Avaliação lingua portuguesa 7º ano

759 visualizações

Publicada em

Interpretação do texto argumentativo : Transgressão leve mania nacional

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
759
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação lingua portuguesa 7º ano

  1. 1. AVALIAÇÃO DE LINGUA PORTUGUESA PROF(A) :PATRICIA REZENDE ANO:2015 SERIE: 7º ANO ALUNO.................................................................................................................................VALOR: TEMA: ARTIGODE OPINIÃO A mania nacional da transgressão leve (Michael Kepp) Pequenosdelitossãotransgressõeslevesque passamimpunese,noBrasil,estãotãoinstitucionalizadosque os transgressoresnemtêm ideiade que estãofazendoalgoerrado.Ouentãoacham esses"miniabusos"irresistíveis, apesarde causarem"minidanos"e/oulevaremadelitosmaiores.Essesmausexemplossãotambémcontagiosos. E, emuma sociedade naqual proliferam, serumcidadão-modeloexige que se reme contraumapoderosamaré ou que se beire a santidade.Algunspequenosdelitos - fazerbarulhoemcasaa pontode incomodaros vizinhos ou usar as calçadascomo depósitode lixoe de cocôde cachorro - diminuemaqualidade de vidaempequenas, mas significativas,doses.Elesilustramafrase doescritorMillôrFernandes:"Nossaliberdadecomeçaonde podemosimpediradosoutros". Apesarde os delitospequenosestareminstitucionalizadosdemaisparanotarou seremtentadoresdemaispara resistir,dizer"não"aelesbeneficiaasociedade comoumtodo.E um "não"vigorosoobastante pode alertaros distraídose os fracos de espíritopara que,emuma sociedade que se guiapela"lei de Gerson",nossabússola moral possa nosapontar o caminho. No anopassado,o grupo de adolescentesque furouaenorme filapara assistiraoshow gratuitode Naná Vasconcelos,naqual eue outrosesperávamosporhoras,impediunossaliberdade.Osjovensreceberamos ingressosgratuitosque,emboradevessemsernossos,se esgotaramantesde chegarmosàbilheteria. A frase de Millôrtambémcai comouma luvapara o casal que recentementepediuaumamigo - na minhafrente, na filadasbebidas,nointervalode umapeça - que comprasse comese bebesparaambos.O fura-filaindiretome irritounãosó porque demoroumaispara me atenderem mastambémporque osegundoatoestavaprestesa começar.Qual é a diferençadelesparaosmotoristasque me ultrapassampeloacostamentonasestradase depoisfurama fila,atrasandoaminhaviagem?E que dizerdaquelesmotoristasque costuramatrásdas ambulâncias?Outrospequenosdelitoscausamdanosporque representamumapequenaparte dareaçãoem cadeiaque corrói o tecidosocial.Osbrasileirosque contribuemparaa rede de consumode drogas nãosão apenasos que as comprammas até osque as consomem de vezemquandoemfestas.Umasimplestragadaliga você,mesmoque de modoínfimo,aotraficante e à balaperdida,masatos aparentemente tãoinócuose difíceis de condenarnos forçama pensarnoque constitui umpequenodelito.Porexemplo,que danosocial pode ser causadopeloroubode "lembrancinhas" - de toalhase cinzeirosde hotel acobertoresde companhiasaéreas? Bem,os hotéise companhiasaéreascompensamocustode substituiressesobjetosaumentandolevementeo preço.Os varejistasfazemomesmoparacompensaras perdascom pequenosfurtos. Outrospequenosdelitossãomaisfáceisde classificar,masigualmente tentadoresde cometer.Vejaocaso da pessoaque nãodiz ao caixaque recebeuporenganoumanota de R$ 50 em vezda corretanota de R$ 10. Ou do garoto que obedece aotrocador,passa porbaixoda roletae lhe passa umanota de R$ 1 emvezde pagar à empresade ônibusR$ 1,60. Esse subornonão é igual a pagar à políciauma propinapara se safar? Essascaixinhasnãoseriamtambémcriasdo famosocaixadois,que jávirouuma instituição? Um dos meusvizinhosdisseque algunsdessespequenosdelitos,comováriostiposde caixadois,sãofrutoda necessidade.Ele escreve,emboranãoassine,monografiasparaque universitáriospreguiçosos/ocupados terminemseuscursos. É assimque põe comida na mesa.Apesarde defendersuaatividade antiéticadizendoque "afome tambémé antiética",ele bemque poderiaperder20 quilos.OutrovizinhovendeusuacoberturanoRiocom umavista espetaculardaflorestadaTijucaporque descobriuque,noprazode um ano,um arranha-céuseriaconstruído, acabandocom a vistae desvalorizandooimóvelemR$50 mil.Ele disse issoaoscompradores?Não.E eutambém não consideroesse delitotãopequenodiante dovalor doprejuízo.Apesarde osdelitospequenosestarem institucionalizadosdemaisparanotarou seremtentadoresdemaispararesistir,dizer"não"a elesbeneficiaa sociedade comoumtodo.E um "não" vigorosoobastante pode alertaros distraídose os fracos de espíritopara que,emuma sociedade que se guiapela"lei de Gerson",nossabússolamoral possanosapontaro caminho.
