IV Seminário estratégias para redução de riscos e desastres a eventos geodinâmicos                                     no ...
SUMÁRIO1- Cenário Atual de perigos e riscos no Estado de São Paulo2- O que é o PDN3 - Plano e Trabalho de Curto e Médio Pr...
Perigos Geológicos no Estado de São Paulo                          Erosão ContinentalColapso/subsidência                  ...
Acidentes e Desastres   Escorregamentos                                Mauá, jan/2011
Acidentes e Desastres   Escorregamentos                           São José dos Campos, jan/2011
Acidentes e Desastres   Escorregamentos                                Cunha, jan/2010
Acidentes e Desastres   Queda de blocos rochosos                                      Santos, 12 abril 2011
Acidentes e Desastres   Inundação e enchente                              São Luiz de Paraitinga, jan.2010
Acidentes e Desastres   Erosão/ solapamento de                                 margem de rio                              ...
Acidentes e Desastres                                       Erosão                        Processo erosivo em área rural -...
Acidentes e Desastres   Erosão Costeira                            Caraguatatuba, 2010
Acidentes e Desastres   Colapso e Subsidências de solo                                               Cajamar, 1986
Distribuição de Acidentes no Estado de São Paulo –                              Operação Verão (2000-2010)     2.569 acide...
Atendimentos emergenciais da Operação Verão   relacionados aescorregamentos    (2000 a 2010)
Atendimentosemergenciais daOperação Verão relacionados a    inundações  (2000 a 2010)
Atendimentosemergenciais daOperação Verão   e número de         óbitos  (2000 a 2010)
Atendimentos emergenciais da Operação Verão    e número depessoas afetadas   (2000 a 2010)
Tendências
HISTÓRICO - Operação Verão 2009/2010Dezembro/2009 – 11 atendimentos (Santa Branca, São Luiz do Paraitinga,Mauá, Ubatuba, ...
HISTÓRICO - Questão governamental - FEVEREIRO 2010Demanda do Governador               Cel.!              O que precisamosp...
HISTÓRICO - Questão governamentalJunho de 2010    – Instituto Geológico e Coordenadoria Estadual de    Defesa Civil – Prop...
O que é o PDN ?
O que é o PDN ?Programa que visa integrar as ações de Estado voltadaspara evitar acidentes e desastres associados àocorrên...
Diretrizes do PDN             Monitoramento, Sistemas de Alerta,             PPDC, Ações de Defesa Civil                  ...
Porque o PDN ?Capacidade de   Desastres eEnfrentamento    Acidentes
Porque o PDN ?Capacidade de               Desastres eEnfrentamento                Acidentes                          Ampli...
PDN - Objetivos                       Conhecer o problema e avaliar seu                       controle e evoluçãoCapacitar...
PDN - Estrutura               Componentes - Secretários de Estado  Comitê               Casa MilitarDeliberativo          ...
PDN - Estrutura                                 Atribuições               I - apreciar propostas e deliberar sobre ações e...
PDN - Estrutura               Componentes  ComitêDeliberativo Grupo deArticulação de AçõesExecutivasSecretariaExecutiva
PDN - Estrutura  ComitêDeliberativo Grupo deArticulação de AçõesExecutivasSecretariaExecutiva
PDN - Estrutura                                  Atribuições               I – elaborar, em 60 dias, Plano de Trabalho com...
PDN – Plano de Trabalho de Curto e Médio                       Prazo (2012-2020)
PDN – Plano de Trabalho de Curto e Médio                                Prazo (2012-2020)             AÇÕES ESTRATÉGICAS (...
- ações em andamento : 73 ações (60% do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
- ações em andamento : 73 ações (60%                            do total)
Principais instrumentos de gestão de                               risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de ...
Principais instrumentos de gestão de                               risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de ...
Principais instrumentos de gestão de                               risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de ...
Principais instrumentos de gestão de                               risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de ...
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                                 (15% do total)  PRODUTOS ESTRATÉGICOSGEOPORT...
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                 PRODUTOS ESTRATÉGICOSdo total)                              ...
