SlideShare uma empresa Scribd logo
Internet e Conhecimento Científico:
         contribuições da Web 2.0 para a
popularização do conhecimento científico

                                 Charles Benigno
         Université Pierre Mendès France II – Grenoble, France
           Universidade da Amazônia – Unama – Belém, Brasil
É fato que...
...conhecimento científico nunca foi tão
acessível. Saímos de um modelo do
conhecimento restrito à comunidade
científica e às universidades e centros
de pesquisa, para um acesso universal
e não raramente gratuito.
Desafios da Ciência na Era da
Internet
1. Desmistificar a Ciência para o grande
   público
2. Acabar com o estereótipo do cientista
   maluco
3. Tornar acessível e utilizável o conhecimento
   científico
4. Integrar os diversos trabalhos de pesquisa,
   facilitar o acesso a
     ◦   Quem pesquisa
     ◦   Sobre o quê
     ◦   Quais os questões tenta responder
     ◦   Onde
     ◦   Quais resultados têm alcançado
Como a web 2.0 está ajudando a
resolver estes problemas
1.   Ferramentas de busca,
     armazenamento e indexação da
     informação
2.   Criação de comunidades virtuais de
     pesquisadores
3.   Criação de autonomia ao
     pesquisador
4.   Criação de sites especializados
     sobre diversos domínios da ciência
5.   Quebra do monopólio dos grandes
1. Serviços de compartilhamento
de referências bibliográficas
   ◦ CiteULike http://www.citeulike.org/home
     Site de compartilhamento de referências
      bibliográficas
   ◦ Mendley http://www.mendeley.com/
       Ferramenta de gerenciamento de referências e
        compartilhamento
   ◦ Zotero www.zotero.org
   ◦ http://www.connotea.org/
   ◦ Delicious http://www.delicious.com/
Ferramentas de busca e
compartilhamento de arquivos
   http://researchblogging.org
    ◦ Site contendo lista dos blogs que o editor
      considera interessante sobre as diversas
      ciências.
   http://medihal.archives-ouvertes.fr/
    ◦ Site de imagens científicas de uso livre
   Motor de Busca em Bibliotecas no
    Mundo
    ◦ http://oaister.worldcat.org/
Capacidade de consulta
 http://www.rechercheisidore.fr/ motor
  de busca especializado em Ciências
  Humanas e Sociais
 Exaled
    ◦ http://www.exalead.com/search/
 Scirus http://www.scirus.com/
 BASE – Motor de busca científico
  http://base.ub.uni-
  bielefeld.de/en/index.php
Redes Sociais de
pesquisadores
   Knowtex - rede social da cultura
    científica e técnica
    ◦ http://www.knowtex.com/
   San Diego Biotecnology Network
    ◦ http://sdbn.org/
   Modelo Ciência Individual para um
    modelo de colaboração em rede.
Preocupação da comunidade
científica na França
 Tornar acessível e
  preferencialmente gratuito o
  acesso ao que se está produzindo
  de conhecimento nas
  universidades e centros de
  pesquisa.
 Reduzir o poder dos grandes
  grupos editorias sobre a
  publicação científica de alto nível.
Quelques repères et chiffres

Dispersion et concentration
                               164 000
Les « poids lourds » :
                                périodiques publiés
   Elsevier :
                                dans le monde
    ◦ 1951 titres
                               24 000 revues avec
   Taylor & Francis :
                                comité de lecture
    ◦ 917 titres
                               publiant 2 à 2.5
   Blackwell publishing :
                                millions d’articles /
    ◦ 98 titres                 an
   Springer Verlag :         (tous secteurs confondus)

    ◦ 502 titres

                                   SICD2 / BU Droit-lettres   10
Indice de preços (periódicos
          Blackwell)
 De 1990 a 2000, nas áreas
de SHS, Medicina e Ciências
e Tecnologia houve aumento
 médio de 182% contra um
aumento do custo de vida de
            33%

