SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Colégio Santa Isabel
Td de História
Professor – Jorge Tales
Turmas – 9º Anos

01. Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiam características novas nas áreas
partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade do
homem branco marcavam o auge da hegemonia européia. Assinale a alternativa que encerra, no plano
ideológico, certo esforço para justificar interesses imperialistas.

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, é algo inimaginável para os ocidentais.
b) A civilização deve ser imposta aos países e raças onde ela não pode nascer espontaneamente.
c) A invasão de tecidos de algodão do Lancashire desferiu sério golpe no artesanato indiano.
d) A diplomacia do canhão e do fuzil, a ação dos missionários e dos viajantes naturalistas contribuíram para
quebrar a resistência cultural das populações africanas, asiáticas e latino-americanas.
e) O mapa das comunicações nos ensina: as estradas de ferro colocavam os portos das áreas colonizadas
em contato com o mundo exterior.

02. Segundo as teorias desenvolvimentistas, a guerra era concebida como:

a) uma necessidade de ampliar o mercado interno substituindo as importações.
b) uma política econômica tendendo a desvalorizar a produção agrícola.
c) uma forma de criar condições para a importação de tecnologia estrangeira.
d) um recurso complementar e necessário à importação de produtos primários.
e) uma política econômica que necessitava do apoio de todas as classes sociais para ser implementada.

03. Considerando-se as relações internacionais presentes na conjuntura pré-1 ヘ Grande Guerra, podemos
afirmar que:

I - As rivalidades anglo-germânicas foram agravadas pela construção da Estrada de Ferro Berlim-Bagdá.
II - As pretensões da Rússia de dominar os Estreitos de Bósforo e Dardanelos aumentaram os seus conflitos
com o Império Turco.
III - As desavenças entre a Sérvia e o Império Austro-Húngaro estavam diretamente ligadas à disputa pela
anexação da Bósnia-Herzegovina pela Inglaterra.
IV - A morte do futuro Imperador Austro-Húngaro, Francisco Ferdinando, em Sarajevo, na Bósnia, precipitou o
início da Guerra.
V - A união da Inglaterra, França e Japão para formar a Tríplice Entente foi uma maneira de neutralizar a
Tríplice Aliança, que unia Alemanha, Rússia e Itália.

Estão corretas as afirmativas:
a) somente I, II e III.
b) somente I, II e IV.
c) somente I, III e V.
d) somente II, III e IV.
e) somente III, IV e V.

04. Em O ÚLTIMO CZAR, Eduard Radzinsky cita diversos registros de Nicolau II:

- "9 de janeiro. Disposição de ânimo alarmante entre os revolucionários e grande propaganda do
proletariado".
- "28 de janeiro. Eventos de extraordinária importância, com um potencial de graves conseqüências para a
situação do Estado, não estão distantes".
- "5 de fevereiro. A animosidade aumenta. Demonstrações espontâneas das massas serão a primeira etapa e
também a última no caminho para excessos impiedosos e insensatos, no mais horrível dos acontecimentos:
uma revolução anárquica".

Sobre a Revolução de fevereiro de 1917, é correto afirmar que
a) a burguesia liberal apoiava a insurreição popular para instaurar no país um regime constitucional e
parlamentar, ampliando o poder dos bolcheviques.
b) desejava substituir um regime liberal-burguês por outro operário-socialista.
c) as forças no poder eram: burguesia liberal, mencheviques e social-revolucionários.
d) seu plano baseava-se na reforma agrária e na estatização dos bancos e das fábricas.
e) seu caráter revolucionário baseava-se no proletário e no camponês.

