Apresentação 47 OAB - mercado carbono

1.868 visualizações

Publicada em

Muito antes da popularização do mercado de carbono no Brasil, iniciamos em 2005 um processo de divulgação (Protocolo de quioto), conscientização e explicações sobre esse inovador mercado ambiental. Essa apresentação foi utilizada de base para diversas palestras sobre o tema, hoje tão popularizado.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.868
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação 47 OAB - mercado carbono

  1. 1. “ (...) o Estado pode ser, e sempre foi ao longo da história, a principal força de inovação tecnológica (...) quando o Estado afasta totalmente seus interesses do desenvolvimento tecnológico e se torna incapaz de provê-lo sob novas condições, um modelo estatista de inovação leva à estagnação por causa da esterilização da energia inovadora autônoma da sociedade para criar e aplicar tecnologia.” CASTELLLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. A sociedade em rede, v. 1, Paz e Terra, São Paulo,2000, p.29.
  2. 2. Foto – Jornal O Estado de S. Paulo Alertas Derretimento das calotas polares Extinção de espécies Crescente desmatamento por queimadas coloca o Brasil como 5° maior poluidor atmosférico do planeta; Efeito Estufa
  3. 3. Alteração do Regime de Chuvas Alertas
  4. 4. Aquecimento da temperatura Global Alertas disponível em http://www.cger.nies.go.jp em 17.06.05. Mapa do Aquecimento Global em função da concentração de emissões de Co²
  5. 5. Alertas Para que a curva ascendente de emissão de gases poluentes passasse a ser descendente em 2020, de modo a fazer com que chegássemos a 2100 com um aumento inferior a 2ºC na temperatura do planeta, seria preciso reduzí-las, imediatamente, em 60%. Aquecimento da temperatura Global
  6. 6. Vinicius Maximiliano Carneiro Junho de 2005 O mercado de Créditos de Carbono SEMINÁRIO “DIREITO E MEIO AMBIENTE” 47ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (Cruzeiro-SP)
  7. 7. 1. Introdução ao Protocolo de Quioto 2. O que são Projetos de MDL 3. Tipos de Projetos de MDL 4. Oportunidades de Negócios 5. Projetos de MDL no Brasil 6. O Potencial do Mercado Nacional de Carbono 7. Conclusão Índice
  8. 8. <ul><li>Introdução ao </li></ul><ul><li>Protocolo de Quioto </li></ul>
  9. 9. Introdução ao Protocolo de Quioto O Protocolo de Quioto esta em vigor desde fevereiro 2005 COP I – Berlim – Alemanha, 1995 Eco 92- Convenção – Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima – Rio de Janeiro – Brasil, 1992 Estabelecido Protocolo de Quioto – Japão, 1997 Ratificação do Protocolo de Quioto pelo Brasil – Brasília, 2002. Ratificação do Protocolo pela Russia – Moscow, 2004 GAZETA MERCANTIL SEXTA FEIRA, 01, E FIM DE SEMANA, 2 E 3 DE OUTUBRO DE 2004 – ANO LXXXIV – N.º 22.928 MUDANÇAS CLIMÁTICAS Governo russo ratifica o Protocolo de Quioto
  10. 10. . Mudanças em processos Produtivos; . Só na Europa, 12 mil instalações industriais terão de reduzir suas emissões de gases; Introdução ao Protocolo de Quioto . Iniciam-se as discussões acerca dos projetos de MDL - Mecanismos de Desenvolvimento Limpo – CDM ( Clean Development Mechanism) ; Países que ratificaram o protocolo e deverão reduzir suas emissões
  11. 11. Introdução ao Protocolo de Quioto “ O objetivo do mecanismo de desenvolvimento limpo deve ser assistir às Partes não incluídas no Anexo I para que atinjam o desenvolvimento sustentável e contribuam para o objetivo final da Convenção, e assistir às Partes incluídas no Anexo I para que cumpram seus compromissos quantificados de limitação e redução de emissões, assumidos no Artigo 3.” (Protocolo de Quioto, Art.12.2)
  12. 12. 2. O que são Projetos de MDL
  13. 13. O que são projetos de MDL . Mecanismos de Desenvolvimentos Limpos – MDL - ( CDM Clean Development Mechanism) reformulação de mecanismos nos processos produtivos e de consumo de recursos com o objetivo de promover a mitigação de emissão de gases do efeito estufa nos países em desenvolvimento na forma de “sumidouros”, investimentos em tecnologias mais limpas, eficiência energética e fontes alternativas de energia. . Adicionalidade, critério fundamental para elegibilidade: - Reduções de emissões resultantes de cada atividade de projeto devem ser certificadas com base em reduções que sejam adicionais às que ocorreriam na ausência do projeto (cenário de referência ou linha de base). - Os CER’s (Certificados de Emissões Reduzidas) são derivados da diferença de emissões entre o cenário de referência e o cenário de projeto. . Impacto Social: - Projetos devem focar oferecer melhoria das condições de desenvolvimento social – desenvolvimento sustentável;
  14. 14. . Documento complexo e um projeto de longo prazo; O que são projetos de MDL . Demais critérios de elegibilidade: segundo o artigo 12.5 de Protocolo de Quioto, são elegíveis como Mecanismos de Desenvolvimento Limpo os projetos que utilizam tecnologias e técnicas que contribuam para: - Eficiência energética no uso final na indústria; - Energia renovável; - Aproveitamento energético das emissões de metano (CH4); - Redução nas emissões de “GEE” (Gases de Efeito Estufa), N2O (Oxido de Nitrogênio) e PFC´s (Perfluorcarbonos) no setor industrial; - Florestamento e reflorestamento para geração de matéria - prima de processos produtivos (carvão vegetal), urbano ou para a recuperação de áreas degradadas, abandonadas ou desmatadas. - redução nas emissões de GEE provenientes da fermentação entérica de rebanhos.