                   SICD2 / BU Droit-lettres   11
Criação de bases gratuitas
   Base de dados francesa (ciências
    humanas e sociais)
    ◦ http://halshs.archives-ouvertes.fr
   Repositório de teses com acesso
    gratuito
    ◦ http://tel.archives-ouvertes.fr/
   Diretório de Open Access Journal
    ◦ http://www.doaj.org/
Mito
 Ao contrário do que uma maioria
  acredita, não são os grandes
  cientistas os responsáveis pela
  evolução da ciência como um todo,
  mas o conjunto de contribuições.
 A ciência em rede pode dinamizar e
  incrementar a contribuição de todos
  os pesquisadores, o que aumenta a
  velocidade e apropriação de
  inovações.
Problemas
   Onde fica o rigor científico?
    ◦ O conhecimento científico é validado
      pelos pares, especialistas, que por sua
      vez avaliam o “rigor científico”
 Quem valida?
 Quem controla?
 No Google documento aparece como
  científico sem as características
  necessárias para ser considerado
  como tal.
Questão:
Uma informação ou
texto publicado por um
pesquisador é
conhecimento
científico?
 A participação “popular” nos forums e
  listas de discussão de certa forma
  polui o conteúdo, visto que o
  tratamento da informação pelos
  pesquisadores obedece um formato
  próprio
 A forma de análise da informação
  também é diferente. Seria necessário
  então construir redes com critérios
  específicos de participação
  (exemplificar com os ateliers das
  linhas de pesquisa)
Blogs
   O blog é fonte de conhecimento
    científico?
    ◦ Sim e não
Desafios
   Difusão das teses e valorização do
    trabalho dos novos cientistas
Cronologia da comunicação científica




 (Guédon, 2001 in Gallezot e Le Deuff, 2009)

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXIFerramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
Sérgio F. de Lima
 
PROJETO
PROJETOPROJETO
São João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
São João do Polêsine - Kelly Perlin CassolSão João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
São João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
CursoTICs
 
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
ANGRAD
 
Chats E Im\ S 2003
Chats E Im\ S 2003Chats E Im\ S 2003
Chats E Im\ S 2003
Cata Isabel
 
Minha terra 2011
Minha terra 2011Minha terra 2011
Minha terra 2011
Prof. JC
 
Colegio de bachilleres
Colegio de bachilleresColegio de bachilleres
Colegio de bachilleres
All-Best
 
Três de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
Três de Maio - Laenir Ana Busanello SipmannTrês de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
Três de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
CursoTICs
 

Destaque (9)

Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXIFerramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
Ferramentas Livres e Colaboração: Possibilidades para Educação do Séc. XXI
 
PROJETO
PROJETOPROJETO
PROJETO
 
Ppt kwu
Ppt kwuPpt kwu
Ppt kwu
 
São João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
São João do Polêsine - Kelly Perlin CassolSão João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
São João do Polêsine - Kelly Perlin Cassol
 
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
(26.10.2011) A Avaliação do Ensino de Administração a partir dos Resultados d...
 
Chats E Im\ S 2003
Chats E Im\ S 2003Chats E Im\ S 2003
Chats E Im\ S 2003
 
Minha terra 2011
Minha terra 2011Minha terra 2011
Minha terra 2011
 
Colegio de bachilleres
Colegio de bachilleresColegio de bachilleres
Colegio de bachilleres
 
Três de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
Três de Maio - Laenir Ana Busanello SipmannTrês de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
Três de Maio - Laenir Ana Busanello Sipmann
 

Semelhante a A Pesquisa e a Web 2.0

Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
BVS Rede de Informação e Conhecimento – SES/SP Centro de Documentação
 
Arquitetura da informação em periódicos científicos
Arquitetura da informação em periódicos científicosArquitetura da informação em periódicos científicos
Arquitetura da informação em periódicos científicos
UFSC
 
Atualizacao cientifica
Atualizacao cientificaAtualizacao cientifica
Atualizacao cientifica
Joao P. Dubas
 
Workshop CI 2004
Workshop CI 2004Workshop CI 2004
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
Centro de Informações Nucleares - CIN/CNEN
 
