SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
Baixar para ler offline
7/13/2018
1
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
PLANEJAMENTO E CONTROLE DA
PRODUÇÃO
Production Planning and Control
13/07/2018
1/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Qual a diferença entre
Planejamento e Controle?
Planejamento: é uma formalização de o que se pretende
que aconteça em determinado momento no futuro. É uma
declaração de intenção de que aconteça;
Controle: é o processo de lidar com variáveis que podem
atrapalhar ou impedir a execução do plano;
Diferença entre Planejamento X Controle
Planejamento é um conjunto de intenções enquanto o
controle é um conjunto de ações que visam o
direcionamento do plano. O controle faz os ajustes que
permitam que a operação atinja os objetivos que o plano
estabeleceu, mesmo que as suposições feitas pelo plano não
se confirmem.
13/07/2018
2/24
7/13/2018
2
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Planejamento e Controle da
Produção
A internacionalização da economia forçou as organizações a
deixarem a estratégia de produção em massa para trás em
busca da melhoria contínua;
Economia de escala;
Sistema flexível;
Rapidez na concepção e lançamento produtos;
Baixos leadtimes;
Estoques suficientemente grandes para atendimento dos
clientes;
13/07/2018
3/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Planejamento e Controle da
Produção
Assim o Planejamento, Programação e Controle são
atividades primordiais neste contexto de Sistemas
Produtivos:
Porque elas garantirão, aliadas as demais funções da organização,
o sucesso da organização e atingimento de suas metas;
A conceituação de sistemas produtivos abrange tanto a
produção de bens como a de serviços.
A eficiência de qualquer sistema produtivo depende da forma
como os problemas são resolvidos, ou seja, do planejamento,
programação e controle do sistema.
13/07/2018
4/24
7/13/2018
3
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
O planejamento e controle da produção é a área responsável
pela elaboração de um Plano Mestre de Produção. Algumas
empresas chamam tal departamento de PPCP (Planejamento,
Programação e Controle de Produção) ou PCP (Programação e
Controle da Produção);
Geralmente essa denominação depende do desenvolvimento
estratégico do departamento, pois planejar a produção é
estratégico, enquanto que programá-la é uma atividade
operacional;
É uma atividade que oferece grande contribuição para o
alcance da eficácia e eficiência na indústria.
Planejamento e Controle da
Produção
13/07/2018
5/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Planejamento e Controle da
Produção
13/07/2018
6/24
7/13/2018
4
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Planejamento e Controle
da Produção
Organização, do grego "organon“ = instrumento,
utensílio, órgão ou aquilo com que se trabalha.
Organização é a forma como se dispõe um sistema
para atingir os resultados pretendidos.
13/07/2018
7/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Sistema Produtivo
Um sistema pode ser definido como um "conjunto de
elementos em constante interação“. (von Bertalanffy, 1968):
Sistema Produtivo: pode ser definido como um conjunto de
funções ou subsistemas que são inter-relacionados e
interdependentes, de forma que trabalham em busca de um
objetivo maior para o todo.
13/07/2018
8/24
Ideia de Sistema Produtivo. Fonte: Slack et al, (2010)
7/13/2018
5
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Planejamento e Controle
da Produção
Finalidade do PCP
Gerenciar as atividades da operação produtiva de modo a
satisfazer de forma contínua à demanda dos consumidores;
13/07/2018
9/24
Conciliação entre demanda e suprimento
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Gestão do Sistema
Produtivo
Antes: Capital vs. Trabalho;
Atualmente: Administração Participativa (Envolvimento do
pessoal aliados a inserção de novas técnicas de produção)
13/07/2018
10/24
Por que gerir um sistema produtivo?
7/13/2018
6
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
PCP e o Horizonte de
Tempo
13/07/2018
11/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
PCP e o Horizonte de
Tempo
13/07/2018
12/24
7/13/2018
7
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018
13/24
• Longo Prazo: é necessária a elaboração de um
planejamento estratégico da produção (plano de
produção) que deve avaliar questões de longo
prazo a cerca da gestão da produção, por um
determinado período. Este período pode ser de
um ano, dois, ou às vezes até cinco anos.
PCP e o Horizonte de
Tempo
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018
14/24
• O Planejamento estratégico da produção deve:
–Antecipar-se aos imprevistos estratégicos de longo
