
ANTIOXIDANTE MANCHANTE, NÃO PROVOCA ALTERAÇÃO NA TAXA DE CURA, OFERECE AO
ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO E FADIGA POR FLEXÃO, RAZOAVEL
RESISTÊNCIA AO OZÔNIO USADO EM BORRACHA NATURAL, SBR E NBR EM ARTEFATOS EM
GERAL.
NAUGARD Q
(ANTIOXIDANTE)
CHEMTURA
1,2-DIHIDRO-2,2,4 TRIMETILQUINOLINA POLIMERIZADA
(TMQ)
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA, OFERECE AO
ARTEFATO RAZOAVEL RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO
USADO EM COMPOSTOS DE NATURAL, SBR, NITRÍLICAS, EPDM, E POLIISOPRENO, PARA
ARTEFATOS EM GERAL.
PROTETOX NS
ANTIOXIDANTE
PROQUITEC FENOL-ESTIRENADO
É UM ANTIOXIDANTE DE USO GERAL NÃO MANCHANTE E NÃO DESCOLORANTE, OFERECE BOA
PERFORMANCE EM NR, SBR, IR, NBR E CR – SIMILAR AO BANOX S, VULCANOX SP OU
NAUGARD SP
SANTOFLEX IPPD
ANTIOZONANTE
FLEXSYS N-ISOPROPIL-N-FENIL-P-FENILENO DIAMINA CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILARES AO FLEXONE 3 C, OU O VULKANOX 4010 NA/LG
SANTOFLEX 6 PPD
ANTIOXIDANTE
FLEXSYS N-1,3-DIMETILBUTIL-N-FENIL-P-FENILENODIAMINA CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILARES AO VULKANOX 4010 NA/LG
PERMANAX ODPA
ANTIOXIDANTE
FLEXSYS DIFENILAMINA OCTILADA SIMILAR AO: VULKANOX OCD/SG, OCTAMINE.
www.cenne.com.br Página 4
NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS
PERCACIT NDBC
ANTIOXIDANTE
FLEXSYS DIBUTILDITIOCARBAMATO DE NÍQUEL
ANTIOXIDANTE E ESTABILIZANTE PARA ALTAS TEMPERATURAS PARA HYPALON E OUTROS
POLÍMEROS DE ALTA PERFORMANCE.
SANTOWHITE BBMC
ANTIOXIDANTE
FLEXSYS 4,4 ‘ BUTILIDENO – BIS – (6-TERCIO-BUTIL-M-CRESOL)
É UM PODEROSO ANTIOXIDANTE USADO EM ARTEFATOS QUE NECESSITAM DE MELHOR
RESISTENCIA AO CALOR, APLICADO EM COMPOSIÇÕES DE ARTEFATOS COLORIDOS, INCLUINDO
LATICES E ADESIVOS.
FLECTOL TMQ
ANTIOXIDANTE
FLEXSYS
2,2,4 TRIMETIL – 1,2 – DIHIDROQUINILINA POLIMERIZADA
(TMQ )
TMQ OFERECE EXCELENTE AÇÃO ANTIOXIDANTE PARA BORRACHAS APOLARES COM EPDM,
BUTIL ,ETC. TORNA-SE MAIS EFEICAZ SE COMBINADO COM ANTIOXIDANTE 6 PPD. É
CONTRATIPO DIRETO DO NAUGARD Q, AGERITE
RESIN D E VULKANOX HS.
NAUGARD 445 (ANTIOXIDANTE) CHEMTURA 4,4’ – BIS (ALFA, ALFA – DIMETILBENZIL) DIFENILAMINA.
ANTIOXIDANTE MANCHANTE E DESCOLORANTE À PRESENÇA DE LUZ SOLAR. USADO EM
BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS,. É INSOLÚVEL EM ÁGUA. SOLÚVEL EM BENZENO,
TOLUENO, MEK E OUTROS SOLVENTES PARA BORRACHA.
OCTAMINE
(ANTIOXIDANTE)
CHEMTURA DIFENILAMINA - OCTILADA
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, É LEVEMENTE RETARDANTE EM POLICLOROPRENO,
OFERECE AOS ARTEFATOS BOA RESISTÊNCIA A ALTAS TEMPERATURAS, OXIGÊNIO, OZÔNIO E
FADIGA POR FLEXÃO, USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS, PARA ARTIGOS EM
GERAL.
NAUGARD 495
(ANTIOXIDANTE)
CHENTURA MERCAPTOBENZIMIDAZOLE ALQUILADO E ANTIOXIDANTE AMINICO
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, LIGEIRAMENTE RETARDANTE EM CURAS COM
PERÓXIDOS E ATIVANTE EM CURAS COM ENXOFRE, EXCELENTE RESISTÊNCIA A ALTAS
TEMPERATURAS, OXIGÊNIO E FADIGA POR FLEXÃO, RAZOAVEL RESISTÊNCIA AO OZÔNIO,
INDICADO PARA ARTIGOS QUE IRÃO TRABALHAR EM ALTAS TEMPERATURAS E EM CONTATO
COM SOLVENTES.
NAUGAWHITE
(ANTIOXIDANTE)
CHENTURA
COMPONENTE PREDOMINANTE 2,2’ – METILENO ( 4 – METIL – 6 –
NONILFENOL )
ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, NÃO ATIVA A VULCANIZAÇÃO RESISTÊNCIA AO
MANCHAMENTO, DESCOLORAÇÃO, CALOR E OXIGÊNIO USADO EM BORRACHAS NATURAL, E
SINTÉTICAS, INDICADO PARA ARTIGOS DE CORES CLARAS.
NAUGARD SP
(ANTIOXIDANTE)
CHENTURA FENOL-ESTIRENADO
ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, NÃO ATIVA A VULCANIZAÇÃO, USADO EM BORRACHAS
NATURAL E SINTÉTICAS, PLÁSTICOS E ADESIVOS, INDICADO PARA ARTEFATOS DE CORES
CLARAS.
www.cenne.com.br Página 5
NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS
AGERITE
RESIN D
( ANTIOXIDANTE )
VANDERBILT
2,2,4-TRIMETIL-1,2-DI-HIDROQUINOLINA, POLIMERIZADA
(TMQ)
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, ATIVA LEGEIRAMETNE A CURA, OFERECE AO
ARTEFATO RAZOÁVEL RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO E FADIGA DINÂMICA POR
FLEXÃO, USADO EM COMPOSTO DE NR, SBR, IR, NBR E EPDM, ESTE ANTIOXIDANTE NÃO TEM
CHEIRO, É UM CONTRA-TIPO DO “NAUGARD Q”, NÃO É INDICADO PARA USO EM
COMPOSIÇÃO DE POLICLOROPRENO.
VANOX ZMTI
( ANTIOXIDANTE )
VANDERBILT ZINCO – 2 – MERCAPTOTOLOUIMIDAZOL
ANTIOXIDANTE PARA NR PORÉM E ALTAMENTE EFICAZ EM EPDM EM COMBINAÇÃO COM
TMQ, PARA ARTEFATOS QUE IRÃO TRABALHAR EM ALTAS TEMPERATURAS. OFERECE
EXCELENTE RESISTÊNCIA À FADIGA POR FLLEXÃO EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS .
BANZONE 100
(ANTIOZONANTE)
BANN QUÍMICA
( Fora de Linha )
DIARIL-PARAFINILENO DIAMINA (PPD)
ANTIOZONANTE MANCHANTE NÃO ATIVA A CURA DOS COMPOSTOS, NÃO TÓXICO, OFERECE
ÓTIMA RESISTÊNCIA AO OZÔNIO, OXIGÊNIO, CALOR, E FADIGA DINÂMICA PODE SER USADO
EM COMPOSTOS DE NR, SBR, BR, NBR, NO POLICLOROPRENO, TENDE A ATIVAR A
CRISTALIZAÇÃO, ANTIOZONANTE USADO EM ARTIGOS PARA APLICAÇÕES GERAIS.
( BANOX H ) TMQ
(ANTIOXIDANTE)
( BANN QUÍMICA )
FLEXSYS
1,2-DIHIDRO-2,2,4-TRIMETIL,QUINOLINA POLIMERIZADA
(TMQ)
ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, NÃO ATIVA A CURA DE COMPOSTOS COM NR, SBR,
NBR, BR E IR, TENDE A ATIVAR A CRISTALIZAÇÃO DOS POLICLOROPRENOS, ANTIOXIDANTE
MUITO USADO EM PNEUS, CORREIAS, MANGUEIRAS, FIOS E CABOS E ARTIGOS EM GERAL, DA
BOA PROTEÇÃO CONTRA ATAQUE DE OXIGÊNIO, RESISTÊNCIA AO CALOR E FADIGA DINÂMICA.
( BANOX S ) SPH
(ANTIOXIDANTE)
( BANN QUÍMICA )
FLEXSYS
FENOIS ESTIRENADOS
ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, OFERECE BOA RESISTÊNCIA AO OXIGÊNIO, CALOR E FADIGA
DINÂMICA, USADO EM ARTIGOS CLAROS OU COLORIDOS DE BORRACHA NR, SBR, IR, BR, NBR,
CR, NÃO PROVOCA ATIVAÇÃO DE CURA AOS COMPOSTOS CONTRA-TIPO DO WINGSTAY’ S DA
GOODYEAR.
www.cenne.com.br Página 6
TABELA 02
CERAS ANTIOZONANTES
INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
(CLORAX 50)
(CERA ANTIOZ.)
(BANN
QUÍMICA)
PROQUITEC
PARAFINA CLORADA
CERA ANTIOZONANTE TENDE A MIGRAR PARA SUPERFÍCIE DO ARTEFATO FORMANDO UMA
PELÍCULA PROTETORA QUE IMPEDE O ATAQUE DE OZÔNIO E OXIGÊNIO PARA PEÇAS EM
CONDIÇÕES ESTÁTICAS.
MOBILWAX R
(CERA ANTIOZ.) MOBIL-OIL MISTURA DE CERAS DE PETRÓLEO, ATÓXICAS DE COR CLARA
CERA ANTIOZONANTE PARA BORRACHA NATURAL OU SINTÉTICA, PROTEGE DA AÇÃO DA LUZ
SOLAR E OXÔNIO. NÃO MANCHANTE, EVITA O RESSECAMENTO DA PEÇA, USADA EM ARTIGOS
QUE IRÃO TRABALHAR EM CONDIÇÕES ESTÁTICAS
PROZONE
(CERA ANTIOZ.)
PROQUITEC MISTURA DE CERAS DE PETRÓLEO
CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILAR AO MOBIL WAX R.
SERIAC S-62
(CERA ANTIOZ.)
SERIAC
MISTURA DE CERAS PARAFINADAS COM ADITIVOS ANTIOXIDANTES E
ANTIOZONANTES CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILAR AO MOBIL WAX R.
www.cenne.com.br Página 7
TABELA 03
ALGUNS PLASTIFICANTES
INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
DBP SCANDIFLEX
ELEQUEIROZ
DIBUTIL-FITALATO
(PLASTIF. ESTER)
PLASTIFICANTE ESTER DE ALTO PESO MOLECULAR USADO EM COMPOSIÇÕES DE BORRACHAS
NITRÍLICAS E OUTRAS, PARA ARTEFATOS DE CORES CLARAS OU QUE IRÃO TRABALHAR EM
ALTAS OU BAIXAS TEMPERATURAS, TEM MODERADA RESISTÊNCIA A SOLVENTES.
D.O.P.
SCANDIFLEX
ELEQUEIROZ
DIOCTIL-FITALATO
(PLASTIF. ESTER)
PLASTIFICANTE ESTER USADO EM COMPOSIÇÕES DE BORRACHAS DIVERSAS, PRINCIPALMENTE
NBR É NÃO MANCHANTE, ALTA ESTABILIDADE, BAIXA VOLATILIDADE, BOAS PROPRIEDADES
ELÉTRICAS NÃO EXTRAIVEL POR SOLVENTES, TEM BOA RESISTÊNCIA A ALTAS E BAIXAS
TEMPERATURAS.
D.O.A. SCANDIFLEX
DIOCTIL-ADIPATO
(PLASTIF. ESTER)
PLASTIFICANTE ESTER MAIS INDICADO EM COMPOSTOS PARA ARTIGOS QUE IRÃO TRABALHAR
EM BAIXAS TEMPERATURAS, BOA ESTABILIDADE, BAIXA VOLATILIDADE, USADO EM FIOS E
CABOS ELÉTRICOS, GAXETAS, VEDAÇÕES PARA FRIGORÍFICOS, PEÇAS AUTOMOTIVAS, É
ATÓXICO, ETC.
SCANDINOL SP-S SCANDIFLEX PLASTIF. ESTER
PLASTIFICANTE ESTER COMPATÍVEL COM NBR, POLIURETANO, EPICLORIDRINA, POLIACRÍLICAS,
POLICLOROPRENO, OFERECE MUITO BOA RESISTÊNCIA A FLEXÃO A BAIXAS TEMPERATURAS,
NOS ARTEFATOS, BAIXA VOLATILIDADE E BOA RESISTÊNCIA A ÓLEOS E COMBUSTÍVEL USADO
EM GAXETAS, O’RINGs, MANGUEIRAS, ETC..
D.O.S. SCANDIFLEX
DIOCTIL-SEBAÇATO
(PLASTIF. ESTER)
PLASTIFICANTE ESTER MUITO USADO EM ARTIGOS DE BORRACHA QUE SERÃO APLICADOS EM
CONDIÇÕES DE BAIXAS TEMPERATURAS, MUITO BAIXA VOLATILIDADE E ALTA ESTABILIDADE
NÃO EXTRAIVEL POR ÓLEOS OU COMBUSTÍVEIS.
