Preseed 2014-revisão 14

278 visualizações

Publicada em

ATIVIDADE DE FIXAÇÃO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
278
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Preseed 2014-revisão 14

  1. 1. Página1-CIÊNCIASHUMANASESUASTECNOLOGIA-EXÉRCICIODEFIXAÇÃODEHISTÓRIANº13–PROFJorgeMarcos CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIA P R E HISTÓRIA EXÉRCICIO DE FIXAÇÃO Nº 14 S E ED ALUNO:________________________________________ ANO BASE 2014 QUESTÕES GABARITADAS QUESTÃO 01 Nos dias atuais, a paz está ameaçada pelo conflito entre Rússia e Ucrânia com a questão da Criméia. Na charge apresentada, temos dois chefes de Estado. Eles representam países que, nessa crise, assim se apresentam: Diário do Nordeste, 19 de março de 2011. A) O Brasil e os EUA são ambos a favor da Rússia. B) Enquanto o Brasil é a favor da Ucrânia, os Estados Unidos são a favor da Rússia. C) Enquanto o Brasil é a favor da Rússia, os Estados Unidos são a favor da Ucrânia. D) O Brasil é neutro, e os EUA são a favor da Ucrânia. E) Os EUA são neutros, e o Brasil é a favor da Rússia. QUESTÃO 02 TURQUIA REVIDA ATAQUE SÍRIO NA FRONTEIRA Cinco civis turcos morreram após lançamento de morteiros em seu território; Damasco prometeu investigar. OTAN realiza reunião de emergência e exige o “fim imediato dos atos de agressão”; Hillary expressa “indignação”. A escalada levou a OTAN, da qual a Turquia é membro, a convocar reunião de emergência. A aliança manifestou seu apoio à Turquia e exigiu “o fim imediato dos atos de agressão contra um aliado”. São Paulo, quinta-feira, 4 de outubro de 2012. Folha de S. Paulo. Mundo. Com relação à OTAN, pode-se afirmar corretamente que: A) é uma organização militar que se formou no ano de 1990 com a crise do socialismo no leste europeu. B) ela foi constituída após a Segunda Guerra Mundial, como forma de se aliar à organização militar socialista Pacto de Varsóvia, liderada, na época, pela União Soviética e integrada por países do leste europeu. C) a OTAN, formada no ano de 1949, e o Pacto de Varsóvia, em 1955, continuam atuando até hoje, mesmo com o fim da Guerra Fria e do bloco socialista do leste europeu. D) as mudanças no cenário geopolítico da Europa Oriental no final da década de 1980, com a queda dos governos socialistas, o fim do Muro de Berlim, o fim da Guerra Fria e a crise na URSS, levaram à extinção do Pacto de Varsóvia em 31 de março de 1991 e ao consequente enfraquecimento da OTAN. E) após a queda do Muro de Berlim em 1989, a OTAN ampliou-se e articulou-se com os ex-inimigos, culminando com a entrada de vários ex-membros do extinto Pacto de Varsóvia à aliança. QUESTÃO 03 Nos últimos anos, assistiu-se à gestação e à consolidação de movimentos sociais cujas denominações têm, como prefixo, o termo “sem”. Destes, são exemplos os sem -terra e os sem-teto. Sobre os movimentos aqui citados, pode-se afirmar que:
  2. 2. Página2-CIÊNCIASHUMANASESUASTECNOLOGIA-EXÉRCICIODEFIXAÇÃODEHISTÓRIANº13–PROFJorgeMarcos A) os sem-terra não aceitam a reforma agrária como forma de equacionar a distribuição de terras no País. B) os sem-teto são um movimento de origem urbana, formado por inadimplentes dos sistemas de financiamento da casa própria. C) embora diferentes, são movimentos que reivindicam uma melhor distribuição de renda na sociedade brasileira. D) os sem-terra defendem uma política neoliberal que se define pela estatização do principal meio de produção da agricultura, a terra. E) ambos os movimentos contam com o expressivo apoio dos setores médios, em particular, daqueles formados por empresários e comerciantes. QUESTÃO 04 Santa Guilhotina, protetora dos patriotas, rogai por nós; Santa Guilhotina, terror dos aristocratas, protegei-nos. Máquina adorável, tende piedade de nós. Máquina admirável, tende piedade de nós. Santa Guilhotina, livrai-nos de nossos inimigos. Ó celeste Guilhotina, Você abrevia rainhas e reis, Por tua influência divina Reconquistamos nossos direitos. (bis) Sustenta as leis da pátria E que teu soberbo instrumento Torne-se sempre permanente Para destruir uma seita ímpia. Afia tua lâmina para Pitt