SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 23
Sustentabilidade é um termo usado para
  definir ações e atividades humanas que
  visam suprir as necessidades atuais dos
  seres humanos, sem comprometer o futuro
  das próximas gerações. Ou seja, a
  sustentabilidade     está      diretamente
  relacionada      ao       desenvolvimento
  econômico e material sem agredir o meio
  ambiente, usando os recursos naturais de
  forma inteligente para que eles se
  mantenham no futuro. Seguindo estes
  parâmetros, a humanidade pode garantir
  o desenvolvimento sustentável.
   O que é Sustentabilidade Ambiental;
   Água;
   Desmatamento da Floresta Amazônica;
   Exploração dos recursos minerais;
   Os 4R’s
   Como ser sustentável;
   Sustentabilidade Ambiental no Brasil;
   Sustentabilidade Ambiental no Mundo
A sustentabilidade ambiental consiste na
manutenção das funções e componentes
do ecossistema, de modo sustentável,
podendo igualmente designar-se como a
capacidade que o ambiente natural tem
de manter as condições de vida para as
pessoas e para outras espécies e a
qualidade de vida para as pessoas, tendo
em conta a habitabilidade, a beleza do
ambiente e a sua função como fonte
de energias renováveis.
A palavra potável vem do latim potare, que
significa beber, ingerir.
 Etapas do tratamento: cada etapa do
tratamento da água pode representar um
obstáculo à transmissão de doenças. O grau e
o tipo de tratamento pode ir de uma
simples desinfecção até um tratamento mais
complexo, dependendo das condições do
manancial que vai ser utilizado. Esses aspectos
são estudados numa especialidade
da engenharia hidráulica denominada
de engenharia sanitária.
Floculação    -  Segue-se     a   floculação, quando,
   em tanques de concreto, continua o processo de
   aglutinação das impurezas, na água em movimento.

Decantação - A água entra em outros tanques, onde vai
  ocorrer a decantação. As impurezas, que se
  aglutinaram e formaram flocos, vão se separar da
  água pela ação da gravidade, indo para o fundo dos
  tanques. Entre a entrada da água bruta na estação de
  tratamento até sua saída, já potável, decorrem cerca
  de alguns segundos a 60 minutos , dependendo da
  qualidade da água bruta e do tipo de tratamento
  adotado.
O desmatamento da Floresta Amazônica é
  um dos principais problemas ambientais do
  mundo atual, em função de sua grande
  importância para o meio ambiente. Este
  desmatamento causa extinção de
  espécies vegetais e animais, trazendo
  danos irreparáveis para o ecossistema
  amazônico.
Principais causas:
 Degradação provocada pelo corte
  ilegal de árvores, destinadas ao
  comércio ilegal de madeira;
 Queimadas ilegais para abertura de
  pastagens para o gado ou áreas
  agrícolas (principalmente para a cultura
  de soja);
 Assentamentos humanos em função do
  crescimento populacional na região.
Principais consequências:
 Extinção de espécies vegetais e
  animais;
  Desequilíbrio no ecossistema da região;
 Aumento da poluição do ar nos casos
  de queimadas;
 Aumento de casos de erosão do solo.
   Os recursos minerais são concentrações de
    rochas e minerais que constituem a crusta
    terrestre.
   Quando existe um interesse econômico
    rentável para o Homem sobre estes recursos,
    designam-se jazidas minerais.
   Os recursos minerais classificam-se
    em metálicos e não metálicos.
    É possível conseguir extraí-los da crusta
    terrestre através da atividade mineira.
 Consequências da utilização dos Recursos
  Minerais
        A exploração mineira é a causadora
  de poluição ambiental, alterando
  profundamente a paisagem da região
  onde está inserida.
        A extração dos recursos minerais do
  subsolo deve ser feita em equilíbrio com a
  Natureza, de forma a salvaguardar o meio
  ambiente para as gerações futuras.
Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Reparar.