INDARFLEX-0312
QUÍMICA-FABRIL
INDARP
PLASTIF. POLIESTER
PLASTIFICANTE POLIESTER DE MÍNIMA EXUDAÇÃO OFERECE BOAS PROPRIEDADES AOS
COMPOSTOS À FLEXÃO EM BAIXAS TEMPERATURAS, APRESENTA PROPRIEDADES
ANTIESTÁTICAS, USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS PARA ARTIGOS TÉCNICOS EM
GERAL.
www.cenne.com.br Página 8
INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
TP-90 B MORTON
PLASTIFICANTE
POLI-ETER
PLASTIFICANTE POLIETER, INDICADO PARA ARTEFATOS QUE IRÃO TRABALHAR EM BAIXAS
TEMPERATURAS. USADO EM COMPOSTOS DE NR, SBR, NBR, CR, EPICLORIDRINAS APLICADO
EM MANGUEIRAS PARA COMBUSTÍVEIS, REVESTIMENTO DE FIOS E CABOS, ARTIGOS
PRENSADOS, EXTRUSADOS E CALANDRADOS.
FLEX BOR-137
PLASTIFICANTE AROMÁTICO
(IPIRANGA QUÍMICA)
QUANTIQ ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE AROMÁTICA
PLASTIFICANTES MANCHANTES USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL, SBR,
POLICLOROPRENO, ARTIGOS DIVERSOS.
FLEX NAP-926
PLASTIF.ICANTE NAFTEN.ICO
(IPIRANGA QUÍMICA)
QUANTIQ ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE NAFTENICA
PLASTIFICANTE NÃO MANCHANTE USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS DE COR PRETA OU
CLARAS, PARA ARTIGOS QUE SERÃO VULCANIZADAS À TEMPERATURAS MAIS ELEVADAS
(EPDM, IIR)
FLEX PAR-848, 857, 837, 836, 826, 825
(IPIRANGA QUÍMICA)
QUANTIQ
ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE PARAFINICA
PLASTIFICANTE NÃO MANCHANTE, USADO EM COMPOSTOS DE SBR, IIR E PRINCIPALMENTE
EPDM, PARA ARTEFATOS CLAROS E PRETOS QUE SERÃO VULCANIZADOS EM TEMPERATURAS
MAIS ELEVADAS.
STRUKTOL WB 300 SERIAC
WB-300
STRUKTOL
PARABOR
SERIA
MISTURA DE POLIESTERES ALIFATICOS E AROMÁTICOS DE ALTO PESO
MOLECULAR
PLASTIFICANTE POLIMÉRICO PARA COMPOSTOS COM ELASTÔMEROS POLARES,
PRINCIPALMENTE NBR E CR, NÃO SÃO EXTRAÍDOS POR SOLVENTES EM ARTIGOS
VULCANIZADOS, É DE BAIXA VOLATILIDADE PODENDO SER USADO EM COMPOSTOS QUE
SERÃO VULCANIZADOS EM ALTAS TEMPERATURAS.
STRUKTOL KW 500
SERIAC KW 500
SERIAC QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
MISTURA DE ESTERES AROMÁTICOS E ALIFATICOS
PLASTIFICANTE RESISTENTE A ALTAS E BAIXAS TEMPERATURAS, PARTICULARMENTE USADO
EM COMPOSTOS DE NBR E CR, MELHORANDO A RESISTÊNCIA À FLEXÃO EM BAIXAS
TEMPERATURAS, PODE SER USADO EM ARTIGOS QUE DEVEM APRESENTAR RESISTÊNCIA AO
CALOR.
SERIAC KW-101 SERIAC QUÍMICA ESTER DE POLIETILENOGLICOL
PLASTIFICANTE QUE PROMOVE PROPRIEDADES ANTIELETROSTÁTICAS AOS COMPOSTOS
USADOS EM BORRACHAS NITRÍLICAS PARA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS TÊXTEIS.
FACTIS ENRO PLASTIFICANTE SÓLIDO ÓLEO VEGETAL POLIMERIZADO
PLASTIFICANTE SÓLIDO, PODE SER USADO EM NR, SBR,NBR,CR, EPDM, ETC, OFERECE MELHOR
ACABAMENTO SUPERFICIAL, MACIES FACILITA A MISTURA, DÁ RESISTÊNCIA AO OZÔNIO.
www.cenne.com.br Página 9
INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO
CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
SBT-30 SCHENECTADY
COMPOSTO RESINOSO TERMOPLÁSTICO A BASE DE ÁCIDOS E ESTERES
CARBOXILADOS
PLASTIFICANTE LÍQUIDO PARA BORRACHAS NATURAIS E SINTÉTICAS USADO
PARA COMPOSTOS DE PNEUS, MANGUEIRAS CILINDROS E OUTROS ARTIGOS.
SBT-100 SCHENECTADY RESINA TERMOPLÁSTICA A BASE DE ÁCIDOS E ESTERES CARBOXILADOS
PLASTIFICANTE SÓLIDO PARA BORRACHAS NATURAIS E SINTÉTICAS.
APLICAÇÃO SEMELHANTE AO SBT-30.
www.cenne.com.br Página 10
TABELA 04
ALGUNS AGENTES PEPTIZANTES
NOME COMERCIAL FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
RENACIT-7 LANXESS PENTACLOROTIOFENOL COM ADITIVOS E DISPERSANTES
AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL E ALGUNS TIPOS DE SBR.
OFERECE MAIOR FACILIDADE DE MASTIGAÇÃO, REDUÇÃO DO CONSUMO DE
ENERGIA E DIMINUI O CALOR, AO SER INCORPORADO O ENXOFRE AO
COMPOSTO A AÇÃO DO PEPTIZANTE É NEUTRALIZADA.
RENACIT 11/WG LANXESS 2,2’-DIBENZAMIDODIFENIL-DISSULFETO COM ADITIVOS E CERAS PARA PELETIZAÇÃO EFEITOS IDÊNTICOS AO RENACIT 7
PEPPLÁS-222 PARABOR DISSULFETO DE DIARILA, TIOFENOIS E ATIVADORES
AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL CATALISA A QUEBRA DAS
MACROMOLÉCULAS NO INICIO DA MASTIGAÇÃO FACILITANDO A PLASTIFICAÇÃO
DA BORRACHA, REDUZINDO O CALOR E CONSUMO DE ENERGIA, TAMBÉM
AUXILIA NO TACK DOS COMPOSTOS.
STRUKTOL A 86
STRUKTOL
PARABOR
MISTURA DE ORGANO-METAIS COMPLEXOS
AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL CATALISA A QUEBRA DAS
MACROMOLECULAS NO INÍCIO DA MASTIGAÇÃO E PROMOVE LUBRIFICAÇÃO
INTERNA NO COMPOSTO, É EFETIVO NUMA AMPLA FAIXA DE TEMPERATURA, DE
80 A 160°C.
SERIAC A 46 SERIAC QUÍMICA
MISTURA DE ORGANO-METAIS E LIGAÇÕES PEPTIZANTES BEM COMO DISPERSANTES
ORGÂNICOS E INORGÂNICOS
EFEITOS IDÊNTICOS AO STRUKTOL -A-86
www.cenne.com.br Página 11
TABELA 05
ALGUNS AGENTES DE TACK (PEGAJOSIDADE)
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
UNILENE A-80
BITONER 90
PETROQUÍMICA
UNIÃO S/A
PROQUIMIL
HIDROCARBONETOS ESTIRENO, METIL-ESTIRENO, INDENO METIL-INDENO E
HALOGENOS
RESINA DE PEGAJOSIDADE E AUXILIARES DE PROCESSAMENTO, PONTO DE
AMOLECIMENTO 80°C, MELHORA A FLEXIBILIDADE E PLASTIFICAÇÃO DO
COMPOSTO, MELHORA A RESISTÊNCIA MECÂNICA ETC., AOS ARTEATOS.
SP - 1068
SCHENECTADY
FRAGON
RESINA ALQUIL-FENÓLICA TERMOPLÁSTICA
PROMOVE PEGAJOSIDADE ENTRE BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS, USADA EM
PNEUS, CORREIAS, MANGUEIRAS, ETC.. TAMBÉM USADA PARA FABRICAÇÃO DE
COLAS CEMENTO DE BORRACHAS, POIS, OFERECE PEGAJOSIDADE, COESÃO
RESISTÊNCIA MECÂNICA ETC., AOS ARTEFATOS.
SP - 1077
SCHENECTADY
FRAGON
RESINA ALQUIL-FENÓLICA MODIFICADA TERMOPLÁSTICA
PROMOVE PEGAJOSIDADE EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, USADA EM
ARTIGOS TÉCNICOS EM GERAL, OFERECE BOA PEGAJOSIDADE EM EPDM E
OUTRAS BORRACHAS CRÍTICAS TEM BOA RESISTÊNCIA À UMIDADE E AO FRIO.
SRF - 1501
SCHENECTADY
FRAGON
RESINA RESORCINOL-FORMALDEIDO SÓLIDA, TIPO NOVALACA
INDICADA PARA MELHORAR A ADESÃO DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS A
TECIDOS, FIOS E METAIS, USADOS NA CONFECÇÃO DE PNEUS, MANGUEIRAS,
CORREIAS ETC., NECESSITA DA ADIÇÃO DE 1,9 PARTES DE HEXAMETILENO-
TETRAMINA PARA CADA 3 PARTES DE SRF 1501.
SRJ - 418
SCHENECTADY
FRAGON
RESINA ALQUIL-FENÓLICA CARACTERÍSTICAS DE APLICAÇÃO SIMILAR A SP-1068.
INDARTAC - 0716
QUÍMICA-FABRIL
INDARP
MISTURA DE RESINAS DE PEGAJOSIDADE COM AUXILIARES DE PROCESSO
AUXILIA NA PEGAJOSIDADE DE COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E
SINTÉTICAS A SUBSTRATOS TÊXTEIS E METÁLICOS, FACILITA O PROCESSAMENTO
E INCORPORAÇÃO DE CARGAS.
BREU
ESPECIALIDADES
QUÍMICAS
PARANÁ S/A
EUCATEX
RESINA NATURAL DERIVADA DA DESTILAÇÃO DA GOMA EXTRAÍDA DO PINUS ELLIOTTI
PROMOVE A PEGAJOSIDADE EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E
SINTÉTICAS A SUBSTRATOS TÊXTEIS E METÁLICOS. ESTE TIPO DE RESINA, USADA
EM ALTOS TEORES APRESENTA CERTO RETARDAMENTO NA CURA DA
BORRACHA, DEVIDO SUA ACIDEZ.
www.cenne.com.br Página 12
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
PARAGUM F PARABOR
PRODUTO DA REAÇÃO DE BREU COM HIDROCARBONETOS
MODIFICADOS
ATIVA A PEGAJOSIDADE DE BORRACHAS NATURAL E
SINTÉTICAS PARA USO EM COMPOSTOS PARA PNEUS,
CORREIAS, MANGUEIRAS, ETC.. OFERECE TAMBÉM MELHOR
DISPERSÃO DE CARGAS, RESISTÊNCIA AO RASGO EM SBR E
AUXILIA A ADESÃO BORRACHA-METAL.
www.cenne.com.br Página 13
TABELA 06
ALGUNS AUXILIARES DE PROCESSO
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
CERA DE POLIETILENO DE BAIXO PESO
MOLECULAR
AC – 617/AC 1702
ALLIED-SIGNAL
CERALIT
DINACO
PROQUIMIL
POLÍMEROS DE BAIXO PESO MOLECULAR
AUXILIAR DE PROCESSAMENTO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS
PRINCIPALMENTE HYPALON, OFERECE AOS COMPOSTOS FACILIDADE DE
PROCESSAMENTO, PRENSAGEM, EXTRUSÃO, CALANDRAGEM, ETC.. A CERA AC-
617-A É INERTE, NÃO AFETA A CURA DO COMPOSTO, TAMBÉM APRESENTAM
ÓTIMAS PROPRIEDADES ISOLANTE ELÉTRICO.
SERIAC
WB - 212
SERIAC-QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
EMULSÃO A BASE DE ESTERES E ÁCIDOS DE ALTO PESO MOLECULAR
AUXILIAR DE PROCESSO, PLASTIFICANTE, LUBRIFICANTE INTERNO E AGENTE DE
DESMOLDAGEM, USADO EM BORRACHAS NATURAL OU SINTÉTICAS, NÃO
MANCHANTE, FACILITA A INCORPORAÇÃO DE CARGAS DIMINUI A VISCOSIDADE
DO COMPOSTO NÃO ALTERANDO A DUREZA FINAL, MELHORA A FLUIDEZ NA
MOLDAGEM, ETC..
SERIAC
WB - 222
SERIAC-QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
ESTER DE ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS DE ALTO PESO MOLECULAR