prazo que surgirão;
–Antever decisões a serem tomadas;
• A aquisição de equipamentos;
• Dobrar ou não o turno de trabalho;
• Usar ou não horas extras;
• Contratar ou demitir funcionários;
• Entre outras decisões que afetam o dia a dia da
organização a longo prazo.
PCP e o Horizonte de
Tempo
7/13/2018
8
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018
15/24
• Médio Prazo (Plano Mestre de Produção)
–Períodos de dois a seis meses;
–Desmembra decisões de nível estratégico para agir
em nível tático;
–Determina o que será produzido, em que quantidade
e quando neste horizonte, a partir de informações
de:
• Capacidade de produção disponível;
• Demanda Prevista;
• Registros de estoque.
PCP e o Horizonte de
Tempo
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018
16/24
• Curto Prazo (Programação da Produção)
–Operacionaliza determinações do Plano Mestre de
Produção com base na demanda já confirmada;
–Período de rotinas diárias, desde as prioridades de
venda até as perdas imprevistas de capacidade de
produção.
PCP e o Horizonte de
Tempo
7/13/2018
9
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Fluxo de Informações e PCP
Departamento de apoio;
Coordenação e aplicação de recursos produtivos;
Alto grau de troca de Informação;
Funções básicas do PCP:
Planejamento Estratégico da Produção;
Plano-Mestre de Produção;
Programação da Produção;
Acompanhamento e Controle da Produção
13/07/2018
17/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Fluxo de Informações e PCP
13/07/2018
18/24
7/13/2018
10
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Fluxo de Informações e PCP
13/07/2018
19/24
Compras
Pedidos de
Compras
Planejamento Estratégico
da Produção Plano de
Produção
Planejamento-mestre da
Produção Plano-mestre
de Produção
Programação da Produção
Administração dos Estoques
Sequenciamento
Emissão e Liberação
Ordens de
Compras
Ordens de
Fabricação
Ordens de
Montagem
Fabricação e Montagem
Estoques
Clientes
Marketing
Engenharia
Fornecedores
Acompanhamento
e
Controle
da
Produção
Previsão de
Vendas
Pedidos em
Carteira
Estrutura do
Produto
Roteiro de
Fabricação
Avaliação
de
Desempenho
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Implicações no PCP
Planejar e controlar as atividades de uma empresa que
produz produtos padronizados para estoque é bastante
diferente de planejar e controlar produtos sob
encomenda.
Por exemplo, no primeiro caso, pode-se iniciar a produção em
cima de uma previsão de vendas e ir equilibrando-se as
vendas realizadas com o nível de estoque, enquanto que no
processo sob encomenda o PCP espera a manifestação dos
clientes para agir.
Além disto, os produtos padronizados por se repetirem, assim
como os processos necessários a produção destes bens ou
serviços, são mais passíveis de controle e acompanhamento.
13/07/2018
20/24
7/13/2018
11
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Implicações no PCP
O tipo de processo produtivo define a complexidade do
planejamento e controle das atividades.
As atividades de planejamento e controle da produção são
simplificadas a medida que se reduz a variedade de produtos
concorrentes por uma mesma gama de recursos.
Neste sentido, os processos contínuos e os processos
intermitentes em massa são mais fáceis de serem administrados
do que os processos repetitivos em lote e sob encomenda, pois a
variedade de produtos é pequena e o fluxo produtivo uniforme.
Nos processos intermitentes em lote e sob encomenda, uma
alteração na composição da demanda exige o replanejamento de
todos os recursos produtivos.
13/07/2018
21/24
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Implicações no PCP
O fato do produto ser um bem ou um serviço também tem seu
reflexo na complexidade do sistema de planejamento e
controle da produção.
Bens são tangíveis, em grande parte fabricados por máquinas que
recebem matérias primas e as transformam em produtos
acabados, dentro de padrões previsíveis, consequentemente o
seu planejamento e controle é mais consistente.
Já a produção de serviços envolve uma maior participação das
pessoas, por natureza mais difíceis de serem padronizadas, e a
necessidade da presença dos clientes no momento da produção,
tornando a colocação de estoques amortecedores entre os
processos uma tarefa complicada de difícil administração.
13/07/2018
22/24
7/13/2018
12
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Objetivo do PCP
O Objetivo do PCP é estabelecer planos e controles que
garantam:
Tempo adequado
Qualidade adequada
Custo adequado
13/07/2018
23/24
Produção
2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES
Programação da Produção
Ewerton Gomes de Oliveira, MSc.
ewerton.gomes@live.com
13/07/2018
24/24

