SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
APLICAÇÃO DO
MÉTODO DEOWAS
OVACO WORKING ANALYSIS SYSTEM
Aluna: Gelcine Angela da Silva
Desenvolvido pela Ovako OI e Instituto Finlandês de Saúde
Ocupacional na década de 70 pelos pesquisadores (Karhu, Kuorinka
e Kanski) como objetivo de analisar posturas nas atividades
realizadas na indústria do aço.
Durante muitos anos, as empresas focaram suas atenções
apenas na parte lucrativa de todo o contexto empresarial,
negligenciando as questões relacionadas à segurança, conforto e à
qualidade de vida do trabalhador.
INTRODUÇINTRODUÇÃOÃO
Aplicação do método OWAS na obra Refratária de reforma da
Bateria 5 Coqueria - 3 dentro da área Usiminas, a atividade
realizada, faz parte da fase final do fechamento do forno, onde o
funcionário se posiciona para fazer assentamento da ultima fiada
10, com o auxilio do ajudante para encher a masseira a onde o
pedreiro utiliza passar na fiada 4335X.
APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
Cargo: Pedreiro Refratarista
Jornada de Trabalho: 9horas/Turno da manha
Refeição: 60minutos (Postura sentada)
Descanso: 40 minutos
Informações:
Nº Tarefas
Modo
Operatório
Tempo
(Mint)
%
1 Participar DDS Sentado 00h15min 1%
2
Assentamento da fiada
10D (Foto 1,2,3)
Abaixado 02h40min
26%
3 Descanço (Foto: 4) Deitado 05h20min
57%
4 Operação
Sentado 01h20min
13%
5
Almoço
Vestiario Sentado 00h30min 3%
TOTAL09h:00min 100%
APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
O profissional refratarista se posiciona para realizar o
assentamento da fiada 10D que é o fechamento do
acabamento final do forno. Sendo assim foi escolhido um
pedreiro para fazer o acompanhamento e aplicação do
método a seguir as fotos com as orientação e classificação.
Foto 1: Reframax/2015.
CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS
Postura das costas
2 - Flexão anterior (>20 )
Posição dos Braços
3 - Ambos acima do nível do joelho
Posição das Pernas
3 - De pé, apoio unilateral
Descrição Matéria: 4335X
Peso: 4,39 kg
1(Peso inferior ou igual 10kg)
Foto 2: Reframax/2015.
CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS
Postura das costas
4 - Rotação e inclinação associados
Posição dos Braços
1 - Ambos abaixo do nível dos ombros
Posição das Pernas
4 - Agachado, dois joelhos fletidos
(>20)
Descrição Matéria: 4335X
Peso: 4,39 kg
1(Peso inferior ou igual 10kg)
Foto 3: Reframax/2015.
CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS
Postura das costas
4 - Rotação e inclinação associados
Posição dos Braços
1 - Ambos abaixo do nível dos ombros
Posição das Pernas
3 - Ambos acima do nível do joelho
Descrição Matéria: 4335X
Peso: 4,39 kg
1(Peso inferior ou igual 10kg)
Foto 4: Reframax/2015.
CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS
Em descanso por 40
minutos
Nas atividades realizadas em áreas de alta temperatura tem o procedimento
de segurança, trabalhar 20 minutos no topo bateria 5, e descansar 40 minutos na
sala de descanso com ar condicionado.
RESULTADO DA AVALIAÇÃO DE POSTURASRESULTADO DA AVALIAÇÃO DE POSTURAS
1 – Não são necessárias medidas corretivas
2 – São necessárias correções no futuro
3 – São necessárias correções logo que possível
4 – São necessárias correções Imediatas
ASSENTAMENTO DA FIADA 10D.
Categoria - 1 72%
Categoria - 2 14%
Categoria - 3 14%
Categoria - 4 0%
Total: 100%
Realizar antes das atividades a Ginástica
laboral.
Postura deverá ser verificada durante a
próxima revisão de rotina de trabalho.
Embora o método tenha limitações, tem demonstrado benefícios no
monitoramento de tarefas que impõe constrangimentos possibilitando
identificar as atividades mais prejudiciais e ao mesmo tempo indicar as
regiões anatômicas mais atingidas. Desta forma, o método possibilita a
elaboração de recomendações ergonômicas que eliminem ou
minimizem tais atividades penosas.
OBRIGADA !OBRIGADA !

