Zong 3ª Edição

617 visualizações

Publicada em

A 3ª edição da Revista Zong

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
617
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zong 3ª Edição

  1. 1. Ano 1 edição 03 Na Corrente da Informação CONTATO Comunidade Cidada 5662-8793 revistazong@yahoo.com.br Na Corrente da Informação VESTIBULAR: COMO FAZER A ESCOLHA CERTA? Preparamos uma série de dicas pra você encarar numa boa essa fase. E mais... Você conhece seus direitos? Saiba mais sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente. E ainda Moda, Sexo, Comportamento, Meio ambiente e muito mais
  2. 2. <QUADROJOVEM> >Redação Ana Carolina Pereira Magalhães Daniely Silva Elizangela Duarte Flávia de Andrade Jéssica Nascimento Jeldean Alves Magno Duarte Rogério Cuentas >Fotos Flávia de Andrade Elizangela Duarte Magno Duarte Arquivo do blog APA Capivari Monos Rogério Cuentas >Educador Magno Duarte >diagramação Ivan Barbosa >Assessoria técnica Vânia Correia >realização Comunidade Cidadã >apoio Fundação Itaú Social e CENPEC – Centro de Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária através do Programa Jovens Urbanos >CONTATO ONG Comunidade Cidadã 5662-8793 revistazong@yahoo.com.br AGRADECIMENTOS Agradecemos à escola EE. Profº Clarice Seiko Ikeda Chagas, a Ong Comunidade Cidadã pelo espaço cedido para o encaminhamento da revista. Ao CENPEC e ao Itaú Social pela verba e apoio. Pela compreensão da Vânia Correia e pela solidariedade do educador Magno Duarte. A toda equipe da Zong pelo trabalho árduo feito para produzir a revista. Revista zong Na corrente da comunicação 02 23
  3. 3. <EDITORIAL> <OLHARJOVEM> >índice Mundo Verde........................4 ECA......................................6 Cantinho do professor...........8 No momento.........................9 Molda...................................12 Pais e Filhos........................14 Na pegada da cultura..........16 Espaço do Aluno.................19 Rapidinhas..........................20 Olhar jovem.........................22 Quadro Jovem.....................23 Editorial Somos jovens estudantes da rede pública e mo- radores do Grajaú. Estamos elaborando esta re- vista com o propósito de nos comunicamos com outros jovens, transmitindo conhecimento e conscientização, com uma linguagem atraente. Com essa revista queremos mostrar que a ju- ventude é capaz sim, que existem jovens re- sponsáveis que não desistem de seus sonhos e que são batalhadores. Nessa terceira edição a revista ZONG está de cara nova e agora mais focada no universo esco- lar. Você vai encontrar temas como: educação, sexualidade, moda, meio ambiente e outros. Tudo com o olhar do jovem. Esperamos manter nossos jovens sempre infor- mados e conscientizados, todos juntos lutando para uma escola e um mundo melhor. Olhares do Abandono é o ensaio fotográfico realizado por cinco garotas de 17 à 20 anos, moradoras do Grajaú. A idéia era mostrar que todo abandono têm seu significado, além de apresentar as formas e olhares dos jovens em uma exposição fotográfica. A exposição será inaugurada dia 17deOutubro(sábado)noEspaço de exposições da Casa de Cultura Palhaço Carequinha. Olhares do Abandono Fotos:KarinaTavares,JéssicaIzidoro,JéssicaLisboa,RillesQueiroz,AdrianaOliveira Na Corrente da Informação 22 03
  4. 4. <MundoVerde> Certamente você já ouviu alguns comentários sobre essa região. Parelheiros é Patrimônio Ambiental de São Paulo, lá ainda é pos- sível ouvir os sons dos pás- saros, respirar um ar puro e desfrutar de muita área verde. ELIZANGELA DUARTE Rodeadaporflorestasenas- centes de rios Parelheiros, uma região localizada no extre- mo sul da cidade de São Paulo, possui forte característica rural, devido a APA (Área de Proteção Ambiental) Capivari Monos. É o Patrimônio Ambiental da cidade de São Paulo. Batizada como Portal das Águas a região é re- sponsável por 30% da água que abastece a nossa cidade. São poucos os moradores que reconhecem o potencial da região e se sentem pertencentes a este lugar. É importante incentivar principalmente os Você Conhece Parelheiros ? moradoreslocaisnavalorizaçãoda região.