As Cidades Sustentáveis do Brasil
O que é Sustentabilidade?• Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a  continuidade dos aspectos econômic...
Quais são os problemas urbanos emdecorrência a falta de planejamento?• A urbanização sem um devido planejamento tem como  ...
Poluição
Poluição• Dá-se o nome de poluição a qualquer degradação  (deterioração, estrago) das condições ambientais, do  habitat de...
Rede de esgoto
Rede de esgoto• O lançamento indiscriminado de águas residuais  domésticas no Brasil costuma ser um dos maiores  problemas...
Rede de água
Rede de água• Em 2008, 33 municípios brasileiros em nove Unidades da  Federação ainda permaneciam sem o atendimento da red...
Lixo urbano
Lixo Urbano• Um dos principais problemas ambientais da  atualidade é a grande produção de lixo, pois esse  processo tem co...
Enchente
Enchente• Quando o leito natural de um rio ou córrego recebe  uma quantidade de água, proveniente da  chuva, maior do que ...
Onde depositar Pilhas e Baterias
Onde depositar Pilhas e Baterias• Podem ser jogadas no lixo comum as pilhas e as baterias  que têm na embalagem um selo da...
Para onde vai o lixo
Para onde vai o lixo• Cerca de 76% do lixo diário brasileiro, que chega a  70 milhões de quilos, são despejados em céu abe...
Qual a importância de planejar odesenvolvimento nas cidades?• Simplificando, é a mesma importância de se  planejar qualque...
Ações de cidades brasileiras pararesolver os problemas de agressão aomeio ambiente• Arborização: Tem como objetivo o plant...
• Transporte sustentável: O transporte  sustentável é a chave para cortar a poluição, pois ele  é movido por fontes renová...
Energia eólica e solar• Energia eólica e solar: As residências que usam energia solar  geralmente têm painéis solares foto...
• Casas ecológicas: As casas ecológicas visam aproveitar o máximo  do que há em recursos naturais, tanto na construção da ...
Localização das cidades brasileiras nomapa a onde desenvolvem projetossustentáveis                  - João Pessoa - destaq...
Conclusão• Com a conscientização da sociedade da necessidade de preservação do meio  ambiente e decorrente legislação que ...
E.E. Profª Conceição Ap. T. G.Cardinales•   Grupo:•   Ana Laura Nascimento da Silva    Nº: 02•   João Vitor               ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As cidades sustentáveis do brasil.pptx ana laura joão vitor - mariana e natalia

911 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
911
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As cidades sustentáveis do brasil.pptx ana laura joão vitor - mariana e natalia

  1. 1. As Cidades Sustentáveis do Brasil
  2. 2. O que é Sustentabilidade?• Sustentabilidade é um conceito sistêmico, relacionado com a continuidade dos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais da sociedade humana. Propõe-se a ser um meio de configurar a civilização e atividade humanas, de tal forma que a sociedade, os seus membros e as suas economias possam preencher as suas necessidades e expressar o seu maior potencial no presente, e ao mesmo tempo preservar a biodiversidade e os ecossistemas naturais, planejando e agindo de forma a atingir pró- eficiência na manutenção indefinida desses ideais. A sustentabilidade abrange vários níveis de organização, desde a vizinhança local até o planeta inteiro.
  3. 3. Quais são os problemas urbanos emdecorrência a falta de planejamento?• A urbanização sem um devido planejamento tem como consequência vários problemas de ordem ambiental e social. O inchaço das cidades, provocado pelo acúmulo de pessoas, e a falta de uma infraestrutura adequada gera transtornos para a população urbana.• Impactos significativos no ambiente ocorrem em razão dos moldes de produção e consumo nos espaços urbanizados. Poluições, engarrafamentos, violência, desemprego, etc., são aspectos comuns nas cidades.
  4. 4. Poluição
  5. 5. Poluição• Dá-se o nome de poluição a qualquer degradação (deterioração, estrago) das condições ambientais, do habitat de uma coletividade humana. É uma perda, mesmo que relativa, da qualidade de vida em decorrência de mudanças ambientais. São chamados de poluentes os agentes que provocam a poluição, como um ruído excessivo, um gás nocivo na atmosfera, detritos que sujam os rios ou praias ou ainda um cartaz publicitário que degrada o aspecto visual de uma paisagem.
  6. 6. Rede de esgoto
  7. 7. Rede de esgoto• O lançamento indiscriminado de águas residuais domésticas no Brasil costuma ser um dos maiores problemas ambientais e de saúde pública.• No Brasil, são produzidos cerca de 32 milhões de metros cúbicos de águas residuais por dia. Deste total, apenas 14 milhões são coletados e somente 4,8 milhões de metros cúbicos de esgoto são tratados, volume que corresponde a apenas 15% do total produzido; o serviço é estendido a apenas 44% das famílias brasileiras. O restante é descartado de forma indiscriminada nos rios. Ainda assim, o investimento do Governo Federal é de apenas 0.04% do PIB.
