Historia de israel aula 26 e 27 os judeus na idade média [modo de compatibilidade]

2.811 visualizações

Publicada em

www.projetoaliyah.com.br
contato@projetoaliyah.com.br

Publicada em: Espiritual
  • Seja o primeiro a comentar

Historia de israel aula 26 e 27 os judeus na idade média [modo de compatibilidade]

  1. 1. Módulo IIHistória de Israel Aula 26
  2. 2. Sumário: Falsas Acusações e Perseguições A Peste Negra A Inquisição
  3. 3. lkhdFalsas Acusações e Perseguições Os assassinatos rituais (libelos de sangue) Primeira acusação em Norwich, Inglaterra Norwich, Ocorreu em 1144, após o assassinato de um garoto, Willian de Norwich; Norwich; Willian adquiriu o status de mártir e foi canonizado; O culto a São Willian passou a atrair grande número de peregrinos; Em 1190, todos os judeus de Norwich foram massacrados; Outros libelos ocorreram por toda a Europa
  4. 4. lkhdOs assassinatos rituais (libelos de sangue) Sempre que um cristão desaparecia, os judeus eram acusados de: Raptar, torturar e crucificar os cristãos em memória de Jesus; Preparar, com o sangue dos cristãos, seus matzot para o Pessach; Pessach; Como vingança, os judeus eram atacados e mortos;
  5. 5. lkhdO roubo das hostes Os judeus eram acusados de roubar as hostes (“corpo de Cristo”) cristãs Visavam “torturá-las”, espetando alfinetes e colocando-as “torturá- colocando- em água fervente; Diziam que, em consequência, as hostes sangravam; Os judeus eram acusados e mortos e as hostes eram transformadas em relíquias sagradas;Pagamento por proteção Nobres e bispos recebiam altas somas para livrarem os judeus das acusações; Com a morte desses homens, os ataques recomeçavam;
  6. 6. lkhdExpulsões dos reinos cristãos Em 1182, pelo rei Felipe II, da França; Em 1290, pelo rei Henrique III, da Inglaterra; Em 1306, da região de Provença, França; Outras expulsões na Alemanha e por toda a Europa; Quando os nobres precisavam de dinheiro, os judeus eram readmitidos: “ato de bondade”; A lenda do “judeu errante” Amaldiçoado por Deus e condenado a vagar pela face da Terra até a volta de Cristo
  7. 7. lkhdA decadência do judaísmo na Espanha Retomada da Península Ibérica pelos reis católicos Expulsão dos mouros, no século XIII; Os judeus passaram a viver sob as leis antijudaicas cristãs; Propagação do misticismo; Nachmanides Sábio judeu de grande erudição; Como Maimônides, também era médico; Era inclinado ao misticismo; Surgimento do Zohar (“brilho”) Principal expressão do judaísmo místico; Deu origem a doutrina da Cabala;
  8. 8. lkhdA Peste Negra Peste bubônica, ocorrida em 1348 Grande aglomeração nas cidades; Condições de higiene precárias; As acusações recaíram sobre os judeus Envenamento dos poços de água potável; Ataques da população; Justificativa para novas expulsões; Imigração crescente para o leste, principalmente Polônia;
  9. 9. lkhdA Inquisição Origem Tensão antijudaica em Sevilha, em 1391 Os judeus eram ligados a cobrança de impostos; Cruzada do monge Fernão Martinez para alcançar a conversão dos judeus Incitação das massas urbanas; Invasão das juderias: destruição de casas e sinagogas; juderias: Os judeus tiveram 2 opções: a espada ou a cruz; Cristãos Novos Nome dado aos judeus que se batizaram; Chamados de marranos: “porcos”; marranos:
  10. 10. lkhdChegada da Inquisição a Espanha Descoberta de um grupo de cristãos-novos cristãos- celebrando o Pessach; Pessach; Instituído em 1478, nos reinos de Aragão e Castela; 1ª Inquisição de Estado Os reis Fernando e Isabel solicitaram autorização de Roma; Bula do Papa Sixto IV autorizou a Inquisição Espanhola; O 1º Auto de Fé foi realizado em 6/2/1481 6 indivíduos foram queimados vivos em uma estaca; 288 pessoas queimadas e 79 condenadas a prisão perpétua, somente em 1481
