O slideshow foi denunciado.

LBJ LIÇÃO 2 - O PRIMEIRO PROBLEMA ENFRENTADO EM FAMÍLIA

24.275 visualizações

Publicada em

Assista vídeos e acesse outros arquivos de slides no meu blog:
http://goo.gl/PPDRnr

Subsídios elaborados pelo Pr. Natalino das Neves
Programa Escola Dominical na WEBTV.
IEADSJP - Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais
Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva
Pr. Vice Presidente: Elson Pereira

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

LBJ LIÇÃO 2 - O PRIMEIRO PROBLEMA ENFRENTADO EM FAMÍLIA

  1. 1. TEXTO DO DIA "Porque, onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa." (Tg 3.16)
  2. 2. SÍNTESE A inveja transtorna qualquer ambiente, mas Deus, pela sua Palavra e pelo seu Espírito, transforma maldição em bênção.
  3. 3. OBJETIVOS
  4. 4. • APRENDER a respeito da responsabilidade de cuidar de nossos irmãos, tanto na família como na igreja; • CONTRIBUIR para que os inevitáveis conflitos familiares não transformem a família, campo de treinamento de Deus, em campo de batalha da carne; • MOSTRAR que a inveja é pecado e o antídoto para combatê-la é o ensino das Escrituras.
  5. 5. LEITURA BÍBLICA
  6. 6. Gênesis 4.1-10 • 1. E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu, e teve a Caim, e disse: Alcancei do Senhor um varão. • 2. E teve mais a seu irmão Abel; e Abel foi pastor de ovelhas, e Caim foi lavrador da terra. • 3. E aconteceu, ao cabo de dias, que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. • 4. E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura; e atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta. • 5. Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante. • 6. E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? • 7. Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás. • 8. E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou. • 9. E disse o Senhor a Caim: Onde está Abel, teu irmão? E ele disse: Não sei; sou eu guardador do meu irmão? • 10. E disse Deus: Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.
  7. 7. SUBSÍDIOS
  8. 8. SUBSÍDIOS A inveja também obscureceu a mente de Caim, afastando-o da verdade. Como resultado, o sangue de seu irmão Abel correu sobre a terra amaldiçoada e a história se alterou tragicamente. Os temas ciúme, inveja e cobiça percorrem os séculos. Os irmãos de José tiveram inveja do favor de seu pai Jacó, e cobiçavam o papel de filho favorito. Certo ou errado, Jacó escolheu José para um lugar especial na família. Deus, por sua presciência, deu sonhos a José, que estava sendo preparado, sem saber, para sofrimentos e triunfos futuros. A inveja é geralmente baseada no temor - medo de perder algo. A inveja é sempre uma emoção egoísta. Deus deu sonhos a José, e então seus irmãos perderam o prestigio. Quando Jacó presenteou José com uma túnica multicolorida, o orgulho e a auto-estima dos irmãos foram feridos, produzindo a necessidade de retaliação. Muitos dos nossos problemas são resultado direto de um coração invejoso. Devemos nos observar cuidadosamente“. (DORTH, Richard W. Orgulho Fatal. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, pp. 69,75).
  9. 9. INTRODUÇÃO
  10. 10. INTRODUÇÃO • A inveja é um ato claramente indigno, desprezível, que traz perturbação (Tg 3.16). • Nesta lição será utilizada a descrição do relacionamento dos dois primeiros irmãos: Abel e Caim, para demonstrar a causa e os efeitos da inveja. • A necessidade de se contentar com o que term e ter união entre os irmãos.
  11. 11. "A inveja é tão vergonhosa que ninguém se atreve a confessá-la". Ramón Cajal, ganhador do Prêmio Nobel de medicina em 1906
