GEOTECNOLOGIA COMO SUBSÍDIO PARA
TOMADA DE DECISÕES EM CENÁRIOS DE
RISCO DE DESASTRES NATURAIS
Antonio Carlos M. Guedes – ...
• Sistemas de informações desenvolvidos pelo IG
• Riscos de desastres / Políticas de enfrentamento / Instrumentos
de gestã...
- 2002
- MapInfo
Professional e
MapInfo
ProViewer ,
apoiado em
rotinas
elaboradas em
MapBasic e VB
Script.
Sistema de info...
“Sistema visualizador de mapeamentos de áreas de risco
a movimentos de massa e inundações do Estado de São
Paulo”
- 2005
-...
- 2007
- aplicação
“web
mapping”
- baseado na
plataforma
ESRI ArcGis
Server,
- publicação
de serviços
e aplicações
de mapa...
- 2012
- plataforma
cliente-servidor
dentro da rede
INTRAGOV,
- ferramentas
MapInfo para
visualização e
consultas a
dados ...
• Riscos de desastres
• Políticas de enfrentamento
• Instrumentos de gestão
• Programa Estadual de Prevenção de
Desastres ...
Fenômenos geológicos ou de movimentos
de massa
Fenômenos hidrológicos ou de inundações
Óbitos
Pessoas afetadas
Distribuiçã...
284 municípios atendidos com pelo menos
um instrumento.
Instrumentos de gestão de risco
PPDC : 129 municípios
Mapeamento d...
OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Organizar, padronizar e disponibilizar os resultados de dois tipos de
avaliações de risco a eventos...
Modelo conceitual e arquitetura do SGI-RISCOS-IG
Mapeamento de Áreas de Risco
Relatórios de Atendimentos Emergenciais de P...
• Plataforma Marco Zero , Optimus GIS
& IT Solutions
• Web Services - Plataforma ESRI
• Geodatabase / ArcGIS for Desktop
•...
NAVEGAÇÃO PELO SISTEMA
APRESENTAÇÃO
PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES
DIFERENCIAIS
Por se tratar de um sistema de uso classificado, o acesso deve ser solicitado à
equipe responsável do IG, mediante formulá...
Tela de entrada no SGI-RISCOS-IG, Campos do Jordão.
Ferramentas de acesso ao Banco de Dados
Ferramentas de entrada e edição de feições
Controle de exibição de camadas
Controle de exibição de camadas:
áreas e setores de risco
O SGI-Riscos permite a inserção de planos de informação adicionais:
Neste exemplo: Setores de Perigo de Inundação em escal...
Identificação de informações básicas associadas à feições
Acesso ao Banco de Dados PostgreSQL
Acesso ao banco de dados PostgreSQL, por meio de formulários específicos
para cada processo (escorregamento, inundação, er...
Navegação por meio de abas permite acesso (entrada e edição) e
consulta a todos os atributos do Banco de Dados
Banco de Dados: campos de livre preenchimento e dicionários de dados
Registro fotográfico ilimitado
Importante diferencial do SGI-Riscos-IG são as
ferramentas de administração de perfis de usuários:
criação de usuários segundo perfis definidos,
e personalização na criação de usuários
quanto à personalização nas permissões de uso e escolha de
funcionalidades oferecidas
Ferramentas de navegação no ambiente georreferenciado
Ferramentas de pesquisa baseadas no banco de dados:
pesquisa espacial,
resultado de uma pesquisa espacial
possibilidades de exportação de resultados de uma pesquisa:
shapefile e atributos alfanuméricos
pesquisa estruturada por atributos
resultado de uma pesquisa por atributos: “setores de
escorregamento de grau muito alto em Campos do Jordão”
Além de exportações o Sistema possibilita a criação de
layouts de impressão para relatórios
Facilidade no cadastramento de serviços de mapa
de diferentes características
Mapservices possíveis: basemaps, como Bing Maps,
OpenStreetMap, etc
Bing Maps: basemap adotado como padrão para a setorização de risco
Publicação de informações de risco
Publicação de informações de diferentes formatos e fontes. No
exemplo: informações pontuais e poligonais
O SGI-Riscos-IG está integrado à IDEA-SP, a Infraestrutura de Dados Espaciais
Ambientais – Projeto DataGEO, CPLA/SMA
http:...
O SGI-Riscos-IG consome diversas camadas produzidas e
organizadas pelo DataGEO e IGC
Publicadas no padrão OGC (Open Geospatial Consortium)
Neste exemplo: mosaico de folhas IBGE 1:50.000
publicadas no DataGEO
Entrada e edição de dados espaciais e
alfanuméricos em tempo real – vídeo 1
Link para video
Entrada e edição de dados espaciais e
alfanuméricos em tempo real – vídeo 2
Link para video
• Atendimento preferencial a CEDEC e COMDECs
• Próxima fase: nova versão do SGI-Riscos-IG com novos recursos e
melhoria de...
Em maio de 2015, o SGI-Riscos-IG foi
contemplado com o primeiro prêmio
na categoria Gestão Pública do
Prêmio MundoGEO#Conn...
Obrigado!
acguedes@igeologico.sp.gov.br
mjbrollo@igeologico.sp.gov.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema Gerenciador de Informações sobre Riscos Geológicos no Estado de São Paulo (SGI-RISCOS-IG): Geotecnologia como subsídio para tomada de decisões em cenários de risco de desastres naturais - Apresentação em PPT

