Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade

936 visualizações

Publicada em

Pesquisa sobre as cidades sustentáveis

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade

  1. 1.  Sustentabilidade é a habilidade de sustentar ou suportar uma ou mais condições, exibida por algo ou alguém. É uma característica ou condição de um processo ou de um sistema que permite a sua permanência, em certo nível, por um determinado prazo. Ultimamente este conceito, tornou-se um princípio, segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação de necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras, o que requereu a vinculação da sustentabilidade no longo prazo, um "longo prazo" de termo indefinido, em princípio. Sustentabilidade também pode ser definida como a capacidade do ser humano interagir com o mundo preservando o meio ambiente para não comprometer os recursos naturais das gerações futuras. É um conceito que gerou dois programas nacionais no Brasil. O Conceito de Sustentabilidade é complexo, pois atende a um conjunto de variáveis interdependentes, mas podemos dizer que deve ter a capacidade de integrar as Questões Sociais, Energéticas, Econômicas e Ambientais.
  2. 2.  O primeiro é sobre o próprio ar, na alteração de sua composição e na perda de sua transparência. A partir daí, danifica os materiais pela corrosão enfraquecimento a perda da coloração. As plantas sofrem o efeito em suas folhas. Nas cidades poluídas, as plantas vão-se definhando até morrer. A saúde humana e animal, entretanto, é a maior vítima da poluição. A poluição pode ocasionar: a irritação dos olhos doenças crônicas do aparelho respiratório, insuficiência no transporte do oxigênio pela hemoglobina, perturbações nervosas e outros
  3. 3. culturamix.com lucianeisaias.wordpress.com
  4. 4.  Esta poluição tem gerado diversos problemas nos grandes centros urbanos. A saúde do ser humano, por exemplo, é a mais afetada com a poluição. Doenças respiratórias como a bronquite, rinite alérgica, alergias e asma levam milhares de pessoas aos hospitais todos os anos . O clima também é afetado pela poluição do ar. O fenômeno do efeito estufa está aumentando a temperatura em nosso planeta. Ele ocorre da seguinte forma: os gases poluentes formam uma camada de poluição na atmosfera, bloqueando a dissipação do calor. Desta forma, o calor fica concentrado na atmosfera, provocando mudanças climáticas. Futuramente, pesquisadores afirmam que poderemos ter a elevação do nível de água dos oceanos, provocando o alagamento de ilhas e cidades litorâneas. Muitas espécies animais poderão ser extintas e tufões e maremotos poderão ocorrer com mais frequência.
  5. 5. brasilescola.com sbc-pr.org
  6. 6.  As principais causas de deteriorização dos rios, lagos e dos oceanos são: poluição e contaminação por poluentes e esgotos. O ser humano tem causado todo este prejuízo à natureza, através dos lixos, esgotos, dejetos químicos industriais e mineração sem controle e com isso os problemas vez... graves problemas, espalham-se diversas doenças como diarreia, esquistossomose, hepatite e febre tifoide, que matam sendo que um número maior de doentes sobrecarregam os precários sistemas de saúde deste país. Dicas para ajudar a diminuir a poluição das águas não jogar lixos em rios, praias, lagos, etc. Não descartar óleo de fritura na rede de esgoto. Não utilizar agrotóxicos e defensivos agrícolas em áreas próximas à fontes de água. Não lançar esgoto doméstico em córregos. Não jogar produtos químicos, combustíveis ou detergentes nas águas.
  7. 7. ecodebate.com.br poluiaodasaguas.blogspot.com
  8. 8. Deslizamentos de encostas, assoreamento de mananciais, enchentes, estrago na paisagem, doenças, entre outros. Os problemas causado pelo lixo são muitos. A única certeza que se pode ter em relação ao manuseio inadequado, da falta de seleção e principalmente da forma em que o lixo será eliminado, é que a biodiversidade já degradada atualmente ficará cada vez menor, além de que toda a população será prejudicada pelas doenças geradas pelo lixo, pela poluição atmosférica, da água e do solo, os quais são fatores indispensáveis e insubstituíveis para a vida humana e todo o ser vivo. Outro problema causado pelo lixo é a produção do Cho rume, que possui mau cheiro e uma cor forte, que ao penetrar no solo atinge as águas existentes sob o solo, sem esquecer que ao contaminar o solo transmite danos na saúde das plantas daquela região, e também as pessoas que entrarem de forma direta ou indiretamente em contato com aquele solo e os resíduos dele. Podendo causar ainda: Deslizamentos de encostas Assoreamento de mananciais Enchentes Estrago na paisagem.
  9. 9. amon.com.br infoescola.com
