SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
ESTUDOS DA LINGUAGEM PERSPECTIVAS TEÓRICAS
A gramática tradicional - Remonta à Grécia (séc. V a. C.): vista como parte da filosofia A
A constituição da linguística como ciência ,[object Object]
William Jones entrou em contato com o sânscrito (primeiro a levantar a hipótese da origem comum entre as línguas (sâncrito, grego, latim)
 Franz Bopp: hipótese do parentesco linguístico
  método comparativo: procedimento central nos estudos de linguística histórica – parentesco entre as línguas
as línguas mudam no tempo, pode-se relacionar grupos de línguas porque elas têm uma demonstrável origem comum, é possível reconstruir , por comparações e inferências, vários aspectos desses estágios anteriores
imanência: fatos linguísticos são condicionados só e apenas por fatos linguísticos
Jacob Grimm: mostrou que a sistematicidade das correspondências entre as línguas tinha a ver com o fluxo histórico e com a regularidade dos processos de mudança linguística,[object Object]
A. Schleicher – estudos de orientação naturalista, sob influência evolucionista, formulou uma concepção que tomava a língua como um organismo vivo, com existência própria, independente dos seus falantes-história naturalOs Neogramáticos - Princípio: “As alterações que podemos observar na história linguística pelos documentos escritos baseiam-se em leis fixas que não variam, salvo por força de outras leis”. ,[object Object]
criticam a concepção naturalista de língua (com existência própria)
a língua deveria ser vista como ligada aos falantes
introdução de orientação psicológica subjetivista na interpretação dos fenômenos de mudança
buscava apreender a natureza das mudanças linguísticas,[object Object]
peça central na linguística saussureana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seminário linguistica e comunicação jakobson
Seminário linguistica e comunicação jakobsonSeminário linguistica e comunicação jakobson
Seminário linguistica e comunicação jakobsonFrancione Brito
 
Linguística como ciência
Linguística como ciênciaLinguística como ciência
Linguística como ciênciaAdventus Net
 
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)thiagohermont
 
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologiaGêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologiaAdail Sobral
 
Seminário marxismo e filosofia da linguagem
Seminário marxismo e filosofia da linguagemSeminário marxismo e filosofia da linguagem
Seminário marxismo e filosofia da linguagemdeismachadoo
 
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4Fernanda Câmara
 
A comunicação humana - Introdução à Linguística
A comunicação humana - Introdução à LinguísticaA comunicação humana - Introdução à Linguística
A comunicação humana - Introdução à LinguísticaMaria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"LinTrab
 
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAnálise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAmábile Piacentine
 
Língua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesLíngua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesTauane Danelli
 
5. gramatica x_sociolinguistic
5. gramatica x_sociolinguistic5. gramatica x_sociolinguistic
5. gramatica x_sociolinguisticAna Maria Machado
 

Mais procurados (20)

Os gêneros do discurso
Os gêneros do discursoOs gêneros do discurso
Os gêneros do discurso
 
Seminário linguistica e comunicação jakobson
Seminário linguistica e comunicação jakobsonSeminário linguistica e comunicação jakobson
Seminário linguistica e comunicação jakobson
 
Funcionalismo
FuncionalismoFuncionalismo
Funcionalismo
 
Linguística como ciência
Linguística como ciênciaLinguística como ciência
Linguística como ciência
 
Saussure
SaussureSaussure
Saussure
 
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)
Gêneros textuais - Marcuschi (Thiago Hermont)
 
Discurso
DiscursoDiscurso
Discurso
 
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologiaGêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
Gêneros discursivos, formas de textualização e tipologia
 
Seminário marxismo e filosofia da linguagem
Seminário marxismo e filosofia da linguagemSeminário marxismo e filosofia da linguagem
Seminário marxismo e filosofia da linguagem
 
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4
Descrição da visão funcionalista da linguagem no século xx txt.4
 
Esquema Bakhtin
Esquema BakhtinEsquema Bakhtin
Esquema Bakhtin
 
A comunicação humana - Introdução à Linguística
A comunicação humana - Introdução à LinguísticaA comunicação humana - Introdução à Linguística
A comunicação humana - Introdução à Linguística
 
A teoria dos gêneros
A teoria dos gênerosA teoria dos gêneros
A teoria dos gêneros
 
