Centro Espírita José Grosso
Reunião pública
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Isnande Barros
Imperatriz – MA
12.1...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESE
Cap. XIV – item V.
QUEM É MINHA MÃE E QUE...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESE
Cap. XIV – item V.
Entretanto, tendo vind...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item V
Honrai a vosso pai...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Êxodo, 20:12
“Honrai a vosso pai e a vossa mãe, a fim de viverdes longo tempo n...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item VI
Singulares parece...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item VI
Ora, não é possív...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item VII
Causa admiração,...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item VII
Dir-se-ia mesmo ...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE
Capítulo XIV - Item VII
O que nela predo...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
 Jesus Cristo, Grande Mestre da Humanidade, através de sua divina
sabedoria en...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
 Jesus na verdade amplia o conceito de família que conhecíamos,
nos dando a co...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
Nos diz Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier.
Escola – instrução;
Família ...
“Quem é minha mãe e
quem são meus irmãos?”
“No momento da cruz, talvez, o mais difícil da sua passagem pela
Terra, Jesus d...
Centro Espírita José Grosso
Sigamos com a paz do
Mestre Nazareno
Boa noite!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?

125 visualizações

Publicada em

Palestra apresentada no Centro Espírita José Grosso, em 12.10.2016, na cidade de Imperatriz-MA, .

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
125
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
0
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Saudação.
    Título – explicação.
    Prece por esclarecimento e orientação.
  • Visitemos o Velho Testamento para lembrar o que nos diz sobre a temática as Sagradas Escrituras.
  • Destaquemos aqui a possível contradição nas palavras de Jesus, na ação de Jesus.
  • Palavras de Kardec.
  • Irmãos eram considerados os parentes até o quinta geração.
    Seus parentes duvidavam da sua missão evangélica.
  • Mulher, eis o teu filho; Filho eis a tua mãe.
    Maria e João Evangelista fundam a Igreja de Éfeso, que depois foi conduzida por Policarpo de Esmirna.
  • Jesus no Sermão da Montanha diz que não veio destruir a lei, mas dar-lhe cumprimento.
    Jesus como espírito puro, mesmo encarnado, não se permite cair no erro ou na contradição.
    Espíritos puros não falham.
  • Destacar a diferença entre a parentela espiritual e a parentela carnal.
  • Destacar o planejamento reencarnatório, o desafio de ser mãe de um espírito em dificuldade.
    A importância de agradecer ao nosso pai e à nossa mãe pela oportunidade concedida.
  • Maria de Nazaré, prestes a desencarnar, recebe a visita de Jesus de Nazaré, que se apresenta com mendigo, ela o reconhece pela voz e ele a chama de mãe.
  • Maria de Nazaré, prestes a desencarnar, recebe a visita de Jesus de Nazaré, que se apresenta com mendigo, ela o reconhece pela voz e ele a chama de mãe.
  • Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?