AUXILIAR DE PROCESSO EFICIENTE COMO DESMOLDANTE INTERNO PARA
BORRACHAS ESPECIAIS, MELHORA A FLUIDEZ E DISPERSÃO DAS CARGAS NO
COMPOSTO. TAMBÉM MUITO USADO NAS VULCANIZAÇÕES EM TÚNEIS
CONTÍNUOS COM BAIXAS PRESSÕES.
STRUKTOL WB 16
SERIAC WB 16
SERIAC-QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
MISTURA DE SABÕES DE CÁLCIO E ÁCIDOS GRAXOS
AGENTE DE FLUIDEZ PARA COMPOSTOS DE BORRACHA NATURAL OU
SINTÉTICAS, LUBRIFICANTE INTRAMOLECULAR, MELHORA O PROCESSAMENTO E
A DISPERSÃO DOS INGREDIENTES. DIMINUI A TENDÊNCIA DE PRÉ-CRISTALIZAÇÃO
DE COMPOSTOS COM CR.
SERIAC A -50 P
STRUKTOL A -50 P
SERIAC-QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
MISTURA DE SABÕES DE ZINCO DE ÁCIDOS GRAXOS DE ALTO PESO MOLECULAR
AUXILIAR DE PROCESSAMENTO E PEPTIZANTE FÍSICO PARA BORRACHAS
NATURAL E SINTÉTICAS, ATIVA LIGEIRAMENTE COMPOSIÇÕES COM ENXOFRE
DEVENDO SER REDUZIDO O TEOR DE ÓXIDO DE ZINCO E ESTEARINA, MELHORA A
FLUIDEZ DO COMPOSTO E DISPERSÃO DAS CARGAS.
www.cenne.com.br Página 14
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
SERIAC WA-48
STRUKTOL WA-48
SERIAC-QUÍMICA
STRUKTOL
PARABOR
MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ESTERES DE ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS
AUXILIAR DE PROCESSO ESPECÍFICO PARA COMPOSTOS COM EPICLORIDRINA
MELHORA A FLUIDEZ E DIMINUI A SUJIDADE NOS MOLDES, TAMBÉM DIMINUI A
PEGAJOSIDADE DOS COMPOSTOS NOS ROLOS DO MISTURADOR.
INDARPEP
QUÍMICA-FABRIL
INDARP
MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ÁCIDOS GRAXOS
AUXILIAR DE PROCESSO E PEPTIZANTE FÍSICO PARA BORRACHAS NATURAL E
SINTÉTICAS, NÃO SENDO INDICADA PARA POLICLOROPRENO, DEMAIS
CARACTERÍSTICAS, SEMELHANTE AO STRUKTOL A-50 P.
INDARPEP - 0221
QUÍMICA-FABRIL
INDARP
MISTURA DE SABÕES DE ZINCO COM SUPORTES ÁCIDOS DE ELEVADO PESO MOLECULAR
AUXILIAR DE PROCESSAMENTO E PEPTIZANTE FÍSICO NÃO MANCHANTE PARA
BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, BAIXA A VISCOSIDADE DO COMPOSTO NO
PROCESSAMENTO FACILITANDO A DISPERSÃO DAS CARGAS É LIGEIRAMENTE
ATIVANTE DEVENDO SER REDUZIDO O ÓXIDO DE ZINCO E ESTEARINA.
ASFALTO OXIDADO
ONDALIT
ASFALTOS-VITÓRIA
ASFALTO DE PETRÓLEO
MINERAL-RUBBER
AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, MELHORA O
ASPECTO DO ARTEFATO ACABADO DANDO MAIS BRILHO, É REPELENTES A ÁGUA
E UMIDADE, DIMINUI O CUSTO DO COMPOSTO. EM EBONITE MELHORA A
RESISTÊNCIA AO ÁCIDO SULFÚRICO, ABSORVE LIGEIRAMENTE O ENXOFRE.
PLASTIGUM - N PARABOR MISTURA DE ÁCIDOS GRAXOS COM SAIS DE ZINCO
AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICA, MELHORA A
VISCOSIDADE, FLUIDEZ, DISPERSÃO DOS INGREDIENTES, REDUZ O RASGAMENTO
A QUENTE E REBARBAS, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA.
PLASTIGUM
A-60
PARABOR MISTURA DE ÁCIDOS GRAXOS CARBOXILADOS COM SAIS DE ZINCO EFEITOS SEMELHANTES AO PLASTIGUM-N
FLUXTEC - M PROQUITEC MISTURA DE RESINAS VEGETAIS
AUXILIAR DE PROCESSO COM GRANDE PODER LUBRIFICANTE INTERMOLECULAR,
É COMPATÍVEL COM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, MELHORA A FLUIDEZ E
O ASPECTO FINAL DO ARTEFATO.
www.cenne.com.br Página 15
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
FLUXTEC 32 PROQUITEC MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ÁCIDOS GRAXOS EFEITOS SEMELHANTES AO PLASTIGUM-N
FLUXTEC 120 PROQUITEC MISTURA DE SABÕES METÁLICOS DERIVADOS DE ÁCIDOS GRAXOS
AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, FACILITA A
MISTURA E FLUIDEZ DO COMPOSTO, MANTÉM A ESTABILIDADE DIMENSIONAL
EM ARTIGOS EXTRUSADOS, NÃO INTERFERE NA ADESÃO.
www.cenne.com.br Página 16
TABELA 07
ALGUNS AGENTES ESPONJANTES
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
EXPANCEL BS PROQUITEC ESPONJANTE A BASE DE BICARBONATO DE SÓDIO
ESPONJANTE PARA ARTIGOS DE BORRACHA DE CÉLULAS ABERTAS, O VOLUME DE
GÁS LIBERADO NA VULCANIZAÇÃO É DE 105 A 140 ml/g, NÃO TEM CHEIRO E
PODE SER COMBINADO COM OUTROS TIPOS COMO OS DINITROSOS OU
AZODICARBONAMIDA.
EXPANCEL TSH PROQUITEC P-TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA
AGENTE ESPONJANTE PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS CONFERE
ARTIGOS ESPONJOSOS PROCESSADOS POR VULCANIZAÇÃO CONTÍNUOS,
PRENSADOS, ETC., NÃO É TOXICO NEM TEM CHEIRO, NÃO PROVOCA ALTERAÇÃO
DA COR DOS ARTEFATOS.
EXPANCEL AZ PROQUITEC INGREDIENTE A BASE DE AZODICARBONAMIDA
ESPONJANTE PARA BORRACHAS NATURAL OU SINTÉTICA, NÃO PROVOCA CHEIRO
AO ARTEFATO FINAL, PODE SER USADA EM PEÇAS BRANCA OU COLORIDA,
OFERECE CÉLULAS PERFEITAMENTE UNIFORMES, USO EM ARTIGOS PRENSADOS
E TREFILADOS.
POROFOR TSH LANXESS TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA
OFERECE AOS COMPOSTOS, CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL
TSH. TEMPERATURA DE DECOMPOSIÇÃO NA BORRACHA = 85°C, LIBERA APROX.
120 ml / g DE GAS EXPANSOR
POROFOR
ADC / M – C1
LANXESS AZODICARBONAMIDA
OFERECE AOS COMPOSTOS, CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL
AZ. TEMPER. DECOMPOSIÇÃO NA BORRACHA 170°C
GENITRON ACR LANXESS COMBINAÇÃO DE AZODICARBONAMIDA COM SULFONIL-HIDRAZINA
OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL
AZ. TEMPERAT. DECOMPOSIÇÃO ~160°C
www.cenne.com.br Página 17
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
CELOGEN AZ CHEMTURA AZODICARBONAMIDA
OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL
AZ.
CELOGEN TSH CHEMTURA P-TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA
OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL
THS.
www.cenne.com.br Página 18
TABELA 08
INGREDIENTES DIVERSOS
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
HIDROGARD GP
HIDRALTEX 325 / 635
ALCOA S/A
ITATEX ALUMINA HIDRATADA (HIDRÓXIDO DE ALUMINIO)
INGREDIENTE QUE FUNCIONA COMO CARGA INERTE RETARDANTE DE
FLAMABILIDADE, TAMBÉM OFERECE AO ARTEFATO MELHOR ISOLAMENTO À
ELETRICIDADE.
HIDROGARD H1
HIDRALTEX
ALCOA S/A
ITATEX ALUMINA HIDRATADA (HIDRÓXIDO DE ALUMÍNIO)
RETARDANTE DE FLAMABILIDADE, CARGA INERTE, OFERECE MELHOR
ISOLAMENTO ELÉTRICO AOS COMPOSTOS.
AT-PEG-4000
AGRO QUÍMICA
MARINGÁ
POLIETILENO-GLICOL
INGREDIENTE USADO A BASE DE 5% SOBRE A QUANTIDADE DE SÍLICA
ADICIONADA À COMPOSIÇÃO, OFERECE A INIBIÇÃO DA EXTRAÇÃO DE
ACELERADORES ATIVOS PELA SÍLICA.
D.E.G.
AGRO QUÍMICA
MARINGÁ
DIETILENO-GLICOL
MESMA FINALIDADE QUE O AT-PEG-4000, PORÉM, EM FORMA LÍQUIDA, E A
TEMPERATURA DE VOLATILIZAÇÃO É BEM MAIS BAIXA≈50°C.
ADESIVOS BORRACHA A SUBSTRATOS
LORD
TIXON
DALTON DYNAMICS
DIVERSOS TIPOS
PROMOVE A ADESIVAÇÃO NO ATO DA VULCANIZAÇÃO ENTRE BORRACHA E
SUBSTRATOS METÁLICOS, TÊXTEIS E OUTROS.
ITALTAC 635 ITATEX
SILICATO DE MAGNÉSIO
(TALCO-INDUSTRIAL)
CARGA INERTE BRANCA MELHORA A INCORPORAÇÃO DOS PLASTIFICANTES NA
MISTURA.
SAC-100 Z-A ITATEX
SILICATO DE ALUMÍNIO
(CAULIM)
CARGA INERTE BRANCA, OFERECE MAIOR FACILIDADE DE PROCESSAMENTO DOS
COMPOSTOS, MELHORA O ISOLAMENTO ELÉTRICO E REDUZ O CUSTO.
SAC-200 Z-A ITATEX
SILICATO DE ALUMÍNIO
(CAULIM DURO)
CARGA BRANCA SEMI REFORÇANTE OFERECE MAIOR FACILIDADE DE MISTURA
DOS COMPOSTOS E MELHOR ASPECTO VISUAL NO ARTEFATO ACABADO,
MELHORA O ISOLAMENTO ELÉTRICO E RESISTÊNCIA QUÍMICA
www.cenne.com.br Página 19
NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES
RESINA S6-H NITRIFLEX COPOLÍMERO DE ALTO TEOR DE ESTIRENO
USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICA, MELHORA A
DUREZA DO ARTEFATO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO, RASGAMENTO E ABRASÃO,
AUMENTA A FLUIDEZ DO COMPOSTO QUENTE E ISOLAMENTO ELÉTRICO.
ULTRACARB 60 INACARB CARBONATO DE CÁLCIO
CARGA INERTE BRANCA INCORPORA COM FACILIDADE, REDUZ O CUSTO DOS
PRODUTOS MELHORA O ASPECTO VISUAL.
TALFILL HO UNIMIN CARBONATO DE CÁLCIO EXTRA LEVE
CARGA INÉRTE BRANCA INCORPORA COM FACILIDADE , REDUZ O CUSTO DO
COMPOSTO, MELHORA O ASPECTO VISUAL
TALGLOSS HB UNIMIN CARBONATO DE CÁCIO LEVE CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÃO SIMILAR AO TANFILL HO
TAMPLAST HI UNIMIN CARBONATO DE CÁLCIO MÉDIO ÍDEM AO TANFILL HO
PROSEC PROQUITEC ÓXIDO DE CÁLCIO MICRONIZADO
PROMOVE A ABSORÇÃO DE UMIDADE EM COMPOSTOS DE BORRACHA, PROTEGE
CONTRA A UMIDADE E O DIÓXIDO DE CARBONO, AS COMPOSIÇÕES.
PARASEC R
PARASEC S
PARABOR ÓXIDO DE CÁLCIO TRATADO CARACTERÍSTICAS DE USO SIMILAR ÀS DO PROSEC.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Borrachas nitrílicas
Borrachas nitrílicasBorrachas nitrílicas
Borrachas nitrílicas
Borrachas
 