479 visualizações

Publicada em

GUEDES, A.C.M.; BROLLO, M.J.; RIBEIRO, F.S.; GOMES, R.L.O.; PEINADO, M.E.; ALMEIDA, T.W.B. 2015. Sistema Gerenciador de Informações sobre Riscos Geológicos no Estado de São Paulo (SGI-RISCOS-IG): geotecnologia como subsídio para tomada de decisões em cenários de risco de desastres naturais. In: SBG, Simpósio de Geologia do Sudeste, 14, Campos do Jordão-SP, 26 a 29 de outubro de 2015, Anais em formato eletrônico http://geosudeste.com.br/anais/ANAIS-GEOSUDESTE-2015-completo.pdf

RESUMO
O Sistema Gerenciador de Informações sobre Riscos Geológicos no Estado de São Paulo – SGI-RISCOS-IG foi desenvolvido pelo Instituto Geológico (IG) no âmbito do Programa Institucional de Gestão de Riscos e Prevenção de Desastres Naturais para permitir uma gestão integrada do tema e subsidiar decisões de órgãos estaduais e municipais. Organiza, padroniza e disponibiliza os resultados de dois tipos de avaliações de risco a eventos geodinâmicos (escorregamento, inundação, erosão e solapamento) executados pelo Instituto Geológico: a) mapeamento de áreas de risco de municípios; b) pareceres técnicos de atendimentos emergenciais de situações de risco.
A partir da avaliação de outros Sistema Gerenciadores de Informação desenvolvidos em diferentes áreas do IG, em diversos formatos, optou-se pelo uso da plataforma proprietária da Environmental Systems Research Institute - ESRI, já existente no instituto. As informações são armazenadas em um Banco de Dados de código aberto PostgreSQL, que se relaciona com o ambiente de mapas do Sistema – ArcGIS for Server Enterprise Advanced - utilizando o cartucho espacial (ST_Geometry). As informações de risco (poligonais e pontuais) são publicadas como web services no ambiente ArcGIS for Server. A ferramenta de desenvolvimento Microsoft Silverlight foi utilizada para a programação e customização de funcionalidades de navegação, controle e manipulação de mapas, uma avançada administração de usuários, pesquisa espacial e por atributos, entrada e edição de dados espaciais e alfanuméricos.
O presente artigo apresenta o modelo de dados e arquitetura do Sistema, as principais funcionalidades e anota alguns diferenciais em relação a outros mecanismos conhecidos. Mostra, enfim, algumas das razões pelas quais o SGI-RISCOS-IG tem se mostrado uma ferramenta bem recebida pelos responsáveis pela gestão da questão de risco geológico, em nível estadual e também junto a municípios mapeados.
Encerra elencando importantes ações em curso no Estado de São Paulo onde ocorre uma franca interação com o Sistema Gerenciador de Informações sobre Riscos.

