SlideShare uma empresa Scribd logo
A relação da Gestão de Projetos com o mercado de Telecom & TIAnderson Borges, PMP
AgendaA relação da gestão de projetos com o mercado de Telecom & TIAnderson Borges, PMPO interesse
Análise do cenário
Metodologias de Gestão de Projetos
O valor da Gestão de Projetos
Os impactos na cultura das empresas e nas pessoasO INTERESSE!
O InteresseOs objetivos das EmpresasCRIAÇÃO DE VALORPRODUTO DIFERENTECompetência=     Eficácia+    OrganizaçãoMERCADOCapacitação funcionalReciclagem operacionalFormação técnicaReciclagem profissionalCompetitividadeLucratividadePoder de InovaçãoMétodos e processosEficiência técnicaEficiência operacional
O InteressePorque é necessário lidar com projetos?Um terço da economia mundial gira em torno de projetosPara algumas empresas, projetos são garantia de existênciaDESAFIO!Gerenciar comEFICIÊNCIA!... E Onde estão os projetos?- Criação de novos produtos- Reestruturação de uma empresa- Construção de um novo parque industrial- Elaboração de programas pedagógicos- Um novo sistema de software- Design de um novo automóvel...... E os projetos de ti & tELECOM?
O InteresseUm breve parênteses!Curso de Sistemas de InformaçõesCARGA HORÁRIA TOTAL:	  2.560hCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 	80hGESTÃO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO 	80hGESTÃO DE PROJETOS 	80hMETODOLOGIAS DE TI 	40hMARKETING DIGITAL 	80hTotal de 360h com disciplinasligadas à administração 15%
O CENÁRIO!
O CenárioCrescimento do PaísINFRAESTRUTURATRANSPORTESSEGURANÇATI & TELECOM
O CenárioPrevisão de investimentos!Investimentos de R$1,6 trilhões até 201462% a mais do que no período entre 2006 e 2009R$ 24 bilhões até 2014Investimento de 15% da receita líquida até 2013R$ 7 bilhões entre 2010 e 2012R$ 388 bilhões até 2015R$ 10 bilhões até 2014
O CenárioUm momento de acelelação tecnológicaDEMANDA POR MAIOR VARIEDADE DE OPÇÕESRedução do Ciclo de vida dos produtosAumento desordenado na quantidade de projetosDespreparo das empresas e das pessoasRESULTADO:2/3 DE TODOS OS PROJETOSCOM PROBLEMAS GRAVES!
Quantidade de PMPs no mundo (10 primeiros – total: 390.493):O CenárioMaturidade das empresas brasileirasA EVOLUÇÃO DA TI & TELECOM NA HISTÓRIACMM1 V1BS15000ISMA (IBM)ITIL ISO20000PMISCRUMPRINCE2XPCOBITISO9000CMM200520101970199020001980Primeiros PC’s e aInternetWINDOWSLINUXWorld Wide WebMaior uso  de redes de computadoresIntegração dos serviços de TI1876Primeiros tablets modernos1º SmartfoneTelefone FixoCelular1ª GeraçãoCelular2ª GeraçãoCelular3ª GeraçãoCelular4ª Geração1900Nascimento da ADM modernaOS DIAS ATUAIS NO BRASIL!- INFORMÁTICA- TELECOM/TELEFONIA- GESTÃO DE SERVIÇOS- GESTÃO DE QUALIDADE- GESTÃO DE PROJETOSCMMI no Brasil:NIVEL 2: 92NIVEL 3: 43NIVEL 4: 02NIVEL 5: 13GRAU DE MATURIDADE:2011: 2,72010: 2,52009: 2,41940Primeiros sistemas computacionaisIDEAL:> 3,01960Telefone CelularFonte: Pesquisa Accenture 2011PMI 2011: 10.600 PMP / 250 CAPMR$ 140 Milhões/ano
Metodologias de Gestão de Projetos!
As PráticasAs metodologias e práticas mais conhecidasPMBOKProject Management BodyofKnowledgeguiacom um grupo de conhecimentos, amplamente reconhecido como boa prática. Promove o vocabulário comum para discussão da gestão de projetos.PRINCE2PRoject IN ControlledEnvirommentConstituído em 1989 pela agência de centrais das telecomunicações (CCTA) do Reino Unido. É extensamente utilizado na Europa.RUPRationalUnifiedProccessCriado pela Rational Software Corporation, reconhecido como padrão na área de Software, fornece técnicas para melhoraria da produtividade.XPExtreme ProgrammingMetodologia ágil para equipes pequenas e desenvolvimento de software com requisitos vagos e em constante mudança. Foco em  boa comunicação e simplicidade.SCRUM:Constitui um processo de desenvolvimento iterativo e incremental visando a agilidade no desenvolvimento de software.
As PráticasOnde a gestão de projetos se encaixa nas organizações?GOVERNANÇA CORPORATIVACOSOINFRAESTRUTURAITIL, MOFGOVERNANÇA TISEGURANÇAQUALIDADEISO9000APLICAÇÕESMELHORIASISO27000, BS7799SIX SIGMACMMI, ISO/IEC 9126NEGÓCIOCOBITPROJETOSPMBOK, PRINCE2, XP, SCRUM, RUPESTRATÉGIABSC
As PráticasE qual é o papel da gestão de projetos nas empresas?ESTRATÉGICO- Planejamento da TI- Controle dos investimentoCOBITTÁTICO- Execução do que foi planejado- Controle da ImplantaçãoPMBOK, SCRUM PRINCE2, XP, RUPOPERACIONAL- Garantia da continuidade dos serviços - Controle da OperaçãoITIL
As PráticasComo definir a melhor metodologia para um projeto?METODOLOGIA=ABRANGÊNCIAEMPRESAESCRITÓRIO DE PROJETOSPROJETORESTRIÇÕESDIMENSÃO
O valor da gestão de projetos!
O Valor da Gestão de ProjetosQuais os benefícios no uso de uma boa metodologia?Durante o projeto: Evita surpresas desagradáveis;
 Ajuda a antecipar situações desfavoráveis;
 Agiliza a tomada de decisão nas diversas fases de um projeto;
 Confiança e grau de certeza de todos os interessados;Benefícios permanentes: Auxilia na melhoria contínua dos processos da empresa;