  12. 12. I - CAIM E ABEL
  13. 13. 1. O começo de tudo • Conflito entre irmãos é uma constante na Bíblia. Exemplo de Caim e Abel. Dois irmãos, cada um buscando o sucesso do seu próprio modo. Caim seguiu a profissão do pai (Gn 2.15). Era lavrador (Gn 4.2); Abel era pastor de ovelhas (Gn 4.2). • A Bíblia não relata nenhum conflito antes do evento do assassinato: enquanto não há concorrência há relativa paz. • De repente, tudo mudou. Em um momento, Abel foi honrado por Deus e Caim não. Um se destacou em relação ao outro.
  14. 14. 1. O começo de tudo • Será que isso: se repete nas famílias da sociedade e da igreja? se repete entre o ministério? se repete nos ambientes de trabalho? ...
  15. 15. 2. Irmãos em conflito • O dia da oferta: qual a motivação de cada um? • Uma surpresa: os dois irmãos fazem a oferta, mas Deus aceita o sacrifício somente de um. • "Mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante" (Gn 4.5). • O que a oferta do Abel tinha de melhor? • Foi uma grande decepção. O irmão Abel passa a ser um concorrente, um obstáculo ao sucesso de Caim. • A inveja coloca a ira em ação.
  16. 16. 3. A chama da misericórdia divina • Caim ficou “irado com muito ardor”. Cuidado com a ira (Ef 4,26-27)! • Deus fala como um pai e não como um Juiz: "E o SENHOR disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás" (Gn 4.6,7). • A porta da reconciliação estava aberta, mas Caim preferiu irar-se contra Deus e seu irmão . • Quantos cristãos desprezam a voz de Deus e seguem os sentimentos do seu coração (Mc 7.21-23)?
  17. 17. 4. O primeiro fratricídio • Caim convidou seu irmão para ir ao campo e ali o matou (Gn 4.8). • Aquele campo poderia ter sido campo de brincadeiras entre os irmãos... • Os momentos de alegria e comunhão se tornam de dor e morte. • "Não sei; sou eu guardador de meu irmão?" (Gn 4.9). • Os irmão devem guardar o irmão, buscar o melhor para ele, ser feliz com sua felicidade, ... • Como está o seu relacionamento com seu irmão(ã)?
  18. 18. PENSE Por qual motivo Deus perguntou a Caim por Abel, se o Senhor sabia de tudo que estava acontecendo?
  19. 19. PONTO IMPORTANTE Deus espera que cada pessoa seja guardadora de seus irmãos. Essa era a maior obrigação de Caim, mas ele não a cumpriu e foi severamente punido. E nós?
  20. 20. II - RIVALIDADES ENTRE IRMÃOS
  21. 21. 1. Um problema histórico • A rivalidade entre irmãos é um problema familiar histórico. • Os casos são abundantes na Bíblia:  Ismael perseguia a Isaque (Gl 4.29);  Esaú e Jacó eram rivais desde o ventre (Gn 25.22,23);  os irmãos de José tinham inveja dele (Gn 37.11);  Miriã e Arão cobiçaram a posição de Moisés (Nm 12.1,2);  os irmãos de Davi o desprezavam (1 Sm 16.11; 17.28). • É comum as zonas de conflitos entre as famílias, mas o cristão deve ter bom senso e equilíbrio. • Paulo roga que guardemos a unidade do Espírito pelo vínculo da paz (Ef 4.1, 3).
  22. 22. 2. Um problema importante • Todo problema vivido dentro da família é relevante, pois quebra a unidade no lugar em que as pessoas têm a obrigação de se amarem. • "Amem-se ou pereçam", dizia certo poeta americano. • Está escrito: "Mas, se alguém não tem cuidado dos seus e principalmente dos da sua família, negou a fé e é pior do que o infiel" (1 Tm 5.8).
  23. 23. 3. Um problema inevitável • Todavia, os problemas familiares são inevitáveis. • Na família de Jesus também houve conflitos. • Não existe família sem problemas. • No entanto, é possível que os membros permanecerem sempre unidos (Pv 24.3,4). • O cristão não deve permitir que o campo de treinamento de Deus (a família) se transforme no campo de batalha! • Para isso, ele precisa se colocar na orientação do Espirito Santo e buscar a paz inefável e duradoura (Jo 14.27).