“Parelheiroséumlugarque precisa ser mais conhecido pela população de São Paulo. Conheci uma cachoeira, gostei muito, é tudo muito verde”, diz Argemira Silva, moradora de Parelheiros há 14 anos. Em Parelheiros vivem tribos indígenas como a Tenondé Porá no bairro da Barragem. É surpreendente a organização da tribo e como mantêm vivos seus costumes. Além da tribo, existem cachoeiras e a Cratera da Colônia que se localiza no bairro Vargem Grande. Atualmente Parelheiros recebe muitos turistas de dentro e fora de São Paulo, atraídos pelas cachoeiras, pela Colônia Alemã, Cratera da Colônia e pelas Tribos Indígenas de origem Tupi Guarani. Para orientação aos turistas existe o PAT – Posto de Atendimento ao Turista, que funciona de Segunda a Sexta feira das 8h às 17h e nos finais de semana, das 8h às 14h. É importante, pensar também na preservação deste Patrimônio Ambiental,conservandocadalocal visitado, não jogando lixos nas vias de acesso. Desfrutar é muito bom, mas preservar é melhor ainda. Revista zong Na corrente da comunicação Ainda existem desinformados ? Por mais incrível que pareça, muitos adolescentes ainda tem receio de falar com seus pais, amigos ou até parceiros sobre assuntos como prevenção. Muitas não se interessam ou não possuem meios para pesquisar sobre sexo. Por isso, acabam iniciando a vida sexual sem qualquer informação concreta. Galera o mais importante é lembrar que as conseqüênciasdeumagravidezemplenajuventude são muitas. Em muitos casos as jovens mamães abandonam os estudos, começam a trabalhar mais cedo, além dos desafios emocionais de se criar uma criança. Não podemos esquecer que a cima de tudo é gerada uma vida, que não deve sofrer seja pela falta de informação, irresponsabilidade ou opção dos jovens pais. Por isso, não se esqueça: sexo só com proteção! As UBS (Unidades Básicas de Saúde) distribuem gratuitamente preservativos, basta apresentar o RG. E sempre tem uma pertinho de casa. ? ? ?? <RAPIDINHAS> 04 2 1
  5. 5. <MundoVerde> <Rapidinhas> Na Corrente da Informação Gravidez na adolescência JELDEAN ALVES DEDÊ Mãe, Tô Gravida! Essa é uma das frases que mais assombra milhares de famílias e jovens em todo país, mas segundo dadosdoMinistériodaSaúde,divulgados em Setembro de 2009, o número de partos feitos em adolescentes, na rede pública, diminuiu 30,6% nos últimos 10 anos. Em 1998 foram registrados 700 mil partos, já em 2008 o número caiu para 500 mil. Os bons resultados são respostas aos investimentos do governo em políticas públicas de saúde focadas no público juvenil. Nos postos de saúde, escolas e meios de comunicação o sexo vem sendo tratado mais abertamente, possibilitando que o adolescente inicie sua vida sexual mais informado sobre os métodosdeprevençãodegravidezeDST (Doenças Sexualmente Transmissíveis)- AIDS. Já era hora de boas notícias não?! Mas nãopodemos ignorarumaporcentagem alta de jovens que ainda tem filhos precocemente. O que será que acontece? Irresponsabilidade, opção ou falta de informação? A equipe de ZONG foi às ruas ouvir a opinião da galera, confira: “Não dá para acreditar que seja falta de informação. Temos várias fontes de informação, só não se previne para não engravidar quem não tem responsabilidade”. (Bruna Soares, 17 anos). “A informação está em todo lugar, é muito difícil alguém não saber os riscos de uma relação sexual e os meios de se prevenir. Se engravidam é por que querem”. (Sabrina Sousa, 21 anos.) “Acho que pode ser uma opção,apartirdomomento que sabem o que pode acontecer e insistem no erro da falta de prevenção, só em busca do prazer sem pensar nas conseqüências, sem pensar que um inocente pode sofrer”. (Camilla Rocha, 20 anos). 20 05