Reduzir- o primeiro passo é reduzir os
  resíduos produzidos, ou seja, controlar o
  peso e o volume dos resíduos, evitar
  consumos supérfluos e desperdícios
  como o uso excessivo de água, luz e
  gás.
Reutilizar- a reutilização consiste em utilizar
  um produto mais do que uma vez para o
  mesmo fim, evitando assim o seu
  lançamento ao balde do lixo.
Reciclar- a reciclagem é um processo que
  permite transformar materiais já utilizados
  noutros para nova utilização.
Reparar- A reparação é um processo que
  consiste na recuperação de certos
  materiais, que ainda estejam em mínimas
  condições para serem trabalhados e
  posteriormente utilizados
   Tomar banhos mais curtos, separar o lixo de acordo
    com o material, usar lâmpadas florescentes, preferir
    usar sacolas reutilizáveis às descartáveis na hora das
    compras, diminuir o uso de equipamentos elétricos
    durante o horário de pico, lavar o carro com balde
    ao invés de mangueira, preferir varrer ao invés de
    lavar o quintal e não fazer fogueiras.
    Fazendo isso estamos ajudando muito na
    preservação de nossos recursos, adiando a escassez
    de água, diminuindo os danos ao solo, causados
    pelos aterros sanitários cuja quantidade de lixo só
    aumenta, e evitando a degradação e exploração
    de mais áreas para a criação de hidrelétricas.
   O país reduziu o índice de desmatamento, o
    consumo de gases que provocam o buraco na
    camada de ozônio e aumentou sua eficiência
    energética com o maior uso de fontes renováveis de
    energia. O acesso à água potável deve ser
    universalizado, mas a meta de melhorar condições
    de moradia e saneamento básico ainda depende
    dos investimentos a serem realizados e das
    prioridades adotadas pelo país. A estimativa é de
    que o Brasil cumpra, na média nacional, todos os 8
    ODM, incluindo o ODM 7. Mas este é considerado
    por muitos especialistas como um dos mais
    complexos para o país, principalmente na questão
    de acesso aos serviços de saneamento básico em
    regiões remotas e nas zonas rurais.
   A proporção de áreas protegidas em todo o mundo
    tem aumentado sistematicamente. A soma das
    áreas protegidas na terra e no mar já é de 20
    milhões de km² (dados de 2006). A meta de reduzir
    em 50% o número de pessoas sem acesso à água
    potável deve ser cumprida, mas a melhoria das
    condições de vida em favelas e bairros pobres está
    progredindo lentamente. Entre 1990 e 2006, mais de
    1,6 bilhão de pessoas ganharam acesso a água
    potável, aumentando de 76% para 86% a proporção
    da população com esse acesso. São 76 os países
    que estão no caminho para o cumprimento dessa
    meta, mas 23 estão estagnados e 5 apresentaram
    retrocesso de acordo com dados mais recentes do
    Banco Mundial.
Neste trabalho, falamos um pouco sobre
 sustentabilidade ambiental e alguns
 temas referentes a isso, como o uso
 correto     da     água    potável,    o
 desmatamento            da      Floresta
 Amazônica, a exploração dos recursos
 minerais, entre outros.
• Leia também:
  http://www.brasilescola.com/geografia/
  agua-potavel.htm
• http://www.suapesquisa.com/geografia
  /floresta_amazonica.htm
•   http://ambientekid.webgarden.com/me
    nu/reciclagem/os-4-r-s
•   http://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilid
    ade_ambiental
•   http://www.sustentabilidade.org.br/info_
    det.asp?codigo=1877
Sustentabilidade ambiental

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaIlda Bicacro
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesGijasilvelitz 2
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasDina Baptista
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Rosária Zamith
 
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Graça Moutinho
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticosIlda Bicacro
 
Estrutura do Sermão de Santo António aos Peixes
Estrutura do Sermão de Santo António aos PeixesEstrutura do Sermão de Santo António aos Peixes
Estrutura do Sermão de Santo António aos PeixesAntónio Fernandes
 
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraCapítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraAlexandra Madail
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoAlexandre R
 
Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castroQuezia Neves
 
Voluntariado
VoluntariadoVoluntariado
Voluntariadokatia--07
 
A importância das florestas
A importância das florestasA importância das florestas
A importância das florestaselmachon
 

Mais procurados (20)

Evolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesaEvolução da população portuguesa
Evolução da população portuguesa
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
O resumo de Os Maias
O resumo de Os MaiasO resumo de Os Maias
O resumo de Os Maias
 
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
 
Tipos de Pesca
Tipos de PescaTipos de Pesca
Tipos de Pesca
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
 
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os LusíadasGigante Adamastor, d'Os Lusíadas
Gigante Adamastor, d'Os Lusíadas
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)Contrastes de desenvolvimento (...)
Contrastes de desenvolvimento (...)
 
