SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Resíduos
Escola EB 2,3 de MundãoAno lectivo 2010/ 2011 Disciplina: Geografia Docente: Helena Marques Trabalho realizado por: David Lemos nº8 9ºA Marco Rodrigues nº 12 9º A Mélanie Ferreira nº13 9ºA Rafael Marques nº18 9ºA
Introdução Com o decorrerdos anos, os resíduos passaram a ser uma questão de interesse global.  Digamos que os resíduos são uma consequência da sociedade, dado que as actividades económicas são as principais  causadoras destes mesmos resíduos. Este problema afecta todas as pessoas, pois muitas delas ainda não sabem o que fazer com os resíduos que produzem.
O que são resíduos ? ,[object Object]
 Estes provêm das indústrias, comércios e residências.
Os resíduos podem classificar-se como resíduos sólidos urbanos, hospitalares, industriaise agrícolas.,[object Object]
Resíduos industriais – geralmente denominados como lixo industrial, estes provêm da actividade industrial. Exemplo: pneus, têxteis, etc.
Resíduos hospitalares – este tipo de resíduos provêm dos serviços hospitalares. Exemplo: luvas, seringas, agulhas, etc.
Resíduos agrícolas – este tipo de resíduos, provêm da actividade agrícola. Exemplo: plástico, cartão, óleos, etc.,[object Object],[object Object]
 Uma forma eficaz, utilizada para reduzir a produção de resíduos, é a politica dos 4R’s.,[object Object]
Política dos 4R’s Reduzir -a quantidade de lixo que cada um de nós produz.  Reutilizar -  podemos fazê-lo se escolhermos produtos e embalagens que possam ser utilizadas várias vezes.  Restaurar - é um conjunto de actividades que visa restabelecer danos decorrentes do tempo em um bem imóvel ou móvel.  Reciclar - é um conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos e reutiliza-los.
A reciclagem Utiliza-se o termo reciclagem, para designar o reaproveitamento dos materiais. Todos nós devemos ter o cuidado emseparar o lixo e colocá-lo no respectivo ecoponto.   Em seguida estes resíduos, serão levados para um ecocentro, onde serão tratados de diferentes maneiras.
Compostagem  A compostagem é um processo biológico em que os microrganismos transformam a matéria orgânica, (com o estrume, os restos de comida, os papéis) num material semelhante ao solo, ao qual se chama composto e que pode ser utilizado como adubo.
Lixeiras a céu aberto Designa-se de lixeiras, os locais onde vários tipos de resíduos são depositados, sem qualquer tipo de tratamento. Este tipo de armazenamento de lixo, geralmente causa grandes danos ambientais, tais como a contaminação dos solos, das águas subterrâneas e do ar.  Para que estes desastres não aconteçam, o melhor é mesmo reciclarmos todo o tipo de resíduos.
Aterros sanitários Os aterros sanitários são instalações criadas, para haver uma deposição segura dos resíduos produzidos pelas pessoas.  Nestes locais, os resíduos são colocados em valas e em seguida são cobertos por terra. A última camada geralmente é terra e é arborizada, o que impede que o lixo fique a descoberto.  Um das vantagens dos aterros sanitários é a redução da poluição ambiental.
Incineração A incineração é um processo de destruição de resíduos, a elevadas temperaturas. Este processo é realizado em fornos específicos. Este tipo de destruição de resíduos é vantajoso, pois os microrganismos  que poderiam ser prejudiciais à saúde, são destruídos e os resíduos ao serem destruídos produzem electricidade. As cinzas que resultam da destruição dos resíduos, são colocadas em aterros sanitários, enquanto que os gases provenientes deste mesmo processo, são tratados e depois lançados na atmosfera.
Co-incineração ,[object Object]
Geralmente, os resíduos queimados, são tintas, vernizes, óleos usados, etc.,[object Object]
Pegada ecológica Já alguma vês pensaste  na quantidade de natureza que necessitas  para manter o teu estilo de vida?   A pegada ecológica  constitui uma forma de medir o impacto humano na Terra. Este conceito foi desenvolvido por MathisWadkernage e William Rees, que expressam a área produtiva equivalente de terra e mar necessária para produzir os recursos utilizados e assimilar os recursos gerados por uma dada  unidade de população.
Como ser uma família ecológica? Se quer conservar o seu planeta, seja uma família ecológica.  Comece por deixar de lado os seus maus hábitos, substitua  as suas lâmpadas, por lâmpadas económicas, separe o lixo, feche a torneiraenquanto lava os dentes, use folhas recicladas, opte pelos sprays que protegem o ambiente ou, se possível, evite-os. http://www.quercustv.org/spip.php?article109
Agradecimentos Agradecemos a disponibilidade da professora Helena Marques e do professor João Botelho, por nos terem ajudado, na realização do trabalho. Gostámos de realizar este trabalho, pois tivemos oportunidade de investigar um tema que nos afecta nos dias de hoje.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Gestão de resíduos e da água
Gestão de resíduos e da águaGestão de resíduos e da água
Gestão de resíduos e da água
 
