SlideShare uma empresa Scribd logo

Projeto de compostagem lixo zero

1 de 19
Baixar para ler offline
Projeto de Compostagem Lixo Zero
Componentes: Bárbara Sagrilo, Bruna Sagrilo, Julia Valle,
Pricila Fagundes e Paulo Henrique.
Turma: AIT-MA-3 e 4
Docente: Lorena Frasson
Disciplina: Prevenção de Poluição
Curso:Técnico em Meio Ambiente
Objetivo
O trabalho a seguir possui como objetivo
apresentar as metas e as ideias principais
sobre o projeto de compostagem “Lixo Zero”,
presente na cidade de Duque de Caxias, e
esclarecer questões abordadas sobre o
tratado de Kyoto, seus fundamentos e o
porquê da relutância dos Estados Unidos em
não assiná-lo.
Protocolo de Quioto
 Países desenvolvidos assumissem o compromisso de reduzir a
emissão de gases que agravam o efeito estufa, para aliviar os
impactos causados pelo aquecimento global.
 Um tratado internacional.
 A ideia começou em 1988 na “Toronto Conference on the
Changing Atmosphere” no Canadá.
 Em 2012 o protocolo teve sua validade prorrogada até 2020
após a Conferência das Partes (COP18).
Estados Unidos: porque não assinaram?
Os EUA, o segundo país
mais emissor de carbono do
mundo, negou-se a ratificar
o protocolo com a alegação
de que aceitá-lo seria ruim
para a economia americana.
A falta de vontade dos
países mais ricos e
poluidores é um grande
empecilho para que algo
seja feito efetivamente
contra o aquecimento
global.
MDL(Mecanismo de Desenvolvimento Limpo)
> Criado pela Conferência das Partes da Convenção Quadro das
Nações Unidas sobre Mudanças do Clima como uma maneira de
ajudar os países a cumprirem as metas do Protocolo de Quioto.
> Consiste na implantação de um projeto em um país em
desenvolvimento com o objetivo de reduzir as emissões de gases do
efeito estufa (GEEs) e contribuir para o desenvolvimento sustentável
local.
> O orgão responsável pela supervisão do MDL é o Comitê Executivo
(CE) da UNFCCC
Categorias do MDL
 Setor 1. Geração de energia (renovável e não-renovável)
 Setor 2. Distribuição de energia
 Setor 3. Demanda de energia (projetos de eficiência e conservação
de energia)
 Setor 4. Indústrias de produção
 Setor 5. Indústrias químicas
 Setor 6. Construção
 Setor 7.Transporte
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cartilha para capacitar usuários
Cartilha para capacitar usuáriosCartilha para capacitar usuários
Cartilha para capacitar usuáriosSofia Lemos
 
Permacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoPermacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoMíriam Morata Novaes
 
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado   Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado saramandaia
 
Permacultura e emissao_zero
Permacultura e emissao_zeroPermacultura e emissao_zero
Permacultura e emissao_zeromilaborelli
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos SólidosMaster Ambiental
 
Projeto compostagem
Projeto compostagemProjeto compostagem
Projeto compostagembrainsis
 
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos parte1
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos   parte1Armazenamento e tratamento de residuos sólidos   parte1
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos parte1Gilson Adao
 
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Niedja Goyanna
 
Dimensionamento de aterros sanitários
Dimensionamento de aterros sanitáriosDimensionamento de aterros sanitários
Dimensionamento de aterros sanitáriosCarlos Elson Cunha
 
Oficina faça compostagem doméstica
Oficina faça compostagem domésticaOficina faça compostagem doméstica
Oficina faça compostagem domésticaAlexandre Panerai
 
Olixourbano 100629124536-phpapp01
Olixourbano 100629124536-phpapp01Olixourbano 100629124536-phpapp01
Olixourbano 100629124536-phpapp01Kelvin Oliveira
 
Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanosResíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanosInês Simão
 
Decompositor Orgânico - EEBAN
Decompositor Orgânico - EEBANDecompositor Orgânico - EEBAN
Decompositor Orgânico - EEBANDinho
 
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Helena Marques
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Smguest3c1e728
 
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu..."Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...Marcelo Suster
 

Mais procurados (20)

Cartilha para capacitar usuários
Cartilha para capacitar usuáriosCartilha para capacitar usuários
Cartilha para capacitar usuários
 
Permacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmoPermacultura Cartilha faca você mesmo
Permacultura Cartilha faca você mesmo
 
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado   Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado
Lixão X Aterro Sanitário X Aterro Controlado
 