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed CuritibaEAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
Lecom Tecnologia
 
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARSPIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03bProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
Como transformar organizações
Como transformar organizaçõesComo transformar organizações
Como transformar organizações
EloGroup
 
Introdução da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
Introdução   da melhoria contínua para grandes transformações - campinasIntrodução   da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
Introdução da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
EloGroup
 
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquitaBPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
Lecom Tecnologia
 
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic SoftwareEvento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
Lecom Tecnologia
 
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
Lecom Tecnologia
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03aProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
Lecom Tecnologia
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03cProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - ParkerPIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - ReskillPIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
Evandro Gama (Prof. Dr.)
 

Mais procurados (20)

EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed CuritibaEAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
EAPD _ 2° Edição - Processos e BPMS - Unimed Curitiba
 
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARSPIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
PIF2019 - A13 - Silvio Prado - PARS
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03bProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03b
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A04
 
Como transformar organizações
Como transformar organizaçõesComo transformar organizações
Como transformar organizações
 
Introdução da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
Introdução   da melhoria contínua para grandes transformações - campinasIntrodução   da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
Introdução da melhoria contínua para grandes transformações - campinas
 
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
ProIndústria2018 - Sala Alfa - A05
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A01
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A07
 
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquitaBPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
BPM Day Campinas - Transformação Digital - Diego mesquita
 
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic SoftwareEvento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
Evento Entrega Ágil de Processos Digitais - Magic Software
 
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
BPM Day Curitiba - Unimed Curitiba - 29.11.2016
 
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03aProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
ProIndústria 2018 - dia 24 - H201 - A03a
 
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
[BPMDAYSP 2017] Case Unimed Curitiba
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03cProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A03c
 
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - ParkerPIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
PIF2019 - A16 - Lucas Toledo - Parker
 
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - ReskillPIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
PIF2019 - A07 - Bruno Mendes - Reskill
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A02
 