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)          PRODUTOS ESTRATÉGICOS ...
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
- ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações                               (15% do total)
2012 R$ 1.000.000,00      - Portal do PDN                                       - Portal do PDN                           ...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                               (35% do total)
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                       (35% do total)   PRODUTOS ESTRATÉGICOS...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                       (35% do total)     PRODUTOS    ESTRATÉ...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                               (35% do total)
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                      (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPla...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                      (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPla...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                      (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPla...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                        (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS  ...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                        (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS  ...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                        (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS  ...
- ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações                                       (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS   ...
CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos1- Definição de governo  – aprovação do Plano de Trabalho 2012-2020 – Reunião do Com...
CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos2- Execução do Plano de Trabalho   - realização das atividades e ações junto aos órg...
CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos3- Comunicação   - Divulgação/Publicação do   Cenário de Referência do   Estado (201...
CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos4 – Viabilização política e financeira dos produtos estratégicos              DESAFI...
CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos4- Acompanhamento do PDN   -Atualização da avaliação dos indicadores a partir do cen...
Secretaria Executiva do Grupo de Articulação de Ações                  Executivas – GAAE   Maria José Brollo – mjbrollo@ig...
Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológic...
Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológic...
Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológic...
Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológic...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológico), 05/12/2012

908 visualizações

Publicada em

PALESTRA PROFERIDA NO IV Seminário estratégias para redução de riscos e desastres a eventos geodinâmicos no estado de São Paulo, EM 05 de dezembro de 2012, NO Auditório Anfiteatro Augusto Ruschi - Secretaria de Estado do Meio Ambiente
Realização: Secretaria do Meio Ambiente e Casa Militar, por meio do Instituto Geológico e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, Governo do Estado de São Paulo
08:30-09:30h: Credenciamento E Abertura
Mesa Redonda: A importância da articulação institucional na gestão de risco e desastres
09:30-09:45h: Mudanças climáticas, zoneamento ecológico-econômico e a gestão de riscos (Rubens Rizek Junior – Secretário de Estado do Meio Ambiente)
09:45-10:00h: O Sistema Integrado de Defesa Civil do Estado de São Paulo (Airton Iosimo Martinez – Secretário de Estado da Casa Militar e Coordenador Estadual de Defesa Civil)
10:00-10:15h: Programas habitacionais e redução e prevenção do risco (Marcos Rodrigues Penido - Secretário Adjunto de Estado da Habitação)
10:15-10:30h: Entrega dos relatórios de mapeamento de risco dos municípios de Taubaté e Redenção da Serra - Ricardo Vedovello (Diretor Geral do Instituto Geológico) , Walter Nyakas Junior (Diretor do Departamento de Defesa Civil) E Representantes municipais de Taubaté e Redenção da Serra
10:30-10:45h: Assinatura de Termos de Cooperação e Protocolos de Intenções entre a Secretaria do Meio Ambiente, por meio do Instituto Geológico e a:
Casa Militar-, CEDEC, para apoio técnico relativo a situações de riscos geológico-geotécnicos e avaliação de risco
Secretaria de Habitação, por meio de seus órgãos vinculados para assessoria técnica e treinamento para avaliação de risco
Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, do Estado do Rio de Janeiro, por meio do Departamento de Recursos Minerais- DRM e a Secretaria da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, do Estado do Paraná, por meio da Minerais do Paraná S A - MINEROPAR para compartilhamento de informações, desenvolvimento científico e tecnológico e atuação conjunta em emergências relacionadas a eventos geológico-geotécnicos
10:45–11:15h: Intervalo
11:15–11:45h: Perspectivas da gestão municipal para redução de risco a desastres (Antonio Gilberto Filippo Fernandes Junior - Prefeito de Guaratinguetá)
11:45–12:30h: Por quê é importante gerenciar riscos e não desastres (Joaquin Toro - Especialista Sênior em Gestão de Risco a Desastres do Banco Mundial)
12:30–13:30h: Almoço
Mesa Redonda: Geologia, Risco e Habitação: desafios para a redução de desastres
13:30–14:00h: O Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e de Redução de Riscos Geológicos (Maria José Brollo - Diretora do Núcleo de Geologia de Engenharia e Ambiental do IG)
14:00–14:30h: A relação entre os mapeamentos de risco e integração com sistemas de alerta no Estado do Rio de Ja

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
908
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos. Maria José Brollo (Instituto Geológico), 05/12/2012

  1. 1. IV Seminário estratégias para redução de riscos e desastres a eventos geodinâmicos no estado de São Paulo - 5 de dezembro de 2012 Programa Estadual de Prevenção deDesastres Naturais e Redução de Riscos Geológicos -PDN Maria José Brollo - Instituto Geológico – SMA/SP
  2. 2. SUMÁRIO1- Cenário Atual de perigos e riscos no Estado de São Paulo2- O que é o PDN3 - Plano e Trabalho de Curto e Médio Prazo (2012-2020)4 – Conclusão/Perspectivas
  3. 3. Perigos Geológicos no Estado de São Paulo Erosão ContinentalColapso/subsidência Escorregamentos Inundações Erosão Costeira
  4. 4. Acidentes e Desastres Escorregamentos Mauá, jan/2011
  5. 5. Acidentes e Desastres Escorregamentos São José dos Campos, jan/2011
  6. 6. Acidentes e Desastres Escorregamentos Cunha, jan/2010
  7. 7. Acidentes e Desastres Queda de blocos rochosos Santos, 12 abril 2011
  8. 8. Acidentes e Desastres Inundação e enchente São Luiz de Paraitinga, jan.2010
  9. 9. Acidentes e Desastres Erosão/ solapamento de margem de rio Ribeira de Iguape, 2005
  10. 10. Acidentes e Desastres Erosão Processo erosivo em área rural - Descalvado (acervo IG)
  11. 11. Acidentes e Desastres Erosão Costeira Caraguatatuba, 2010
  12. 12. Acidentes e Desastres Colapso e Subsidências de solo Cajamar, 1986
  13. 13. Distribuição de Acidentes no Estado de São Paulo – Operação Verão (2000-2010) 2.569 acidentes- 52% inundações- 19% escorregamentos- 1% erosão- 28% outros municípios atingidos ONDE ESTÃO OS PROBLEMAS? 316 óbitos - 235 por inundações (36%)- 36% inundações É A DIMENSÃO DOS PROBLEMAS? (19%) QUAL - 122 por escorregam.- 42% escorregam.- 22% outros105.559 pessoas afetadas
  14. 14. Atendimentos emergenciais da Operação Verão relacionados aescorregamentos (2000 a 2010)
  15. 15. Atendimentosemergenciais daOperação Verão relacionados a inundações (2000 a 2010)
  16. 16. Atendimentosemergenciais daOperação Verão e número de óbitos (2000 a 2010)
  17. 17. Atendimentos emergenciais da Operação Verão e número depessoas afetadas (2000 a 2010)
  18. 18. Tendências
  19. 19. HISTÓRICO - Operação Verão 2009/2010Dezembro/2009 – 11 atendimentos (Santa Branca, São Luiz do Paraitinga,Mauá, Ubatuba, Bofete, Taboão da Serra, Ribeirão Pires, Vargem Grande doSul, Santo Antonio do Pinhal, São Sebastião e Guaratinguetá);Janeiro/2010 – 21 atendimentos (Franco da Rocha, Cunha (2), Guaratinguetá(2), Guararema, Cunha, São Luiz do Paraitinga (2), Bananal, Ribeirão Grande,Santa Branca, Santo André, Mairiporã, Ubatuba, Ribeirão Pires, Carapicuíba,Suzano, São Sebastião, Atibaia e São Bernardo do Campo);Fevereiro/2010 – 09 atendimentos (Cajati, Miracatu, Pedro de Toledo,Guapiara, Apiaí, Mogi das Cruzes, Ilhabela, Aparecida e Praia Grande); Março/2010 – 10 atendimentos (Avaré, Poá, Águas de Lindóia, Areias, SãoJosé do Barreiro, São Bernardo do Campo, Mauá, Atibaia, Guaratinguetá e SãoSebastião);Abril/2010 – 07 atendimentos (Santa Branca, Praia Grande, Cubatão, SãoVicente, Mirassol, Ribeirão Pires e Ubatuba). 58 atendimentos emergenciais 207 áreas vistoriadas 20 atendimentos extra-plano
  20. 20. HISTÓRICO - Questão governamental - FEVEREIRO 2010Demanda do Governador Cel.! O que precisamospara Casa Militar e IG: Quantas áreas de riscos para mapear as áreas de- EM 30 DIAS - nós temos no estado risco de todos osinformações sobre: de São Paulo??número, gravidade e municípios??localização de áreas derisco no Estado de São Temos que mapear Diretor, estou aquiPaulo; todos os municípios. com o Governador...- DESAFIO - como mapear Já mapeamos 49, Ele quer mapear todostodos os 645 municípios? com o IG e o IPT. os Municípios em 1 ano? O que precisa? IG + IPT + Empresas? Vamos apresentar 645 municípios... uma proposta com Impossível ! priorização de áreas em 3 meses!
