Successfully reported this slideshow.

Apresentação Educação Especial

209 visualizações

Publicada em

Apresentação educação especial

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Apresentação Educação Especial

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO - FACED EDC 209 – INTRODUÇÃO A EDC. ESPECIAL DOCENTE: ALESSANDRA BARROS EQUIPE: DORALICE ANDRADE FLÁVIA SANTA MÔNICA IVANA CRISTINA COELHO LÍVIA ALMADA MARIA BENIGNA FERREIRA
  2. 2. VISITA À PESTALOZZI
  3. 3. APRESENTAÇÃO • Fomos recebidas pela Sra. Eulina, psicopedagoga e coordenadora do turno vespertino. Instituto Pestalozzi da Bahia # Associação Pestalozzi
  4. 4. APRESENTAÇÃO • Sendo uma instituição pública não possui página de acesso na internet, não recebe doações e os alunos não têm ônus algum em receber o atendimento na instituição que é voltado especificamente para os alunos da rede pública de Salvador, tendo, contudo um número reduzido de alunos da rede privada e de outras cidades. • Este ano o Instituto está comemorando 55 anos de atuação em Salvador.
  5. 5. MUDANÇAS NO INSTITUTO • Desde a sua fundação o Instituto Pestaozzi funcionava como uma escola para deficientes intelectuais, tendo dessa forma, uma função substitutiva da escola regular. Atualmente, saiu uma portaria a qual estabelece que o Instituto Pestalozzi da Bahia deve a partir de agora, não funcionar como uma escola e sim como um Centro de Atendimento servindo como uma unidade de apoio complementar.
  6. 6. ATENDIMENTO • A especialidade do Instituto Pestalozzi é o atendimento às crianças e adultos com necessidades educacionais especiais, restringindo-se, porém, às deficiências relacionadas a problemas cognitivos, tais como: aspem, dislexia, autismo. • Antes de ser encaminhado ao Instituto Pestalozzi o aluno precisa de um diagnóstico médico. • No Instituto o aluno é submetido a uma avaliação com a psicopedagoga, a qual identifica se a instituição será a mais adequada para suprir as suas necessidades
  7. 7. ATENDIMENTO • A faixa etária varia entre 07 a 44 anos de idade e o trabalho realizado com os alunos não segue o conteúdo programático da escola regular. • O número máximo de alunos por turma é de dez alunos. Cada aluno possui um cartão que lhe dá o direto de freqüentar o instituto no máximo três vezes por semana, tendo três horários de aulas por dia.
  8. 8. PROPOSTA DA INSTITUIÇÃO • A proposta da instituição é denominada AEE – Atendimento para Educação Especial e está dividida em núcleos com suas respectivas funções: 1. Núcleo de apoio pedagógico; 2. Núcleo de acompanhamento aos alunos da rede regular; 3. Núcleo de psicopedagogia; 4. Núcleo de arte e cultura
  9. 9. PROPOSTA DA INSTITUIÇÃO 5. Núcleo de Esporte, Recreação e Lazer; 6. Núcleo de tecnologia e comunicação; 7. Núcleo de formação continuada; Além dos núcleos há dois grupos de apoio: • Diversidade Étnica e Cultural • Terapia Ocupacional.
  10. 10. PROPOSTA DA INSTITUIÇÃO • Todas as atividades pedagógicas realizadas têm o intuito de estimular o desenvolvimento cognitivo das habilidades e competências esperadas para cada estágio de desenvolvimento, ocorrendo uma avaliação processual por registros – avaliam-se os avanços através de relatórios psicopedagógicos diários. A abordagem utilizada é a sócio- interacionista.
  11. 11. PROFISSIONAIS DO INSTITUTO • Os profissionais que trabalham na unidade são pedagogos especializados em deficiência intelectual e psicopedagogos concursados. • Há um apoio de um psicólogo e de um terapeuta ocupacional, porém, eles são pedagogos da instituição que fizeram outra graduação e prestam auxílio quando necessário. • A interação entre a equipe é bem consolidada com trabalhos articulados desenvolvidos para os alunos e para as famílias.
