O slideshow foi denunciado.

Conjunções

10.206 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Conjunções

  1. 1. Ano Letivo 2012 Língua Portuguesa Prof. Nixson Machado
  2. 2. “Ser ouou não ser” Observe a estrutura da frase: temos um afirmação “ser” e sua imediata negação “não ser”. Ora, “ser” e “não ser” são duas orações com o mesmo valor sintático unidas pela palavra “ou”, que é uma conjunção. Observe ainda que a conjunção “ou” estabelece uma relação entre as duas orações; essa relação pode variar se mudarmos a conjunção. Veja os exemplos abaixo: “ser ou não ser” Ser e não ser Ser mas não ser Ser tanto quanto não ser O papel da conjunção é esse: unir orações ou termos de mesmo valor gramatical, estabelecendo uma relação entre eles. Veja outros exemplos: • Você escolhe o sabor do sorvete: chocolate ou morango? (dois termos semelhantes) • Ele joga futebol e basquete. (dois termos semelhantes) • Eu iria ao jogo, mas estou sem companhia. (duas orações) Como você percebeu, a conjunção se caracteriza por ser um conectivo, isto é, uma palavra que faz conexão, que une, que liga palavras ou orações.
  3. 3.  As conjunções ou locuções conjuntivas coordenativas podem ser classificadas de acordo com a relação que estabelecem. Veja-as:  ADITIVAS – ligam dois termos ou duas orações, expressando ideia de adição ou de acréscimo.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: e, nem (e não), mais ainda, mas também, como também, etc.  Ex.: O garoto não só era misterioso, como tambémcomo também suspeito.  ADVERSATIVAS – estabelecem uma relação de oposição ou uma relação adversa entre dois termos ou duas orações de mesmo valor sintático.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: mas, porém, todavia, contudo, no entanto, senão, entretanto, não obstante, e (= mas), etc.  Ex.: Queria visitar a flor-de-maio e nãoe não foi.
  4. 4. ALTERNATIVAS – estabelecem entre as palavras ou orações uma relação de alternância, exclusão, escolha, uma opção.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: ou... ou, ora...ora, já...já, quer...quer, seja...seja.  Ex.: OuOu ele estava transtornado, ouou era um ótimo ator.  CONCLUSIVAS – introduzem orações que expressam ideia de conclusão em relação ao que se disse na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: logo, pois (posposto ao verbo), portanto, assim, por isso, por conseguinte etc.  Ex.: Ela não tinha convite, portantoportanto não poderia entrar na festa.  EXPLICATIVAS – ocorre quando a segunda oração dá uma explicação ou justifica o motivo ou a razão daquilo que se afirmou na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: que (= porque), pois (anteposto ao verbo), porque, porquanto, isto é etc.  Ex.: Espere-me aqui, poispois volto logo.
  5. 5. CONJUNÇÕES O QUE EXPRESSAM EXEMPLOS •ADITIVAS: e, nem, não só, mas também. - dão ideia de soma, adição (ligam palavras, termos ou orações de mesmo valor sintático). - Paulo estuda e trabalha. - Paulo não estuda nem trabalha. •ADVERSATIVAS: mas, porém, contudo, todavia, entretanto, no entanto... - estabelecem relação de oposição, de contraste entre as orações. - Ele caiu, mas não se machucou. - Falou muito, contudo, pouco disse. •ALTERNATIVAS: ou, ou...ou, ora...ora, quer...quer. - estabelecem relação de exclusão, alternância, opção entre as orações. - Ou assobia, ou chupa cana. - Ora ria, ora chorava copiosamente. •CONCLUSIVAS: logo, portanto, por conseguinte, pois (depois do verbo), por isso... - introduzem uma oração que apresenta uma conclusão do que foi dito na oração anterior. - Estudei com afinco, logo serei aprovado. - Acordei tarde, portanto chegarei atrasada ao trabalho.
  6. 6.  As conjunções subordinativas introduzem orações subordinadas e são agrupadas da seguinte forma:  INTEGRANTES – que / se, introduzem orações subordinadas substantivas. Alguns pronomes indefinidos ou interrogativos (quando, qual, quem etc.) podem exercer a função de conjunção integrante.  Ex.: É importante queque você venha.  Não se sabe qualqual era sua função.  ADVERBIAIS – introduzem orações adverbiais, indicando uma circunstância entre as orações.  Ex.: EnquantoEnquanto cobrarem ágio, não tocaremos de carro.