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 02 PCP.pdf

Adm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidadeAdm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidadeDenis Carlos Sodré
 
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdf
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdfU1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdf
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdfCelsoCiamponi1
 
[Planejamento e controle da produ -o - tubino] lista de exerc-cios resolvidos
[Planejamento e controle da produ -o - tubino]  lista de exerc-cios resolvidos[Planejamento e controle da produ -o - tubino]  lista de exerc-cios resolvidos
[Planejamento e controle da produ -o - tubino] lista de exerc-cios resolvidosLuiz Fabiano Bonetti
 
Introdução planejamento agregado
Introdução planejamento agregadoIntrodução planejamento agregado
Introdução planejamento agregadoMoises Ribeiro
 
Gestão dinâmica planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...
Gestão dinâmica   planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...Gestão dinâmica   planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...
Gestão dinâmica planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...Lucas Braga
 
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...IFMG e COLTEC
 
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21Anabela Reis
 
Tecnologia Para Execução Da Estratégia
Tecnologia Para Execução Da EstratégiaTecnologia Para Execução Da Estratégia
Tecnologia Para Execução Da EstratégiaPedro S. Pereira
 
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptx
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptxProgramacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptx
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptxDiegoMilnitz
 
S&OP IBP Foods & Beverage Industries Monograph
S&OP IBP Foods & Beverage Industries MonographS&OP IBP Foods & Beverage Industries Monograph
S&OP IBP Foods & Beverage Industries MonographMichel Nachbar, MBA
 
Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Jonas Marques
 
Planejamento e Gerenciamento da Construção Civil
Planejamento e Gerenciamento da Construção CivilPlanejamento e Gerenciamento da Construção Civil
Planejamento e Gerenciamento da Construção CivilTania Barboza
 

Semelhante a 02 PCP.pdf (20)

Adm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidadeAdm da produção e gestão da qualidade
Adm da produção e gestão da qualidade
 
Vf manual tcnico-2-28
Vf manual tcnico-2-28Vf manual tcnico-2-28
Vf manual tcnico-2-28
 
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdf
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdfU1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdf
U1S1 - PPCP no contexto estratégico.pdf
 
[Planejamento e controle da produ -o - tubino] lista de exerc-cios resolvidos
[Planejamento e controle da produ -o - tubino]  lista de exerc-cios resolvidos[Planejamento e controle da produ -o - tubino]  lista de exerc-cios resolvidos
[Planejamento e controle da produ -o - tubino] lista de exerc-cios resolvidos
 
Introdução planejamento agregado
Introdução planejamento agregadoIntrodução planejamento agregado
Introdução planejamento agregado
 
Transp pcp 1
Transp pcp 1Transp pcp 1
Transp pcp 1
 
Gestão dinâmica planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...
Gestão dinâmica   planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...Gestão dinâmica   planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...
Gestão dinâmica planejamento e controle de produção - suporte microsiga ,cr...
 
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
A importância da administração de produção como ferramenta impulsionadora da ...
 
