“O herético não é aquele queé queimado na fogueira, mas  sim aquele que acende a         fogueira.”    (William Shakespear...
deBarcelona
I.    ORIGEM E HISTÓRICO     “Os Albigenses”     Concílio de Verona (1184)     Papa Gregório IX (20/04/1233)     Espanha (...
I.   ORIGEM E HISTÓRICO     Auto-de-fé       1° Auto-de-fé – Sevilha - 1481  “Auto-de-fé significa literalmente “ato da fé...
“Pintura representando um  “Auto-de-fé “da     Inquisição Espanhola. Visões  artísticas sobre o  tema geralmenteapresentam...
(Sambenito)   (Tomás de Torquemada)                    1420-1496
“A Doutrina Espírita,                     encerra em si os elementos                     de uma transformação das         ...
“A Igreja católica é universal, e os   livros, sendo contrários à fé   católica, o governo não podeconsentir que eles vão ...
“(...) Deves compreender quanto uma perseguição tão    ridícula, quanto atrasada, poderá fazer a bem do progresso do Espir...
“Neste dia, 9 de outubro de 1861, às 10:30h damanhã, sobre a esplanada da cidade deBarcelona, no lugar onde são executados...
“A Revista Espírita, diretor Allan Kardec;“A Revista Espiritualista, diretor Piérard;“O Livro dos Espíritos, por Allan Kar...
“Um sacerdote com os hábitos sacerdotais, empunhando acruz numa mão e a uma tocha na outra;“Um escrivão encarregado de red...
“De Barcelona enviaram-me uma aquarela feita “inloco” por um artista      distinto,  representando acena do auto-de-fé.”
“Uma parte das cinzas nos foi enviada. Ali seencontra um fragmento de“O Livro dos Espíritos”, consumido pela metade.    Nó...
DIREITO INTERNACIONALREAÇÃO DA IMPRENSA    FORMALIDADE    PROCESSUAL AS CONSEQUÊNCIAS
REAÇÃO DA IMPRENSA O Século (Francês) O Diário (Espanhol) La Corona (Espanhol Diário de Barcelona (Espanhol)   “Os títulos...
REAÇÃO DA IMPRENSA“Os sacerdotes deveriam limitar-se aaconselhar aos seus fiéis aabstenção de tal ou qual leitura,caso a j...
“Podem queimar-se oslivros, mas não se queimam    idéias; as chamas dasfogueiras as superexcitam,em vez de abafar. Aliás, ...
“Conhecido como o                              “Kardec Espanhol”, tem                              a honra e o mérito se s...
A OPINIÃO DOS ESPÍRITOS“Ficai certos: as fogueiras apagar-se-ão por si mesmas; e se os livros são lançados aofogo, o pensa...
“Espírito São Domingos”
A MORTE DO BISPO  9 de agosto de 1862“(...) O homem que voluntariamente vivecego e surdo de espírito, como outros o      s...
A MORTE DO BISPO  “Orai por mim. Orai, porque éagradável a Deus a prece que lhe é dirigida pelo perseguido em    benefício...
REENCARNAÇÃO DO BISPO   Nome: Sebastião Bernardes Carmelita   Data do nascimento: 20.12.1917   Local: Uberaba – Minas Gera...
“O PADRE ESPÍRITA”  “O PINGA FOGO” – “A INICIAÇÃO”“Sentia-me ingressar numa nova fase para o meu   espírito. Era como se u...
“O PADRE ESPÍRITA”  REVISTA “REFORMADOR"  A RELAÇÃO COM A FEB  A MEDIUNIDADE DE CURA  A CONSCIÊNCIA DE QUEM FOI“(...) eu e...
“O PADRE ESPÍRITA” O “RECADO” DE BEZERRA E EMMANUEL   “(...) permanecendo onde se  encontra, teremos um obreiro   penetran...
“O PADRE ESPÍRITA” A DESENCARNAÇÃO“Padre Carmelita desencarnou aos 64 anos de idade, dia 14 de fevereiro de1981, em sua ci...
“Teria ele dons mediúnicos?                              Estes dons, evidentemente,                                 não sã...
De que serve a bondade        Se os bons são       imediatamenteliquidados,ou são liquidados  Aqueles para os quais eles  ...
De que serve a liberdadeSe os livres têm que viver   entre os não-livres?
De que serve a razão  Se somente a desrazãoconsegue o alimento de que     todos necessitam?
Em vez de serem apenas     bons,esforcem-se Para criar um estado decoisas que torne possível a         bondade  Ou melhor:...
Em vez de serem apenas    livres,esforcem-sePara criar um estado decoisas que liberte a todos   E também o amor à         ...
Em vez de serem apenas   razoáveis,esforcem-se  Para criar um estado decoisas que torne a desrazão      de um indivíduo   ...
“Espíritas de todos os países! Não esqueçais esta data: 9 de outubro de 1861; será marcadanos fastos do Espiritismo.Que el...
AUTO-DE-FÉ DE BARCELONA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