Língua e fala
Língua e falaLíngua e fala
Língua e fala
 
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"
Análise Linguística de Discurso sobre o Trabalho Feminino na Canção "Doméstica"
 
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtinianaAnálise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
Análise de gêneros do discurso na teoria bakhtiniana
 
Bakhtin simone
Bakhtin simoneBakhtin simone
Bakhtin simone
 
Bakhtin erika
Bakhtin erikaBakhtin erika
Bakhtin erika
 
Língua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variaçõesLíngua: prática social e suas variações
Língua: prática social e suas variações
 
5. gramatica x_sociolinguistic
5. gramatica x_sociolinguistic5. gramatica x_sociolinguistic
5. gramatica x_sociolinguistic
 

Semelhante a Estudos da linguagem livro

Introdução à linguística - linguagem, língua e linguística
Introdução à linguística - linguagem, língua e linguísticaIntrodução à linguística - linguagem, língua e linguística
Introdução à linguística - linguagem, língua e linguísticaMaria Glalcy Fequetia Dalcim
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação
Parte 2   linguística geral saussure - apresentaçãoParte 2   linguística geral saussure - apresentação
Parte 2 linguística geral saussure - apresentaçãoMariana Correia
 
O funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguisticoO funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguisticoFrancione Brito
 
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti csl
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti cslEsquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti csl
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti cslEveline Sol
 
linguistica.ppt
linguistica.pptlinguistica.ppt
linguistica.pptlucasicm
 
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptx
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptxAULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptx
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptxPAULOMOREIRA613632
 
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.ppt
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.pptanlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.ppt
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.pptadrianomcosta3
 
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística AplicadaResumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística AplicadaEspaço da Criatividade Encantado
 
Conceito de lingua
Conceito de linguaConceito de lingua
Conceito de linguaLeYa
 
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdfPedroRocha944191
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012Mariana Correia
 
Panorama dos estudos linguísticos
Panorama dos estudos linguísticosPanorama dos estudos linguísticos
Panorama dos estudos linguísticosMauro Toniolo Silva
 

Semelhante a Estudos da linguagem livro (20)

Introdução à linguística - linguagem, língua e linguística
Introdução à linguística - linguagem, língua e linguísticaIntrodução à linguística - linguagem, língua e linguística
Introdução à linguística - linguagem, língua e linguística
 
Introdução à Linguística
Introdução à LinguísticaIntrodução à Linguística
Introdução à Linguística
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação
Parte 2   linguística geral saussure - apresentaçãoParte 2   linguística geral saussure - apresentação
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação
 
O funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguisticoO funcionalismo linguistico
O funcionalismo linguistico
 
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti csl
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti cslEsquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti csl
Esquema de estudo sobre leitura e produçaõ de textos e as novas ti csl
 
Língua e linguagem
Língua e linguagemLíngua e linguagem
Língua e linguagem
 
LÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEMLÍNGUA & LINGUAGEM
LÍNGUA & LINGUAGEM
 
linguistica.ppt
linguistica.pptlinguistica.ppt
linguistica.ppt
 
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptx
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptxAULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptx
AULA2LinguagemLinguaLinguistica.pptx
 
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.ppt
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.pptanlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.ppt
anlisededodiscurso-140409123243-phpapp02.ppt
 
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística AplicadaResumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada
Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada
 
Conceito de lingua
Conceito de linguaConceito de lingua
Conceito de lingua
 
Sociolinguística
SociolinguísticaSociolinguística
Sociolinguística
 
Conceitos de Gramática.pptx
Conceitos de Gramática.pptxConceitos de Gramática.pptx
Conceitos de Gramática.pptx
 
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf
3.2 Funcionalismo (Martelotta).pdf
 
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012Parte 2   linguística geral saussure - apresentação 2012
Parte 2 linguística geral saussure - apresentação 2012
 
Panorama dos estudos linguísticos
Panorama dos estudos linguísticosPanorama dos estudos linguísticos
Panorama dos estudos linguísticos
 
