Barroco 1601 –     1768  Barroco é Literatura;Artes Plásticas é Barroco
1. Origem: Prosopopeia, de Bento            Teixeira – 1601• Estilo Puro;• Barroco é uma pérola irregular;• Barroco é o es...
2. Contexto Histórico:• Contra – Reforma;• União Ibérica:• Ciclo da Cana de Acúcar;• Salvador – 1ª Capital do Brasil.• Inv...
3. Características:•   Sentimentalismo;•   Subjetividade;•   Cultismo ou Gongorismo( Jogo de Palavras );•   Conceptismo ou...
4. Autores:* Na   Poesia: Lirismo.a. Gregório de Matos( Boca de Inferno ).  - Poesia Sacra; Lírica; Satírica; Erótica; Eco...
Trecho – Ao braço do mesmo Menino        Jesus quando apareceuO todo sem a parte não é todo,A parte sem o todo não é parte...
Trecho – Moraliza o poeta nos ocidentes do Sol a        inconstância dos bens do mundoNasce o Sol, e não dura mais que um ...
Na Prosa: Narrativac. Padre Antônio Vieira.   - Sermão da Sexagésima( Metalinguística – Sobre o   ato de Pregar ) , Sermão...
As Partes do Sermão de Vieira:• Tema: parte da Bíblia de onde se baseará  o sermão;• Intróito: breve resumo do sermão;• In...
en-literatura.blogspot.com
en-literatura.blogspot.com
en-literatura.blogspot.com
en-literatura.blogspot.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

en-literatura.blogspot.com

948 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
948
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

en-literatura.blogspot.com

  1. 1. Barroco 1601 – 1768 Barroco é Literatura;Artes Plásticas é Barroco
  2. 2. 1. Origem: Prosopopeia, de Bento Teixeira – 1601• Estilo Puro;• Barroco é uma pérola irregular;• Barroco é o estilo do exagero;• O Barroco foi financiado pela Igreja Católica.
  3. 3. 2. Contexto Histórico:• Contra – Reforma;• União Ibérica:• Ciclo da Cana de Acúcar;• Salvador – 1ª Capital do Brasil.• Invasões Holandesas.
  4. 4. 3. Características:• Sentimentalismo;• Subjetividade;• Cultismo ou Gongorismo( Jogo de Palavras );• Conceptismo ou Quevedismo( Jogo de Ideias );• Formalismo na poesia;• Confusão religiosa;• Dualidade/ Contradição/ Ambiguidade;• Exagero;• Religiosidade;• Uso de Figuras de Linguagens( Antítese; Hipérbato; Metáfora ) .
  5. 5. 4. Autores:* Na Poesia: Lirismo.a. Gregório de Matos( Boca de Inferno ). - Poesia Sacra; Lírica; Satírica; Erótica; Ecomiástica. - Obra: Poesias Completas.b. Sóror Mariana do Alcoforado: - Cartas Portuguesas.
  6. 6. Trecho – Ao braço do mesmo Menino Jesus quando apareceuO todo sem a parte não é todo,A parte sem o todo não é parte,Mas se a parte o faz todo, sendo parte,Não se diga, que é parte, sendo todo.Em todo o Sacramento está Deus todo,E todo assiste inteiro em qualquer parte,E feito em partes todo em toda a parte,Em qualquer parte sempre fica o todo. ( ... )
  7. 7. Trecho – Moraliza o poeta nos ocidentes do Sol a inconstância dos bens do mundoNasce o Sol, e não dura mais que um dia,Depois da Luz se segue a noite escura,Em tristes sombras morre a formosura,Em contínuas tristezas a alegria.Porém se acaba o Sol, por que nascia?Se formosa a Luz é, por que não dura?Como a beleza assim se transfigura?Como o gosto da pena assim se fia? ( ... )
  8. 8. Na Prosa: Narrativac. Padre Antônio Vieira. - Sermão da Sexagésima( Metalinguística – Sobre o ato de Pregar ) , Sermão Aos Peixes ou de Santo Antônio( a dificuldade de educar os Homens ), Sermão Pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as de Holanda( convoca a população a expulsar os holandeses em Salvador ), Sermão do Bom Ladrão( a diferença entre os tipos de larápios ), Sermão do Mandato( sobre o amor divino ), Sermão sobre a Dominga da Quaresma( escravização dos índios ) Cartas, Profecias( Histórias de Portugal ).
  9. 9. As Partes do Sermão de Vieira:• Tema: parte da Bíblia de onde se baseará o sermão;• Intróito: breve resumo do sermão;• Invocação: pede inspiração as musas católicas( santas );• Argumento: a defesa do sermão;• Peroração: conclui o sermão.

×