Aula 5 reciclagem
Aula 5  reciclagemAula 5  reciclagem
Aula 5 reciclagem
 
Residuos industriais
Residuos industriaisResiduos industriais
Residuos industriais
 
GESTÃO AMBIENTAL
GESTÃO AMBIENTALGESTÃO AMBIENTAL
GESTÃO AMBIENTAL
 
Resíduos industrias
Resíduos industriasResíduos industrias
Resíduos industrias
 
Gerenciamento de Resíduos
Gerenciamento de ResíduosGerenciamento de Resíduos
Gerenciamento de Resíduos
 
Resíduos sólidos
Resíduos sólidosResíduos sólidos
Resíduos sólidos
 
Apresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio AmbienteApresentação Meio Ambiente
Apresentação Meio Ambiente
 
Resíduos
ResíduosResíduos
Resíduos
 
Tratamento de resíduos
Tratamento de resíduosTratamento de resíduos
Tratamento de resíduos
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
 
Educação Ambiental..pptx
Educação Ambiental..pptxEducação Ambiental..pptx
Educação Ambiental..pptx
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Destinação de Residuos Solidos
Destinação de Residuos SolidosDestinação de Residuos Solidos
Destinação de Residuos Solidos
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Slide coleta seletiva
Slide coleta seletivaSlide coleta seletiva
Slide coleta seletiva
 
Coleta Seletiva
Coleta SeletivaColeta Seletiva
Coleta Seletiva
 
Cartilha coleta seletiva
Cartilha coleta seletivaCartilha coleta seletiva
Cartilha coleta seletiva
 

Destaque

Projeto recicla ime - gestão de resíduos na universidade
Projeto recicla ime  - gestão de resíduos na universidadeProjeto recicla ime  - gestão de resíduos na universidade
Projeto recicla ime - gestão de resíduos na universidadeVanessa Barreto
 
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
Ppt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRioPpt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRio
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRioNuno Correia
 
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo Sustentável
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo SustentávelCidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo Sustentável
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo SustentávelBrenda Grazielle
 
Resíduos Perigoso Apresentação Senac
Resíduos Perigoso Apresentação SenacResíduos Perigoso Apresentação Senac
Resíduos Perigoso Apresentação SenacJefferson F. Oliveira
 
Regulamento centro convivio
Regulamento centro convivioRegulamento centro convivio
Regulamento centro conviviosocialcvpcb
 
Indicadores para gesto de residuos solidos urbanos
Indicadores  para gesto de residuos solidos urbanosIndicadores  para gesto de residuos solidos urbanos
Indicadores para gesto de residuos solidos urbanosMulti - Engenharias
 
O controle de residuos perigosos
O controle de residuos perigososO controle de residuos perigosos
O controle de residuos perigososLeandro Tomé
 
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
Ppt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRioPpt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRio
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRioNuno Correia
 
