SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
A alma humana para Platão
Para Platão, o ser humano é essencialmente alma, que é imortal e existe previamente (antes) do corpo. A
alma se dividiria em três partes:
Alma concupiscente – situada no ventre e ligada aos desejos carnais.
Alma irascível – situada no peito e vinculada às paixões.
Alma racional- situada na cabeça e relacionada ao conhecimento.
A vida feliz de uma pessoa dependeria da devida subordinação e harmonia entre essas três almas. A
alma racional é superior, ou seja, regulariza as outras almas.
Platão propõe duas práticas para regular a alma racional sobre as demais: a ginástica e a dialética p.21.
Através dessas práticas a alma humana penetraria no mundo das ideias, e se elevaria sucessivamente,
mediante a contemplação das ideias perfeitas, até atingir a ideia suprema, que é a ideia do BEM. Para o
filósofo, a ideia do bem seria a causa de todas as coisas justas e belas que existem, como a justiça, a beleza, a
coragem. Sem o bem não há nenhuma delas.
Ideia do BEM para Platão: CONHECIMENTO = BONDADE = FELICIDADE
Platão tinha como convicção fundamental de seu filosofar o âmbito político: para ele, a política era a
mais nobre das atividades e de todas as ciências. Seu projeto-político visou à construção de uma sociedade
justa, isto é, aquela que promovesse o bem de todos, o bem comum.
O filósofo idealizou uma sociedade organizada em torno de três atividades básicas: produção dos bens
materiais e de alimentos (PRODUTOR), defesa da cidade (GUERREIRO) e administração da pólis (cidade)
(SÁBIO).
Aristóteles e o exercício da contemplação
Aristóteles relaciona a virtude com o pensar de forma racional. Portanto, o ser humano só alcançará
seu fim e bem supremo, que é a Felicidade, se agir conforme sua virtude, que é a razão. Ter virtude significa ter
racionalidade.
Para atingir a felicidade verdadeira, o ser humano deveria dedicar-se fundamentalmente à vida teórica,
no sentido de uma contemplação intelectual, buscando observar a ordem do cosmo, a autêntica realidade das
coisas. LER pág. 23 resolver a questão n.4
Epicuro: o caminho do prazer
Epicuro recomendava o caminho do prazer. Para ele, felicidade é p prazer resultante da satisfação dos
desejos. A felicidade é fundamentalmente prazer, pois para ele tudo no mundo é matéria. Assim, ser feliz é
sentir prazer. O filósofo tinha uma visão sensualista, que era baseada nas sensações. Prazer, para ele, era
ausência de dor.
Também, para o filósofo, devemos eliminar ou moderar nossos desejos e fazer uma distinção entre os
desejos, que foram classificados em três tipos:
a) naturais e necessários b) naturais e desnecessários c) não naturais e desnecessários
Uma das principais causas da angústia e da infelicidade são as preocupações religiosas e as
superstições. Temor que certas religiões e crenças nos impõem. Ele tinha uma visão materialista do universo
e do ser humano.
Contentar-se com pouco seria o segredo do prazer e da felicidade; agir com prudência racional. LER
PÁG. 24 E 25

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e AristótelesÉtica para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e AristótelesAmanda Almeida Matos
 
78070797 a-felicidade-em-aristoteles
78070797 a-felicidade-em-aristoteles78070797 a-felicidade-em-aristoteles
78070797 a-felicidade-em-aristotelesAdeilsa Ferreira
 
Introdução ao pensamento de Aristóteles : ética
Introdução ao pensamento de Aristóteles : éticaIntrodução ao pensamento de Aristóteles : ética
Introdução ao pensamento de Aristóteles : éticaEugenio Hansen, OFS
 
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe Assunção
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe AssunçãoAULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe Assunção
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélicamarifonseca
 
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3Cleanto Santos Vieira
 
Aula 3 a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe Assunção
Aula 3   a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe AssunçãoAula 3   a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe Assunção
Aula 3 a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe AssunçãoProf. Noe Assunção
 

Mais procurados (20)

Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e AristótelesÉtica para Sócrates, Platão e Aristóteles
Ética para Sócrates, Platão e Aristóteles
 
Ética Aristóteles
Ética AristótelesÉtica Aristóteles
Ética Aristóteles
 
Etica godoi 14t
Etica godoi 14tEtica godoi 14t
Etica godoi 14t
 
78070797 a-felicidade-em-aristoteles
78070797 a-felicidade-em-aristoteles78070797 a-felicidade-em-aristoteles
78070797 a-felicidade-em-aristoteles
 
