Historia de portugal

989 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
989
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Historia de portugal

  1. 1. História de Portugal  Crusoveanu Cristina – Maria  Dumitru Daniela – Paula  Ivascu Irina – Elena  Miu Ionut – Marius  Secara Cosmin – Daniel  Secara Ana – Cristina  Zaharia Mihaela – Simona
  2. 2. Povos na peninsula Iberica pre-romanos : Turdulos , celticos, e Lusitanos Os lusitanos constituíram um conjunto de povos de origem indo-europeia que habitaram a porção oeste da Peninsula desde a idade de ferro na sequência da invasão romana a que resistiram cerca 200 anos, foi criada a provincia romana da Lusitania nos seus territórios, correspondentes a grande parte do actual Portugal. A figura mais notável entre os lusitanos foi Viriato ,um dos seus líderes no combate aos romanos Durante sete séculos, os romanos já construiram um império que se estendia incrível da Ásia, na Europa e África. Roma era a capital desse grande império. Um velho ditado portugues disse "todos os caminhos levam a Roma". Monumento de Viriato Viseu
  3. 3.  Os romanos alteravam o modo de vida dos povos da Peninsula : os povos começavam a falar a lingua latina , comercio- intensifico-se , agricultura -desenvolveu-se o ultiva da vinha, do trigo, das oliveira, e das arvores de fruto. As olarias , forjas, surgiram e intensifico-se a exploração das pedreiras e das minas. O imperio romano foi invadido no seculo 5 por povos Barbaros e abandonou a península. Um desses povos, os Visigodos acabaram por dominar toda a peninsula , converteram-se ao cristianismo e adoptaram a lingua e as leis da peninsula Iberica. Uma nova religião pregada por Maome surgiu na Peninsula da Arabia no seculo 7.. Os muçulmanos iniciam a sua expansão para Europa e Ásia. Quase toda a Peninsula Iberica foi dominada pelos muçulmanos exceto a região da Asturia .
  4. 4.  Elles permaneceram na peninsula quase oito seculos. Por isso, a influença dos muçulmanos e importante : agricultura (nora, picota, azenha, levada, açude),novas plantas (laranjeira, limoeiro, amendoeira, alfarrobeira) , construçöes,artesanato e novas ciencias (astronomia, geografia, medicina e matematica ). Afonso Henriques lutou contra D. Afonso VII, rei de Leão para a independencia de Portugal. A partir de 1143, Portugal pasou a ser u Reino, cuja forma de governo era uma Monarquia Hereditaria . Afonso Henriques foi o 1ro rei da 1ra Dinastia . Em 1179 elle conseguiu que o Papa reconheceu-o commo Rei de Portugal. A Reconquista Crista ,iniciada das Asturias, començou no seculo VIII , progrediu lentamente, e terminou no seculo XV (1492). O reino de Portugal foi fundado em 1139 ,e a estabilização das fronteiras acconteceu em 1249. No séculos XV – XVI , os portugues foram poineers na exploração, que establece o primeiro império colonial na escala global. Eles estavam na África, América do Sul e Ásia, tornando-se uma potência mundial econômica e militar.
  5. 5. IBERICA SEC VIII Iberica sec XI
  6. 6.  Devido a uma crise sucessão, de 1580 até 1640, foi unida com a Espanha, na "União Ibérica". depois da guerra de restauração, a independência português foi criado no âmbito do systany de Bragança, e as duas Coroas foram separados. 1755, um terremoto acconteceu em Lisboa e destrói a cidade junto com seus habitantes. Após a invasão de Napoleão em 1806, perde o Brasil - maior colonial de Portugal - Portugal decide concentrar-se nas colônias africanas e asiáticas. 1910, a monarquia português é subjugada por uma república caótica. Ele é forçado a lutar na Primeira Guerra Mundial por causa de sua aliança com a Grã-Bretanha, e depois da guerra, a instabilidade do país permitiu o establecimento de um governo de ditadura - o "estado novo".
