SlideShare uma empresa Scribd logo
“Se a navegação aviventa o comércio e a lavoura, não pode haver navegação
sem rios, não pode haver rios sem fontes, não há fontes sem chuvas, não há
chuva sem umidade, não há umidade sem florestas”.
(José Bonifácio de Andrada e Silva)
Teofrasto, botânico e filósofo grego do século III a.C., é considerado o primeiro
ecologista da história. Ele foi o primeiro a pesquisar as relações entre os
organismos e suas relações com o meio ambiente.
Meio ambiente envolve todas as coisas vivas e não-vivas que ocorrem na Terra,
ou em alguma região dela, que afetam os ecossistemas e a vida dos humanos. O
meio ambiente pode ter diversos conceitos, que são identificados por seus
componentes.
Meio ambiente é um conjunto de unidades ecológicas que funcionam como um
sistema natural, e incluem toda a vegetação, animais, microorganismos, solo,
rochas, atmosfera e fenômenos naturais que podem ocorrer em seus limites.
Meio ambiente também compreende recursos e fenômenos físicos como ar,
água e clima, assim como energia, radiação, descarga elétrica, e magnetismo.
Na ecologia, o meio ambiente é o panorama animado ou inanimado onde se
desenvolve a vida de um organismo. No meio ambiente existem vários fatores
externos que têm uma influência no organismo. A ecologia tem como objeto de
estudo as relações entre os organismos e o ambiente envolvente. Ecologia é
uma nova ciência (ramo da Biologia) que estuda todos os seres vivos e suas
interações com o meio ambiente onde vivem. Esta palavra foi criada no ano de
1866 pelo biólogo e naturalista alemão Ernst Heinrich Haeckel. A Ecologia
também se encarrega de estudar a abundância e distribuição dos seres vivos no
planeta Terra.
Um ecossistema é o conjunto de todas as relações entre fauna, flora e o meio
ambiente de determinada região. Ao contrário do que muita gente pensa, a
ecologia não é uma ciência da moda ou uma preocupação moderna. Ainda que
seja mais recente que outras ciências milenares, há mais de um século já havia
gente preocupada em definir essa ciência que ganhava cada vez mais corpo e
preocupava os habitantes das grandes cidades do planeta. Para as Nações
Unidas, meio ambiente é o conjunto de componentes físicos, químicos,
biológicos e sociais capazes de causar efeitos diretos ou indiretos, em um prazo
curto ou longo, sobre os seres vivos e as atividades humanas. A preservação do
meio ambiente depende muito da sensibilidade dos indivíduos de uma
sociedade.
A cidadania deve contemplar atividades e noções que contribuem para a
prosperidade do meio ambiente. Desta forma, ´importante saber instruir os
cidadãos de várias idades, através de formação nas escolas e em outros locais.
A sustentabilidade ambiental e ecológica é a manutenção do meio ambiente do
planeta Terra, é manter a qualidade de vida, manter o meio ambiente em
harmonia com as pessoas. É cuidar para não poluir a água, separar o lixo, evitar
desastres ecológicos, como queimadas, desmatamentos. O próprio conceito de
sustentabilidade é para longo prazo, significa cuidar de todo o sistema, para que
as gerações futuras possam aproveitar. Na pergunta 705 de “O Livro dos
Espíritos” (1857), no capítulo que versa sobre a Lei de Conservação, Allan
Kardec indaga: “Por que nem sempre a terra produz bastante para fornecer ao
homem o necessário?”, ao que a Espiritualidade responde:
“É que, ingrato, o homem a despreza! Ela, no entanto, é excelente mãe. Muitas
vezes, também, ele acusa a Natureza do que só é resultado da sua imperícia ou
da sua imprevidência. A terra produziria sempre o necessário, se com o
necessário soubesse o homem contentar-se (...)”
É evidente que em uma sociedade de consumo, nenhum de nós se contenta
apenas com o necessário. Nesse sentido, a nossa invigilância poderá custar caro
ao projeto que desejamos encetar. Numa época em que o desmatamento e a
extinção de várias espécies estão em andamento, o trabalho dos ecologistas é
de extrema importância. Através das informações geradas pelos estudos da
Ecologia, o homem pode planejar ações que evitem a destruição da natureza,
possibilitando um futuro melhor para a humanidade.
Uma prestigiada organização americana não governamental, divulga
anualmente o relatório “Estado do Mundo”. São dados e estudos científicos que
revelam os estragos causados pelo atual modelo de desenvolvimento: o uso
insustentável dos mananciais de água doce, a desertificação do solo, o
aquecimento global, a grande produção de lixo, entre outros efeitos colaterais
desse modelo “ecologicamente predatório, socialmente perverso e
politicamente injusto”.
Na última versão do relatório afirma-se que “o consumismo desenfreado é a
maior ameaça à humanidade”. Os pesquisadores denunciam que o meio
ambiente danificado é sinal de que o consumo excessivo está diminuindo a
qualidade de vida de muitas pessoas. O mundo está se tornando perigoso.
Hoje os danos ambientais causados pelo aumento da população humana, pela
escassez de recursos naturais e pela poluição ambiental fazem com que a
Ecologia seja um dos mais importantes ramos da ciência atual.
Ecologia e Espiritismo são ciências sistêmicas que procuram investigar, cada