A questão dos Periódicos no mundo digital
A questão dos Periódicos no mundo digitalA questão dos Periódicos no mundo digital
A questão dos Periódicos no mundo digital
UFSC
 
Exploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da webExploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da web
Élio Geadas
 
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
Pedro Príncipe
 
Futuro da Publicação científica
Futuro da Publicação científicaFuturo da Publicação científica
Futuro da Publicação científica
Leticia Strehl
 
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: IntersecçõesAcesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Miguel Angel Mardero Arellano
 
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES: O CASO BDTD
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES:  O CASO BDTDACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES:  O CASO BDTD
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES: O CASO BDTD
UFSC
 
O Open Access ao serviço dos investigadores e das instituições de ensino sup...
O Open Access ao serviço dos investigadorese das instituições de ensino sup...O Open Access ao serviço dos investigadorese das instituições de ensino sup...
O Open Access ao serviço dos investigadores e das instituições de ensino sup...
Pedro Príncipe
 
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimientoImpactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
Anubis Hosein
 
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Pedro Príncipe
 
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência AbertaSciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
Portal de Publicações Eletrônicas da UERJ
 
Rumo ao futuro: a nova geração de repositórios
Rumo ao futuro: a nova geração de repositóriosRumo ao futuro: a nova geração de repositórios
Rumo ao futuro: a nova geração de repositórios
Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta
 
A comunicação científica, de A. J. Meadows
A comunicação científica, de A. J. MeadowsA comunicação científica, de A. J. Meadows
A comunicação científica, de A. J. Meadows
Jorge Prado
 
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
Antonio Dias de Figueiredo
 
1379 _ Silva et al..docx
1379 _ Silva et al..docx1379 _ Silva et al..docx
1379 _ Silva et al..docx
MiguelCalderari1
 
Psri g5 1º
Psri g5 1ºPsri g5 1º
Psri g5 1º
Duarte Gomes
 

Semelhante a A Pesquisa e a Web 2.0 (20)

Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
Aula 1 Curso de Comunicação e Redação Científica
 
Arquitetura da informação em periódicos científicos
Arquitetura da informação em periódicos científicosArquitetura da informação em periódicos científicos
Arquitetura da informação em periódicos científicos
 
Atualizacao cientifica
Atualizacao cientificaAtualizacao cientifica
Atualizacao cientifica
 
Workshop CI 2004
Workshop CI 2004Workshop CI 2004
Workshop CI 2004
 
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
Há futuro para as bibliotecas de pesquisa?
 
A questão dos Periódicos no mundo digital
A questão dos Periódicos no mundo digitalA questão dos Periódicos no mundo digital
A questão dos Periódicos no mundo digital
 
Exploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da webExploração e pesquisa no mundo da web
Exploração e pesquisa no mundo da web
 
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
OPEN ACCESS: ao serviço dos investigadores e das instituições de investigação...
 
Futuro da Publicação científica
Futuro da Publicação científicaFuturo da Publicação científica
Futuro da Publicação científica
 
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: IntersecçõesAcesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
 
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES: O CASO BDTD
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES:  O CASO BDTDACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES:  O CASO BDTD
ACESSO E USO DE TECNOLOGIAS EM TESES DE DISSERTAÇÕES: O CASO BDTD
 
O Open Access ao serviço dos investigadores e das instituições de ensino sup...
O Open Access ao serviço dos investigadorese das instituições de ensino sup...O Open Access ao serviço dos investigadorese das instituições de ensino sup...
O Open Access ao serviço dos investigadores e das instituições de ensino sup...
 
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimientoImpactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
Impactos del movimiento del acceso libre en la comunicación del conocimiento
 
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
Infraestruturas de Acesso Aberto à informação científica e académica (Bibliot...
 