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21
Economia de empresa f. produção e f. comercial teóricas 2020-21
 
Tecnologia Para Execução Da Estratégia
Tecnologia Para Execução Da EstratégiaTecnologia Para Execução Da Estratégia
Tecnologia Para Execução Da Estratégia
 
Doc.Igor_2
Doc.Igor_2Doc.Igor_2
Doc.Igor_2
 
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptx
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptxProgramacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptx
Programacao_de_Processos_e_Operacoes_-_Parte_I.pptx
 
S&OP IBP Foods & Beverage Industries Monograph
S&OP IBP Foods & Beverage Industries MonographS&OP IBP Foods & Beverage Industries Monograph
S&OP IBP Foods & Beverage Industries Monograph
 
PCP
PCPPCP
PCP
 
Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10Planejamento de-controle-da-producao p10
Planejamento de-controle-da-producao p10
 
Luis Steinle
Luis Steinle Luis Steinle
Luis Steinle
 
Planejamento e Gerenciamento da Construção Civil
Planejamento e Gerenciamento da Construção CivilPlanejamento e Gerenciamento da Construção Civil
Planejamento e Gerenciamento da Construção Civil
 
Aula planejamento
Aula planejamentoAula planejamento
Aula planejamento
 
Gerenciamento de Múltiplos Projetos
Gerenciamento de Múltiplos ProjetosGerenciamento de Múltiplos Projetos
Gerenciamento de Múltiplos Projetos
 
Pcp aula 11-09
Pcp aula 11-09Pcp aula 11-09
Pcp aula 11-09
 

Mais de VilsonBernardoStollm

Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.ppt
Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.pptManuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.ppt
Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.pptVilsonBernardoStollm
 
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptx
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptxA utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptx
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptxVilsonBernardoStollm
 
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdf
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdfPROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdf
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdfVilsonBernardoStollm
 
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptx
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptxNova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptx
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptxVilsonBernardoStollm
 
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdf
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdfADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdf
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdfVilsonBernardoStollm
 
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdf
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdfA_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdf
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdfVilsonBernardoStollm
 
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.ppt
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.pptBLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.ppt
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.pptVilsonBernardoStollm
 
5 Razes Para Voc Proteger Suas MOS.ppt
5  Razes  Para  Voc  Proteger  Suas  MOS.ppt5  Razes  Para  Voc  Proteger  Suas  MOS.ppt
5 Razes Para Voc Proteger Suas MOS.pptVilsonBernardoStollm
 
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfa seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfVilsonBernardoStollm
 
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfa seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfVilsonBernardoStollm
 
as ferramentas usadas na prevenção.pdf
as ferramentas usadas na prevenção.pdfas ferramentas usadas na prevenção.pdf
as ferramentas usadas na prevenção.pdfVilsonBernardoStollm
 
a importancia da inspecao de extintores.pdf
a importancia da inspecao de extintores.pdfa importancia da inspecao de extintores.pdf
a importancia da inspecao de extintores.pdfVilsonBernardoStollm
 

Mais de VilsonBernardoStollm (20)

Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.ppt
Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.pptManuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.ppt
Manuseio-de-Produtos-Quimicos_94d7ebdc92b14a72ad18614532e446ab.ppt
 
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptx
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptxA utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptx
A utilizao dos EPIS No espao de Trabalho.pptx
 
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdf
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdfPROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdf
PROTECAO CONTRA INCENDIO E EXPLOSOES.pdf
 
Apresentao_JLucioGeraldi_prep.pdf
Apresentao_JLucioGeraldi_prep.pdfApresentao_JLucioGeraldi_prep.pdf
Apresentao_JLucioGeraldi_prep.pdf
 
APR MANUTENO MECNICA.doc
APR MANUTENO MECNICA.docAPR MANUTENO MECNICA.doc
APR MANUTENO MECNICA.doc
 
MAPA RISCO POSTO.doc
MAPA RISCO POSTO.docMAPA RISCO POSTO.doc
MAPA RISCO POSTO.doc
 
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptx
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptxNova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptx
Nova_NR_18_a06b2957a1d9458fa2d44d693c76ed1f.pptx
 