Direito ambiental _aula_2__slides
Direito ambiental _aula_2__slidesDireito ambiental _aula_2__slides
Direito ambiental _aula_2__slidesLuis Olavo
 
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)Dacifran Carvalho
 
Cidades do futuro, cidades sustentáveis
Cidades do futuro, cidades sustentáveis Cidades do futuro, cidades sustentáveis
Cidades do futuro, cidades sustentáveis Rafaela Galdino
 
Geologia 11 rochas sedimentares biogénicas
Geologia 11   rochas sedimentares biogénicasGeologia 11   rochas sedimentares biogénicas
Geologia 11 rochas sedimentares biogénicasNuno Correia
 

Destaque (20)

Projeto recicla ime - gestão de resíduos na universidade
Projeto recicla ime  - gestão de resíduos na universidadeProjeto recicla ime  - gestão de resíduos na universidade
Projeto recicla ime - gestão de resíduos na universidade
 
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
Ppt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRioPpt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRio
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
 
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo Sustentável
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo SustentávelCidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo Sustentável
Cidades sustentáveis - Resíduos Sólidos e Perigosos, e Urbanismo Sustentável
 
Resíduos Perigoso Apresentação Senac
Resíduos Perigoso Apresentação SenacResíduos Perigoso Apresentação Senac
Resíduos Perigoso Apresentação Senac
 
Biosfera em Risco
Biosfera em RiscoBiosfera em Risco
Biosfera em Risco
 
Regulamento centro convivio
Regulamento centro convivioRegulamento centro convivio
Regulamento centro convivio
 
Indicadores para gesto de residuos solidos urbanos
Indicadores  para gesto de residuos solidos urbanosIndicadores  para gesto de residuos solidos urbanos
Indicadores para gesto de residuos solidos urbanos
 
O controle de residuos perigosos
O controle de residuos perigososO controle de residuos perigosos
O controle de residuos perigosos
 
Direito Internacional Ambiental
Direito Internacional AmbientalDireito Internacional Ambiental
Direito Internacional Ambiental
 
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
Ppt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRioPpt 1   ResíDuos    Aterro SanitáRio
Ppt 1 ResíDuos Aterro SanitáRio
 
Direito ambiental _aula_2__slides
Direito ambiental _aula_2__slidesDireito ambiental _aula_2__slides
Direito ambiental _aula_2__slides
 
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)
O lixo eletrônico e a logística reversa (dcc)
 
Cidades do futuro, cidades sustentáveis
Cidades do futuro, cidades sustentáveis Cidades do futuro, cidades sustentáveis
Cidades do futuro, cidades sustentáveis
 
Lixo industrial e lixo doméstico
Lixo industrial e lixo domésticoLixo industrial e lixo doméstico
Lixo industrial e lixo doméstico
 
Política Nacional de Resíduos Sólidos
Política Nacional de Resíduos SólidosPolítica Nacional de Resíduos Sólidos
Política Nacional de Resíduos Sólidos
 
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizadaApresentação da política nacional de resíduos sólidos mma  atualizada
Apresentação da política nacional de resíduos sólidos mma atualizada
 
Gerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidosGerenciamento de resíduos sólidos
Gerenciamento de resíduos sólidos
 
Geologia 11 rochas sedimentares biogénicas
Geologia 11   rochas sedimentares biogénicasGeologia 11   rochas sedimentares biogénicas
Geologia 11 rochas sedimentares biogénicas
 
Poluicão Sonora
Poluicão SonoraPoluicão Sonora
Poluicão Sonora
 
Limpeza e higienização hospitalar
Limpeza e higienização hospitalarLimpeza e higienização hospitalar
Limpeza e higienização hospitalar
 

Semelhante a Resíduos - um mal necessário.O que fazer?

Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeDelziene Jesus
 
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cesar Bandeira
 
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaPromocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaCarmenElica
 
Reciclagem5
Reciclagem5Reciclagem5
Reciclagem5aveca
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptcarlossilva333486
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Jonatãs Demétrio
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeisCEPMBB
 
O problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9gO problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9gMayjö .
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeeercavalcanti
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeeercavalcanti
 
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptxEngLucilaMoreno
 
Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRCnrc_ong
 

Semelhante a Resíduos - um mal necessário.O que fazer? (20)

Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidade
 
Ppoint.Reciclagem
Ppoint.ReciclagemPpoint.Reciclagem
Ppoint.Reciclagem
 
Autor
AutorAutor
Autor
 
Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem Residuos e Compostagem
Residuos e Compostagem
 
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
Cartilha Resíduos Sólidos - Financial
 
Residuos8ano
Residuos8anoResiduos8ano
Residuos8ano
 
Resíduos sólidos indústriais Fastweld
Resíduos sólidos indústriais FastweldResíduos sólidos indústriais Fastweld
Resíduos sólidos indústriais Fastweld
 
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de VidaPromocao Saúde e Qualidade de Vida
Promocao Saúde e Qualidade de Vida
 
SUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADESUSTENTABILIDADE
SUSTENTABILIDADE
 
Reciclagem5
Reciclagem5Reciclagem5
Reciclagem5
 
Palestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.pptPalestra Coleta seletiva.ppt
Palestra Coleta seletiva.ppt
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
 
Equipe As imbativeis
Equipe As imbativeisEquipe As imbativeis
Equipe As imbativeis
 
Coletaseletiva
ColetaseletivaColetaseletiva
Coletaseletiva
 
O problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9gO problema dos resíduos 9g
O problema dos resíduos 9g
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Reciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidadeReciclagem e sua sustentabilidade
Reciclagem e sua sustentabilidade
 
Lixo nas grandes cidades 1º D
Lixo nas grandes cidades  1º DLixo nas grandes cidades  1º D
Lixo nas grandes cidades 1º D
 
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
- SLIDE COLETA SELETIVA.pptx
 
Apresentação NRC
Apresentação NRCApresentação NRC
Apresentação NRC
 

Resíduos - um mal necessário.O que fazer?