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
ProIndústria 2018 - dia 23 - H201 - A06
 
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
ProIndústria2018 - dia 24 - H201 - A04
 

Destaque

Obama Mood Swings
Obama Mood SwingsObama Mood Swings
Obama Mood Swings
candyweb
 
30120140507003
3012014050700330120140507003
30120140507003
IAEME Publication
 
II Repúbica (ada)
II Repúbica (ada)II Repúbica (ada)
II Repúbica (ada)
hankezhou
 
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
Zhulkeflee Ismail
 
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomerCutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
IAEME Publication
 
Development of dual phase steel and determination its of mechanical properties
Development of dual phase steel and determination its of mechanical propertiesDevelopment of dual phase steel and determination its of mechanical properties
Development of dual phase steel and determination its of mechanical properties
IAEME Publication
 
Memento pattern
Memento patternMemento pattern
Memento pattern
Woo Jin Kim
 
Circulación fetal
Circulación fetalCirculación fetal
Circulación fetal
miltonaragon
 
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
IAEME Publication
 
30120140507016
3012014050701630120140507016
30120140507016
IAEME Publication
 
Asignacion 6 Ivan_Cubillan
Asignacion 6 Ivan_CubillanAsignacion 6 Ivan_Cubillan
Asignacion 6 Ivan_Cubillan
Andrea Leal
 
Presentacióntresmenuprincipal
PresentacióntresmenuprincipalPresentacióntresmenuprincipal
Presentacióntresmenuprincipal
chanfie
 
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасностиАнтон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
Yandex
 
Design and fabrication of hybrid composite springs
Design and fabrication of hybrid composite springsDesign and fabrication of hybrid composite springs
Design and fabrication of hybrid composite springs
IAEME Publication
 
Effect of tip clearance on a centrifugal compressor
Effect of tip clearance on a centrifugal compressorEffect of tip clearance on a centrifugal compressor
Effect of tip clearance on a centrifugal compressor
IAEME Publication
 
Camisa 10
Camisa 10Camisa 10
Camisa 10
Cláudia Burihan
 

Destaque (20)

Obama Mood Swings
Obama Mood SwingsObama Mood Swings
Obama Mood Swings
 
30120140507003
3012014050700330120140507003
30120140507003
 
II Repúbica (ada)
II Repúbica (ada)II Repúbica (ada)
II Repúbica (ada)
 
Sharks
SharksSharks
Sharks
 
Animales de galicia
Animales de galiciaAnimales de galicia
Animales de galicia
 
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
[Slideshare] pergas-bengkel-dakwah-2014-undestanding-context(1 sept-2014)
 
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomerCutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
Cutting force and surface roughness in cryogenic machining of elastomer
 
FormCreate
FormCreateFormCreate
FormCreate
 
Development of dual phase steel and determination its of mechanical properties
Development of dual phase steel and determination its of mechanical propertiesDevelopment of dual phase steel and determination its of mechanical properties
Development of dual phase steel and determination its of mechanical properties
 
Memento pattern
Memento patternMemento pattern
Memento pattern
 
Circulación fetal
Circulación fetalCirculación fetal
Circulación fetal
 
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
Two body abrasive wear behavior of short glass fiber and particulate filled p...
 
30120140507016
3012014050701630120140507016
30120140507016
 
Asignacion 6 Ivan_Cubillan
Asignacion 6 Ivan_CubillanAsignacion 6 Ivan_Cubillan
Asignacion 6 Ivan_Cubillan
 
Presentacióntresmenuprincipal
PresentacióntresmenuprincipalPresentacióntresmenuprincipal
Presentacióntresmenuprincipal
 
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасностиАнтон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
Антон Карпов - Обзорная лекция по безопасности
 
A REPRESENTACIÓN DA TERRA
A REPRESENTACIÓN DA TERRAA REPRESENTACIÓN DA TERRA
A REPRESENTACIÓN DA TERRA
 
Design and fabrication of hybrid composite springs
Design and fabrication of hybrid composite springsDesign and fabrication of hybrid composite springs
Design and fabrication of hybrid composite springs
 