qual com suas ferramentas de observação, as relações que sustentam e
emprestam sentido à vida. É urgente que o movimento espírita absorva e
contextualize, à luz da Doutrina, os sucessivos relatórios científicos que
denunciam a destruição sem precedentes dos recursos naturais não-renováveis,
no maior desastre ecológico de origem antrópica da história do planeta.
Os atuais meios de produção e de consumo precipitaram a Humanidade na
direção de um impasse civilizatório, onde a maximização dos lucros tem
justificado o uso insustentáveis dos mananciais de água doce, e a desertificação
do solo...
“O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a
natureza antes de se dominarem a si mesmos”. (Albert Schweitzer)
Nossa invigilância poderá custar caro ao projeto evolutivo que desejamos
encetar. Essa questão é tão crucial para o Espiritismo, que na pergunta 799 de
O Livro dos Espíritos, quando Kardec pergunta “de que maneira pode o
Espiritismo contribuir para o progresso?”, a resposta é taxativa: “Destruindo o
materialismo, que é uma das chagas da sociedade”.
Aqueles que pensam que tudo se resolverá quando se completar a transição da
Terra, é bom lembrar do que disse Santo Agostinho no capítulo III de O
Evangelho segundo o Espiritismo. Ao descrever o mundo de regeneração,
Santo Agostinho diz que mesmo livre das paixões desordenadas, num clima de
calma e repouso, a Humanidade ainda estará sujeita às vicissitudes de que não
estão isentos senão os seres completamente desmaterializados.
Para o espírita, faz sentido acreditar que a verdadeira vida é a vida espiritual.
Porém, temos que admitir, que muitos usam esta frase para legitimar o
desinteresse, a desatenção, o completo desapego dos assuntos terrenos. Nossa
existência é aqui e agora.
Uma vez encarnados, é evidente que devemos ter alguma preocupação com a
matéria, ou seja, nosso corpo, nosso planeta, enquanto aqui estivermos. Não há
mágica no processo evolutivo; nós já somos os construtores do mundo de
regeneração, e, se não corrigirmos o rumo na direção do desenvolvimento
sustentável, prorrogaremos situações de desconforto já amplamente
diagnosticadas. Não é possível, portanto, esperar a chegada do mundo de
regeneração de braços cruzados. Até porque, sem os devidos méritos
evolutivos, boa parte de nós deverá retornar a esse mundo pelas portas da
reencarnação.
Se ainda quisermos encontrar aqui estoques razoáveis de água doce, ar puro,
terra fértil, menos lixo e um clima estável, deveremos agir agora, sem perda de
tempo. E nós espíritas? O que fizemos, ou o que pretendemos fazer? Mahatma
Gandhi afirmou certa vez que toda bela mensagem do Cristianismo poderia ser
resumida no Sermão da Montanha, que nos serve de exemplo, quando diz:
“Sejamos nós a mudança que nós queremos ver no mundo”.
Hoje, sabemos que estamos na iminência de catástrofes ecológicas de
consequências imprevisíveis, caso o Homem não desperte rápido do seu sonho
destrutivo, em nome do progresso e do desenvolvimento, de um condomínio
que esta sob nossa responsabilidade e guarda ,mas que pertence a nosso Deus
Criador apenas para quadro de nossa evolução e para ver se despertamos e nos
religamos às realidades da Criação.
Nossa existência é aqui e agora. Uma vez encarnados, é evidente que devemos
ter alguma preocupação com a matéria, ou seja, nosso corpo, nosso planeta,
enquanto aqui estivermos. Nos relacionarmos de forma saudável, inteligente e
responsável com os assuntos da matéria, faz parte de nosso aprendizado
espiritual, consagrando parte do nosso tempo à manutenção do corpo e do
planeta que nos acolhe.
Pelo exposto, podemos ver que a Ecologia à luz do Espiritismo , certamente diz
respeito à uma ecologia mais profunda, da consciência ecológica que deve vir
do respeito à qualquer forma de preservação da vida, do respeito pela vida, que
vem do religare espiritual.
É intenção de Deus de que todos os Seus filhos sejam felizes e, mesmo que
nossa Humanidade atual, esteja neste planeta em fase de provas e expiações,
com tudo isso, Deus nos deu, por empréstimo, um mundo muito belo, como um
verdadeiro caleidoscópio de ambientes, com relevo, rios, montanhas, grutas,
vales, florestas, cachoeiras, desertos, regiões cobertas de gelo. Se a intenção de
Deus tivesse sido apreendida ao longo do tempo, sobretudo, no último século,
pelos habitantes da Terra, não estaríamos diante dos descalabros que
constatamos hoje em dia. Hoje sabemos que estamos na iminência de
catástrofes ecológicas de consequências imprevisíveis, caso o Homem não
desperte rápido do seu sonho destrutivo, em nome do progresso e do
desenvolvimento, de um condomínio que esta sob nossa responsabilidade e
guarda .
Muita Paz!
Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br
A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados de O Livro dos
Espíritos, de O Livro dos Médiuns, e de O Evangelho Segundo o Espiritismo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A tecnociencia no mundo vulneravel
A tecnociencia no mundo vulneravelA tecnociencia no mundo vulneravel
A tecnociencia no mundo vulneravel
Afonso Murad (FAJE)
 
Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)
David Quintino
 
O futuro do planeta uma questão de ética e educação
O futuro do planeta   uma questão de ética e educaçãoO futuro do planeta   uma questão de ética e educação
O futuro do planeta uma questão de ética e educação
babins
 
Mural(ecologia e valores)
Mural(ecologia e valores)Mural(ecologia e valores)
Mural(ecologia e valores)
Zaara Miranda
 
Princípios em ecologia 1 (2014)
Princípios em ecologia 1 (2014)Princípios em ecologia 1 (2014)
Princípios em ecologia 1 (2014)
Marcelo Gomes
 
Educação para a água
Educação para a águaEducação para a água
Educação para a água
fernandameneguzzo
 
História ambiental
História ambientalHistória ambiental
História ambiental
Alex Santiago Nina
 
Nada a comemorar no dia da terra
Nada a comemorar no dia da terraNada a comemorar no dia da terra
Nada a comemorar no dia da terra
Fernando Alcoforado
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
Flávia Smarti
 
Homem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológicaHomem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológica
Kelly da Silva
 
Gabriel - Sustentabilidade
Gabriel - SustentabilidadeGabriel - Sustentabilidade
Gabriel - Sustentabilidade
gabrielmiranda
 
As diversas faces da ecologia (afonso murad)
As diversas faces da ecologia (afonso murad)As diversas faces da ecologia (afonso murad)
As diversas faces da ecologia (afonso murad)
Afonso Murad (FAJE)
 
Resenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o HomemResenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o Homem
Darlleson Oliveira
 
Slides soltos
Slides soltosSlides soltos
Slides soltos
Alex Santiago Nina
 
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o EspiritismoEcologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
Marcelo Suster
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
Instituto Monitor
 
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
Ana Reis
 

Mais procurados (17)

A tecnociencia no mundo vulneravel
A tecnociencia no mundo vulneravelA tecnociencia no mundo vulneravel
A tecnociencia no mundo vulneravel
 
Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)Consciência Ecológica (Ecologia)
Consciência Ecológica (Ecologia)
 
