Enzimas 
• Conceito e mecanismo de acção. 
• Classificação das enzimas. 
• Enzimas regulação de metabolismo. 
• Importanci...
Enzimas 
• Enzimas: são moléculas proteícas produzidas pelas 
células vivas, conforme instrução dos genes dos 
cromossomas...
Enzimas
Cont. 
• Um catalisador é definido como um agente que 
acelera uma reacção quimica sem ser consumida no 
processo. Em algu...
Cont. 
• Algumas moleculas proteicas por si so funcionam 
como enzimas. Outras proteinas de nominadas 
apoenzimas apenas p...
Cont. 
• Geralmente as enzimas sao denominadas pela 
adivisao do sufixo “-ase” ao nome do 
substracto indicando o copmpost...
Cont. 
• A molécula especifica na qual a enzima ectua 
e referida como substracto da enzima. Cada 
enzima tem um substract...
Classificação das Enzimas 
• As enzimas são classificadas de acordo com o 
modo de acção e podemos encontrar seis (6) 
gra...
1.Enzimas oxidorredutases 
• Este grupo de enzimas é muito importante 
para o funcionamento celular e constitue um 
dos gr...
Cont. 
• O resultados quimico global de esses 
processos de oxidacao é um continuo 
consumo de oxigenio e com a producao d...
Cont. 
• O nome indicas-nos a perca de electroes ou 
eliminacao de H2 e ou ganho de O2 e vice-versa. 
Sempre que uma subst...
2. Transferases 
• É um grupo de enzimas do metabolismo 
intermediario que tem como caracteristicas de 
catalizar reacoes ...
3.Hidrolase. 
• São as produzem a hidrolase dos substratos. Estas 
rompem determinados enlaces,(C-O, C-N e P-O) 
suscepeti...
4. Liases 
• Grupo heterogénico que cataliza as remoções 
de grupo de substratos por mecanismo 
diferentes a hidrolise. Es...
5.Isomerases. 
• São responsavveis de catalizar todas as 
reacões de interconversao de isomeros entre 
si incluindo sa rac...
6.Ligases ou Sentitases 
• Catalizam a uniao de dois substratos acoplada a 
roptura de um e enlace pirofosfato de ATP ou 
...
Nomenclatura das Enzimas 
Existem três métodos para nomenclatura enzimática: 
Nome recomendado: mais curto e utilizado no...
Enzimas na regulacao de 
metabolismo. 
• As enzimas perpetuam de forma ordenada o 
fluxo metabolico para diferentes rotas ...
Factores que afectam a eficiência das 
enzimas 
• Muitos factores afetam a eficacia das enzimas. 
certas alteracoes das fi...
Metabolismo. 
• Refere se atodas as reacoes quimicasque ocorrem no 
interiopr da celula, que se chama reacoes metabolicas....
Catabolismo 
• Catabolismo refere se a todas as reacoes que 
ocorrem na celula, sao discritas com miores 
detalhes na secc...
Anabolismo. 
• Sao todas as reacoes que ocorrem na celula 
discritas com maior detalhes, envolve a 
congregacao de molecul...
Importâncias bioquimica. 
• Para que a vida seja possível, é necessário que 
as reações químicas que a sustentam se dêem 
...
Cont. 
• Na maioria das reacções bioquímicas, baixam 
a energia de ativação necessária para que se 
dê uma reação química....
Cont. 
• Como intervêm nas reacções químicas que 
sustentam a vida, a compreensão do seu 
funcionamento é importante em ár...
Mecanismo de accao das Enzimas. 
• As enzimas são biocatalizadoras das reacoes quimicas no 
organismo, essas reacoes podem...
Enzimas metabólicas 
E que e a maior ou a primeira têm um papel 
em todos os processos corpóreos, incluindo 
respiração, f...
Enzimas digestiva 
E a segunda categoria e são cerca de 22. A 
maior parte delas é fabricada no pâncreas. 
Elas são secret...
Enzimas Alimenticias 
Temos que considerar quando planejamos 
nossas dietas são a terceira categoria, as 
enzimas alimentí...
Aplicabilidade Terapeutica 
• Na aplicabilidade terapeutica encontramos 
alguns tratamento tais como: 
• Intradermoterapia...
Intradermoterapia 
• Intradermoterapia é um procedimento 
médico que consiste na aplicação de enzimas 
que promovem a quei...
Carboxiterapia 
• É uma técnica nova, simples e comprovada utilizada 
para o tratamento da flacidez cutânea, celulite e es...
Cont. 
• Quando aplicado em camada mais superficial 
estimula a síntese de elastina e de colágeno 
contribuindo para a ret...