AUTO-DE-FÉ DE BARCELONA

4.127 visualizações

Publicada em

Palestra espírita "Auto-de-Fé de Barcelona", elaborada por Jorge Luiz - Fortaleza - Ceará - Brasil.
e-mail: jorge.grauca@gmail.com

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

AUTO-DE-FÉ DE BARCELONA

  1. 1. “O herético não é aquele queé queimado na fogueira, mas sim aquele que acende a fogueira.” (William Shakespeare) (Pintura representando o julgamento de Galileu)
  2. 2. deBarcelona
  3. 3. I. ORIGEM E HISTÓRICO “Os Albigenses” Concílio de Verona (1184) Papa Gregório IX (20/04/1233) Espanha (Castela e Aragão) papa Sisto IV (01/11/1478) jurisdição civil e eclesiástica Inquisidor Geral Controle dos Livros (1521)
  4. 4. I. ORIGEM E HISTÓRICO Auto-de-fé 1° Auto-de-fé – Sevilha - 1481 “Auto-de-fé significa literalmente “ato da fé”, o que quer dizer nessa época efeito moral e representação (teatral) da fé.” (BETHENCOURT, Fco. In História das Inquisições)
  5. 5. “Pintura representando um “Auto-de-fé “da Inquisição Espanhola. Visões artísticas sobre o tema geralmenteapresentam cenas de tortura de pessoas queimando nafogueira durante os rituais.”
  6. 6. (Sambenito) (Tomás de Torquemada) 1420-1496
  7. 7. “A Doutrina Espírita, encerra em si os elementos de uma transformação das idéias, e a transformação nas idéias conduz forçosamente à daMaurice Lachâtre (1814-1900) sociedade.”(WANTUIL, Z. e THIESEN, F. in Allan Kardec – FEB)
  8. 8. “A Igreja católica é universal, e os livros, sendo contrários à fé católica, o governo não podeconsentir que eles vão perverter a moral e a religião de outros países.” (D. Antonio Parlau y Termens – bispo de Barcelona) (Allan Kardec – Revista Espírita – nov/1861)
  9. 9. “(...) Deves compreender quanto uma perseguição tão ridícula, quanto atrasada, poderá fazer a bem do progresso do Espiritismo na Espanha. A queima dos livros determinará uma grande expansão das idéias espíritas e uma procura febricitante das obras dessa doutrina. As idéias se disseminarão lá com maiorrapidez e as obras serão procuradas com maior avidez, desde que as tenham queimado. Tudo vai bem.” (Allan Kardec – Obras Póstumas – FEB)
  10. 10. “Neste dia, 9 de outubro de 1861, às 10:30h damanhã, sobre a esplanada da cidade deBarcelona, no lugar onde são executados oscriminosos condenados ao suplício, e porordem do bispo desta cidade, foram queimados300 volumes e brochuras sobre o Espiritismo, asaber:”
  11. 11. “A Revista Espírita, diretor Allan Kardec;“A Revista Espiritualista, diretor Piérard;“O Livro dos Espíritos, por Allan Kardec;“O Livro dos Médiuns, pelo mesmo;“O que é o Espiritismo, pelo mesmo;“Fragmentos de sonata ditada pelo Espírito Mozart;“Carta de um católico sobre o Espiritismo, pelo Dr. Grand;“A História de Joana D’Arc, ditada por ela mesma à Srta.Ermance Dufau;“A realidade dos Espíritos demonstrada pela escrita direta,pelo Barão de Guldenstubbé.”