O futuro do planeta uma questão de ética e educação
O futuro do planeta   uma questão de ética e educaçãoO futuro do planeta   uma questão de ética e educação
O futuro do planeta uma questão de ética e educação
 
Mural(ecologia e valores)
Mural(ecologia e valores)Mural(ecologia e valores)
Mural(ecologia e valores)
 
Princípios em ecologia 1 (2014)
Princípios em ecologia 1 (2014)Princípios em ecologia 1 (2014)
Princípios em ecologia 1 (2014)
 
Educação para a água
Educação para a águaEducação para a água
Educação para a água
 
História ambiental
História ambientalHistória ambiental
História ambiental
 
Nada a comemorar no dia da terra
Nada a comemorar no dia da terraNada a comemorar no dia da terra
Nada a comemorar no dia da terra
 
Educação Ambiental
Educação AmbientalEducação Ambiental
Educação Ambiental
 
Homem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológicaHomem e consciência ecológica
Homem e consciência ecológica
 
Gabriel - Sustentabilidade
Gabriel - SustentabilidadeGabriel - Sustentabilidade
Gabriel - Sustentabilidade
 
As diversas faces da ecologia (afonso murad)
As diversas faces da ecologia (afonso murad)As diversas faces da ecologia (afonso murad)
As diversas faces da ecologia (afonso murad)
 
Resenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o HomemResenha Recursos Naturais e o Homem
Resenha Recursos Naturais e o Homem
 
Slides soltos
Slides soltosSlides soltos
Slides soltos
 
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o EspiritismoEcologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
Ecologia, Sustentabilidade, o Progresso Material e o Espiritismo
 
Gestão Ambiental
Gestão AmbientalGestão Ambiental
Gestão Ambiental
 
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
Intervhumansubsistemasterrestres(2003)
 

Destaque

Lei de conservação e a ecologia
Lei de conservação e a ecologiaLei de conservação e a ecologia
Lei de conservação e a ecologia
Helio Cruz
 
Ecologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidadeEcologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidade
Luciara Andrade
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Jonatãs Demétrio
 
Casa espírita
Casa espíritaCasa espírita
Casa espírita
Dalila Melo
 
A Casa espírita
A Casa espíritaA Casa espírita
A Casa espírita
Dalila Melo
 
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi GalileuQuestões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
Silmara Vedoveli
 
2 ecossistemas
2 ecossistemas2 ecossistemas
2 ecossistemas
Flavio Mendes
 
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
GS1 Brasil
 
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntimaSanto agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Marcos Elesbão
 
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
Aline Corso
 
Sustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de InterioresSustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de Interiores
Naianne Dias
 
Tema 12. a dinámica dos ecosistemas
Tema 12. a dinámica dos ecosistemasTema 12. a dinámica dos ecosistemas
Tema 12. a dinámica dos ecosistemas
SALVADOR FOLGAR COUSELO
 
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes GestacionalDiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
chirlei ferreira
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
Dalila Melo
 
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacionalDiabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Isabellagr
 
Fatores bióticos e abióticos
Fatores bióticos e abióticosFatores bióticos e abióticos
Fatores bióticos e abióticos
mmbbss
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
taisy goncalves
 

Destaque (17)

Lei de conservação e a ecologia
Lei de conservação e a ecologiaLei de conservação e a ecologia
Lei de conservação e a ecologia
 
Ecologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidadeEcologia e sustentabilidade
Ecologia e sustentabilidade
 
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
Especialidade Reciclagem e sustentabilidade
 
Casa espírita
Casa espíritaCasa espírita
Casa espírita
 
A Casa espírita
A Casa espíritaA Casa espírita
A Casa espírita
 
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi GalileuQuestões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
Questões Ambientais - ENEM 2016 Maxi Galileu
 
2 ecossistemas
2 ecossistemas2 ecossistemas
2 ecossistemas
 
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
Relatório de Sustentabilidade 2015 | Sustentabilidade em Código
 
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntimaSanto agostinho autoconhecimento e reforma íntima
Santo agostinho autoconhecimento e reforma íntima
 
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
O que é sustentabilidade? Cultura do consumo e do excesso.
 
Sustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de InterioresSustentabilidade e Design de Interiores
Sustentabilidade e Design de Interiores
 
Tema 12. a dinámica dos ecosistemas
Tema 12. a dinámica dos ecosistemasTema 12. a dinámica dos ecosistemas
Tema 12. a dinámica dos ecosistemas
 
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes GestacionalDiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
DiagnóStico E Tratamento Da Diabetes Gestacional
 
Autoconhecimento
AutoconhecimentoAutoconhecimento
Autoconhecimento
 
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacionalDiabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
 
Fatores bióticos e abióticos
Fatores bióticos e abióticosFatores bióticos e abióticos
Fatores bióticos e abióticos
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 

Semelhante a A lei de conservação e a ecologia

Responsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologicaResponsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologica
Rosana Sousa
 
Sustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritualSustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritual
ARILMA TAVARES
 
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
João Soares
 
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Jorge Moreira
 
Ecologia e valores
Ecologia e valoresEcologia e valores
Ecologia e valores
Zaara Miranda
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Eduardo Manoel Araujo
 
Rcman35
Rcman35Rcman35
Rcman35
Luis Araujo
 
Mae Terra
Mae TerraMae Terra
Mae terra
Mae terraMae terra
Mae terra
Lucy Queen
 
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
Afonso Murad (FAJE)
 
O homem e sua relação com a ecologia
O homem e sua relação com a ecologiaO homem e sua relação com a ecologia
O homem e sua relação com a ecologia
Laila Cruz
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
guest1d9f6f
 
O cristão e a ecologia
O cristão e a ecologiaO cristão e a ecologia
O cristão e a ecologia
Luciana Lisboa
 
Ecologia integral
Ecologia integralEcologia integral
Ecologia integral
Maria Silva
 
Carta da terra
Carta da terraCarta da terra
Carta da terra
Jorge Silva
 
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demaisA Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
Jorge Moreira
 
Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2
Auricelia Ferreira
 
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slidesEcologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
claudionc
 
Ecologia - Fundamentos
Ecologia - FundamentosEcologia - Fundamentos
Ecologia - Fundamentos
claudionc
 
Carta da Terra
Carta da TerraCarta da Terra
Carta da Terra
Gabriela Bruno
 

Semelhante a A lei de conservação e a ecologia (20)

Responsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologicaResponsabilidade ecologica
Responsabilidade ecologica
 
Sustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritualSustentabilidade como valor espiritual
Sustentabilidade como valor espiritual
 
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
Os desafios da verdade ecológica- "O Instalador", n230, Junho 2015
 
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
Colóquio Vita Contemplativa - Mãe Natureza, Terra Viva Ecosofia, Ecologia Pro...
 
Ecologia e valores
Ecologia e valoresEcologia e valores
Ecologia e valores
 
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa FranciscoExtrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
Extrato resumo da enciclica Laudato Si do Papa Francisco
 
Rcman35
Rcman35Rcman35
Rcman35
 
Mae Terra
Mae TerraMae Terra
Mae Terra
 
Mae terra
Mae terraMae terra
Mae terra
 
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
7 chaves consciência planetaria (Afonso Murad)
 
O homem e sua relação com a ecologia
O homem e sua relação com a ecologiaO homem e sua relação com a ecologia
O homem e sua relação com a ecologia
 
Aula 01
Aula 01Aula 01
Aula 01
 
O cristão e a ecologia
O cristão e a ecologiaO cristão e a ecologia
O cristão e a ecologia
 
Ecologia integral
Ecologia integralEcologia integral
Ecologia integral
 
Carta da terra
Carta da terraCarta da terra
Carta da terra
 
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demaisA Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
A Ciência (que) quer salvar a Humanidade – porque em breve será tarde demais
 
Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2Carta da terra apresentacao. 2
Carta da terra apresentacao. 2
 
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slidesEcologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
Ecologia. Fundamentos. aulas para ensino médio em slides
 
Ecologia - Fundamentos
Ecologia - FundamentosEcologia - Fundamentos
Ecologia - Fundamentos
 
Carta da Terra
Carta da TerraCarta da Terra
Carta da Terra
 

Mais de Helio Cruz

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
Helio Cruz
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
Helio Cruz
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
Helio Cruz
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
Helio Cruz
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
Helio Cruz
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
Helio Cruz
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
Helio Cruz
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
Helio Cruz
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
Helio Cruz
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
Helio Cruz
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
Helio Cruz
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
Helio Cruz
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
Helio Cruz
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
Helio Cruz
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
Helio Cruz
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
Helio Cruz
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
Helio Cruz
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
Helio Cruz
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
Helio Cruz
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
Helio Cruz
 