  7. 7.  Um golpe de Estado em 1926 termina a ditadura e Portugal é uma república novamente. cinco décadas de fascismo segam. 1974, outra revolução em Portugal. Durante a transição para uma democracia Parlamentar, Portugal declarou a independência de algumas de suas colônias, e perdeu os outros em favor de Indonezia ou China. Portugal é um dos fundadores da OTAN. Ella reintegrou na Europa em 1986 com a sua adesão à UE. De todos os impérios coloniais europeus, Portugal durou quase seis séculos, a partir da conquista de Ceuta em 1415 até a entrega de Macau em 1999.
  8. 8. A vida num senhorio nombre Para garantir a defesa de o território portugues e a sua administração, o rei doava terras àqueles que o tinham ajudado na guerra. Assim nasceram os senhorios ( “ honras’’). O território des senhorios foi dividido em: a Floresta, a Reserva, o Povoado e a Casa do senhor.
  9. 9. A Catedral As catedrais foram construidas para poderem reunir todos os habitantes da cidade. Todos contrubuíam para a construção da catedral: os senhores, o rei, os príncipes, os burgueses e o bispo. A catedral era construida de um arquitecto ou mestre de obras para substituir uma igreja já existente. As catedrais são construções gigantescas onde as pessoas encontravam-se para conversarem e discutirem sobre os problemas da cidade.
  10. 10. A Revolução de 1383-85 A Crise de 1383-1385 foi um período de guerra civil e anarquia da História de Portugal, também conhecido como Interregno, uma vez que não existia rei no poder. A crise começou com a morte do rei Fernando de Portugal sem herdeiros masculinos. Em 1384, o rei de Castela invade Portugal. Lisboa é cercada por terra e por mar.No entanto, esta 1ª invasão não tem sucesso. Quem comanda o exército portu-guês passa a ser D. NUNO ÁLVARES PEREIRA que derrota os castelhanos nabatalha dos Atoleiros. Apesar de se ter escolhido novo rei para Portugal, os Castelhanos não desistirame voltaram a invadir o nosso país. Apesar de mais numeroso, o exército castelhanofoi derrotado na BATALHA DE ALJUBARROTA, onde D. Nuno Álvares Pereira usoua táctica do quadrado.
  11. 11. A Viagem de Bartolomeu Dias Bartolomeu Dias (c. 1450 — 29 de Maio, 1500), foi um navegador português que ficou célebre por ter sido o primeiro europeu a navegar para além do extremo sul da África, "dobrando" o Cabo da Boa Esperança e chegando ao oceano Índico a partir do Atlântico. A sua viagem, continuada por Vasco da Gama, abriu o caminho marítimo para a Índia.
  12. 12. Vasco da Gama Vasco da Gama nasceu provavelmente em 1468 ou 1469 em Sines. Segundo o cronista João de Barros , Vasco da gama era <<…cavaleiro de sua pessoa , ousado em cometer qualquer feito , no mandar áspero e muito para temer em sua paixão , sofreder de trabalhos e grande executor no castigo de qualquer culpa por bem da justiça. >> Ninguém sabe ao certo por que terá sido escolhido por D. Manuel para comandar a armada que partiu para a India em 1497. Por ser un homem ousado e determinado como o descreve João de Barros ? O que sabemos é que a viagem foi um sucesso e , por isso , a escolha do rei foi acertada. D. Manuel I recompensou-o . Atribuiu-lhe o titulo de Conte de Vidigueira , uma tença annual e conferiu-lhe o prefixo do titulo Dom.
  13. 13. Vasco da Gama foi umdos maisfamosos navegadores portugueses na época dosDescobrimentos. Eracomandante dos primeirosnaviosa navegar directamente daEuropa para a Índiae descobriu a rotamarítima que liga os doiscontinentes. Fez trêsviagens após oqual Portugal conquistou osucesso comouma potênciacolonizadora. Por causa desua habilidade na arte daguerra e da suapolítica, Portugal tem omonopólio do comércio doOceano Índico.