  8. 8. Rede de água
  9. 9. Rede de água• Em 2008, 33 municípios brasileiros em nove Unidades da Federação ainda permaneciam sem o atendimento da rede geral de distribuição.• A situação é pior nos estados da Paraíba, Piauí e Rondônia, que adotaram poços particulares como principal fonte alternativa para a solução do problema.• Dos 5.564 municípios brasileiros existentes em 2008, 5.531 (99,4%) realizavam abastecimento de água por rede geral de distribuição em pelo menos um distrito ou parte dele.• Entre a pesquisa efetuada em 1989 e a de 2008, observa-se um crescimento de 3,5% nessa cobertura. O maior avanço nesses 19 anos ocorreu na Região Norte, que aumentou de 86,9% dos municípios com o serviço para 98,4%. A Região Sudeste foi a única que apresentou a totalidade dos municípios abastecidos por rede geral de distribuição de água, em pelo menos um distrito ou parte dele, fato já identificado em 2000.
  10. 10. Lixo urbano
  11. 11. Lixo Urbano• Um dos principais problemas ambientais da atualidade é a grande produção de lixo, pois esse processo tem como consequência a liberação de gases que promovem o efeito estufa e a poluição das águas subterrâneas e superficiais. Esse fenômeno é uma das consequências do aumento populacional nas cidades, da intensificação do modelo consumista, do uso de produtos descartáveis, além do modismo, pois existe uma “necessidade” de se adquirir objetos mais modernos.
  12. 12. Enchente
  13. 13. Enchente• Quando o leito natural de um rio ou córrego recebe uma quantidade de água, proveniente da chuva, maior do que sua capacidade de comportá- la, ele transborda, ocasionando a enchente. Isso é um processo natural e todo rio necessita de uma área chamada de “área de inundação” para onde a água escoará. Aqui que se encontra um dos grandes problemas das enchentes e alagamentos nas cidades: essa área de inundação, em muitas cidades, não foi respeitada e muitas pessoas ergueram suas moradias onde o rio naturalmente irá transbordar e alagar as casas.
  14. 14. Onde depositar Pilhas e Baterias
  15. 15. Onde depositar Pilhas e Baterias• Podem ser jogadas no lixo comum as pilhas e as baterias que têm na embalagem um selo da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica, com um bonequinho jogando um objeto num cesto e a inscrição "lixo doméstico". O selo garante que o nível tóxico é baixo, explica Luiz Antônio Coelho, especialista em pilhas da Abinee. As que contêm níquel-cádmio, comuns em telefones sem fio, ou chumbo-ácido – baterias de carro e de certas filmadoras, por exemplo – devem ser devolvidas aos comerciantes. Estes as repassam aos fabricantes, que as reciclam ou as encaminham a aterros especiais. A página do Ministério do Meio Ambiente (www.mma.gov.br) publica endereços de postos de coleta.
  16. 16. Para onde vai o lixo
  17. 17. Para onde vai o lixo• Cerca de 76% do lixo diário brasileiro, que chega a 70 milhões de quilos, são despejados em céu aberto. Somente 10% vai para lixões controlados, 9% vai para aterros sanitários e somente 2% é reciclado.• A queima de lixo que é bastante utilizada é também prejudicial, pois libera gases nocivos à atmosfera, empobrece o solo e desperdiça materiais recicláveis e de energia.• Há vários caminhos para acabar com o lixo de forma correta, a coleta seletiva é um importante e considerável caminho, pois facilita o processo de reciclagem e o processo de transformação do lixo orgânico em adubo e gás metano.
  18. 18. Qual a importância de planejar odesenvolvimento nas cidades?• Simplificando, é a mesma importância de se planejar qualquer atividade humana.• Os resultados de qualquer ação precisam, antes de entrar na faze de execução, de um planejamento específico, de uma simulação de resultados, para que possíveis danos sejam evitados ou minimizados.• No caso das cidades, é preciso que se definam gabaritos, vias, parques, galerias pluviais, abastecimentos - água, eletricidade, etc. - localização de prédios públicos - ver Brasília - esgotamentos, etc. Normalmente é o Urbanista o profissional encarregado deste planejamento.
  19. 19. Ações de cidades brasileiras pararesolver os problemas de agressão aomeio ambiente• Arborização: Tem como objetivo o plantio de arvores nos grandes centros urbanos.• Reciclagem: Tem como objetivo o reaproveitamento das matérias-primas.• Fontes de energia renováveis: São fontes que jamais se esgotarão, que nos fornece uma energia limpa, ou seja, não geram poluentes. Como: a energia solar, energia eólica,energia das marés, biomassa, hidráulica, entre outras.