Eficiencia acoplamento silano
Eficiencia acoplamento silanoEficiencia acoplamento silano
Eficiencia acoplamento silano
Borrachas
 
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
Borrachas
 
Borracha butilica
Borracha butilicaBorracha butilica
Borracha butilica
Borrachas
 
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricosAditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
Borrachas
 
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamentoAditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
Borrachas
 
Borrachas de estireno
Borrachas de estirenoBorrachas de estireno
Borrachas de estireno
Borrachas
 
Vulcanização
VulcanizaçãoVulcanização
Vulcanização
Borrachas
 
Molas e coxins - Elastômeros mais usados
Molas e coxins - Elastômeros mais usadosMolas e coxins - Elastômeros mais usados
Molas e coxins - Elastômeros mais usados
Borrachas
 
Borrachas fluorcarbônicas
Borrachas fluorcarbônicasBorrachas fluorcarbônicas
Borrachas fluorcarbônicas
Borrachas
 
Introdução aos artefatos de borracha
Introdução aos artefatos de borrachaIntrodução aos artefatos de borracha
Introdução aos artefatos de borracha
Borrachas
 
Borrachas de silicone
Borrachas de siliconeBorrachas de silicone
Borrachas de silicone
Borrachas
 
Borracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
Borracha de polietileno cloro sulfonado - HypalonBorracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
Borracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
Borrachas
 
Reciclagem da borracha
Reciclagem da borrachaReciclagem da borracha
Reciclagem da borracha
Borrachas
 
Policloropreno
PolicloroprenoPolicloropreno
Policloropreno
Borrachas
 

Mais procurados (20)

Borrachas nitrílicas
Borrachas nitrílicasBorrachas nitrílicas
Borrachas nitrílicas
 
Eficiencia acoplamento silano
Eficiencia acoplamento silanoEficiencia acoplamento silano
Eficiencia acoplamento silano
 
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
Auxiliares no processamento da borracha - Parte 2
 
Blooming
BloomingBlooming
Blooming
 
Borracha butilica
Borracha butilicaBorracha butilica
Borracha butilica
 
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricosAditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
Aditivos anti-degradantes para compostos elastoméricos
 
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamentoAditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
Aditivos de compatibilidade e agentes de acoplamento
 
Neoprene
NeopreneNeoprene
Neoprene
 
Borrachas de estireno
Borrachas de estirenoBorrachas de estireno
Borrachas de estireno
 
Vulcanização
VulcanizaçãoVulcanização
Vulcanização
 
Performance
PerformancePerformance
Performance
 
Molas e coxins - Elastômeros mais usados
Molas e coxins - Elastômeros mais usadosMolas e coxins - Elastômeros mais usados
Molas e coxins - Elastômeros mais usados
 
Borrachas fluorcarbônicas
Borrachas fluorcarbônicasBorrachas fluorcarbônicas
Borrachas fluorcarbônicas
 
Introdução aos artefatos de borracha
Introdução aos artefatos de borrachaIntrodução aos artefatos de borracha
Introdução aos artefatos de borracha
 
Borrachas de silicone
Borrachas de siliconeBorrachas de silicone
Borrachas de silicone
 
Borracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
Borracha de polietileno cloro sulfonado - HypalonBorracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
Borracha de polietileno cloro sulfonado - Hypalon
 
tratamento de cargas inorgânicas
tratamento de cargas inorgânicastratamento de cargas inorgânicas
tratamento de cargas inorgânicas
 
Introdução aos Polietilenos Reticulados – “XLPEs”
Introdução aos Polietilenos Reticulados – “XLPEs”Introdução aos Polietilenos Reticulados – “XLPEs”
Introdução aos Polietilenos Reticulados – “XLPEs”
 
Reciclagem da borracha
Reciclagem da borrachaReciclagem da borracha
Reciclagem da borracha
 
Policloropreno
PolicloroprenoPolicloropreno
Policloropreno
 

Destaque

Borracha natural
Borracha naturalBorracha natural
Borracha natural
Borrachas
 
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachasTabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
Borrachas
 
Extração da borracha amazônia
Extração da borracha amazôniaExtração da borracha amazônia
Extração da borracha amazônia
Jéssica Domaszak
 
Service deployer FISL 2013
Service deployer FISL 2013Service deployer FISL 2013
Service deployer FISL 2013
choreos
 
Seleção por Competência AncoraRh
Seleção por Competência AncoraRhSeleção por Competência AncoraRh
Seleção por Competência AncoraRh
RGE & Associados
 
Implementing Semantic Queries in Online Social Networks
Implementing Semantic Queries in Online Social NetworksImplementing Semantic Queries in Online Social Networks
Implementing Semantic Queries in Online Social Networks
Otávio Calaça Xavier
 

Destaque (18)

Trabalho de sobre a Borracha Butilica (IIR)
Trabalho de sobre a Borracha Butilica (IIR)Trabalho de sobre a Borracha Butilica (IIR)
Trabalho de sobre a Borracha Butilica (IIR)
 
Borracha natural
Borracha naturalBorracha natural
Borracha natural
 
Apresentaçao atb1
Apresentaçao atb1Apresentaçao atb1
Apresentaçao atb1
 
Ciclo da borracha
Ciclo da borrachaCiclo da borracha
Ciclo da borracha
 
Ciclo da borracha
Ciclo da borrachaCiclo da borracha
Ciclo da borracha
 
Ciclos Da Borracha Pdf
Ciclos Da Borracha PdfCiclos Da Borracha Pdf
Ciclos Da Borracha Pdf
 
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachasTabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
Tabela comparativa entre algumas propriedades de diversos tipos de borrachas
 
Trabalho gestão de processos e qualidade
Trabalho gestão de processos e qualidadeTrabalho gestão de processos e qualidade
Trabalho gestão de processos e qualidade
 
Aula 7 cargas e reforços
Aula 7  cargas  e reforçosAula 7  cargas  e reforços
Aula 7 cargas e reforços
 
Pneus seminario
Pneus seminarioPneus seminario
Pneus seminario
 
Extração da borracha amazônia
Extração da borracha amazôniaExtração da borracha amazônia
Extração da borracha amazônia
 
Ler 1
Ler 1Ler 1
Ler 1
 
Service deployer FISL 2013
Service deployer FISL 2013Service deployer FISL 2013
Service deployer FISL 2013
 
Workshop: Tendências do Franchising
Workshop: Tendências do FranchisingWorkshop: Tendências do Franchising
Workshop: Tendências do Franchising
 
Mensagem de ano novo
Mensagem de ano novoMensagem de ano novo
Mensagem de ano novo
 
Seleção por Competência AncoraRh
Seleção por Competência AncoraRhSeleção por Competência AncoraRh
Seleção por Competência AncoraRh
 
6ºAno Flaviane e Escarlate
6ºAno Flaviane e Escarlate6ºAno Flaviane e Escarlate
6ºAno Flaviane e Escarlate
 
Implementing Semantic Queries in Online Social Networks
Implementing Semantic Queries in Online Social NetworksImplementing Semantic Queries in Online Social Networks
Implementing Semantic Queries in Online Social Networks
 

Semelhante a Tabelas de ingredientes diversos para compostos de borracha

Weg tintas lancamentos 2011
Weg tintas lancamentos 2011Weg tintas lancamentos 2011
Weg tintas lancamentos 2011
Hermes Martins
 
Catálogo Automotivo Orbi 2013
Catálogo Automotivo Orbi 2013Catálogo Automotivo Orbi 2013
Catálogo Automotivo Orbi 2013
mapplemkt
 

Semelhante a Tabelas de ingredientes diversos para compostos de borracha (12)

Tabela norton aam_2016
Tabela norton aam_2016Tabela norton aam_2016
Tabela norton aam_2016
 
Apresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtosApresentação quimatic produtos
Apresentação quimatic produtos
 
Informações Importantes da Proteção com Revestimentos
Informações Importantes da Proteção com RevestimentosInformações Importantes da Proteção com Revestimentos
Informações Importantes da Proteção com Revestimentos
 
Weg tintas lancamentos 2011
Weg tintas lancamentos 2011Weg tintas lancamentos 2011
Weg tintas lancamentos 2011
 
Apresentação NP Nanoprotetores
Apresentação NP NanoprotetoresApresentação NP Nanoprotetores
Apresentação NP Nanoprotetores
 
Aerodispersóides
AerodispersóidesAerodispersóides
Aerodispersóides
 
Asmaco master catalogue portuguese - Anchor Allied Factory LLC
Asmaco master catalogue  portuguese - Anchor Allied Factory LLCAsmaco master catalogue  portuguese - Anchor Allied Factory LLC
Asmaco master catalogue portuguese - Anchor Allied Factory LLC
 
DENVER AP
DENVER AP DENVER AP
DENVER AP
 
João Venceslau - INTEMPER
João Venceslau - INTEMPERJoão Venceslau - INTEMPER
João Venceslau - INTEMPER
 
Resumo de Aplicações Rijeza
Resumo de Aplicações RijezaResumo de Aplicações Rijeza
Resumo de Aplicações Rijeza
 
Catálogo Automotivo Orbi 2013
Catálogo Automotivo Orbi 2013Catálogo Automotivo Orbi 2013
Catálogo Automotivo Orbi 2013
 