e seus agentes, Enriquece tua bagagem com cabeças de tirano! A Guilhotina e o Imaginário do Terror. São Paulo: Ática, 1989. p. 106-107. O poema acima faz alusão à: A) Revolução ocorrida na Rússia em 1917, que derrubou a autocracia do Czar Nicolau II e levou ao poder o partido Bolchevique. B) Revolução Inglesa do século XVII, que representou a primeira manifestação de crise do sistema da época moderna, quando o poder monárquico, severamente limitado, cedeu a maior parte de suas prerrogativas ao Parlamento e instaurou-se o regime parlamentarista que permanece até hoje. C) Revolução Liberal Espanhola de 1820 contra o absolutismo de Fernando VII. D) Revolução do Porto, também referida como Revolução Liberal do Porto, que foi um movimento de cunho liberalista que teve lugar em 1820 e acarretou consequências, tanto na história de Portugal quanto na do Brasil. E) Revolução Francesa de 1789, considerada como o acontecimento que deu início à Idade Contemporânea, aboliu a servidão e os direitos feudais e proclamou os princípios universais de “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. QUESTÃO 05 “Num lugar da Mancha, de cujo nome não quero lembrar-me, vivia, não há muito, um fidalgo, dos de lança em cabido, adarga antiga, rocim fraco, e galgo corredor… Tinha em casa uma ama que passava dos quarenta, uma sobrinha que não chegava aos vinte, e um moço da poisada e de porta afora, tanto para o trato do rocim, como para o da fazenda. Orçava na idade o nosso fidalgo pelos cinquenta anos. Era rijo de compleição, seco de carnes, enxuto de rosto, madrugador, e amigo da caça… É pois de saber que este fidalgo, nos intervalos que tinha de ócio (que eram os mais do ano), se dava a ler livros de cavalaria, com tanta afeição e gosto, que se esqueceu quase de todo do exercício da caça, e até da administração dos seus bens; e a tanto chegou a sua curiosidade e desatino neste ponto, que vendeu muitas courelas de semeadura par a comprar livros de cavalarias…” D. Quixote – vol. I – Cervantes – Tradução: Francisco Lopes de Azevedo Velho de Fonseca Barbosa Pinheiro Pereira e Sá Coelho – Conde de Azevedo. Edição: 2005. eBooksBrasil.com. O texto diz respeito ao personagem cavaleiro medieval fi dalgo Dom Quixote de La Mancha na Península Ibérica da Idade Média. Com relação à história da Península Ibérica na Idade Média e os cavaleiros fidalgos, pode-se afirmar corretamente que: A) esses cavaleiros não tiveram participação alguma na Guerra da Reconquista, isto é, a luta contra os mouros, as cruzadas. B) a transição do feudalismo para o capitalismo contribuiu para o fortalecimento dos Estados nacionais e, consequentemente, dos cavaleiros medievais fidalgos. C) o desenvolvimento do comércio, das cidades e da burguesia mercantil influenciou a decadência dos cavaleiros medievais.
  3. 3. Página3-CIÊNCIASHUMANASESUASTECNOLOGIA-EXÉRCICIODEFIXAÇÃODEHISTÓRIANº13–PROFJorgeMarcos D) mudanças na sociedade europeia medieval ocasionaram o surgimento dos Estados nacionais e o consequente fortalecimento das nobrezas feudais. E) os cavaleiros medievais fidalgos tiveram participação efetiva na Guerra da Unificação Italiana. QUESTÃO 06 Como afirmou Aristóteles, ― o objetivo da arte não é apresentar a aparência externa das coisas, senão o seu significado interno; pois isto, e não a aparência e o detalhe externos, constitui a autêntica realidade‖. Abertura 1812 foi uma obra orquestral encomendada a Pyotr Ilych Tchaikovsky pelo czar da Rússia para comemorar o aniversário de sua coroação e os 70 anos de uma importante vitória russa. Nessa peça, podemos notar uma parte do hino do país inimigo e um final épico em que podemos ouvir sons dos canhões. O fato épico trata-se: A) do fracasso da invasão e a devastação do exército de Napoleão Bonaparte. B) da Batalha de Borondino, vencida pelos russos devido à epidemia de tifo no exército inimigo. C) da Batalha de Kulikovo, travada pelos tártaros e mongóis da Horda de Ouro contra os russos. D) da Batalha de Austerlitz, também conhecida como Batalha dos Três Imperadores, tendo Napoleão Bonaparte como protagonista. E) da Batalha de Iwo