  21. 21. HISTÓRICO - Questão governamentalJunho de 2010 – Instituto Geológico e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil – Proposta de Programa Estadual de Prevenção de Desastres e Redução de Riscos GeológicosOutubro de 2011 – Decreto Estadual - Programa Estadual de Prevenção de Desastres e Redução de Riscos Geológicos (PDN)
  22. 22. O que é o PDN ?
  23. 23. O que é o PDN ?Programa que visa integrar as ações de Estado voltadaspara evitar acidentes e desastres associados àocorrência de fenômenos naturais, induzidos ou nãopelas atividades humanas.Aplica-se à articulação de Políticas Setoriais,relacionadas ao tema, permitindo a operacionalizaçãode Política Pública Específica, com amparo legal, e como estabelecimento de plano de metas e ações.
  24. 24. Diretrizes do PDN Monitoramento, Sistemas de Alerta, PPDC, Ações de Defesa Civil Gerenciar as áreas de risco já existentes Evitar o Eliminar / Mitigar aparecimento de os riscos existentes áreas de riscoZEE, Plano Diretor - Cartas - Urbanização, implantação deGeológico-Geotécnicas, de infraestrutura, obras deSuscetibilidade, de Perigos, estabilização, realocação.Geoambientais. - Informação e Capacitação
  25. 25. Porque o PDN ?Capacidade de Desastres eEnfrentamento Acidentes
  26. 26. Porque o PDN ?Capacidade de Desastres eEnfrentamento Acidentes Ampliação das Áreas PDN de Risco Aumento de Perdas e Políticas Publicas DanosCapacidade Técnica e Intensificação de Base Institucional Eventos Extremos Recursos Econômicos e Diversidade de Tecnológicos Processos Perigosos
  27. 27. PDN - Objetivos Conhecer o problema e avaliar seu controle e evoluçãoCapacitar e treinar Diagnósticoagentes e técnicos, edisseminar informação Capacitação, Planejamento e Evitar que o Treinamento e Ordenamento problema Disseminação Territorial apareça ou aumente Redução,Promover medidas Monitoramento e Mitigação e Fiscalização Evitar que as áreascorretivas para Erradicação de risco se ampliemeliminar as e que ocorramsituações de risco e acidentes, ereduzir as perdas minimizar danos
  28. 28. PDN - Estrutura Componentes - Secretários de Estado Comitê Casa MilitarDeliberativo Casa Civil (Coordenação) Agricultura e Desenv. Econômico,Grupo de Abastecimento Ciência e TecnologiaArticulaçãode AçõesExecutivas Desenvolvimento Habitação MetropolitanoSecretaria Planejamento e Meio AmbienteExecutiva Desenv. Regional Saneamento e Segurança Pública Recursos Hídricos
  29. 29. PDN - Estrutura Atribuições I - apreciar propostas e deliberar sobre ações e Comitê metas do PDN elaboradas pelo GAAE e, emDeliberativo caráter excepcional, pelo próprio Comitê II - apreciar propostas e deliberar sobre a Grupo de captação, alocação, distribuição e aplicação deArticulação recursos relacionados ao PDN de Ações III - estabelecer diretrizes e realizar oExecutivas acompanhamento das metas e ações do PDN Secretaria Executiva IV - delegar representações no âmbito do PDN V - aprovar seu Regimento Interno
  30. 30. PDN - Estrutura Componentes ComitêDeliberativo Grupo deArticulação de AçõesExecutivasSecretariaExecutiva
  31. 31. PDN - Estrutura ComitêDeliberativo Grupo deArticulação de AçõesExecutivasSecretariaExecutiva
  32. 32. PDN - Estrutura Atribuições I – elaborar, em 60 dias, Plano de Trabalho comComitê ações de curto e médio prazos, com projeção atéDeliberativo 2020. Deve haver indicação de responsáveis e recursos necessáriosGrupo deArticulação II – atualizar e submeter Plano de Trabalho,de Ações semestralmente, indicando o plano de distribuição eExecutivas de aplicação de recursos financeirosSecretariaExecutiva III – apresentar relatório semestral das ações executadas, cumprimento de metas e diagnóstico atualizado das situações de risco IV - elaborar seu Regimento Interno