  11. 11. lkhdO Tribunal do Santo Ofício Entidade jurídica, instalada pela Igreja com o pedido ou consentimento do Estado; Não tinha poder de executar as penas; O Tribunal era direcionado para os cristãos; Procedimentos do Tribunal Missa com leitura do Édito da Inquisição; Condenação das heresias, incluindo o judaísmo; Apresentação dos culpados de “contaminação”; Confissão dentro do “período de graça”; Denúncia aos cúmplices; O ônus da justificação cabia ao acusado;
  12. 12. lkhdO Tribunal do Santo Ofício Diz- Diz-se que mais de 1500 condenados foram vítimas de falso testemunho; O uso da tortura era autorizado quando houvesse provas, testemunhas ou por maus antecedentes; As penas variavam desde confisco de bens e perda de liberdade até a pena de morte;
  13. 13. lkhdTomás de Torquemada Frade dominicano, nascido em 1420, na Espanha; Era o confessor da rainha Isabel; Em 1483, tornou-se Inquisidor-Geral dos reinos de tornou- Inquisidor- Castela e Aragão; Chamado de “o martelo dos hereges”; Incitava a população a vigiar e denunciar possíveis judeus; Diz- Diz-se que durante o mandato de Torquemada, Torquemada, houve mais de 1.200 Autos de Fé;
  14. 14. lkhd O mais comum era serem obrigados a desfilar pelas ruas vestidos apenas com um "sambenito" - traje que definia suacondição de hereges - e flagelados na porta da igreja. A etapaseguinte era a morte na fogueira, durante os chamados autos- de-fé, após inomináveis torturas.
  15. 15. lkhd"A perseguição levou a uma interminável caça à bruxa, completa com denunciantes pagos, vizinhos bisbilhoteiros e uma racista "limpieza de sangre". Judeus conversos eram apanhados porintrigas e vestígios de prática mosaica: recusa de porco, toalhas lavadas à sexta-feira, uma prece escutada à soslaia, freqüência irregular à igreja, uma palavra mal ponderada. A higiene em si era uma causa de suspeita e tomar banho era visto como uma prova de apostasia para marranos e muçulmanos. A frase "o acusado era conhecido por tomar banho" é uma frase comum nos registros da Inquisição”.
  16. 16. lkhdIntervalo
  17. 17. Módulo IIHistória de Israel Aula 27
  18. 18. Sumário: A Expulsão da Península Ibérica O Período da Renascença O Caminho do Oriente Os Guetos Ventos de Liberdade na Europa Crise no Judaísmo O Processo
  19. 19. lkhdA Expulsão da Península Ibérica O “problema” judeu Os judeus continuavam a ser um incômodo; A Inquisição não tinha poder sobre eles; O decreto de expulsão Assinado por Fernando e Isabel, em 31/3/1492; Os judeus tiveram 4 meses para deixar o país; A data limite foi 2 de agosto (9 de Ab); Portugal Abrigo para a maioria dos judeus; Inquisição e expulsão em 1497;
  20. 20. lkhdO Período da Renascença Grandes realizações intelectuais e culturais; Surgimento de grandes eruditos, filósofos, matemáticos, astrônomos e médicos; Renascimento do hebraico; Lutero Monge agostiniano alemão; Rompeu com a Igreja Católica e acusou-a de acusou- tratamento muito severo aos judeus; Ficou decepcionado por não ter conseguido convertê- convertê-los ao protestantismo; Escreveu “Sobre os Judeus e Suas Mentiras”;