  14. 14.  Na manhã de 8 de julho de 1497, Vasco da Gama partiu de Lisboa com uma frota dequatro navios com os quais vão viajar ao redor da África para a Índia, onde chegou em 20 de maio de 1498. De volta a Portugal, foi nomeado „Almirante dos mares da Índia”. A segunda viagem, em 1502, que visa impor a dominação no Oriente. Em 1524 foi enviado à Índia como vice-rei, mas logo morreu de malária.
  15. 15.  Outro navegador Português Pedro Alvares Cabral, é considerado o descobridor do Brasil, como ele explorou a costa nordeste da América do Sul. Depois da expedição de 1500, tomou posse do território chamado mais tarde Brasil. Em terra firme, Cabral deu presentes para os moradores. Tribos foram simpáticos e permitiram o Português construir uma cruz de madeira. O explorador chamado nesta terra Ilha de Vera Cruz.
  16. 16.  Com uma história de 3.000 anos, presume-se que Lisboa foi fondada pelos fenícios. É a mais antiga capital europeia depois de Atenas. Em 1975, a cidadefoi praticamente destruída por um terremoto que matou 40.000 pessoas. Ironicamente, o terremoto não afetou a zona mais antiga de Lisboa, Alfama, que continua sendo um símbolo dahistória Português. Lisboa é conhecida como a Cidade das Sete Colinas: Castelo, Graca, Monte, Penha de Franca, S.Pedro de Alcantara, Santa Catarina e Estrela.
  17. 17. Miscelânea, Garcia deResendeLisboa vimos crescerem povos e em grandeza,e muito se enobrecerem edifícios, riqueza,em armas e em poder.  Na Segunda Guerra Mundial, Portugal era uma nação neutra, e Lisboa se tornou não apenas um refúgio, mas também uma marina para os refugiados de toda a Europa. Em 1988, um incêndio (o pior desastre na história da cidade, depois de 1755) destruiu a área comercial.
  18. 18. Presidentes da República Portuguesa Manuel de Arriaga foi o primeiro Presidente da Repǔ blica Portuguesa . Exerceu o cargo entre 1911 e 1915. Teofilo de Braga. Exerceu lo cargo de Presidente entre 29 de Maio e 5 de Outumbro de 1915. Foi escritor,professor universitário. Para além de sua activitate politica Braga notabilizou-se como historiador da literatura portuguesa,tendo publicado várias obras que ficam célebres. Bernandino Machado (1851-1944) foi primeiro- ministro em 1913 e acabou por ser eleito presidente em 1915. Foi depêosto de seu cargo , em 1917 , na sequência da ditadura de Sidónio Pais. Sidónio Pais (1872-1918)-revoltado contra a anarquia reinante, apoderou-se do poder e instalou uma ditadura.Acabou por morrer assassinado, em 14 de Dezembro de 1918.
  19. 19.  Canto e Castro (1862-1934)-após o assassinato de Pais , foi eleido Presidente da Repǔ blica até 1919. António José de Almeida ( 1866-1929) foi Preisdente da Repǔ blica de 1919-1923. Medico e importante politico republicano , fundador do Partido Evolcionista . Manuel Teixeria Gomes (1860-1941). Intelectual e escritor de grande prestigio , foi o sétimo Presidente da Repǔ blica Portuguesa. O seu mandado foi marcado pela constante preocupação de procurar os consensos possisveis entre as forças partidãrias. Mendes Cabeçadas (1883-1965) Na noite de 3 para 4 de Outubro de 1910 , assumiu revolucionarimente o comando do Adamastor , dando o sinal para inicio da revoluçao , que implantou a Repǔ blica . Fue derrubado pelo golpe de Estado do general Gomes da Costa. Gomes da Costa (1863-1929). Presidente da Repǔ blica Portuguesa de 17 de Juhno a 9 de Juhno de 1926. Oscar Carmona ( 1869-1951) . Foi Presidente de 1928 a 1951.