  20. 20. • Transporte sustentável: O transporte sustentável é a chave para cortar a poluição, pois ele é movido por fontes renováveis.• Metano liberado nos lixões gera energia elétrica: Processo – Captar o metano, leva-lo para a usina, queima-lo; impedir que ele vá para a atmosfera, gera energia elétrica. Transformar em um gás queimado em um pequeno resíduo que é eliminado, ele esta gerando energia elétrica, portanto economizando o uso do combustível fóssil por um lado, e deixando de chegar na atmosfera um gás altamente efeito-estufa. E isso no caso de São Paulo, significa uma redução de 20% de emissões na cidade.
  21. 21. Energia eólica e solar• Energia eólica e solar: As residências que usam energia solar geralmente têm painéis solares fotovoltaicos (FV) no telhado ou próximos à casa. Esses painéis contêm células feitas de semicondutores de silício. Quando o sol atinge o painel, esses semicondutores coletam energia e liberam elétrons para circular livremente. Um campo elétrico no painel pega esses elétrons e os força a ir em uma determinada direção, criando uma corrente direta (DC). A DC passa pelo inversor que simplesmente a converte na corrente alternada (AC) usada na casa.• A energia eólica funciona de maneira similar. Uma turbina residencial normal, parecida com uma hélice de avião, é instalada no topo de uma torre com altura entre 15 m e 40 m. Quando o vento bate, as palhetas começam a se mexer e giram um eixo que vai do cubo do rotor até um gerador. Esse gerador capta a energia produzida da rotação e a transforma em eletricidade. Com as células solares, a energia criada pelas turbinas eólicas é convertida em corrente alternada com um inversor.
  22. 22. • Casas ecológicas: As casas ecológicas visam aproveitar o máximo do que há em recursos naturais, tanto na construção da casa como no que há em seu redor. As casas ecológicas tem um custo maior para serem construídas, mas é uma forma de aproveitar o que a natureza tem de melhor e ainda contribuir para a preservação de áreas verdes. As casas ecológicas são moda em países mais avançados financeiramente e ajudam a preservar o meio ambiente.• Planejamento: O processo de urbanização influência o meio ambiente, assim como também é influenciado por este. No processo de planejamento urbano, questões ambientais são importantes, pois é possível prever usos e impactos e fazer um zoneamento da região de forma que cada atividade interfira o mínimo possível nas atividades vizinhas e no meio ambiente. Levar as condições ambientais em consideração ajuda na preservação dos recursos naturais e da capacidade de o ambiente se recuperar dos danos causados pela urbanização, além de proporcionar um bem-estar maior à população.
  23. 23. Localização das cidades brasileiras nomapa a onde desenvolvem projetossustentáveis - João Pessoa - destaque na proteção de áreas ambientais. - Extrema - preservação de áreas protegidas e conservação das águas. - Curitiba - planejamento urbano voltado para a sustentabilidade. - Paragominas - combate ao desmatamento. - Santana do Paranaíba - cooperativa de catadores. - Londrina - eficiente programa de coleta seletiva do lixo.
  24. 24. Conclusão• Com a conscientização da sociedade da necessidade de preservação do meio ambiente e decorrente legislação que assegurasse isso, as empresas precisaram adaptar-se a essa nova realidade. Para tanto é necessário investimento em modificações de processos de produção.As mudanças nas atividades produtivas não podem ser feitas de forma arbitrária,apagar a luz durante o dia não é sinônimo de sustentabilidade, é preciso intenso estudo sobre os impactos gerados durante esses processos. A partir desse conhecimento, pode-se definir os métodos a serem utilizados para tornar a produção eficiente do ponto de vista ambiental.Algumas medidas a serem adotadas são a especialização da mão de obra, redução de resíduos, uso controlado da energia, utilização de matérias- primas menos tóxicas...• É indiscutível que a abordagem socioambiental surgiu como uma estratégia utilizada por empresas que temiam perder competitividade. De uma forma geral, concluí-se que as empresas adaptaram-se, ou vem se adaptando bem a essa realidade. Essa nova abordagem tem gerado às empresas melhor uso dos recursos disponíveis, produtos com padrões de qualidade,seguidos de melhor qualidade no atendimento aos clientes, fornecedores e colaboradores. Por isso, pode-se inferir que, a sustentabilidade tornou-se um fator de sobrevivência para as empresas.
  25. 25. E.E. Profª Conceição Ap. T. G.Cardinales• Grupo:• Ana Laura Nascimento da Silva Nº: 02• João Vitor Nº:• Mariana Nº:• Nathalia de Queiroz Nº:• Professor: Norival Freixo Pontes• Ana Laura (Orientadora).

×