SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
ÁREAS DE
ARTICULAÇÃO

• FLEPES E TEPES – SÃO SONS PRODUZIDOS POR
APENAS UMA BATIDA DE UM ARTICULAR NO OUTRO.
EX: O r em palavras como carro e prato é pronunciado no
Brasil geralmente como tepe.
Tepes –A ponta da língua se levanta horizontalmente e bate
na área alveolar.
Flepes – A ponta da língua se encurva para trás e a curvatura
se desfaz tocando a região alveolar.
VOGAIS


• São sons produzidos com o estreitamento da cavidade oral
devido à aproximação do corpo da língua e do palato sem
que haja fricção de ar.
Se subdividem em:
1.
2.
3.
4.
5.

MÉDIAS , ANTERIORES E POSTERIORES- ( QUANTO À ZONA DE
ARTICULAÇÃO);
TÔNICAS OU ÁTONAS – ( QUANTO À INTENSIDADE) ;
ABERTAS, FECHADAS E REDUZIDAS - ( QUANTO AO TIMBRE );
ORAIS E NASAIS - ( QUANTO AO PAPEL DAS CAVIDADES BUCAL
E NASAL);
BAIXA, MÉDIAS E ALTAS – ( QUANTO À ELEVAÇÃO DA
LÍNGUA).
A SÍLABA


• A sílaba é definida como uma unidade de organização rítmica da
fala, envolvendo o agrupamento de sons em torno de uma
vogal, emitido num único movimento expiratório.
• Grupo Consonantal - Acontece à ocorrência de mais de uma
consoante no aclive ou declive silábico.
• Sílaba Aberta – Acontece quando não há consoante em seu
declive
( de cima para baixo – inclinado).
EX : (má)
• Sílaba Travada - Acontece quando há consoante em seu declive.
EX : (mar)
OBS .: A sílaba é, porém, a unidade indispensável para os
estudos de prosódia e ritmo.
PROSÓDIA


 Prosódia geralmente explicado vem a ser a medida do Tom ou bem dos
acentos, ensinando sobre que sílabas devemos pousar, levantar ou fixar a
voz, atentando por ali quais sílabas são longas e quais curtas ou breves. Melodia
da fala, tom, acento e quantidade incidindo sobre as sílabas, ou modo como estas
devem ser pronunciadas.
Se subdividem em 3 classes principais:

1.

Discursiva (marcadores de turno num diálogo, modalidade da
frase, entre outros);
2. Demarcativa (indicadores de constituintes prosódicos, como
sílabas, palavras fonológicas, grupos acentuais, entre outros);
3. Proeminência (saliência de um constituinte prosódico em relação a
outro)
 OBS.: Ao erro prosódico dá-se o nome de silabada.
MÚSICA DE KID ABELHA
Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda

Não estou disposto
A esquecer seu rosto de vez
E acho que é tão normal
Dizem que eu sou louco
Por eu ter um gosto assim
Gostar de quem não gosta de mim...
Jogue suas mãos para o céu
Agradeça se acaso tiver
Alguém que você gostaria que
Estivesse sempre com você
Na rua, na chuva, na fazenda
Ou numa casinha de sapê...
EQUIPE:


Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (19)

Fonética e fonologia
Fonética e fonologia Fonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
Fonologia aula 01
Fonologia aula 01Fonologia aula 01
Fonologia aula 01
 
Sons e letra 1
Sons e letra 1Sons e letra 1
Sons e letra 1
 
Apostila phonetics
Apostila   phoneticsApostila   phonetics
Apostila phonetics
 
Fonética maira
Fonética   mairaFonética   maira
Fonética maira
 
Fonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino MédioFonologia 1º ano Ensino Médio
Fonologia 1º ano Ensino Médio
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Fonologia - REVISÃO
Fonologia - REVISÃOFonologia - REVISÃO
Fonologia - REVISÃO
 
Fonologia e fonética
Fonologia e fonéticaFonologia e fonética
Fonologia e fonética
 
Teorias fonologicas
Teorias fonologicasTeorias fonologicas
Teorias fonologicas
 
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua PortuguesaFenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
Fenômenos Fonético-Fonológicos da Língua Portuguesa
 
Fonética fonologia
Fonética fonologiaFonética fonologia
Fonética fonologia
 
FONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIAFONÉTICA E FONOLOGIA
FONÉTICA E FONOLOGIA
 
Sons e letras
Sons e letrasSons e letras
Sons e letras
 
Vogais
VogaisVogais
Vogais
 
Fonética e fonologia
Fonética e fonologiaFonética e fonologia
Fonética e fonologia
 