Mesoterapia 
• E uma técnica que consiste em aplicações de 
substâncias (enzimas + medicamentos) para a 
redução de peso, ...
Cont. 
• Dessa forma, elas não retornam, mas caso a 
pessoa comece a fazer uso de alimentação 
super calórica durante o tr...
Cont. 
• Para este tratamento, existem enzimas para 
aplicação intramuscular (IM) e intra dérmica 
(ID). A IM é utilizada ...
Fim
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Enzimas

1.390 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Enzimas

  1. 1. Enzimas • Conceito e mecanismo de acção. • Classificação das enzimas. • Enzimas regulação de metabolismo. • Importancia bioquímica. • Aplicabilidade em terapêutica
  2. 2. Enzimas • Enzimas: são moléculas proteícas produzidas pelas células vivas, conforme instrução dos genes dos cromossomas. As enzimas são referidas como catalisadores biologicos-moléculas biologicos que catalisam reacções metabolicas.
  3. 3. Enzimas
  4. 4. Cont. • Um catalisador é definido como um agente que acelera uma reacção quimica sem ser consumida no processo. Em alguns casos, uma reacção metabolica especifica nao ocorre na ausencia de um catalizador enzimatico. Quase todas as reaccões na celula necessitam da presença de enzimas especificas. Embora as enzimas influienciem a direção da reação e aumenta a sua velocidade elas nao fornecem energia necessaria para ativar a reação.
  5. 5. Cont. • Algumas moleculas proteicas por si so funcionam como enzimas. Outras proteinas de nominadas apoenzimas apenas podem funcionar como enzimas isto e, apenas podem catalizar uma reaccao quimica apois a sua ligacao com um catalizador nao proteica. Algumas apoenzimas necessitam de ioes metalicos Ex: Ca2+, Fe2+, Mg2+, Cu2+ como composto, enquanto outras requerem compostos do tipo vitaminas chhamdas Coenzimas, como vitamina flavina adenina de nucleotideo(FAD) e nicotinamida adeninadinucleotideo (NAD).
  6. 6. Cont. • Geralmente as enzimas sao denominadas pela adivisao do sufixo “-ase” ao nome do substracto indicando o copmposto, tipos de compostos sobre os quais a enzima exersse os seus efeitos. Por exemplo protoases , carboidrases e lipases sao enzimas especificas para proteinas, carboidratos e lipidos respectivamente.
  7. 7. Cont. • A molécula especifica na qual a enzima ectua e referida como substracto da enzima. Cada enzima tem um substracto particular no qual ela exerse o seu efeito, assim as enzimas são consideradas especificas. Embora o nome da maioria das enzimas termine em “-ase”, outras possuem nomes sem esse sufixo. Ex: lisozimas e hemolizimas.
  8. 8. Classificação das Enzimas • As enzimas são classificadas de acordo com o modo de acção e podemos encontrar seis (6) grandes grupos, onde cada grupo tem varios subgrupos e cada enzima é codificada por um codigo especifico: • 1.Oxidorredutases. • 2.Transferases. • 3.Hidrolases. • 4.Liases. • 5.Isomerases. • 6.Ligases ou Sentitases
  9. 9. 1.Enzimas oxidorredutases • Este grupo de enzimas é muito importante para o funcionamento celular e constitue um dos grupos mais interessantes e mais complexo da química fisiologica. Atraves delas o organismo adquire a energia necessaria para realizar suas funcoes vitais a partir da oxidacao dos produtos alimenticios.
  10. 10. Cont. • O resultados quimico global de esses processos de oxidacao é um continuo consumo de oxigenio e com a producao de anidridos carbonico e agua. Tudo e possivel gracas as enzimas oxidorredutases que tambem podem-se chamar de redoxases ou enzimas redox ou por outro enzimas que catalizam as reacoes de oxidacao-reducao.
  11. 11. Cont. • O nome indicas-nos a perca de electroes ou eliminacao de H2 e ou ganho de O2 e vice-versa. Sempre que uma substancia se reduz a outra se se oxida. Neste grupo encontramos a seguinte classificacao: desidrogenases anaerobicas, desidrogenases aerobicas, Ferro-sulfo enzimas, hemoenzimas, metaloenzimas ou oxidases cupricas.
  12. 12. 2. Transferases • É um grupo de enzimas do metabolismo intermediario que tem como caracteristicas de catalizar reacoes de transferencias entre dois substrato e podem trasnferir um átomo, moleculas ou restos moleculares de um substratos que actua como doador do grupo muito importante no metabolismo e em particular em certas reacoes de sintese.
