História da Igreja - A queda do Império Romano

6.651 visualizações

Publicada em

Slides apresentados em 10/06/2010

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
35
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
326
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da Igreja - A queda do Império Romano

  1. 1. Círculo de Estudos sobreHistória da Igreja<br />Apontamentos sobre a atuação da Santa Madre Igreja na História<br />
  2. 2. Igreja Primitiva<br />A Queda do Império Romano<br />
  3. 3. A Igreja dos Tempos Bárbaros - Volume II<br />Daniel-Rops<br />Ten Dates EveryCatholicShouldKnown<br />Diane Moczar<br />Breve História das Heresias, 1962<br />Monsenhor Cristiani<br />Bibliografia<br />
  4. 4. Divisão do Império Romano (395)<br />Honório<br />Arcádio<br />
  5. 5. Esfacelamento dos poderes estatais (Ocidente)<br />Salteadores<br />Bárbaros<br />Economia problemática<br />Mais funcionários do que contribuintes<br />Inflação<br />Problemas Morais<br />Divórcio, prostituição, diminuição da natalidade...<br />Problemas Espirituais<br />Astrologia, magia...<br />Declínio do Império Romano<br />
  6. 6. Viviam fora do Império<br />Aceitos paulatinamente<br />Integrantes das forças militares<br />Diversas tribos<br />Francos, Vândalos, Visigodos, Ostrogodos, Hunos...<br />Culturas diferentes<br />Alguns admiravam o Império<br />Importante: Maioria das tribos eram arianas<br />Bárbaros<br />
  7. 7. Úlfilase Godos<br />Convertidos ao Arianismo<br />Meados do século IV<br />Outras tribos também foram convertidas<br />Católicos (dominados) vsbárbaros (dominadores)<br />Arianismo como característica distintiva<br />Igreja converte os Bárbaros a partir do século V<br />Retorno do Arianismo<br />
  8. 8. Tribos Bárbaras<br />362<br />
  9. 9. Migrações Bárbaras<br />
  10. 10. Alarico (375-410), Rei dos visigodos<br />Gerou atmosfera de terror<br />Respeitou os templos religiosos<br />Reação Cristã<br />Santo Agostinho escreve a obra “Cidade de Deus”<br />Resultado<br />Mostrou que o Império era fraco<br />Incentivou outras incursões bárbaras (Francos, Vândalos...)<br />Saque de Roma em 410<br />
  11. 11. Bispos, defensores da Fé e da civilização<br />Animadores do povo<br />Missionários<br />Papas, senhores da Cristandade<br />Atacaram as heresias<br />Organizaram e Defenderam a Igreja<br />Mosteiros<br />Casas de Oração e de Formação<br />Papel da Igreja nas Invasões<br />
  12. 12. Mais ferozes que outros bárbaros<br />Átila (406–453), o flagelo de Deus<br />Rei dos Hunos em 435 que reuniu todas as tribos<br />Inicia ataques à Gália em 451<br />Liga contra os Hunos<br />Aécio, o último dos romanos<br />Hunos foram derrotados<br />Hunos (1)<br />
  13. 13. Átila torna a atacar a Itália em 452<br />Ataca o Norte, dispersando as populações<br />Encontro com São Leão Magno (400-461)<br />Conseguiu que Átila desistisse de saquear Roma<br />Argumentos oficiasdesconhecidos<br />Escassez de comida<br />Praga iminente<br />Perigo de morte<br />Hunos (2)<br />
  14. 14. Saque de Roma pelos Vândalos em 455<br />Odoacro depõe o último imperador em 476 <br />Sagra-se Rei da Itália<br />Reina em nome do Imperador do Oriente<br />Existem ainda dois imperadores<br />Júlio Nepos que reina até 480 <br />Sigário que reina até 487 na Gália<br />Fim do Império Romano do Ocidente<br />
  15. 15. O mundo em 476<br />
  16. 16. Enquanto isso no Oriente...<br />“Se formos comprar pão, o padeiro (...) empenhar-se-á em provar-nos que o Pai é maior do que o Filho; (...) se formos à casa de banhos (...) o encarregado, (...) tentará demonstrar-nos que o Filho não procede de nada. ”São Gregório Nazianzeno (329-390)<br />Império do Oriente<br />Mais tarde conhecido como Império Bizantino<br />Durará mil anos<br />Governado por déspotas<br />Envolviam-se em questões teológicas<br />Discussões teológicas<br />Concílio de Éfeso<br />Concílio de Calcedônia<br />
  17. 17. Nestório assume a Sé de Constantinopla (428)<br />Separava humanidade e divindade de Nosso Senhor<br />Nossa Senhora era apenas mãe do homem<br />São Cirilo de Alexandria voltou-se para o Papa<br />São Celestino condena Nestório (430)<br />Nestório tem a idéia do Concílio de Éfeso<br />Imperador Teodósio II convoca o Concílio em 431<br />Nestorianismo<br />
  18. 18. Quem compareceu?<br />200 a 250 Bispos<br />Maioria orientais<br />Papa São Celestino representado por legados<br />Presidido por São Cirilo<br />Duração: cerca de 3 meses<br />Resultado<br />Condenação de Nestório<br />Cisma Nestoriano (Igreja Assíria do Oriente)<br />Concílio de Éfeso (431)<br />
  19. 19. Rejeitava as duas naturezas de Cristo<br />Defendido por Eutiques em Constantinopla (446)<br />Conquistou a corte<br />São Flavianode Constantinopla voltou-se para o Papa<br />São Leão condena Eutiques em 449<br />O imperador convoca novo Concílio em Éfeso 449<br />Latrocínio de Éfeso<br />Papa Leão anulou o concílio e convocou outro<br />Monofisismo<br />
  20. 20. Quem compareceu?<br />Mais de 500 Bispos<br />Papa São Leão representado por legados<br />Duração: cerca de 1 mês<br />Resultado<br />Condenação do Monofisismo<br />Cisma Monofisita (Igrejas Não-Calcedônianas)<br />Canon 28: arrogância de Constantinopla<br />Foi anulado por São Leão, que só ratificou as definições de Fé do Concílio<br />Concílio de Calcedônia (451)<br />
  21. 21. Grandes definições dogmáticas<br />Sobre a natureza de Nosso Senhor<br />Sobre a Graça e o livre-arbítrio<br />Contra o Pelagianismo<br />A Igreja mostrou-se a guardiã da civilização<br />Principalmente no Ocidente<br />Recomendação: Catequeses do Papa Bento XVI<br />Próximo Encontro: Visão Geral da Idade Média<br />Conclusão<br />
  22. 22. Círculo de Estudos sobreHistória da Igreja<br />Apontamentos sobre a atuação da Santa Madre Igreja na História<br />

×