  6. 6. <ECA> a questão que nos gostaríamos de saber e entender. A equipe da revista ZONG acompanhou um debate sobre ECA, na Cúria diocesana de Santo Amaro, no mês de Agosto. Durante o debate os conselheiros tutelares falaram das dificuldades de atender a população por causa da falta de serviços públicos como creche, por exemplo. E a assistente social Elizangela Neubaner lembrou da importância da população cobrar os OS ADOLESCENTES CONHECEM SEUS DIREITOS? JESSICA NASCIMENTO OECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) completou 19 anos no dia 13 de julho. Ele é um dos conjuntos de normas mais avançadas do mundo na defesa das crianças e adolescentes, é usado como modelo para muitos países. Mas, na prática, crianças e adolescentes brasileiros ainda se deparam com vários problemas sociais que precisam ser resolvidos, como a falta de moradia e acesso à educação, a violência e o abandono. E a culpa não é só dos pais, mas do poder público, que não cumpre integralmente a lei e da sociedade que também não busca resolver essas questões. O artigo 4º do ECA diz que crianças e adolescentes são responsabilidades de todos: “É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação,àeducação,aoesporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária”. Mas porque será que uma lei tão avançada não é comprida? Essa é BRUNA SOARES Não sei se a escola de antigamente era melhor que a de hoje. Meus pais contam que antes as escolas eram muito rígidas, por isso, ou os alunos aprendiam ou aprendiam caso contrário, não eram aprovados. Hoje é diferente, as escolas tentam, mas nem sempre conseguem ser assim. Claro que existem algumas exceções, existem escolas muito rígidas, que exigem bastante dos alunos, mas eu não gostaria que as escolas fossem assim “quadradas” e sim que fossem mais liberais e ao mesmo tempo cumprissem as regras. Muitos alunos acabam estragando, danificando o patrimônio público (carteiras, banheiros, lousas, chão, etc), desrespeitando os professores e todas as pessoas que trabalham nas escolas. <EspaçodoALUNO> O que eu pensoda escola... Alguns professores são bons, querem e tentam ensinar, mas muitos alunos não querem aprender, então, eles acabam abrindo mão. Existem alguns professores que tem bastante conhecimento, mas não conseguem transmitir... Assim fica difícil aprender. A meu ver as aulas deveriam ser mais dinâmicas, para que possam prender a atenção dos alunos e assim despertar o interesse para os conhecimentos ensinados. 06 1 9
  7. 7. <ECA> <CULTURA> direitos das crianças e adolescentes. Para que nossa sociedade seja mais justa, o governo tem que olhar para as crianças e adolescentes e aplicar as normas previstas no ECA. Afinal eles trazem a esperança de um Brasil melhor. “O poder público funciona sob pressão, é preciso cobrar e ap- resentar as demandas”, lembrou a professora Marli Vizim, durante o debate. E você, já conhece o ECA? Se não conhece não perca tempo, corra à internet ou a uma biblioteca e descubra mais sobre seus direitos e deveres. Pesquise e converse sobre eles na escola, em casa, no clube, na rua. Que tal propor para a/o pro- fessor/a realizar um debate sobre o ECA em sala de aula? Quanto mais a gente conhecer o Estatuto mais poderemos cobrar da sociedade sua implementação e assim melhorar a vida de todas as crianças e adoles- centes do nosso país. BOX Lembranças do Sertão O projeto Lembranças do Sertão realiza Saraus nordestinos em espaços públicos diversos da região de Parelheiros. Em cada Sarau, diferentes histórias de vida são contadas por personagens que deixaram o nordeste para morar em São Paulo e trouxeram na bagagem suas raízes os seus sonhos. Os saraus são trabalhados com alguns temas de acordo com o repertório musical de grandes autores da música popular brasileira na interpretação da Banda Vila do Sossego. A banda, que completa 5 anos em 2009, tem em sua formação 8 músicos e pretende lançar seu primeiro trabalho em 2010 