  13. 13. 3.Hidrolase. • São as produzem a hidrolase dos substratos. Estas rompem determinados enlaces,(C-O, C-N e P-O) suscepetiveis de ser hidrolizados pelas agua. Geralmente esssa podemos encontrar no tubo digestivo onde participam destacadamente na hidrolise dos compostos ingeridos mais que também podemos encontrar em quantidades minimas nos lisossomas, particulas submoleculares actuam na digestao intracelular sao: Desaminases que influem nas ureiases, raginases, glutaminases, histidinases, asparganases etc.
  14. 14. 4. Liases • Grupo heterogénico que cataliza as remoções de grupo de substratos por mecanismo diferentes a hidrolise. Esssa rompem o enlace C-C ou C-O. Esse grupo inclue as descarboxilases, hidratase, fosforilases e as aldolases. Descarboxilases: catalizam a remoção do grupo carboxilico como CO2. apresentam como coenzima um derivado da vitamina B2.
  15. 15. 5.Isomerases. • São responsavveis de catalizar todas as reacões de interconversao de isomeros entre si incluindo sa racemases, epimerases, cis-transisomerases e as cetoaldoisomerses.
  16. 16. 6.Ligases ou Sentitases • Catalizam a uniao de dois substratos acoplada a roptura de um e enlace pirofosfato de ATP ou deum composto semelhante. Este grupo inclue o aminoacido RNA ligase, carboxilase (piruvico carboxilase), glutamina sntitase,peptido sentitase, as polimerases,etc. Em todos os casos ha consumo de energia, uma vez que se trata de rteacoes endorgonicas que estao pegadas a ATP como portador dessa energia.
  17. 17. Nomenclatura das Enzimas Existem três métodos para nomenclatura enzimática: Nome recomendado: mais curto e utilizado no dia-a-dia de quem trabalha com enzimas; utiliza o sufixo “ase" para caracterizar a enzima. Exs: urease, hexoquinase, peptidase, etc. Nome sistemático: mais complexo, nos dá Informações precisas sobre a função metabólica da Enzima. Exs: atp-glicose-fosfo-transferase . Nome usual : consagrados pelo uso. Exs: tripsina, pepsina, ptialina.
  18. 18. Enzimas na regulacao de metabolismo. • As enzimas perpetuam de forma ordenada o fluxo metabolico para diferentes rotas quer sintese assim como a degradacao que requer da regulacao dentro das celulas, em resumo pode-se dizer que as Enzimas regucolam e coordenam todos os processos do metabolismo dentroda celula.
  19. 19. Factores que afectam a eficiência das enzimas • Muitos factores afetam a eficacia das enzimas. certas alteracoes das fisicas ou quimica pode diminuir ou paralizar completamente a actividade, visto que a funcao enzimatica so se realiza sob condicaoes optimas. Essas condicoes incluem uma faixa relativamente limitadas de PH e temperatura bem como concetracao apropriado de enzimas e substrato. As conmjdicoes extrema de calor e acidez p[odem alterar ou degradar as ligacoes responsaveis pela sua estrutura tridimensional, o que resulta em perda de actividade enzimatica.
  20. 20. Metabolismo. • Refere se atodas as reacoes quimicasque ocorrem no interiopr da celula, que se chama reacoes metabolicas. Metabolitos e qualauer molecula que actua como nutriente, produto intermediario ou final numa reacao metabolica. No interior da celula, muitas reacoes metabolicas ocorrem simultanemente, ocasionando a ruptura de alguns composto e a sintese. A maioria das reacoes metabolicas classificam se em duas categorias:  Catrabolismo.  Anabolismo.
  21. 21. Catabolismo • Catabolismo refere se a todas as reacoes que ocorrem na celula, sao discritas com miores detalhes na seccao subsequente. Envolve a raptura de grandes moleculas em moleculas menores o que importana ruptura das ligacoes quimicas e sempre que acontece, ocorre libertacao de energia.
  22. 22. Anabolismo. • Sao todas as reacoes que ocorrem na celula discritas com maior detalhes, envolve a congregacao de moleculas pequenas em moleculas maiores, requerendo a formacao de ligacoes quimicas. Torna-se necessaria a existencia de energia para a formacao dessas ligacoes uma vez formadas as ligacoes representam armazenamento de energia.
  23. 23. Importâncias bioquimica. • Para que a vida seja possível, é necessário que as reações químicas que a sustentam se dêem a uma determinada velocidade. Muitas das reações bioquímicas não se realizariam a uma velocidade relativamente elevada se não fossem catalisadas. Em sistemas vivos, a catálise de reações químicas é feita por enzimas.
  24. 24. Cont. • Na maioria das reacções bioquímicas, baixam a energia de ativação necessária para que se dê uma reação química. Por serem catalisadores eficientes, são aproveitadas para aplicações industriais, como na indústria farmacêutica ou na alimentar
  25. 25. Cont. • Como intervêm nas reacções químicas que sustentam a vida, a compreensão do seu funcionamento é importante em áreas como a investigação de patologias com origem em deficiências enzimáticas.