Mais de Helio Cruz (20)

O pior inimigo
O pior inimigoO pior inimigo
O pior inimigo
 
Entusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidadeEntusiasmo e responsabilidade
Entusiasmo e responsabilidade
 
A candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueireA candeia debaixo do alqueire
A candeia debaixo do alqueire
 
O credor incompassivo
O credor incompassivoO credor incompassivo
O credor incompassivo
 
O poder das palavras
O poder das palavrasO poder das palavras
O poder das palavras
 
Pedir e obter
Pedir e obterPedir e obter
Pedir e obter
 
A virtude os superiores e os inferiores
A virtude   os superiores e os inferioresA virtude   os superiores e os inferiores
A virtude os superiores e os inferiores
 
O peso da luz
O peso da luzO peso da luz
O peso da luz
 
Universidade de amor
Universidade de amorUniversidade de amor
Universidade de amor
 
A parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritualA parentela corporal e espiritual
A parentela corporal e espiritual
 
O homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritualO homem e a vida espiritual
O homem e a vida espiritual
 
O dom esquecido
O dom esquecidoO dom esquecido
O dom esquecido
 
Dia nacional da caridade
Dia nacional da caridadeDia nacional da caridade
Dia nacional da caridade
 
Marta e maria
Marta e mariaMarta e maria
Marta e maria
 
O progresso espiritual
O progresso espiritualO progresso espiritual
O progresso espiritual
 
Viver para deus
Viver para deusViver para deus
Viver para deus
 
O Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do EspiritismoO Marco inicial do Espiritismo
O Marco inicial do Espiritismo
 
A quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismoA quaresma e o espiritismo
A quaresma e o espiritismo
 
Os nossos julgamentos
Os nossos julgamentosOs nossos julgamentos
Os nossos julgamentos
 
Sal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundoSal da terra e luz do mundo
Sal da terra e luz do mundo
 

Último

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
ESCRIBA DE CRISTO
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 

Último (16)

Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
JERÔNIMO DE BELÉM DA JUDÉIA [TERRA SANTA]
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
DIDASCALIA APOSTOLORUM [ HISTÓRIA DO CRISTIANISMO]
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
CRISTO E EU [MENSAGEM DE CHARLES SPURGEON]
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Odabias - slides powerpoint.pptx
 