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
Como fazer uma apresentação oral de um livro 2
 
Recursos energéticos
Recursos energéticosRecursos energéticos
Recursos energéticos
 
Regioes agrarias
Regioes agrariasRegioes agrarias
Regioes agrarias
 
Estrutura do Sermão de Santo António aos Peixes
Estrutura do Sermão de Santo António aos PeixesEstrutura do Sermão de Santo António aos Peixes
Estrutura do Sermão de Santo António aos Peixes
 
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraCapítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
 
Desflorestação
DesflorestaçãoDesflorestação
Desflorestação
 
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de PerdiçãoResumo por Capítulos Amor de Perdição
Resumo por Capítulos Amor de Perdição
 
Episódio de inês de castro
Episódio de inês de castroEpisódio de inês de castro
Episódio de inês de castro
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 
Voluntariado
VoluntariadoVoluntariado
Voluntariado
 
A importância das florestas
A importância das florestasA importância das florestas
A importância das florestas
 

Destaque

Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 
A Preservação da Água
A Preservação da ÁguaA Preservação da Água
A Preservação da Águathayseteixeira
 
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidade
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidadeLivro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidade
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidademensageiros
 
A sustentabilidade da água
A sustentabilidade da águaA sustentabilidade da água
A sustentabilidade da águaFlávio Carvalho
 
Poluição e Preservação dos Rios
Poluição e Preservação dos RiosPoluição e Preservação dos Rios
Poluição e Preservação dos RiosVicente Manera Neto
 
Qual é o motivo da crise da água
Qual é o motivo da crise da águaQual é o motivo da crise da água
Qual é o motivo da crise da águaAline Chaim
 
A História do Saneamento Básico
A História do Saneamento BásicoA História do Saneamento Básico
A História do Saneamento Básicoeloambiental
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade-
 
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)ElizaDeby
 

Destaque (16)

Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
A Preservação da Água
A Preservação da ÁguaA Preservação da Água
A Preservação da Água
 
Material agua e vida
Material agua e vidaMaterial agua e vida
Material agua e vida
 
Trabalho da água
Trabalho da águaTrabalho da água
Trabalho da água
 
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidade
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidadeLivro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidade
Livro da água - Volume 3 - Água e sustentabilidade
 
A sustentabilidade da água
A sustentabilidade da águaA sustentabilidade da água
A sustentabilidade da água
 
Poluição e Preservação dos Rios
Poluição e Preservação dos RiosPoluição e Preservação dos Rios
Poluição e Preservação dos Rios
 
Qual é o motivo da crise da água
Qual é o motivo da crise da águaQual é o motivo da crise da água
Qual é o motivo da crise da água
 
A História do Saneamento Básico
A História do Saneamento BásicoA História do Saneamento Básico
A História do Saneamento Básico
 
Sustentabilidade na Agroindustria
Sustentabilidade na AgroindustriaSustentabilidade na Agroindustria
Sustentabilidade na Agroindustria
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)A importância da água (aula 2º ano fundamental)
A importância da água (aula 2º ano fundamental)
 
A importância da água
A importância da águaA importância da água
A importância da água
 
A importancia da água
A importancia da águaA importancia da água
A importancia da água
 
Slides agua
Slides   aguaSlides   agua
Slides agua
 

Semelhante a Sustentabilidade ambiental

Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02
Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02
Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02rcatanese
 
Recursos 10ºAno
Recursos  10ºAnoRecursos  10ºAno
Recursos 10ºAnoTânia Reis
 
O desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisO desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisjovensnaeconomia
 
O impacto da eutrofização
O impacto da eutrofizaçãoO impacto da eutrofização
O impacto da eutrofizaçãoJefferson Vieira
 
Problemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem águaProblemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem águaDayane Almeida
 
Apostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadasApostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadasRômulo Magno
 
Gestão e sustentabilidade
Gestão e sustentabilidadeGestão e sustentabilidade
Gestão e sustentabilidadecARLOS CAMPOS
 
A terra vista como planeta azul
A terra vista como planeta azulA terra vista como planeta azul
A terra vista como planeta azulDiogo Batista
 
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docx
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docxDESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docx
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docxssuser3bcdae
 
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidadeTrabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidadenorivalfp
 
Aula 21 recuperação de áreas degradadas
Aula 21 recuperação de áreas degradadasAula 21 recuperação de áreas degradadas
Aula 21 recuperação de áreas degradadasHomero Alves de Lima
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelVânia Marques
 
Trabalho escrito de estatistica
Trabalho escrito de estatisticaTrabalho escrito de estatistica
Trabalho escrito de estatisticaMonique Mazarin
 