Etica aristotélica
Etica aristotélicaEtica aristotélica
Etica aristotélica
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Introdução ao pensamento de Aristóteles : ética
Introdução ao pensamento de Aristóteles : éticaIntrodução ao pensamento de Aristóteles : ética
Introdução ao pensamento de Aristóteles : ética
 
Trabalho de filosofia 24 44
Trabalho de filosofia 24 44Trabalho de filosofia 24 44
Trabalho de filosofia 24 44
 
Epicurismo 25
Epicurismo 25Epicurismo 25
Epicurismo 25
 
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe Assunção
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe AssunçãoAULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe Assunção
AULA - O QUE É FELICIDADE - ARISTÓTELES- Prof. noe Assunção
 
Felicidade novo 11 mp
Felicidade novo 11 mpFelicidade novo 11 mp
Felicidade novo 11 mp
 
Falando em filosofia; falando em doutrina
Falando em filosofia; falando em doutrinaFalando em filosofia; falando em doutrina
Falando em filosofia; falando em doutrina
 
ética aristotélica
ética aristotélicaética aristotélica
ética aristotélica
 
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3
Ética e bioética - ética moderna - cap 1 aula 3
 
Felicidade 11 mp 111
Felicidade 11 mp 111Felicidade 11 mp 111
Felicidade 11 mp 111
 
Felicidade
FelicidadeFelicidade
Felicidade
 
Ética 3º ano
Ética   3º anoÉtica   3º ano
Ética 3º ano
 
Aula 3 a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe Assunção
Aula 3   a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe AssunçãoAula 3   a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe Assunção
Aula 3 a felicidade é coletiva - texto e atividade - Prof. Noe Assunção
 
Anderson 3 11 mp
Anderson 3 11 mpAnderson 3 11 mp
Anderson 3 11 mp
 
Helenismo fácil
Helenismo fácilHelenismo fácil
Helenismo fácil
 

Semelhante a A alma humana para platão 1º ano

Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdf
Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdfEpicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdf
Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdfJessicaLacerda10
 
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mp
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mpTrabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mp
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mpAlexandre Misturini
 
Filosofia: Antropologia grega
Filosofia: Antropologia gregaFilosofia: Antropologia grega
Filosofia: Antropologia gregaJordan Medeiros
 
Trabalho de sociologia 23 2232323
Trabalho de sociologia 23 2232323Trabalho de sociologia 23 2232323
Trabalho de sociologia 23 2232323Alexandre Misturini
 
Filosofia e felicidade slide
Filosofia e felicidade slideFilosofia e felicidade slide
Filosofia e felicidade slideDaniel Filosofo
 
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia Helênica
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia HelênicaAula de filosofia antiga, tema: Filosofia Helênica
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia HelênicaLeandro Nazareth Souto
 
Em busca da felicidade - Capítulo 7 - Filosofando
Em busca da felicidade - Capítulo 7 -  FilosofandoEm busca da felicidade - Capítulo 7 -  Filosofando
Em busca da felicidade - Capítulo 7 - FilosofandoAbraão Carvalho
 
A ética em aristóteles
A ética em aristótelesA ética em aristóteles
A ética em aristótelesrobertosiebra
 
Agostinho vida e obras
Agostinho   vida e obrasAgostinho   vida e obras
Agostinho vida e obrassuanicarvalho
 

Semelhante a A alma humana para platão 1º ano (20)

Felicidade 2018
Felicidade 2018Felicidade 2018
Felicidade 2018
 
éTica 12mp
éTica 12mpéTica 12mp
éTica 12mp
 
Trabalho de filosofia 11
Trabalho de filosofia 11Trabalho de filosofia 11
Trabalho de filosofia 11
 
Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdf
Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdfEpicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdf
Epicuro e a felicidade - slide 8º ano 03.08.pdf
 
Pp filo andreza, brenda, 11 mp
Pp filo andreza, brenda, 11 mpPp filo andreza, brenda, 11 mp
Pp filo andreza, brenda, 11 mp
 
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mp
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mpTrabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mp
Trabalho de filosofia, larissa, marina, kauanna, carine e elisa 11 mp
 
A felicidade à luz da filosofia 2
A felicidade à luz da filosofia 2A felicidade à luz da filosofia 2
A felicidade à luz da filosofia 2
 
Felicidade 13
Felicidade 13Felicidade 13
Felicidade 13
 
Filosofia: Antropologia grega
Filosofia: Antropologia gregaFilosofia: Antropologia grega
Filosofia: Antropologia grega
 
Trabalho de sociologia 23 2232323
Trabalho de sociologia 23 2232323Trabalho de sociologia 23 2232323
Trabalho de sociologia 23 2232323
 
ética 4
ética 4ética 4
ética 4
 
éTica 11 mp 111
éTica 11 mp 111éTica 11 mp 111
éTica 11 mp 111
 
Filosofia e felicidade slide
Filosofia e felicidade slideFilosofia e felicidade slide
Filosofia e felicidade slide
 