  24. 24. PENSE Como vencer os maus pensamentos que insuflam inveja em nossos corações, como os que sobrevieram ao primogênito de Adão?
  25. 25. PONTO IMPORTANTE Somente dando ouvidos à voz de Deus, é possível resistir à tentação. Caim preferiu destruir seu irmão a mudar sua conduta. Ele servia ao maligno.
  26. 26. III - VENCENDO O INIMIGO
  27. 27. 1. O pecado envergonhado • Caim teve inveja de Abel e, por isso, o matou, pois o invejoso não quer a felicidade do outro. Ele se incomoda com o sucesso alheio. • A inveja danifica profundamente as estruturas relacionais, pois é a podridão dos ossos (Pv 14.30). • Ela tem tornado convivência em muitas famílias muito difícil (Pv 27.4). • Quando Caim cedeu à inveja, "descaiu-lhe o seu semblante" (Gn 4.5), e por fim cometeu o fratricídio. • O invejoso prefere perder do que ver seu “concorrente” feliz e bem sucedido.
  28. 28. 2. Triunfo familiar • Para amenizar os problemas familiares, Deus estabelece uma ordem muito clara aos judeus (Dt 11.19-21). • O Manual do Fabricante, a Bíblia Sagrada, deixou prescrito um antídoto para que os problemas familiares não se tornem uma doença fatal na família: o ensino da Palavra a tempo e fora de tempo (2 Tm 4.1,2). • Como está a qualidade do estudo da Bíblia em sua família? • O que você tem feito para melhorar? • O que você pode fazer para melhorar?
  29. 29. PENSE Somente o ensino da Palavra de Deus na família é suficiente para debelar toda a maquinação invejosa ou faz-se preciso um acompanhamento psicológico também?
  30. 30. PONTO IMPORTANTE Através do ensino da Bíblia Sagrada, conhecemos quem é Deus e quem somos nós, o que é um excelente antídoto para a inveja, uma doença da alma.
  31. 31. PARA REFLETIR A Bíblia Sagrada, deixou prescrito um antídoto para que os problemas familiares não se tornem uma doença fatal na família, como aconteceu no caso de Caim e Abel: o ensino da Palavra a tempo e fora de tempo (2 Tm 4.1,2).
  32. 32. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  33. 33. Nesta lição aprendemos que: 1. O exemplo de Caim e Abel demonstra como a inveja pode levar uma pessoa a cometer atrocidades e perder sua liberdade e paz. 2. Outros vários exemplos bíblicos demonstram que é comum ter conflitos em família. Todavia, o cristão deve primar pela comunhão e paz entre os membros da família. 3. O estudo da Bíblia em família contribui para a redução do conflito e a manutenção da paz entre os familiares.
  34. 34. REFERÊNCIAS COLLINS, Gary. Aconselhamento cristão: século XXI. São Paulo: Vida Nova, 2004. COLSON, Charles; PEARCEY, Nancy. E Agora, como Viveremos? 2.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2000. Comentário Bíblico Beacon. Vol. 1. Rio de Janeiro: CPAD, 2015. DORTH, Richard W. Orgulho Fatal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996. LIÇÕES BÍBLICAS JOVENS. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Reynaldo Odilo (comentarista). Rio de Janeiro: 2016. LIMA, Elinaldo Renovato de. A Família Cristã e os Ataques do Inimigo. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. ODILO, Reynaldo. Eu e minha casa: orientações da Palavra de Deus para a família do século XXI. Rio de Janeiro: 2016. SWINDOLL, Charles R. Vivendo Provérbios. Rio de Janeiro: CPAD, 2013.
  35. 35. Pr. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br Contatos: natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094

×