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdf
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdfADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdf
ADMINISTRACAO_DE_RECURSOS_MATERIAIS (1).pdf
 
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdf
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdfA_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdf
A_LOGISTICA_EMPRESARIAL_VISTA_COMO_ESTRA (1).pdf
 
02 PCP.pdf
02 PCP.pdf02 PCP.pdf
02 PCP.pdf
 
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.ppt
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.pptBLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.ppt
BLOQUEIO-DE-FONTES-DE-ENERGIAS-NR10_cd95cb6a9513495482271f2e989811ef.ppt
 
5 Razes Para Voc Proteger Suas MOS.ppt
5  Razes  Para  Voc  Proteger  Suas  MOS.ppt5  Razes  Para  Voc  Proteger  Suas  MOS.ppt
5 Razes Para Voc Proteger Suas MOS.ppt
 
E-book-Oficial.pdf
E-book-Oficial.pdfE-book-Oficial.pdf
E-book-Oficial.pdf
 
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfa seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
 
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdfa seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
a seguranca do trabalho em minas de carvao.pdf
 
as ferramentas usadas na prevenção.pdf
as ferramentas usadas na prevenção.pdfas ferramentas usadas na prevenção.pdf
as ferramentas usadas na prevenção.pdf
 
acidentetrabalho.pdf
acidentetrabalho.pdfacidentetrabalho.pdf
acidentetrabalho.pdf
 
a importancia da inspecao de extintores.pdf
a importancia da inspecao de extintores.pdfa importancia da inspecao de extintores.pdf
a importancia da inspecao de extintores.pdf
 
4 ARTIGO CLASSE INCENDIOS.pdf
4 ARTIGO CLASSE INCENDIOS.pdf4 ARTIGO CLASSE INCENDIOS.pdf
4 ARTIGO CLASSE INCENDIOS.pdf
 
GRO_Comentado_16jun20.pdf
GRO_Comentado_16jun20.pdfGRO_Comentado_16jun20.pdf
GRO_Comentado_16jun20.pdf
 

Último

Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxAssimoIovahale
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGuilhermeLucio9
 
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxjuliocameloUFC
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024Consultoria Acadêmica
 
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxBanco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxTherionAkkad2
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfMateusSerraRodrigues1
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxConsultoria Acadêmica
 

Último (7)

Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptxPatrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
Patrimonio Edificado da Ilha de Moçambique.pptx
 
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais PrivadosGestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
Gestão de obras e projetos - Associação Nacional de Hospitais Privados
 
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptxResistencias dos materiais I - Tensao.pptx
Resistencias dos materiais I - Tensao.pptx
 
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
AE03 - TEORIAS DA ADMINISTRACAO UNICESUMAR 51/2024
 
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptxBanco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
Banco Sul-Americano do Brasil -2023.pptx
 
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdfAulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
Aulas Práticas da Disciplina de Desenho Técnico Projetivo _ Passei Direto.pdf
 
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docxAE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
AE03 - VIBRACOES MECANICAS E ACUSTICAS.docx
 