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia Helênica
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia HelênicaAula de filosofia antiga, tema: Filosofia Helênica
Aula de filosofia antiga, tema: Filosofia Helênica
 
ética e moral
ética e moralética e moral
ética e moral
 
12 mp 222
12 mp 22212 mp 222
12 mp 222
 
Etica social
Etica socialEtica social
Etica social
 
Em busca da felicidade - Capítulo 7 - Filosofando
Em busca da felicidade - Capítulo 7 -  FilosofandoEm busca da felicidade - Capítulo 7 -  Filosofando
Em busca da felicidade - Capítulo 7 - Filosofando
 
A ética em aristóteles
A ética em aristótelesA ética em aristóteles
A ética em aristóteles
 
Agostinho vida e obras
Agostinho   vida e obrasAgostinho   vida e obras
Agostinho vida e obras
 

Último

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalDouglasVasconcelosMa
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteIpdaWellington
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfMarcianaClaudioClaud
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdflbgsouza
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdflbgsouza
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 

Último (20)

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacionalBENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
BENEFÍCIOS DA NEUROPSICOPEDAGOGIA educacional
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescenteAbuso Sexual da Criança e do adolescente
Abuso Sexual da Criança e do adolescente
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdfROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
ROTINA DE ESTUDO-APOSTILA ESTUDO ORIENTADO.pdf
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdfAPOSTILA- COMPLETA  De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
APOSTILA- COMPLETA De FILOSOFIA-DA-EDUCAÇÃO.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 

A alma humana para platão 1º ano

  • 1. A alma humana para Platão Para Platão, o ser humano é essencialmente alma, que é imortal e existe previamente (antes) do corpo. A alma se dividiria em três partes: Alma concupiscente – situada no ventre e ligada aos desejos carnais. Alma irascível – situada no peito e vinculada às paixões. Alma racional- situada na cabeça e relacionada ao conhecimento. A vida feliz de uma pessoa dependeria da devida subordinação e harmonia entre essas três almas. A alma racional é superior, ou seja, regulariza as outras almas. Platão propõe duas práticas para regular a alma racional sobre as demais: a ginástica e a dialética p.21. Através dessas práticas a alma humana penetraria no mundo das ideias, e se elevaria sucessivamente, mediante a contemplação das ideias perfeitas, até atingir a ideia suprema, que é a ideia do BEM. Para o filósofo, a ideia do bem seria a causa de todas as coisas justas e belas que existem, como a justiça, a beleza, a coragem. Sem o bem não há nenhuma delas. Ideia do BEM para Platão: CONHECIMENTO = BONDADE = FELICIDADE Platão tinha como convicção fundamental de seu filosofar o âmbito político: para ele, a política era a mais nobre das atividades e de todas as ciências. Seu projeto-político visou à construção de uma sociedade justa, isto é, aquela que promovesse o bem de todos, o bem comum. O filósofo idealizou uma sociedade organizada em torno de três atividades básicas: produção dos bens materiais e de alimentos (PRODUTOR), defesa da cidade (GUERREIRO) e administração da pólis (cidade) (SÁBIO). Aristóteles e o exercício da contemplação Aristóteles relaciona a virtude com o pensar de forma racional. Portanto, o ser humano só alcançará seu fim e bem supremo, que é a Felicidade, se agir conforme sua virtude, que é a razão. Ter virtude significa ter racionalidade. Para atingir a felicidade verdadeira, o ser humano deveria dedicar-se fundamentalmente à vida teórica, no sentido de uma contemplação intelectual, buscando observar a ordem do cosmo, a autêntica realidade das coisas. LER pág. 23 resolver a questão n.4 Epicuro: o caminho do prazer Epicuro recomendava o caminho do prazer. Para ele, felicidade é p prazer resultante da satisfação dos desejos. A felicidade é fundamentalmente prazer, pois para ele tudo no mundo é matéria. Assim, ser feliz é sentir prazer. O filósofo tinha uma visão sensualista, que era baseada nas sensações. Prazer, para ele, era ausência de dor. Também, para o filósofo, devemos eliminar ou moderar nossos desejos e fazer uma distinção entre os desejos, que foram classificados em três tipos: a) naturais e necessários b) naturais e desnecessários c) não naturais e desnecessários Uma das principais causas da angústia e da infelicidade são as preocupações religiosas e as superstições. Temor que certas religiões e crenças nos impõem. Ele tinha uma visão materialista do universo e do ser humano. Contentar-se com pouco seria o segredo do prazer e da felicidade; agir com prudência racional. LER PÁG. 24 E 25