Epi & Epc
Epi    &   EpcEpi    &   Epc
Epi & Epc
 

Mais de Borrachas

COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICASCOMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
Borrachas
 
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamac
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamacElastomeros etileno acrilato_metila_vamac
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamac
Borrachas
 
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachasTabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
Borrachas
 
Molas coxins - Dimensionamento Estático
Molas coxins - Dimensionamento EstáticoMolas coxins - Dimensionamento Estático
Molas coxins - Dimensionamento Estático
Borrachas
 
Molas coxins - Dimensionamento dinâmico
Molas coxins - Dimensionamento dinâmicoMolas coxins - Dimensionamento dinâmico
Molas coxins - Dimensionamento dinâmico
Borrachas
 
Molas coxins - Cálculos
Molas coxins - CálculosMolas coxins - Cálculos
Molas coxins - Cálculos
Borrachas
 
Molas coxins
Molas coxinsMolas coxins
Molas coxins
Borrachas
 
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borrachaCustos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
Borrachas
 
Correias transportadoras - Parte 4
Correias transportadoras - Parte 4Correias transportadoras - Parte 4
Correias transportadoras - Parte 4
Borrachas
 
Correias transportadoras - Parte 3
Correias transportadoras - Parte 3Correias transportadoras - Parte 3
Correias transportadoras - Parte 3
Borrachas
 

Mais de Borrachas (20)

Polietileno
PolietilenoPolietileno
Polietileno
 
Escolha da borracha
Escolha da borrachaEscolha da borracha
Escolha da borracha
 
Moldagem de borracha
Moldagem de borrachaMoldagem de borracha
Moldagem de borracha
 
Hidrolise
HidroliseHidrolise
Hidrolise
 
11 mistura em banbury
11   mistura em banbury11   mistura em banbury
11 mistura em banbury
 
09 iniciador para poliolefinas
09   iniciador para poliolefinas09   iniciador para poliolefinas
09 iniciador para poliolefinas
 
08 escolha da borracha
08   escolha da borracha08   escolha da borracha
08 escolha da borracha
 
07 normas astm d 2000
07   normas astm d 200007   normas astm d 2000
07 normas astm d 2000
 
Modificação de Polipropileno com Peróxidos Orgânicos
Modificação de Polipropileno com Peróxidos OrgânicosModificação de Polipropileno com Peróxidos Orgânicos
Modificação de Polipropileno com Peróxidos Orgânicos
 
XLPE em condutores elétricos
XLPE em condutores elétricosXLPE em condutores elétricos
XLPE em condutores elétricos
 
COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICASCOMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
COMPOSTOS POLIMÉRICOS CONTENDO CARGAS INORGÂNICAS
 
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamac
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamacElastomeros etileno acrilato_metila_vamac
Elastomeros etileno acrilato_metila_vamac
 
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachasTabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
Tabela de abreviaturas para compostos de plásticos e borrachas
 
Molas coxins - Dimensionamento Estático
Molas coxins - Dimensionamento EstáticoMolas coxins - Dimensionamento Estático
Molas coxins - Dimensionamento Estático
 
Molas coxins - Dimensionamento dinâmico
Molas coxins - Dimensionamento dinâmicoMolas coxins - Dimensionamento dinâmico
Molas coxins - Dimensionamento dinâmico
 
Molas coxins - Cálculos
Molas coxins - CálculosMolas coxins - Cálculos
Molas coxins - Cálculos
 
Molas coxins
Molas coxinsMolas coxins
Molas coxins
 
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borrachaCustos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
Custos e preço de vendas na indústria de artefatos de borracha
 
Correias transportadoras - Parte 4
Correias transportadoras - Parte 4Correias transportadoras - Parte 4
Correias transportadoras - Parte 4
 
Correias transportadoras - Parte 3
Correias transportadoras - Parte 3Correias transportadoras - Parte 3
Correias transportadoras - Parte 3
 