Effect of tip clearance on a centrifugal compressor
Effect of tip clearance on a centrifugal compressorEffect of tip clearance on a centrifugal compressor
Effect of tip clearance on a centrifugal compressor
 
Camisa 10
Camisa 10Camisa 10
Camisa 10
 

Semelhante a A Relação da Gestão de Projetos com as Áreas de Ti e Telecom

Tecnologia e Sustentabilidade
Tecnologia e Sustentabilidade Tecnologia e Sustentabilidade
10 pontos de atenção para melhor performance digital
10 pontos de atenção para melhor performance digital10 pontos de atenção para melhor performance digital
10 pontos de atenção para melhor performance digital
Andre Santos
 
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - ImplementadoresPrograma SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
Humberto Ribeiro
 
Agilidade em escala - Agile Brazil 2018
Agilidade em escala  - Agile Brazil 2018Agilidade em escala  - Agile Brazil 2018
Agilidade em escala - Agile Brazil 2018
Ewerton Santos (Ton)
 
Apresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
Apresentação Acelera Cimatec_Startup BrasilApresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
Apresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
Empreendedorismo Senai
 
Institucional totvs versao cas
Institucional totvs versao casInstitucional totvs versao cas
Institucional totvs versao cas
Rafael Marega
 
Governança de TI.pptx
Governança de TI.pptxGovernança de TI.pptx
Governança de TI.pptx
ssusera0a510
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Mauricio Bitencourt, CBPP
 
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
Dextra
 
governanc3a7a-de-ti.pptx
governanc3a7a-de-ti.pptxgovernanc3a7a-de-ti.pptx
governanc3a7a-de-ti.pptx
ValbertoSilva5
 
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Vanessa Campos
 
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e InovaçãoPalestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
Richard Chaves
 
People Centric IT
People Centric ITPeople Centric IT
People Centric IT
Aldo Pires
 
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia RecursoLeandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
EloGroup
 
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
EloGroup
 
Palestra fatec tatui_20101021
Palestra fatec tatui_20101021Palestra fatec tatui_20101021
Palestra fatec tatui_20101021
Rafael Marega
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
Mariana Zaparolli Martins
 
Aula 1 dsi
Aula 1  dsiAula 1  dsi
Aula 1 dsi
sandrapvh
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
tdc-globalcode
 
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdfImpulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
EdnilsonBoni
 

Semelhante a A Relação da Gestão de Projetos com as Áreas de Ti e Telecom (20)

Tecnologia e Sustentabilidade
Tecnologia e Sustentabilidade Tecnologia e Sustentabilidade
Tecnologia e Sustentabilidade
 
10 pontos de atenção para melhor performance digital
10 pontos de atenção para melhor performance digital10 pontos de atenção para melhor performance digital
10 pontos de atenção para melhor performance digital
 
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - ImplementadoresPrograma SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
Programa SENAI de Negócios Online - módulo 4 - Implementadores
 
Agilidade em escala - Agile Brazil 2018
Agilidade em escala  - Agile Brazil 2018Agilidade em escala  - Agile Brazil 2018
Agilidade em escala - Agile Brazil 2018
 
Apresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
Apresentação Acelera Cimatec_Startup BrasilApresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
Apresentação Acelera Cimatec_Startup Brasil
 
Institucional totvs versao cas
Institucional totvs versao casInstitucional totvs versao cas
Institucional totvs versao cas
 
Governança de TI.pptx
Governança de TI.pptxGovernança de TI.pptx
Governança de TI.pptx
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
 
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função  gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento Ágil e Pontos de Função gerenciando o projeto de maneira ági...
 
governanc3a7a-de-ti.pptx
governanc3a7a-de-ti.pptxgovernanc3a7a-de-ti.pptx
governanc3a7a-de-ti.pptx
 
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
Desenvolvimento ágil e pontos de função: gerenciando o projeto de maneira ági...
 
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e InovaçãoPalestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
Palestra na SERASA sobre Tecnologia e Inovação
 
People Centric IT
People Centric ITPeople Centric IT
People Centric IT
 
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia RecursoLeandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégia Recurso
 
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
Road Show 2013 - Leandro Jesus_Processos como um elo entre a TI e a estratégi...
 