www.bandaviladosossego. blogspot.com Contato (011) 6669-0416 (c/ Claudiney) Cultura de Garagem A CIA Cultura de Garagem busca promover as manifestações artísticas que os adolescentes e jovens trazem de suas vivências e experiências cotidianas, através de oficinas de hip-hop, break, street dance e interpretação teatral; utilizando instrumentos destas técnicas simultaneamente em espaços improvisados e garagens da comunidade. O grupo tem como primeiro trabalho a peça: “Tropeçar não me incomoda” sobre as indecisões e dúvidas da juventude e atualmente ensaia um segundo roteiro, ainda não divulgado, no qual prevê a apresentação itinerante em espaços públicos de Parelheiros. www.grupoculturadegaragem. blogspot.com Contato: (011) 9528-0955 (c/ Elisângela) 1 8 07
  8. 8. <CULTURA> <CANTINHODOPROFESSOR> a realidade local de onde estão situados. Esses projetos são financiados pelo VAI, um projeto da Secretaria Municipal da Cultura que beneficia projetos de pequeno porte organizados por coletivos jovens. Para Elisângela Duarte coordenadora e diretora da CIA Cultura de Garagem “os projetos jovens, criam perspectivas de desenvolvimento pessoal ou até mesmoprofissional.Permitequeojovemconheça outros espaços e novas experiências”. “Emprimeirainstâncianossa ação traz entretenimento para a comunidade em que moramos” afirma Claudiney Nonato coordenador do Projeto Lembranças do Sertão e vocalista da Banda Vila do Sossego. Para ele o projeto que coordena permite “ampliar as experiências de vida dos jovens participantes, incentivando a familiarização e valorização da cultura e história do nordeste e seus personagens”, conclui. CLAUDIA VÂNIA Professora de português na rede estadual de ensino Possodizerquedaraulaparajovenséumgrande desafio, uma vez que temos muitos meios de informação e tecnologia que vão muito além de uma sala de aula. Cabe a nós educadores estudar, fazer cursos e buscar novos meios de ensinar. Penso que tenho o dever de preparar o aluno para o futuro, pois a realidade é muito importante. Ao mesmo tempo quero que meu aluno tenha muitos sonhos e tento mostrar que o sonho é possível, basta lutar por ele. E a ferramenta fundamental para isso é o conhecimento, o saber e o pensar. O mundo é feito de escolhas e caminhos e cabe ao jovem decidir o que fará do seu futuro, pois eu entrego o “limão e os alunos tem que fazer a limonada”. Concluindo, sou educadora porque quero mostrar que é possível vencer, lutar e buscar mesmo com obstáculos. Como é dar aula para os Jovens de hoje ? 08 1 7
  9. 9. CULTURA: UM DIREITO DA JUVENTUDE MAGNO DUARTE Educador social no Grajaú, e Conselheiro Municipal de Juventude no Segmento Arte e Cultura. Quando pensamos em cultura o que vem à mente? Provavelmente as atividades que acontecem no centro ou em belos teatros ou casas de eventos, não é? Na verdade existe uma cultura jovem e periférica que é criada a partir doprópriojovem,daquiloqueelemesmoexpressa,através do que ele vive no seu cotidiano ou daquilo que entende como “arte”. Essa cultura, muitas vezes, não é valorizada nem tem visibilidade nos meios de comunicação. Sabemos que o acesso aos bens culturais são escassos nas periferias da cidade de São Paulo, sobretudo para a juventude.AdistânciadelocaiscomoGrajaúouParelheiros varia de 30 a 40 km do centro, muitos jovens não dispõem de condições financeiras para tal deslocamento. Foi pensando nessas questões que alguns jovens de Parelheiros, pertencentes ao Núcleo Cultural Comunidade Cidadã, pensaram em formas de intervenção e correram atrás para promover atividades de cultura de uma forma alternativa. Os projetos Cultura de Garagem e Lembranças do Sertão são exemplos de atuação jovem que buscam transformar <NOMOMENTO> <CULTURA> Vestibular: Como fazer a escolha certa? DANIELY SILVA Hoje em dia muitos estudantes ficam apreensivos na hora de escolher uma faculdade e prestar um vestibular, pois existem várias faculdades e infinitas opções de cursos, o que causa um pouco de confusão na cabeça dos candidatos. Afinal a escolha da profissão está totalmente relacionada ao projeto de vida de cada um. O pior é que, muitas vezes, o estudante tem que escolher uma profissão enquanto ainda está no ensino médio, sem ao menos ter o mínimo de conhecimento e de experiência profissional, ou seja, praticamente no escuro. O segredo está em escolher aquele curso com o qual você realmente se identifica, não pensar apenas no sucesso financeiro, senão será um pouco difícil ter destaque na área.1 6