Jima, onde as tropas vencedoras queriam capturar os campos aéreos de modo a fornecer um local de aterragem e de reabastecimento para os bombardeios. QUESTÃO 07 Depois de conquistar sua independência em 20 de maio de 2002, após um longo processo de dominação, e se tornar um dos países mais jovens do planeta, a parte leste da ilha Timor passou a ser chamada de República Democrática do Timor -Leste. O Timor-Leste é membro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, da qual o Brasil também faz p arte. Seus primórdios situam-se no século XVI e coincidem com as primeiras viagens ultramarinas dos europeus. Com relação ao Timor -Leste, pode-se afirmar corretamente que: A) durante os quase cinco séculos de dominação, o seu território foi ocupado por portugueses, espanhóis, holandeses, australianos, americanos, japoneses e indonésios. B) o interesse dos europeus por aquela região, no século XVI, era devido à existência de petróleo e gás na ilha. C) os primeiros europeus a aportarem na ilha foram espanhóis integrantes da Companhia Holandesa dasÍndias Orientais. D) a religião de seus habitantes é predominantemente cristã. E) a religião de seus habitantes é predominantemente muçulmana. QUESTÃO 08 Sobre Guerra e Paz, de Portinari, Dag Hammarskjold, Secretário-Geral da ONU,1957, Prêmio Nobel da Paz, afirmou: ―… a mais importante obra de arte monumental doada à ONU.
  4. 4. Página4-CIÊNCIASHUMANASESUASTECNOLOGIA-EXÉRCICIODEFIXAÇÃODEHISTÓRIANº13–PROFJorgeMarcos Em 1950, o norueguês Trygve Lie, o primeiro Secretário-Geral da ONU, fez um apelo a todos os paísesmembros para que doassem uma obra de arte à nova sede da ONU em Nova York. O Brasil designou Candido Portinari (1903-1962) e deu a ele uma lista de temas dentre os quais estava ―guerra e paz‖, tema recorrente na própria obra do pintor. Portinari pintou os painéis Guerra e Paz (14m x 10m cada um) em nove meses, após quatro anos de estudos preparatórios (cerca de 180). Esses painéis foram instalado s no hall de entrada da sala da Assembleia Geral, em 1957, o espaço mais importante da sede da ONU. Os temas escolhidos pelo pintor brasileiro apresentam estreita relação com os objetivos e papéis a serem exercidos pela ONU porque: A) representam a síntese das preocupações primordiais dos trabalhos das Nações Unidas. B) buscam mecanismos que promovam o progresso social das nações. C) justificam a criação de condições que mantenham a justiça e o direito internacional. D) simbolizam a prática dos mecanismos que possibilitam a segurança internacional e o desenvolvimento econômico. E) representam a força para deter a guerra entre países e fornecem solução para conquistar a paz. GABARITO 1) D 2) C 3) B 4) A 5) D 6) A 7) E 8) A DESAFIANDO QUESTÃO 01 Ao final de um show em Coimbra, Vinicius, empolgado, grita, numa daquelas bravatas bem a seu estilo: “Viva a mocidade portuguesa!” No lugar dos aplausos que esperava receber, vem um silêncio constrangedor. Toma um susto. Faz mais duas ou três saudações diferentes, aplaudidas sem muito entusiasmo, e se retira do palco. Nos bastidores, um dos empresários lhe diz: “Vinicius, o que deu em você? Tornou-se um fascista?” A Mocidade Portuguesa, no catálogo do salazarismo, é uma entidade inspirada na Juventude Hitlerista. A plateia julgara que, num ato de loucura, o poeta do amor e da liberdade tivesse decidido fazer uma homenagem a Salazar. Podemos afirmar, corretamente, que a plateia não aplaudiu Vinicius, porque: A) o poeta foi discriminatório e preconceituoso, ao citar Salazar, na sua homenagem à plateia, que vivia em plena liberdade democrática. B) ficou constrangida, diante da referência a um governante fascista, que, apesar disso, lutou pela liberdade de Portugal. C) a música brasileira, em Portugal daquela época, era tida como herdeira do jazz americano, que era criticado pela cultura clássica portuguesa. D) a frase lembrava Salazar, que impôs uma carta constitucional, ao país, inspirada no fascismo italiano. E) a frase lembrava Portugal de 1970, cujo povo passou a viver um regime de exceção, com a morte de Salazar, que deflagrou a Revolução dos Cravos.

×