Livro dos Espiritos questao 205 - Evangelho - Apostolos parte 2

782 visualizações

Publicada em

Reuniao Publica GECD - Estudo do Livro dos Espiritos e Evangelho Segundo o Espiritismo

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
782
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
87
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espiritos questao 205 - Evangelho - Apostolos parte 2

  1. 1. Estudo de O Livro dos Espíritos e do Evangelho Segundo o Espiritismo L.E. – Questão 205 Evangelho – Os apóstolos Dubai, 06/10/2013 Parte II - Cap. IV - Da Pluralidade das Existências Parentesco, Filiação
  2. 2. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 2 205. A algumas pessoas a doutrina da reencarnação se afigura destruidora dos laços de família, com o fazê-los anteriores à existência atual. “Ela os distende; não os destrói. Fundando-se o parentesco em afeições anteriores, menos precários são os laços existentes entre os membros de uma mesma família. Essa doutrina amplia os deveres da fraternidade, porquanto, no vosso vizinho, ou no vosso servo, pode achar-se um Espírito a quem tenhais estado presos pelos laços da consangüinidade.”
  3. 3. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 3 a) - Ela, no entanto, diminui a importância que alguns dão à genealogia, visto que qualquer pode ter tido por pai um Espírito que haja pertencido a outra raça, ou que haja vivido em condição muito diversa. “É exato; mas essa importância assenta no orgulho. Os títulos, a categoria social, a riqueza, eis o que esses tais veneram nos seus antepassados. Um, que coraria de contar, como ascendente, honrado sapateiro, orgulhar-se- ia de descender de um gentil-homem devasso. Digam, porém, o que disserem, ou façam o que fizerem, não obstarão a que as coisas sejam como são, que não foi consultando-lhes a vaidade que Deus formulou as leis da Natureza.”
  4. 4. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 4 Os que encarnam numa família, sobretudo como parentes próximos são, as mais das vezes, Espíritos simpáticos, ligados por anteriores relações, que se expressam por uma afeição recíproca na vida terrena. Mas, também pode acontecer sejam completamente estranhos uns aos outros esses Espíritos, afastados entre si por antipatias igualmente anteriores, que se traduzem na Terra por um mútuo antagonismo, que aí lhes serve de provação. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação Não são os da consangüinidade os verdadeiros laços de família e sim os da simpatia e da comunhão de idéias, os quais prendem os Espíritos, antes, durante e depois de suas encarnações.
  5. 5. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 5 A desvinculação entre os que se amam com a necessidade de sanar os enganos e erros do amor assume habitualmente o aspecto de dolorosa cirurgia psíquica. Por semelhante razão, a Divina Sabedoria concede às criaturas tempo e condições renovadas na preparação gradual do acontecimento. Essa desvinculação, via de regra, se verifica numa constante digna de nota - a posição de pais e filhos, incluindo-se nela os pais e filhos adotivos -, de vez que, no enternecimento do lar, todos os jogos da ternura são colocados na mesa do cotidiano, revestidos de encantamento construtivo. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação Desvinculação
  6. 6. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 6 No fundo, porém, da personalidade paterna ou do maternal coração, descansam os remanescentes de grandes afeições, às vezes desequilibradas e menos felizes, trazidos de outras estâncias, nos domínios da reencarnação. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação A libido ou o instinto sexual na forma de energia psíquica, tendente à conservação da vida, permanece, em muitos casos, na carícia dos pais, vestida em veludíneo manto de carinho e beleza, mas o amor é ainda, no adito do espírito, qual fogo de vida que se nutre do próprio lenho.
  7. 7. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 7 Os pequeninos, porém, recém-vindos da amnésia natural que a reencarnação lhes impõe, não conseguem esconder as próprias disposições no campo das preferências. E surgem neles, de inopino quase sempre, as inclinações descontroladas, nos caprichos com que se mostram, exigindo especial atenção de pai ou mãe. A revelarem, de modo claro, para que rumo se lhes dirigem os laços mais fortes. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação Geralmente, com muitas exceções, aliás, as filhas se voltam para os pais e os filhos para as mães, patenteando a natureza das ligações havidas em existências passadas e prenunciando a obra de desvinculação que se executará, inevitável, no futuro próximo.