Palestra fatec tatui_20101021
Palestra fatec tatui_20101021Palestra fatec tatui_20101021
Palestra fatec tatui_20101021
 
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
20 anos Manifesto ágil - o que aprendemos?
 
Aula 1 dsi
Aula 1  dsiAula 1  dsi
Aula 1 dsi
 
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
TDC2017 | São Paulo - Trilha Tranformação Digital How we figured out we had a...
 
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdfImpulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
Impulsionando a conectividade na indústria_Marilia_parte 1.pdf
 

Último

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
lindalva da cruz
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
João de Paula Ribeiro Neto
 

Último (6)

A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxFoi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Foi por amor.pptx xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applicationsIntroduction to EFFECTUATION concepts and applications
Introduction to EFFECTUATION concepts and applications
 

A Relação da Gestão de Projetos com as Áreas de Ti e Telecom

  • 1. A relação da Gestão de Projetos com o mercado de Telecom & TIAnderson Borges, PMP
  • 2. AgendaA relação da gestão de projetos com o mercado de Telecom & TIAnderson Borges, PMPO interesse
  • 5. O valor da Gestão de Projetos
  • 6. Os impactos na cultura das empresas e nas pessoasO INTERESSE!
  • 7. O InteresseOs objetivos das EmpresasCRIAÇÃO DE VALORPRODUTO DIFERENTECompetência= Eficácia+ OrganizaçãoMERCADOCapacitação funcionalReciclagem operacionalFormação técnicaReciclagem profissionalCompetitividadeLucratividadePoder de InovaçãoMétodos e processosEficiência técnicaEficiência operacional
  • 8. O InteressePorque é necessário lidar com projetos?Um terço da economia mundial gira em torno de projetosPara algumas empresas, projetos são garantia de existênciaDESAFIO!Gerenciar comEFICIÊNCIA!... E Onde estão os projetos?- Criação de novos produtos- Reestruturação de uma empresa- Construção de um novo parque industrial- Elaboração de programas pedagógicos- Um novo sistema de software- Design de um novo automóvel...... E os projetos de ti & tELECOM?
  • 9. O InteresseUm breve parênteses!Curso de Sistemas de InformaçõesCARGA HORÁRIA TOTAL: 2.560hCOMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 80hGESTÃO DE TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO 80hGESTÃO DE PROJETOS 80hMETODOLOGIAS DE TI 40hMARKETING DIGITAL 80hTotal de 360h com disciplinasligadas à administração 15%
  • 11. O CenárioCrescimento do PaísINFRAESTRUTURATRANSPORTESSEGURANÇATI & TELECOM
  • 12. O CenárioPrevisão de investimentos!Investimentos de R$1,6 trilhões até 201462% a mais do que no período entre 2006 e 2009R$ 24 bilhões até 2014Investimento de 15% da receita líquida até 2013R$ 7 bilhões entre 2010 e 2012R$ 388 bilhões até 2015R$ 10 bilhões até 2014
  • 13. O CenárioUm momento de acelelação tecnológicaDEMANDA POR MAIOR VARIEDADE DE OPÇÕESRedução do Ciclo de vida dos produtosAumento desordenado na quantidade de projetosDespreparo das empresas e das pessoasRESULTADO:2/3 DE TODOS OS PROJETOSCOM PROBLEMAS GRAVES!
  • 14. Quantidade de PMPs no mundo (10 primeiros – total: 390.493):O CenárioMaturidade das empresas brasileirasA EVOLUÇÃO DA TI & TELECOM NA HISTÓRIACMM1 V1BS15000ISMA (IBM)ITIL ISO20000PMISCRUMPRINCE2XPCOBITISO9000CMM200520101970199020001980Primeiros PC’s e aInternetWINDOWSLINUXWorld Wide WebMaior uso de redes de computadoresIntegração dos serviços de TI1876Primeiros tablets modernos1º SmartfoneTelefone FixoCelular1ª GeraçãoCelular2ª GeraçãoCelular3ª GeraçãoCelular4ª Geração1900Nascimento da ADM modernaOS DIAS ATUAIS NO BRASIL!- INFORMÁTICA- TELECOM/TELEFONIA- GESTÃO DE SERVIÇOS- GESTÃO DE QUALIDADE- GESTÃO DE PROJETOSCMMI no Brasil:NIVEL 2: 92NIVEL 3: 43NIVEL 4: 02NIVEL 5: 13GRAU DE MATURIDADE:2011: 2,72010: 2,52009: 2,41940Primeiros sistemas computacionaisIDEAL:> 3,01960Telefone CelularFonte: Pesquisa Accenture 2011PMI 2011: 10.600 PMP / 250 CAPMR$ 140 Milhões/ano