05. Em 1919, Wílson (Estados Unidos), Lloyd George (Inglaterra) e Clemenceau (França) definiram a Paz de
Versalhes, em que
a) a Alemanha foi considerada culpada pela Guerra e submetida a indenizações e retaliações territoriais,
semeando o descontentamento e o revanchismo.
b) os bolcheviques, liderados por Lenin, tiveram apoio inglês para assumir o governo russo, estabelecendo o
primeiro Estado socialista.
c) os russos brancos, estabeleceram uma aliança com a Alemanha e conduziram a Rússia à Guerra Civil.
d) a Itália, sob a liderança de Mussolini pode organizar, financiada pela França, a marcha sobre Roma.
e) estabeleceu a nazificação alemã que se fundamentou no armamentismo e na busca do "espaço vital", ou
seja, na geopolítica da conquista territorial.

06. Ao exaltar o imperialismo inglês, Rudyard Kipling escreveu em um de seus poemas:

"Aceitai o fardo do homem branco,
 Enviai os melhores dos vossos filhos,
 Condenai vossos filhos ao exílio,
 Para que sejam os servidores de seus cativos."

a) Como esses versos de Kipling explicam o imperialismo inglês?
a) Levar o desenvolvimento europeu aos povos "atrasados".
b) Quais as áreas mais cobiçadas pelo imperialismo inglês e por quê?
b) Principalmente a Ásia, fornecedores de matérias-primas e mercados grandiosos e com maior
desenvolvimento.

07. No final do século XIX e início do século XX, por detrás de uma aparente tranqüilidade do cenário político
europeu, escondia-se um clima de instabilidade e tensão que acabaria por mergulhar a Europa na Primeira
Grande Guerra.
Destaque e comente dois dos fatores que contribuíram para essa instabilidade.
A política de blocos militares antagônicos (Tríplice Aliança e Entente) e a disputa colonialista que acirrou os
ânimos e conduziu à guerra.

08. Na (s) questão (ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos.
"Nos anos iniciais do século XX, reinava um clima de tensão e grande rivalidade na
Europa. ............................................................................................................................................
As ambições imperialistas associadas ao nacionalismo exaltado fomentavam todo um clima internacional de
tensões e agressividade. Sabia-se que a guerra entre as grandes potências poderia explodir a qualquer
momento".
       (COTRIM, p. 337-8)

As informações do texto, associadas aos conhecimentos sobre a expansão do capitalismo e a Primeira
Guerra Mundial, permitem afirmar:

(01) As ambições imperialistas citadas no texto caracterizavam a política externa de nações que tinham
alcançado plena industrialização e cuja produção extrapolava a capacidade de consumo de suas próprias
populações.
(02) O pan-eslavismo, o pangermanismo e o revanchismo francês constituíam-se movimentos nacionalistas
responsáveis, entre outros fatores, pela instalação das tensões e agressividades referidas no texto.
(04) A adoção de uma política de alianças, no período anterior à Primeira Guerra Mundial, decorreu da
necessidade de conter o avanço de interesses capitalistas norte-americanos no mercado europeu.
(08) O período histórico a que o texto se refere é também denominado de "paz armada", por ter registrado o
avanço da produção de armamentos pesados e o crescimento dos efetivos militares.
(16) O continente africano também foi envolvido pelas ambições imperialistas, registrando-se o choque de
interesses franceses, ingleses e alemães, na disputa pela posse de terras desse continente.
(32) As exportações de produtos manufaturados brasileiros foram prejudicadas durante a Primeira Guerra
Mundial, visto terem sido privadas do mercado consumidor, representado pelos países beligerantes.

Soma: 01 + 02 + 08 + 16 + 32 = 59
09. " (...) a guerra de 1914-18 foi, de ambos os lados, uma guerra imperialista (isto é, uma guerra de
conquista, de pilhagem, de pirataria), uma guerra pela partilha do mundo, pela distribuição e redistribuição
das colônias, das 'zonas de influência do capital financeiro', etc.
...O capitalismo se transformou num sistema universal de opressão colonial e de asfixia financeira da imensa
maioria da população do globo por um punhado de países avançados. E a partilha deste 'saque' faz-se entre
duas ou três aves de rapina, com importância mundial, armadas até os dentes (América, Inglaterra, Japão),
que arrastam consigo toda a Terra na sua guerra pela partilha de seu saque".
       (LENIN, Vladimir I. "O imperialismo: fase superior do capitalismo". São Paulo, Global, 1985. p.9-11.)