Tabelas de ingredientes diversos para compostos de borracha

  • 1. Tabelas de ingredientes diversos para compostos de borracha V. J. Garbim
  • 2. www.cenne.com.br Página 1 TABELAS ORIENTATIVAS DE INGREDIENTES DIVERSOS As tabelas seqüentes apresentam informações técnicas de diversos ingredientes normalmente indicados em compostos de borracha. Sabemos que são quase infinitas as quantidades e tipos de ingredientes possíveis de serem usados em compostos de borracha, porém, ao projetarmos uma nova composição para artefatos técnicos é de suma importância que se conheça o maior número possível de informações, sobre cada elemento, da nova formulação, o que, além da respeitável prática e conhecimentos dos tecnologistas formuladores, ainda torna-se imprescindível a consulta aos técnicos dos fabricantes fornecedores, bem como, obter literaturas técnicas dos produtos. Como já informamos, as tabelas são orientativas, informações mais específicas poderão ser obtidas nas literaturas de cada produto. Agradecemos aos produtores e distribuidores citados nas paginas seguintes que outrora verbalmente nos permitiu o conhecimento através de seus papers técnicos de onde coletamos as informações que aqui colocamos de maneira bastante sintetizada, porém, de suma importância. Agradecemos ainda a tantos outros amigos fornecedores de produtos e informações cujos seus nomes são largamente conhecidos no ramo, e veiculados em espetaculares propagandas comerciais nos diversos meios de divulgação direcionados a esses fins, achamos redundante reafirma-los nestas poucas páginas, cujas quais não tem nenhum cunho comercial, prestam-se somente a suporte técnico. Amigos fornecedores estes cujos seus nomes e portfólio de produtos podem ser encontrados em revistas específicas.
  • 3. www.cenne.com.br Página 2 TABELA 01 ANTIOXIDANTES E ANTIOZONANTES PARA BORRACHA NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS VULKANOX 4010 NA/LG ANTIOZONANTE LANXESS N-ISOPROPIL—N’-FENIL – P - FENILENO DAMINA (IPPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERECE BOA PROTEÇÃO AO OZÔNIO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA. NORMALMENTE USADO EM COMBINAÇÃO COM ANTIOXIDANTE TMQ. VULKANOX 4020 LG VULKANOX 4020 liquido ANTIOZONANTE LANXESS N-(1,3 - DIMETIL - BUTIL) - N’-FENIL - P-FENILENO DIAMINA (6PPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERCE BOA PROTEÇÃO AO OZÔNIO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA, ÓTIMA RESISTÊNCIA AO ENVELHECIMENTO. VULKANOX 4030 ANTIOZONANTE LANXESS N-N’- BIS -(1,4DIMETILFENTIL) – P.FENILENO DIAMINA (77PD) ANTIOZONANTE MANCHANTE, OFERCE ÓTIMA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OZÔNIO E RESISTÊNCIA AO ENVELHECIMENTO, MENOS EFETIVO QUE OS VULKANOX 4010 OU O VULKANOX 4020. VULKANOX 3100 ANTIOZONANTE LANXESS MISTURA DE DIARIL-P-FENILENO DIAMINA (DTPD) EXCELENTE ANTIOZONANTE PARA POLICLOROPRENO É MANCHANTE, TAMBÉM OFERECE BOA RESISTÊNCIA A FLEXÃO DINÂMICA. VULKANOX DPPD ANTIOZONANTE LANXESS N-N’- DIFENIL – P - FENILENODIAMINA (DPPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO ANTI-OZÔNIO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA. COM TENDENCIA A DAR BLOOMING VULKANOX DDA ANTIOXIDANTE LANXESS DERIVADOS DE DIFENILAMINAS (SDPA) ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OXIGÊNIO INCLUSIVE PARA POLICLOROPRENO, RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA.
  • 4. www.cenne.com.br Página 3 NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS VULKANOX OCD/SG ANTIOXIDANTE LANXESS DIFENILAMINA ACTILADA (ODPA) ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE OFERECE BOA PROTEÇÃO AO ATAQUE DE OXIGÊNIO INCLUSIVE PARA POLICLOROPRENO, RESISTÊNCIA À FLEXÃO DINÂMICA. INDICADA PARA NBR E OUTRAS BORRACHAS POLARES FLEXONE 3-C (ANTIOZONANTE) CHEMTURA N-ISOPROPIL-N’FENIL P’FENILENO DIAMINA (IPPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA DO COMPOSTO, OFERECE AO ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO, PONTO DE FUSÃO APROX. 70° C, USO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS COMO; PNEUS, CABOS, CORREIAS E ARTIGOS EM GERAL. FLEXONE 7-F (ANTIOZONANTE) CHEMTURA N – 1,3 – DIMETILBUTIL – FENIL – PARAFENILENODIAMINA (6 PPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE, NÃO PROVOCA NENHUMA ATIVAÇÃO NA CURA, OFERECE AO ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO, PONTO DE FUSÃO APROX. 50° C USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICA APLICAÇÃO EM PNEUS, FIOS E CABOS, CORREIAS E ARTIGOS EM GERAL. AMINOX (ANTIOXIDANTE) CHEMTURA REAÇÃO DE DIFENILAMINA COM ACETONA A BAIXAS TEMPERATURAS ANTIOXIDANTE MANCHANTE, NÃO PROVOCA ALTERAÇÃO NA TAXA DE CURA, OFERECE AO ARTEFATO EXCELENTE RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO E FADIGA POR FLEXÃO, RAZOAVEL RESISTÊNCIA AO OZÔNIO USADO EM BORRACHA NATURAL, SBR E NBR EM ARTEFATOS EM GERAL. NAUGARD Q (ANTIOXIDANTE) CHEMTURA 1,2-DIHIDRO-2,2,4 TRIMETILQUINOLINA POLIMERIZADA (TMQ) ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA, OFERECE AO ARTEFATO RAZOAVEL RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO, E FADIGA POR FLEXÃO USADO EM COMPOSTOS DE NATURAL, SBR, NITRÍLICAS, EPDM, E POLIISOPRENO, PARA ARTEFATOS EM GERAL. PROTETOX NS ANTIOXIDANTE PROQUITEC FENOL-ESTIRENADO É UM ANTIOXIDANTE DE USO GERAL NÃO MANCHANTE E NÃO DESCOLORANTE, OFERECE BOA PERFORMANCE EM NR, SBR, IR, NBR E CR – SIMILAR AO BANOX S, VULCANOX SP OU NAUGARD SP SANTOFLEX IPPD ANTIOZONANTE FLEXSYS N-ISOPROPIL-N-FENIL-P-FENILENO DIAMINA CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILARES AO FLEXONE 3 C, OU O VULKANOX 4010 NA/LG SANTOFLEX 6 PPD ANTIOXIDANTE FLEXSYS N-1,3-DIMETILBUTIL-N-FENIL-P-FENILENODIAMINA CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILARES AO VULKANOX 4010 NA/LG PERMANAX ODPA ANTIOXIDANTE FLEXSYS DIFENILAMINA OCTILADA SIMILAR AO: VULKANOX OCD/SG, OCTAMINE.
  • 5. www.cenne.com.br Página 4 NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS PERCACIT NDBC ANTIOXIDANTE FLEXSYS DIBUTILDITIOCARBAMATO DE NÍQUEL ANTIOXIDANTE E ESTABILIZANTE PARA ALTAS TEMPERATURAS PARA HYPALON E OUTROS POLÍMEROS DE ALTA PERFORMANCE. SANTOWHITE BBMC ANTIOXIDANTE FLEXSYS 4,4 ‘ BUTILIDENO – BIS – (6-TERCIO-BUTIL-M-CRESOL) É UM PODEROSO ANTIOXIDANTE USADO EM ARTEFATOS QUE NECESSITAM DE MELHOR RESISTENCIA AO CALOR, APLICADO EM COMPOSIÇÕES DE ARTEFATOS COLORIDOS, INCLUINDO LATICES E ADESIVOS. FLECTOL TMQ ANTIOXIDANTE FLEXSYS 2,2,4 TRIMETIL – 1,2 – DIHIDROQUINILINA POLIMERIZADA (TMQ ) TMQ OFERECE EXCELENTE AÇÃO ANTIOXIDANTE PARA BORRACHAS APOLARES COM EPDM, BUTIL ,ETC. TORNA-SE MAIS EFEICAZ SE COMBINADO COM ANTIOXIDANTE 6 PPD. É CONTRATIPO DIRETO DO NAUGARD Q, AGERITE RESIN D E VULKANOX HS. NAUGARD 445 (ANTIOXIDANTE) CHEMTURA 4,4’ – BIS (ALFA, ALFA – DIMETILBENZIL) DIFENILAMINA. ANTIOXIDANTE MANCHANTE E DESCOLORANTE À PRESENÇA DE LUZ SOLAR. USADO EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS,. É INSOLÚVEL EM ÁGUA. SOLÚVEL EM BENZENO, TOLUENO, MEK E OUTROS SOLVENTES PARA BORRACHA. OCTAMINE (ANTIOXIDANTE) CHEMTURA DIFENILAMINA - OCTILADA ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, É LEVEMENTE RETARDANTE EM POLICLOROPRENO, OFERECE AOS ARTEFATOS BOA RESISTÊNCIA A ALTAS TEMPERATURAS, OXIGÊNIO, OZÔNIO E FADIGA POR FLEXÃO, USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS, PARA ARTIGOS EM GERAL. NAUGARD 495 (ANTIOXIDANTE) CHENTURA MERCAPTOBENZIMIDAZOLE ALQUILADO E ANTIOXIDANTE AMINICO ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, LIGEIRAMENTE RETARDANTE EM CURAS COM PERÓXIDOS E ATIVANTE EM CURAS COM ENXOFRE, EXCELENTE RESISTÊNCIA A ALTAS TEMPERATURAS, OXIGÊNIO E FADIGA POR FLEXÃO, RAZOAVEL RESISTÊNCIA AO OZÔNIO, INDICADO PARA ARTIGOS QUE IRÃO TRABALHAR EM ALTAS TEMPERATURAS E EM CONTATO COM SOLVENTES. NAUGAWHITE (ANTIOXIDANTE) CHENTURA COMPONENTE PREDOMINANTE 2,2’ – METILENO ( 4 – METIL – 6 – NONILFENOL ) ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, NÃO ATIVA A VULCANIZAÇÃO RESISTÊNCIA AO MANCHAMENTO, DESCOLORAÇÃO, CALOR E OXIGÊNIO USADO EM BORRACHAS NATURAL, E SINTÉTICAS, INDICADO PARA ARTIGOS DE CORES CLARAS. NAUGARD SP (ANTIOXIDANTE) CHENTURA FENOL-ESTIRENADO ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, NÃO ATIVA A VULCANIZAÇÃO, USADO EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, PLÁSTICOS E ADESIVOS, INDICADO PARA ARTEFATOS DE CORES CLARAS.
  • 6. www.cenne.com.br Página 5 NOME COMERCIAL/FUNÇÃO FORNECEDOR NOME QUÍMICO ALGUMAS CARACTERÍSTICAS AGERITE RESIN D ( ANTIOXIDANTE ) VANDERBILT 2,2,4-TRIMETIL-1,2-DI-HIDROQUINOLINA, POLIMERIZADA (TMQ) ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, ATIVA LEGEIRAMETNE A CURA, OFERECE AO ARTEFATO RAZOÁVEL RESISTÊNCIA AO CALOR, OXIGÊNIO, OZÔNIO E FADIGA DINÂMICA POR FLEXÃO, USADO EM COMPOSTO DE NR, SBR, IR, NBR E EPDM, ESTE ANTIOXIDANTE NÃO TEM CHEIRO, É UM CONTRA-TIPO DO “NAUGARD Q”, NÃO É INDICADO PARA USO EM COMPOSIÇÃO DE POLICLOROPRENO. VANOX ZMTI ( ANTIOXIDANTE ) VANDERBILT ZINCO – 2 – MERCAPTOTOLOUIMIDAZOL ANTIOXIDANTE PARA NR PORÉM E ALTAMENTE EFICAZ EM EPDM EM COMBINAÇÃO COM TMQ, PARA ARTEFATOS QUE IRÃO TRABALHAR EM ALTAS TEMPERATURAS. OFERECE EXCELENTE RESISTÊNCIA À FADIGA POR FLLEXÃO EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS . BANZONE 100 (ANTIOZONANTE) BANN QUÍMICA ( Fora de Linha ) DIARIL-PARAFINILENO DIAMINA (PPD) ANTIOZONANTE MANCHANTE NÃO ATIVA A CURA DOS COMPOSTOS, NÃO TÓXICO, OFERECE ÓTIMA RESISTÊNCIA AO OZÔNIO, OXIGÊNIO, CALOR, E FADIGA DINÂMICA PODE SER USADO EM COMPOSTOS DE NR, SBR, BR, NBR, NO POLICLOROPRENO, TENDE A ATIVAR A CRISTALIZAÇÃO, ANTIOZONANTE USADO EM ARTIGOS PARA APLICAÇÕES GERAIS. ( BANOX H ) TMQ (ANTIOXIDANTE) ( BANN QUÍMICA ) FLEXSYS 1,2-DIHIDRO-2,2,4-TRIMETIL,QUINOLINA POLIMERIZADA (TMQ) ANTIOXIDANTE LEVEMENTE MANCHANTE, NÃO ATIVA A CURA DE COMPOSTOS COM NR, SBR, NBR, BR E IR, TENDE A ATIVAR A CRISTALIZAÇÃO DOS POLICLOROPRENOS, ANTIOXIDANTE MUITO USADO EM PNEUS, CORREIAS, MANGUEIRAS, FIOS E CABOS E ARTIGOS EM GERAL, DA BOA PROTEÇÃO CONTRA ATAQUE DE OXIGÊNIO, RESISTÊNCIA AO CALOR E FADIGA DINÂMICA. ( BANOX S ) SPH (ANTIOXIDANTE) ( BANN QUÍMICA ) FLEXSYS FENOIS ESTIRENADOS ANTIOXIDANTE NÃO MANCHANTE, OFERECE BOA RESISTÊNCIA AO OXIGÊNIO, CALOR E FADIGA DINÂMICA, USADO EM ARTIGOS CLAROS OU COLORIDOS DE BORRACHA NR, SBR, IR, BR, NBR, CR, NÃO PROVOCA ATIVAÇÃO DE CURA AOS COMPOSTOS CONTRA-TIPO DO WINGSTAY’ S DA GOODYEAR.
