LuciBonini<br />O CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA DA MÍDIA: nascimento de novas linguagens<br />
A imprensa de Guttemberg<br />Século XIX Inovações ténicas na indústria da imprensa: máquina a vapor e prensa rotativa<br ...
Século XIX: Inovações técnicas na indústria da imprensa – máquina a vapor, prensa rotativa – aumentaram a produção de jorn...
As sociedades ocidentais se tornaram mais urbanas, declínio significativo das taxas de analfabetismo.<br />À medida que a ...
Fluxo internacional de informações e de comunicação assumiu uma forma mais organizada;<br />Desenvolvimento das agências i...
José de Alencar<br />Manuel Antonio de Almeida<br />Machado de Assis<br />Euclides da Cunha<br />Eça de Queiroz<br />Corre...
O uso da energia elétrica;<br />O telégrafo eletromagnético (1830 – EUA) sinais telegráficos;<br />1870 – transmissão da f...
1920 – O Rádio definitivamente se instala como um grande meio de comunicação<br />1940 – A televisão.<br />
Marconi (1898) – transmitiu sinais através de ondas eletromagnéticas dispensando o uso de fios;<br />1898 – Marconi transm...
Assis Chateaubriand<br />
Publicações: livros, revistas, congressos, simpósios<br />(Hoje uma descoberta leva menos de 2 anos para chegar ao mercado...
“ As sociedades ocidentais se tornaram mais urbanas houve um declínio significativo do analfabetismo. À medida que a indús...
O texto jornalístico difere fundamentalmente dos textos literário e científico, embora seja possível uma análise comparati...
Pessoa que na Cidade-Luz se interessa pelas coisas brasileiras teve a gentileza de remetter-nos, por um dos ultimos correi...
Os acontecimentos que, no dia 15 de novembro de 1889, culminaram com a proclamação da Republica, foram assim narrados pela...
      O interessante é que, enquanto a polícia carioca mantem um apparelhamento perfeito de controle ao noticiario dos jor...
Desde o inicio da actual campanha, impatrioticamente inspirada pela ambição desmedida do sr. Antonio Carlos, o governo da ...
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
O crescimento da indústria da mídia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O crescimento da indústria da mídia

2.062 visualizações

Publicada em

Aula para os alunos do curso de comunicação social da UMC

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.062
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
90
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O crescimento da indústria da mídia