    1. 1. Centro Espírita José Grosso Reunião pública “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Isnande Barros Imperatriz – MA 12.10.2016
    2. 2. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESE Cap. XIV – item V. QUEM É MINHA MÃE E QUEM SÃO MEUS IRMÃOS? 5. E, tendo vindo para casa, reuniu-se aí tão grande multidão de gente, que eles nem sequer podiam fazer sua refeição. – Sabendo disso, vieram seus parentes para se apoderarem dele, pois diziam que perdera o espírito.
    3. 3. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESE Cap. XIV – item V. Entretanto, tendo vindo sua mãe e seus irmãos e conservando-se do lado de fora, mandaram chamá-lo. – Ora, o povo se assentara em torno dele e lhe disseram: Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e te chamam. – Ele lhes respondeu: Quem é minha mãe e quem são meus irmãos? E, perpassando o olhar pelos que estavam assentados ao seu derredor, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; – pois, todo aquele que faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe. (S. MARCOS, 3:20-21 e 31 a 35; – S. MATEUS, 12:46 a 50.)
    4. 4. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item V Honrai a vosso pai e a vossa mãe Atentemos para o detalhe: Jesus pergunta, “quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”, na passagem evangélica que foi colocada no capítulo XIV, que tem como título, ‘Honrai a vosso pai e a vossa mãe”. Nos parece uma contradição?
    5. 5. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Êxodo, 20:12 “Honrai a vosso pai e a vossa mãe, a fim de viverdes longo tempo na terra que o Senhor vosso Deus vos dará...” Questões que se apresentam imediatamente:  Jesus estaria descumprindo um mandamento divino?  Estaria Jesus desconsiderando Aquela que recebeu expressas ordens de DEUS para gerar o Messias, cumprindo a profecia de Isaías?  Aquela a quem o Anjo Gabriel saúda como "cheia de graça", mereceria ser desprezada pelo Mestre Jesus?
    6. 6. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item VI Singulares parecem algumas palavras de Jesus, por contrastarem com a sua bondade e a sua inalterável benevolência para com todos. Os incrédulos não deixaram de tirar daí uma arma, pretendendo que ele se contradizia. Fato, porém, irrecusável é que sua doutrina tem por base principal, por pedra angular, a lei de amor e de caridade.
    7. 7. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item VI Ora, não é possível que ele destruísse de um lado o que do outro estabelecia, donde esta consequência rigorosa: se certas proposições suas se acham em contradição com aquele princípio básico, é que as palavras que se lhe atribuem foram ou mal reproduzidas, ou mal compreendidas, ou não são suas.
    8. 8. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item VII Causa admiração, e com fundamento, que, neste passo, mostrasse Jesus tanta indiferença para com seus parentes e, de certo modo, renegasse sua mãe. Pelo que concerne a seus irmãos, sabe-se que não o estimavam. Espíritos pouco adiantados, não lhe compreendiam a missão: tinham por excêntrico o seu proceder e seus ensinamentos não os tocavam, tanto que nenhum deles o seguiu como discípulo.
    9. 9. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item VII Dir-se-ia mesmo que partilhavam, até certo ponto, das prevenções de seus inimigos. O que é fato, em suma, é que o acolhiam mais como um estranho do que como um irmão, quando aparecia à família. S. João diz, positivamente (cap. 7:5), “que eles não lhe davam crédito”. Quanto à sua mãe, ninguém ousaria contestar a ternura que lhe dedicava. Deve-se, entretanto, convir igualmente em que também ela não fazia ideia muito exata da missão do filho, pois não se vê que lhe tenha nunca seguido os ensinos, nem dado testemunho dele, como fez João Batista.
    10. 10. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Evangelho Segundo o Espiritismo – ESSE Capítulo XIV - Item VII O que nela predominava era a solicitude maternal. Supor que Ele haja renegado sua mãe fora desconhecer-lhe o caráter. Semelhante ideia não poderia encontrar guarida naquele que disse: Honrai a vosso pai e a vossa mãe. Necessário, pois, se faz procurar outro sentido para suas palavras, quase sempre envoltas no véu da forma alegórica. Ele nenhuma ocasião desprezava de dar um ensino; aproveitou, portanto, a que se lhe deparou, com a chegada de sua família, para precisar a diferença que existe entre a parentela corporal e a parentela espiritual.
    11. 11. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”  Jesus Cristo, Grande Mestre da Humanidade, através de sua divina sabedoria ensina através dessa passagem do Evangelho mais uma importante lição para os homens da época, ecoando até os dias atuais.  Quando questiona os presentes sobre quem seria sua mãe e seus irmãos com toda certeza não foi no intuito de menosprezar os seus, mas sim de dilatar, ampliar a nossa visão com relação à imensa família humana que de fato somos.  O que é da carne, é carne;  o que é do espírito, é espírito. João, 3:6
    12. 12. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?”  Jesus na verdade amplia o conceito de família que conhecíamos, nos dando a conhecer a grandeza da máxima "Honrai a vosso pai e a vossa mãe", que deixa de ser apenas respeitar ao pai e à mãe, mas sobretudo, dar atenção, cuidado, carinho e amor em todos os momentos.  Jesus chama a atenção de todos nós para a necessidade de compreendermos a vida terrena como passageira e a vida espiritual como eterna e plena, já que na vida espiritual vivemos as relações de parentesco mais intimamente, ligados pelas articulações de nossas afinidades de pensamento e pelos fraternos laços desenvolvidos pelas nossas afeições.
    13. 13. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” Nos diz Emmanuel pela psicografia de Chico Xavier. Escola – instrução; Família – educação. O Consolador. Emanuel – Chico Xavier “A luta em família é problema fundamental da redenção do homem na Terra. Como seremos benfeitores de cem ou mil pessoas, se ainda não aprendemos a servir cinco ou dez criaturas? Esta é indagação lógica que se estende a todos os discípulos sinceros do Cristianismo”.
    14. 14. “Quem é minha mãe e quem são meus irmãos?” “No momento da cruz, talvez, o mais difícil da sua passagem pela Terra, Jesus demonstrou seus cuidados, sua solicitude, seu amor em relação à sua mãe, conforme está em João, capítulo XIX: 26 e 27: “Vendo Jesus, sua mãe, e junto dela o discípulo amado, disse: Mulher, eis aí o teu filho. Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. Dessa hora em diante, o discípulo a tomou para casa.” “Não houve indiferença ou desprezo em relação à sua mãe e a seus irmãos. Jesus apenas destacou a irmandade de todos como filhos de um mesmo Pai".
    15. 15. Centro Espírita José Grosso Sigamos com a paz do Mestre Nazareno Boa noite!

    ×