  12. 12. “Um sacerdote com os hábitos sacerdotais, empunhando acruz numa mão e a uma tocha na outra;“Um escrivão encarregado de redigir a ata do auto-de-fé;“Um ajudante do escrivão;“Um empregado superior da administração das alfândegas;“Três serventes da alfândega, encarregados de alimentar ofogo;“Um agente de alfândega representando o proprietário dasobras condenadas pelo bispo.” (Allan Kardec – Revista Espírita – nov/1861)
  13. 13. “De Barcelona enviaram-me uma aquarela feita “inloco” por um artista distinto, representando acena do auto-de-fé.”
  14. 14. “Uma parte das cinzas nos foi enviada. Ali seencontra um fragmento de“O Livro dos Espíritos”, consumido pela metade. Nós o conservamos preciosamente, comoautêntico testemunho desse ato de insensatez.”
  15. 15. DIREITO INTERNACIONALREAÇÃO DA IMPRENSA FORMALIDADE PROCESSUAL AS CONSEQUÊNCIAS
  16. 16. REAÇÃO DA IMPRENSA O Século (Francês) O Diário (Espanhol) La Corona (Espanhol Diário de Barcelona (Espanhol) “Os títulos dos livros queimados bastavam parajustificar a sua condenação; que é direito e dever da Igreja fazer respeitar a sua autoridade, tanto maisquanto se dá carta branca à liberdade de imprensa,principalmente nos países que desfrutam da terrível chaga da liberdade de cultos.” (Allan Kardec – Revista Espírita – dezembro/1861)
  17. 17. REAÇÃO DA IMPRENSA“Os sacerdotes deveriam limitar-se aaconselhar aos seus fiéis aabstenção de tal ou qual leitura,caso a julgassem contrária à moral eà religião; mas não se lhes deveriaconceder um poder absoluto, que ostorna juízes e carrasco.”“Jornal Las Novidades – Barcelona” (Allan Kardec – Revista Espírita – dezembro/1861)
  18. 18. “Podem queimar-se oslivros, mas não se queimam idéias; as chamas dasfogueiras as superexcitam,em vez de abafar. Aliás, asidéias estão no ar, e não há Pireneus bastante altospara as deter. Quando uma idéia é grande e generosaencontra milhares pulmões prestes a aspirá-la.”
  19. 19. “Conhecido como o “Kardec Espanhol”, tem a honra e o mérito se ser o primeiro tradutor das obras de Kardec para o Espanhol.”Fundou a “Revista de Estudos Psicológicos “e a “Sociedade Barcelonesa propagadora del(José Mª Fernandez Colavida - Espiritismo”.) 1819 - 1988)
  20. 20. A OPINIÃO DOS ESPÍRITOS“Ficai certos: as fogueiras apagar-se-ão por si mesmas; e se os livros são lançados aofogo, o pensamento imortal lhes sobrevive.” (Espírito Dollet) “Nós, que inspiramos o auto-de-fé de Barcelona, sabíamos perfeitamente queassim agindo daríamos um grande passo à frente.” (Espírito São Domingos)(Allan Kardec – Revista Espírita – novembro/1861)
  21. 21. “Espírito São Domingos”
  22. 22. A MORTE DO BISPO 9 de agosto de 1862“(...) O homem que voluntariamente vivecego e surdo de espírito, como outros o são do corpo, sofrerá, expiará e renascerá para começar o labor intelectual, que a sua preguiça e o seu orgulho o levaram a evitar; e essa vozterrível me disse: Queimaste as idéias e as idéias te queimarão!...”
  23. 23. A MORTE DO BISPO “Orai por mim. Orai, porque éagradável a Deus a prece que lhe é dirigida pelo perseguido em benefício do perseguidor. Aquele que foi bispo e que não passa de um penitente.” (Allan Kardec – Revista Espírita – agosto/1862)