  2. 2. 01 - O textoemquestãoé um artigode opinião,portanto: a) temideiasdefendidaspeloautore argumentosparadefendê-las. b) tem ideiasdefendidaspeloautor,massemargumentosconsistentes. c) as ideiasnãosão consistentesporque empregaexemplosdocotidianoe issonãosãoargumentos. d) deveriaestarmelhorestruturadoparaconvenceroleitorcomargumentosmaisenfáticos. 02 - Já na introduçãodotextoé perceptível aideiadesenvolvidae defendidapeloarticulistaaolongodotexto.O que o autor defende é: a) uma novaconstituiçãoque venhapunirmausexemplos. b) a faltade liberdade que asociedade tem,mascaradapor delitosinstitucionalizados. c) a conscientizaçãodasociedade dospequenosdelitose “miniabusos”que têmaumentadoe passam despercebidospormuitos. d) os danossociaisque acabampor dificultarasrelaçõescotidianas. 03 - O autor empregainúmerosexemplosparajustificarosabusossociaiscotidianos.Assinaleaalternativa correta com relaçãoaos exemplosempregadosporele: A - Delitosque prejudicamaqualidade de vidadosoutrose limitamsualiberdade. B - Atos que atrapalhamas relaçõessociaise causamdanosà sociedade. C - Pequenasaçõesque sãotentadoras. D - Abusosque as pessoaschamamde justificadospornecessidade. 04 - Justifiqueoempregodasaspasnas expressões"miniabusos","minidanos": a) Trata-se de umacitação. b) Realçar,destacar,as palavrasque sãopouco usuais,sugerindoironiaaoleitor. c) Indicaa falado autor/personagem. d) Denota hesitaçãoporparte do escritor. 5- Observe otextoacima.Quemassinao texto? 6- O textoestáescritoem1ª ou 3ª pessoa?Dê exemploque comprove suaresposta. 7- O autor do textousaaspas nas palavras“ minidanose mini-abusose lembrancinhas”.Quantoà intençãodo uso desse recursotipográfico,asaspasnessaspalavrasindicamque: ( ) essaspalavrasnão existemnodicionário ( ) o autor faz umcomentáriocrítico por meiodelas ( ) o autorquer apenasdestacaras palavras 8- Relacione asalternativascorrespondendoossignificadosde expressõesque estãonotexto: a) “ que se reme contrauma poderosamaré” b) que se beire asantidade’ c) alertaros distraídos(...) paraque (...) nossabússola moral possanosapontar o caminho” ( ) conheceras regras e saber as atitudescorretasparaensinaraosoutros a melhorformade agir. ( ) Lutar contra os mausexemplos,que sãomuito fortes. ( ) Serextremamentecorreto,de uma maneiraquase mpossível. 9-De acordocom a frase no textoacima:”...masatosaparentemente tãoinócuos...”,semmudaro sentidoe considerandooseu contexto,qual daspalavrasabaixopoderiasersubstituídapelapalavrasublinhada: a) inesquecíveis b) injustos c) iníquos d) insidiosos e) inofensivo
  3. 3. 10- Segundooautor dotexto,as pessoasnãotêmideiade que estãofazendoalgoerradoquando cometemas pequenastransgressõescitadase que issose deve à(ao): a) faltade responsabilidadedostransgressoresparacomas instituiçõesgovernamentais. b) fato de que no Brasil a impunidade prevalece. c) institucionalizaçãode pequenosdelitosque se tornouoficial,apresentando-se comoverdade. d) falta de educaçãoformal nas instituiçõesescolares. e) facilidade e atentaçãode cometeros pequenosdelitos. 11- Aindade acordocom os pronomessublinhados(eu,outrose nossa),assinale aopçãoque representaaquem se referemestespronomesnotexto. a) o autor / a Naná e o Millôr/ de todos as pessoascitadas b) o Millôr/o grupo de adolescentes/doautore da Naná c) a Naná / os jovens/de toda a sociedade d) o autor/ as pessoasda fila/do autor e daspessoasda fila e) o Millôr/ os adolescentesdafila/doautor e dosjovens 12-Classifiqueosperíodosemsimplesoucompostoscirculandoosverbosnasalternativasabaixo: 1. O garoto chutou a bolae marcou o gol váriasvezes. 2. A meninarodopiavaabonecao tempointeiro. 3. O elefante é umanimal muitogrande. 4. Eu a amava de tal maneiraque me levantavapelamanhãparalevarseucafé na cama. 5. A mulhercomprouo bolode aniversárioe festejoucomseusamigos. BOA PROVA!!!

×