a) Explique uma das principais características da fase monopolista do capitalismo.
a) O predomínio do capitalismo financeiro que a partir dos países centrais passa a monopolizar o mercado de
colônias e a determinar suas economias.
b) Relacione capitalismo monopolista à Primeira Guerra Mundial.
b) As transformações nas relações de poder entre os países europeus com o surgimento da Alemanha
enquanto potência; o nacionalismo existente entre várias minorias nacionais que foram anexadas dentro de
grandes monarquias européias, sendo o Império Austro-Húngaro o caso mais exemplar.

10. Assinale as proposições corretas, some os números a elas associados e marque no espaço apropriado.

TEXTO I: "O caráter intolerável atingido pelo desemprego entre as duas guerras, na Grã-Bretanha, deve-se à
conjugação da sua amplitude com a sua duração. O desemprego devastou regiões inteiras: (...)
Por toda a parte, lojas fechadas, casas arruinadas, janelas com tábuas e cartão no lugar de vidros. Únicos
ofícios prósperos: o dos corretores de apostas. Nesta existência sem esperança, recorre-se
desesperadamente ao jogo, às apostas."
       (Bedarida apud MARQUES, p. 33)

TEXTO II: "Alemanha, 1923: dinheiro vira papel de parede '(...) em 1923, no auge da crise econômica, iniciou-
se o ano com o dólar valendo 18.000 marcos. Em julho, a moeda americana chegou a 160.000 marcos e, em
novembro, os alemães precisavam amontoar 2,5 trilhões de marcos para comprar 1 dólar. Naquele mês, em
Berlim, um pão, que no começo do ano já valia fantásticos 250 marcos, passou a custar 200 bilhões de
marcos. As donas-de-casa passaram a ir às compras carregando baldes de dinheiro.' "
       (Veja apud MARQUES, p. 40)

TEXTO III: "Na Rússia a revolução da classe trabalhadora teve êxito. Mas a desilusão, a fome e a miséria,
que se seguiram à I Guerra Mundial, atraíram muitos recrutas às fileiras dos revolucionários, em toda parte.
(...) Isso ocorreu particularmente na Itália e na Alemanha. Os capitalistas desses países tiveram pela frente
uma classe trabalhadora revolucionária que lhes ameaçava o poder."
         (Huberman apud MARQUES, p. 36)

Tomando-se por base a análise dos textos e os conhecimentos sobre o período entre guerras, pode-se
afirmar:

(01) O texto I retrata a situação de sociedades em crise, nas quais as necessidades básicas não são
satisfeitas, e a desesperança leva à busca de dinheiro fácil através do jogo.
(02) No texto II, as referências à utilização do dinheiro como papel de parede e à quantidade de dinheiro
utilizado pelas donas-de-casa nas compras demonstram a desvalorização da moeda e a crise inflacionária
vivida pelos alemães, nos anos subseqüentes à Primeira Guerra Mundial.
(04) As "fileiras dos revolucionários", referidas no texto III, que ameaçavam o poder dos capitalistas da Itália e
da Alemanha possibilitaram a afirmação do poder socialista na Europa Central, nos anos trinta.
(08) Os textos I, II e III prenunciam em sociedades diferentes, a evolução da crise econômica que afetou o
mundo nos anos vinte deste século, provocando significativas transformações econômico-financeiras e
sociopolíticas.
(16) Os textos I, II e III retratam as condições sociais que ampliaram a contestação à democracia liberal e
favoreceram o desenvolvimento da proposta fascista como alternativa válida.