Semelhante a Sustentabilidade ambiental (20)

Jmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmenteJmab 2012 finalmente
Jmab 2012 finalmente
 
Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02
Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02
Jmab2012finalmente 120726203449-phpapp02
 
Recursos 10ºAno
Recursos  10ºAnoRecursos  10ºAno
Recursos 10ºAno
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Solo
SoloSolo
Solo
 
O desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientaisO desenvolvimento e os recursos ambientais
O desenvolvimento e os recursos ambientais
 
O impacto da eutrofização
O impacto da eutrofizaçãoO impacto da eutrofização
O impacto da eutrofização
 
Problemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem águaProblemas ambientais que envolvem água
Problemas ambientais que envolvem água
 
Saneamento básico
Saneamento básicoSaneamento básico
Saneamento básico
 
Apostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadasApostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadas
 
Apostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadasApostila de areas degradadas
Apostila de areas degradadas
 
Gestão e sustentabilidade
Gestão e sustentabilidadeGestão e sustentabilidade
Gestão e sustentabilidade
 
A terra vista como planeta azul
A terra vista como planeta azulA terra vista como planeta azul
A terra vista como planeta azul
 
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docx
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docxDESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docx
DESTRUIÇÃO DA HIDROSFERA.docx
 
Meio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSLMeio ambiente ENSL
Meio ambiente ENSL
 
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidadeTrabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
Trabalho do enzo 123 (1) sustentabilidade
 
Aula 21 recuperação de áreas degradadas
Aula 21 recuperação de áreas degradadasAula 21 recuperação de áreas degradadas
Aula 21 recuperação de áreas degradadas
 
Poluição da água
Poluição da águaPoluição da água
Poluição da água
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Trabalho escrito de estatistica
Trabalho escrito de estatisticaTrabalho escrito de estatistica
Trabalho escrito de estatistica
 

Mais de -

Trabalho Escravo no Brasil
Trabalho Escravo no BrasilTrabalho Escravo no Brasil
Trabalho Escravo no Brasil-
 
Educação mundial
Educação mundialEducação mundial
Educação mundial-
 
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.-
 
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)-
 
A escola do futuro
A escola do futuroA escola do futuro
A escola do futuro-
 
A economia no mundo
A economia no mundoA economia no mundo
A economia no mundo-
 
Apresentação 2 power point
Apresentação 2  power pointApresentação 2  power point
Apresentação 2 power point-
 
Artigo AVA
Artigo AVAArtigo AVA
Artigo AVA-
 
Artigo AVA
Artigo AVAArtigo AVA
Artigo AVA-
 
Eco battery
Eco batteryEco battery
Eco battery-
 
Qualidades de nossas escolas
Qualidades  de nossas escolasQualidades  de nossas escolas
Qualidades de nossas escolas-
 
O jovem no mercado de trabalho
O jovem no mercado de trabalhoO jovem no mercado de trabalho
O jovem no mercado de trabalho-
 
O futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológicaO futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológica-
 
Miséria
MisériaMiséria
Miséria-
 
Jovens criando família
Jovens criando famíliaJovens criando família
Jovens criando família-
 
Melhores Empresas para se trabalhar
Melhores Empresas para se trabalharMelhores Empresas para se trabalhar
Melhores Empresas para se trabalhar-
 
Drogas no esporte
Drogas no esporteDrogas no esporte
Drogas no esporte-
 
Drogas na escola
Drogas na escolaDrogas na escola
Drogas na escola-
 
Drogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitasDrogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitas-
 
As barreiras criadas pela tecnologia
As barreiras criadas pela tecnologiaAs barreiras criadas pela tecnologia
As barreiras criadas pela tecnologia-
 

Mais de - (20)

Trabalho Escravo no Brasil
Trabalho Escravo no BrasilTrabalho Escravo no Brasil
Trabalho Escravo no Brasil
 
Educação mundial
Educação mundialEducação mundial
Educação mundial
 
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.
Andre e wesley dia quatro de novembro,quatorze.
 