A lei de conservação e a ecologia

  • 1.
  • 2. “Se a navegação aviventa o comércio e a lavoura, não pode haver navegação sem rios, não pode haver rios sem fontes, não há fontes sem chuvas, não há chuva sem umidade, não há umidade sem florestas”. (José Bonifácio de Andrada e Silva)
  • 3. Teofrasto, botânico e filósofo grego do século III a.C., é considerado o primeiro ecologista da história. Ele foi o primeiro a pesquisar as relações entre os organismos e suas relações com o meio ambiente. Meio ambiente envolve todas as coisas vivas e não-vivas que ocorrem na Terra, ou em alguma região dela, que afetam os ecossistemas e a vida dos humanos. O meio ambiente pode ter diversos conceitos, que são identificados por seus componentes. Meio ambiente é um conjunto de unidades ecológicas que funcionam como um sistema natural, e incluem toda a vegetação, animais, microorganismos, solo, rochas, atmosfera e fenômenos naturais que podem ocorrer em seus limites.
  • 4. Meio ambiente também compreende recursos e fenômenos físicos como ar, água e clima, assim como energia, radiação, descarga elétrica, e magnetismo. Na ecologia, o meio ambiente é o panorama animado ou inanimado onde se desenvolve a vida de um organismo. No meio ambiente existem vários fatores externos que têm uma influência no organismo. A ecologia tem como objeto de estudo as relações entre os organismos e o ambiente envolvente. Ecologia é uma nova ciência (ramo da Biologia) que estuda todos os seres vivos e suas interações com o meio ambiente onde vivem. Esta palavra foi criada no ano de 1866 pelo biólogo e naturalista alemão Ernst Heinrich Haeckel. A Ecologia também se encarrega de estudar a abundância e distribuição dos seres vivos no planeta Terra.
  • 5. Um ecossistema é o conjunto de todas as relações entre fauna, flora e o meio ambiente de determinada região. Ao contrário do que muita gente pensa, a ecologia não é uma ciência da moda ou uma preocupação moderna. Ainda que seja mais recente que outras ciências milenares, há mais de um século já havia gente preocupada em definir essa ciência que ganhava cada vez mais corpo e preocupava os habitantes das grandes cidades do planeta. Para as Nações Unidas, meio ambiente é o conjunto de componentes físicos, químicos, biológicos e sociais capazes de causar efeitos diretos ou indiretos, em um prazo curto ou longo, sobre os seres vivos e as atividades humanas. A preservação do meio ambiente depende muito da sensibilidade dos indivíduos de uma sociedade.
  • 6. A cidadania deve contemplar atividades e noções que contribuem para a prosperidade do meio ambiente. Desta forma, ´importante saber instruir os cidadãos de várias idades, através de formação nas escolas e em outros locais. A sustentabilidade ambiental e ecológica é a manutenção do meio ambiente do planeta Terra, é manter a qualidade de vida, manter o meio ambiente em harmonia com as pessoas. É cuidar para não poluir a água, separar o lixo, evitar desastres ecológicos, como queimadas, desmatamentos. O próprio conceito de sustentabilidade é para longo prazo, significa cuidar de todo o sistema, para que as gerações futuras possam aproveitar. Na pergunta 705 de “O Livro dos Espíritos” (1857), no capítulo que versa sobre a Lei de Conservação, Allan Kardec indaga: “Por que nem sempre a terra produz bastante para fornecer ao homem o necessário?”, ao que a Espiritualidade responde:
  • 7. “É que, ingrato, o homem a despreza! Ela, no entanto, é excelente mãe. Muitas vezes, também, ele acusa a Natureza do que só é resultado da sua imperícia ou da sua imprevidência. A terra produziria sempre o necessário, se com o necessário soubesse o homem contentar-se (...)” É evidente que em uma sociedade de consumo, nenhum de nós se contenta apenas com o necessário. Nesse sentido, a nossa invigilância poderá custar caro ao projeto que desejamos encetar. Numa época em que o desmatamento e a extinção de várias espécies estão em andamento, o trabalho dos ecologistas é de extrema importância. Através das informações geradas pelos estudos da Ecologia, o homem pode planejar ações que evitem a destruição da natureza, possibilitando um futuro melhor para a humanidade.
  • 8. Uma prestigiada organização americana não governamental, divulga anualmente o relatório “Estado do Mundo”. São dados e estudos científicos que revelam os estragos causados pelo atual modelo de desenvolvimento: o uso insustentável dos mananciais de água doce, a desertificação do solo, o aquecimento global, a grande produção de lixo, entre outros efeitos colaterais desse modelo “ecologicamente predatório, socialmente perverso e politicamente injusto”. Na última versão do relatório afirma-se que “o consumismo desenfreado é a maior ameaça à humanidade”. Os pesquisadores denunciam que o meio ambiente danificado é sinal de que o consumo excessivo está diminuindo a qualidade de vida de muitas pessoas. O mundo está se tornando perigoso.