  • 15. Metodologias de Gestão de Projetos!
  • 16. As PráticasAs metodologias e práticas mais conhecidasPMBOKProject Management BodyofKnowledgeguiacom um grupo de conhecimentos, amplamente reconhecido como boa prática. Promove o vocabulário comum para discussão da gestão de projetos.PRINCE2PRoject IN ControlledEnvirommentConstituído em 1989 pela agência de centrais das telecomunicações (CCTA) do Reino Unido. É extensamente utilizado na Europa.RUPRationalUnifiedProccessCriado pela Rational Software Corporation, reconhecido como padrão na área de Software, fornece técnicas para melhoraria da produtividade.XPExtreme ProgrammingMetodologia ágil para equipes pequenas e desenvolvimento de software com requisitos vagos e em constante mudança. Foco em boa comunicação e simplicidade.SCRUM:Constitui um processo de desenvolvimento iterativo e incremental visando a agilidade no desenvolvimento de software.
  • 17. As PráticasOnde a gestão de projetos se encaixa nas organizações?GOVERNANÇA CORPORATIVACOSOINFRAESTRUTURAITIL, MOFGOVERNANÇA TISEGURANÇAQUALIDADEISO9000APLICAÇÕESMELHORIASISO27000, BS7799SIX SIGMACMMI, ISO/IEC 9126NEGÓCIOCOBITPROJETOSPMBOK, PRINCE2, XP, SCRUM, RUPESTRATÉGIABSC
  • 18. As PráticasE qual é o papel da gestão de projetos nas empresas?ESTRATÉGICO- Planejamento da TI- Controle dos investimentoCOBITTÁTICO- Execução do que foi planejado- Controle da ImplantaçãoPMBOK, SCRUM PRINCE2, XP, RUPOPERACIONAL- Garantia da continuidade dos serviços - Controle da OperaçãoITIL
  • 19. As PráticasComo definir a melhor metodologia para um projeto?METODOLOGIA=ABRANGÊNCIAEMPRESAESCRITÓRIO DE PROJETOSPROJETORESTRIÇÕESDIMENSÃO
  • 20. O valor da gestão de projetos!
  • 21. O Valor da Gestão de ProjetosQuais os benefícios no uso de uma boa metodologia?Durante o projeto: Evita surpresas desagradáveis;
  • 22. Ajuda a antecipar situações desfavoráveis;
  • 23. Agiliza a tomada de decisão nas diversas fases de um projeto;
  • 24. Confiança e grau de certeza de todos os interessados;Benefícios permanentes: Auxilia na melhoria contínua dos processos da empresa;
  • 25. Promove a reciclagem profissional do quadro de funcionários;
  • 26. Aumenta a credibilidade no mercado;
  • 27. Pode servir como diferencial no mercado.Os impactos da gestão de projetos!
  • 28. Os Impactos da Gestão de ProjetosO que mudará com a adoção de uma boa prática?Maior confiança e credibilidade dos produtos da empresaProcesso de avaliação contínuaUm novo braço de apoio para o crescimento da empresaO cliente será parte atuante no projetoTerá a segurança de receber o que se comprouTranquilidade quanto à qualidade acordadaParticipação ativa nas decisões sobre os projetosDeverá entender melhor os processos da empresaDeverá entender bem todos os relacionamentosConhecerá os impactos de uma desconformidade
  • 30. Considerações finais O mercado está exigindo maior velocidade na renovação dos produtos. Ano a ano as margens e os lucros serão cada vez menores. TI & Telecom são os motores propulsores do crescimento do país, e precisam ser bem gerenciados. As empresas têm muito a evoluir com relação à maturidade. É necessário aumentar o ritmo do crescimento para acompanhar a evolução do mercado.As ferramentas de gestão já existem há algum tempo, porém, é fundamental entendê-las e aplicá-las bem para garantir o sucesso.É importante que os profissionais de TI & Telecom entendam qual é o seu papel, atuando com visão crítica para assim contribuir com a evolução do mercado e das empresas.
  • 32. Mais informações em:www.andersonborges.comAnderson Borges, PMPGerente de ÁreaPortugal Telecom Inovação Brasil – Open IdeaImplantação, M&S de Redes de Telecom