  7. 7.  CONDICIONAIS – iniciam orações que expressam uma condição ou hipótese para que aconteça o fato indicado na oração anterior.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES – se, caso, contanto que, salvo se, a menos que, a não ser que, desde que, dado que etc.  Ex.: Eu deveria esperá-lo, casocaso demorasse.  CAUSAIS – introduzem orações que indicam a causa, o motivo ou a razão do fato expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES – porque, como (= porque), pois, que (= porque), porquanto, já que, visto que, desde que, uma vez que etc.  Ex.: ComoComo estava com as mãos ocupadas, não pôde ajudá-la.  A várzea inundou porqueporque choveu.
  8. 8.  COMPARATIVAS – iniciam orações que estabelecem uma comparação com o elemento expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: como, que, do que (depois de mais, menos, maior, menor, melhor, pior), qual (depois de tal), quanto (depois de tão ou tanto), bem como, assim como etc.  Ex.: Comporte-se comocomo adulto. (verbo subentendido)  CONFORMATIVAS - introduzem orações que indicam conformidade, concordância em relação a um fato expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES : conforme, como, consoante, segundo.  Ex.: O plano deu certo, conformeconforme ele havia previsto.  CONSECUTIVAS – iniciam orações que indicam a consequência do fato expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: que (depois de tal, tanto, tão ou tamanho), de modo que, de forma que, de sorte que etc.  Ex.: Choveu tanto quetanto que o rio transbordou.  Ia tão distraído que caiu num poço.
  9. 9.  CONCESSIVAS - introduzem orações que indicam uma concessão, ou seja, expressam um fato contrário a ação principal, mas não capaz de impedir sua realização.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: embora, conquanto, ainda que, mesmo que, posto que, se bem que, por mais que, nem que etc.  Ex.: O barqueiro continuou ancorado, emboraembora o sol estivesse bem quente.  FINAIS - iniciam orações que indicam uma finalidade em relação ao fato expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: para que, a fim de, porque (= para que), que etc.  Ex.: Reli o livro a fim dea fim de entendê-lo melhor.  TEMPORAIS - iniciam orações que indicam o tempo ou o momento em que determinado fato ocorreu.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: quando, enquanto, depois que, logo que, assim que etc.  Ex.: O elevador enguiçou quandoquando descíamos.
  10. 10.  PROPORCIONAIS - iniciam orações que expressam proporção ou simultaneidade em relação a outro fato expresso na oração principal.  PRINCIPAIS CONJUNÇÕES: à proporção que, à medida que, quanto mais...mais, quanto menos...menos etc.  Ex.: À medida queÀ medida que a noite avançava, a casa enchia-se de luzes.
  11. 11. Circunstâncias que expressam Conjunções Exemplos Causais causa, motivo, razão Porque, como, visto que, já que, etc. Comprei as revista, porque, nenhum livro me interessou. Comparativas comparação Como, que, tanto mais, menos do que, etc. O menino está tão confuso quanto o irmão. Concessivas concessão Embora, ainda que, se bem que, mesmo que, etc. Ele não participará, embora você insista. Condicionais condição Se, caso, contanto que, desde que, a menos que, etc. Se tivesse dinheiro, aproveitaria essa promoção. Conformativas conformidade Conforme, como, segundo, etc. Tudo ocorreu conforme o combinado. Consecutivas consequência Tal, tanto que, de modo que, etc. Falou tanto que ficou rouco. Finais finalidade Para que, a fim de que, que, etc. Cheguei mais cedo a fim de que possamos conversar. Proporcionais proporção À proporção que, à medida que, etc. O preço aumenta à medida que o

×