  15. 15. 3. Tipos de Projetos de MDL
  16. 16. <ul><li>. Geração de energia alternativa (eólica) </li></ul><ul><ul><li>- Para cada 1000 MW gerada por </li></ul></ul><ul><ul><li>ventos, evita-se a geração de 600 </li></ul></ul><ul><ul><li>toneladas de Co²; </li></ul></ul><ul><li>. Geração de energia renovável (biomassa) </li></ul><ul><ul><li>Energia a vapor gerada de </li></ul></ul><ul><ul><li>biomassa: reação cíclica do bagaço da </li></ul></ul><ul><ul><li>cana do álcool produzido; </li></ul></ul>Tipos de projetos de MDL Parque Eólico Mucuripe - Fortaleza CE
  17. 17. Tipos de projetos de MDL <ul><li>. Aproveitamento de gases poluentes em aterros sanitários </li></ul><ul><ul><li>- recuperação de metano para geração de energia elétrica e calor/vapor de uso </li></ul></ul><ul><ul><li>Microrregional – Ex.: abastecimento de energia elétrica do bairro de Perus </li></ul></ul><ul><ul><li>por energia gerada pelo aterro sanitário Bandeirante, na grande São Paulo; </li></ul></ul><ul><li>. Reflorestamento </li></ul><ul><li>Plantio de florestas </li></ul><ul><li>para fornecimento de </li></ul><ul><li>carvão vegetal para </li></ul><ul><li>siderurgia. </li></ul>Ilustração de esquema modelo para aterro sanitário – Projeto Nova Gerar
  18. 18. 4. Oportunidades de Negócios
  19. 19. . Países como Áustria e Japão demonstram interesse no investimento; . Investimento da ordem de US$ 50 milhões ao longo de 28 anos de projeto – pelo PCF; . Preço atual de negociação para cada tonelada de “Co² equivalente” é de U$1 a U$5. As previsões de mercado apontam para um valor futuro de US$ 30. Oportunidades de negócios . O Mercado de Carbono movimenta atualmente por ano cerca de 2 bilhões de dólares nas transações do Fundo Protótipo de Carbono (PCF), havendo a expectativa deste volume de negócios se elevar a 20 bilhões de dólares por ano a partir de 2008; Revista ECO 21, Ano XIII, Edição 81, Agosto de 2003. disponível em http://www.eco21.com.br
  20. 20. . Prototype Carbon Fund – PCF - Composto por recursos fornecidos por 6 países e 17 grandes empresas multinacionais  , juntamente com os outros  2 fundos destinados a investimentos em tecnologia limpa gerenciados pelo BIRD ,  monitora 300 empreendimentos nesta área, com valores médios entre US$ 3 e 15 milhões de dólares. Oportunidades de negócios <ul><li>. Outros Fundos de Financiamento de Projetos gerenciados pelo Banco Mundial </li></ul><ul><li>Bicarbon Fund – BCF </li></ul><ul><li>Community Development Carbon Fund - CDCF </li></ul>
  21. 21. . Ecosecurities - Maior empresa do mundo especializada em negócios com certificados de carbono. Detentora de 90% deste mercado com US$ 37 milhões em contratos assinados. Oportunidades de negócios Existem consultorias voltadas exclusivamente para o tema <ul><li>. Ecoinvest Assessoria - Há 3 anos no mercado nacional. Projetos de: </li></ul><ul><ul><li>Duas usinas de geração de energia elétrica a partir de biomassa   </li></ul></ul><ul><ul><li>em Piratini: 10 MW de potência; </li></ul></ul><ul><ul><li>- Usina de açúcar e álcool em Catanduva - 12 MW potência ; </li></ul></ul>
  22. 22. 5. Projetos de MDL no Brasil
  23. 23. <ul><li>. Projeto Plantar - Pioneirismo em MG o primeiro do </li></ul><ul><li>país </li></ul><ul><ul><li>A Siderúrgica receberá US$ 5,3 milhões do </li></ul></ul><ul><ul><li>Banco Mundial nos próximos 7 anos para a troca de </li></ul></ul><ul><ul><li>carvão mineral por carvão vegetal na produção de </li></ul></ul><ul><ul><li>Ferro-Gusa; </li></ul></ul><ul><ul><li>O plantio de florestas de eucalipto garantirá o </li></ul></ul><ul><ul><li>insumo vegetal a ser extraído para fabricação do </li></ul></ul><ul><ul><li>ferro. </li></ul></ul>Reflorestamento para a utilização de carvão vegetal Projetos de MDL no Brasil