02 PCP.pdf

  • 1. 7/13/2018 1 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES PLANEJAMENTO E CONTROLE DA PRODUÇÃO Production Planning and Control 13/07/2018 1/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Qual a diferença entre Planejamento e Controle? Planejamento: é uma formalização de o que se pretende que aconteça em determinado momento no futuro. É uma declaração de intenção de que aconteça; Controle: é o processo de lidar com variáveis que podem atrapalhar ou impedir a execução do plano; Diferença entre Planejamento X Controle Planejamento é um conjunto de intenções enquanto o controle é um conjunto de ações que visam o direcionamento do plano. O controle faz os ajustes que permitam que a operação atinja os objetivos que o plano estabeleceu, mesmo que as suposições feitas pelo plano não se confirmem. 13/07/2018 2/24
  • 2. 7/13/2018 2 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Planejamento e Controle da Produção A internacionalização da economia forçou as organizações a deixarem a estratégia de produção em massa para trás em busca da melhoria contínua; Economia de escala; Sistema flexível; Rapidez na concepção e lançamento produtos; Baixos leadtimes; Estoques suficientemente grandes para atendimento dos clientes; 13/07/2018 3/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Planejamento e Controle da Produção Assim o Planejamento, Programação e Controle são atividades primordiais neste contexto de Sistemas Produtivos: Porque elas garantirão, aliadas as demais funções da organização, o sucesso da organização e atingimento de suas metas; A conceituação de sistemas produtivos abrange tanto a produção de bens como a de serviços. A eficiência de qualquer sistema produtivo depende da forma como os problemas são resolvidos, ou seja, do planejamento, programação e controle do sistema. 13/07/2018 4/24
  • 3. 7/13/2018 3 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES O planejamento e controle da produção é a área responsável pela elaboração de um Plano Mestre de Produção. Algumas empresas chamam tal departamento de PPCP (Planejamento, Programação e Controle de Produção) ou PCP (Programação e Controle da Produção); Geralmente essa denominação depende do desenvolvimento estratégico do departamento, pois planejar a produção é estratégico, enquanto que programá-la é uma atividade operacional; É uma atividade que oferece grande contribuição para o alcance da eficácia e eficiência na indústria. Planejamento e Controle da Produção 13/07/2018 5/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Planejamento e Controle da Produção 13/07/2018 6/24
  • 4. 7/13/2018 4 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Planejamento e Controle da Produção Organização, do grego "organon“ = instrumento, utensílio, órgão ou aquilo com que se trabalha. Organização é a forma como se dispõe um sistema para atingir os resultados pretendidos. 13/07/2018 7/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Sistema Produtivo Um sistema pode ser definido como um "conjunto de elementos em constante interação“. (von Bertalanffy, 1968): Sistema Produtivo: pode ser definido como um conjunto de funções ou subsistemas que são inter-relacionados e interdependentes, de forma que trabalham em busca de um objetivo maior para o todo. 13/07/2018 8/24 Ideia de Sistema Produtivo. Fonte: Slack et al, (2010)
  • 5. 7/13/2018 5 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Planejamento e Controle da Produção Finalidade do PCP Gerenciar as atividades da operação produtiva de modo a satisfazer de forma contínua à demanda dos consumidores; 13/07/2018 9/24 Conciliação entre demanda e suprimento 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Gestão do Sistema Produtivo Antes: Capital vs. Trabalho; Atualmente: Administração Participativa (Envolvimento do pessoal aliados a inserção de novas técnicas de produção) 13/07/2018 10/24 Por que gerir um sistema produtivo?
  • 6. 7/13/2018 6 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES PCP e o Horizonte de Tempo 13/07/2018 11/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES PCP e o Horizonte de Tempo 13/07/2018 12/24
  • 7. 7/13/2018 7 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018 13/24 • Longo Prazo: é necessária a elaboração de um planejamento estratégico da produção (plano de produção) que deve avaliar questões de longo prazo a cerca da gestão da produção, por um determinado período. Este período pode ser de um ano, dois, ou às vezes até cinco anos. PCP e o Horizonte de Tempo 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018 14/24 • O Planejamento estratégico da produção deve: –Antecipar-se aos imprevistos estratégicos de longo prazo que surgirão; –Antever decisões a serem tomadas; • A aquisição de equipamentos; • Dobrar ou não o turno de trabalho; • Usar ou não horas extras; • Contratar ou demitir funcionários; • Entre outras decisões que afetam o dia a dia da organização a longo prazo. PCP e o Horizonte de Tempo