Resíduos agrícolas
Resíduos agrícolasResíduos agrícolas
Resíduos agrícolas
 
Permacultura e emissao_zero
Permacultura e emissao_zeroPermacultura e emissao_zero
Permacultura e emissao_zero
 
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 Gerenciamento de Resíduos Sólidos Gerenciamento de Resíduos Sólidos
Gerenciamento de Resíduos Sólidos
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Projeto compostagem
Projeto compostagemProjeto compostagem
Projeto compostagem
 
Residuos8ano
Residuos8anoResiduos8ano
Residuos8ano
 
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos parte1
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos   parte1Armazenamento e tratamento de residuos sólidos   parte1
Armazenamento e tratamento de residuos sólidos parte1
 
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
Permaculturacamp 1214534451376174-9 (1)
 
Dimensionamento de aterros sanitários
Dimensionamento de aterros sanitáriosDimensionamento de aterros sanitários
Dimensionamento de aterros sanitários
 
Aula 5 res solidos
Aula 5 res solidosAula 5 res solidos
Aula 5 res solidos
 
Oficina faça compostagem doméstica
Oficina faça compostagem domésticaOficina faça compostagem doméstica
Oficina faça compostagem doméstica
 
Olixourbano 100629124536-phpapp01
Olixourbano 100629124536-phpapp01Olixourbano 100629124536-phpapp01
Olixourbano 100629124536-phpapp01
 
Resíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanosResíduos sólidos urbanos
Resíduos sólidos urbanos
 
Decompositor Orgânico - EEBAN
Decompositor Orgânico - EEBANDecompositor Orgânico - EEBAN
Decompositor Orgânico - EEBAN
 
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
Resíduos - um mal necessário.O que fazer?
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
 
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu..."Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
"Transformação de Resíduos em Produtos e Cases de Reciclagem de Embalagens Mu...
 

Destaque

Projeto ação jovem pedalar é preciso
Projeto ação jovem  pedalar é precisoProjeto ação jovem  pedalar é preciso
Projeto ação jovem pedalar é precisoEdmilson Freitas
 
Niños del mundo!!!
Niños del mundo!!!Niños del mundo!!!
Niños del mundo!!!anacjg
 
Presentacion del parcial
Presentacion del parcialPresentacion del parcial
Presentacion del parcialwilliam
 
A febre que eu posso fingir (em construção)
A febre que eu posso fingir (em construção)A febre que eu posso fingir (em construção)
A febre que eu posso fingir (em construção)isaias faria
 
автомеханик
автомеханикавтомеханик
автомеханикDemanessa
 
Charles chaplin
Charles chaplinCharles chaplin
Charles chaplinanacjg
 
Aniversário rafael parabéns
Aniversário rafael parabénsAniversário rafael parabéns
Aniversário rafael parabénsFrancisco César
 
Presentatio teoria-da-deriva-continental
Presentatio teoria-da-deriva-continentalPresentatio teoria-da-deriva-continental
Presentatio teoria-da-deriva-continentalAmanda Patricio
 
Operações com o soroban
Operações com o sorobanOperações com o soroban
Operações com o sorobanAldizio Moreira
 
الكاريكاتير الإجتماعي
الكاريكاتير الإجتماعيالكاريكاتير الإجتماعي
الكاريكاتير الإجتماعيnoor26
 
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kita
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kitaTugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kita
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kitadyahayusitengiluse
 

Destaque (20)

Projeto ação jovem pedalar é preciso
Projeto ação jovem  pedalar é precisoProjeto ação jovem  pedalar é preciso
Projeto ação jovem pedalar é preciso
 
áLbum de fotografías
áLbum de fotografíasáLbum de fotografías
áLbum de fotografías
 
Radio it!
Radio it!Radio it!
Radio it!
 
Niños del mundo!!!
Niños del mundo!!!Niños del mundo!!!
Niños del mundo!!!
 
Presentacion del parcial
Presentacion del parcialPresentacion del parcial
Presentacion del parcial
 
CONFERENCIA DE MÓNICA IBARRONDO EN EUSKO IKASKUNTZA
CONFERENCIA DE MÓNICA IBARRONDO EN EUSKO IKASKUNTZACONFERENCIA DE MÓNICA IBARRONDO EN EUSKO IKASKUNTZA
CONFERENCIA DE MÓNICA IBARRONDO EN EUSKO IKASKUNTZA
 
Mis fotos
Mis fotosMis fotos
Mis fotos
 
Formato plano 1 grade. week n° 5 6
Formato plano 1 grade. week n° 5   6Formato plano 1 grade. week n° 5   6
Formato plano 1 grade. week n° 5 6
 