  • 2. Escola EB 2,3 de MundãoAno lectivo 2010/ 2011 Disciplina: Geografia Docente: Helena Marques Trabalho realizado por: David Lemos nº8 9ºA Marco Rodrigues nº 12 9º A Mélanie Ferreira nº13 9ºA Rafael Marques nº18 9ºA
  • 3. Introdução Com o decorrerdos anos, os resíduos passaram a ser uma questão de interesse global. Digamos que os resíduos são uma consequência da sociedade, dado que as actividades económicas são as principais causadoras destes mesmos resíduos. Este problema afecta todas as pessoas, pois muitas delas ainda não sabem o que fazer com os resíduos que produzem.
  • 4.
  • 5. Estes provêm das indústrias, comércios e residências.
  • 6.
  • 7. Resíduos industriais – geralmente denominados como lixo industrial, estes provêm da actividade industrial. Exemplo: pneus, têxteis, etc.
  • 8. Resíduos hospitalares – este tipo de resíduos provêm dos serviços hospitalares. Exemplo: luvas, seringas, agulhas, etc.
  • 9.
  • 10.
  • 11. Política dos 4R’s Reduzir -a quantidade de lixo que cada um de nós produz. Reutilizar - podemos fazê-lo se escolhermos produtos e embalagens que possam ser utilizadas várias vezes. Restaurar - é um conjunto de actividades que visa restabelecer danos decorrentes do tempo em um bem imóvel ou móvel. Reciclar - é um conjunto de técnicas que tem por finalidade aproveitar os detritos e reutiliza-los.
  • 12. A reciclagem Utiliza-se o termo reciclagem, para designar o reaproveitamento dos materiais. Todos nós devemos ter o cuidado emseparar o lixo e colocá-lo no respectivo ecoponto. Em seguida estes resíduos, serão levados para um ecocentro, onde serão tratados de diferentes maneiras.
  • 13. Compostagem A compostagem é um processo biológico em que os microrganismos transformam a matéria orgânica, (com o estrume, os restos de comida, os papéis) num material semelhante ao solo, ao qual se chama composto e que pode ser utilizado como adubo.
  • 14. Lixeiras a céu aberto Designa-se de lixeiras, os locais onde vários tipos de resíduos são depositados, sem qualquer tipo de tratamento. Este tipo de armazenamento de lixo, geralmente causa grandes danos ambientais, tais como a contaminação dos solos, das águas subterrâneas e do ar. Para que estes desastres não aconteçam, o melhor é mesmo reciclarmos todo o tipo de resíduos.
  • 15. Aterros sanitários Os aterros sanitários são instalações criadas, para haver uma deposição segura dos resíduos produzidos pelas pessoas. Nestes locais, os resíduos são colocados em valas e em seguida são cobertos por terra. A última camada geralmente é terra e é arborizada, o que impede que o lixo fique a descoberto. Um das vantagens dos aterros sanitários é a redução da poluição ambiental.
  • 16. Incineração A incineração é um processo de destruição de resíduos, a elevadas temperaturas. Este processo é realizado em fornos específicos. Este tipo de destruição de resíduos é vantajoso, pois os microrganismos que poderiam ser prejudiciais à saúde, são destruídos e os resíduos ao serem destruídos produzem electricidade. As cinzas que resultam da destruição dos resíduos, são colocadas em aterros sanitários, enquanto que os gases provenientes deste mesmo processo, são tratados e depois lançados na atmosfera.
  • 17.
  • 18.
  • 19. Pegada ecológica Já alguma vês pensaste na quantidade de natureza que necessitas para manter o teu estilo de vida? A pegada ecológica constitui uma forma de medir o impacto humano na Terra. Este conceito foi desenvolvido por MathisWadkernage e William Rees, que expressam a área produtiva equivalente de terra e mar necessária para produzir os recursos utilizados e assimilar os recursos gerados por uma dada unidade de população.
  • 20. Como ser uma família ecológica? Se quer conservar o seu planeta, seja uma família ecológica. Comece por deixar de lado os seus maus hábitos, substitua as suas lâmpadas, por lâmpadas económicas, separe o lixo, feche a torneiraenquanto lava os dentes, use folhas recicladas, opte pelos sprays que protegem o ambiente ou, se possível, evite-os. http://www.quercustv.org/spip.php?article109
  • 21. Agradecimentos Agradecemos a disponibilidade da professora Helena Marques e do professor João Botelho, por nos terem ajudado, na realização do trabalho. Gostámos de realizar este trabalho, pois tivemos oportunidade de investigar um tema que nos afecta nos dias de hoje.
  • 22. Webgrafia http://jorgeroriz.wordpress.com/periodo-de-tempo-de- decomposicao-do-lixo/ http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/meio-ambiente-reciclagem/decomposicao-do-lixo.php http://www.quercustv.org/spip.php?article109 http://pt.wikipedia.org/wiki/Res%C3%ADduos_s%C3%B3lidos http://www.apambiente.pt/politicasambiente/Residuos/Paginas/default.aspx http://www.google.pt/search?hl=pt-PT&q=residuos&gs_sm=e&gs_upl=839l2095l0l8l7l0l0l0l0l303l1157l0.3.2.1&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.&um=1&ie=UTF-8&tbm=isch&source=og&sa=N&tab=wi&biw=1304&bih=707 http://pt.wikipedia.org/wiki/Incinera%C3%A7%C3%A3o http://pt.wikipedia.org/wiki/Pegada_ecol%C3%B3gica http://conservacao.quercusancn.pt/content/view/46/70/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Aterro_sanit%C3%A1rio http://pt.wikipedia.org/wiki/Reciclagem http://www.slideshare.net/guestb6e50c/politica-dos-4rs http://pt.wikipedia.org/wiki/Compostagem http://pt.scribd.com/doc/28567987/Principais-tipos-de-residuos
  • 23. Proteja o seu planeta…