  1. 1. LuciBonini<br />O CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA DA MÍDIA: nascimento de novas linguagens<br />
  2. 2. A imprensa de Guttemberg<br />Século XIX Inovações ténicas na indústria da imprensa: máquina a vapor e prensa rotativa<br />Diversificação do jornal ( surgimento dos suplementos)<br />A transformação das instituições de mídia em interesses comerciais de grande escala:<br />
  3. 3. Século XIX: Inovações técnicas na indústria da imprensa – máquina a vapor, prensa rotativa – aumentaram a produção de jornais.<br />Diversificação do Jornal com seus suplementos <br />Os jornais <br />
  4. 4.
  5. 5. As sociedades ocidentais se tornaram mais urbanas, declínio significativo das taxas de analfabetismo.<br />À medida que a indústria gráfica foi se tornando mais industrializada o mercado foi expandido<br />
  6. 6. Fluxo internacional de informações e de comunicação assumiu uma forma mais organizada;<br />Desenvolvimento das agências internacionais;<br />Correspondentes nacionais / internacionais / free – lances.<br />A Globalização da comunicação remonta o século XIX também:<br />
  7. 7. José de Alencar<br />Manuel Antonio de Almeida<br />Machado de Assis<br />Euclides da Cunha<br />Eça de Queiroz<br />Correspondentes<br />
  8. 8.
  9. 9. O uso da energia elétrica;<br />O telégrafo eletromagnético (1830 – EUA) sinais telegráficos;<br />1870 – transmissão da fala e o telefone – Graham Bell;<br />Estabeleceram o começo de um sistema global de processamento de comunicação e informação:<br />
  10. 10. 1920 – O Rádio definitivamente se instala como um grande meio de comunicação<br />1940 – A televisão.<br />
  11. 11. Marconi (1898) – transmitiu sinais através de ondas eletromagnéticas dispensando o uso de fios;<br />1898 – Marconi transmitiu sinais a uma distância de 23 Km sobre o mar;<br />1899 – Através do Canal da Mancha, Westinghouse EUA X Marconi na Inglaterra ampliaram as transmissões para vastas audiências;<br />
  12. 12.
  13. 13. Assis Chateaubriand<br />
  14. 14. Publicações: livros, revistas, congressos, simpósios<br />(Hoje uma descoberta leva menos de 2 anos para chegar ao mercado)<br />PROGRESSO CIENTÍFICO<br />
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18. “ As sociedades ocidentais se tornaram mais urbanas houve um declínio significativo do analfabetismo. À medida que a indústria gráfica foi se tornando mais industrializada e o mercado foi expandindo: o mercado de impressos passa a competir com as indústrias gráficas” Thompson (2005)<br />
  19. 19.
  20. 20.
  21. 21.
  22. 22.
  23. 23.
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26. O texto jornalístico difere fundamentalmente dos textos literário e científico, embora seja possível uma análise comparativa promovendo interpenetração quanto às estruturas narrativas de cada um. Se utilizarmos uma visão histórica da gênese do texto jornalístico veremos que tanto o texto literário, quanto o científico cooperaram para que pudéssemos denominar de textos jornalísticos o que se produz hoje. <br />
  27. 27. Pessoa que na Cidade-Luz se interessa pelas coisas brasileiras teve a gentileza de remetter-nos, por um dos ultimos correios, alguns recortes da imprensa parisiense, a proposito das relações commerciaes do nosso paiz com a França.Vejamos, em primeiro lugar, o artigo do Sr. StéphanneLauzanne, do &quot;Matin&quot;, que é um acerrimocommentario estendido até á nossa vizinha no continente.O artigo intitula-se assim: &quot;Paizes que carecem de honestidade&quot;, e... Por que não transcrevel-o na integra? Vamos fazel-o, visto como o assumpto é de grande interesse para todos. Eil-o:&quot;Ha, neste vasto mundo, um certo numero de paizes que nem sempre observam a mais rigorosa honestidade. E estes paizes não são de pequena dimensão: chamam-se a Republica Argentina, o Brasil, etc. Ides ver como elles operam... Antes da guerra, ditos paizes, tendo necessidade de dinheiro, procuram esta excellente polpa que se chama França. Esta emprestou-lhes sommas que se elevaram a cerca de &quot;dois bilhões de francos&quot;. Não preciso dizer que se tratava de frances-ouro: não tinhamos outros antes da guerra. Assim, a maior parte dos titulos que nos foram remettidos em troca do nosso ouro estipulavam que se tratava de &quot;emprestimos-ouro e que os juros, bem como a amortização, seriam &quot;em ouro&quot;. ........<br />
  28. 28. Os acontecimentos que, no dia 15 de novembro de 1889, culminaram com a proclamação da Republica, foram assim narrados pela &quot;Gazeta de noticias&quot;, do Rio, no seu numero de 16 de novembro daquelleanno:&quot;A data de hontemvae ficar assignalada na historia.Extraordinario movimento agitou a população fluminense, desde o romper do dia. O espanto, a surpreza e a ansiedade - eis o que se notava em todos os olhares; em todas as physionomias. O povo invadiu as ruas e praças em busca de noticias sabendo então que o exercito tinha se declarado abertamente em opposição ao ministerio. No nosso numero de hontem, em noticia de ultima hora, entrelinhada, haviamosescripto o seguinte:&quot;No quartel-general estavam reunidos ás 2 horas da madrugada de hoje, o sr. ajudante-general do exercito e diversos officiaesgeneraes. No quartel achavam-se em fórma um batalhão de infantaria e o regimento, ou parte, da cavallaria. Tratava-se, pois, de um movimento já combinado a que dera causa a ordem recebida pelo 7o. Batalhão para seguir para provincia remota recusando-se esse batalhão a cumprir a ordem. Sabendo, á ultima hora, do que se tramava, reuniu-se em conferencia o ministro até á meia noite estando de promptidão 400 praças do corpo de policia. ........<br />
  29. 29. O interessante é que, enquanto a polícia carioca mantem um apparelhamento perfeito de controle ao noticiario dos jornaes, partem do selo do governo vozes autorizadas condemnando a censura. Ainda hoje, o general Góes Monteiro, ministro da Guerra, declara:- &quot;A imprensa desempenha um grande papel na vida das collectividades, formando opinião, que é uma formidavel força moral, que sobrepuja 90 por cento das forças materiaes&quot;.Mais adeante:- &quot;Sou radicalmente contra a censura aos jornaes, e este meu pensamento já é conhecido&quot;.......<br />
  30. 30. Desde o inicio da actual campanha, impatrioticamente inspirada pela ambição desmedida do sr. Antonio Carlos, o governo da Republica, pela voz do preclaro presidente Washington Luis, affirmou, imperturbavel e sereno, que tudo correria normalmente, em ordem perfeita, pois a esmagadora maioria dos nossos patricios estava, firme e unida, com o Brasil. ....<br />Os factos, entretanto, se incumbiram de demonstrar que o governo estava certo. A sinistra scena de sangue occorrida no recinto da Camara e da qual foi protagonista o vice-presidente da &quot;Alliança&quot; e victimaimbelle o saudoso deputado pernambucano Souza Filho, não poderia dar razão aos que receiavam o surto da anarchia, a victoria da mashorca, que o governo da Republica saberia facilmente dominar, com a mesma galhardia com que dominára a offensiva contra o mil réis, com a mesma firmeza com que o governo de S. Paulo enfrentou a campanha democratica e alliancista contra o café.<br />

×