Hipertensão arterial para leigos

1.363 visualizações

Publicada em

HAS

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipertensão arterial para leigos

  1. 1. Quantos hipertensos existem no Brasil?Quantos hipertensos existem no Brasil? • Doença multifatorial, geralmente assintomática, baixa adesão ao tratamento, baixas taxas de controle  Alta prevalência (> 30% na população brasileira)  Prevalência de 35,8% nos homens e de 30% em mulheres  15 milhões nem sabem que são hipertensos
  2. 2. POR QUE CONTROLAR OS FATORESPOR QUE CONTROLAR OS FATORES DE RISCO?DE RISCO?  Controle da PA = -15% de risco de infarto e -42% o risco de derrame  Controlar o colesterol = -33% de risco de infarto, -25% risco de morte e -20% risco de derrame.  Parar de fumar = -50% de risco de infarto e -70% de risco de morte.
  3. 3. Q u a n d o o c o r a ç ã o s e c o n t r a i t e m o s u m a p r e s s ã o m á x i m a ( s i s t ó l i c a ) A o s e m e d i r e s t a p r e s s ã o s e d e t e r m i n a m d u a s p r e s s õ e s : M Á X IM A M Í N I M A Q u a n d o e l e s e d i l a t a t e m o s u m a p r e s s ã o m ín i m a ( d i a s t ó l i c a ) A p r e s s ã o a r t e r i a l é a p r e s s ã o q u e o s a n g u e e x e r c e n a p a r e d e d a s a r t é r i a s . E é m e d i d a e m m i l ím e t r o s d e m e r c ú r i o . M I N I S T É R I O D A S A Ú D E C o o r d e n a ç ã o d e D o e n ç a s C r ô n ic o - D e g e n e r a t iv a s
  4. 4. Segundo as V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial paraSegundo as V Diretrizes Brasileiras de Hipertensão Arterial para adultos considera-se pressões normais abaixo de 130 mmHg paraadultos considera-se pressões normais abaixo de 130 mmHg para pressão máxima e abaixo de 85 mmHg para mínimapressão máxima e abaixo de 85 mmHg para mínima Os níveis pressóricos considerados ÓTIMOS são 120/80 mmHgOs níveis pressóricos considerados ÓTIMOS são 120/80 mmHg
  5. 5. Na maioria das vezes não conseguimos saber com precisão a causa da hipertensão arterial, mas sabemos que muitos fatores tanto os podem ser igualmente responsáveis. não modificáveis como os modificáveis
  6. 6. HEREDITARIEDADE Algumas pessoas herdam a predisposição à hipertensão arterial, que pode apresentar-se em vários membros de uma família. IDADE O envelhecimento aumenta o risco da hipertensão arterial em ambos os sexos. FATORES NÃO MODIFICÁVEISFATORES NÃO MODIFICÁVEIS RAÇA A hipertensão é mais comum em pessoas da raça negra
  7. 7. FATORES MODIFICÁVEISFATORES MODIFICÁVEIS OBESIDADEOBESIDADE É um fator de risco para hipertensão arterial
  8. 8. FATORES MODIFICÁVEISFATORES MODIFICÁVEIS
  9. 9. FATORES MODIFICÁVEISFATORES MODIFICÁVEIS
  10. 10. FATORES MODIFICÁVEISFATORES MODIFICÁVEIS ESTRESSE Excesso de trabalho, angústia, preocupações e ansiedade, podem ser responsáveis pela elevação da pressão arterial.
  11. 11. M I N I S T É R I O D A S A Ú D E C o o r d e n a ç ã o d e D o e n ç a s C r ô n ic o - D e g e n e r a t iv a s
  12. 12. D o r e s d e c a b e ç a , h e m o r r a g i a n a s a l , c a n s a ç o e x c e s s i v o , p o d e m s e r a l g u n s . Q u a n t o à s c o n s e q u ê n c i a s a l g u m a s p o d e m s e r b a s t a n t e g r a v e s t a i s c o m o : M I N I S T É R I O D A S A Ú D E C o o r d e n a ç ã o d e D o e n ç a s C r ô n ic o - D e g e n e r a t iv a s
  13. 13. Derrame Cerebral Diminuição da visão por lesões na retina Lesão nas artérias Dano sério nos rins Desgaste acelerado no coração por Doenças no Coração (infarto, insuficiência cardíaca e arritmias) CONSEQUÊNCIAS DA PRESSÃO ALTA
  14. 14. Não medicamentosoNão medicamentoso ou mudanças no estiloou mudanças no estilo de vidade vida MedicamentosoMedicamentoso Como pode ser o tratamento?Como pode ser o tratamento?
  15. 15. SEGUNDO: Reduza a ingestão de alimentos com muitas calorias e diminuam os alimentos ricos em gordura animal. PRACOMEÇAR: Fuja do sal.
  16. 16. Permita-me agora, demonstrar o que seria uma dieta para hipertensão arterial. - Frutas frescas e sucos - Verduras frescas - Aves - Pescados - Carnes magras - Cereais RECOMENDADOS ALIMENTOS
  17. 17. N Ã O R E C O M E N D A D O S - F r i t u r a s - C r e m e d e l e i t e - M a i o n e s e - F r i o s - E m b u t i d o s ( s a l s i c h a , l i n g u i ç a , p r e s u n t o , m o r t a d e l a , s a l a m e , c o p a , e t c . ) - B a n h a - E n l a t a d o s A L I M E N T O S M I N I S T É R I O D A S A Ú D E C o o r d e n a ç ã o d e D o e n ç a s C r ô n ic o - D e g e n e r a t iv a s
  18. 18. D e v e - s e p a r a r t o t a l m e n t e d e u s a r b e b i d a a l c o ó l i c a . M I N I S T É R I O D A S A Ú D E C o o r d e n a ç ã o d e D o e n ç a s C r ô n ic o - D e g e n e r a t iv a s
  19. 19. LEMBRE-SE:LEMBRE-SE:  HIPERTENSÃO ARTERIAL NÃOHIPERTENSÃO ARTERIAL NÃO TEM CURA,TEM CURA, MAS TEM CONTROLE !MAS TEM CONTROLE !  NÃO ABANDONE O TRATAMENTO !NÃO ABANDONE O TRATAMENTO !

×