Livro dos Espiritos Questao 202 e Atos dos Apostolos

1.019 visualizações

Publicada em

Reuniao Publica GECD

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.019
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
85
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Livro dos Espiritos Questao 202 e Atos dos Apostolos

  1. 1. Estudo de O Livro dos Espíritos e do Evangelho Segundo o Espiritismo L.E. – Questão 202 Evangelho – Os apóstolos e a primeira pregação Dubai, 22/09/2013 Parte II - Cap. IV - Da Pluralidade das Existências Sexo nos Espíritos
  2. 2. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 2 202. Quando errante, que prefere o Espírito; encarnar no corpo de um homem, ou no de uma mulher? “Isso pouco lhe importa. O que o guia na escolha são as provas por que haja de passar.” Os Espíritos encarnam como homens ou como mulheres, porque não têm sexo. Visto que lhes cumpre progredir em tudo, cada sexo, como cada posição social, lhes proporciona provações e deveres especiais e, com isso, ensejo de ganharem experiência. Aquele que só como homem encarnasse só saberia o que sabem os homens.
  3. 3. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 3 “Sabemos hoje com segurança que a sexualidade é um sistema de polaridade não adistro a forma específica do aparelho sexual. Na verdade, a sexualidade é a fonte única dos dois sexos, o masculino e o feminino. Para a mudança de sexo na reencarnação, em face da necessidade de experiências novas no plano evolutivo, basta a inversão da polaridade na adaptação do espírito ao novo corpo material. Essas inversões se processam no períspirito, como ensina KARDEC, pois é este, e não o corpo o controlador de todo o funcionamento orgânico e fisiológico do corpo material. Herculano Pires (1914-1979)
  4. 4. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 4 “A homossexualidade, também hoje chamada transexualidade, em alguns círculos de ciência, definindo-se, no conjunto de suas características, por tendência da criatura para a comunhão afetiva com uma outra criatura do mesmo sexo, não encontra explicação fundamental nos estudos psicológicos que tratam do assunto em bases materialistas, mas é perfeitamente compreensível, à luz da reencarnação”. Consultar também
  5. 5. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 5 “Observada a ocorrência, mais com os preconceitos da sociedade, constituída na Terra pela maioria heterossexual, do que com as verdades simples da vida, essa mesma ocorrência vai crescendo de intensidade e de extensão, com o próprio desenvolvimento da Humanidade, e o mundo vê, na atualidade, em todos os países, extensas comunidades de irmãos em experiência dessa espécie, somando milhões de homens e mulheres, solicitando atenção e respeito, em pé de igualdade ao respeito e à atenção devidos às criaturas heterossexuais”.
  6. 6. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 6 “A coletividade humana aprenderá, gradativamente, a compreender que os conceitos de normalidade e de anormalidade deixam a desejar quando se trate simplesmente de sinais morfológicos, para se erguerem como agentes mais elevados de definição da dignidade humana, de vez que a individualidade, em si, exalta a vida comunitária pelo próprio comportamento na sustentação do bem de todos ou a deprime pelo mal que causa com a parte que assume no jogo da delinqüência. ” Chico Xavier no Livro Sexo e Vida pelo Espírito Emmanuel Consultar também
  7. 7. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 7 Observadas as tendências homossexuais dos companheiros reencarnados nessa faixa de prova ou de experiência, é forçoso se lhes dê o amparo educativo adequado, tanto quanto se administra instrução à maioria heterossexual. E para que isso se verifique em linhas de justiça e compreensão, caminha o mundo de hoje para mais alto entendimento dos problemas do amor e do sexo, porquanto, à frente da vida eterna, os erros e acertos dos irmãos de qualquer procedência, nos domínios do sexo e do amor, são analisados pelo mesmo elevado gabarito de Justiça e Misericórdia. Isso porque todos os assuntos nessa área da evolução e da vida se especificam na intimidade da consciência de cada um.” – Pelo Espírito Emmanuel
  8. 8. Parte II - Cap. IV – Da pluralidade das Existências. Sexo nos Espíritos GECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 8
  9. 9. Dubai, 05/02/2013 Jesus e os apóstolos..
  10. 10. 10 Primeiras Pregações Nos primeiros dias dos anos 30, antes de suas gloriosas manifestações...(Jesus se despede de Joao Batista e segue a Jerusalém. Sentado como um peregrino, nas adjacências do templo, Jesus foi notado por um grupo de sacerdotes e pensadores ociosos, que se sentiram atraídos pelo seu olhar lúcido e profundo... _Galileu que fazes na cidade? _Passo por Jerusalém, buscando a fundação do Reino de Deus! Exclamou o Cristo com modesta nobreza. _Reino de Deus? – tornou o sacerdote com ironia. _E que pensas tu venha a ser isso? _Esse Reino é a obra divina no coração dos homens! - Esclareceu Jesus com grande serenidade
  11. 11. 11 Primeiras Pregações _Com quem contas para levar avante essa difícil empresa? Quais são teus seguidores e companheiros? …Acaso terás conquistado o apoio de algum príncipe desconhecido e ilustre para auxiliar-te na execução de teus planos? _Meus companheiros hão de chegar de todos os lugares – respondeu o Mestre com humildade. _Sim observou Hanã -, os ignorantes e os tolos estão tem toda a parte na Terra. Certamente, que esse representara o material da tua edificação....
  12. 12. 12 Primeiras Pregações Algum tempo depois de haver passado por Caná, Jesus se encontrava nas vizinhanças de Cafarnaum, como se procurasse, com viva atenção, algum amigo que estivesse à sua espera. Logo Jesus alcança as margens do Tiberíades e vai ao encontro de um grupo de pescadores que entoavam uma cantiga rude, deitando as redes com profunda alegria. Parecendo conhecer a todos, disse Jesus: _Simão e André, filho de Jonas, venho da parte de Deus e vos convido a trabalhar pela instituição do meu Reino na Terra! _Quereis ser meus discípulos? _Senhor seguiremos teus passos.
  13. 13. 13 Primeiras Pregações O Mestre acompanhado de Simão e André, e grande grupo de curiosos segue para o centro de Cafarnaum, entrou calmamente na coletoria de impostos, e avistando um funcionário culto conhecido publicano da cidade, perguntou-lhe: _Que fazes tu Levi? _Recolho os impostos do povo , devido a Herodes. _Quer vir comigo para recolher os bens do Céu? Perguntou-lhe Jesus com firmeza e docura. Levi, sem poder definir as santas emoções que lhe dominaram a alma... _Senhor estou pronto! _Então vamos disse Jesus abraçando-o.
  14. 14. 14 Primeiras Pregações Na tarde desse mesmo dia, o Mestre fez a primeira pregação da Boa Nova na praça ampla, junto às águas. No céu vibram harmonias vespertinas, como se a tarde possuísse também uma lama sensível. As árvores acenavam os ramos verdes ao vento do crepúsculo, como mãos da Natureza que convidassem os homens para a celebração daquele primeiro ágape. Jesus contemplou a multidão e enviou-lhe um sorriso de satisfação.. (Cap.3 – Livro Boa Nova – pelo Espírito Humberto de Campos)

×