H1 o mundo industrializado

1.939 visualizações

Publicada em

Ó mundo industrializado, século XIX, história 8º ano

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.939
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.192
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

H1 o mundo industrializado

  1. 1. A civilização industrial no século XIX 8º ano de escolaridade http://divulgacaohistoria.wordpress.com/ H1 – O mundo industrializado H1 A industrialização da Europa 1
  2. 2. A era do vapor, do carvão e do aço H1 A industrialização da Europa 2
  3. 3. O século XIX foi de expansão da Revolução Industrial; Esta revolução começou em ; Ao longo do século foi estendendo-se a vários países da Europa e do Mundo; Inglaterra H1 A industrialização da Europa 3
  4. 4. Devido ao seu avanço tecnológico a Inglaterra manteve o primeiro lugar dos países industrializados, Durante o século XIX, a indústria têxtil foi ultrapassada pela metalurgia (produção de ferro); A Grã-Bretanha desenvolveu a construção de vias férreas; A Inglaterra fabricava e exportava para todo o Mundo H1 A industrialização da Europa 4
  5. 5. H1 A industrialização da Europa 5 O arranque industrial noutros países europeus só se iniciou depois de 1830; A Bélgica (rica em minérios) foi um dos primeiros países a industrializar-se; A França iniciou a industrialização após 1840; A Alemanha arrancou em 1860, em apenas 20 anos tornou-se na grande rival da Inglaterra graças ao desenvolvimento da indústria química e metalúrgica; A Suécia iniciou por volta de 1870; Os restantes países europeus só se industrializaram mais tarde;
  6. 6. H1 A industrialização da Europa 6 Os países de fora da Europa, com exceção dos Estados Unidos e do Japão não se industrializaram, apesar de muitos serem ricos em matérias-primas; A partir de 1840, os Estados Unidos entraram numa fase de grande crescimento económico;
  7. 7. H1 A industrialização da Europa 7 Milhões de europeus emigraram para os EUA e as 13 colónias iniciais foram-se estendendo para Oeste; O aumento da população e a abundância de matérias-primas vão criar as condições para uma rápida industrialização; Após a Guerra Civil (Guerra de Secessão) (1861-1865), em 1869, é inaugurada a primeira linha férrea transcontinental;
  8. 8. H1 A industrialização da Europa 8 No início do século XX, os Estados Unidos, tornaram na primeira potência industrial, ultrapassando a Inglaterra;
  9. 9. H1 A industrialização da Europa 9 O Japão: do feudalismo à era industrial O Japão era um país feudal e fechado ao estrangeiro; Em 1854, os EUA, obrigaram pela força, o Japão a abrir os seus portos ao comércio estrangeiro;
  10. 10. H1 A industrialização da Europa 10 Em 1967, inicia-se a “Era Meiji”, lançada pelo próprio imperador Mutsu-Hito para modernizar o Japão;
  11. 11. H1 A industrialização da Europa 11 O regime feudal foi abolido; Os daimios (samurais)perderam poder; Foi promulgada uma Constituição e eleito um parlamento; O governo japonês promoveu e ajudou a contratação de técnicos estrangeiros e a construção de fábricas;
  12. 12. H1 A industrialização da Europa 12 Apesar da falta de matérias-primas no seu território o Japão industrializou-se rapidamente graças à sua disciplina; A nobreza (samurais) passou a investir na indústria; No início dos século XX, o Japão já era um dos países mais industrializados do Mundo;
  13. 13. H1 A industrialização da Europa 13 A Revolução dos transportes Em 1814, Stephenson construiu uma locomotiva a vapor, em 1821 foi inaugurada a primeira linha férrea (Liverpool-Manchester);
  14. 14. H1 A industrialização da Europa 14 Em pouco tempo tanto na Europa como nos EUA iniciou-se uma fase de construção de vias férreas
  15. 15. H1 A industrialização da Europa 15 Os transportes marítimos desenvolvem-se: melhores e maiores veleiro e aperfeiçoam-se os vapores; Abrem-se os canais do Panamá e do Suez;
  16. 16. H1 A industrialização da Europa 16 Em consequência desta revolução dos transportes o “Mundo torna-se mais pequeno”; O Mundo claro não encolheu mas agora as viagens são mais rápidas, baratas e confortáveis; Pessoas e produtos viajam por todo o globo;
  17. 17. H1 A industrialização da Europa 17 A emigração aumenta bem como o comércio; As regiões deixam de estar isoladas e desenvolvem-se os mercados nacionais e internacionais; O desenvolvimento dos mercados é um incentivo para o desenvolvimento da produção industrial e agrícola;