  20. 20.  Craveiro Lopes (1894-1964).Foi presidente entre 1951-1958. Durante o seu mandato presidencial assumiu uma posiçáo discreta. Américo Tomás (1894-1987).Foi Presidente entre 1958-1974.Como chefe de Estado percorreu Américo Tomás (1894-1987).Foi Presidente entre 1958-1974.Como chefe de Estado percorreu praticamente todo o território nacional : o continente , as ilhas e o ultramar. António de Spinola Costa Gomes ( 1915-2001). Foi durante de seu mandato( 1974-1976) que se concluiu o processo de independéncia das colónias e a aprovação da Constitução da Repǔ blica. Ramalho Eanes (1935) Mário Soares (1924) Foi um dos fundadores do Partido Socialista. Jorge Sampaio (1939) Cavaco Silva (1939) Foi eleito Presidente em 2006.
  21. 21. O 25 de Abril de 1974 Revolução dos Cravos refere-se a um período da história de Portugal resultante de um golpe de Estado militar, ocorrido a 25 de Abril de 1974. Na sequência do golpe militar de 28 de Maio de 1926, foi instaurada em Portugal uma ditadura militar, que culminaria na eleição presidencial de Óscar Carmona, em 1928. No mandato presidencial de Carmona, no que então se designou por "Ditadura Nacional", foi elaborada a Constituição de 1933, instituindo um novo regime autoritário de inspiração fascista, auto- denominando-se Estado Novo. Oliveira Salazar passou a controlar o país através do partido único designado "União Nacional", não mais abandonando o poder até 1968, quando este lhe foi retirado por incapacidade, na sequência de uma queda de uma cadeira em que sofreu lesões cerebrais. Foi substituído por Marcelo Caetano, que dirigiu o país até ser deposto no 25 de Abril de 1974.
  22. 22.  Depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933, e que iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático, com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de Abril de 1976. Este golpe, normalmente conhecido pelos portugueses como 25 de Abril, foi conduzido por um movimento militar, o Movimento das Forças Armadas (MFA), composto por oficiais intermédios da hierarquia militar, na sua maior parte capitães que tinham participado na Guerra Colonial e que foram apoiados por oficiais milicianos, estudantes recrutados, muitos deles universitários. Este movimento nasceu por volta de 1973, baseado inicialmente em reivindicações corporativistas como a luta pelo prestígio das forças armadas, acabando por se estender ao regime político em vigor. Sem apoios militares, e com a adesão em massa da população ao golpe de estado, a resistência do regime foi praticamente inexistente, registando-se apenas quatro mortos em Lisboa pelas balas da DGS.
  23. 23.  Após o golpe, no dia 26 de Abril, forma-se a Junta de Salvação Nacional, constituída por militares, que dará início a um governo de transição. O essencial do programa do MFA é, em síntese, resumido no programa dos três D: Democratizar, Descolonizar, Desenvolver. Entre as medidas imediatas da revolução conta-se a extinção da polícia política (PIDE/DGS) e da Censura. Os sindicatos livres e os partidos são legalizados. No dia seguinte, a 26 de abril, são libertados os presos políticos da Prisão de Caxias e de Peniche. Os líderes políticos da oposição no exílio voltam ao país nos dias seguintes . Passada uma semana, o 1.º de Maio é celebrado em plena liberdade nas ruas, pela primeira vez em muitos anos. Em Lisboa junta-se cerca de um milhão de pessoas. Seguiu-se um período de grande agitação social, política e militar conhecido como o PREC (Processo Revolucionário Em Curso), marcado por manifestações, ocupações, governos provisórios, nacionalizações e confrontos militares, apenas terminado com o 25 de Novembro de 1975.
  24. 24.  Estabilizada a conjuntura política, prosseguiram os trabalhos da Assembleia Constituinte para a nova constituição democrática, que entrou em vigor no dia 25 de Abril de 1976, o mesmo dia das primeiras eleições legislativas da nova República. Na sequência destes eventos foi instituído em Portugal um feriado nacional no dia 25 de Abril, denominado "Dia da Liberdade". A Revolução dos Cravos continua a dividir a sociedade portuguesa, sobretudo nos estratos mais velhos da população que viveram os acontecimentos, nas facções extremas do espectro político e nas pessoas politicamente mais empenhadas.

×