  21. 21. lkhd“(…) Um judeu, um coração judaico, são tão duros como amadeira, a pedra, o ferro, como o próprio diabo. Em suma, sãofilhos do demônio, condenados às chamas do Inferno. Os judeussão pequenos demônios destinados ao inferno.”“Queime suas sinagogas. Negue a eles o que disse anteriormente.Force-os a trabalhar e trate-os com toda sorte de severidade …são inúteis, devemos tratá-los como cachorros loucos, para nãosermos parceiros em suas blasfêmias e vícios, e para que nãorecebamos a ira de Deus sobre nós. Eu estou fazendo a minhaparte.”“Resumindo, caros príncipes e nobres que têmjudeus em seus domínios, se este meu conselhonão vos serve, encontrai solução melhor, paraque vós e nós possamos nos ver livres dessainsuportável carga infernal – os judeus.”
  22. 22. lkhdA Caminho do Oriente Retomada do obscurantismo Guerras na Europa; Contra-reforma; Contra-reforma; Novas perseguições e expulsões de judeus; Deslocamento dos judeus para o oriente A Polônia passa a ser o centro da vida judaica; Desenvolvimento do iídiche; iídiche; Retorno para a Palestina A população judaica que ali vivia era insignificante e muito pobre; Principais colônias: Jerusalém e Safed, na Galiléia; Safed, Galiléia;
  23. 23. lkhdA Cabala Baseada no Zohar, obra espanhola do século XIII; Zohar, Teve grande desenvolvimento na cidade de Safed; Safed; Objetivos Compreensão dos mistérios de Deus; Uso do conhecimento místico para a remissão do mundo; Seus métodos envolviam estudo, oração, jejum e observância das leis judaicas; Acabou por assumir um caráter extremista Isaac Luria, de ascendência alemã, se autodenominou o Messias;
  24. 24. lkhdOs Guetos O gueto de Veneza Foi o 1º Gueto, estabelecido em 1516; Os judeus foram confinados em um bairro; Fundição de ferro, cujo nome italiano era getto; getto; Características As poucas ruas eram fechadas por muros; Condições de vida precárias; Adaptação às restrições Regulamento interno; Instituições comunais
  25. 25. lkhdVentos de Liberdade na Europa Holanda Por volta de 1600, os marranos tiveram permissão de professar o judaísmo; Afluxo de judeus de todas as partes do mundo; Baruch Spinoza Nasceu em 1632, em Amsterdã; Foi um dos maiores filósofos de sua época; Foi excomungado do judaísmo; Morreu aos 44 anos, vítima de tuberculose;
  26. 26. lkhdInglaterra Retorno dos judeus durante o governo de Oliver Cromwell; Não havia judeus na Inglaterra desde a expulsão de 1290;Descoberta do Novo Mundo Muitos judeus e marranos compuseram as expedições de C. Colombo e P. Álvares Cabral; Comunidade judaica em Pernambuco, por volta de 1630, durante o domínio holandês; Dispersão dos judeus após retomada de Portugal; Fundaram a 1ª comunidade judaica nos EUA;
  27. 27. lkhdCrise no Judaísmo Perseguição na Polônia Expedição dos cossacos, na década de 1640; Os judeus eram identificados com os opressores; Massacre de cerca de 100.000 judeus; Shabetai Tzevi Nascido em Esmirna, Turquia, Esmirna, apresentou- apresentou-se como o Messias; Foi seguido por milhares de judeus; Em Constantinopla, foi preso e ameaçado de morte pelo Sultão; Converteu- Converteu-se ao islamismo;
  28. 28. lkhdO Movimento da Haskallah Origem e objetivos Surgiu na Alemanha, no início do século XVIII; Conhecido como o “Iluminismo Judaico”; Visava integrar os judeus à sociedade européia; Valorização da educação secular; Moisés Mendelsson Filósofo alemão, foi o maior nome do movimento Libertação do “gueto mental”; Traduziu a Torá para o alemão; Foi incompreendido pelos religiosos;
  29. 29. lkhdO Gaon de Vilna e o Movimento Chassídico Contexto de desilusão, miséria e crise espiritual; Gaon Elias, de Vilna Ênfase no estudo e na erudição; Baal Shem Tov (Mestre do Bom Nome) – Besht Ênfase em uma vida devocional mais intensa; A leveza de coração como substituta da erudição; Seus seguidores foram conhecidos como chassidim, chassidim, “os devotos”;
  30. 30. lkhdAté a Próxima Terça-feira!!!!!

×