A febre que eu posso fingir (em construção)
A febre que eu posso fingir (em construção)A febre que eu posso fingir (em construção)
A febre que eu posso fingir (em construção)
 
Relatório wikipédia
Relatório wikipédiaRelatório wikipédia
Relatório wikipédia
 
автомеханик
автомеханикавтомеханик
автомеханик
 
Tarefa 2
Tarefa 2Tarefa 2
Tarefa 2
 
Charles chaplin
Charles chaplinCharles chaplin
Charles chaplin
 
Aniversário rafael parabéns
Aniversário rafael parabénsAniversário rafael parabéns
Aniversário rafael parabéns
 
Unidade 5 – parte 3
Unidade 5 – parte 3Unidade 5 – parte 3
Unidade 5 – parte 3
 
Doc1
Doc1Doc1
Doc1
 
Presentatio teoria-da-deriva-continental
Presentatio teoria-da-deriva-continentalPresentatio teoria-da-deriva-continental
Presentatio teoria-da-deriva-continental
 
Operações com o soroban
Operações com o sorobanOperações com o soroban
Operações com o soroban
 
الكاريكاتير الإجتماعي
الكاريكاتير الإجتماعيالكاريكاتير الإجتماعي
الكاريكاتير الإجتماعي
 
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kita
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kitaTugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kita
Tugas persentasi barang yang melekat pada tubuh kita
 

Semelhante a Projeto de compostagem lixo zero

Entrevista sobre Guaraqueçaba
Entrevista sobre GuaraqueçabaEntrevista sobre Guaraqueçaba
Entrevista sobre GuaraqueçabaPedro Bentancourt
 
Redução da emissão de gases (1)
Redução da emissão de gases (1)Redução da emissão de gases (1)
Redução da emissão de gases (1)gabisales
 
Redução da emissão de gases
Redução da emissão de gasesRedução da emissão de gases
Redução da emissão de gasesvitorsallespina
 
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02Bruno Xavier
 
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...Instituto Besc
 
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDL
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDLExperiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDL
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDLEditora Fórum
 
Apresentação 47 OAB - mercado carbono
Apresentação 47 OAB - mercado carbonoApresentação 47 OAB - mercado carbono
Apresentação 47 OAB - mercado carbonoVinicius Carneiro
 
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.ppt
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.pptAULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.ppt
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.pptTonyMuhate
 
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto neodo
 
Claudio guedes coelho
Claudio guedes coelhoClaudio guedes coelho
Claudio guedes coelhoLCA promo
 
Artigo gestão
Artigo gestãoArtigo gestão
Artigo gestãocatty27
 
Centro de certificação_de_destinação _campinas
Centro de certificação_de_destinação _campinasCentro de certificação_de_destinação _campinas
Centro de certificação_de_destinação _campinaspbjunior
 
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)Henrique Mendes
 
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidades
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidadesComo mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidades
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidadesFernando Alcoforado
 
03 palestra hassan_apromac_1
03 palestra hassan_apromac_103 palestra hassan_apromac_1
03 palestra hassan_apromac_1Vicente Azevedo
 
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...Franklin Duarte Simões
 

Semelhante a Projeto de compostagem lixo zero (20)

Entrevista sobre Guaraqueçaba
Entrevista sobre GuaraqueçabaEntrevista sobre Guaraqueçaba
Entrevista sobre Guaraqueçaba
 
Redução da emissão de gases (1)
Redução da emissão de gases (1)Redução da emissão de gases (1)
Redução da emissão de gases (1)
 
Redução da emissão de gases
Redução da emissão de gasesRedução da emissão de gases
Redução da emissão de gases
 
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02
Reduodaemissodegases 131001114428-phpapp02
 
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...
Inovações Tecnológicas e Processos Ecoeficientes no Mercado Imobiliário - Da ...
 
Trabalho 7 r´s
Trabalho 7 r´sTrabalho 7 r´s
Trabalho 7 r´s
 
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDL
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDLExperiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDL
Experiência da Arcelor Mittal Brasil com Projetos de MDL
 
Apresentação 47 OAB - mercado carbono
Apresentação 47 OAB - mercado carbonoApresentação 47 OAB - mercado carbono
Apresentação 47 OAB - mercado carbono
 
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.ppt
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.pptAULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.ppt
AULA 10 - PROTECÇÃO DO AMBIENTE - lEGISLAÇÃO.ppt
 
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto
A Mudanca Climatica e o Protocolo de Kyoto
 