  18. 18. H1 A industrialização da Europa 18 Desenvolvem-se as trocas intercontinentais, mundializa-se a economia; Os países industrializados vendem os seus produtos à escala global; Os mercados coloniais (africanos e asiáticos) são intensamente explorados; A Grã-Bretanha domina o comércio mundial;
  19. 19. H1 A industrialização da Europa 19 Na segunda metade do século XIX desencadeou-se uma vaga de inventos; Na química surgem novos produtos como os adubos, a fibras sintéticas, os corantes, a aspirina, etc.;
  20. 20. H1 A industrialização da Europa 20 No campos das novas energias surgem o telégrafo (Morse), o telefone (Bell), a telefonia sem fios (Marconi e Hertz); Edison inventou a lâmpada elétrica; Inventou-se o gerador e o dínamo, constroem-se centrais elétricas; As cidades iluminam-se;
  21. 21. H1 A industrialização da Europa 21 Em 1859, na Pensilvânia (EUA) perfurou-se o primeiro poço de petróleo; Em 1886, Daimler inventa o motor de explosão que funciona a gasolina; Em 1897, Diesel, inventa um motor que funciona com óleo pesado (diesel);
  22. 22. H1 A industrialização da Europa 22 Os irmãos Wright, em 1903, criam o primeiro avião, que rapidamente vai desenvolver a indústria da aeronáutica e revolucionar os transportes de longa distância;
  23. 23. H1 A industrialização da Europa 23 Novas fontes de energia: eletricidade e petróleo; Novas máquinas: motor elétrico e motor de explosão; Desencadeiam um vertiginoso aumento da produção: a produção em massa; Surgem novos produtos e novas máquinas; Na segunda metade do século XIX dá-se a segunda revolução industrial;
  24. 24. H1 A industrialização da Europa 24 A vida quotidiana alterou-se profundamente; Surgem o automóvel, o elevador, o frigorífico, a máquina de escrever, a máquina de costura, o gramofone, o cinematógrafo, etc.; As máquinas e os aparelhos elétricos invadiram o dia a dia das pessoas revolucionando a vida das pessoas em casa, no trabalho e nas viagens; No início do século XX surgem novos hábitos;
  25. 25. H1 A industrialização da Europa 25 O liberalismo económico foi uma teoria proposta por Adam Smith (1723-1790); Defende que a riqueza dos países depende da liberdade individual (iniciativa privada); A economia deve privilegiar a livre concorrência e livre produção e circulação de produtos; O Estado (governo) não deve intervir na economia; Estas ideias permitiram um grande desenvolvimento económico embora tivessem provocado profundos desequilíbrios sociais;
  26. 26. H1 A industrialização da Europa 26 Desenvolvem-se grandes empresas industriais e económicas; Muitas delas são sociedades por ações, as sociedades anónimas;
  27. 27. H1 A industrialização da Europa 27 Desenvolve-se o capital financeiro (Bancos e Bolsa de Valores); Os bancos acumulam dinheiro depositado pelas pessoas; Os industriais e até os próprios estados pedem dinheiro emprestado; O capitalismo financeiro controla a economia e o próprio estado;
  28. 28. H1 A industrialização da Europa 28 O desenvolvimento do capitalismo provocou crises económicas de uma novo tipo: crises de superprodução; A perspetival de lucro provocava a vontade de produzir cada vez mais; Num determinado momento já não existe pessoas suficientes para comprarem tantos produtos; As empresas não vendem, têm prejuízos e despedem trabalhadores e muitas vezes abrem falência; O aumento do número de desempregados provocava uma baixa ainda maior no consumo; No entanto após algum tempo a economia voltava a crescer;
  29. 29. H1 A industrialização da Europa 29 A explosão populacional
  30. 30. H1 A industrialização da Europa 30 A partir do século XIX, para além dos progressos na higiene e na medicina, a produção agrícola aumentou, fruto dos adubos químicos, da mecanização e da revolução dos transportes; A combinação destes fatores vai provocar a explosão demográfica; No meio rural os empregos escasseiam pelo que se dá o êxodo rural em direção às cidades;
  31. 31. H1 A industrialização da Europa 31 A população urbana aumentou consideravelmente, algumas cidades como Londres, Paris, Nova Iorque e Chicago ultrapassaram o milhão de habitantes; 1850 1885
  32. 32. H1 A industrialização da Europa 32 Este grande crescimento populacional levou muitos europeus a emigrarem; Esta emigração dirigiu-se sobretudo para os Estados Unidos, Brasil, Canadá e Austrália; Milhões de europeus emigraram na segunda metade do século XIX; Os Estados Unidos receberam cerca de 20 milhões;
  33. 33. H1 A industrialização da Europa 33 Existiam muitos contrastes nas cidades do século XIX;