  • 7. www.cenne.com.br Página 6 TABELA 02 CERAS ANTIOZONANTES INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES (CLORAX 50) (CERA ANTIOZ.) (BANN QUÍMICA) PROQUITEC PARAFINA CLORADA CERA ANTIOZONANTE TENDE A MIGRAR PARA SUPERFÍCIE DO ARTEFATO FORMANDO UMA PELÍCULA PROTETORA QUE IMPEDE O ATAQUE DE OZÔNIO E OXIGÊNIO PARA PEÇAS EM CONDIÇÕES ESTÁTICAS. MOBILWAX R (CERA ANTIOZ.) MOBIL-OIL MISTURA DE CERAS DE PETRÓLEO, ATÓXICAS DE COR CLARA CERA ANTIOZONANTE PARA BORRACHA NATURAL OU SINTÉTICA, PROTEGE DA AÇÃO DA LUZ SOLAR E OXÔNIO. NÃO MANCHANTE, EVITA O RESSECAMENTO DA PEÇA, USADA EM ARTIGOS QUE IRÃO TRABALHAR EM CONDIÇÕES ESTÁTICAS PROZONE (CERA ANTIOZ.) PROQUITEC MISTURA DE CERAS DE PETRÓLEO CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILAR AO MOBIL WAX R. SERIAC S-62 (CERA ANTIOZ.) SERIAC MISTURA DE CERAS PARAFINADAS COM ADITIVOS ANTIOXIDANTES E ANTIOZONANTES CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÕES SIMILAR AO MOBIL WAX R.
  • 8. www.cenne.com.br Página 7 TABELA 03 ALGUNS PLASTIFICANTES INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES DBP SCANDIFLEX ELEQUEIROZ DIBUTIL-FITALATO (PLASTIF. ESTER) PLASTIFICANTE ESTER DE ALTO PESO MOLECULAR USADO EM COMPOSIÇÕES DE BORRACHAS NITRÍLICAS E OUTRAS, PARA ARTEFATOS DE CORES CLARAS OU QUE IRÃO TRABALHAR EM ALTAS OU BAIXAS TEMPERATURAS, TEM MODERADA RESISTÊNCIA A SOLVENTES. D.O.P. SCANDIFLEX ELEQUEIROZ DIOCTIL-FITALATO (PLASTIF. ESTER) PLASTIFICANTE ESTER USADO EM COMPOSIÇÕES DE BORRACHAS DIVERSAS, PRINCIPALMENTE NBR É NÃO MANCHANTE, ALTA ESTABILIDADE, BAIXA VOLATILIDADE, BOAS PROPRIEDADES ELÉTRICAS NÃO EXTRAIVEL POR SOLVENTES, TEM BOA RESISTÊNCIA A ALTAS E BAIXAS TEMPERATURAS. D.O.A. SCANDIFLEX DIOCTIL-ADIPATO (PLASTIF. ESTER) PLASTIFICANTE ESTER MAIS INDICADO EM COMPOSTOS PARA ARTIGOS QUE IRÃO TRABALHAR EM BAIXAS TEMPERATURAS, BOA ESTABILIDADE, BAIXA VOLATILIDADE, USADO EM FIOS E CABOS ELÉTRICOS, GAXETAS, VEDAÇÕES PARA FRIGORÍFICOS, PEÇAS AUTOMOTIVAS, É ATÓXICO, ETC. SCANDINOL SP-S SCANDIFLEX PLASTIF. ESTER PLASTIFICANTE ESTER COMPATÍVEL COM NBR, POLIURETANO, EPICLORIDRINA, POLIACRÍLICAS, POLICLOROPRENO, OFERECE MUITO BOA RESISTÊNCIA A FLEXÃO A BAIXAS TEMPERATURAS, NOS ARTEFATOS, BAIXA VOLATILIDADE E BOA RESISTÊNCIA A ÓLEOS E COMBUSTÍVEL USADO EM GAXETAS, O’RINGs, MANGUEIRAS, ETC.. D.O.S. SCANDIFLEX DIOCTIL-SEBAÇATO (PLASTIF. ESTER) PLASTIFICANTE ESTER MUITO USADO EM ARTIGOS DE BORRACHA QUE SERÃO APLICADOS EM CONDIÇÕES DE BAIXAS TEMPERATURAS, MUITO BAIXA VOLATILIDADE E ALTA ESTABILIDADE NÃO EXTRAIVEL POR ÓLEOS OU COMBUSTÍVEIS. INDARFLEX-0312 QUÍMICA-FABRIL INDARP PLASTIF. POLIESTER PLASTIFICANTE POLIESTER DE MÍNIMA EXUDAÇÃO OFERECE BOAS PROPRIEDADES AOS COMPOSTOS À FLEXÃO EM BAIXAS TEMPERATURAS, APRESENTA PROPRIEDADES ANTIESTÁTICAS, USADO EM BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS PARA ARTIGOS TÉCNICOS EM GERAL.
  • 9. www.cenne.com.br Página 8 INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES TP-90 B MORTON PLASTIFICANTE POLI-ETER PLASTIFICANTE POLIETER, INDICADO PARA ARTEFATOS QUE IRÃO TRABALHAR EM BAIXAS TEMPERATURAS. USADO EM COMPOSTOS DE NR, SBR, NBR, CR, EPICLORIDRINAS APLICADO EM MANGUEIRAS PARA COMBUSTÍVEIS, REVESTIMENTO DE FIOS E CABOS, ARTIGOS PRENSADOS, EXTRUSADOS E CALANDRADOS. FLEX BOR-137 PLASTIFICANTE AROMÁTICO (IPIRANGA QUÍMICA) QUANTIQ ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE AROMÁTICA PLASTIFICANTES MANCHANTES USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL, SBR, POLICLOROPRENO, ARTIGOS DIVERSOS. FLEX NAP-926 PLASTIF.ICANTE NAFTEN.ICO (IPIRANGA QUÍMICA) QUANTIQ ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE NAFTENICA PLASTIFICANTE NÃO MANCHANTE USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS DE COR PRETA OU CLARAS, PARA ARTIGOS QUE SERÃO VULCANIZADAS À TEMPERATURAS MAIS ELEVADAS (EPDM, IIR) FLEX PAR-848, 857, 837, 836, 826, 825 (IPIRANGA QUÍMICA) QUANTIQ ÓLEO PLASTIFICANTE MINERAL DE BASE PARAFINICA PLASTIFICANTE NÃO MANCHANTE, USADO EM COMPOSTOS DE SBR, IIR E PRINCIPALMENTE EPDM, PARA ARTEFATOS CLAROS E PRETOS QUE SERÃO VULCANIZADOS EM TEMPERATURAS MAIS ELEVADAS. STRUKTOL WB 300 SERIAC WB-300 STRUKTOL PARABOR SERIA MISTURA DE POLIESTERES ALIFATICOS E AROMÁTICOS DE ALTO PESO MOLECULAR PLASTIFICANTE POLIMÉRICO PARA COMPOSTOS COM ELASTÔMEROS POLARES, PRINCIPALMENTE NBR E CR, NÃO SÃO EXTRAÍDOS POR SOLVENTES EM ARTIGOS VULCANIZADOS, É DE BAIXA VOLATILIDADE PODENDO SER USADO EM COMPOSTOS QUE SERÃO VULCANIZADOS EM ALTAS TEMPERATURAS. STRUKTOL KW 500 SERIAC KW 500 SERIAC QUÍMICA STRUKTOL PARABOR MISTURA DE ESTERES AROMÁTICOS E ALIFATICOS PLASTIFICANTE RESISTENTE A ALTAS E BAIXAS TEMPERATURAS, PARTICULARMENTE USADO EM COMPOSTOS DE NBR E CR, MELHORANDO A RESISTÊNCIA À FLEXÃO EM BAIXAS TEMPERATURAS, PODE SER USADO EM ARTIGOS QUE DEVEM APRESENTAR RESISTÊNCIA AO CALOR. SERIAC KW-101 SERIAC QUÍMICA ESTER DE POLIETILENOGLICOL PLASTIFICANTE QUE PROMOVE PROPRIEDADES ANTIELETROSTÁTICAS AOS COMPOSTOS USADOS EM BORRACHAS NITRÍLICAS PARA FABRICAÇÃO DE ARTIGOS TÊXTEIS. FACTIS ENRO PLASTIFICANTE SÓLIDO ÓLEO VEGETAL POLIMERIZADO PLASTIFICANTE SÓLIDO, PODE SER USADO EM NR, SBR,NBR,CR, EPDM, ETC, OFERECE MELHOR ACABAMENTO SUPERFICIAL, MACIES FACILITA A MISTURA, DÁ RESISTÊNCIA AO OZÔNIO.
  • 10. www.cenne.com.br Página 9 INGREDIENTES FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES SBT-30 SCHENECTADY COMPOSTO RESINOSO TERMOPLÁSTICO A BASE DE ÁCIDOS E ESTERES CARBOXILADOS PLASTIFICANTE LÍQUIDO PARA BORRACHAS NATURAIS E SINTÉTICAS USADO PARA COMPOSTOS DE PNEUS, MANGUEIRAS CILINDROS E OUTROS ARTIGOS. SBT-100 SCHENECTADY RESINA TERMOPLÁSTICA A BASE DE ÁCIDOS E ESTERES CARBOXILADOS PLASTIFICANTE SÓLIDO PARA BORRACHAS NATURAIS E SINTÉTICAS. APLICAÇÃO SEMELHANTE AO SBT-30.
  • 11. www.cenne.com.br Página 10 TABELA 04 ALGUNS AGENTES PEPTIZANTES NOME COMERCIAL FORNECEDOR NOME QUÍMICO CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES RENACIT-7 LANXESS PENTACLOROTIOFENOL COM ADITIVOS E DISPERSANTES AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL E ALGUNS TIPOS DE SBR. OFERECE MAIOR FACILIDADE DE MASTIGAÇÃO, REDUÇÃO DO CONSUMO DE ENERGIA E DIMINUI O CALOR, AO SER INCORPORADO O ENXOFRE AO COMPOSTO A AÇÃO DO PEPTIZANTE É NEUTRALIZADA. RENACIT 11/WG LANXESS 2,2’-DIBENZAMIDODIFENIL-DISSULFETO COM ADITIVOS E CERAS PARA PELETIZAÇÃO EFEITOS IDÊNTICOS AO RENACIT 7 PEPPLÁS-222 PARABOR DISSULFETO DE DIARILA, TIOFENOIS E ATIVADORES AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL CATALISA A QUEBRA DAS MACROMOLÉCULAS NO INICIO DA MASTIGAÇÃO FACILITANDO A PLASTIFICAÇÃO DA BORRACHA, REDUZINDO O CALOR E CONSUMO DE ENERGIA, TAMBÉM AUXILIA NO TACK DOS COMPOSTOS. STRUKTOL A 86 STRUKTOL PARABOR MISTURA DE ORGANO-METAIS COMPLEXOS AGENTE PEPTIZANTE PARA BORRACHA NATURAL CATALISA A QUEBRA DAS MACROMOLECULAS NO INÍCIO DA MASTIGAÇÃO E PROMOVE LUBRIFICAÇÃO INTERNA NO COMPOSTO, É EFETIVO NUMA AMPLA FAIXA DE TEMPERATURA, DE 80 A 160°C. SERIAC A 46 SERIAC QUÍMICA MISTURA DE ORGANO-METAIS E LIGAÇÕES PEPTIZANTES BEM COMO DISPERSANTES ORGÂNICOS E INORGÂNICOS EFEITOS IDÊNTICOS AO STRUKTOL -A-86
  • 12. www.cenne.com.br Página 11 TABELA 05 ALGUNS AGENTES DE TACK (PEGAJOSIDADE) NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES UNILENE A-80 BITONER 90 PETROQUÍMICA UNIÃO S/A PROQUIMIL HIDROCARBONETOS ESTIRENO, METIL-ESTIRENO, INDENO METIL-INDENO E HALOGENOS RESINA DE PEGAJOSIDADE E AUXILIARES DE PROCESSAMENTO, PONTO DE AMOLECIMENTO 80°C, MELHORA A FLEXIBILIDADE E PLASTIFICAÇÃO DO COMPOSTO, MELHORA A RESISTÊNCIA MECÂNICA ETC., AOS ARTEATOS. SP - 1068 SCHENECTADY FRAGON RESINA ALQUIL-FENÓLICA TERMOPLÁSTICA PROMOVE PEGAJOSIDADE ENTRE BORRACHA NATURAL E SINTÉTICAS, USADA EM PNEUS, CORREIAS, MANGUEIRAS, ETC.. TAMBÉM USADA PARA FABRICAÇÃO DE COLAS CEMENTO DE BORRACHAS, POIS, OFERECE PEGAJOSIDADE, COESÃO RESISTÊNCIA MECÂNICA ETC., AOS ARTEFATOS. SP - 1077 SCHENECTADY FRAGON RESINA ALQUIL-FENÓLICA MODIFICADA TERMOPLÁSTICA PROMOVE PEGAJOSIDADE EM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, USADA EM ARTIGOS TÉCNICOS EM GERAL, OFERECE BOA PEGAJOSIDADE EM EPDM E OUTRAS BORRACHAS CRÍTICAS TEM BOA RESISTÊNCIA À UMIDADE E AO FRIO. SRF - 1501 SCHENECTADY FRAGON RESINA RESORCINOL-FORMALDEIDO SÓLIDA, TIPO NOVALACA INDICADA PARA MELHORAR A ADESÃO DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS A TECIDOS, FIOS E METAIS, USADOS NA CONFECÇÃO DE PNEUS, MANGUEIRAS, CORREIAS ETC., NECESSITA DA ADIÇÃO DE 1,9 PARTES DE HEXAMETILENO- TETRAMINA PARA CADA 3 PARTES DE SRF 1501. SRJ - 418 SCHENECTADY FRAGON RESINA ALQUIL-FENÓLICA CARACTERÍSTICAS DE APLICAÇÃO SIMILAR A SP-1068. INDARTAC - 0716 QUÍMICA-FABRIL INDARP MISTURA DE RESINAS DE PEGAJOSIDADE COM AUXILIARES DE PROCESSO AUXILIA NA PEGAJOSIDADE DE COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS A SUBSTRATOS TÊXTEIS E METÁLICOS, FACILITA O PROCESSAMENTO E INCORPORAÇÃO DE CARGAS. BREU ESPECIALIDADES QUÍMICAS PARANÁ S/A EUCATEX RESINA NATURAL DERIVADA DA DESTILAÇÃO DA GOMA EXTRAÍDA DO PINUS ELLIOTTI PROMOVE A PEGAJOSIDADE EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS A SUBSTRATOS TÊXTEIS E METÁLICOS. ESTE TIPO DE RESINA, USADA EM ALTOS TEORES APRESENTA CERTO RETARDAMENTO NA CURA DA BORRACHA, DEVIDO SUA ACIDEZ.