Estruturalismo - Introdução à Linguística
Estruturalismo - Introdução à LinguísticaEstruturalismo - Introdução à Linguística
Estruturalismo - Introdução à Linguística
 
morfologia
morfologiamorfologia
morfologia
 
Análise de (do) discurso
Análise de (do) discursoAnálise de (do) discurso
Análise de (do) discurso
 

Estudos da linguagem livro

  • 1. ESTUDOS DA LINGUAGEM PERSPECTIVAS TEÓRICAS
  • 2. A gramática tradicional - Remonta à Grécia (séc. V a. C.): vista como parte da filosofia A
  • 3.
  • 4. William Jones entrou em contato com o sânscrito (primeiro a levantar a hipótese da origem comum entre as línguas (sâncrito, grego, latim)
  • 5. Franz Bopp: hipótese do parentesco linguístico
  • 6. método comparativo: procedimento central nos estudos de linguística histórica – parentesco entre as línguas
  • 7. as línguas mudam no tempo, pode-se relacionar grupos de línguas porque elas têm uma demonstrável origem comum, é possível reconstruir , por comparações e inferências, vários aspectos desses estágios anteriores
  • 8. imanência: fatos linguísticos são condicionados só e apenas por fatos linguísticos
  • 9.
  • 10.
  • 11. criticam a concepção naturalista de língua (com existência própria)
  • 12. a língua deveria ser vista como ligada aos falantes
  • 13. introdução de orientação psicológica subjetivista na interpretação dos fenômenos de mudança
  • 14.
  • 15. peça central na linguística saussureana
  • 16. defendia a necessidade de uma ciência autônoma da linguagem que deveria diferenciar-se da visão histórico-comparativa e ser independente das ciências naturais e da psicologia.
  • 17. Objeto: linguagem enquanto sistema da signos arbitrários e convencionais, visto como um conjunto de partes ligadas entre si e ajudando-se mutuamente; como um sistema ordenado de articulações com relação que o percorrem em todos os sentidos.
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21.
  • 22. objeto da linguística: língua (e não a linguagem)
  • 23. língua: produto social cuja existência permite ao indivíduo o exercício da faculdade da linguagem
  • 24. língua: sistema de signos – característica: autonomia e ordem própria
  • 27. O signo: significado e significante
  • 28. Sincronia e diacronia
  • 29. Relações sintagmáticas e relações paradigmáticas
  • 30. Valor linguístico- As entidades concretas da língua não existem em si, mas somente por meio dos jogos de oposição nas quais estão inseridas.
  • 31.
  • 32. concepção de comunicação (Saussure): os interlocutores têm pleno controle sobre os elementos pertinentes dos signos linguísticos mediante os quais se comunicam
  • 33. As noções de forma e substância - forma: o que uma determinada língua institui como unidades através da oposição - substância: suporte físico da forma, que tem existência perceptiva mas não necessariamente linguística
  • 34.
  • 35. priorizam a análise do sistema, concepção da língua como forma, descarte da substância, preferência pela sincronia
  • 36.
  • 37. harmonizou as ideias de Saussure com o pensamento do psicólogo Karl Bühler
  • 38. representantes: Troubetzkoy Roman Jakobson, WilhemMathesius
  • 40.
  • 41. projeto importante: descrição das línguas indígenas americanas
  • 42. tarefa descritiva – evitar os conhecimentos prévios do linguista
  • 43. teses relativistas de Benjamim Lee Whorf – as diferenças linguísticas determinam diferenças no modo como as várias culturas representam a realidade
  • 44. referência intelectual: Leonard Bloomfield (Language) – As generalizações úteis a respeito da linguagem são de ordem indutiva
  • 45.
  • 46. O termo: vinculado a uma ampla variedade de modelos teóricos
  • 47. Concepção de linguagem: instrumento de comunicação e de interação social
  • 48. Objeto de estudos baseado no uso real – não admite separação entre sistema e uso
  • 49. Encontra bases explanatória na função que exercem as unidades estruturais
  • 50. A linguagem é ferramenta cuja forma se adapta às funções que exerce -só pode ser explicada com base nessas funções, que são comunicativas
  • 51.
  • 52. Escola de Praga
  • 53. Roman Jakobson: estendeu a noção de função da linguagem (referencial, no estruturalismo) a outras funções, levando em conta os participantes da interação, como a emotiva, a conativa e a fática e outros fatores da comunicação, como a mensagem, o código.