Soma: 01 + 02 + 08 + 16 = 27

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção1 teste 9ano_com_correção
1 teste 9ano_com_correção
 
Primeira guerra mundial.ppt
Primeira guerra mundial.pptPrimeira guerra mundial.ppt
Primeira guerra mundial.ppt
 
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIALPRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra  MundialPrimeira Guerra  Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial (1914-1918)
Primeira Guerra Mundial (1914-1918)Primeira Guerra Mundial (1914-1918)
Primeira Guerra Mundial (1914-1918)
 
Primeira guerra em fotos
Primeira guerra em fotosPrimeira guerra em fotos
Primeira guerra em fotos
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
A 1º guerra mundial
A 1º guerra mundialA 1º guerra mundial
A 1º guerra mundial
 
Primeira guerra
Primeira guerraPrimeira guerra
Primeira guerra
 
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
Primeira guerra mundial prof ka (ppt)
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
A Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra MundialA Primeira Guerra Mundial
A Primeira Guerra Mundial
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra MundialPrimeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
3º ano primeira guerra mundial
3º ano   primeira guerra mundial3º ano   primeira guerra mundial
3º ano primeira guerra mundial
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Slides 1ª guerra mundial
Slides  1ª guerra mundialSlides  1ª guerra mundial
Slides 1ª guerra mundial
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
1ª guerra mundial danilo barros
1ª guerra mundial danilo barros1ª guerra mundial danilo barros
1ª guerra mundial danilo barros
 

Semelhante a Crise econômica e desemprego na Europa pós-guerra

Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918Alan
 
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Laboratório de História
 
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxAula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxGerson Coppes
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialmigueldrj
 
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra MundialLista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra MundialElton Zanoni
 
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..JsicaFernandesDosSan
 
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIALVIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIALMárcia Diniz
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial Andrea Silva
 
L ista de exerc imperialismo
L ista de exerc imperialismoL ista de exerc imperialismo
L ista de exerc imperialismoÉrica Martins
 
Material escrito aulão sao mateus os especialistas
Material escrito aulão sao mateus os especialistasMaterial escrito aulão sao mateus os especialistas
Material escrito aulão sao mateus os especialistasLucilo Campos
 
Primeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptPrimeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptssusere15b8d
 
Primeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptPrimeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptIdevan Santos
 

Semelhante a Crise econômica e desemprego na Europa pós-guerra (20)

Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918Primeira guerra mundial 1914 1918
Primeira guerra mundial 1914 1918
 
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
Caderno Diário A Primeira Guerra Mundial e as transformações do pós-guerra n...
 
Live i guerra
Live i guerraLive i guerra
Live i guerra
 
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptxAula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
Aula 3 [3-2022] - A caminho da guerra.pptx
 
I Guerra Mundial
I Guerra MundialI Guerra Mundial
I Guerra Mundial
 
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)1ª Guerra Mundial (1914-1918)
1ª Guerra Mundial (1914-1918)
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra MundialLista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
Lista de exercícios – Segunda Guerra Mundial
 
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..Imperialismo e primeira Guerra mundial..
Imperialismo e primeira Guerra mundial..
 
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIALVIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
VIDEO-AULA 8ª SÉRIES REVISÃO IMPERIALISMO E PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL
 
100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10100 DICAS ENEM PARTE 10
100 DICAS ENEM PARTE 10
 
Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial Primeira Guerra Mundial
Primeira Guerra Mundial
 
Apostila eja unid. 8
Apostila eja unid. 8Apostila eja unid. 8
Apostila eja unid. 8
 
A primeira guerra mundial
A primeira guerra mundialA primeira guerra mundial
A primeira guerra mundial
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
L ista de exerc imperialismo
L ista de exerc imperialismoL ista de exerc imperialismo
L ista de exerc imperialismo
 
Material escrito aulão sao mateus os especialistas
Material escrito aulão sao mateus os especialistasMaterial escrito aulão sao mateus os especialistas
Material escrito aulão sao mateus os especialistas
 