  24. 24. . Projeto Nova Gerar - Geração de energia a partir de biogás extraído do tratamento do lixo em aterro sanitário localizado em Nova Iguaçu - RJ; - Estima-se que decorridos 21 anos o aproveitamento do gás do aterro para gerar eletricidade evitará a emissão de cerca de 15 milhões de toneladas de Co²; ATERRO SANITÁRIO NOVA GERAR Projetos de MDL no Brasil
  25. 25. . Aterro sanitário Bandeirante - Localizado na Grande São Paulo, o aterro bandeirante é o Depósito de metade do lixo da cidade com a taxa de recebimento de 7 mil toneladas de lixo por dia; Projetos de MDL no Brasil - Estima-se a capacidade de produzir 22 MW de energia a partir do biogás coletado, cerca de 170.000 MW h por ano; - É o maior projeto do mundo em geração de energia elétrica exclusivamente a partir do biogás, capaz de abastecer uma cidade com 400 mil habitantes; Aterro Sanitário Bandeirante, Área de 1,5 Km2 Motores Planta de geração
  26. 26. Projetos de MDL no Brasil <ul><li>. V&M do Brasil – A única fabricante nacional de tubos de aço sem costura assinou o maior contrato de venda de créditos de carbono no mundo através do International Finance Corporation (IFC),braço financeiro do BIRD; </li></ul><ul><ul><li>15 milhões de Euros por  créditos de cerca de 5 milhões de toneladas (Holanda) e, aproximadamente, US$ 1,2 milhão por 400 mil toneladas de Co² equivalente (Toyota Tsusho Corporation). </li></ul></ul><ul><ul><li>Evitará, nos próximos 21 anos, a emissão de aproximadamente 21,3 milhões de toneladas de “Co² equivalente” , sendo 17,3 milhões com a substituição do coque pelo carvão vegetal,   4 milhões com a captura de gás metano em atividades de carbonização. Terá de investir US$ 50 milhões em reflorestamento para garantir o suprimento de matéria-prima vegetal. </li></ul></ul>. Existem atualmente 50 projetos de MDL no Brasil;
  27. 27. 6. O Potencial do Mercado Nacional de Carbono
  28. 28. O potencial do mercado nacional . Estima-se que o Brasil possa ganhar algo em torno de 200 a 300 milhões de dólares anualmente; . BECE – Brazilian Environment Commodities Exchange: deverá estar operando até 2012 e articula, desde 1999 , uma rede de 40 mil pessoas de diversos pontos do país; . Investidores: Gamesa & Made; Mitsubishi, Marubeni, Sumitomo; Vesta e Wegmicon; Nordex e Wobben energy. . “ Commodities ambientais são mercadorias originais de recursos naturais, ou seja, matérias primas vitais para asobrevivência da agricultura e da industria no Brasil e no nomundo.” (Khalili, 2003)
  29. 29. O potencial do mercado nacional . Combustível limpo – álcool: cria o “crédito mundial” para que outros países possam emitir mais, já que reduzimos naturalmente nossas emissões de combustíveis fósseis; GAZETA MERCANTIL 15 DE SETEMBRO DE 2004 – ANO LXXXIV – N.º 22.916 COMBUSTÍVEIS Álcool para japonês comprar Primeiro – ministro confirma interesse em adquirir o produto brasileiro . O Brasil não está compromissado em reduzir suas emissões de Co², embora seja signatário do protocolo
  30. 30. GAZETA MERCANTIL 23 DE SETEMBRO DE 2004 – ANO LXXXIV – N.º 22.922 CRÉDITOS DE CARBONO Brasil poderá movimentar US$ 1 bilhão GAZETA MERCANTIL 16 DE FEVEREIRO DE 2005 – ANO LXXXIV - N.º 23.017 PROTOCOLO DE QUIOTO Brasil entra na disputa por projetos com Índia e China O BIRD calcula que o MDL absorverá até 2008 US$ 2 bilhões por ano Na Mídia O potencial do mercado nacional GAZETA MERCANTIL 12 E QUARTA,13 DE OUTUBRO DE 2004 – ANO LXXXIV – N.º 22.934 ESTRATÉGIA Indústria vai terceirizar reflorestamento Setor quer incentivar pequenos produtores a plantar florestas em áreas de baixa fertilidade