Notas do Editor

  1. Toda empresa procura criar valor O termo da moda é ambientalismo As tecnologias se renovam, a administração está sempre presenteEFICIÊNCIA: fazer certoEFICÁCIA: Fazer a coisa certaPeter Drucker: “eficiência é fazer certo as coisas, eficácia são as coisas certas. O resultado depende de “fazer certo as coisas certas”.
  2. Toda empresa procura criar valor O termo da moda é ambienta As tecnologias se renovam, a administração está sempre presente
  3. Toda empresa procura criar valor O termo da moda é ambienta As tecnologias se renovam, a administração está sempre presente
  4. 2012: Nosso mercado será o 3º maior em números de PCs. 2013: Investimento em software deverá aumentar 52%(alcançará um mercado de mais de US$ 2 bilhões) 382 mil novas vagas no setor (atualmente são formados 80 mil profissionais por ano) 2700 novas empresas (atualmente são formados 80 mil profissionais por ano)2014: Investimento de USD 22Bi em hardware (+20%)Investimento de USD 8Bi em software (+25%)
  5. Estudo Accenture.Foram entrevistadas, durante os meses de agosto e setembro de 2011, cerca de 100 organizações de grande porte de diversas áreas como: serviços financeiros, telecomunicações, saúde,entidades governamentais e comércio. Considerando as oito áreas chaves de TI selecionadas para o estudo (Green IT & Data Center, Segurança, Redes, Mobilidade, Investimentos em TI, Delivery, Suporte e Governança), o destaque é o aumento na adoção de cloud computing, chegando a 37%, em comparação a 27% no ano anterior. Outro ponto positivo é a questão da adoção de Green IT, que hoje já faz parte da agenda das empresas do país (saltando do nível 2,5 para 2,7), além do aumento do investimento em processos de inovação e melhorias em tecnologia da informação.
  6. Governança Corporativa: Governança corporativa é o conjunto de processos, costumes, políticas, leis, regulamentos e instituições que regulam a maneira como uma empresa é dirigida, administrada ou controlada.COSO: ComiteeofSponsoringOrganizationComitê das Organizações Patrocinadoras. Entidade sem fins lucrativos, dedicada à melhoria dos relatórios financeiros através da ética, efetividade dos controles internos e governança corporativa. É patrocinada pelas principais associações de classe ligados á área financeira nos Estados Unidos.MOF: Microsoft Operaetions Network. Entre o final de 1999 e o início de 2000 a Microsoft lançou o Microsoft Operations Framework - MOF, uma documentação que oferece recomendações para planejar, aplicar e manter processos operacionais que suportem serviços de missão crítica. A Microsoft adotou as práticas da ITIL e adaptou para seu ambiente, junto com esta adaptação a empresa uniu à sua documentação as experiências e sugestões de seus funcionários, parceiros e clientes, adquiridas no dia-a-dia de operações e projetos, formando assim o que hoje conhecemos por MOF.
  7. Empresa: Fatores organizacionais (PMO, se tem metodologias previamente definidas, etc.)Dimensão: Qual é o tamanho do projeto (importância para organização)Restrições: O que se espera com relação a custos, prazo, qualidade, etc.Abrangência: Quem está envolvido, clientes, fornecedores, etc.