100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09100 DICAS ENEM PARTE 09
100 DICAS ENEM PARTE 09
 
Primeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptPrimeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.ppt
 
Primeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.pptPrimeira Guerra Mundial.ppt
Primeira Guerra Mundial.ppt
 

Crise econômica e desemprego na Europa pós-guerra

  • 1. Colégio Santa Isabel Td de História Professor – Jorge Tales Turmas – 9º Anos 01. Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiam características novas nas áreas partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade do homem branco marcavam o auge da hegemonia européia. Assinale a alternativa que encerra, no plano ideológico, certo esforço para justificar interesses imperialistas. a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, é algo inimaginável para os ocidentais. b) A civilização deve ser imposta aos países e raças onde ela não pode nascer espontaneamente. c) A invasão de tecidos de algodão do Lancashire desferiu sério golpe no artesanato indiano. d) A diplomacia do canhão e do fuzil, a ação dos missionários e dos viajantes naturalistas contribuíram para quebrar a resistência cultural das populações africanas, asiáticas e latino-americanas. e) O mapa das comunicações nos ensina: as estradas de ferro colocavam os portos das áreas colonizadas em contato com o mundo exterior. 02. Segundo as teorias desenvolvimentistas, a guerra era concebida como: a) uma necessidade de ampliar o mercado interno substituindo as importações. b) uma política econômica tendendo a desvalorizar a produção agrícola. c) uma forma de criar condições para a importação de tecnologia estrangeira. d) um recurso complementar e necessário à importação de produtos primários. e) uma política econômica que necessitava do apoio de todas as classes sociais para ser implementada. 03. Considerando-se as relações internacionais presentes na conjuntura pré-1 ヘ Grande Guerra, podemos afirmar que: I - As rivalidades anglo-germânicas foram agravadas pela construção da Estrada de Ferro Berlim-Bagdá. II - As pretensões da Rússia de dominar os Estreitos de Bósforo e Dardanelos aumentaram os seus conflitos com o Império Turco. III - As desavenças entre a Sérvia e o Império Austro-Húngaro estavam diretamente ligadas à disputa pela anexação da Bósnia-Herzegovina pela Inglaterra. IV - A morte do futuro Imperador Austro-Húngaro, Francisco Ferdinando, em Sarajevo, na Bósnia, precipitou o início da Guerra. V - A união da Inglaterra, França e Japão para formar a Tríplice Entente foi uma maneira de neutralizar a Tríplice Aliança, que unia Alemanha, Rússia e Itália. Estão corretas as afirmativas: a) somente I, II e III. b) somente I, II e IV. c) somente I, III e V. d) somente II, III e IV. e) somente III, IV e V. 04. Em O ÚLTIMO CZAR, Eduard Radzinsky cita diversos registros de Nicolau II: - "9 de janeiro. Disposição de ânimo alarmante entre os revolucionários e grande propaganda do proletariado". - "28 de janeiro. Eventos de extraordinária importância, com um potencial de graves conseqüências para a situação do Estado, não estão distantes". - "5 de fevereiro. A animosidade aumenta. Demonstrações espontâneas das massas serão a primeira etapa e também a última no caminho para excessos impiedosos e insensatos, no mais horrível dos acontecimentos: uma revolução anárquica". Sobre a Revolução de fevereiro de 1917, é correto afirmar que a) a burguesia liberal apoiava a insurreição popular para instaurar no país um regime constitucional e parlamentar, ampliando o poder dos bolcheviques. b) desejava substituir um regime liberal-burguês por outro operário-socialista. c) as forças no poder eram: burguesia liberal, mencheviques e social-revolucionários. d) seu plano baseava-se na reforma agrária e na estatização dos bancos e das fábricas.