  34. 34. H1 A industrialização da Europa 34 No centro da cidade localizava-se a zona de negócios, onde se situavam a bolsa, as sedes dos bancos e das grandes empresas; As lojas de luxo e as casas de espetáculo; Ao redor do centro situava-se a zona residencial da burguesia, com espaçosas ruas e jardins; Na periferia situavam-se os bairros operários de ruas estreitas e muitas vezes sem condições de higiene;
  35. 35. H1 A industrialização da Europa 35 No século XIX nas cidades iniciou-se um período de grandes transformações urbanísticas; Abriram-se grandes e largas avenidas; Os edifícios cresceram em altura; Construíram-se jardins e praças públicas; Criaram-se novas infraestruturas: esgotos, água canalizada, recolha de lixo, iluminação pública, transportes coletivos; Muitas destas inovações não chegaram aos bairros pobres;
  36. 36. H1 A industrialização da Europa 36 As cidades eram cosmopolitas; Havia um tráfico intenso, de pessoas, carruagens e carroças; Existam lugares para a burguesia passear como jardins públicos ou para se divertir, como cafés, teatros, cabarés, etc. Os operários não tinham acesso a estes divertimentos;
  37. 37. H1 A industrialização da Europa 37 O século XIX foi o século da burguesia; Banqueiros e proprietários de indústrias acumularam fortunas colossais; Surgem autênticas dinastias: Rothschild, Krupp, Rockefeller, Peugeot, etc.; A alta burguesia cultivava o luxo. Muitos, através do casamento, aliavam-se a antigas famílias da nobreza;
  38. 38. H1 A industrialização da Europa 38 Desenvolve-se a classe média; Multiplicam-se os serviços, o setor terciário; Cresce uma pequena e média burguesia: pequenos empresários, médicos, advogados, professores, engenheiros, funcionários públicos, artistas, etc.; São os chamados “colarinhos brancos”; Este grupo, na sua maioria, era constituído por pessoas com estudos;
  39. 39. H1 A industrialização da Europa 39 A classe operária ou proletariado nasceu com a Revolução Industrial; É um trabalhador que dispõe apenas da sua força de trabalho e dos seus familiares para garantir a sua subsistência a troco de um salário;
  40. 40. H1 A industrialização da Europa 40 Numa época d liberalismo económico, os salários dependiam da lei da oferta e da procura, como havia muita oferta de mão-de-obra, os salários eram muito baixos; A miséria era uma constante; Os horários de trabalho de mais de 14 horas diárias eram frequentes; O trabalho infantil era comum;
  41. 41. H1 A industrialização da Europa 41 Muitos operários revoltaram-se contra estas condições de trabalho e de vida extremamente duras; Primeiro em Inglaterra, e depois noutros países, surgiram manifestações espontâneas contra as fábricas e as máquinas; Muitas vezes estas manifestações eram reprimidas violentamente;
  42. 42. H1 A industrialização da Europa 42 Em 1830, na Inglaterra surgem os primeiros sindicatos (Trade Unions); São associações de operários que lutam por melhores condições de trabalho; A sua principal forma de luta era a greve. Os patrões respondiam com o lock out (fechar temporariamente a empresa), despedindo ou reprimindo violentamente.
  43. 43. H1 A industrialização da Europa 43 Alguns filósofos e pensadores imaginaram uma sociedade mais justa, onde não existisse a “exploração do homem pelo homem”; Karl Marx foi o principal pensador; Para ele a História era uma constante luta de classes entre exploradores e explorados: (escravos/senhores, burguesia/nobres, operários/burguesia);
  44. 44. H1 A industrialização da Europa 44 Para ele o proletariado deveria combater a burguesia, tomar o poder, para construir, primeiro uma sociedade socialista e depois uma sociedade comunista, sem classes e por isso uma sociedade igualitária; Karl Marx e Friedrich Engels, publicaram em 1948, o Manifesto do Partido Comunista;
  45. 45. H1 A industrialização da Europa 45 Em 1864, foi criada a Associação Internacional dos Trabalhadores (I Internacional), sob o lema “proletários de todos os países uni-vos”; Apoiados pelas doutrinas socialistas, os sindicatos lançaram poderosas lutas; No final do século conseguiram algumas vitórias como: melhoria de salários, descanso semanal; redução do horário de trabalho para 10 e depois 8 horas, proibição do trabalho para menores de 12 anos;
  46. 46. H1 A industrialização da Europa 46
  47. 47. Bibliografia: Apresentação construída com base no livro Diniz, Maria Emília, Tavares, Adérito, Caldeira, Arlindo M., História 8, Raiz Editora, 2012 H1 A industrialização da Europa 47

×