  12. 12. PROFISSIONAIS DO INSTITUTO • É importante ressaltar que há funcionárias de prontidão nos corredores porque nenhum aluno pode circular sozinho pela instituição. • A maioria dos pais mora longe e não teriam condições de ir e voltar no horário certo para buscar os filhos. Sendo assim, alguns permanecem no local oferecendo apoio para controlá-los, sendo alojados em uma casinha, ao lado da quadra, onde também recebem vários cursos relativos a assuntos diversos. • Outro motivo é que alguns alunos precisam de remédios e quem monitora a aplicação dos mesmos são os pais.
  13. 13. ESPAÇO FÍSICO • Área externa: Localiza-se em um terreno de esquina, possui dois prédios de salas de aula ligados por um corredor, quadra poliesportiva e não há um espaço aberto com brinquedos. • Área interna: - Entrada adaptada com rampa, corrimão e gradeada; - Existem vinte e duas salas no total, quatro banheiros adaptados e um refeitório pequeno.
  14. 14. ESPAÇO FÍSICO - As salas de aula são bem arejadas, equipadas com carteiras limitadas ao número máximo de alunos por turma (10), quadro branco, armários onde guardam os materiais para uso, televisão e DVD; - Outras salas de aula são denominadas e possuem os recursos necessários às suas funções, as quais são: sala de artes, sala de dança, sala de psicoterapia, sala de música, brinquedoteca e biblioteca, sala de informática, sala de jogos, etc.
  15. 15. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS SALA DE AULA - 1
  16. 16. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS SALA DE AULA - 2
  17. 17. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS SALA DE ARTES
  18. 18. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS SALA DE DANÇA
  19. 19. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS SALA DE PSICOTERAPIA
  20. 20. ESPAÇO FÍSICO - FOTOS BRINQUEDOTECA / BIBLIOTECA
  21. 21. CONDIÇÕES DOS RECURSOS • Em relação à descrição das condições dos recursos não foi possível visualizar todos eles. Visualizamos os brinquedos em bom estado e todos são educativos, os livros, embora poucos, estão em bom estado, os jogos (mesa de totó e ping-pong) foram afetados pela chuva e não pudemos ver os computadores porque a sala estava trancada.
  22. 22. TRABALHOS DOS ALUNOS • Os trabalhos dos alunos são expostos nas salas e murais nos corredores.
  23. 23. DIFICULDADES DO INSTITUTO • Devido às fortes chuvas recentemente na região, algumas salas foram comprometidas e tiveram que ser desativadas para uma posterior reforma • A Sra. Eulina expressou insatisfação por não ter um espaço mais adequado para desenvolver algumas atividades, como por exemplo, uma área coberta para atividade de educação física
  24. 24. DIFICULDADES DO INSTITUTO • Falta de recursos, principalmente material didático e espaço adequado para desenvolver atividades específicas; • A alimentação é fornecida pelo Estado, porém muito limitada; • Além disso, enfrentam certa resistência das famílias dos alunos no processo de inclusão. A maioria delas possui grau de escolaridade baixo e não estão muito abertas a inovações, não se sentindo seguras à adaptação dos alunos às escolas regulares.
  25. 25. IMPRESSÕES DO GRUPO • Nosso grupo contou com a presença de todos os membros da equipe e a Sra. Eulina de boa vontade nos forneceu todos os dados solicitados referentes ao funcionamento da Instituição. Não foi possível observar nenhuma aula, pois seria necessária a autorização prévia do professor. Entretanto, esse fator não interferiu na conclusão da nossa pesquisa, visto que todas as informações necessárias nos foram concedidas. • Percebemos que apesar das dificuldades todos os profissionais se empenham para desenvolver um bom trabalho.
  26. 26. OBRIGADA!!! “Tente mover o mundo - o primeiro passo será mover a si mesmo”. (Platão)

×