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)
A tecnologia voltada para escola.pptx helljulia (1)
 
A escola do futuro
A escola do futuroA escola do futuro
A escola do futuro
 
A economia no mundo
A economia no mundoA economia no mundo
A economia no mundo
 
Apresentação 2 power point
Apresentação 2  power pointApresentação 2  power point
Apresentação 2 power point
 
Artigo AVA
Artigo AVAArtigo AVA
Artigo AVA
 
Artigo AVA
Artigo AVAArtigo AVA
Artigo AVA
 
Eco battery
Eco batteryEco battery
Eco battery
 
Qualidades de nossas escolas
Qualidades  de nossas escolasQualidades  de nossas escolas
Qualidades de nossas escolas
 
O jovem no mercado de trabalho
O jovem no mercado de trabalhoO jovem no mercado de trabalho
O jovem no mercado de trabalho
 
O futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológicaO futuro da sociedade tecnológica
O futuro da sociedade tecnológica
 
Miséria
MisériaMiséria
Miséria
 
Jovens criando família
Jovens criando famíliaJovens criando família
Jovens criando família
 
Melhores Empresas para se trabalhar
Melhores Empresas para se trabalharMelhores Empresas para se trabalhar
Melhores Empresas para se trabalhar
 
Drogas no esporte
Drogas no esporteDrogas no esporte
Drogas no esporte
 
Drogas na escola
Drogas na escolaDrogas na escola
Drogas na escola
 
Drogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitasDrogas licitas e ilícitas
Drogas licitas e ilícitas
 
As barreiras criadas pela tecnologia
As barreiras criadas pela tecnologiaAs barreiras criadas pela tecnologia
As barreiras criadas pela tecnologia
 

Último

geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptxpamelacastro71
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamentalgeone480617
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasCasa Ciências
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxIsabelaRafael2
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 

Último (20)

geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptxAula 1, 2  Bacterias Características e Morfologia.pptx
Aula 1, 2 Bacterias Características e Morfologia.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino FundamentalCartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
Cartilha 1º Ano Alfabetização _ 1º Ano Ensino Fundamental
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de PartículasRecurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
Recurso Casa das Ciências: Sistemas de Partículas
 
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptxApostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
Apostila da CONQUISTA_ para o 6ANO_LP_UNI1.pptx
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 