  • 2. e) seu caráter revolucionário baseava-se no proletário e no camponês. 05. Em 1919, Wílson (Estados Unidos), Lloyd George (Inglaterra) e Clemenceau (França) definiram a Paz de Versalhes, em que a) a Alemanha foi considerada culpada pela Guerra e submetida a indenizações e retaliações territoriais, semeando o descontentamento e o revanchismo. b) os bolcheviques, liderados por Lenin, tiveram apoio inglês para assumir o governo russo, estabelecendo o primeiro Estado socialista. c) os russos brancos, estabeleceram uma aliança com a Alemanha e conduziram a Rússia à Guerra Civil. d) a Itália, sob a liderança de Mussolini pode organizar, financiada pela França, a marcha sobre Roma. e) estabeleceu a nazificação alemã que se fundamentou no armamentismo e na busca do "espaço vital", ou seja, na geopolítica da conquista territorial. 06. Ao exaltar o imperialismo inglês, Rudyard Kipling escreveu em um de seus poemas: "Aceitai o fardo do homem branco, Enviai os melhores dos vossos filhos, Condenai vossos filhos ao exílio, Para que sejam os servidores de seus cativos." a) Como esses versos de Kipling explicam o imperialismo inglês? a) Levar o desenvolvimento europeu aos povos "atrasados". b) Quais as áreas mais cobiçadas pelo imperialismo inglês e por quê? b) Principalmente a Ásia, fornecedores de matérias-primas e mercados grandiosos e com maior desenvolvimento. 07. No final do século XIX e início do século XX, por detrás de uma aparente tranqüilidade do cenário político europeu, escondia-se um clima de instabilidade e tensão que acabaria por mergulhar a Europa na Primeira Grande Guerra. Destaque e comente dois dos fatores que contribuíram para essa instabilidade. A política de blocos militares antagônicos (Tríplice Aliança e Entente) e a disputa colonialista que acirrou os ânimos e conduziu à guerra. 08. Na (s) questão (ões) a seguir escreva nos parênteses a soma dos itens corretos. "Nos anos iniciais do século XX, reinava um clima de tensão e grande rivalidade na Europa. ............................................................................................................................................ As ambições imperialistas associadas ao nacionalismo exaltado fomentavam todo um clima internacional de tensões e agressividade. Sabia-se que a guerra entre as grandes potências poderia explodir a qualquer momento". (COTRIM, p. 337-8) As informações do texto, associadas aos conhecimentos sobre a expansão do capitalismo e a Primeira Guerra Mundial, permitem afirmar: (01) As ambições imperialistas citadas no texto caracterizavam a política externa de nações que tinham alcançado plena industrialização e cuja produção extrapolava a capacidade de consumo de suas próprias populações. (02) O pan-eslavismo, o pangermanismo e o revanchismo francês constituíam-se movimentos nacionalistas responsáveis, entre outros fatores, pela instalação das tensões e agressividades referidas no texto. (04) A adoção de uma política de alianças, no período anterior à Primeira Guerra Mundial, decorreu da necessidade de conter o avanço de interesses capitalistas norte-americanos no mercado europeu. (08) O período histórico a que o texto se refere é também denominado de "paz armada", por ter registrado o avanço da produção de armamentos pesados e o crescimento dos efetivos militares. (16) O continente africano também foi envolvido pelas ambições imperialistas, registrando-se o choque de interesses franceses, ingleses e alemães, na disputa pela posse de terras desse continente. (32) As exportações de produtos manufaturados brasileiros foram prejudicadas durante a Primeira Guerra Mundial, visto terem sido privadas do mercado consumidor, representado pelos países beligerantes. Soma: 01 + 02 + 08 + 16 + 32 = 59