  26. 26. Mecanismo de accao das Enzimas. • As enzimas são biocatalizadoras das reacoes quimicas no organismo, essas reacoes podem-se efectuar sem presença de Enzimas mas essas são muito lentas e há gasto de muita energia, por presença de Enzimas nas reacoes. Nao so é importante para acelerar as reacoes so nao tambem para poupar a energia activadora que se utiliza durante a reacao a saber que essas Enzimas sao especificas segundo a sua estrutura ou entao por uma afinidade entre enzimas e o substrato e pode ser alta ou baixa. Nesse mecanismo de accao existe tres (3) categorias a destacar:  Enzimas metabolicas.  Enzimmas digestivas.  Enzimas alimenticias
  27. 27. Enzimas metabólicas E que e a maior ou a primeira têm um papel em todos os processos corpóreos, incluindo respiração, fala, movimento, pensamento, comportamento e manutenção do sistema imunológico. Um subgrupo destas enzimas metabólicas agem para neutralizar venenos e carcinogênicos, como poluentes, DDT e fumaça de tabaco, transformando-os em formas menos tóxicas, as quais o corpo pode eliminar.
  28. 28. Enzimas digestiva E a segunda categoria e são cerca de 22. A maior parte delas é fabricada no pâncreas. Elas são secretadas por glândulas no duodeno (parte superior do intestino delgado) e trabalham para quebrar a comida parcialmente digerida que sai do estômago.
  29. 29. Enzimas Alimenticias Temos que considerar quando planejamos nossas dietas são a terceira categoria, as enzimas alimentícias. Elas estão presentes em comidas cruas e iniciam o processo de digestão na boca e no estômago. Enzimas alimentares incluem proteases para digerir proteínas; lipases para a digestão de gorduras; e amilases para os carboidratos.
  30. 30. Aplicabilidade Terapeutica • Na aplicabilidade terapeutica encontramos alguns tratamento tais como: • Intradermoterapia. • Carboxiterapia. • Mesoterapia
  31. 31. Intradermoterapia • Intradermoterapia é um procedimento médico que consiste na aplicação de enzimas que promovem a queima: de gordura localizada. No procedimento utiliza-se uma agulha muito fina e pequena para a aplicação na camada dérmica ou hipodérmica, o que torna a aplicação praticamente indolor. As sessões devem respeitar os intervalos semanais, devido á dose máxima do medicamento utilizado.
  32. 32. Carboxiterapia • É uma técnica nova, simples e comprovada utilizada para o tratamento da flacidez cutânea, celulite e estrias através do aumento da perfusão sanguínea e do metabolismo local. É um tratamento rápido, confortável e efetivo. Quando aplicado em camada mais superficial estimula a síntese de elastina e de colágeno contribuindo para a retração da pele que passará a ter melhor qualidade estética. Ao contrário do que se imagina, ele é um gás “do bem” e ajuda a melhorar a circulação e a oxigenação das áreas tratadas, combatendo assim os maiores vilões da beleza, gordura localizada, flacidez, estrias e a temível celulite
  33. 33. Cont. • Quando aplicado em camada mais superficial estimula a síntese de elastina e de colágeno contribuindo para a retração da pele que passará a ter melhor qualidade estética. Ao contrário do que se imagina, ele é um gás “do bem” e ajuda a melhorar a circulação e a oxigenação das áreas tratadas, combatendo assim os maiores vilões da beleza, gordura localizada, flacidez, estrias e a temível celulite
  34. 34. Mesoterapia • E uma técnica que consiste em aplicações de substâncias (enzimas + medicamentos) para a redução de peso, gordura localizada, celulite e estrias.
  35. 35. Cont. • Dessa forma, elas não retornam, mas caso a pessoa comece a fazer uso de alimentação super calórica durante o tratamento, novos depósitos de gordura serão criados. Os resultados do tratamento de mesoterapia dependem muito de organismo, idade e hábitos, mas geralmente começam a surgir resultados a partir da primeira semana.
  36. 36. Cont. • Para este tratamento, existem enzimas para aplicação intramuscular (IM) e intra dérmica (ID). A IM é utilizada para a perda de peso, e aplicada nos glúteos, para uma perda geral de gordura. Isso faz com que o peso tenha uma grande diminuição. A ID é aplicada direto na região de gordura localizada, fazendo assim a diminuição da mesma, mas somente na região aplicada. A ID não é indicada para perda de peso, só para quem quer eliminar os pneuzinhos.
  37. 37. Fim

×