  • 9. Hoje os danos ambientais causados pelo aumento da população humana, pela escassez de recursos naturais e pela poluição ambiental fazem com que a Ecologia seja um dos mais importantes ramos da ciência atual. Ecologia e Espiritismo são ciências sistêmicas que procuram investigar, cada qual com suas ferramentas de observação, as relações que sustentam e emprestam sentido à vida. É urgente que o movimento espírita absorva e contextualize, à luz da Doutrina, os sucessivos relatórios científicos que denunciam a destruição sem precedentes dos recursos naturais não-renováveis, no maior desastre ecológico de origem antrópica da história do planeta.
  • 10. Os atuais meios de produção e de consumo precipitaram a Humanidade na direção de um impasse civilizatório, onde a maximização dos lucros tem justificado o uso insustentáveis dos mananciais de água doce, e a desertificação do solo... “O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos”. (Albert Schweitzer) Nossa invigilância poderá custar caro ao projeto evolutivo que desejamos encetar. Essa questão é tão crucial para o Espiritismo, que na pergunta 799 de O Livro dos Espíritos, quando Kardec pergunta “de que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso?”, a resposta é taxativa: “Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade”.
  • 11. Aqueles que pensam que tudo se resolverá quando se completar a transição da Terra, é bom lembrar do que disse Santo Agostinho no capítulo III de O Evangelho segundo o Espiritismo. Ao descrever o mundo de regeneração, Santo Agostinho diz que mesmo livre das paixões desordenadas, num clima de calma e repouso, a Humanidade ainda estará sujeita às vicissitudes de que não estão isentos senão os seres completamente desmaterializados. Para o espírita, faz sentido acreditar que a verdadeira vida é a vida espiritual. Porém, temos que admitir, que muitos usam esta frase para legitimar o desinteresse, a desatenção, o completo desapego dos assuntos terrenos. Nossa existência é aqui e agora.
  • 12. Uma vez encarnados, é evidente que devemos ter alguma preocupação com a matéria, ou seja, nosso corpo, nosso planeta, enquanto aqui estivermos. Não há mágica no processo evolutivo; nós já somos os construtores do mundo de regeneração, e, se não corrigirmos o rumo na direção do desenvolvimento sustentável, prorrogaremos situações de desconforto já amplamente diagnosticadas. Não é possível, portanto, esperar a chegada do mundo de regeneração de braços cruzados. Até porque, sem os devidos méritos evolutivos, boa parte de nós deverá retornar a esse mundo pelas portas da reencarnação.
  • 13. Se ainda quisermos encontrar aqui estoques razoáveis de água doce, ar puro, terra fértil, menos lixo e um clima estável, deveremos agir agora, sem perda de tempo. E nós espíritas? O que fizemos, ou o que pretendemos fazer? Mahatma Gandhi afirmou certa vez que toda bela mensagem do Cristianismo poderia ser resumida no Sermão da Montanha, que nos serve de exemplo, quando diz: “Sejamos nós a mudança que nós queremos ver no mundo”. Hoje, sabemos que estamos na iminência de catástrofes ecológicas de consequências imprevisíveis, caso o Homem não desperte rápido do seu sonho destrutivo, em nome do progresso e do desenvolvimento, de um condomínio que esta sob nossa responsabilidade e guarda ,mas que pertence a nosso Deus Criador apenas para quadro de nossa evolução e para ver se despertamos e nos religamos às realidades da Criação.
  • 14. Nossa existência é aqui e agora. Uma vez encarnados, é evidente que devemos ter alguma preocupação com a matéria, ou seja, nosso corpo, nosso planeta, enquanto aqui estivermos. Nos relacionarmos de forma saudável, inteligente e responsável com os assuntos da matéria, faz parte de nosso aprendizado espiritual, consagrando parte do nosso tempo à manutenção do corpo e do planeta que nos acolhe. Pelo exposto, podemos ver que a Ecologia à luz do Espiritismo , certamente diz respeito à uma ecologia mais profunda, da consciência ecológica que deve vir do respeito à qualquer forma de preservação da vida, do respeito pela vida, que vem do religare espiritual.
  • 15. É intenção de Deus de que todos os Seus filhos sejam felizes e, mesmo que nossa Humanidade atual, esteja neste planeta em fase de provas e expiações, com tudo isso, Deus nos deu, por empréstimo, um mundo muito belo, como um verdadeiro caleidoscópio de ambientes, com relevo, rios, montanhas, grutas, vales, florestas, cachoeiras, desertos, regiões cobertas de gelo. Se a intenção de Deus tivesse sido apreendida ao longo do tempo, sobretudo, no último século, pelos habitantes da Terra, não estaríamos diante dos descalabros que constatamos hoje em dia. Hoje sabemos que estamos na iminência de catástrofes ecológicas de consequências imprevisíveis, caso o Homem não desperte rápido do seu sonho destrutivo, em nome do progresso e do desenvolvimento, de um condomínio que esta sob nossa responsabilidade e guarda .
  • 16. Muita Paz! Visite o meu Blog: http://espiritual-espiritual.blogspot.com.br A serviço da Doutrina Espírita; com estudos comentados de O Livro dos Espíritos, de O Livro dos Médiuns, e de O Evangelho Segundo o Espiritismo.