  33. 33. PDN – Plano de Trabalho de Curto e Médio Prazo (2012-2020)
  34. 34. PDN – Plano de Trabalho de Curto e Médio Prazo (2012-2020) AÇÕES ESTRATÉGICAS (122 ações) em andamento 73 ações curto prazo 18 ações médio prazo 31 ações PRODUTOS ESTRATÉGICOS1. GEOPORTAL DE 2. Plano de 3. Plano de ampliação eRISCOS & Plano Avaliação e aperfeiçoamento dosDiretor de Mapeamento de Planos Preventivos e deIntegração de Áreas de Risco Contingência, doInformações sobre no Estado de São monitoramento e daÁreas de Risco Paulo resposta a emergências
  35. 35. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  36. 36. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  37. 37. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  38. 38. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  39. 39. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  40. 40. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  41. 41. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  42. 42. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  43. 43. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  44. 44. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  45. 45. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  46. 46. - ações em andamento : 73 ações (60% do total)
  47. 47. Principais instrumentos de gestão de risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de Defesa Civil (129 municípios)
  48. 48. Principais instrumentos de gestão de risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de Defesa Civil (129 municípios)2) Mapeamentos de Áreas de Risco (78 municípios)3) Planos Mun. de Redução de Risco - PMRR (16 municípios);
  49. 49. Principais instrumentos de gestão de risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de Defesa Civil (129 municípios)2) Mapeamentos de Áreas de Risco (78 municípios)3) Planos Mun. de Redução de Risco - PMRR (16 municípios);4) Monitoramento pluviométrico e fluviométrico (250 postos, 4 salas de situação)
  50. 50. Principais instrumentos de gestão de risco já implantados no Estado1) Planos Preventivos de Defesa Civil Baixada Santista, Paraíba do Sul (129 municípios) 7) Programa Estratégico Serra do Mar.2) Mapeamentos de Áreas de Risco 8) Política Nacional de Proteção e (78 municípios) Defesa Civil - Lei Federal nº 12.608,3) Planos Mun. de Redução de Risco - de 10 de abril de 2012 PMRR (16 municípios); 9) Cartografia geotécnica para o4) Monitoramento pluviométrico e planejamento e gestão do uso e fluviométrico (250 postos, 4 salas ocupação do solo (151 relatórios, de situação) abrangendo 70 municípios)5) Programas da Secretaria da 10) Programa de capacitação de Habitação para áreas de risco agentes de defesa civil (Seminários (2012-2015: previsão de oferta de de defesa civil – CEDEC; Cursos mais de 70 mil atendimentos) preparatórios do PPDC)6) ZEE - 3 UGRHIs: Litoral Norte,
  51. 51. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  52. 52. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSGEOPORTAL DE RISCOS &Plano Diretor de Integração deInformações sobre Áreas deRisco
  53. 53. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações PRODUTOS ESTRATÉGICOSdo total) (15% Plano de Avaliação e Mapeamento de Áreas de Risco no Estado de São Paulo
  54. 54. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  55. 55. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  56. 56. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  57. 57. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  58. 58. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOS Plano de ampliação e aperfeiçoamento dos Planos Preventivos e de Contingência, do monitoramento e da resposta a emergências
