LIÇÃO 7 - Integridade em tempos de crise

4.584 visualizações

Publicada em

2014 4 TRI

Para assistir os vídeos explicativos sobre os slides acesse: http://goo.gl/PPDRnr

Publicada em: Educação
1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.584
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
299
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
164
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

LIÇÃO 7 - Integridade em tempos de crise

  1. 1. LIÇÃO 7 INTEGRIDADE EM TEMPOS DE CRISE Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  2. 2. Pr. Moisés Sampaio de Paula 2
  3. 3. ESCOLA BIBLICA DOMINICAL NA WEBTV LEITURA BÍBLICA: Dm 6.3-5,10,11,15,16,20
  4. 4. INTRODUÇÃO • Daniel, já idoso, mas um exemplo de integridade em meio a um ambiente político corrupto. • Exemplo de responsabilidade para assumir as consequências pela profissão de fé em um ambiente hostil. • Exemplo de alguém que mantém sua integridade tanto na adversidade como na prosperidade, assim como apóstolo Paulo (Fp 4.13).
  5. 5. I . INTREGRIDADE EM UM AMBIENTE CORRUPTO
  6. 6. I . INTREGRIDADE EM UM AMBIENTE CORRUPTO • Dario = vice-rei de Ciro, da Pérsia? • Ofertas de poder no meio político. • “Dario” também percebeu que em Daniel havia “um espirito excelente”(6.3), portanto alguém com diferencial e digno de confiança. • A prosperidade de Daniel (possibilidade de se tornar líder de todo reino) causou inveja nos demais líderes (6.3) – ambiente de liderança e poder.
  7. 7. I . INTREGRIDADE EM UM AMBIENTE CORRUPTO • Os “adversários” de Daniel não tinham do que acusar a Daniel, que era integro, sábio e prudente (6.4). • Calunia e difamação no meio político. O que realmente é verdade? Exemplo dos debates políticos. • Não tendo no que acusá-lo, mesmo que fosse simulado, partem para a questão religiosa: “Nunca acharemos ocasião alguma contra este Daniel, se não a procurarmos contra ele na lei do seu Deus.” (6.5)
  8. 8. I . INTREGRIDADE EM UM AMBIENTE CORRUPTO • Elaboraram uma trama contra Daniel, aproveitando a vaidade do rei (30 dias sem oração, senão ao rei). • Daniel manteve sua prática de oração e adoração ao seu Deus, mesmo depois de ciente do decreto o rei (6.10). • O rei, mesmo contrariado, é “obrigado” a cumprir o edito. AP – você tem negociado sua fé?
  9. 9. I I . MANUTENÇÃO DA FÉ, INDEPENDENTE DAS CIRCUNSTÂNCIAS
  10. 10. XX • A integridade de Daniel não o livrou da maldade e da inveja dos seus “inimigos” do palácio. • Qual a dor de ser injustiçado? Qual sentimento tomaria conta de uma pessoa na situação de Daniel? • Aparentemente, Daniel manteve-se equilibrado e se submeteu à sentença do edito real. • O exemplo de Daniel leva o próprio rei a confiar no livramento divino: “O rei disse a Daniel: O teu Deus, a quem tu continuamente serves, ele te livrará.” (6.16-18).
  11. 11. XX • O Rei não conseguiu dormir, nem comer. • Daniel não escapou da cova dos leões, mas foi preservado por Deus e serviu de exemplo para influenciar o rei (6.20-23). Ver SI 34.7. • Frase popular: “O feitiço virou contra o feiticeiro”. A trama dos inimigos de Daniel caiu sobre a cabeça deles e de suas famílias. • O nome de Deus é glorificado com o novo edito do rei: “a todos os povos, nações e línguas que moram em toda a terra”(Dm 6.25).
  12. 12. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  13. 13. CONSIDERAÇÕES FINAIS • Daniel, avançado de idade, sofre ataque de seus “inimigos”. • Neste vida, podemos ser vítimas de pessoas invejosas, mas devemos manter nossa integridade e testemunho de fé. • O nome de Deus é glorificado quando seguimos o exemplo de Daniel.
  14. 14. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CABRAL, Elienai. Integridade moral e espiritual: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje. Rio de Janeiro: CPAD, 2014. CAZELLES, H. História Política de Israel, desde as origens até Alexandre Magno. São Paulo: Paulus, 1986. COMENTÁRIO BÍBLICO BEACON. Vol. 4. 1ª Edição. Rio de Janeiro: CPAD, 2005. DONNER, H. História de Israel e dos Povos Vizinhos. vol. 2, 4ª Edição. São Paulo: Sinodal e EST, 2006. LIÇÕES BÍBLICAS. Integridade moral e espiritual: o legado do livro de Daniel para a Igreja hoje. 4º Trimestre de 2014. Rio de janeiro: CPAD, 2014.
  15. 15. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS MERRIL, Eugene H. História de Israel no Antigo Testamento: o reino de sacerdotes que Deus colocou entre as nações. 6ª Edição. Rio de Janeiro: CPAD, 2007. NOTH, Martin. História de Israel. Barcelona: Ediciones Garriga, 1966. GILBERTO, Antonio. Daniel & Apocalipse. Rio de Janeiro: CPAD, 2006. PFEIFFER, Charles F.; VOS, Howard, f. Dicionário Bíblico Wycliffe. Rio de Janeiro: CPAD, 2009. RÖMER, T. A chamada História Deuteronomista. Petrópolis: Vozes, 2008.
  16. 16. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS VON RAD, G. Teologia do Antigo Testamento. vol. 1-2, São Paulo: ASTE, 1974. ZUCK, Roy B (Ed). Teologia do Antigo Testamento. 1ª Edição. Rio de Janeiro: CPAD, 2009.
  17. 17. ESCOLA BIBLICA DOMINICAL NA WEBTV IEADSJP Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva Pr. Vice Presidente: Elson Pereira Comentários: Ev. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094 / 3076 3589

×