SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Evolução do modelo
atómico
Evolução do modelo atómico
Átomos
Toda a matéria é constituída por átomos. Os átomos são muito
pequenos: só são visíveis com microscópios especiais.
Núcleo
(+)
Nuvem eletrónica
(-)
Protões
(Carga +1)
Neutrões
(Carga 0)
Eletrões
(Carga -1)
Nucleões
Nº nucleões = Nº protões + Nº neutrões
Os protões, neutrões e eletrões são partículas constituintes do átomo,
ou seja partículas subatómicas, com características diferentes e
descobertas em diferentes datas.
Evolução do modelo atómico
n.º de protões = n.º eletrões
Os átomos não têm carga elétrica, são eletricamente neutros.
Evolução do modelo atómico
Num átomo …
massa do protão = massa do neutrão
A massa dos átomos está praticamente toda concentrada no núcleo.
Evolução do modelo atómico
Num átomo …
>> massa do eletrão
Núcleo atómico tem um tamanho
muito menor que a nuvem eletrónica
A nuvem eletrónica é responsável pelo tamanho do átomo..
Evolução do modelo atómico
Num átomo …
Evolução do modelo atómico
Resumindo as principais ideias sobre o modelo atómico atual:
Evolução do modelo atómico
A descoberta da constituição dos átomos, até à
elaboração do modelo atual, foi um processo lento
que se deveu a vários cientistas.
Modelo da nuvem
eletrónica
Bohr
Séc. V a.C. Início séc. XIX Finais séc. XIX Início séc. XX Atualmente
Dalton Rutherford
Thomson
Demócrito
Surgiu na Grécia Antiga, no século V (a.C.).
Toda a matéria seria constituída por pequeníssimos corpúsculos
aos quais chamaram “átomos”, palavra que vem do grego
a + thomos (significa “sem divisão”).
Os seus principais defensores foram Leucipo e Demócrito.
Evolução do modelo atómico
Atomismo
Depois durante muitos séculos esta ideia foi esquecida.
Modelo atómico de Dalton
Surgiu em 1803 com o químico inglês John Dalton.
Um átomo seria uma porção esférica de matéria indivisível.
Átomos de elementos químicos diferentes tinham massas diferentes e
propriedades químicas distintas.
As substâncias compostas seriam associações de átomos de
elementos diferentes.
As reações químicas explicavam-se com base na Lei de
Lavoisier.
Rearranjo de átomos, em conformidade com Lei de Lavoisier da
conservação da massa.
Evolução do modelo atómico
Dalton, é considerado o pai da Teoria atómica.
Surgiu em 1904 após a descoberta do eletrão
(em 1897), pelo físico inglês Joseph Thomson.
O átomo seria uma esfera de carga positiva onde estavam
mergulhados pequeninas esferas de carga negativa – os
eletrões.
Este modelo ficou conhecido como o modelo do “ bolo de passas”.
Eletrões
(carga -)
Esfera de
carga
positiva
Evolução do modelo atómico
Modelo atómico de Thomson
Contributo de Thomson:
descoberta do eletrão (carga negativa).
Modelo atómico de Rutherford
Na experiência de Rutherford «dispararam-se» partículas α (alfa),
provenientes de uma amostra radioativa, contra folhas muito finas de ouro.
Evolução do modelo atómico
Fonte de
partículas 
Detetor de
partículas
Lâmina de
ouro
Átomos de
ouro
Rutherford verificou que quase todas as partículas alfa
atravessavam a folha metálica sem se desviarem, enquanto
outras partículas desviavam-se.
Das conclusões da experiência surgiu um modelo que considerava:
 A carga positiva do átomo estava concentrada no seu centro –
núcleo atómico.
 No núcleo estava concentrada quase toda a massa do átomo.
 O tamanho do núcleo era muito pequeno comparado com o
tamanho do átomo.
 À volta do núcleo moviam-se os eletrões em órbitas.
Evolução do modelo atómico
Modelo atómico de Rutherford
(modelo planetário) Núcleo
Eletrão
Contributo de Rutherford (1º modelo nuclear):
descoberta do núcleo do átomo (e dos protões).
 O átomo não é uma esfera compacta, pois tem muito espaço
vazio.
Surgiu com o físico dinamarquês Niels Bohr, que adotou parte do
modelo de Rutherford.
Os eletrões descreviam órbitas em torno do núcleo mas só algumas
eram possíveis.
Os eletrões que descreviam órbitas de maior raio tinham maior
energia.
Evolução do modelo atómico
Modelo atómico de Bohr
Núcleo
Eletrão
Energia crescente
Só determinados valores de energia para os eletrões são possíveis.
Contributo de Bohr:
Quantificação da energia dos eletrões.
Este modelo surgiu mais tarde por se concluir que a noção de
órbita não era apropriada.
A probabilidade eletrónica por unidade de volume é maior junto ao
núcleo.
Zona onde é mais provável
encontrar os eletrões
Evolução do modelo atómico
Modelo da nuvem eletrónica
(modelo atual)
Núcleo
Nuvem
eletrónica
Os eletrões movem-se, na nuvem eletrónica, de modo desconhecido
com velocidades muito elevadas.
Só determinados valores de energia para os eletrões são possíveis.
Não é possível saber ao mesmo tempo a posição e energia do
eletrão.
É mais provável encontra-lo próximo do núcleo. À zona de
maior probabilidade em encontrar o eletrão chama-se orbital.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 1 - Evolução do modelo atómico .ppt

Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
Karol Maia
 
Evolução do átomo
Evolução do átomoEvolução do átomo
Evolução do átomo
Erlenmeyer
 
Evolução do modelo atómico (final)
Evolução do modelo atómico (final)Evolução do modelo atómico (final)
Evolução do modelo atómico (final)
ct-esma
 
Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010
Coc2010
 
Apresentação modelos atômicos elenice
Apresentação modelos atômicos  eleniceApresentação modelos atômicos  elenice
Apresentação modelos atômicos elenice
EEB Paulo Bauer
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicosEvolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
franciscaf
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
profleticiasantosbio
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
Andre020203
 
Estrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntaçãoEstrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntação
simone1444
 

Semelhante a 1 - Evolução do modelo atómico .ppt (20)

Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012Estrutura atomica 2012
Estrutura atomica 2012
 
Resumo conceitos fundamentais e teorias atomicas
Resumo   conceitos fundamentais e teorias atomicasResumo   conceitos fundamentais e teorias atomicas
Resumo conceitos fundamentais e teorias atomicas
 
Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)Modelos atômicos ( 9 ano)
Modelos atômicos ( 9 ano)
 
Modelos atômicos
Modelos atômicosModelos atômicos
Modelos atômicos
 
Evolução do átomo
Evolução do átomoEvolução do átomo
Evolução do átomo
 
Evolução do Modelo Atómico
Evolução do Modelo AtómicoEvolução do Modelo Atómico
Evolução do Modelo Atómico
 
Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)Modelos atômicos ( 2 ano)
Modelos atômicos ( 2 ano)
 
Evolução do modelo atómico (final)
Evolução do modelo atómico (final)Evolução do modelo atómico (final)
Evolução do modelo atómico (final)
 
O átomo
O átomoO átomo
O átomo
 
Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010Estrutura Atomica Coc 2010
Estrutura Atomica Coc 2010
 
Apresentação modelos atômicos elenice
Apresentação modelos atômicos  eleniceApresentação modelos atômicos  elenice
Apresentação modelos atômicos elenice
 
Evolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicosEvolução dos modelos atómicos
Evolução dos modelos atómicos
 
Física - Calorimetria
Física - CalorimetriaFísica - Calorimetria
Física - Calorimetria
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1Modelos atômicos 1
Modelos atômicos 1
 
Trabalho de quimica
Trabalho de quimicaTrabalho de quimica
Trabalho de quimica
 
Estrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntaçãoEstrutura atômica para apresntação
Estrutura atômica para apresntação
 
Evolução do modelo atômico
Evolução do modelo atômicoEvolução do modelo atômico
Evolução do modelo atômico
 
1350
13501350
1350
 
Aula atomistica
Aula atomisticaAula atomistica
Aula atomistica
 

Último

atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 

Último (20)

UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.pptnocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
nocoes-basicas-de-hereditariedade 9º ano.ppt
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 