  31. 31. . Pequenos produtores de florestas reunindo– se em torno de um projeto comum; O potencial do mercado nacional Vista da Serra da Mantiqueira
  32. 32. . Comunidade Virtual Nacional sobre o assunto; . Com o objetivo de criação de uma rede mundial de profissionais envolvidos com o tema, a comunidade Carbon Credit Market vem discutindo os rumos do mercado nacional de carbono diante dos encaminhamentos da UNESCO e dos ajustes e metas determinadas pelo Protocolo de Quioto. <ul><li>http://www.orkut.com/Community . aspx ? cmm =489045 </li></ul>Na Internet O potencial do mercado nacional
  33. 33. 7. Conclusão
  34. 34. Conclusão “ A resposta a mudança do clima não admite posições unilaterais e isolacionistas, porque esse é um tema global que afeta a todos os povos e a todas regiões. (...) O pagamento do ônus da sustentabilidade não deve recair sobre os países que estão em desenvolvimento hoje, mas isso não nos exime tampouco, claro, de termos atitudes responsáveis. (...) o Protocolo de Quioto, especialmente pelo mecanismo de desenvolvimento limpo, nele previsto, é claramente um dos pilares da globalização solidária. (...) A implementação desse desenvolvimento sustentável implica a adesão aos princípios de transparência e da participação efetiva de todos na conservação do meio ambiente. (...) nossa competitividade, que decorre dos recursos naturais do mercado e da estrutura industrial brasileira, é reforçada pela capacidade do setor privado de oferecer, no mercado internacional de carbono, créditos resultantes de projetos exclusivamente nacionais.” Trechos de Discurso do ex – Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, na Cerimônia de Assinatura da Carta de Ratificação do Protocolo de Quioto pelo Brasil. Disponível em: http:// WWW.mct.gov.br /clima/quioto/discfhc.htm
  35. 35. Referências bibliográficas Músicas - PINK FLOYD. Us and Them. ECXOES, faixa 07; EMI Records, 2001. CASTELLLS, Manuel. A era da informação: economia, sociedade e cultura. A sociedade em rede, v. 1, Paz e Terra, São Paulo,2000, p.29. Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, Ministério da Ciência e Tecnologia. Efeito Estufa e a Convenção Sobre Mudança do Clima . Coordenação de Pesquisa em Mudanças Globais , Setembro de 1999. Ecológica Co² Organização para o Meio Ambiente. Perguntas e Respostas Freqüentes para projetos de CDM Floresta. Disponível em http:// www.ecologicaCo2.org.br em dezembro de 2004. Ecoenergy Brasil. Portifolio de carbono . Disponível em http:// www.ecoenergy.com em junho de 2004. Ecosecurities Corporation, Projeto de Aproveitamento do Biogás de Aterro Sanitário – NovaGerar: Preparado para a Unidade de Financiamento de Carbono (PCF - Prototype Carbon Fund), Fevereiro de 2004. Trechos de Discurso do ex – Presidente da República, Fernando Henrique Cardoso, na Cerimônia de Assinatura da Carta de Ratificação do Protocolo de Quioto pelo Brasil. Disponível em: http:// WWW.mct.gov.br/clima/quioto/discfhc.htm KHALILI, Amyra El. BECE – Brazilian Environment Commodities Exchange. Disponível em: http:// www. Analisefinanceira.com.br, em 20.06.05. Revista ECO 21, Ano XIII, Edição 81, Agosto de 2003. disponível em http://www.eco21.com.br . www.ambiente.sp.gov.br Protocolo de Quioto . Ministério da Ciência e Tecnologia, Ministério das Relações Exteriores da República Federativa do Brasil, tradução, 1999 . www.sfiec.org.br/artigos/energia/avaliação . [email_address] . clio.rediris.es/_atlas_s_xix/mapasmar.htm . www.cger.nies.go.jp . WWW.mct.gov.br
  36. 36. Vinicius Maximiliano Carneiro Junho de 2005 O mercado de Créditos de Carbono <ul><li>SEMINÁRIO “DIREITO E MEIO AMBIENTE” </li></ul>47ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (Cruzeiro-SP)

×