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
1ª série E. M. - Letra e Alfabeto, Fonemas, Vogais, Consoantes e Semivogais, ...
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 

Destaque

Fichas e técnicas o dicionário
Fichas e técnicas   o dicionárioFichas e técnicas   o dicionário
Fichas e técnicas o dicionárioBeco
 
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romana
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romanaPermanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romana
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romanamarciothamos
 
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...Diogo Sousa
 
IntroduçãO Ao Fonema [V]
IntroduçãO Ao Fonema [V]IntroduçãO Ao Fonema [V]
IntroduçãO Ao Fonema [V]teresamendes
 
Como consultar um dicionário
Como consultar um dicionárioComo consultar um dicionário
Como consultar um dicionáriocarlampires
 
Hist Ling. Portug. - Fen. Foneticos
Hist Ling. Portug. - Fen. FoneticosHist Ling. Portug. - Fen. Foneticos
Hist Ling. Portug. - Fen. FoneticosTeresa Pombo
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionáriopiefohmania
 
´Dígrafos consonantais ch nh lh
´Dígrafos consonantais ch nh lh´Dígrafos consonantais ch nh lh
´Dígrafos consonantais ch nh lhEaDAnaLuisa
 
Como usar o dicionário
Como usar o dicionárioComo usar o dicionário
Como usar o dicionárioanammjorge
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioFilipa Guerreiro
 
Informatica Educativa - Dígrafos
Informatica Educativa - DígrafosInformatica Educativa - Dígrafos
Informatica Educativa - Dígrafosanabeatrizsales4001
 
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...Sarah Fernandes
 

Destaque (19)

Fichas e técnicas o dicionário
Fichas e técnicas   o dicionárioFichas e técnicas   o dicionário
Fichas e técnicas o dicionário
 
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romana
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romanaPermanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romana
Permanência clássica: visões contemporâneas da Antiguidade greco-romana
 
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...
Carta apostólica em forma de «motu proprio» latina lingua, 10 de novembro de ...
 
Dicionários
DicionáriosDicionários
Dicionários
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
IntroduçãO Ao Fonema [V]
IntroduçãO Ao Fonema [V]IntroduçãO Ao Fonema [V]
IntroduçãO Ao Fonema [V]
 
Como consultar um dicionário
Como consultar um dicionárioComo consultar um dicionário
Como consultar um dicionário
 
Hist Ling. Portug. - Fen. Foneticos
Hist Ling. Portug. - Fen. FoneticosHist Ling. Portug. - Fen. Foneticos
Hist Ling. Portug. - Fen. Foneticos
 
Alfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionárioAlfabeto e dicionário
Alfabeto e dicionário
 
´Dígrafos consonantais ch nh lh
´Dígrafos consonantais ch nh lh´Dígrafos consonantais ch nh lh
´Dígrafos consonantais ch nh lh
 
Como usar o dicionário
Como usar o dicionárioComo usar o dicionário
Como usar o dicionário
 
Dígrafos
DígrafosDígrafos
Dígrafos
 
Regras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionárioRegras do uso do dicionário
Regras do uso do dicionário
 
Informatica Educativa - Dígrafos
Informatica Educativa - DígrafosInformatica Educativa - Dígrafos
Informatica Educativa - Dígrafos
 
Pré modernismo
Pré modernismoPré modernismo
Pré modernismo
 
O fonema r simple
O fonema r simpleO fonema r simple
O fonema r simple
 
Fenomenos foneticos
Fenomenos foneticosFenomenos foneticos
Fenomenos foneticos
 
Pre modernismo
Pre modernismoPre modernismo
Pre modernismo
 
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...
O ENSINO DE PRONÚNCIA NA AULA DE LE: A IMPORTÂNCIA DA FONÉTICA E FONOLOGIA NA...
 

Semelhante a Iniciação à fonética e à fonologia.pptx 2

Semelhante a Iniciação à fonética e à fonologia.pptx 2 (20)

Sons e letras 2
Sons e letras 2Sons e letras 2
Sons e letras 2
 
Vogais
VogaisVogais
Vogais
 
Aula_2_sincrona.pptx
Aula_2_sincrona.pptxAula_2_sincrona.pptx
Aula_2_sincrona.pptx
 
Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1Da fonética até à sintaxe1
Da fonética até à sintaxe1
 
Gabarito aula 01 beckman lp
Gabarito aula 01 beckman lpGabarito aula 01 beckman lp
Gabarito aula 01 beckman lp
 
Lp 1 aula becmann
Lp 1 aula becmannLp 1 aula becmann
Lp 1 aula becmann
 
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdfJosé Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
José Beniste - Dicionário Yorubá.pdf
 