  • 8. 7/13/2018 8 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018 15/24 • Médio Prazo (Plano Mestre de Produção) –Períodos de dois a seis meses; –Desmembra decisões de nível estratégico para agir em nível tático; –Determina o que será produzido, em que quantidade e quando neste horizonte, a partir de informações de: • Capacidade de produção disponível; • Demanda Prevista; • Registros de estoque. PCP e o Horizonte de Tempo 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES 13/07/2018 16/24 • Curto Prazo (Programação da Produção) –Operacionaliza determinações do Plano Mestre de Produção com base na demanda já confirmada; –Período de rotinas diárias, desde as prioridades de venda até as perdas imprevistas de capacidade de produção. PCP e o Horizonte de Tempo
  • 9. 7/13/2018 9 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Fluxo de Informações e PCP Departamento de apoio; Coordenação e aplicação de recursos produtivos; Alto grau de troca de Informação; Funções básicas do PCP: Planejamento Estratégico da Produção; Plano-Mestre de Produção; Programação da Produção; Acompanhamento e Controle da Produção 13/07/2018 17/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Fluxo de Informações e PCP 13/07/2018 18/24
  • 10. 7/13/2018 10 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Fluxo de Informações e PCP 13/07/2018 19/24 Compras Pedidos de Compras Planejamento Estratégico da Produção Plano de Produção Planejamento-mestre da Produção Plano-mestre de Produção Programação da Produção Administração dos Estoques Sequenciamento Emissão e Liberação Ordens de Compras Ordens de Fabricação Ordens de Montagem Fabricação e Montagem Estoques Clientes Marketing Engenharia Fornecedores Acompanhamento e Controle da Produção Previsão de Vendas Pedidos em Carteira Estrutura do Produto Roteiro de Fabricação Avaliação de Desempenho 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Implicações no PCP Planejar e controlar as atividades de uma empresa que produz produtos padronizados para estoque é bastante diferente de planejar e controlar produtos sob encomenda. Por exemplo, no primeiro caso, pode-se iniciar a produção em cima de uma previsão de vendas e ir equilibrando-se as vendas realizadas com o nível de estoque, enquanto que no processo sob encomenda o PCP espera a manifestação dos clientes para agir. Além disto, os produtos padronizados por se repetirem, assim como os processos necessários a produção destes bens ou serviços, são mais passíveis de controle e acompanhamento. 13/07/2018 20/24
  • 11. 7/13/2018 11 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Implicações no PCP O tipo de processo produtivo define a complexidade do planejamento e controle das atividades. As atividades de planejamento e controle da produção são simplificadas a medida que se reduz a variedade de produtos concorrentes por uma mesma gama de recursos. Neste sentido, os processos contínuos e os processos intermitentes em massa são mais fáceis de serem administrados do que os processos repetitivos em lote e sob encomenda, pois a variedade de produtos é pequena e o fluxo produtivo uniforme. Nos processos intermitentes em lote e sob encomenda, uma alteração na composição da demanda exige o replanejamento de todos os recursos produtivos. 13/07/2018 21/24 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Implicações no PCP O fato do produto ser um bem ou um serviço também tem seu reflexo na complexidade do sistema de planejamento e controle da produção. Bens são tangíveis, em grande parte fabricados por máquinas que recebem matérias primas e as transformam em produtos acabados, dentro de padrões previsíveis, consequentemente o seu planejamento e controle é mais consistente. Já a produção de serviços envolve uma maior participação das pessoas, por natureza mais difíceis de serem padronizadas, e a necessidade da presença dos clientes no momento da produção, tornando a colocação de estoques amortecedores entre os processos uma tarefa complicada de difícil administração. 13/07/2018 22/24
  • 12. 7/13/2018 12 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Objetivo do PCP O Objetivo do PCP é estabelecer planos e controles que garantam: Tempo adequado Qualidade adequada Custo adequado 13/07/2018 23/24 Produção 2017 | UNINORTE / LAUREATE INTERNATIONAL UNIVERSITIES Programação da Produção Ewerton Gomes de Oliveira, MSc. ewerton.gomes@live.com 13/07/2018 24/24