  59. 59. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  60. 60. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  61. 61. - ações de curto prazo – 2012-2013 : 18 ações (15% do total)
  62. 62. 2012 R$ 1.000.000,00 - Portal do PDN - Portal do PDN - Mapeamento de áreas de riscoRECURSOS - Estações meteorológicas automáticasNECESSÁRIOS 2013 R$ 24.043.000,00 - Centro de Comando e Controle - Sistema integrado de cartas geotécnicas do IPT - Capacitação de agentes municipais de defesa civilRECURSOS R$ 10.720.000,00 (CEDEC, DAEE, IG, CPLA, IPT/PATEM)RESERVADOS R$ 347.500.000,00 (DAEE - Obras)TOTAL R$ 383.263.000,00PREVISTO
  63. 63. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)
  64. 64. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSGEOPORTAL DE RISCOS &Plano Diretor de Integração deInformações sobre Áreas deRisco
  65. 65. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPlano de Avaliação eMapeamento de Áreasde Risco no Estado deSão Paulo
  66. 66. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)
  67. 67. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPlano de ampliação eaperfeiçoamento dosPlanos Preventivos e deContingência, domonitoramento e daresposta a emergências
  68. 68. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPlano de ampliação eaperfeiçoamento dosPlanos Preventivos e deContingência, domonitoramento e daresposta a emergências
  69. 69. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total) PRODUTOS ESTRATÉGICOSPlano de ampliação eaperfeiçoamento dosPlanos Preventivos e deContingência, domonitoramento e daresposta a emergências
  70. 70. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS (ainda não definido)ex: Plano de mitigação deáreas de risco (habitação eobras em áreas de risco)
  71. 71. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS (ainda não definido)ex: Plano de mitigação deáreas de risco (habitação eobras em áreas de risco)
  72. 72. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS (ainda não definido)ex: Percepção de risco –conhecer para prevenir,reduzir e mitigar áreas derisco
  73. 73. - ações de médio prazo - 2014-2020 : 31 ações (35% do total)PRODUTOS ESTRATÉGICOS (ainda não definido)ex: Percepção de risco –conhecer para prevenir,reduzir e mitigar áreas derisco
  74. 74. CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos1- Definição de governo – aprovação do Plano de Trabalho 2012-2020 – Reunião do Comitê Deliberativo em 25/10/2012
  75. 75. CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos2- Execução do Plano de Trabalho - realização das atividades e ações junto aos órgãos e secretarias - alocação adequada dos recursos financeiros
  76. 76. CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos3- Comunicação - Divulgação/Publicação do Cenário de Referência do Estado (2011) - Informação das ações para a sociedade
  77. 77. CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos4 – Viabilização política e financeira dos produtos estratégicos DESAFIO- 1. GEOPORTAL DE RISCOS & Plano Diretor de Integração de Informações sobre Áreas de Risco- 2. Plano de Avaliação e Mapeamento de Áreas de Risco no Estado de São Paulo- 3. Plano de ampliação e aperfeiçoamento dos Planos Preventivos e de Contingência, do monitoramento e da resposta a emergências
  78. 78. CONCLUSÃO - Continuidade dos Trabalhos4- Acompanhamento do PDN -Atualização da avaliação dos indicadores a partir do cenário de referência -medição de indicadores de resultados (andamento e execução das ações) - medição de indicadores de situação (mudança ou reversão nos indicadores negativos)
  79. 79. Secretaria Executiva do Grupo de Articulação de Ações Executivas – GAAE Maria José Brollo – mjbrollo@igeologico.sp.gov.brLídia Keiko Tominaga – tominaga@igeologico.sp.gov.br

×