Mais conteúdo relacionado

Destaque

PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
gelcine Angela
 
Ppt elementos de la comunicación
Ppt elementos de la comunicaciónPpt elementos de la comunicación
Ppt elementos de la comunicación
ESO1
 

Destaque (14)

Trabalho de fabrica
Trabalho de fabricaTrabalho de fabrica
Trabalho de fabrica
 
7. curriculum vitae
7. curriculum vitae7. curriculum vitae
7. curriculum vitae
 
літературний квест чорна рада
літературний квест чорна радалітературний квест чорна рада
літературний квест чорна рада
 
Iamcest
IamcestIamcest
Iamcest
 
Apresentação mecânica do solo
Apresentação  mecânica do solo Apresentação  mecânica do solo
Apresentação mecânica do solo
 
Gbpp matematika ekonomi pertanian
Gbpp matematika ekonomi pertanianGbpp matematika ekonomi pertanian
Gbpp matematika ekonomi pertanian
 
Apresentaçao Lavanderia Hospitalar
Apresentaçao Lavanderia HospitalarApresentaçao Lavanderia Hospitalar
Apresentaçao Lavanderia Hospitalar
 
Effectiveness of the CIO as 1 -Tier Non-Executive Director
Effectiveness of the CIO as 1 -Tier Non-Executive DirectorEffectiveness of the CIO as 1 -Tier Non-Executive Director
Effectiveness of the CIO as 1 -Tier Non-Executive Director
 
SMWCPH Meltwater Insight's Report 2017
SMWCPH Meltwater Insight's Report 2017SMWCPH Meltwater Insight's Report 2017
SMWCPH Meltwater Insight's Report 2017
 
GESTÃO DE OPERAÇÃO DE SERVIÇO
GESTÃO DE OPERAÇÃO DE SERVIÇOGESTÃO DE OPERAÇÃO DE SERVIÇO
GESTÃO DE OPERAÇÃO DE SERVIÇO
 
Apresentação logistica 2015
Apresentação logistica 2015Apresentação logistica 2015
Apresentação logistica 2015
 
Coderstrust explained
Coderstrust explainedCoderstrust explained
Coderstrust explained
 
PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
PROJETO DE FABRICA DE CADEIRA Completo 1 e 2
 
Ppt elementos de la comunicación
Ppt elementos de la comunicaciónPpt elementos de la comunicación
Ppt elementos de la comunicación
 

Mais de gelcine Angela (14)

PLANO DE PESQUISA - SEGURANÇA
PLANO DE PESQUISA - SEGURANÇAPLANO DE PESQUISA - SEGURANÇA
PLANO DE PESQUISA - SEGURANÇA
 
SEGURANÇA NR-12 COMPARAÇÃO Maquinas e equipamentos
SEGURANÇA NR-12 COMPARAÇÃO Maquinas e equipamentosSEGURANÇA NR-12 COMPARAÇÃO Maquinas e equipamentos
SEGURANÇA NR-12 COMPARAÇÃO Maquinas e equipamentos
 
COMPARAÇÃO DA NR-15 (anexo 1 e 2 Ruido) e NHO-1(RUIDO)
COMPARAÇÃO DA NR-15 (anexo 1 e 2 Ruido) e NHO-1(RUIDO)COMPARAÇÃO DA NR-15 (anexo 1 e 2 Ruido) e NHO-1(RUIDO)
COMPARAÇÃO DA NR-15 (anexo 1 e 2 Ruido) e NHO-1(RUIDO)
 
Trabalho marketing
Trabalho marketingTrabalho marketing
Trabalho marketing
 
Trabalho gestão ambiental e siderurgia
Trabalho gestão ambiental e siderurgiaTrabalho gestão ambiental e siderurgia
Trabalho gestão ambiental e siderurgia
 
Kanban
Kanban Kanban
Kanban
 
PLANEJAMENTO CONSTRUÇÃO DE CASA
PLANEJAMENTO CONSTRUÇÃO DE CASAPLANEJAMENTO CONSTRUÇÃO DE CASA
PLANEJAMENTO CONSTRUÇÃO DE CASA
 
ENGENHARIA TRABALHO
ENGENHARIA TRABALHOENGENHARIA TRABALHO
ENGENHARIA TRABALHO
 
INTRODUÇÃO A ENGENHARIA
INTRODUÇÃO A ENGENHARIA INTRODUÇÃO A ENGENHARIA
INTRODUÇÃO A ENGENHARIA
 
GESTÃO DE Projeto formatura 2015
GESTÃO DE Projeto formatura 2015GESTÃO DE Projeto formatura 2015
GESTÃO DE Projeto formatura 2015
 
Custo ambientais
Custo ambientaisCusto ambientais
Custo ambientais
 
Automação reconhecimento de padrões
Automação reconhecimento de padrões Automação reconhecimento de padrões
Automação reconhecimento de padrões
 
RELATÓRIO DE ESTAGIO
RELATÓRIO DE ESTAGIORELATÓRIO DE ESTAGIO
RELATÓRIO DE ESTAGIO
 
Excesso transito cidade Ipatinga
 Excesso  transito cidade Ipatinga Excesso  transito cidade Ipatinga
Excesso transito cidade Ipatinga
 