  8. 8. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 8 Óbvio que nem todos os filhos aparecem no lar categorizados à conta da desvinculação afetiva, porquanto milhões de Espíritos no corpo da Humanidade tomam a estrutura física, no desempenho de encargos simples ou complexos, valendo-se da colaboração dos pais, à maneira de amigos que se entreajudam, nas faixas da confiança e da afinidade recíprocas. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação Referimo-nos, porém, ao lar como pouso de desligamento, porque, na Terra, as relações entre pais e filhos e, conseqüentemente, as relações de ordem familiar constituem clima ideal para a libertação de quantos se jungiram entre si, de modo inconveniente, nos desregramentos emotivos em nome do amor.
  9. 9. GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 9 Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Parentesco, Filiação “É indispensável amar e desculpar, compreender e servir, tantas vezes quantas se façam necessárias, de modo a que sofrimento e dissensão desapareçam e a fim de que, nas bases da compreensão e da bondade de hoje, as crianças de hoje se levantem na condição de Espíritos reajustados, perante as Leis do Universo, garantindo aos adultos, nas trilhas das reencarnações porvindouras, a redenção de seus próprios destinos”. Emmanuel, do Livro Sexo e Vida.
  10. 10. Dubai, 05/02/2013 Jesus e os apóstolos..
  11. 11. 11 Cap 4 - Discípulos Depois de uma de suas pregações do novo Reino, Jesus chamou os doze companheiros que, desde então, seriam os intérpretes de suas ações e de seus ensinos. Eram eles os homens mais humildes e simples do lago de Genesaré.
  12. 12. 12 Cap 4 - Discípulos O reduzido grupo de companheiros do Messias experimentou a princípio, certas dificuldades para harmonizar-se. Pequeninas contendas geravam a separatividade entre eles. De vez enquando o Mestres os surprendia em discussões inúteis sobre qual deles seria o maior no reino de Deus; de outras vezes qual deles revelava sabedoria maior no campo do Evangelho. Iniciando-se, entretanto, o período de trabalhos ativos pela difusão da nova doutrina, o Mestre reuniu os doze em casa de Simão Pedro e lhes ministrou as primeiras instruções referentes ao grande apostolado.
  13. 13. 13 Cap 4 - Discípulos Amados, entrou Jesus a dizer com mansidão extrema – não tomareis o caminho largo por onde anda toda gente, levada pelos interesses fáceis e inferiores; buscareis a estrada escabrosa e estreita dos sacrifícios pelo bem de todos. Também não penetreis nos centros de discussões estéreis, à moda dos samaritanos, nos das contendas que nada aproveitam às edificações do verdadeiro Reino nos corações com sincero esforço. Ide antes em busca das ovelhas perdidas da casa de nosso Pai que se encontram em aflição e voluntariamente desterradas de seu divino amor. Reuni convosco todos os que se encontram de coração angustiado e dizei-lhes, de minha parte, que é chegado o Reino de Deus.
  14. 14. 14 Cap 4 - Discípulos Todavia, sabeis que acima de tudo está o nosso Pai e que, portanto, é preciso não temer, pois um dia toda a Verdade será revelada e todo o bem triunfará. O que vos ensino em particular, difundi-o publicamente; porque o que agora escutais aos ouvidos será o objeto de vossas pregações de cima dos telhados Trabalhai pelo Reino de Deus e não temais os que matam o corpo, mas não podem aniquilar a alma; temei antes os sentimentos malignos que mergulham o corpo e a alma no inferno da consciência. Se tendes de sofrer, considerai que também eu vim à Terra para dar o testemunho e não é o discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais que o seu senhor. Se o adversário da luz vai reunir contra mim as tentações e zombarias, o ridículo e a crueldade, que não fará aos meus discípulos.
  15. 15. 15 Cap 4 - Discípulos “Empregai-vos no amor do Evangelho e qualquer um de vós que me confessar, diante dos homens, eu o te confessarei igualmente diante de meu Pai que está nos céus”. “Mas nos dias dolorosos da humilhação, não vos de cuidados como haveis de falar, porque minha palavra estará convosco e sereis inspirados quanto ao que houverdes de dizer. Porque não somos nós que falamos; o Espírito amoroso do nosso Pai é que fala em todos nós”.
  16. 16. Participe desta Campanha! Happy Tuesday http://espacodespertar.blogspot.com Preparando e/ou distribuindo os lanches, todas as terças no Grupo de Estudo André Luiz Doações: - Água Mineral, Suco de Caixinha, Frutas Para participar, entrar em contato com Mirna: mirna.muncke@gmail.com

×