Aula gimnospermas

524 visualizações

Publicada em

Slides

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula gimnospermas

  1. 1. Prof.: Felipe Cavalcante Botânica Gimnospermas Do pólen à semente
  2. 2. Prof.: Felipe Cavalcante  Vasculares / traqueófitas;  Tecido de sutentação;  Flores – Fanerógamas;  Sem frutos;  Grande porte;  Fase dominante - Esporofítica. Gimnospermas I. Características:
  3. 3. Prof.: Felipe Cavalcante II. Aquisições evolutivas:  Flores - podem ser dióicas ou monóicas;  Grão de pólen;  Sementes. Gimnospermas
  4. 4. Prof.: Felipe Cavalcante Gimnospermas III.Filos:  Coniferofitas – coníferas;  Cycadophita – cicas;  Gnetophita – gnetófitas;  Ginkogophytas – gincófitas;
  5. 5. Prof.: Felipe Cavalcante Gimnospermas
  6. 6. Prof.: Felipe Cavalcante Estróbilos – masc.: Microstróbilos; Estróbilos – femin.: Megastróbilos; Gimnospermas IV.Órgãos reprodutores: V. Hábitat:  Regiões temperadas.
  7. 7. Prof.: Felipe Cavalcante Megastróbilo Megaesporofilo Megasporângio Megaesporócito (2n) Megásporo Megagametófito (n) Arquegônio (n) Oosfera (n)
  8. 8. Prof.: Felipe Cavalcante Microstróbilo Microesporofilo Microsporângio Microsporócitos Céls. Protaliais Cél. Generativa (n) Cél. do tubo Asa da parede do tubo Pólen Meiose Microsporos
  9. 9. Prof.: Felipe Cavalcante Diferenciação do pólen Céls. Espermáticas (gametas) Tubo polínico Cél. Espermatogênica
  10. 10. Prof.: Felipe Cavalcante Gimnospermas Monóicas (mono= uma; oicos= casa): plantas pistiladas e estaminadas. Dióicas: (di= duas; oicos= casa): plantas pistiladas ou estaminadas.
  11. 11. Prof.: Felipe Cavalcante Microstróbilos
  12. 12. Prof.: Felipe Cavalcante Megastróbilos
  13. 13. Prof.: Felipe Cavalcante Sementes  Óvulo fecundado contendo o embrião.  Importância: I. Dispersão; II. Nutrição do embrião; III. Domínio da flora atual.

×