  10. 10.  Cerca de 76% do lixo diário brasileiro, que chega a 70 milhões de quilos, são despejados em céu aberto. Somente 10% vai para lixões controlados, 9% vai para aterros sanitários e somente 2% é reciclado. A queima de lixo que é bastante utilizada é também prejudicial, pois libera gases nocivos à atmosfera, empobrece o solo e desperdiça materiais recicláveis e de energia. Há vários caminhos para acabar com o lixo de forma correta, a coleta seletiva é um importante e considerável caminho, pois facilita o processo de reciclagem e o processo de transformação do lixo orgânico em adubo e gás metano.
  11. 11. ddireciclagem.wordpress.com albertobouchardet.blogspot.com
  12. 12.  As áreas urbanas são as que mais expressam as intervenções humanas no meio natural. O desmatamento, as edificações, a canalização, a mudança do curso dos rios, a poluição da atmosfera, dos cursos de água e a produção de calor geram diversos efeitos sobre os aspectos do ambiente. As alterações ambientais causadas pelas atividades urbanas são sentidas pela população, tais como o aumento da temperatura nas áreas centrais, o aumento de precipitação e as enchentes. Essa última consequência do processo de urbanização teve como causa principal a construção de casas, indústrias, vias marginais implantadas nas áreas de várzeas dos rios e proximidades e é, atualmente, um problema constante nos períodos chuvosos nos principais centros urbanos. Soluções: Evitar desmatamentos, para que não ocorram os assoreamentos; Não jogar lixo em valões, para não obstruir os canais de drenagem; Aumento das áreas verdes, para aumentar a infiltração; e Revitalização de rios, para evitar as enchentes, entre outras razões.
  13. 13. noticias.r7.com postmania.org
  14. 14.  Lixo eletrônico pode causar sérios danos à saúde e ao meio ambiente Graves consequências para o meio ambiente e para a saúde pública. É o que pode acarretar o lixo eletrônico, se não houver a adequada coleta e a reciclagem desses materiais.Carregados de componentes tóxicos, eles são muitas vezes descartados incorretamente e abandonados em lixões, contaminando o solo, a água e provocando danos à saúde dos seres humanos.Descarte: Para não provocar a contaminação e poluição do meio ambiente, o correto é fazer o descarte de lixo eletrônico em locais apropriados como, por exemplo, empresas e cooperativas que atuam na área de reciclagem. Celulares e suas baterias podem ser entregues nas empresas de telefonia celular. Elas encaminham estes resíduos de forma a não provocar danos ao meio ambiente. Outra opção é doar equipamentos em boas condições, mas que não estão mais em uso, para entidades sociais que atuam na área de inclusão digital. Além de não contaminar o meio ambiente, o ato ajudará pessoas que precisam.
  15. 15. puc-riodigital.com.puc-rio.br ambientalsustentavel.org
  16. 16.  A ausência de saneamento básico gera vários problemas à saúde humana! Nas grandes cidades, saneamento básico envolve 6 tipos imprescindíveis de serviço público: Fornecimento de água potável, coleta de esgoto, coleta de lixo, tratamento de esgoto, tratamento de lixo e prevenção de enchentes. Quando um ou mais desses serviços deixam de ser prestados de maneira correta, acarretam problemas como infestação de ratos, baratas, pernilongos, moscas etc.Causando doenças como leptospirose, verminose, dengue, malária, febre amarela, tétano etc.
  17. 17. arquivososriosdobrasil.blogspot.com blogdoonyx.wordpress.com
  18. 18.  Os resultados de qualquer ação precisam, antes de entrar na faze de execução, de um planejamento específico, de uma simulação de resultados, para que possíveis danos sejam evitados ou minimizados. No caso das cidades, é preciso que se definam gabaritos, vias, parques, galerias pluviais, abastecimentos - água, eletricidade, etc. - localização de prédios públicos - ver Brasília - esgotamentos, etc. Normalmente é o Urbanista o profissional encarregado deste planejamento.
  19. 19. portaldoprofessor.mec.gov.br portaldoprofessor.mec.gov.br
  20. 20.  Em algumas cidades ,foi realizado um levantamento da vegetação existente nos logradouros dos bairros e aplicação de um breve questionário para obter informações sobre a percepção dos entrevistados quanto a arborização urbana local. Através do diagnóstico obtido nos dois trechos de estudo foi proposta uma nova alternativa de arborização, usando espécies arbóreas nativas da região que apresentam crescimento moderado e rápido para testar a melhoria da ambiência urbana e o aumentando na captura do carbono atmosférico. Observou-se que a falta de árvores nas vias de pedestre em vários pontos do trecho A se devem ao fato de serem estreitas tendo em média de 1m a 1,50 m, causando desconforto em dias quentes. A relevância deste tema não é apenas com aspecto urbanístico e climático, mas também na captura do gás carbônico.
  21. 21. skyscrapercity.com skyscrapercity.com