Publicada em: Governo e ONGs
  • Seja o primeiro a comentar

Sistema Gerenciador de Informações sobre Riscos Geológicos no Estado de São Paulo (SGI-RISCOS-IG): Geotecnologia como subsídio para tomada de decisões em cenários de risco de desastres naturais - Apresentação em PPT

  1. 1. GEOTECNOLOGIA COMO SUBSÍDIO PARA TOMADA DE DECISÕES EM CENÁRIOS DE RISCO DE DESASTRES NATURAIS Antonio Carlos M. Guedes – IG/SMA Maria José Brollo - IG/SMA Francisneide Soraes Ribeiro – IG/SMA Rafael Luiz de O. Gomes – Optimus GIS Marcelo Edy Peinado – Optimus GIS Thyago Willdes B. Almeida – Optimus GIS
  2. 2. • Sistemas de informações desenvolvidos pelo IG • Riscos de desastres / Políticas de enfrentamento / Instrumentos de gestão • SGI-Riscos-IG SUMÁRIO
  3. 3. - 2002 - MapInfo Professional e MapInfo ProViewer , apoiado em rotinas elaboradas em MapBasic e VB Script. Sistema de informações sobre a atividade minerária na bacia do rio Mogi Guaçu
  4. 4. “Sistema visualizador de mapeamentos de áreas de risco a movimentos de massa e inundações do Estado de São Paulo” - 2005 - plataforma ESRI desktop, - controles OCX MapObjects para as visualizações de mapas - programação em Visual Basic e Delphi para a carga de um Banco de Dados MS Access.
  5. 5. - 2007 - aplicação “web mapping” - baseado na plataforma ESRI ArcGis Server, - publicação de serviços e aplicações de mapas, dentro da estrutura de rede do Instituto Geológico Sistema Gerenciador de Informações Geoambientais de Ubatuba
  6. 6. - 2012 - plataforma cliente-servidor dentro da rede INTRAGOV, - ferramentas MapInfo para visualização e consultas a dados espaciais, associados a um Banco de Dados PostgreSQL e programação em Visual Basic Sistema de Informações Georreferenciadas da Mineração na Bacia do Rio Sorocaba
  7. 7. • Riscos de desastres • Políticas de enfrentamento • Instrumentos de gestão • Programa Estadual de Prevenção de Desastres Naturais e de Redução de Riscos Geológicos - PDN SGI-Riscos-IG SGI-Riscos-IG desenvolvido como solução geotecnológica para subsidiar a tomada de decisões em cenários de risco de desastres naturais
  8. 8. Fenômenos geológicos ou de movimentos de massa Fenômenos hidrológicos ou de inundações Óbitos Pessoas afetadas Distribuição de Acidentes (2000-2014)
  9. 9. 284 municípios atendidos com pelo menos um instrumento. Instrumentos de gestão de risco PPDC : 129 municípios Mapeamento de áreas de risco: 63 munic.PMRR: 32 municípiosSetorização de risco alto e muito alto : 116 munic.Mapeamento da Suscetibilidade de Escorregamento e Inundação: 40 municípios DIAGNÓSTICO CONVIVÊNCIA
  10. 10. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Organizar, padronizar e disponibilizar os resultados de dois tipos de avaliações de risco a eventos geodinâmicos executados pelo Instituto Geológico: SGI-Riscos-IG a) Mapeamentos de áreas de risco, atualmente elaborados em 42 municípios do Estado de São Paulo b) Relatórios de vistorias técnicas elaborados em atendimentos emergenciais do PPDC desde 1988
  11. 11. Modelo conceitual e arquitetura do SGI-RISCOS-IG Mapeamento de Áreas de Risco Relatórios de Atendimentos Emergenciais de PPDC
  12. 12. • Plataforma Marco Zero , Optimus GIS & IT Solutions • Web Services - Plataforma ESRI • Geodatabase / ArcGIS for Desktop • Ambiente de publicação: ArcGIS for Server Advanced Enterprise • Banco de Dados PostgreSQL v. 9.2 • Cartucho espacial ESRI ST_Geometry • Ambiente de desenvolvimento: Microsoft Silverlight • Acesso via navegadores WEB: MSIE, Firefox, Linux (Wine) • Hospedagem: dois servidores no Núcleo de TI do IG A solução tecnológica
  13. 13. NAVEGAÇÃO PELO SISTEMA APRESENTAÇÃO PRINCIPAIS FUNCIONALIDADES DIFERENCIAIS