Noções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografiaNoções de fonética e ortografia
Noções de fonética e ortografia
 
Convenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonéticaConvenções e transcrição fonética
Convenções e transcrição fonética
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Apostila portugues-janaina-docx
Apostila portugues-janaina-docxApostila portugues-janaina-docx
Apostila portugues-janaina-docx
 
Apostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráficaApostila de acentuação gráfica
Apostila de acentuação gráfica
 
1 fonética
1 fonética1 fonética
1 fonética
 
Processos fonológicos (1)
Processos fonológicos (1)Processos fonológicos (1)
Processos fonológicos (1)
 
Biofisica da fonacao
Biofisica da fonacaoBiofisica da fonacao
Biofisica da fonacao
 
Gramática.Noções Básicas
Gramática.Noções BásicasGramática.Noções Básicas
Gramática.Noções Básicas
 
1. fonologia acentuação e ortografia
1. fonologia acentuação e ortografia1. fonologia acentuação e ortografia
1. fonologia acentuação e ortografia
 
FONOLOGIA
FONOLOGIAFONOLOGIA
FONOLOGIA
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Trabalho 0207
Trabalho 0207Trabalho 0207
Trabalho 0207
 

Último

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxacaciocarmo1
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 

Último (20)

O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptxBaladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
Baladão sobre Variação Linguistica para o spaece.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 

Iniciação à fonética e à fonologia.pptx 2

  • 1.
  • 2. ÁREAS DE ARTICULAÇÃO  • FLEPES E TEPES – SÃO SONS PRODUZIDOS POR APENAS UMA BATIDA DE UM ARTICULAR NO OUTRO. EX: O r em palavras como carro e prato é pronunciado no Brasil geralmente como tepe. Tepes –A ponta da língua se levanta horizontalmente e bate na área alveolar. Flepes – A ponta da língua se encurva para trás e a curvatura se desfaz tocando a região alveolar.
  • 3. VOGAIS  • São sons produzidos com o estreitamento da cavidade oral devido à aproximação do corpo da língua e do palato sem que haja fricção de ar. Se subdividem em: 1. 2. 3. 4. 5. MÉDIAS , ANTERIORES E POSTERIORES- ( QUANTO À ZONA DE ARTICULAÇÃO); TÔNICAS OU ÁTONAS – ( QUANTO À INTENSIDADE) ; ABERTAS, FECHADAS E REDUZIDAS - ( QUANTO AO TIMBRE ); ORAIS E NASAIS - ( QUANTO AO PAPEL DAS CAVIDADES BUCAL E NASAL); BAIXA, MÉDIAS E ALTAS – ( QUANTO À ELEVAÇÃO DA LÍNGUA).
  • 4. A SÍLABA  • A sílaba é definida como uma unidade de organização rítmica da fala, envolvendo o agrupamento de sons em torno de uma vogal, emitido num único movimento expiratório. • Grupo Consonantal - Acontece à ocorrência de mais de uma consoante no aclive ou declive silábico. • Sílaba Aberta – Acontece quando não há consoante em seu declive ( de cima para baixo – inclinado). EX : (má) • Sílaba Travada - Acontece quando há consoante em seu declive. EX : (mar) OBS .: A sílaba é, porém, a unidade indispensável para os estudos de prosódia e ritmo.
  • 5. PROSÓDIA   Prosódia geralmente explicado vem a ser a medida do Tom ou bem dos acentos, ensinando sobre que sílabas devemos pousar, levantar ou fixar a voz, atentando por ali quais sílabas são longas e quais curtas ou breves. Melodia da fala, tom, acento e quantidade incidindo sobre as sílabas, ou modo como estas devem ser pronunciadas. Se subdividem em 3 classes principais: 1. Discursiva (marcadores de turno num diálogo, modalidade da frase, entre outros); 2. Demarcativa (indicadores de constituintes prosódicos, como sílabas, palavras fonológicas, grupos acentuais, entre outros); 3. Proeminência (saliência de um constituinte prosódico em relação a outro)  OBS.: Ao erro prosódico dá-se o nome de silabada.
  • 6. MÚSICA DE KID ABELHA Na Rua, Na Chuva, Na Fazenda  Não estou disposto A esquecer seu rosto de vez E acho que é tão normal Dizem que eu sou louco Por eu ter um gosto assim Gostar de quem não gosta de mim... Jogue suas mãos para o céu Agradeça se acaso tiver Alguém que você gostaria que Estivesse sempre com você Na rua, na chuva, na fazenda Ou numa casinha de sapê...
  • 7.