Último

relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
paulo222341
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
HELLEN CRISTINA
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 

Último (9)

Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
 
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptxAULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................Treinamento NR 18.pdf .......................................
Treinamento NR 18.pdf .......................................
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 

Trabalho de Ergonomia 2015

  • 1. APLICAÇÃO DO MÉTODO DEOWAS OVACO WORKING ANALYSIS SYSTEM Aluna: Gelcine Angela da Silva
  • 2. Desenvolvido pela Ovako OI e Instituto Finlandês de Saúde Ocupacional na década de 70 pelos pesquisadores (Karhu, Kuorinka e Kanski) como objetivo de analisar posturas nas atividades realizadas na indústria do aço. Durante muitos anos, as empresas focaram suas atenções apenas na parte lucrativa de todo o contexto empresarial, negligenciando as questões relacionadas à segurança, conforto e à qualidade de vida do trabalhador. INTRODUÇINTRODUÇÃOÃO
  • 3. Aplicação do método OWAS na obra Refratária de reforma da Bateria 5 Coqueria - 3 dentro da área Usiminas, a atividade realizada, faz parte da fase final do fechamento do forno, onde o funcionário se posiciona para fazer assentamento da ultima fiada 10, com o auxilio do ajudante para encher a masseira a onde o pedreiro utiliza passar na fiada 4335X. APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
  • 4. APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS Cargo: Pedreiro Refratarista Jornada de Trabalho: 9horas/Turno da manha Refeição: 60minutos (Postura sentada) Descanso: 40 minutos Informações:
  • 5. Nº Tarefas Modo Operatório Tempo (Mint) % 1 Participar DDS Sentado 00h15min 1% 2 Assentamento da fiada 10D (Foto 1,2,3) Abaixado 02h40min 26% 3 Descanço (Foto: 4) Deitado 05h20min 57% 4 Operação Sentado 01h20min 13% 5 Almoço Vestiario Sentado 00h30min 3% TOTAL09h:00min 100% APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS
  • 6. APLICAÇÃO DO MÉTODO OWASAPLICAÇÃO DO MÉTODO OWAS O profissional refratarista se posiciona para realizar o assentamento da fiada 10D que é o fechamento do acabamento final do forno. Sendo assim foi escolhido um pedreiro para fazer o acompanhamento e aplicação do método a seguir as fotos com as orientação e classificação.
  • 7. Foto 1: Reframax/2015. CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS Postura das costas 2 - Flexão anterior (>20 ) Posição dos Braços 3 - Ambos acima do nível do joelho Posição das Pernas 3 - De pé, apoio unilateral Descrição Matéria: 4335X Peso: 4,39 kg 1(Peso inferior ou igual 10kg)
  • 8. Foto 2: Reframax/2015. CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS Postura das costas 4 - Rotação e inclinação associados Posição dos Braços 1 - Ambos abaixo do nível dos ombros Posição das Pernas 4 - Agachado, dois joelhos fletidos (>20) Descrição Matéria: 4335X Peso: 4,39 kg 1(Peso inferior ou igual 10kg)
  • 9. Foto 3: Reframax/2015. CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS Postura das costas 4 - Rotação e inclinação associados Posição dos Braços 1 - Ambos abaixo do nível dos ombros Posição das Pernas 3 - Ambos acima do nível do joelho Descrição Matéria: 4335X Peso: 4,39 kg 1(Peso inferior ou igual 10kg)
  • 10. Foto 4: Reframax/2015. CLASSIFICAÇÃO DAS POSTURASCLASSIFICAÇÃO DAS POSTURAS Em descanso por 40 minutos Nas atividades realizadas em áreas de alta temperatura tem o procedimento de segurança, trabalhar 20 minutos no topo bateria 5, e descansar 40 minutos na sala de descanso com ar condicionado.
  • 11. RESULTADO DA AVALIAÇÃO DE POSTURASRESULTADO DA AVALIAÇÃO DE POSTURAS 1 – Não são necessárias medidas corretivas 2 – São necessárias correções no futuro 3 – São necessárias correções logo que possível 4 – São necessárias correções Imediatas ASSENTAMENTO DA FIADA 10D. Categoria - 1 72% Categoria - 2 14% Categoria - 3 14% Categoria - 4 0% Total: 100%
  • 12. Realizar antes das atividades a Ginástica laboral. Postura deverá ser verificada durante a próxima revisão de rotina de trabalho.
  • 13. Embora o método tenha limitações, tem demonstrado benefícios no monitoramento de tarefas que impõe constrangimentos possibilitando identificar as atividades mais prejudiciais e ao mesmo tempo indicar as regiões anatômicas mais atingidas. Desta forma, o método possibilita a elaboração de recomendações ergonômicas que eliminem ou minimizem tais atividades penosas.