  14. 14. Por se tratar de um sistema de uso classificado, o acesso deve ser solicitado à equipe responsável do IG, mediante formulário na página de entrada.
  15. 15. Tela de entrada no SGI-RISCOS-IG, Campos do Jordão. Ferramentas de acesso ao Banco de Dados
  16. 16. Ferramentas de entrada e edição de feições
  17. 17. Controle de exibição de camadas
  18. 18. Controle de exibição de camadas: áreas e setores de risco
  19. 19. O SGI-Riscos permite a inserção de planos de informação adicionais: Neste exemplo: Setores de Perigo de Inundação em escala local
  20. 20. Identificação de informações básicas associadas à feições
  21. 21. Acesso ao Banco de Dados PostgreSQL
  22. 22. Acesso ao banco de dados PostgreSQL, por meio de formulários específicos para cada processo (escorregamento, inundação, erosão e solapamento
  23. 23. Navegação por meio de abas permite acesso (entrada e edição) e consulta a todos os atributos do Banco de Dados
  24. 24. Banco de Dados: campos de livre preenchimento e dicionários de dados
  25. 25. Registro fotográfico ilimitado
  26. 26. Importante diferencial do SGI-Riscos-IG são as ferramentas de administração de perfis de usuários:
  27. 27. criação de usuários segundo perfis definidos,
  28. 28. e personalização na criação de usuários
  29. 29. quanto à personalização nas permissões de uso e escolha de funcionalidades oferecidas
  30. 30. Ferramentas de navegação no ambiente georreferenciado
  31. 31. Ferramentas de pesquisa baseadas no banco de dados:
  32. 32. pesquisa espacial,
  33. 33. resultado de uma pesquisa espacial
  34. 34. possibilidades de exportação de resultados de uma pesquisa: shapefile e atributos alfanuméricos
  35. 35. pesquisa estruturada por atributos
  36. 36. resultado de uma pesquisa por atributos: “setores de escorregamento de grau muito alto em Campos do Jordão”
  37. 37. Além de exportações o Sistema possibilita a criação de layouts de impressão para relatórios
  38. 38. Facilidade no cadastramento de serviços de mapa de diferentes características
  39. 39. Mapservices possíveis: basemaps, como Bing Maps, OpenStreetMap, etc
  40. 40. Bing Maps: basemap adotado como padrão para a setorização de risco
  41. 41. Publicação de informações de risco
  42. 42. Publicação de informações de diferentes formatos e fontes. No exemplo: informações pontuais e poligonais
  43. 43. O SGI-Riscos-IG está integrado à IDEA-SP, a Infraestrutura de Dados Espaciais Ambientais – Projeto DataGEO, CPLA/SMA http://datageo.ambiente.sp.gov.br
  44. 44. O SGI-Riscos-IG consome diversas camadas produzidas e organizadas pelo DataGEO e IGC
  45. 45. Publicadas no padrão OGC (Open Geospatial Consortium)
  46. 46. Neste exemplo: mosaico de folhas IBGE 1:50.000 publicadas no DataGEO
  47. 47. Entrada e edição de dados espaciais e alfanuméricos em tempo real – vídeo 1 Link para video
  48. 48. Entrada e edição de dados espaciais e alfanuméricos em tempo real – vídeo 2 Link para video
  49. 49. • Atendimento preferencial a CEDEC e COMDECs • Próxima fase: nova versão do SGI-Riscos-IG com novos recursos e melhoria de algumas funcionalidades • O alcance será expandido: • a) para atender ações do PDN, • b) Projeto ”Transporte, Mudanças Climáticas e Gestão de Riscos e Desastres no Estado de São Paulo” – BIRD • c) Maior integração com o DataGEO, com a publicação dos metadados das informações de risco. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  50. 50. Em maio de 2015, o SGI-Riscos-IG foi contemplado com o primeiro prêmio na categoria Gestão Pública do Prêmio MundoGEO#Connect 2015, concorrendo com dezenas de outros projetos de Geoinformação.
  51. 51. Obrigado! acguedes@igeologico.sp.gov.br mjbrollo@igeologico.sp.gov.br

×