  • 3. 09. " (...) a guerra de 1914-18 foi, de ambos os lados, uma guerra imperialista (isto é, uma guerra de conquista, de pilhagem, de pirataria), uma guerra pela partilha do mundo, pela distribuição e redistribuição das colônias, das 'zonas de influência do capital financeiro', etc. ...O capitalismo se transformou num sistema universal de opressão colonial e de asfixia financeira da imensa maioria da população do globo por um punhado de países avançados. E a partilha deste 'saque' faz-se entre duas ou três aves de rapina, com importância mundial, armadas até os dentes (América, Inglaterra, Japão), que arrastam consigo toda a Terra na sua guerra pela partilha de seu saque". (LENIN, Vladimir I. "O imperialismo: fase superior do capitalismo". São Paulo, Global, 1985. p.9-11.) a) Explique uma das principais características da fase monopolista do capitalismo. a) O predomínio do capitalismo financeiro que a partir dos países centrais passa a monopolizar o mercado de colônias e a determinar suas economias. b) Relacione capitalismo monopolista à Primeira Guerra Mundial. b) As transformações nas relações de poder entre os países europeus com o surgimento da Alemanha enquanto potência; o nacionalismo existente entre várias minorias nacionais que foram anexadas dentro de grandes monarquias européias, sendo o Império Austro-Húngaro o caso mais exemplar. 10. Assinale as proposições corretas, some os números a elas associados e marque no espaço apropriado. TEXTO I: "O caráter intolerável atingido pelo desemprego entre as duas guerras, na Grã-Bretanha, deve-se à conjugação da sua amplitude com a sua duração. O desemprego devastou regiões inteiras: (...) Por toda a parte, lojas fechadas, casas arruinadas, janelas com tábuas e cartão no lugar de vidros. Únicos ofícios prósperos: o dos corretores de apostas. Nesta existência sem esperança, recorre-se desesperadamente ao jogo, às apostas." (Bedarida apud MARQUES, p. 33) TEXTO II: "Alemanha, 1923: dinheiro vira papel de parede '(...) em 1923, no auge da crise econômica, iniciou- se o ano com o dólar valendo 18.000 marcos. Em julho, a moeda americana chegou a 160.000 marcos e, em novembro, os alemães precisavam amontoar 2,5 trilhões de marcos para comprar 1 dólar. Naquele mês, em Berlim, um pão, que no começo do ano já valia fantásticos 250 marcos, passou a custar 200 bilhões de marcos. As donas-de-casa passaram a ir às compras carregando baldes de dinheiro.' " (Veja apud MARQUES, p. 40) TEXTO III: "Na Rússia a revolução da classe trabalhadora teve êxito. Mas a desilusão, a fome e a miséria, que se seguiram à I Guerra Mundial, atraíram muitos recrutas às fileiras dos revolucionários, em toda parte. (...) Isso ocorreu particularmente na Itália e na Alemanha. Os capitalistas desses países tiveram pela frente uma classe trabalhadora revolucionária que lhes ameaçava o poder." (Huberman apud MARQUES, p. 36) Tomando-se por base a análise dos textos e os conhecimentos sobre o período entre guerras, pode-se afirmar: (01) O texto I retrata a situação de sociedades em crise, nas quais as necessidades básicas não são satisfeitas, e a desesperança leva à busca de dinheiro fácil através do jogo. (02) No texto II, as referências à utilização do dinheiro como papel de parede e à quantidade de dinheiro utilizado pelas donas-de-casa nas compras demonstram a desvalorização da moeda e a crise inflacionária vivida pelos alemães, nos anos subseqüentes à Primeira Guerra Mundial. (04) As "fileiras dos revolucionários", referidas no texto III, que ameaçavam o poder dos capitalistas da Itália e da Alemanha possibilitaram a afirmação do poder socialista na Europa Central, nos anos trinta. (08) Os textos I, II e III prenunciam em sociedades diferentes, a evolução da crise econômica que afetou o mundo nos anos vinte deste século, provocando significativas transformações econômico-financeiras e sociopolíticas. (16) Os textos I, II e III retratam as condições sociais que ampliaram a contestação à democracia liberal e favoreceram o desenvolvimento da proposta fascista como alternativa válida. Soma: 01 + 02 + 08 + 16 = 27