  22. 22.  Energias renováveis estão indo bem na Costa Rica. Quase 99% da energia é produzida a partir de fontes limpas. Entre as fontes de energia estão a geotérmica (queima de cana e outros resíduos), energia solar e a eólica. Ainda sim, mesmo que renovável, cerca de 82% da energia produzida provém de hidroelétricas. E como bem sabemos hidroelétricas produzem energia renovável mas a um custo ambiental por demais elevado. Para se ter uma ideia se analisada as fontes chamadas “limpas” o Brasil está muito bem obrigado, sendo que 90% de sua produção energética provêm de fontes limpas, principalmente hidroelétricas
  23. 23. geofagia.blogspot.com brasilescola.com
  24. 24.  Em algumas cidades brasileiras a "Casa Ecológica" foi idealizada objetivando demonstrar procedimentos adequados do ponto de vista ecológico na construção civil e abrigar atividades relacionadas à educação ambiental e à sustentabilidade. A ideia nada mais é do que adaptar as construções de modo a causar o mínimo de impacto possível ao meio ambiente, além de utilizar de forma sustentável os recursos naturais abundantemente disponíveis O conceito de casa ecológica passa pela adoção de medidas que visem: O uso de materiais de construção renováveis; O aproveitamento dos condicionantes naturais A busca de racionalização e eficiência energética.
  25. 25. blogs.funiber.org reciclaedecora.com
  26. 26.  Hoje há várias cidades brasileiras com programas de coleta seletiva implementados, e este número cresce a cada dia. Estas coletas seletivas municipais seguem basicamente dos sistemas operacionais: sistema porta-a-porta e sistema entrega voluntária. No sistema porta-a-porta o caminhão passa nos condomínios e domicílios em determinados dias da semana para recolher os materiais recicláveis, exigindo um mínimo de esforço de cada cidadão. Já no sistema de entrega voluntária, o material deve ser depositado em coletores estrategicamente distribuídos pela cidade, o que otimiza a coleta.. Iniciativas de condomínios e instituições que recolhem os materiais recicláveis para comercialização também são bastante comuns, e trazem retornos satisfatórios para os seus participantes. Igualmente importante é a ação das associações e cooperativas de catadores que executam um importante papel no ciclo de reciclagem de vários materiais além de associar benefícios sociais para seus membros.
  27. 27. lixo-reciclavel.info lagoa2009.blogspot.com
  28. 28.  São inaugurados essa semana, em Curitiba, 10 ônibus híbridos da Volvo, na linha Interbairros I. Ao total, 30 veículos desse modelo irão fazer parte da frota (os próximos serão nas linhas Detran-Vicente Machado, Água Verde-Abranches, Juvevê- Água Verde e Jardim Mercês-Guanabara). O modelo híbrido permite uma economia de combustível de até 35% quando comparado aos veículos movidos somente a diesel. O sistema se chama “Híbrido em Paralelo”, com um motor a diesel e outro elétrico, que funcionam de maneira paralela ou independente. O motor elétrico é usado para arrancar o veículo e acelerar até uma velocidade de 20 km/h, enquanto a parte a diesel é usado em velocidades superiores. Assim, essa parte fica desligada quando o veículo está parado (mesmo que por poucos instantes), poluindo menos. Os ônibus com motores híbridos são produzidos na fábrica da Volvo em Curitiba e são produzidos desde junho desse ano. Fora os 30 veículos da frota curitibana, outros são produzidos para a cidade de São Paulo.
  29. 29. eficienciaenergtica.blogspot.com feitoagora.com
  30. 30.  Na cidade de São Paulo, as usinas de metano implantadas nos aterros Bandeirantes e São João transformam o gás liberado pela decomposição do lixo em eletricidade, reduzindo em 20% as emissões de poluentes do município Transformar montes de lixo em algo produtivo, que diminui a quantidade de gases tóxicos lançados na atmosfera e ainda gera energia: essa é a ideia por trás das usinas de metano em funcionamento na cidade de São Paulo. Até 2007, cerca de 25% das emissões de gases de efeito estufa de São Paulo vinham dos aterros Bandeirantes (foto), ativo entre 1979 e 2006 e o maior da América Latina, e São João, que funcionou entre 1992 e 2007. Hoje, o metano (gás 21 vezes mais nocivo que o CO2) liberado pelos lixões é usado para gerar energia elétrica. Um acordo feito com a prefeitura permitiu que os dois lixões fossem explorados para produzir energia.
  31. 31. savetheanimalsincludeyou.com planetasustentavel.abril.com.br
  32. 32.  Exemplos de cidades com práticas sustentáveis no Brasil : João Pessoa : destaque na proteção de áreas ambientais. Extrema : preservação de áreas protegidas e conservação das águas. Curitiba : planejamento urbano voltado para a sustentabilidade. Paragominas : combate ao desmatamento. Santana do Paranaíba : cooperativa de catadores. Londrina : eficiente programa de coleta seletiva do lixo.
  33. 33. Paragominas João Pessoa ExtremaLondrina Santana da ParaíbaCuritiba
  34. 34.  www.brasilescola.com www.unigente.org.br www.Situado.net www.Suapesquisa.com

×