Claudio guedes coelho
Claudio guedes coelhoClaudio guedes coelho
Claudio guedes coelho
 
Artigo gestão
Artigo gestãoArtigo gestão
Artigo gestão
 
Centro de certificação_de_destinação _campinas
Centro de certificação_de_destinação _campinasCentro de certificação_de_destinação _campinas
Centro de certificação_de_destinação _campinas
 
Gestão Ambiental 02 - impactos no macroambiente
Gestão Ambiental 02 -  impactos no macroambienteGestão Ambiental 02 -  impactos no macroambiente
Gestão Ambiental 02 - impactos no macroambiente
 
Biotrakto
BiotraktoBiotrakto
Biotrakto
 
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)
Boas Práticas de Gestão de Resíduos Eletroeletrônicos (parte 2)
 
Apresentação eqao[1] 0
Apresentação eqao[1] 0Apresentação eqao[1] 0
Apresentação eqao[1] 0
 
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidades
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidadesComo mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidades
Como mitigar os impactos ambientais nos setores produtivos e nas cidades
 
03 palestra hassan_apromac_1
03 palestra hassan_apromac_103 palestra hassan_apromac_1
03 palestra hassan_apromac_1
 
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...
GERAÇÃO DE CENÁRIOS, PERSPECTIVAS E APLICABILIDADE DA IMPLANTAÇÃO DE CRÉDITOS...
 

Último

CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...apoioacademicoead
 

Último (20)

CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 

Projeto de compostagem lixo zero

  • 1. Projeto de Compostagem Lixo Zero Componentes: Bárbara Sagrilo, Bruna Sagrilo, Julia Valle, Pricila Fagundes e Paulo Henrique. Turma: AIT-MA-3 e 4 Docente: Lorena Frasson Disciplina: Prevenção de Poluição Curso:Técnico em Meio Ambiente
  • 2. Objetivo O trabalho a seguir possui como objetivo apresentar as metas e as ideias principais sobre o projeto de compostagem “Lixo Zero”, presente na cidade de Duque de Caxias, e esclarecer questões abordadas sobre o tratado de Kyoto, seus fundamentos e o porquê da relutância dos Estados Unidos em não assiná-lo.
  • 3. Protocolo de Quioto  Países desenvolvidos assumissem o compromisso de reduzir a emissão de gases que agravam o efeito estufa, para aliviar os impactos causados pelo aquecimento global.  Um tratado internacional.  A ideia começou em 1988 na “Toronto Conference on the Changing Atmosphere” no Canadá.  Em 2012 o protocolo teve sua validade prorrogada até 2020 após a Conferência das Partes (COP18).
  • 4. Estados Unidos: porque não assinaram? Os EUA, o segundo país mais emissor de carbono do mundo, negou-se a ratificar o protocolo com a alegação de que aceitá-lo seria ruim para a economia americana. A falta de vontade dos países mais ricos e poluidores é um grande empecilho para que algo seja feito efetivamente contra o aquecimento global.
  • 5. MDL(Mecanismo de Desenvolvimento Limpo) > Criado pela Conferência das Partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima como uma maneira de ajudar os países a cumprirem as metas do Protocolo de Quioto. > Consiste na implantação de um projeto em um país em desenvolvimento com o objetivo de reduzir as emissões de gases do efeito estufa (GEEs) e contribuir para o desenvolvimento sustentável local. > O orgão responsável pela supervisão do MDL é o Comitê Executivo (CE) da UNFCCC
  • 6. Categorias do MDL  Setor 1. Geração de energia (renovável e não-renovável)  Setor 2. Distribuição de energia  Setor 3. Demanda de energia (projetos de eficiência e conservação de energia)  Setor 4. Indústrias de produção  Setor 5. Indústrias químicas  Setor 6. Construção  Setor 7.Transporte
  • 7. Categorias do MDL  Setor 8. Mineração e produção de minerais  Setor 9. Produção de metais  Setor 10. Emissões de gases fugitivos de combustíveis  Setor 11. Emissões de gases fugitivos na produção e consumo de halocarbonos e hexafluorido de enxofre  Setor 12. Uso de solventes  Setor 13. Gestão e tratamento de resíduos  Setor 14. Reflorestamento e florestamento  Setor 15. Agricultura
  • 8. Categoria do nosso Projeto Setor 13. Gestão e tratamento de resíduos
  • 9. Projeto de Compostagem: Lixo Zero  Densenvolvido pela Ambiental Lixo Zero Ltda .  É um projeto de compostagem de resíduos orgânicos.  Na cidade de Duque de Caxias, Estado do Rio de Janeiro
  • 10. Metas do Projeto Além do mais, o projeto está ajudando o País anfitrião a satisfazer suas metas de promover 0desenvolvimento sustentável. Especificamente, o projeto:  Previne emissões descontroladas de GEEs a partir de resíduos que teriam sido despejados em um aterro sanitário;  Reduz a quantidade de terra usada para despejo de lixo e melhora o saneamento público, eliminando o problema de despejo de resíduos orgânicos nas redondezas;  Previne a poluição do ar e da água;  Fornece um produto que pode ser usado na agricultura orgânica (resultando em agro-produtos mais saudáveis) e pode minimizar ou combater a degradação do solo;
  • 11. Metas do Projeto  Aumenta as oportunidades de emprego na área onde o Projeto está localizado, tanto temporariamente (durante os trabalhos de instalação) e permanente (para operação da usina de compostagem);  Irá fortificar a economia brasileira contribuindo para empregos adicionais, alternativas de descarte de resíduos e impostos;  Irá apresentar uma tecnologia replicável limpa e eficiente, e conserva recursos naturais.
  • 12. Empresas Envolvidas Existem duas empresas envolvidas neste projeto, sendo elas:  Ambiental Lixo Zero Ltda.  EcoSegurities Group PLC
  • 13. Compostagem: Como funciona?  A tecnologia aplicada é baseada na utilização de uma mistura específica de microorganismos e compostos (que promove a redução da celulose e outros compostos orgânicos, assim como a ativação da solubilidade dos minerais.
  • 14. Geração de Efluentes: Controle  A geração de efluentes no processo é pequena. Os efluentes serão direcionados a um reservatório pequeno para, então, ser frequentemente pulverizado nas pilhas de compostagem. O objetivo desta medida é ajustar a umidade das pilhas, de forma que este efluente não produza metano.
  • 15. Procedimentos  Selecionar o lixo orgânico que entra na empresa manualmente, para evitar que componentes inorgânicos (tais como plástico) entrem no processo de compostagem;  O lixo, depois de passar através do sistema de filtragem, é transportado para a baia de compostagem. É durante este trajeto que os microorganismos e outros produtos são adicionados;  Tipo de aeragem: a pilha de compostagem será aerada regularmente com jato forçado (usando um compressor de gás) para aumentar o oxigênio dentro da baia de compostagem onde o processo aeróbico ocorre;  O baiade compostagem terá alguns parâmetros-chave monitorados, conforme estabelecido na seção B.7.1, tais como oxigênio (maior que 10%), temperatura (entre 50 e 60 ºC), etc.;  Uma tonelada de lixo orgânico resultará em aproximadamente 600 kg de composto;
  • 16. Características Vantajosas  A extraordinária velocidade de transformação do lixo. O produto é transformado no prazo de 72 horas;  Outros produtos químicos podem ser adicionados ao composto final, adaptando o produto a necessidades específicas;  Permite a cultura de alimentos orgânicos, livres de fertilizantes artificiais, lixo humano ou sedimentos de efluentes dos esgotos;  Sua linha de produção é certificada por critérios internacionais;  O composto final possui um complexo benéfico de microorganismos que interagem com o solo, promovendo um aumento na meso e micro fauna. Esta tecnologia é diferente de outras tecnologias usadas no Brasil, em virtude das seguintes características:
  • 17. Base do projeto O Projeto é baseado em três atividades complementares, como se segue: •A coleta e separação do lixo; •A compostagem aeróbica do lixo; • O uso do produto composto na agricultura.
  • 18. Conclusão Podemos concluir que atualmente com o crescimento populacional que existe nas grandes cidades do Brasil e todo o mundo, o método proposto pelo Projeto Lixo Zero seria de grande eficiência, visto que o mesmo não demanda muito tempo, e a produção em grande cadeia seria bom pois seria de imenso aproveitamento para as agriculturas. Apesar da cidade de Duque de Caxias ser pioneiro nesse projeto, o mesmo pode ser implantado em diversos estados, fazendo com que assim haja um aproveitamento melhor dos resíduos orgânicos e que ele não seja enviado diretamente aos aterros sanitários, contribuindo para o meio ambiente e para a sociedade em geral.
  • 19. Bibliografia  http://www.institutocarbonobr asil.org.br/protocolo_de_quiot o/mecanismo_de_desenvolvim ento_limpo__mdl_  Http://protocolo-de-kyoto.info/  http://www.mct.gov.br/upd_bl ob/0200/200702.pdf  http://vidaaagua.dominiotemp orario.com/tenologias%20utiliz adas%20- %20compostagem.pdf