Sustentabilidade ambiental

  • 1.
  • 2. Sustentabilidade é um termo usado para definir ações e atividades humanas que visam suprir as necessidades atuais dos seres humanos, sem comprometer o futuro das próximas gerações. Ou seja, a sustentabilidade está diretamente relacionada ao desenvolvimento econômico e material sem agredir o meio ambiente, usando os recursos naturais de forma inteligente para que eles se mantenham no futuro. Seguindo estes parâmetros, a humanidade pode garantir o desenvolvimento sustentável.
  • 3. O que é Sustentabilidade Ambiental;  Água;  Desmatamento da Floresta Amazônica;  Exploração dos recursos minerais;  Os 4R’s  Como ser sustentável;  Sustentabilidade Ambiental no Brasil;  Sustentabilidade Ambiental no Mundo
  • 4. A sustentabilidade ambiental consiste na manutenção das funções e componentes do ecossistema, de modo sustentável, podendo igualmente designar-se como a capacidade que o ambiente natural tem de manter as condições de vida para as pessoas e para outras espécies e a qualidade de vida para as pessoas, tendo em conta a habitabilidade, a beleza do ambiente e a sua função como fonte de energias renováveis.
  • 5.
  • 6. A palavra potável vem do latim potare, que significa beber, ingerir. Etapas do tratamento: cada etapa do tratamento da água pode representar um obstáculo à transmissão de doenças. O grau e o tipo de tratamento pode ir de uma simples desinfecção até um tratamento mais complexo, dependendo das condições do manancial que vai ser utilizado. Esses aspectos são estudados numa especialidade da engenharia hidráulica denominada de engenharia sanitária.
  • 7. Floculação - Segue-se a floculação, quando, em tanques de concreto, continua o processo de aglutinação das impurezas, na água em movimento. Decantação - A água entra em outros tanques, onde vai ocorrer a decantação. As impurezas, que se aglutinaram e formaram flocos, vão se separar da água pela ação da gravidade, indo para o fundo dos tanques. Entre a entrada da água bruta na estação de tratamento até sua saída, já potável, decorrem cerca de alguns segundos a 60 minutos , dependendo da qualidade da água bruta e do tipo de tratamento adotado.
  • 8. O desmatamento da Floresta Amazônica é um dos principais problemas ambientais do mundo atual, em função de sua grande importância para o meio ambiente. Este desmatamento causa extinção de espécies vegetais e animais, trazendo danos irreparáveis para o ecossistema amazônico.
  • 9.
  • 10. Principais causas:  Degradação provocada pelo corte ilegal de árvores, destinadas ao comércio ilegal de madeira;  Queimadas ilegais para abertura de pastagens para o gado ou áreas agrícolas (principalmente para a cultura de soja);  Assentamentos humanos em função do crescimento populacional na região.
  • 11. Principais consequências:  Extinção de espécies vegetais e animais; Desequilíbrio no ecossistema da região;  Aumento da poluição do ar nos casos de queimadas;  Aumento de casos de erosão do solo.
  • 12. Os recursos minerais são concentrações de rochas e minerais que constituem a crusta terrestre.  Quando existe um interesse econômico rentável para o Homem sobre estes recursos, designam-se jazidas minerais.  Os recursos minerais classificam-se em metálicos e não metálicos.  É possível conseguir extraí-los da crusta terrestre através da atividade mineira.
  • 13.  Consequências da utilização dos Recursos Minerais  A exploração mineira é a causadora de poluição ambiental, alterando profundamente a paisagem da região onde está inserida.  A extração dos recursos minerais do subsolo deve ser feita em equilíbrio com a Natureza, de forma a salvaguardar o meio ambiente para as gerações futuras.
  • 14. Reduzir, Reutilizar, Reciclar e Reparar. Reduzir- o primeiro passo é reduzir os resíduos produzidos, ou seja, controlar o peso e o volume dos resíduos, evitar consumos supérfluos e desperdícios como o uso excessivo de água, luz e gás.
  • 15. Reutilizar- a reutilização consiste em utilizar um produto mais do que uma vez para o mesmo fim, evitando assim o seu lançamento ao balde do lixo. Reciclar- a reciclagem é um processo que permite transformar materiais já utilizados noutros para nova utilização. Reparar- A reparação é um processo que consiste na recuperação de certos materiais, que ainda estejam em mínimas condições para serem trabalhados e posteriormente utilizados
  • 16.
  • 17. Tomar banhos mais curtos, separar o lixo de acordo com o material, usar lâmpadas florescentes, preferir usar sacolas reutilizáveis às descartáveis na hora das compras, diminuir o uso de equipamentos elétricos durante o horário de pico, lavar o carro com balde ao invés de mangueira, preferir varrer ao invés de lavar o quintal e não fazer fogueiras. Fazendo isso estamos ajudando muito na preservação de nossos recursos, adiando a escassez de água, diminuindo os danos ao solo, causados pelos aterros sanitários cuja quantidade de lixo só aumenta, e evitando a degradação e exploração de mais áreas para a criação de hidrelétricas.
  • 18. O país reduziu o índice de desmatamento, o consumo de gases que provocam o buraco na camada de ozônio e aumentou sua eficiência energética com o maior uso de fontes renováveis de energia. O acesso à água potável deve ser universalizado, mas a meta de melhorar condições de moradia e saneamento básico ainda depende dos investimentos a serem realizados e das prioridades adotadas pelo país. A estimativa é de que o Brasil cumpra, na média nacional, todos os 8 ODM, incluindo o ODM 7. Mas este é considerado por muitos especialistas como um dos mais complexos para o país, principalmente na questão de acesso aos serviços de saneamento básico em regiões remotas e nas zonas rurais.
  • 19. A proporção de áreas protegidas em todo o mundo tem aumentado sistematicamente. A soma das áreas protegidas na terra e no mar já é de 20 milhões de km² (dados de 2006). A meta de reduzir em 50% o número de pessoas sem acesso à água potável deve ser cumprida, mas a melhoria das condições de vida em favelas e bairros pobres está progredindo lentamente. Entre 1990 e 2006, mais de 1,6 bilhão de pessoas ganharam acesso a água potável, aumentando de 76% para 86% a proporção da população com esse acesso. São 76 os países que estão no caminho para o cumprimento dessa meta, mas 23 estão estagnados e 5 apresentaram retrocesso de acordo com dados mais recentes do Banco Mundial.
  • 20. Neste trabalho, falamos um pouco sobre sustentabilidade ambiental e alguns temas referentes a isso, como o uso correto da água potável, o desmatamento da Floresta Amazônica, a exploração dos recursos minerais, entre outros.
  • 21. • Leia também: http://www.brasilescola.com/geografia/ agua-potavel.htm • http://www.suapesquisa.com/geografia /floresta_amazonica.htm
  • 22. http://ambientekid.webgarden.com/me nu/reciclagem/os-4-r-s • http://pt.wikipedia.org/wiki/Sustentabilid ade_ambiental • http://www.sustentabilidade.org.br/info_ det.asp?codigo=1877