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência AbertaSciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
SciELO: Acesso Aberto em alinhamento com a Ciência Aberta
 
Rumo ao futuro: a nova geração de repositórios
Rumo ao futuro: a nova geração de repositóriosRumo ao futuro: a nova geração de repositórios
Rumo ao futuro: a nova geração de repositórios
 
A comunicação científica, de A. J. Meadows
A comunicação científica, de A. J. MeadowsA comunicação científica, de A. J. Meadows
A comunicação científica, de A. J. Meadows
 
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
Bibliotecas Universitarias: Regresso ao Futuro
 
1379 _ Silva et al..docx
1379 _ Silva et al..docx1379 _ Silva et al..docx
1379 _ Silva et al..docx
 
Psri g5 1º
Psri g5 1ºPsri g5 1º
Psri g5 1º
 

Mais de Charles BENIGNO

Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento EconômicoInovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
Charles BENIGNO
 
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a InovaçãoRelação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
Charles BENIGNO
 
Case Eletron
Case EletronCase Eletron
Case Eletron
Charles BENIGNO
 
Étude de cas "Havaianas"
Étude de cas "Havaianas"Étude de cas "Havaianas"
Étude de cas "Havaianas"
Charles BENIGNO
 
Tga clássica
Tga clássicaTga clássica
Tga clássica
Charles BENIGNO
 
A Universidade virtual
A Universidade virtualA Universidade virtual
A Universidade virtual
Charles BENIGNO
 
A história de william durant
A história de william durantA história de william durant
A história de william durant
Charles BENIGNO
 
Panorama de Marketing Região Norte
Panorama de Marketing Região NortePanorama de Marketing Região Norte
Panorama de Marketing Região Norte
Charles BENIGNO
 
Dissertação E-commerce
Dissertação E-commerceDissertação E-commerce
Dissertação E-commerce
Charles BENIGNO
 
Era da gestão
Era da gestãoEra da gestão
Era da gestão
Charles BENIGNO
 

Mais de Charles BENIGNO (10)

Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento EconômicoInovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
Inovação Tecnológica, Competitividade e Desenvolvimento Econômico
 
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a InovaçãoRelação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
Relação entre a Gestão do Conhecimento e a Inovação
 
Case Eletron
Case EletronCase Eletron
Case Eletron
 
Étude de cas "Havaianas"
Étude de cas "Havaianas"Étude de cas "Havaianas"
Étude de cas "Havaianas"
 
Tga clássica
Tga clássicaTga clássica
Tga clássica
 
A Universidade virtual
A Universidade virtualA Universidade virtual
A Universidade virtual
 
A história de william durant
A história de william durantA história de william durant
A história de william durant
 
Panorama de Marketing Região Norte
Panorama de Marketing Região NortePanorama de Marketing Região Norte
Panorama de Marketing Região Norte
 
Dissertação E-commerce
Dissertação E-commerceDissertação E-commerce
Dissertação E-commerce
 
Era da gestão
Era da gestãoEra da gestão
Era da gestão
 

Último

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 

Último (20)

APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 

A Pesquisa e a Web 2.0

  • 1. Internet e Conhecimento Científico: contribuições da Web 2.0 para a popularização do conhecimento científico Charles Benigno Université Pierre Mendès France II – Grenoble, France Universidade da Amazônia – Unama – Belém, Brasil
  • 2. É fato que... ...conhecimento científico nunca foi tão acessível. Saímos de um modelo do conhecimento restrito à comunidade científica e às universidades e centros de pesquisa, para um acesso universal e não raramente gratuito.
  • 3. Desafios da Ciência na Era da Internet 1. Desmistificar a Ciência para o grande público 2. Acabar com o estereótipo do cientista maluco 3. Tornar acessível e utilizável o conhecimento científico 4. Integrar os diversos trabalhos de pesquisa, facilitar o acesso a ◦ Quem pesquisa ◦ Sobre o quê ◦ Quais os questões tenta responder ◦ Onde ◦ Quais resultados têm alcançado
  • 4. Como a web 2.0 está ajudando a resolver estes problemas 1. Ferramentas de busca, armazenamento e indexação da informação 2. Criação de comunidades virtuais de pesquisadores 3. Criação de autonomia ao pesquisador 4. Criação de sites especializados sobre diversos domínios da ciência 5. Quebra do monopólio dos grandes
  • 5. 1. Serviços de compartilhamento de referências bibliográficas ◦ CiteULike http://www.citeulike.org/home  Site de compartilhamento de referências bibliográficas ◦ Mendley http://www.mendeley.com/  Ferramenta de gerenciamento de referências e compartilhamento ◦ Zotero www.zotero.org ◦ http://www.connotea.org/ ◦ Delicious http://www.delicious.com/
  • 6. Ferramentas de busca e compartilhamento de arquivos  http://researchblogging.org ◦ Site contendo lista dos blogs que o editor considera interessante sobre as diversas ciências.  http://medihal.archives-ouvertes.fr/ ◦ Site de imagens científicas de uso livre  Motor de Busca em Bibliotecas no Mundo ◦ http://oaister.worldcat.org/
  • 7. Capacidade de consulta  http://www.rechercheisidore.fr/ motor de busca especializado em Ciências Humanas e Sociais  Exaled ◦ http://www.exalead.com/search/  Scirus http://www.scirus.com/  BASE – Motor de busca científico http://base.ub.uni- bielefeld.de/en/index.php
  • 8. Redes Sociais de pesquisadores  Knowtex - rede social da cultura científica e técnica ◦ http://www.knowtex.com/  San Diego Biotecnology Network ◦ http://sdbn.org/  Modelo Ciência Individual para um modelo de colaboração em rede.
  • 9. Preocupação da comunidade científica na França  Tornar acessível e preferencialmente gratuito o acesso ao que se está produzindo de conhecimento nas universidades e centros de pesquisa.  Reduzir o poder dos grandes grupos editorias sobre a publicação científica de alto nível.
  • 10. Quelques repères et chiffres Dispersion et concentration  164 000 Les « poids lourds » : périodiques publiés  Elsevier : dans le monde ◦ 1951 titres  24 000 revues avec  Taylor & Francis : comité de lecture ◦ 917 titres  publiant 2 à 2.5  Blackwell publishing : millions d’articles / ◦ 98 titres an  Springer Verlag : (tous secteurs confondus) ◦ 502 titres SICD2 / BU Droit-lettres 10
  • 11. Indice de preços (periódicos Blackwell) De 1990 a 2000, nas áreas de SHS, Medicina e Ciências e Tecnologia houve aumento médio de 182% contra um aumento do custo de vida de 33% SICD2 / BU Droit-lettres 11
  • 12. Criação de bases gratuitas  Base de dados francesa (ciências humanas e sociais) ◦ http://halshs.archives-ouvertes.fr  Repositório de teses com acesso gratuito ◦ http://tel.archives-ouvertes.fr/  Diretório de Open Access Journal ◦ http://www.doaj.org/
  • 13. Mito  Ao contrário do que uma maioria acredita, não são os grandes cientistas os responsáveis pela evolução da ciência como um todo, mas o conjunto de contribuições.  A ciência em rede pode dinamizar e incrementar a contribuição de todos os pesquisadores, o que aumenta a velocidade e apropriação de inovações.
  • 14. Problemas  Onde fica o rigor científico? ◦ O conhecimento científico é validado pelos pares, especialistas, que por sua vez avaliam o “rigor científico”  Quem valida?  Quem controla?  No Google documento aparece como científico sem as características necessárias para ser considerado como tal.
  • 15. Questão: Uma informação ou texto publicado por um pesquisador é conhecimento científico?
  • 16.  A participação “popular” nos forums e listas de discussão de certa forma polui o conteúdo, visto que o tratamento da informação pelos pesquisadores obedece um formato próprio  A forma de análise da informação também é diferente. Seria necessário então construir redes com critérios específicos de participação (exemplificar com os ateliers das linhas de pesquisa)
  • 17. Blogs  O blog é fonte de conhecimento científico? ◦ Sim e não
  • 18. Desafios  Difusão das teses e valorização do trabalho dos novos cientistas
  • 19. Cronologia da comunicação científica (Guédon, 2001 in Gallezot e Le Deuff, 2009)