  10. 10. “Você me diz que seus pais não entendem, mas você não entende seus pais...” <PAIS&FILHOS> <NOMOMENTO> “Tinha escolhido fazer engenharia civil, meu pai me influenciou bastante nessa escolha, mas agora que está chegando a hora não tenho mais tanta certeza, estou pensando em outras áreas”, diz o estudante Rogério Cuentas, 17. Para nos ajudar nessa escolha é que existem os testes vocacionais. Eles nos dão uma luz quanto aos cursos que tem mais a ver com a gente e podem ser grandes aliados nosso. Basta pesquisar na internet e você poderá fazer os testes vocacionais e descobrir quais suas maiores aptidões. Quemjáescolheuaprofissãoenfrenta aindaodesafiodovestibular.Apressão da concorrência, as dificuldades com a matemática, o português a história, etc. Fique atento: a ansiedade acaba atrapalhando os estudos. Veja alguns cuidadosparacontrolaronervosismo e se concentrar. 1) Estabelecer e cumprir metas. 2) Fazer simulados regularmente. 3) Praticar esportes regularmente. 4) Refazer as provas anteriores do vestibular que você pretende prestar. 5) Guardar um tempinho no final de semana para estudar. 6) Ir aos aulões apenas para revisar. Fonte: www.vestibular.com.br BOX Muitos jovens encontram, além do desafio do vestibular ou da escolha da profissão, dificuldades financeiras para ingressar no ensino superior. Mas hoje existem grandes oportunidades para fazer a faculdade que tanto deseja. Alguns programas do governo concedem bolsas de estudos parciais ou integrais. Vejam alguns desses programas: ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) / PROUNI É uma prova que avalia a qualidade do ensino médio no Brasil. Atualmente muitas universidades adotam a nota do ENEM como parte dos critérios de seleção, inclusive as universidades públicas como a USP (universidade de São Paulo). Além disso, a pontuação do ENEM é um dos principais critérios, além do sócio- econômico, para um estudante conseguir uma bolsa de estudos do governo federal, através do PROUNI (Programa Universidade para Todos). Veja mais informações sobre o ENEM em http://www.enem. inep.gov.br. “Você me diz que seus pais não entendem, mas você não entende seus pais...” (Pais & Filhos – Legião Urbana). ROGÉRIO CUENTAS E FLÁVIA DE ANDRADE Para a juventude o mundo é um lugar prazeroso de se viver. Sem orientação segura e princípios adequados, os jovens podem ser “presas fáceis”, nos momentos difíceis, deixando-se seduzir pelas drogas, pelo crime, pelo sexo inseguro ou pelo consumo irresponsável. “Tento passar para meus filhos que existem várias formas de ser jovem, eu quero que eles escolham a melhor”, diz Elione Rodrigues, mãe de Juliana, 13. A relação entre eles não é mais como foi há décadas atrás. A juventude passa por muitas transformações cultuais e fica cada dia mais difícil, para os pais, acompanha-las. Mesmo assim eles já não são os ”caretas” e “quadrados” de outros tempos, incapazes de entender os efeitos especiais do último filme premiado, ou o balanço da banda ‘X’. Basta ter paciência e eles se mostrarão bastante antenados. Mas as diferenças culturais entre gerações ainda é motivo para muitos conflitos familiares. “Eu não ignoro as opiniões dos jovens, porém não posso concordar com tudo que eles falam, porque pensamos diferentes, mas eu vejo que os jovens têm muito potencial”, diz Aparecido de Oliveira, pai do Felipe, 15. Para Jonathan Moreira Medina, 18, a dificuldade é aceitar os limites impostos pelo pai, “ele foi criado de um jeito muito rígido e quer fazer o mesmo comigo, isso fazcomqueagentesedesentenda às vezes”, conta. ParaapsicólogaValériaFernandes a relação entre pais e filhos só parecesersimples.