  • 13. www.cenne.com.br Página 12 NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES PARAGUM F PARABOR PRODUTO DA REAÇÃO DE BREU COM HIDROCARBONETOS MODIFICADOS ATIVA A PEGAJOSIDADE DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS PARA USO EM COMPOSTOS PARA PNEUS, CORREIAS, MANGUEIRAS, ETC.. OFERECE TAMBÉM MELHOR DISPERSÃO DE CARGAS, RESISTÊNCIA AO RASGO EM SBR E AUXILIA A ADESÃO BORRACHA-METAL.
  • 14. www.cenne.com.br Página 13 TABELA 06 ALGUNS AUXILIARES DE PROCESSO NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES CERA DE POLIETILENO DE BAIXO PESO MOLECULAR AC – 617/AC 1702 ALLIED-SIGNAL CERALIT DINACO PROQUIMIL POLÍMEROS DE BAIXO PESO MOLECULAR AUXILIAR DE PROCESSAMENTO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS PRINCIPALMENTE HYPALON, OFERECE AOS COMPOSTOS FACILIDADE DE PROCESSAMENTO, PRENSAGEM, EXTRUSÃO, CALANDRAGEM, ETC.. A CERA AC- 617-A É INERTE, NÃO AFETA A CURA DO COMPOSTO, TAMBÉM APRESENTAM ÓTIMAS PROPRIEDADES ISOLANTE ELÉTRICO. SERIAC WB - 212 SERIAC-QUÍMICA STRUKTOL PARABOR EMULSÃO A BASE DE ESTERES E ÁCIDOS DE ALTO PESO MOLECULAR AUXILIAR DE PROCESSO, PLASTIFICANTE, LUBRIFICANTE INTERNO E AGENTE DE DESMOLDAGEM, USADO EM BORRACHAS NATURAL OU SINTÉTICAS, NÃO MANCHANTE, FACILITA A INCORPORAÇÃO DE CARGAS DIMINUI A VISCOSIDADE DO COMPOSTO NÃO ALTERANDO A DUREZA FINAL, MELHORA A FLUIDEZ NA MOLDAGEM, ETC.. SERIAC WB - 222 SERIAC-QUÍMICA STRUKTOL PARABOR ESTER DE ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS DE ALTO PESO MOLECULAR AUXILIAR DE PROCESSO EFICIENTE COMO DESMOLDANTE INTERNO PARA BORRACHAS ESPECIAIS, MELHORA A FLUIDEZ E DISPERSÃO DAS CARGAS NO COMPOSTO. TAMBÉM MUITO USADO NAS VULCANIZAÇÕES EM TÚNEIS CONTÍNUOS COM BAIXAS PRESSÕES. STRUKTOL WB 16 SERIAC WB 16 SERIAC-QUÍMICA STRUKTOL PARABOR MISTURA DE SABÕES DE CÁLCIO E ÁCIDOS GRAXOS AGENTE DE FLUIDEZ PARA COMPOSTOS DE BORRACHA NATURAL OU SINTÉTICAS, LUBRIFICANTE INTRAMOLECULAR, MELHORA O PROCESSAMENTO E A DISPERSÃO DOS INGREDIENTES. DIMINUI A TENDÊNCIA DE PRÉ-CRISTALIZAÇÃO DE COMPOSTOS COM CR. SERIAC A -50 P STRUKTOL A -50 P SERIAC-QUÍMICA STRUKTOL PARABOR MISTURA DE SABÕES DE ZINCO DE ÁCIDOS GRAXOS DE ALTO PESO MOLECULAR AUXILIAR DE PROCESSAMENTO E PEPTIZANTE FÍSICO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, ATIVA LIGEIRAMENTE COMPOSIÇÕES COM ENXOFRE DEVENDO SER REDUZIDO O TEOR DE ÓXIDO DE ZINCO E ESTEARINA, MELHORA A FLUIDEZ DO COMPOSTO E DISPERSÃO DAS CARGAS.
  • 15. www.cenne.com.br Página 14 NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES SERIAC WA-48 STRUKTOL WA-48 SERIAC-QUÍMICA STRUKTOL PARABOR MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ESTERES DE ÁCIDOS GRAXOS SATURADOS AUXILIAR DE PROCESSO ESPECÍFICO PARA COMPOSTOS COM EPICLORIDRINA MELHORA A FLUIDEZ E DIMINUI A SUJIDADE NOS MOLDES, TAMBÉM DIMINUI A PEGAJOSIDADE DOS COMPOSTOS NOS ROLOS DO MISTURADOR. INDARPEP QUÍMICA-FABRIL INDARP MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ÁCIDOS GRAXOS AUXILIAR DE PROCESSO E PEPTIZANTE FÍSICO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, NÃO SENDO INDICADA PARA POLICLOROPRENO, DEMAIS CARACTERÍSTICAS, SEMELHANTE AO STRUKTOL A-50 P. INDARPEP - 0221 QUÍMICA-FABRIL INDARP MISTURA DE SABÕES DE ZINCO COM SUPORTES ÁCIDOS DE ELEVADO PESO MOLECULAR AUXILIAR DE PROCESSAMENTO E PEPTIZANTE FÍSICO NÃO MANCHANTE PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, BAIXA A VISCOSIDADE DO COMPOSTO NO PROCESSAMENTO FACILITANDO A DISPERSÃO DAS CARGAS É LIGEIRAMENTE ATIVANTE DEVENDO SER REDUZIDO O ÓXIDO DE ZINCO E ESTEARINA. ASFALTO OXIDADO ONDALIT ASFALTOS-VITÓRIA ASFALTO DE PETRÓLEO MINERAL-RUBBER AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, MELHORA O ASPECTO DO ARTEFATO ACABADO DANDO MAIS BRILHO, É REPELENTES A ÁGUA E UMIDADE, DIMINUI O CUSTO DO COMPOSTO. EM EBONITE MELHORA A RESISTÊNCIA AO ÁCIDO SULFÚRICO, ABSORVE LIGEIRAMENTE O ENXOFRE. PLASTIGUM - N PARABOR MISTURA DE ÁCIDOS GRAXOS COM SAIS DE ZINCO AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICA, MELHORA A VISCOSIDADE, FLUIDEZ, DISPERSÃO DOS INGREDIENTES, REDUZ O RASGAMENTO A QUENTE E REBARBAS, ATIVA LIGEIRAMENTE A CURA. PLASTIGUM A-60 PARABOR MISTURA DE ÁCIDOS GRAXOS CARBOXILADOS COM SAIS DE ZINCO EFEITOS SEMELHANTES AO PLASTIGUM-N FLUXTEC - M PROQUITEC MISTURA DE RESINAS VEGETAIS AUXILIAR DE PROCESSO COM GRANDE PODER LUBRIFICANTE INTERMOLECULAR, É COMPATÍVEL COM BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, MELHORA A FLUIDEZ E O ASPECTO FINAL DO ARTEFATO.
  • 16. www.cenne.com.br Página 15 NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES FLUXTEC 32 PROQUITEC MISTURA DE SABÕES DE ZINCO E ÁCIDOS GRAXOS EFEITOS SEMELHANTES AO PLASTIGUM-N FLUXTEC 120 PROQUITEC MISTURA DE SABÕES METÁLICOS DERIVADOS DE ÁCIDOS GRAXOS AUXILIAR DE PROCESSO PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS, FACILITA A MISTURA E FLUIDEZ DO COMPOSTO, MANTÉM A ESTABILIDADE DIMENSIONAL EM ARTIGOS EXTRUSADOS, NÃO INTERFERE NA ADESÃO.
  • 17. www.cenne.com.br Página 16 TABELA 07 ALGUNS AGENTES ESPONJANTES NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES EXPANCEL BS PROQUITEC ESPONJANTE A BASE DE BICARBONATO DE SÓDIO ESPONJANTE PARA ARTIGOS DE BORRACHA DE CÉLULAS ABERTAS, O VOLUME DE GÁS LIBERADO NA VULCANIZAÇÃO É DE 105 A 140 ml/g, NÃO TEM CHEIRO E PODE SER COMBINADO COM OUTROS TIPOS COMO OS DINITROSOS OU AZODICARBONAMIDA. EXPANCEL TSH PROQUITEC P-TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA AGENTE ESPONJANTE PARA BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICAS CONFERE ARTIGOS ESPONJOSOS PROCESSADOS POR VULCANIZAÇÃO CONTÍNUOS, PRENSADOS, ETC., NÃO É TOXICO NEM TEM CHEIRO, NÃO PROVOCA ALTERAÇÃO DA COR DOS ARTEFATOS. EXPANCEL AZ PROQUITEC INGREDIENTE A BASE DE AZODICARBONAMIDA ESPONJANTE PARA BORRACHAS NATURAL OU SINTÉTICA, NÃO PROVOCA CHEIRO AO ARTEFATO FINAL, PODE SER USADA EM PEÇAS BRANCA OU COLORIDA, OFERECE CÉLULAS PERFEITAMENTE UNIFORMES, USO EM ARTIGOS PRENSADOS E TREFILADOS. POROFOR TSH LANXESS TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA OFERECE AOS COMPOSTOS, CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL TSH. TEMPERATURA DE DECOMPOSIÇÃO NA BORRACHA = 85°C, LIBERA APROX. 120 ml / g DE GAS EXPANSOR POROFOR ADC / M – C1 LANXESS AZODICARBONAMIDA OFERECE AOS COMPOSTOS, CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL AZ. TEMPER. DECOMPOSIÇÃO NA BORRACHA 170°C GENITRON ACR LANXESS COMBINAÇÃO DE AZODICARBONAMIDA COM SULFONIL-HIDRAZINA OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL AZ. TEMPERAT. DECOMPOSIÇÃO ~160°C
  • 18. www.cenne.com.br Página 17 NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES CELOGEN AZ CHEMTURA AZODICARBONAMIDA OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL AZ. CELOGEN TSH CHEMTURA P-TOLUENO-SULFONIL HIDRAZINA OFERECE AOS COMPOSTOS CARACTERÍSTICAS SEMELHANTES ÀS DO EXPANCEL THS.
  • 19. www.cenne.com.br Página 18 TABELA 08 INGREDIENTES DIVERSOS NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES HIDROGARD GP HIDRALTEX 325 / 635 ALCOA S/A ITATEX ALUMINA HIDRATADA (HIDRÓXIDO DE ALUMINIO) INGREDIENTE QUE FUNCIONA COMO CARGA INERTE RETARDANTE DE FLAMABILIDADE, TAMBÉM OFERECE AO ARTEFATO MELHOR ISOLAMENTO À ELETRICIDADE. HIDROGARD H1 HIDRALTEX ALCOA S/A ITATEX ALUMINA HIDRATADA (HIDRÓXIDO DE ALUMÍNIO) RETARDANTE DE FLAMABILIDADE, CARGA INERTE, OFERECE MELHOR ISOLAMENTO ELÉTRICO AOS COMPOSTOS. AT-PEG-4000 AGRO QUÍMICA MARINGÁ POLIETILENO-GLICOL INGREDIENTE USADO A BASE DE 5% SOBRE A QUANTIDADE DE SÍLICA ADICIONADA À COMPOSIÇÃO, OFERECE A INIBIÇÃO DA EXTRAÇÃO DE ACELERADORES ATIVOS PELA SÍLICA. D.E.G. AGRO QUÍMICA MARINGÁ DIETILENO-GLICOL MESMA FINALIDADE QUE O AT-PEG-4000, PORÉM, EM FORMA LÍQUIDA, E A TEMPERATURA DE VOLATILIZAÇÃO É BEM MAIS BAIXA≈50°C. ADESIVOS BORRACHA A SUBSTRATOS LORD TIXON DALTON DYNAMICS DIVERSOS TIPOS PROMOVE A ADESIVAÇÃO NO ATO DA VULCANIZAÇÃO ENTRE BORRACHA E SUBSTRATOS METÁLICOS, TÊXTEIS E OUTROS. ITALTAC 635 ITATEX SILICATO DE MAGNÉSIO (TALCO-INDUSTRIAL) CARGA INERTE BRANCA MELHORA A INCORPORAÇÃO DOS PLASTIFICANTES NA MISTURA. SAC-100 Z-A ITATEX SILICATO DE ALUMÍNIO (CAULIM) CARGA INERTE BRANCA, OFERECE MAIOR FACILIDADE DE PROCESSAMENTO DOS COMPOSTOS, MELHORA O ISOLAMENTO ELÉTRICO E REDUZ O CUSTO. SAC-200 Z-A ITATEX SILICATO DE ALUMÍNIO (CAULIM DURO) CARGA BRANCA SEMI REFORÇANTE OFERECE MAIOR FACILIDADE DE MISTURA DOS COMPOSTOS E MELHOR ASPECTO VISUAL NO ARTEFATO ACABADO, MELHORA O ISOLAMENTO ELÉTRICO E RESISTÊNCIA QUÍMICA
  • 20. www.cenne.com.br Página 19 NOME COMERCIAL FORNECEDOR CARACTERÍSTICAS QUÍMICAS CARACTERÍSTICAS/APLICAÇÕES RESINA S6-H NITRIFLEX COPOLÍMERO DE ALTO TEOR DE ESTIRENO USADO EM COMPOSTOS DE BORRACHAS NATURAL E SINTÉTICA, MELHORA A DUREZA DO ARTEFATO E RESISTÊNCIA À FLEXÃO, RASGAMENTO E ABRASÃO, AUMENTA A FLUIDEZ DO COMPOSTO QUENTE E ISOLAMENTO ELÉTRICO. ULTRACARB 60 INACARB CARBONATO DE CÁLCIO CARGA INERTE BRANCA INCORPORA COM FACILIDADE, REDUZ O CUSTO DOS PRODUTOS MELHORA O ASPECTO VISUAL. TALFILL HO UNIMIN CARBONATO DE CÁLCIO EXTRA LEVE CARGA INÉRTE BRANCA INCORPORA COM FACILIDADE , REDUZ O CUSTO DO COMPOSTO, MELHORA O ASPECTO VISUAL TALGLOSS HB UNIMIN CARBONATO DE CÁCIO LEVE CARACTERÍSTICAS E APLICAÇÃO SIMILAR AO TANFILL HO TAMPLAST HI UNIMIN CARBONATO DE CÁLCIO MÉDIO ÍDEM AO TANFILL HO PROSEC PROQUITEC ÓXIDO DE CÁLCIO MICRONIZADO PROMOVE A ABSORÇÃO DE UMIDADE EM COMPOSTOS DE BORRACHA, PROTEGE CONTRA A UMIDADE E O DIÓXIDO DE CARBONO, AS COMPOSIÇÕES. PARASEC R PARASEC S PARABOR ÓXIDO DE CÁLCIO TRATADO CARACTERÍSTICAS DE USO SIMILAR ÀS DO PROSEC.