  24. 24. REENCARNAÇÃO DO BISPO Nome: Sebastião Bernardes Carmelita Data do nascimento: 20.12.1917 Local: Uberaba – Minas Gerais Ocupação: Padre“(...) “o padre dos velhos e dos doentes, o maisecumênico dos sacerdotes, aquele queviveu para servir, serviu enquanto viveu”(FREITAS, Augusto M. in Yvonne do A. Pereira “O Vôo de uma Alma)
  25. 25. “O PADRE ESPÍRITA” “O PINGA FOGO” – “A INICIAÇÃO”“Sentia-me ingressar numa nova fase para o meu espírito. Era como se uma mancha do meu passado culposo estivesse se apagando ...” O CONTATO COM YVONNE DO AMARAL“Esse primeiro contato despertou lembranças noarquivo de memórias extracerebrais de Yvonnerevelando-lhe a última encarnação do padre.” (SESTINI, Gerson in Yvonne “A Médium Iluminada” – Ed. Léon Denis)
  26. 26. “O PADRE ESPÍRITA” REVISTA “REFORMADOR" A RELAÇÃO COM A FEB A MEDIUNIDADE DE CURA A CONSCIÊNCIA DE QUEM FOI“(...) eu e a Yvonne temos um segredo, umarevelação dada a nós dois pela espiritualidade(...) sobre a minha última encarnação. (...)Vocês a conhecerão, meus amigos.(...)” (SESTINI, Gerson in Yvonne “A Médium Iluminada” – Ed. Léon Denis)
  27. 27. “O PADRE ESPÍRITA” O “RECADO” DE BEZERRA E EMMANUEL “(...) permanecendo onde se encontra, teremos um obreiro penetrando, com as luzes da Doutrina dos Espíritos, em ambientes cujo acesso nos é compreensivelmente vedado.”(FREITAS, Augusto in Yvonne do A. Pereira “O Vôo de uma Alma-CELD)
  28. 28. “O PADRE ESPÍRITA” A DESENCARNAÇÃO“Padre Carmelita desencarnou aos 64 anos de idade, dia 14 de fevereiro de1981, em sua cidade natal, às 14 horas (...). Yvonne (...) lembrou que Chico Xavier compareceu ao velório, comentando, (...) quanto à situaçãobastante favorável do Padre Sebastião no mundo-além.”(FREITAS, Augusto in Yvonne do A. Pereira “O Vôo de uma Alma-CELD)
  29. 29. “Teria ele dons mediúnicos? Estes dons, evidentemente, não são privilégio dos espiritistas. Mas o Padre era realmente cheio de vibrações. Quando ele falava, descia fundo no íntimo das pessoas. Não era simplório. Era um simples, um puro. Era um humilde de coração.”(MS)(trecho de um artigo publicado no “Jornal da Manhã” de Uberaba (MG) – 15.02.1981 – “Reformador” – Jan/1983 – pag.21)
  30. 30. De que serve a bondade Se os bons são imediatamenteliquidados,ou são liquidados Aqueles para os quais eles são bons?
  31. 31. De que serve a liberdadeSe os livres têm que viver entre os não-livres?
  32. 32. De que serve a razão Se somente a desrazãoconsegue o alimento de que todos necessitam?
  33. 33. Em vez de serem apenas bons,esforcem-se Para criar um estado decoisas que torne possível a bondade Ou melhor:que a torne supérflua!
  34. 34. Em vez de serem apenas livres,esforcem-sePara criar um estado decoisas que liberte a todos E também o amor à liberdade Torne supérfluo!
  35. 35. Em vez de serem apenas razoáveis,esforcem-se Para criar um estado decoisas que torne a desrazão de um indivíduo Um mau negócio. (Bertold Brechet)
  36. 36. “Espíritas de todos os países! Não esqueçais esta data: 9 de outubro de 1861; será marcadanos fastos do Espiritismo.Que ela seja para vós um dia de festa, e não deluto, porque é a garantia de vosso próximo triunfo!”

×