“Nateoriatudo parece relativamente fácil, já que o ser humano precisa de atenção, carinho, limite e, principalmente, um relacionamento baseado na sinceridade e muito diálogo”, avalia. Mas na prática existem muitas dificuldades. “A vida que nos propomos a levar nos impõe um ritmo muito acelerado. Fica difícil acompanhar e prestar atenção às coisas simples, como ir ao parque com os filhos”, conclui. O diálogo é uma coisa complicada, mas indispensável. É preciso construir pontes de comunicação, queunseoutrospossamatravessar quando quiserem solucionar seus conflitos. Não é a garantia de que tudo será um ”mar de rosas”, mas apesardasdificuldades,conversar ainda é o melhor recurso, e a boa convivência entre país e filhos certamente ainda é possível.10 1 5
  11. 11. “Você me diz que seus pais não entendem, mas você não entende seus pais...” <NOMOMENTO> <PAIS&FILHOS> FIES (Financiamento Estudantil) O Fies é um programa de crédito estudantil, criado em 1999, para financiar a graduação de estudantes que não possam pagar os estudos em universidades particulares. Para concorrer o estudante deve estar matriculado em uma faculdade e fazer o cadastro no site do MEC. Caso seja aprovado, ele recebe o financiamento e só começa a pagar depois que conclui o curso. Mais informações em: http://www3. caixa.gov.br/fies/ Meu bebê cresceu e agora?1 4 1 1
  12. 12. <MOLDA> <MOLDA> Definitivamente, moda é uma questão presente na vida de ado- lescentes e jovens. Eles são cria- tivos, ousados e inventam formas diferentes de se vestir. Mas ainda rola aquela velha história de que pra ser bom tem que ser caro, de marca e tal. E que estar na moda é se vestir com as tendências lança- das nas passarelas, na novelas, na mídia. Com a Ana Carolina Pereira Magal- hães, assistente de produção mu- sical e ativista cultural, descobri- mos que cada um pode criar sua própria moda. A Carol é graduanda de história e está desenvolvendo seu trabalho de conclusão de curso sobre a influencia da moda na per- sonalidade feminina, além disso, ela mesma criar seus 'looks' super charmosos e descolados. Você pode criar sua própria moda! Qual o papel da moda na vida das pessoas? Acredito incondicionalmente que roupas são símbolo de identidade. A liberdade de expressar e se identificar resultará em um estilo próprio. Temos que acreditar na moda como algo en- raizado em nós, eu jamais usaria algo que não tem nada a ver com a minha identidade. Explica pra gente o que é a moda alternativa? Os jovens são cheios de dificuldades e com- plexos. Eles ainda estão em transformação e a moda alternativa mostrará uma outra possibili- dade de se vestir. Cabe ao jovem entender que a criação de seu estilo tem que vir do espaço onde vive e não das passarelas. Cada um, em seu uni- verso, encontrará seu estilo. Qual é o segredo para seguir uma moda alter- nativa? A moda alternativa não é nada fácil, haja criativi- dade e originalidade! Os melhores acessórios da moda alternativa são: seu comportamento, sua atitude e seu estilo. É a mistura destes acessóri- os que influenciará na personalidade e transfor- mara sua moda em estilo. As tendências da moda não precisam ser copia- das na moda alternativa. O próprio nome diz: Alternativa. E a questão financeira? É preciso reinventar a moda, tornando-a mais realista e adaptada aos tempos financeiramente difíceis. Sendo assim, acredito na opção dos brechós, mas a proposta de trazer novos usos à peças usadas, é muito complexa. Existem empecilhos: O preconceito de usar o que pertenceu à outra pessoa, a preferência por marcas e grifes famo- sas, a mídia e tantos outros.  1 2 1 3

×