1 - Evolução do modelo atómico .ppt

  • 2. Evolução do modelo atómico Átomos Toda a matéria é constituída por átomos. Os átomos são muito pequenos: só são visíveis com microscópios especiais. Núcleo (+) Nuvem eletrónica (-) Protões (Carga +1) Neutrões (Carga 0) Eletrões (Carga -1) Nucleões Nº nucleões = Nº protões + Nº neutrões
  • 3. Os protões, neutrões e eletrões são partículas constituintes do átomo, ou seja partículas subatómicas, com características diferentes e descobertas em diferentes datas. Evolução do modelo atómico
  • 4. n.º de protões = n.º eletrões Os átomos não têm carga elétrica, são eletricamente neutros. Evolução do modelo atómico Num átomo …
  • 5. massa do protão = massa do neutrão A massa dos átomos está praticamente toda concentrada no núcleo. Evolução do modelo atómico Num átomo … >> massa do eletrão
  • 6. Núcleo atómico tem um tamanho muito menor que a nuvem eletrónica A nuvem eletrónica é responsável pelo tamanho do átomo.. Evolução do modelo atómico Num átomo …
  • 7. Evolução do modelo atómico Resumindo as principais ideias sobre o modelo atómico atual:
  • 8. Evolução do modelo atómico A descoberta da constituição dos átomos, até à elaboração do modelo atual, foi um processo lento que se deveu a vários cientistas. Modelo da nuvem eletrónica Bohr Séc. V a.C. Início séc. XIX Finais séc. XIX Início séc. XX Atualmente Dalton Rutherford Thomson Demócrito
  • 9. Surgiu na Grécia Antiga, no século V (a.C.). Toda a matéria seria constituída por pequeníssimos corpúsculos aos quais chamaram “átomos”, palavra que vem do grego a + thomos (significa “sem divisão”). Os seus principais defensores foram Leucipo e Demócrito. Evolução do modelo atómico Atomismo Depois durante muitos séculos esta ideia foi esquecida.
  • 10. Modelo atómico de Dalton Surgiu em 1803 com o químico inglês John Dalton. Um átomo seria uma porção esférica de matéria indivisível. Átomos de elementos químicos diferentes tinham massas diferentes e propriedades químicas distintas. As substâncias compostas seriam associações de átomos de elementos diferentes. As reações químicas explicavam-se com base na Lei de Lavoisier. Rearranjo de átomos, em conformidade com Lei de Lavoisier da conservação da massa. Evolução do modelo atómico Dalton, é considerado o pai da Teoria atómica.
  • 11. Surgiu em 1904 após a descoberta do eletrão (em 1897), pelo físico inglês Joseph Thomson. O átomo seria uma esfera de carga positiva onde estavam mergulhados pequeninas esferas de carga negativa – os eletrões. Este modelo ficou conhecido como o modelo do “ bolo de passas”. Eletrões (carga -) Esfera de carga positiva Evolução do modelo atómico Modelo atómico de Thomson Contributo de Thomson: descoberta do eletrão (carga negativa).
  • 12. Modelo atómico de Rutherford Na experiência de Rutherford «dispararam-se» partículas α (alfa), provenientes de uma amostra radioativa, contra folhas muito finas de ouro. Evolução do modelo atómico Fonte de partículas  Detetor de partículas Lâmina de ouro Átomos de ouro
  • 13. Rutherford verificou que quase todas as partículas alfa atravessavam a folha metálica sem se desviarem, enquanto outras partículas desviavam-se. Das conclusões da experiência surgiu um modelo que considerava:  A carga positiva do átomo estava concentrada no seu centro – núcleo atómico.  No núcleo estava concentrada quase toda a massa do átomo.  O tamanho do núcleo era muito pequeno comparado com o tamanho do átomo.  À volta do núcleo moviam-se os eletrões em órbitas. Evolução do modelo atómico Modelo atómico de Rutherford (modelo planetário) Núcleo Eletrão Contributo de Rutherford (1º modelo nuclear): descoberta do núcleo do átomo (e dos protões).  O átomo não é uma esfera compacta, pois tem muito espaço vazio.
  • 14. Surgiu com o físico dinamarquês Niels Bohr, que adotou parte do modelo de Rutherford. Os eletrões descreviam órbitas em torno do núcleo mas só algumas eram possíveis. Os eletrões que descreviam órbitas de maior raio tinham maior energia. Evolução do modelo atómico Modelo atómico de Bohr Núcleo Eletrão Energia crescente Só determinados valores de energia para os eletrões são possíveis. Contributo de Bohr: Quantificação da energia dos eletrões.
  • 15. Este modelo surgiu mais tarde por se concluir que a noção de órbita não era apropriada. A probabilidade eletrónica por unidade de volume é maior junto ao núcleo. Zona onde é mais provável encontrar os eletrões Evolução do modelo atómico Modelo da nuvem eletrónica (modelo atual) Núcleo Nuvem eletrónica Os eletrões movem-se, na nuvem eletrónica, de modo desconhecido com velocidades muito elevadas. Só determinados valores de energia para os eletrões são possíveis. Não é possível saber ao mesmo tempo a posição e energia do eletrão. É mais provável encontra-lo próximo do núcleo. À zona de maior probabilidade em encontrar o eletrão chama-se orbital.